ELABORADO POR A. ELANO                                                        POR:                       Manual prático e ...
ConteúdoMontagem e desmontagem do relógio automático.Montagem e desmontagem do relógio de BolsoMontagem e desmontagem do R...
Montagem e Desmontagem do relógio automático                                Baseado num modelo 46941O relógio automático p...
É o trem de rodagem que transmite s Força motriz para o escape tornando                                   suaPossível o mo...
É bom ressaltarmos aqui que este é um modelo bastante simples e de fácilmanutenção por isso escolhemos ele para facilitar ...
Com a maquina apoiada no descanso de maquiona i o calendario voltado parabaixo começaremos a desmontagem do relogio automa...
É importante que ao iniciar a desmontagem do relógio você tenha á mão algunsrecipientes vazios para guardar às peças que s...
Retire a Rochete ou roda de transmissão de carga                                           carga                          ...
desgaste. Afrouxe os parafusos da platina das rodas dentadas e retire a platinacom auxílio de uma pinça.Faremos agora a re...
A figura ao lado mostra a                                                           maneira correta de segurar a          ...
Solte o mostrador pelos dois pequenos parafusos existentes no borde domostrador.                                          ...
Atenção: você deve ter notado que os parafusos do calendário são muito pequenos assim como suas demais peças por isso reco...
Devido ao tamanho reduzido das peças que compõem o calendário,recomendamos que treine a desmontagem por partes e várias ve...
O sistema anti-shock mais utilizado nos relógios de melhor qualidade são o incabloc.Este sistema de rubi é composto de qua...
A função do cabelo é fazer oscilar o balanço a cada impulso transmitido pelaancora, o certo é que sem esse movimento do ba...
Mola real ou corda                                         Mola real, ou, corda; que se encontra                          ...
No caso de um relógio maior como o de bolso ou despertador é possível enrolar acorda segurando-a com a Morse de mãoA força...
Desmontagem do mecanismo Antes de começar a desmontagem de qualquer relógio é aconselhável terá Mao vários recipientes vaz...
Retire o Rotor afrouxando                              Rotor retiradoos dois parafusos indicados                          ...
Solte o parafuso e retire a trava                 Trava do tambordo tambor de corda                             Platina da...
Pião de transmissão          Tambor de corda retirado               pião de transmissão retirado         Retire o balanço ...
Parafusos                                                           Platina           Ancora  Platina da ancora           ...
A figura ao lado mostra o parafuso que                                 prende o calendário.Afrouxe o parafuso existente na...
Clipe ou arruela                                   Roda das semanas                  Retirada à arruela a roda semana fica...
Segure com firmeza a roda de transmissão daroda central com uma pinça e puxe para cima      Platina principal desmontadaat...
DESMONTAGEM DO RELOGIO DE BOLSOCONHECENDO O RELOGIORELÓGIO DE BOLSO - CORDA MANUAL - MOVIMENTO                            ...
12 - PONTE DA ÂNCORA –13 – Roda de transmissão14 - Roda das horas e Canon15 – ponte da ancora –16 -Ancora17 - Roda de segu...
MOVIMENTO (MONTADO) VISTO PELO LADO OPOSTO AO DO MOSTRADOR                                        32-catraca              ...
Não esqueça que o papel deve ser colocado por baixo dos ponteiros e porcima do mostrador do relógio como mostra a foto aci...
1                  2                            3         1-cliqué                                      2-roda de carga do...
Retire a platina das rodagens soltando os dois parafusos e suspendendo-acom a pinça com todo cuidada para não danificar os...
Retire o tambor de corda, a roda intermediaria a roda de segundo e aroda de escapo.Agora temos todo o mecanismo desmontada...
Desmontagem do despertadorO mecanismo do despertador visto por diversos ângulosManual do Relojoeiro Aprendiz              ...
Quadro mostrando todas as peças que compõem o mecanismo do                 despertador e seus respectivos nomes           ...
Por serem as peças do despertador bem maiores que as do relógio debolso ou de pulso isso torna bem mais fácil a tarefa de ...
que puxa para cimaem sentido vertical.se estiverm mujito presos coloquieum puoco de olei afim de amolece-lo.Retire o mostr...
Uma vez sescarregada a cord ela se sistende consideravemente,o quetorna dificil monta o despertaqdor,poque as espiras difi...
VERIFICAÇÃO DOS DEFEITOS DO RELÓGIOGeralmente, o principal defeito de um relógio usado, levado a conserto, consistena pene...
0 mostrador está solto, esbarrando nos ponteiros.  0 óleo está empastado pela penetração de pó, sendo necessária a limpeza...
Local de trabalhoPara consertar relógios com êxito é indispensável que disponha de um localadequado para o trabalho.Este l...
substancia. (estes recipientes podem ser encontrados em lojas de fornituras.Até mesmo potes vazios podem ser usados, por e...
A aquisição de ferramentas e quase todas as peças de reposição pode serfeitas em casa de fonituras.Torno                  ...
Acessórios para relógiosAqui segue uma relação de pulseiras e suas medidas, para que você possacomprá-las para seu negocio...
