MAIS EDUCAÇÃO SÃO PAULO
Programa de Reorganização Curricular e
Administrativa, Ampliação e Fortalecimento
da Rede Municipa...
SÃO PAULO:
EDUCAÇÃO MUNICIPAL EM NÚMEROS
940.000 ALUNOS
84.000 EDUCADORES
2.722 ESCOLAS
São Paulo:
Educação Municipal em Números
MATRÍCULAS
Etapa do Ensino Número de Matrículas
Percentual em
relação ao total
de...
AMPLIAR A OFERTA
E
AUMENTAR A QUALIDADE
GRANDES DESAFIOS:
INFRAESTRUTURA
AMPLIAR A OFERTA
PLANO DE OBRAS: construção de creches
MODALIDADE UNIDADES VAGAS
Convênio com o Ministério da Educação
(ár...
Construção
de Creches
Quadro Geral –
áreas já
identificadas
Para a universalização da Pré-Escola
8
MODALIDADE UNIDADES VAGAS
EMEI e CEMEI 66 35.530
AMPLIAR A OFERTA
PLANO DE OBRAS: c...
Construção de
EMEIs e CEMEI
Quadro Geral
10
MODALIDADE UNIDADES
CAP. ATEND.
Nº alunos
EMEF 38 63.293
Eliminação do terceiro turno diurno para facilitar o
aumento d...
Construção de
EMEFs
Quadro Geral
12
ÁREAS IDENTIFICADAS ATÉ 31/05/2013 10
ÁREAS A IDENTIFICAR 10
TOTAL 20
• Dinamização dos 45 CEUs já existentes
• Os 20 n...
Novos CEUs
Áreas já
identificadas
TOTAL:
Construção de
367
Unidades
Educacionais
para a Educação
Básica
INVESTIMENTO:
R$ 2,3 bilhões
Mapa de áreas já
identi...
CURRÍCULO E AVALIAÇÃO
Ensino Fundamental
Desafios à organização curricular:
• Ciclos muito longos, que dificultam o acompanhamento da
aprendizag...
A transição abrupta do primeiro para o segundo ciclo se
reflete na aprendizagem dos alunos:
Porcentagem de alunos com níve...
38% dos alunos do 4º ano (9 e 10 anos de idade) não
estavam plenamente alfabetizados no ano de 2011
Dados da Prova Brasil ...
Fonte Núcleo de Avaliação Educacional SME/DOT
IDEB - MUNICÍPIO DE SÃO PAULO
REALIZADO METAS
ANO
ANOS INICIAIS ANOS FINAIS
...
Ensino Fundamental
Desafios à avaliação da aprendizagem:
• A falta de articulação das ações de avaliação gera dificuldades...
Ensino Fundamental: organização
Atual configuração:
• 9 anos divididos em dois ciclos:
• Ensino Fundamental I (1º ao 5º)
•...
Ensino Fundamental: organização
Nova Configuração:
• 9 anos divididos em 3 Ciclos:
• Ciclo de Alfabetização (1º ao 3º)
• C...
Ciclo de Alfabetização
Centrado nos Direitos de Aprendizagem e
Desenvolvimento
• Articulado com o Pacto Nacional pela Alfa...
• Será de maior complexidade na organização do trabalho e
de métodos escolares que viabilizem a necessária
articulação ent...
• O trabalho com leitura, escrita e solução de problemas
matemáticos, com pesquisa em todas as áreas do
conhecimento, nest...
Atual estrutura do Ensino Fundamental de 9 anos
Anos Iniciais – Ciclo I Anos Finais – Ciclo II
T
E
M
P
O
S
1º ano 2º ano 3...
CICLO de ALFAB. CICLO INTERDISCIPL. CICLO AUTORAL
T
E
M
P
O
S
1º ano 2º ano 3º ano 4º ano 5º ano 6º ano 7º ano 8º ano 9º a...
CICLO de ALFAB. CICLO INTERDISCIPL. CICLO AUTORAL
T
E
M
P
O
S
1º ano 2º ano 3º ano 4º ano 5º ano 6º ano 7º ano 8º ano 9º a...
Avaliação PARA a Aprendizagem e
Acompanhamento:
Progressão
Continuada
O conceito de aprovação automática
é contrário
ao de...
