Aula Fraturas do colo do femur em adultos

16.758 visualizações

Publicada em

Aula direcionada aos Residentes do Programa de Residencia Médica em Ortopedia e Traumatologia do HU-UFJF

Publicada em: Saúde e medicina
2 comentários
14 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
16.758
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
2
Gostaram
14
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula Fraturas do colo do femur em adultos

  1. 1. Dr. Elmano LouresPrograma de Residência Médica em Ortopedia eTraumatologia –HU UFJF
  2. 2. •Encurtamento discreto•Rotação externa e abdução•Dor e incapacidade funcionalAtenção para fraturas impactadas ou “ocultas “ :pacientes com pouca dor e que deambulam3 grupos de pacientes:1. Idosos osteoporóticos e traumas de baixaenergia : caiu porque quebrou ou quebrouporque caiu?2. Adultos jovens e traumas de alta energia3. Fraturas de stress em atletas
  3. 3. Kellogg Speed , 1934 NAV – 20% Pseudo artrose- 30% Reoperação – 20-30% Morte em 1 ano : 30%Bhandari et al, 2003,JBJSMeta análise 140 estudos NAV-9,7% Pseudo artrose-18,5% Reoperação- 10 a 48%pós-fixação e 0 a 24%pós –hemiartroplastia Morte em 1 ano: 20%pós-fixação e 23% póshemiartroplastia
  4. 4. Artéria do ligamento redondo é crucialna criança e quase sem importância noadulto e nos idosos
  5. 5. Principalsuprimento:Ramos dasartérias circunflexas mediale ,em menor grau, lateral•Penetram na capsulapróximo da inserçãofemoral•Perfuram o osso distal acartilagem articular
  6. 6. Ganz et al. JBJS Br 2000 ;82:679-683 : suprimento principal da cabeça na área de carga provemdos ramos terminais do tronco profundo da arteria circunflexa femoral medial
  7. 7. FRATURAS DO COLO DO FEMURQuanto a localização :• Sub capitais• Médio cervicais• Basi-cervicaisClassificação de GardenI- Impactada ouincompletaII- Completa , sem desvioIII- Parcialmente desviadaIV- Grandes desvios
  8. 8. IIIIIIIVGarden
  9. 9. •Boa função•Minimizar complicações•Diminuir índice de re-operações•Reduzir taxa de mortalidade
  10. 10. A idade cronológica pode não corresponder à idade biológicaFunções cognitivas devem ser cuidadosamente avaliadas
  11. 11. •Fraturas impactadas , as não desviadas e bem reduzidasem < 65 anos : redução anatômica fechada ou aberta + 3parafusos canulados•Fraturas desviadas bem reduzidas em jovens :reduçãoanatomica fechada ou aberta + 3 parafusos canulados•Fraturas basi-cervicais com traço vertical podem serfixadas com DHS +parafuso anti-rotacional•Fraturas instáveis e desviadas em pacientes > 65 anos :artroplastia bipolar , unipolar ou total dependendo daavaliação clínica individualizada•Artroplastia total na presença de degeneração articular ,colagenoses ou doença maligna
  12. 12. Redução anatômica ,o mais rápido possível
  13. 13. Os mesmos dilemas :Fixação interna ou artroplastia ?Artroplastia parcial ou total?Ontem : abordagem baseada no diagnósticodesvio significativo ou não (Garden)Século 21 : mudança de paradigmasHoje : abordagem baseada no pacienteidade e expectativa de vidaqualidade ósseaperfil individual de riscoestado cognitivoEUA : Artroplastia total para um número maior de pacientes
  14. 14. Indivíduos com funções cognitivas intactasDeambulador independenteATQ propicia melhores resultadosSwedish Multicenter Trial ,2002Scottish Group , 2004Indivíduos com disfunção cognitivaAlto índice de mortalidade( 50% @ 1 ano)Alta incidência de luxação protéticaUni ou Bipolar propicia melhores resultados
  15. 15. •Preferência mundial éa Hemiartroplastia bipolar•Estudos indicam que após 2-3anos as bipolares perdem suafunção e passam a tercomportamento de unipolar
  16. 16.  Acesso antero-lateral Acesso posterior com reparocapsular Técnica atraumática Cabeças 32 ou 36 mm. Cimentada x não cimentada xhibrida Alongar membro /tensão departes moles Cuidados na impacçãodo acetábulo* 1ª opção nas falhas dafixação interna* Principal preocupação :Incidência aumentada deluxações
  17. 17. Muito obrigado !Elmano Loures

×