Fundo de pressãoOs relógios que são fechados no sistema de pressão não possuem as fendas naTampa característica           ...
Muitas vezes passamos aperto na hora de colocar um pino na pulseira dorelógio por não termos o tamanho exato naquela hora ...
BibliografiaEste e-book foi criado por Antonio ElanoFontes consultadas:Curso de Relojoeiro “ESCOLAS ASSOCIADAS’Manual Del ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Manual do relojoeiro aprendiz

21.932 visualizações

Publicada em

2 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
21.932
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.356
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
545
Comentários
2
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manual do relojoeiro aprendiz

  1. 1. ELABORADO POR A. ELANO POR: Manual prático e totalmente ilustradoManual do Relojoeiro Aprendiz Página 1
  2. 2. ConteúdoMontagem e desmontagem do relógio automático.Montagem e desmontagem do relógio de BolsoMontagem e desmontagem do Relógio despertadorUm pouco de teoria:Fonte de cargaTrem de rodagemEscapeÓrgão regulador.Roda de escapeAncora e forquilhaO balanço.Os rubisEspiral ou cabeloSistema de escapo.Mola realVerificação dos defeitos do relógioDefeitos prováveis dum relógio levado a consertoLocal de trabalhoFerramentas básicas do relojoeiroAcessórios para relógiosAbrindo a caixa do relógioAjustando o pino de molaTroca de vidroManual do Relojoeiro Aprendiz Página 2
  3. 3. Montagem e Desmontagem do relógio automático Baseado num modelo 46941O relógio automático pode ser dividido assim como a maioria dos relógiosmecânicos em quatro partes principais: • Fonte de carga • Trem de rodagem • Escape • Órgão regulador Fonte de carga ou órgão motor É a força motriz que possibilita o andamento do relógio. Esta força é transmitida pela mola real, ou, corda; que se encontra enrolada dentro do tambor de corda. Barrilete ou tambor de corda, com a mola real enrolada dentro dele. Trem de rodage O trem de rodagem é composto pelas Rodas dentadas montadas em seus Respectivos eixos. 1-Roda de minutos 2-Roda primeira 3-Roda de segundosManual do Relojoeiro Aprendiz Página 3
  4. 4. É o trem de rodagem que transmite s Força motriz para o escape tornando suaPossível o movimento de oscilação do órgão regulador.ESCAPEComposto pelo volante e sua espiral, ambos fixados em um eixo central. Esterecebe do escape os impulsos necessários para manter o funcionamento dorelógio.O escape é responsável pelas oscilações da âncora sendo composta pelas: Roda de escape Ponte volante Ancora e forquilha Espiral ou cabeloDesmontagem e montagem do Relógio passo a passo.Agora que já temos uma noção das partes principais em que se divide umrelógio mecânico, vamos passar a desmontagem e montagem do relógiopasso a passo.Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 4
  5. 5. É bom ressaltarmos aqui que este é um modelo bastante simples e de fácilmanutenção por isso escolhemos ele para facilitar o aprendizado daquelesque estão aprendendo.lembre-se, treine bastante, montando e desmontando, até que seja capaz se,de desmontar e montar sem dificuldades, pois com a prática você serácapaz de identificar com facilidade as peças defeituosas. Como retirar a Tiger e a coroaPuxe suavemente a Tiger para fo com as pontas dos dedos, logo após com foraauxílio de uma pinça, faça uma leve pressão para baixo sobre a alavanca quetrava a Tiger isto a fará se soltar.Agora com a maquina fora da caixa começaremos a tarefa de desmontar emontar o mecanismo:A primeira coisa que faremos será a retirada dos ponteiros.Recorte um pedaço de papel e coloque embaixo dos ponteiros entre estes e omostrador para evitar que o saca ponteiros arranhe e estrague o mostrador dorelógio. Com a ajuda do saca ponteiros faça a retirada dos ponteiros e só guardeem separado num recipiente qualquer para evitar que amassem ou se percamManual do Relojoeiro Aprendiz Página 5
  6. 6. Com a maquina apoiada no descanso de maquiona i o calendario voltado parabaixo começaremos a desmontagem do relogio automatico.Com o auxílio de uma chave de fenda be afiada e de tamanho apropriado – a bemchave apropriada é aquela que se encaixa perfeitamente na finda do parafusoque vais ser retirado –Afrouxe o parafuso e retire o rotor Parafuso do rotor Ex. Chave bem encaixada Rotor e parafusoManual do Relojoeiro Aprendiz Página 6
  7. 7. É importante que ao iniciar a desmontagem do relógio você tenha á mão algunsrecipientes vazios para guardar às peças que serão retiradas. Guardando aspeças maiores separadas da peças menores.Quando comecei a aprender a desmontar relógios, eu tinha uma vasilha deplástico com varias divisões s e cada peça retirada era separada nas varias retiradadivisões, assim ficava mais fácil conseguir montar o relógio depois dedesmontado, porque era só seguir a ordem de desmontagem de trás para ordemfrente que dava certo.A platina do automático é composta por pequenas partes que podem ser vistanas fotos abaixo Vista de baixo Vista de frente Platina desmontadaManual do Relojoeiro Aprendiz Página 7