Os Ciclos e as Possibilidades de
Retenção:
1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º
1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º
Como é:
Possibilidade de ...
MAIS EXPOSIÇÃO AO
CONHECIMENTO
Apoio pedagógico complementar de acordo com as
necessidades de cada aluno
1. Provas Bimestrais
2. Notas de zero a dez
3. Boletins
4. Relatórios de Acompanhamento
5. Recuperação intensiva nas féria...
Síntese: estratégias de avaliação e acompanhamento
Estratégia Como é atualmente Como vai ficar
Provas bimestrais A critéri...
ARTICULAÇÃO
Ciclos e Avaliação PARA a
Aprendizagem
CICLO de ALFAB. CICLO INTERDISCIPL. CICLO AUTORAL
T
E
M
P
O
S
1º ano 2º ano 3º ano 4º ano 5º ano 6º ano 7º ano 8º ano 9º a...
CICLO de ALFAB. CICLO INTERDISCIPL. CICLO AUTORAL
T
E
M
P
O
S
1º ano 2º ano 3º ano 4º ano 5º ano 6º ano 7º ano 8º ano 9º a...
CICLO de ALFAB. CICLO INTERDISCIPL. CICLO AUTORAL
T
E
M
P
O
S
1º ano 2º ano 3º ano 4º ano 5º ano 6º ano 7º ano 8º ano 9º a...
Educação Integral: Mais Educação São
Paulo
Ampliação da jornada escolar com atividades integradas ao currículo
(meta 100.0...
Educação Infantil
• Criação do Currículo Integrado da Educação Infantil
• Desenvolvimento de materiais de apoio e orientaç...
Desafios à avaliação do sistema de ensino:
• As diferentes avaliações não têm origem nas atuais estruturas
curriculares
• ...
• Educação Infantil: será desenvolvido sistema de avaliação da qualidade da
Educação Infantil com base nos Indicadores de ...
FORMAÇÃO DO EDUCADOR
• As prioridades estratégicas serão identificadas face aos objetivos curriculares e
mediante pesquisa junto aos professore...
Secretaria Municipal de Educação
UAB – Universidades
Entidades Sindicais e outras
parcerias
Sistema Municipal de Formação ...
Universidade Aberta do Brasil: CEUs serão
Polos de Formação
• Criação de 31 Polos da Universidade Aberta do Brasil, a
sere...
Cursos Previstos para o Segundo Semestre de
2013 – UAB
UNIFESP
• Informática em Saúde (especialização - 490 h) Inscrições ...
47
Polos - 2013 18
Polos - 2014 13
TOTAL 31
Universidade Aberta do Brasil
Polos da UAB nos CEUs
AUMENTAR A QUALIDADE
FORMA...
Nº DRE CEU
1 BUTANTÃ BUTANTÃ
2 FREGUESIA JD PAULISTANO
3 PIRITUBA VILA ATLANTICA
4 GUAIANASES ÁGUA AZUL
5 GUAIANASES JAMBE...
UAB
31 Polos
nos CEUs
2013 e 2014
PIBID / MEC
TV Escola
Secretaria Municipal de Educação
Sistema Municipal de Formação de
Educadores
Oferecimento de Condiçõ...
PIBID / MEC – Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à
Docência
• Ampliar para São Paulo o Programa PIBID – Prouni: ...
TV Escola
• Bolsas MEC de apoio a pesquisa e formação
• Ambientes Colaborativos Virtuais de Aprendizagem (Proinfo):
cursos...
GESTÃO
Autonomia das Unidades Educacionais
• Fortalecer a autonomia das Unidades Educacionais com maior
descentralização de recur...
Regimentos Escolares
• Reelaboração dos Regimentos das Unidades Educacionais, que
contemplarão uma parte comum e uma parte...
Ampliação e Fortalecimento do Quadro Profissional
• 3.070 nomeações para cargos efetivos realizadas em 2013
• 2.391 contra...
