Resumo das principais teses de alguns pensadores na Sociologia Prof. Efrain Cucco, Sociologia http://blog.educacional.com....
Auguste Comte <ul><li>(1798-1857) Busca estabelece leis gerais para os fenômenos naturais: Positivismo. Em 1851 instituiu ...
Émile Durkheim <ul><li>(1858-1917) Definiu como o objeto da pesquisa sociologia, o fato social.  </li></ul><ul><li>Seu obj...
Émile Durkheim <ul><li>Para Durkheim a sociedade é o conjunto das instituições e a sociologia é a ciência das instituições...
Max Weber <ul><li>(1864-1920) Crítico do materialismo histórico, para ele o &quot;espírito do povo&quot; é produto de inum...
Max Weber <ul><li>O Estado é um instrumento de dominação do homem pelo homem, para ele só o Estado pode fazer uso da força...
Karl Marx <ul><li>(1818-1883) Desenvolveu diversos conceitos dentre eles: </li></ul><ul><li>Alienação (injustiça, desumani...
Karl Marx <ul><li>Mais-valia (riqueza gerada pelo trabalho que é expropriada),  </li></ul><ul><li>Trabalho (para o capital...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sociologia Maxi - Pensadores I

14.230 visualizações

Publicada em

Resumo do pensamento sociologia de Comte, Durkheim, Weber e Marx.

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
14.230
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
403
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
295
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sociologia Maxi - Pensadores I

  1. 1. Resumo das principais teses de alguns pensadores na Sociologia Prof. Efrain Cucco, Sociologia http://blog.educacional.com.br/efrainsociologia
  2. 2. Auguste Comte <ul><li>(1798-1857) Busca estabelece leis gerais para os fenômenos naturais: Positivismo. Em 1851 instituiu uma sétima ciência, a Moral. Formulou a Lei dos Três Estados, onde a evolução passa por três estados teóricos diferentes: o estado 'teológico' ou 'fictício', o estado 'metafísico' ou 'abstrato' e o estado 'científico' ou 'positivo’. </li></ul>
  3. 3. Émile Durkheim <ul><li>(1858-1917) Definiu como o objeto da pesquisa sociologia, o fato social. </li></ul><ul><li>Seu objetivo é demonstrar que pode e deve existir uma sociologia objetiva e científica. </li></ul><ul><li>Desenvolveu os conceitos de solidariedade dita mecânica (sociedades primitivas, arcaicas) e a orgânica (sociedades onde ocorreu a divisão econômica do trabalho). </li></ul>
  4. 4. Émile Durkheim <ul><li>Para Durkheim a sociedade é o conjunto das instituições e a sociologia é a ciência das instituições e a sua função é garantir a ordem social. </li></ul><ul><li>O Estado para Durkheim é a instituição da disciplina moral que vai orientar a conduta do homem.  </li></ul>
  5. 5. Max Weber <ul><li>(1864-1920) Crítico do materialismo histórico, para ele o &quot;espírito do povo&quot; é produto de inumeráveis variáveis culturais e não o fundamento real de todos os fenômenos culturais de um povo. </li></ul><ul><li>Para Weber comunidade e sociedade coexistem. Ação social é um comportamento humano, ou seja, uma atitude interior ou exterior voltada para ação ou abstenção. </li></ul>
  6. 6. Max Weber <ul><li>O Estado é um instrumento de dominação do homem pelo homem, para ele só o Estado pode fazer uso da força da violência, e essa violência é legítima, pois se apóia num conjunto de normas (constituição). </li></ul><ul><li>Weber concebia que o desenvolvimento do capitalismo devia-se em grande parte à acumulação de capital a partir da Idade Média e pelas mãos dos protestantes. </li></ul>
  7. 7. Karl Marx <ul><li>(1818-1883) Desenvolveu diversos conceitos dentre eles: </li></ul><ul><li>Alienação (injustiça, desumanização), </li></ul><ul><li>Classes sociais (relações estabelecidas entre os “donos dos meios de produção” e os “donos da força de produção”), </li></ul><ul><li>Salário (valor da força de trabalho considerada como mercadoria), </li></ul>
  8. 8. Karl Marx <ul><li>Mais-valia (riqueza gerada pelo trabalho que é expropriada), </li></ul><ul><li>Trabalho (para o capitalismo a força de trabalho é uma mercadoria), </li></ul><ul><li>Valor (incorporação do tempo de trabalho socialmente necessário para a produção de mercadorias) e </li></ul><ul><li>Lucro (aquilo que se ganha a mais do que foi gasto na produção). </li></ul>

×