  8. 8. Retire a Rochete ou roda de transmissão de carga carga Antes de retirar - mos a Roche te é necessário descarregar a corda totalmente, a fim de evitar que a corda se desenrole bruscamente ocasionando seu rompimento ou a quebra de algumas engrenagens. A fig. Ao lado mostra como descarregar a corda com segurança.Para descarregar a corda use uma chave de fenda bem afiada ,introduza a pontada chave no parafuso da Roche te como na foto,torça a chave de fenda como sefosse apertar o parafuso da Roche te,isto fará a trava do tambor de corda se ,istoafastar um pouco e neste momento introduza a ponta de uma pinça bem fina ouum alfinete entre ele e o tambor e dei a corda descarregar suavemente ente deixe rregarseus dedos segurando a chave com firmeza e deixando destorcer aos poucos. sRetirada a rochete podemos fazer a retirada da platina das rodasdentadas.As platinas das rodas dentadas possuem em seu corpo, rubis, onde sãoencaixadas as pontas do eixo das rodas dentadas evitando com isso o seuManual do Relojoeiro Aprendiz Página 8
  9. 9. desgaste. Afrouxe os parafusos da platina das rodas dentadas e retire a platinacom auxílio de uma pinça.Faremos agora a retirada da ponte do volante. (BALANÇO)Afrouxe o parafuso da ponte do volante e em seguida o retire com cuidado ecom o auxílio de uma pinça tendo cautela afim de não danificar o cabelo (espira)Retirada a platina, retire as rodas dentadas, a trava dotambor de corda e o tambor de corda.Rodas dentadas tambor de Corda Trava do tambor de cordaRetire a platina da ancora.Em seguida, a retirada da ancora deve ser feita co o auxílio de uma pinça de componta fina devida seu reduzido tamanho e sua fragilidade.Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 9
  10. 10. A figura ao lado mostra a maneira correta de segurar a ancora com a pinça Ancora Finalmente temos o relógio automático desmontado.A foto mostra a platina principal do Oriente sem as peças que compõe o relógio.A roda dentada que aparece no centro da platina principal é a roda do centro ouroda de hora. Que deve ser retirada pelo lado do calendário, ou seja, pela platinasuperior Platina principal Finalmente temos o relógio totalmente desmontado Faremos agora a desmontagem do calendário.Este modelo de relógio que estamos usando possui um sistema de calendárioduplo, isto é, ele marca os dias do mês e os dias da semana.Como o calendário dos relógios de um modo geral não costuma apresentardefeitos de funcionamento, o defeito muitas vezes apresentado está nos botõesda caixa que acionam o calendário e não nele propriamente, por is vamos falar issodo calendário resumidamente.Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 10
  11. 11. Solte o mostrador pelos dois pequenos parafusos existentes no borde domostrador. Retire o clipe com a ajuda de uma chave de fenda ou saca ponteiro, fazendo leve pressão para cima até solta-lo loRetire a roda da semana com auxílio de uma pinçaManual do Relojoeiro Aprendiz Página 11
  12. 12. Atenção: você deve ter notado que os parafusos do calendário são muito pequenos assim como suas demais peças por isso recomendo que guarde separadamente em recipientes cada peça retirada do calendárioAfrouxe os parafusos e retire a platina do calendário Retire o aro do calendário A roda Canon deve ser retirada com a pinça Segurando de maneira firme e com cuidado para que não escapeRetire a roda Canon Platina principal do calendário peças que não foram retiradas naManual do Relojoeiro Aprendiz Foto Ao lado Página 12
  13. 13. Devido ao tamanho reduzido das peças que compõem o calendário,recomendamos que treine a desmontagem por partes e várias vezes,antes dese aventurar a desmontar totalmente. Dica: Caso não consiga remontar o calendário recorra às fotos, a fim de encontrar alocalização das peças.Aconselho que você treine uma fase de cada vez ao se aventurar nadesmontagem do relógio mecânico. Sugiro que treine primeiro a desmontageme montagem da parte mecânica do relógio e somente ela.Quando estiver bastante treinado na desmontagem e montagem das peças,somente então proceda a desmontagem do calendário.Sugiro para os que não têm muita pratica desmontarem três ou quatro peças decada vez, montar novamente, fazendo isso umas duas vezes, e assim por diantecom as outras peças restantes, te você conhecer a localização de cada peça noseu devido lugar. OS RUBISOs furos existentes na platina dos relógios são chamados de mancais. Hoje emdia os mancais são engastados com pedras de rubis sintéticos; alem de seremusados como mancais de eixo,são também usados para a fabricação dês leveés(dentes) da âncora, da elipse, e do contra pivôs.A cravação dos rubis pode ser feitos á Mao ou por meio de punções ou naprensa para cravação de rubis.Os furos da platina onde se encaixam os eixos das peças dos relógios sãochamados de pedras de rubis, estes são fabricados em material sintético e estãoclassificados em dois tipos: • Rubi para pivô cilíndrico • Rubi para pivô cônicoManual do Relojoeiro Aprendiz Página 13