CONSULTA PÚBLICA:
de 15 de agosto a 15 de setembro
www.maiseducacaosaopaulo.com.br
Participe!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação Programa de Reestruturação Mais Educação SP

993 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
993
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Programa de Reestruturação Mais Educação SP

  1. 1. MAIS EDUCAÇÃO SÃO PAULO Programa de Reorganização Curricular e Administrativa, Ampliação e Fortalecimento da Rede Municipal de Ensino de São Paulo 15 de agosto de 2013
  2. 2. SÃO PAULO: EDUCAÇÃO MUNICIPAL EM NÚMEROS 940.000 ALUNOS 84.000 EDUCADORES 2.722 ESCOLAS
  3. 3. São Paulo: Educação Municipal em Números MATRÍCULAS Etapa do Ensino Número de Matrículas Percentual em relação ao total de matrículas no Município Creche 205.130 78% Pré-Escola 184.070 71% Ensino Fundamental 457.000 30% Orçamento anual de R$ 7,9 bilhões
  4. 4. AMPLIAR A OFERTA E AUMENTAR A QUALIDADE GRANDES DESAFIOS:
  5. 5. INFRAESTRUTURA
  6. 6. AMPLIAR A OFERTA PLANO DE OBRAS: construção de creches MODALIDADE UNIDADES VAGAS Convênio com o Ministério da Educação (áreas inseridas SIMEC até 31/05/2013) 87 19.375 Convênio com o Ministério da Educação (áreas a identificar) 85 17.425 Demais Obras (próprias do Município ou com o apoio do Governo do Estado) 71 16.198 TOTAL 243 52.998 • A expansão das vagas em creches também se dará mediante a ampliação qualificada dos convênios com instituições não governamentais.
  7. 7. Construção de Creches Quadro Geral – áreas já identificadas
  8. 8. Para a universalização da Pré-Escola 8 MODALIDADE UNIDADES VAGAS EMEI e CEMEI 66 35.530 AMPLIAR A OFERTA PLANO DE OBRAS: construção de EMEIs e CEMEI
  9. 9. Construção de EMEIs e CEMEI Quadro Geral
  10. 10. 10 MODALIDADE UNIDADES CAP. ATEND. Nº alunos EMEF 38 63.293 Eliminação do terceiro turno diurno para facilitar o aumento da jornada dos alunos AMPLIAR A OFERTA PLANO DE OBRAS: construção de EMEFs
  11. 11. Construção de EMEFs Quadro Geral
  12. 12. 12 ÁREAS IDENTIFICADAS ATÉ 31/05/2013 10 ÁREAS A IDENTIFICAR 10 TOTAL 20 • Dinamização dos 45 CEUs já existentes • Os 20 novos CEUs serão construídos integrando áreas e estruturas já existentes (por exemplo, Clubes Escola) e se articularão com outros equipamentos existentes no seu território AMPLIAR A OFERTA PLANO DE OBRAS: construção de CEUs
  13. 13. Novos CEUs Áreas já identificadas
  14. 14. TOTAL: Construção de 367 Unidades Educacionais para a Educação Básica INVESTIMENTO: R$ 2,3 bilhões Mapa de áreas já identificadas
  15. 15. CURRÍCULO E AVALIAÇÃO
  16. 16. Ensino Fundamental Desafios à organização curricular: • Ciclos muito longos, que dificultam o acompanhamento da aprendizagem, o desenvolvimento dos alunos e a organização do trabalho dos professores • Transição abrupta entre dois modelos de organização entre os ciclos: números de professores e de disciplinas • Baixa integração entre as diferentes áreas do currículo • Baixo atendimento em tempo integral nas escolas AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO
  17. 17. A transição abrupta do primeiro para o segundo ciclo se reflete na aprendizagem dos alunos: Porcentagem de alunos com nível proficiente e avançado Português 4º ano: 34% Português 8º ano: 23% Matemática 4º ano: 27% Matemática 8º ano: 10% 2011, fonte Prova Brasil / INEP / MEC 0 5 10 15 20 25 30 35 40 Português Matemática 4o ano 8o ano AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO
  18. 18. 38% dos alunos do 4º ano (9 e 10 anos de idade) não estavam plenamente alfabetizados no ano de 2011 Dados da Prova Brasil / INEP 2011 Média no IDEB acima da média nacional nos anos finais, MAS: • O IDEB de São Paulo tem ficado aquém das metas fixadas, embora a cidade reúna todas as condições para superá-las • No IDEB, o Município de São Paulo ocupa a 35ª posição entre os 39 municípios da região metropolitana AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO
  19. 19. Fonte Núcleo de Avaliação Educacional SME/DOT IDEB - MUNICÍPIO DE SÃO PAULO REALIZADO METAS ANO ANOS INICIAIS ANOS FINAIS ANOS INICIAIS ANOS FINAIS PB - LP PB - MT IDEB PB - LP PB - MT IDEB IDEB IDEB 2005 166,40 172,80 4,1 226,50 238,70 4,1 2007 168,61 186,97 4,3 227,21 237,65 3,9 4,1 4,1 2009 177,67 197,50 4,7 234,69 235,85 4,2 4,5 4,3 2011 181,60 197,53 4,8 238,57 240,45 4,3 4,9 4,6 AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO
