Micro e Macro Tendências para o Marketing em 2015

786 visualizações

Publicada em

Apresentação de estudo realizado sobre Micro e Macro Tendências para o Marketing no ano 2015

Publicada em: Marketing
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
786
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Micro e Macro Tendências para o Marketing em 2015

  1. 1. Exém : los de ísiiicro e E ísiicaícro Tencãêncicas @mir ísiicarkeiing ¡acercs 2015 " - l V, , _ _ _ , , '7 É V' ñ ¡ x 1 ' W 'L ': ;_)' à A. : Ç-«Q 'A , Í Í "i
  2. 2. Com 2014 rapidamente chegando ao fim, todos estamos lutando para encontrar as próximas grandes tendências para 201 5. Após pesquisas e análises de mercado, destaque¡ uma série de palpites para as próximas tendências no Marketing.
  3. 3. F › _ _ « . . . 4 _, 1 r Í »xo ' t; q" 'l f ^ ›" v 'l i l( ›. l _ .
  4. 4. Em 2015, 83% da utilização da internet vai ser via dispositivos móveis, de acordo com um estudo da emarketer "Worldwide mobile phone users: H1 2014 forecast and comparative estimates". Daqui para frente, todas as iniciativas que quiserem ter uma vida longa têm necessariamente que perceber a mobilidade frenética que envolve o mundo atual e as pessoas, respondendo essa de- manda com inovação e qualidade.
  5. 5. Empresas Publicando Conteúdo de Qualidade 7
  6. 6. No próximo ano, as empresas vão apostar mais na criação de conteúdos por profissionais especializados. Escrever em platafor- mas digitais não é o mesmo que escrever um livro, um jornal físico ou uma crônica. Para criar valorjunto do utilizador é necessário know-how digital. É preciso adaptar a escrita ao for- mato, ao utilizador e não maçar. Ser claro, interessante e acima de tudo rápido. As pessoas querem emoção, histórias que mar- quem e conteúdos personalizados. Visuais preferencialmente, rápidos e fáceis de consumir. Como consumidores, queremos sentir-nos especiais, únicos para as empresas. A criação de con- teúdo inteligente deve ser nativa do canal digital que atinge o público. O maior desaño que os comerciantes terão de resolver é como escalar o conteúdo de uma maneira econômica. Para isso, novas empresas e cargos devem ser criados.
  7. 7. .v4 s KV. .M. L, u a. l
  8. 8. A economia na América Latina vem crescendo com força nas últimas décadas e, por consequência, conquistou território na área de Marketing. Como micro tendência podemos destacar o crescimento de agências de publicidades latinas nos Estados Unidos. Hoje, 17% da população norte americana é hispânica, um crescimento de 56% em comparação com a década passa- da, com um poder de compra acima de 1 trilhão de dólares. Empresas vão começar a prestar mais atenção às agências, veículos de comunicação e marcas latinas em 2015.
  9. 9. Trca i1spcarêncicsz ca “ierrcsrrieiiicz mais i¡*n¡aor'¡'carr¡'e cão ¡hcarkeiing
  10. 10. Os consumidores vão continuar a exercer poder e influência. A idéia de transparência radical é algo que poucas marcas estão aproveitando agora, a maioria delas tenta combater essa ideia. No próximo ano, as melhores marcas não serão aquelas com as melhores histórias ou tipo de composto por histórias de ñcção. Serão as que divulgarem um quadro pre- ciso e em tempo real do que estão fazendo no interesse do consumidor, a qualquer momento.
  11. 11. Días Éontcagdos Para o '“ E x; ._ç~* , Miafkéiíciàsgaeêigiíiíaí
  12. 12. É provável que você pense que isso era esperado, já que há al- gumas décadas o Marketing realmente era caro. Mas na internet isso ainda é diferente e muitas pessoas ficaram mal acostuma- das. Qualquer um poderia fazer uma conta no Twitter ou Face- book e conseguir a atenção que buscava com uma ótima ideia. Atualmente, diversas redes sociais como oTwitter, o LinkedIn e o Instagram, por exemplo, já estão oferecendo as suas opções de marketing pagas. Porém, redes como YouTube ainda mostram que a taxa de retorno de um anúncio bem feito em sua plataforma rende números estratosféricos para os anunci- antes. Em 2015, será necessário planejar mais nas ferramentas que estão sendo disponibilizadas por estas redes sociais.
  13. 13. Tecnologia Wearable z Atende o Marke ° r g f) ç V' o í ç . (f: a , _ » « 1. às¡ - . t: “ 3 Í , . . ~ S' 'Í' ' ¡-. , J C z i O
  14. 14. Muitos acreditam que passamos pela era da TV e da internet, estamos vivendo na era do mobile e a próxima era será a dos wearables. A verdade é que há uma grande mudança à nossa frente, que será liderada por realidade aumentada e tecnolo- gia wearable, que é o conceito de acessórios tecnológicos que podemos vestir. Até o final de 2015, a tecnologia aplica- da em pulseiras, relógios, óculos, entre outros, deve ganhar muita força pois também podem ser usados nas áreas de saúde e educação. Vamos começar a ver algumas aplicações precoces de Marketing em produtos como Google Glass, Apple Watch e Cicret Bracelet.
  15. 15. l 't , - JM_ , -1 Hlis: :'r. â an: : 'Mv"! ¡1»"! ¡1i. ¡r' m' i'll* II. ,I¡"I~:1i¡'vi. «j: v' i HâÀis L4 , QA , f -r , n i *' _ ; l'_'. ¡ _ 4.». 21.3"' 'J t" ly' 4 . ' 1"* t- -/ 133]. : ¡' , e ~. - ' . x V g ~_-›"-1.-*›. _*› ' ' ' i_ l _i j f¡ 2 lx ~. ,Sa _

×