  14. 14. O sistema anti-shock mais utilizado nos relógios de melhor qualidade são o incabloc.Este sistema de rubi é composto de quatro elementos: Mola de lira Pedra contra pedra Bucha auto centrante Bloco ou bucha principal Visto de frente visto por baixoO conjunto incabloc é formado de um conjunto de duas buchas sobrepostas umaá outra. a pedra e contra pedra que são colocados na bucha menor,afixados pormeio de uma mola presa na bucha principal. O Espiral ou (cabelo) O espiral também conhecido com cabelo é a peça principal do órgão regulador do relógio, devido à função que desempenha no conjunto. Também é a parte mais frágil, por isso merece um maior cuidado ao ser retirado ou colocado.Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 14
  15. 15. A função do cabelo é fazer oscilar o balanço a cada impulso transmitido pelaancora, o certo é que sem esse movimento do balanço o relógio permaneceriaparado mesmo quando a corda esteja totalmente carregada.O espiral é uma mola metálica muito fina e em forma de espiral, tendo em seucentro uma pequena arruela chamada Virola a qual e afixada pela espira internaO desalinhamento das espiras e outras deformações geralmente são causadospela imperícia, Istoé, falta de pratica do relojoeiro aprendiz. Essas deformaçõesdo cabelo podem ser corrigidas com o uso de duas pinças de ponta fina pararealinhá-las. É preciso que se tenha bastante treino para lidar com o cabelo, seja pararetirá-lo ou para colocá-lo, ou para endireitar suas espiras.As pequenas deformações do cabelo geralmente caudada pelo falta de cuidadoao retirá-lo ou pela imperícia do aprendiz pode ser corrigida com o auxílio deduas pinças de ponta fina,colocando-se o cabelo cobre uma base de vidroplano,com uma das pinças segure contra o vidro a espira defeituosa no localdesejado e com a outra pinça vá corrigindo as deformações .Se estiver muito danificada será melhor trocar-la por uma nova. SISTEMA DE ESCAPO Conjunto de escapo com Ancora de RubiA função da ancora consiste em reter e saltar a roda do escapo, produzindo ummovimento de vai e vem do balanço fazendo o relógio andar segundo a segundoate que a corda descarregue completamenteManual do Relojoeiro Aprendiz Página 15
  16. 16. Mola real ou corda Mola real, ou, corda; que se encontra enrolada dentro do tambor de corda.O órgão regulador do relógio precisa de energia par movimentar o mecanismo,essa energia deve ser a mais constante possível.Essa energia é transmitida pela mola real ou corda.A mola e feita de uma lamina de aço muito fina, enrolada em forma de espiralinvertida.Em sua ponta interna possui uma abertura a qual se engata no eixo do tambor ena sua parte exterior se engata na parede interna do tambor através da brida.Para colocar a mola real no barrilete (tambor) deve-se fazer uso da ferramentaapropriada, chamada estrapada. Ferramenta usada para enrolar a corda dentro do barrileteManual do Relojoeiro Aprendiz Página 16
  17. 17. No caso de um relógio maior como o de bolso ou despertador é possível enrolar acorda segurando-a com a Morse de mãoA força da mola esta diretamente relacionada com a espessura, o numero devoltas o interior do tambor, diâmetro do tambor, do seu eixo, largura da cordaem relação ao diâmetro interno do tambor.Embora a mola seja fabricada com uma tempera especial ainda assim estásujeita a quebra. Seja pela ação da temperatura, ferrugem ou pela carga diária.Geralmente esta se quebra numa de suas extremidades, o ideal e fazer asubstituição por uma nova.Para adquirir uma corda nova é recomendado levar o tambor de corda aofornecedor a fim de se comprar a medida exata.Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 17
  18. 18. Desmontagem do mecanismo Antes de começar a desmontagem de qualquer relógio é aconselhável terá Mao vários recipientes vazios. Se possível aquele usado para pescaria oucostura, pois possuem varias divisões ideais para colocar as peças uma por uma a medida que se vai desmontando .além de evitar a perda das peças pequenas, ajuda na montagem do mecanismo auxiliando no encontro das peças e parafusos.Retire o relógio de dentro da caixa como mostra a foto, apertando aalavanca da Tiger e puxando levemente para fora a cora.Coloque o relógio sobre um porta maquinas com a platina externa (A facedo mostrador de horas) voltada baixo, para começar a desmontagem everificação do mecanismo.A segunda coisa que se deve fazer é descarregar a corda A corda é descarregada segurando com uma das mãos a coroa e com a outra Mao puxando-se levemente a trava do tambor de corda com a ponta da pinça deixando deslizar suavemente entre os dedos afim de que a corda se desenrole aos poucos e não de uma só vez o que poderia ocasionar muitos danos ao mecanismo.Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 18