  20. 20. Ensino Fundamental Desafios à avaliação da aprendizagem: • A falta de articulação das ações de avaliação gera dificuldades para a reelaboração de estratégias de ensino por parte dos professores • Gera também dificuldade de participação das famílias no acompanhamento do processo de aprendizagem e desenvolvimento dos alunos AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO
  21. 21. Ensino Fundamental: organização Atual configuração: • 9 anos divididos em dois ciclos: • Ensino Fundamental I (1º ao 5º) • Ensino Fundamental II (6º ao 9º) Nota: o ensino fundamental de 9 anos ainda se encontra em implantação na rede municipal de São Paulo. Atualmente termina na oitava série. AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO
  22. 22. Ensino Fundamental: organização Nova Configuração: • 9 anos divididos em 3 Ciclos: • Ciclo de Alfabetização (1º ao 3º) • Ciclo Interdisciplinar (4º ao 6º) • Ciclo Autoral (7º ao 9º) AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO
  23. 23. Ciclo de Alfabetização Centrado nos Direitos de Aprendizagem e Desenvolvimento • Articulado com o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa • Objetiva garantir que todas as crianças estejam alfabetizadas até o final do Ciclo, no máximo, aos 8 (oito) anos de idade AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO
  24. 24. • Será de maior complexidade na organização do trabalho e de métodos escolares que viabilizem a necessária articulação entre os dois outros ciclos • A articulação interdisciplinar será garantida pela presença de professores generalistas que acompanharão as turmas até o 6º ano e professores integradores em atividades de orientação aos alunos para desenvolvimento de projetos AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO Ciclo Interdisciplinar
  25. 25. • O trabalho com leitura, escrita e solução de problemas matemáticos, com pesquisa em todas as áreas do conhecimento, neste Ciclo estimula os alunos à autoria. • Será dada ênfase às metodologias curriculares que dão acesso às Tecnologias de Informação e Comunicação, suas linguagens e às redes mundiais de conhecimento. • Trabalho de Conclusão de Ciclo: articulando seus nove anos de trabalhos com projetos interdisciplinares, o aluno produzirá um TCC, que consolide e explicite sua condição de autor. O TCC terá compromisso de intervenção social. AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO Ciclo Autoral
  26. 26. Atual estrutura do Ensino Fundamental de 9 anos Anos Iniciais – Ciclo I Anos Finais – Ciclo II T E M P O S 1º ano 2º ano 3º ano 4º ano 5º ano 6º ano 7º ano 8º ano 9º ano 1 Generalista Generalista Generalista Generalista Generalista Especialista Especialista Especialista Especialista 2 Especialista Especialista Especialista Especialista 3 Especialista Especialista Especialista Especialista 4 Especialista Especialista Especialista Especialista 5 Especialista Especialista Especialista Especialista 6 ÁREAS DE AULAS ESPECÍFICAS (Inglês, Educação Física, Arte, Sala de Leitura, Informática Educativa) SALA DE LEITURA E INFORMÁTICA EDUCATIVA Divisão ilustrativa dos tempos por tipo de professor: AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO
  27. 27. CICLO de ALFAB. CICLO INTERDISCIPL. CICLO AUTORAL T E M P O S 1º ano 2º ano 3º ano 4º ano 5º ano 6º ano 7º ano 8º ano 9º ano 1 Generalista Generalista Generalista Generalista Generalista Generalista LP / MAT Especialista Especialista Especialista 2 Especialista Especialista Especialista 3 História Especialista Especialista Especialista 4 Esp. / Proj. Geografia Especialista Especialista Especialista 5 Esp./ Proj. Esp. / Proj. Ciências Especialista Especialista Especialista 6 ÁREA DE INTEGRAÇÃO* / PROJETOS ÁREA DE INTEGRAÇÃO* / PROJETOS ÁREA DE INTEGRAÇÃO* / PROJETOS Proposta de Reorganização Curricular para o Ensino Fundamental de 9 anos Turmas e aulas por tipo de professor e tipo de atividade: AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO
  28. 28. CICLO de ALFAB. CICLO INTERDISCIPL. CICLO AUTORAL T E M P O S 1º ano 2º ano 3º ano 4º ano 5º ano 6º ano 7º ano 8º ano 9º ano 1 Generalista Generalista Generalista Generalista Generalista Generalista LP / MAT Especialista Especialista Especialista 2 Especialista Especialista Especialista 3 História Especialista Especialista Especialista 4 Esp. / Proj. Geografia Especialista Especialista Especialista 5 Esp./ Proj. Esp. / Proj. Ciências Especialista Especialista Especialista 6 ÁREA DE INTEGRAÇÃO* / PROJETOS ÁREA DE INTEGRAÇÃO* / PROJETOS ÁREA DE INTEGRAÇÃO* / PROJETOS Proposta de Reorganização Curricular para o Ensino Fundamental de 9 anos * A Equipe Integradora é formada por: Professor Orientador de Sala de Leitura, Professor Orientador de Informática Educativa, Professor de Arte, Professor de Educação Física e Professor de Inglês que terão suas atividades organizadas por projetos. Como se dará a progressão do aluno? Por meio de um Sistema de Avaliação PARA a Aprendizagem e Acompanhamento Turmas e aulas por tipo de professor e tipo de atividade: AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO
  29. 29. Avaliação PARA a Aprendizagem e Acompanhamento: Progressão Continuada O conceito de aprovação automática é contrário ao de progressão continuada Aprovação Automática AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO
  30. 30. Os Ciclos e as Possibilidades de Retenção: 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º Como é: Possibilidade de retenção apenas ao final do primeiro e do segundo ciclos: 5º ano e 9º ano. Como vai ficar: Possibilidade de retenção ao final de cada Ciclo: 3º ano, 6º ano e 9º ano. Possibilidade de retenção no 7º ano e 8º ano. AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO
  31. 31. MAIS EXPOSIÇÃO AO CONHECIMENTO Apoio pedagógico complementar de acordo com as necessidades de cada aluno
  32. 32. 1. Provas Bimestrais 2. Notas de zero a dez 3. Boletins 4. Relatórios de Acompanhamento 5. Recuperação intensiva nas férias 6. Recuperação durante o período letivo 7. Lição de Casa 8. Dependência nos 7º e 8º anos do Ciclo Autoral 9. Banco de Questões e itens de avaliação 10. Banco de Experimentos e Projetos Estratégias gerais: Avaliação PARA a Aprendizagem e Acompanhamento: AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO Progressão Continuada só pode acontecer com efetivo acompanhamento
  33. 33. Síntese: estratégias de avaliação e acompanhamento Estratégia Como é atualmente Como vai ficar Provas bimestrais A critério das Unidades Educacionais Em todas as Unidades Educacionais Notas de zero a dez Não há Notas de zero a dez para os Ciclos Interdisciplinar, Autoral e para o Ensino Médio Boletins enviados para casa A critério das Unidades Educacionais Periodicidade bimestral obrigatória Relatórios de Acompanhamento Há Acompanhará os boletins Lição de casa Há apenas pela iniciativa individual dos professores Haverá de forma sistemática e articulada ao currículo Recuperação durante o período letivo Há Haverá, com fornecimento de melhores condições Recuperação intensiva nas férias Não há Haverá, quando necessário Dependência Não há Possibilidade nos 7º e 8º anos do Ciclo Autoral Fornecimento de questões Não há Banco de questões comentadas, relacionadas ao currículo Banco de Experimentos e Projetos Não há Disponibilização de um conjunto de propostas metodológicas para aulas, exercícios e pesquisas AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO
  34. 34. ARTICULAÇÃO Ciclos e Avaliação PARA a Aprendizagem
  35. 35. CICLO de ALFAB. CICLO INTERDISCIPL. CICLO AUTORAL T E M P O S 1º ano 2º ano 3º ano 4º ano 5º ano 6º ano 7º ano 8º ano 9º ano 1 Generalista Generalista Generalista Generalista Generalista Generalista LP / MAT Especialista Especialista Especialista 2 Especialista Especialista Especialista 3 História Especialista Especialista Especialista 4 Esp. / Proj. Geografia Especialista Especialista Especialista 5 Esp./ projetos Esp. / Proj. Ciências Especialista Especialista Especialista 6 ÁREA DE INTEGRAÇÃO* / PROJETOS ÁREA DE INTEGRAÇÃO* / PROJETOS ÁREA DE INTEGRAÇÃO* / PROJETOS A articulação das propostas: No Ciclo de Alfabetização, a avaliação tem caráter formativo e não classificatório Considera o processo por meio de: • Registros reflexivos • Avaliação por pares, com roteiro e critérios claros • Insumos à autoavaliação • Seminários e grupos de trabalho • Provas operatórias com questões abertas, conforme princípios estruturantes, entre eles aqueles expressos no documento Elementos Conceituais e Metodológicos para Definição dos Direitos e Objetivos de Aprendizagem e Desenvolvimento, do Ministério da Educação. • Poderá haver retenção ao final do Ciclo I.