  19. 19. Retire o Rotor afrouxando Rotor retiradoos dois parafusos indicados Roda de transmissão Anteparo da roda de transmissão Platina do sistema do automático retiradaPlatina das rodas Roda de transmissão Dentadas do tambor Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 19
  20. 20. Solte o parafuso e retire a trava Trava do tambordo tambor de corda Platina da roda dentada retirada Rodas dentadas retiradas Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 20
  21. 21. Pião de transmissão Tambor de corda retirado pião de transmissão retirado Retire o balanço com o auxílio de uma pinça de ponta finas levantando com Esta é a posição que se deve cuidado segurando pela ponte. descansar o conjunto do balanço sobre a mesa. Platina da roda Central retirada Roda de escape retirado Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 21
  22. 22. Parafusos Platina Ancora Platina da ancora platina retirada platina- ancora -parafusos Note que ainda ficou a roda central na platina. Essa roda só é possível retira-la com segurança, depois que for desmontado o calendário.Platina principal desmontada Desmontagem do calendárioManual do Relojoeiro Aprendiz Página 22
  23. 23. A figura ao lado mostra o parafuso que prende o calendário.Afrouxe o parafuso existente na platina, o qual aparece na foto, em ambosos lados, para soltar o calendário. Afrouxado os parafusos o mostrador fica solto. Retire o mostrador junto com o calço de plástico. Retire o clipe com a ajuda de uma chave de fenda ou saca ponteiro, fazendo leve pressão para cima até solta-loManual do Relojoeiro Aprendiz Página 23
  24. 24. Clipe ou arruela Roda das semanas Retirada à arruela a roda semana fica solta retirada os parafusos da platina a roda do calendario do mês fica solto Retire os parafusos da plaina Peças restantes da platina do calendárioPlatina da frente, sem as rodasda semana e do mêsManual do Relojoeiro Aprendiz Página 24
  25. 25. Segure com firmeza a roda de transmissão daroda central com uma pinça e puxe para cima Platina principal desmontadaaté solta-la.Cuidado para a peça não escapar da ponta dapinça, pois poderá se perder devido seureduzido tamanho Vista explodida Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 25
  26. 26. DESMONTAGEM DO RELOGIO DE BOLSOCONHECENDO O RELOGIORELÓGIO DE BOLSO - CORDA MANUAL - MOVIMENTO 1 2 4 3 5 6 7 24 25 8 9 10 12 11 15 13 14 17 16 18 19 20 23 21 22 NOMES DOS PRINCIPAIS COMPONENTESRELÓGIO DE BOLSO - CORDA MANUAL - MOVIMENTO UT 64971 –Tampa traseira–2 – Tampa do pó–3 - Aro–4 - Mostrador.5 – vidro plástico –com aro montado6 - Tiger7 - Platina8 - Tambor de corda.9 – ponte da rodagem10 – ponte da corda -Platina do tambor11 - parafusosManual do Relojoeiro Aprendiz Página 26
  27. 27. 12 - PONTE DA ÂNCORA –13 – Roda de transmissão14 - Roda das horas e Canon15 – ponte da ancora –16 -Ancora17 - Roda de segundos18 –Roda de minutos19 – Pinhão de transmissão20 – Roda de carga da coroa21 - PINHÃO "COULANT" (MACHO )22 – Roda de carga DO TAMBOR –23 - Roda de escape24 - Caixa25 – TigerPLATINA DA FRENTE (a parte onde ficam o mostrador e os ponteiros) 26 27 28 29 30 31MOVIMENTO (MONTADO) VISTO PELO LADO OPOSTO AO DO MOSTRADOR26-mola da báscula27-báscula28-tirete com redá de transmissão das horas29-roda intermediaria30-Alavanca da Tiger31-parafuso apoio da platinaManual do Relojoeiro Aprendiz Página 27
  28. 28. MOVIMENTO (MONTADO) VISTO PELO LADO OPOSTO AO DO MOSTRADOR 32-catraca 32 33-Roda de carga do tambor Roda 33 34-Platina do tambor Platina 34 35- Pino de travamento da Tiger 35 36-Roda de carga da coroa Roda 42 37-Ponte do balanço Ponte 36 38 38-Roda de centro 39-Volante 39 40 37 41 40-Regulador 41-Anti-choque do balanço choque 42-Ponte da rodagem PonteDESMONTAGEM DO RELOGIO DE BOLSORetirando os parafusos que fixam a maquina dentro da caixa do relógio R Retirada dos ponteirosManual do Relojoeiro Aprendiz Página 28
  29. 29. Não esqueça que o papel deve ser colocado por baixo dos ponteiros e porcima do mostrador do relógio como mostra a foto acima, a fim de evitarque se arranhe ou danifique o mostrador do relógio. Pinos onde são fixados na platinaCom aponta da chave de fenda levante suavemente o mostrador ate que sesolte da platina.Atenção: no caso deste relógio basta apenas levantar o mostrador comaponta da chave; porem existem relógios em que o mostrador éparafusado na platina ,portanto esteja atento .Coloque o mecanismo no porta máquina e em seguida descarregue acorda, segurando a coroa com uma das mãos e com a outra empurrandoum pouco a catraca da roda da coroa deixando a coroa deslizar entre osdedos suavemente ate descarregar completamente a corda.Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 29