  36. 36. CICLO de ALFAB. CICLO INTERDISCIPL. CICLO AUTORAL T E M P O S 1º ano 2º ano 3º ano 4º ano 5º ano 6º ano 7º ano 8º ano 9º ano 1 Generalista Generalista Generalista Generalista Generalista Generalista LP / MAT Especialista Especialista Especialista 2 Especialista Especialista Especialista 3 História Especialista Especialista Especialista 4 Esp. / Proj. Geografia Especialista Especialista Especialista 5 Esp./ Proj. Esp. / Proj. Ciências Especialista Especialista Especialista 6 ÁREA DE INTEGRAÇÃO* / PROJETOS ÁREA DE INTEGRAÇÃO* / PROJETOS ÁREA DE INTEGRAÇÃO* / PROJETOS O Ciclo Interdisciplinar é o que terá a estrutura mais alterada: • Em cada um dos anos, haverá um professor Generalista responsável pela turma. • Aulas de Projetos: sob a responsabilidade dos professores da equipe integradora. • Aulas de História, Geografia e Ciências, no 6º ano, com professores especialistas. A Avaliação PARA a Aprendizagem no Ciclo Interdisciplinar terá as seguintes estratégias, além das estratégias gerais: • Notas expressas de 0 a 10 - comentadas, analisad as, com anotações que incentivem a continuidade dos estudos ou possíveis correções de rumo. • Poderá haver retenção ao final do Ciclo II. A articulação das propostas:
  37. 37. CICLO de ALFAB. CICLO INTERDISCIPL. CICLO AUTORAL T E M P O S 1º ano 2º ano 3º ano 4º ano 5º ano 6º ano 7º ano 8º ano 9º ano 1 Generalista Generalista Generalista Generalista Generalista Generalista LP / MAT Especialista Especialista Especialista 2 Especialista Especialista Especialista 3 História Especialista Especialista Especialista 4 Esp. / Proj. Geografia Especialista Especialista Especialista 5 Esp./ projetos Esp. / Proj. Ciências Especialista Especialista Especialista 6 ÁREA DE INTEGRAÇÃO* / PROJETOS ÁREA DE INTEGRAÇÃO* / PROJETOS ÁREA DE INTEGRAÇÃO* / PROJETOS A Avaliação PARA a Aprendizagem no Ciclo Autoral terá as seguintes estratégias, além das estratégias gerais: • Notas expressas de 0 a 10 - comentadas, analisadas, com anotações que incentivem a continuidade dos estudos ou possíveis correções de rumo. • Possibilidade de cursar dependência sem comprometer período subsequente. • Realização de trabalho de finalização, que terá a forma de projeto de intervenção social interdisciplinar • Poderá haver retenção nos 7º, 8º e 9º anos do Ciclo III. A articulação das propostas:
  38. 38. Educação Integral: Mais Educação São Paulo Ampliação da jornada escolar com atividades integradas ao currículo (meta 100.000 alunos até 2016) Seis Macrocampos: 1. Acompanhamento Pedagógico 2. Comunicação, Uso de Mídias, Cultura Digital e Tecnológica 3. Cultura, Artes e Educação Patrimonial 4. Educação Ambiental, Desenvolvimento Sustentável e Economia Solidária e Criativa / Educação Econômica 5. Esporte e Lazer 6. Educação em Direitos Humanos 2013 / 2014: adesão de 236 escolas e participação de mais de 70.000 alunos AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO
  39. 39. Educação Infantil • Criação do Currículo Integrado da Educação Infantil • Desenvolvimento de materiais de apoio e orientação técnico-pedagógica Educação de Jovens e Adultos - EJA • Aperfeiçoamento e consolidação das diferentes formas de organização curricular – EJA, CIEJA, MOVA e EJA Modular. • PRONATEC: inserir, de forma mais eficaz, o estudante no mundo do trabalho. Parcerias com SENAI, SENAC e outras. AUMENTAR A QUALIDADE CURRÍCULO E AVALIAÇÃO Ensino Médio • Articulação dos currículos das escolas municipais de Ensino Médio com o mundo do trabalho em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo – IFSP • Ênfase às metodologias curriculares que dão acesso às Tecnologias de Informação e Comunicação
  40. 40. Desafios à avaliação do sistema de ensino: • As diferentes avaliações não têm origem nas atuais estruturas curriculares • Avaliações (Prova São Paulo, Prova da Cidade, Prova Brasil, Provinha Brasil) geram dados que estão sendo pouco aproveitados para a melhoria da aprendizagem AUMENTAR A QUALIDADE AVALIAÇÃO DO SISTEMA DE ENSINO
  41. 41. • Educação Infantil: será desenvolvido sistema de avaliação da qualidade da Educação Infantil com base nos Indicadores de Qualidade da Educação Infantil do MEC aliado àqueles processos já praticados pela SME. • Ensino Fundamental e Médio: continuidade ao sistema de avaliação nacional (IDEB), agregando seus resultados ao Prêmio de Desenvolvimento Educacional. • Educação de Jovens e Adultos: será desenvolvido novo sistema de avaliação para a EJA . AUMENTAR A QUALIDADE AVALIAÇÃO DO SISTEMA DE ENSINO
  42. 42. FORMAÇÃO DO EDUCADOR
  43. 43. • As prioridades estratégicas serão identificadas face aos objetivos curriculares e mediante pesquisa junto aos professores. • A SME definirá anualmente as áreas e temas prioritários das ações formativas. AUMENTAR A QUALIDADE FORMAÇÃO DO EDUCADOR SISTEMA DE FORMAÇÃO DO EDUCADOR Desafio à formação do educador: Há oferta de formação aos trabalhadores da educação, mas ela é difusa e pouco articulada com as prioridades curriculares e estratégicas da Rede
  44. 44. Secretaria Municipal de Educação UAB – Universidades Entidades Sindicais e outras parcerias Sistema Municipal de Formação de Educadores Esferas Organizacionais de Articulação e Oferta de Programas AUMENTAR A QUALIDADE FORMAÇÃO DO EDUCADOR
  45. 45. Universidade Aberta do Brasil: CEUs serão Polos de Formação • Criação de 31 Polos da Universidade Aberta do Brasil, a serem instalados em CEUs, oferecendo cursos de: Graduação, Aperfeiçoamento, Especialização e Mestrado. • Vinculação dos profissionais a um Polo de Formação AUMENTAR A QUALIDADE FORMAÇÃO DO EDUCADOR
  46. 46. Cursos Previstos para o Segundo Semestre de 2013 – UAB UNIFESP • Informática em Saúde (especialização - 490 h) Inscrições abertas • Gestão Pública (especialização - 510 h) • Gestão Pública Municipal (especialização - 510 h) • Prevenção uso indevido de drogas (especialização) UNESP • Pedagogia (graduação) • Tecnologia Assistiva, Projetos e Acessibilidade (aperfeiçoamento - 200 h) • Práticas Educacionais Inclusivas na Área de Deficiência Intelectual (aperfeiçoamento - 200 h) AUMENTAR A QUALIDADE FORMAÇÃO DO EDUCADOR
  47. 47. 47 Polos - 2013 18 Polos - 2014 13 TOTAL 31 Universidade Aberta do Brasil Polos da UAB nos CEUs AUMENTAR A QUALIDADE FORMAÇÃO DO EDUCADOR