  30. 30. 1 2 3 1-cliqué 2-roda de carga do tambor 3-roda de carga da coroaEm seguida retire a roda de carga da coroa,o cliqué ou catraca e a roda decarga do tambor.Geralmente o parafuso da roda de carga e retifado girando aocontrario,isto é da direita para a esquierda. Ponte do balanço Ponte de rodagemRetire a ponte da ancora eo respectivo balanço.Para retirar o conjunto do balanço afroxe o parafuso da ponte e com oauxíloi de uma pinça retire a ponte suspendendo-a com todo cuidada paranão daniuficar o cabelo.Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 30
  31. 31. Retire a platina das rodagens soltando os dois parafusos e suspendendo-acom a pinça com todo cuidada para não danificar os pivôs da rodagem .Retire a platina do tambor, afrouxando os dois parafusos da platina. Nãohá necessidade de retirar o parafuso do tirete para que a ponte saia, poissua cabeça passa pelo furo.Ao retirar a ponte do tambor traga o mecanismo bem rente à mesa paraevitar que o pinhão de transmissão macho e fêmea se percam, pois essaspeças além d e pequenas saem isoladamente ao se retirar à ponte. 1 2 3 1 - Retire o PINHÃO "COULANT" (MACHO) 2 - Roda de transmissão fêmea 3- Tiger e coroaManual do Relojoeiro Aprendiz Página 31
  32. 32. Retire o tambor de corda, a roda intermediaria a roda de segundo e aroda de escapo.Agora temos todo o mecanismo desmontada ficando a platina principal.É desnecessário explicar aqui a maneira de montar o relógio de bolso,pois estas alem de intuitiva pode ser feita seguindo-se os mesmo passosda desmontagem agora de forma inversa.Se tiver duvidas sobre a localização das peças e seu respectivo lugar,basta seguir a seqüência das fotos.Lembre-se: somente o treino pode trazer a pericia e o conhecimento daspeças e a habilidade necessária para manipulá-las.Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 32
  33. 33. Desmontagem do despertadorO mecanismo do despertador visto por diversos ângulosManual do Relojoeiro Aprendiz Página 33
  34. 34. Quadro mostrando todas as peças que compõem o mecanismo do despertador e seus respectivos nomes 2 5 1 3 4 7 6 8 9 10 12 13 14 15 11 18 17 16 19 1. Ancora 2. Roda segunda 3. Roda de escape do alarme 4. Roda centro 5. Roda motora (onde fica enrolada a corda) 6. Roda motora da soneria (alarme) 7. Roda das horas 8. Roda de transmissão 9. Roda de escape 10. 11. Martelo 12. Volante 13. Carrete dos minutos 14. Roda do disparo da soneria 15. Cabelo (espiral) Balanço 16. Sinete 17. Botão de ajuste das horas e alarme 18. Parafusos 19. Haste do disparoManual do Relojoeiro Aprendiz Página 34
  35. 35. Por serem as peças do despertador bem maiores que as do relógio debolso ou de pulso isso torna bem mais fácil a tarefa de desmontar oumontar o mecanismo.É possivel desmontar um despertador sem o auxílo da lupa,porém issonão significa que sua tarefa seja mais comoda pois as peças são igulmentefrageis e podem quebrar-se ao menor descuido.Os relogios despertadores de um modo geral tem mecanismo semelhantediferindo em pequenos detalhes de fabricação,sendo assim é nicessario aodesmontar o despertador esaminar antes sua pratre exterior a fim deverificar como se deve proceder para retira-lo de dentro da caixa.Para retira o despertador de desntro da caixa retire os botoes de acertaros ponteiros 17 .verifique se são rosqueados,se forem e so destorcer.Retire-os puxando com os dedos indicador e polegar. se estiver muitopreso use um alicate de pontas finas ou de corte,agarrando pela sua basepuxando para cima em sentido reto.Retire as duas chaves de dar corda,girando em sentido anti-horario.Retire os parafuso da tampa traseira.se estiver presa so por pressao façauso do canivete de relojoeiro para retirar a tampa,com pequinosmovimentos de torçao com cuidado para não danificar a caixa.Retire os dois pes de apoio xaso estejam presosao mecanismo pelolado dedentro.se estiverem preso por meio de gramos ou rebite não hánecessidade de retira-los.Antes de retira as ponteiro forre o mostrador com um papel colocadoentre os ponteiros e o mostrador afim de não arranhar o mostrador,comofazmos com os relogio de bolso ou de pulso.Pra retirar os ponteors use um alicatede pontas finas ou coute fazendo umleve movimento de rotação da direita para a eaquieda ao memo tempoManual do Relojoeiro Aprendiz Página 35
  36. 36. que puxa para cimaem sentido vertical.se estiverm mujito presos coloquieum puoco de olei afim de amolece-lo.Retire o mostrador e guarde em lugar separado das outras peças paraprotege-lo.Geralmente os montrador é proso pelolado de dentro da platina superiospor meio de granpos.em alguns tipos pode ser preso por parafusos oupassador de pressão. despertador Desmontagem do despertadorRetire o causo que prende o cabelo no pitao e o deixe livre,em seguidaafruoxe um puco o parafuso que pende o eixo do balanço ate soltado daplatina e em seguida retire o balanço com uma pinça e com todo cuidado.Retiramdo o balnço a corda desanda totalmente,para descaregar a cordado alarme basta colocar o relogio para despertar ate desenrolar a codatoda.Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 36