  48. 48. Nº DRE CEU 1 BUTANTÃ BUTANTÃ 2 FREGUESIA JD PAULISTANO 3 PIRITUBA VILA ATLANTICA 4 GUAIANASES ÁGUA AZUL 5 GUAIANASES JAMBEIRO 6 SÃO MIGUEL PARQUE SÃO CARLOS 7 SÃO MIGUEL PARQUE VEREDAS 8 SÃO MIGUEL PARQUE VILA CURUÇÁ 9 IPIRANGA MENINOS 10 SANTO AMARO ALVARENGA 11 CAMPO LIMPO CAMPO LIMPO 12 CAMPO LIMPO CASA BLANCA 13 CAPELA DO SOCORRO CIDADE DUTRA 14 ITAQUERA ARICANDUVA 15 PIRITUBA PERA MARMELO 16 SÃO MATHEUS ROSA DA CHINA 17 JAÇANÃ JAÇANÃ 18 PENHA QUINTA DO SOL UAB Segundo Semestre 2013 AUMENTAR A QUALIDADE FORMAÇÃO DO EDUCADOR
  49. 49. UAB 31 Polos nos CEUs 2013 e 2014
  50. 50. PIBID / MEC TV Escola Secretaria Municipal de Educação Sistema Municipal de Formação de Educadores Oferecimento de Condições para a Formação AUMENTAR A QUALIDADE FORMAÇÃO DO EDUCADOR
  51. 51. PIBID / MEC – Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência • Ampliar para São Paulo o Programa PIBID – Prouni: extensão do benefício de concessão de bolsas para estudantes universitários beneficiários do Prouni, para que tenham contato com o exercício docente e participem das atividades de apoio complementar nas escolas • Bolsa para professor tutor da escola • Bolsa para professor da Universidade responsável Oferecimento de Condições para a Formação AUMENTAR A QUALIDADE FORMAÇÃO DO EDUCADOR
  52. 52. TV Escola • Bolsas MEC de apoio a pesquisa e formação • Ambientes Colaborativos Virtuais de Aprendizagem (Proinfo): cursos de formação para uso de tecnologias multimídia • Parte da formação virá dos conteúdos da TV Escola Secretaria Municipal de Educação • Biblioteca do Professor: fornecimento de obras de referência em didática específica • Caderno de Interfaces Curriculares • Ampliação e aperfeiçoamento dos mecanismos de incentivo à formação Oferecimento de condições para a formação AUMENTAR A QUALIDADE FORMAÇÃO DO EDUCADOR
  53. 53. GESTÃO
  54. 54. Autonomia das Unidades Educacionais • Fortalecer a autonomia das Unidades Educacionais com maior descentralização de recursos financeiros (PTRF), técnicos (materiais e equipamentos) e administrativos (sistemas de gestão). • Fortalecer e valorizar os projetos político-pedagógicos. • Valorizar a equipe escolar. Efetiva mobilização do potencial dos educadores, garantindo as atuais jornadas dos profissionais e ampliando as suas possibilidades de atuação AUMENTAR A QUALIDADE GESTÃO
  55. 55. Regimentos Escolares • Reelaboração dos Regimentos das Unidades Educacionais, que contemplarão uma parte comum e uma parte diversificada, a ser elaborada por cada unidade. • Os Regimentos contemplarão questões relacionadas à participação das famílias, direitos e deveres de alunos. • Contemplarão, ainda, medidas disciplinares. AUMENTAR A QUALIDADE GESTÃO
  56. 56. Ampliação e Fortalecimento do Quadro Profissional • 3.070 nomeações para cargos efetivos realizadas em 2013 • 2.391 contratações emergenciais realizadas em 2013 • 2.194 convocações de concursados a serem realizadas em 2013 • Criação de 1.200 cargos de professor de Educação Infantil • Criação de 360 cargos de Assistente de Diretor de Escola destinados aos Centros de Educação Infantil • Parcerias intersecretariais para melhoria das condições de vida e trabalho: Saúde, Segurança Pública e Planejamento e Gestão AUMENTAR A QUALIDADE GESTÃO
  57. 57. CONSULTA PÚBLICA: de 15 de agosto a 15 de setembro www.maiseducacaosaopaulo.com.br Participe!

×