  37. 37. Uma vez sescarregada a cord ela se sistende consideravemente,o quetorna dificil monta o despertaqdor,poque as espiras dificultam acolocaçao das roda por isso a maneiroa mais uasada é se amarrare a corda.Isto pode ser feirto carretando toda corda ate o fim e fazdnso parssar emtoda sua volta um arami macio e resistente,amarranmdo fortemnte dcomum alicate.Depois de amarrada descarrega-se para quw as espiras ainda contraidas sedestendam comprletamente sobre as amarras feitas.Depois disto retire: 1. Os parafuso que seguram a platina nas colunas.A platina inferiorRetirando a platina as peças ficam soltas,prontas para serem retiradas.Acho desnecessario descrever a montagem do despertador porem voce ao iniciarmos devemo juntar primeiro as duas platina efixar um puco um parafuso em dois cantos daplatina e começar aencaixa as rodas em seus devido mancais(furos)e somente depois de todas no lugar apertamos definitivamente os parafuso da platina.Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 37
  38. 38. VERIFICAÇÃO DOS DEFEITOS DO RELÓGIOGeralmente, o principal defeito de um relógio usado, levado a conserto, consistena penetração de pó ou sujeira no mecanismo. Podemos afirmar, sem exagero,que noventa por cento dos casos de paradas constantes ou definitivas domecanismo se deve à penetração de pó. A penetração de água e umidade é,também, freqüente nos relógios que apresentam defeito em seu funcionamento.Por esse motivo, para se obter bom êxito em reparo de reló¬gios, é importantesaber executar os serviços de desmontagem e montagem do mecanismo comrapidez, pois disso resultará um nível de produção bastante compensador.Com a penetração de poeira no mecanismo, verifica-se o empastamento de óleonas peças, que resultam defeitos no funcionamento.A entrada de pó e outras sujeiras, como a penetração de água e umidade, éinevitável, com o uso. Esta é a razão por que uma grande percentagem dosrelógios levados a conserto apresenta um único defeito: falta de limpeza nomecanismo.O serviço de limpeza e lubrificação do relógio é bastante compensador para orelojoeiro, uma vez que não se necessita mais do que uma hora, para se limpar elubrificar o mecanismo. O serviço de desmontagem e montagem do mecanismo,que ao principiante poderá parecer muito difícil, com tempo tornar-se-á tãosimples e tão fácil, que o executará sem dificuldades.Outro fator importante para o relojoeiro consiste em diagnosticar o defeito deum relógio a um simples exame do mecanismo, antes de orçar o preço doconserto, pois só assim é possível conseguir uma justa recompensa pelo serviçoexecutado.A fim de que você tenha uma noção exata dos principais defeitos apresentadospor um relógio usado, inclusive daqueles que sofrem quedas ou batidasacidentais, damos a seguir os defeitos mais prováveis. DEFEITOS PROVÁVEIS DE UM RELÓGIO USADO LEVADO A CONSERTO Os ponteiros roçam entre si ou esbarram no vidro do mostrador, travando o mecanismo.Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 38
  39. 39. 0 mostrador está solto, esbarrando nos ponteiros. 0 óleo está empastado pela penetração de pó, sendo necessária a limpeza do mecanismo. Os pivôs apresentam sinal de ferrugem, sendo necessário poli-los.Os ponteiros resvalam no eixo, sendo necessário apertar os furos dos ponteiros. A corda desliza no tambor e o relógio anda um pouco e, em seguida, pára.A catraca ou "cliquet" está gasta ou se quebrou, não detendo a roda do tambor. cabelo está enferrujado, 0 cabelo esbarra na roda do centro. A ferrugem invadiu o mecanismo.A mola está suja ou completamente sem óleo, o que faz com que não se desen- volva corretamente no tambor.Rubis soltos ou mancais desgastados, conforme o relógio funcione a rubis ou a mancais na platina.O parafuso ou a trava do "tirete" está solto e, ao puxar pela coroa, para acertaras horas, a "Tiger" escapa e sai do mecanismo de carga.Dentes do tambor da corda gastos, tortos ou quebrados.Eixos ou pivôs tortos.Pivôs soltos ou gastos.Pinhão gasto, torto ou enferrujado.Rubi da âncora quebrado.Pinos da âncora gastos.Desgaste ou alargamento do furo do tambor.Contra-pivô solto.Elipse do platô quebrada ou com defeito.Pitão esbarrando no cabelo.Terminal do espiral esbarrando no balanço.Virola solta.Platô solto.Última espira do cabelo fora do registro.Parafusos da caixa soltos.Parafuso do mecanismo solto.Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 39
  40. 40. Local de trabalhoPara consertar relógios com êxito é indispensável que disponha de um localadequado para o trabalho.Este local deve ser limpo, isento de poeira e seco.Se não puder dispor de uma mesa adequada poderá usar uma mesa comumdesde que faça algumas adaptações como colocar cantoneiras em torno dasbeiradas da mesa para evitar que eventuais peças caiam ao chão e se percam.Uma gaveta para guarda ferramentas e outras coisas. Mesa relojoeiro Tampo de vidroOs consertos devem ser feitos sobre um tampo de vidro liso e transparente,colocado sobre a mesa, medindo aproximadamente20 x30 cm. (o mesmotamanho de uma folha A4) embaixo do vidro coloque uma folha de papel brancoe liso para que fiquem bem visíveis as peças que estiverem em cima dele.Também é importante o uso de luminária sobre a mesa a fim de que seu local detrabalho fique bem iluminado.Também é recomendado adquirir vários recipientes vazios para guardar aspeças desmontadas, para que não se percam nem sujem com a poeira e outraManual do Relojoeiro Aprendiz Página 40
  41. 41. substancia. (estes recipientes podem ser encontrados em lojas de fornituras.Até mesmo potes vazios podem ser usados, por enquanto, desde que tenhamtampa.) O importante é que as peças não fiquem “jogadas” sobre a mesa detrabalho. Ferramentas básicas do relojoeiroÉ indispensável que o aprendiz conheça as principais ferramentas e utensíliosexistentes para realizarem-se os serviços de relojoaria.Abaixo daremos a relação de algumas ferramentas necessárias paracomeçar no ramo da relojoaria.Um jogo de Chaves de fendaDuas pinçasAlicates (jacaré e de corte)LupaLimasÓleo fino para relógiosPasta de siliconeSerrasMorsa de bancadaDescanso de máquinaPincel fino para limpezaMorsa de mãoMandrilÓleo desingripanteBomba de ar (seringa)Pica óleoMulti-testeMartelo relojoeiroFaca relojoeiraBenzina para limpeza das peçasUma pedra de esmeril finoTrês limas de relojoeiro (chata redonda e meia-cana)Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 41
  42. 42. A aquisição de ferramentas e quase todas as peças de reposição pode serfeitas em casa de fonituras.Torno cravador de rubisFonteimagenshttp://www.lucchinirestauracoes.adm.br/empresa/index.phpManual do Relojoeiro Aprendiz Página 42
  43. 43. Acessórios para relógiosAqui segue uma relação de pulseiras e suas medidas, para que você possacomprá-las para seu negocio ou uso pessoal.Pulseiras de aço nos números: 12 -14 - 14- 18 - 20 mmpulseiras de borracha nos números: 18 - 20 mmpulseiras de couro nos números 12-14-16-18-20 mmpinos de aço para pulseiras e relógios 12-14-16-18-20 mmbateria para relógios nos modelos:bateria 364 bateria1120 bateria 1130 bateria 2016Estes são basicamente o que você precisa para iniciar no ramo deconserto de relógios, porém existe mais umas gama infinitas de coisasdas quais vocês ficarão conhecendo com o tempo e com a profissão.Abrindo a caixa de um relógioA primeira coisa que precisamos saber antes de abrirmos a caixa de um relógioé se este foi fechado pelo sistema de rosca ou pressão.RosqueadoOs relógios que possuem o “fundo de rosca” (tampa inferior) geralmentepossuem varias fendas em volta da tampa para se encaixar a chave de rosquear.Obs. as pontas da chave de rosquear devem ficar bem encaixadas nas findas datampa afim de que não escapem e arranhem o fundo do relógio do cliente.Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 43
  44. 44. Fundo de pressãoOs relógios que são fechados no sistema de pressão não possuem as fendas naTampa característica esta do relógio de rosca, Ouapresentam um pequeno dente ou fenda lateral para facilitar a introdução defaca de relojoeiro para a abertura da tampa tampa.Obs. No caso dos relógios de fundo de pressão é importante fazer uso da lupade relojoeiro a fim de encontrar a fenda certa, afim de que a faca não fiqueresvalando e arranhando a caixa do relógio. Sistema de estriasExistem também alguns relógios que possuem sua tampa traseira com estias,que dificulta abertura desses relógios.Existem chaves apropriadas para esses tipos de relógios, porém são caros. stemComo não são muito comuns relógios assim, pense se compensa o investimentonisto ferramenta. Contudo nada impede que adquira uma chave desta. Afinal decontas ferramenta é sempre import importante. Ajuste do pino de molaManual do Relojoeiro Aprendiz Página 44
  45. 45. Muitas vezes passamos aperto na hora de colocar um pino na pulseira dorelógio por não termos o tamanho exato naquela hora para colocar, então o quefazer neshora?Se o seu pino for um pouco maior faça o seguinte:coloque o pino na morça de mão corte um pedaço da ponta dele com alicate decorte e em seguida com auxílio de um lima chata afine a ponta do pino ate caberno furo da caixa do relógio.Tenho usado muito este recurso e tem dado resultado.Troca de vidroMuitas vezes deixei de colocar vidro em relógios porque os tamanhos eramsempre maiores e o cliente às vezes tinha pressa e não queria esperar algunsdias para conseguir o tamanho exato do vidro. Se isso já aconteceu com você aivai uma dica:arranje um vidro mais próximo possível do tamanho da caixa do relógio e comauxílio de um pedaço de lixa d’água fina (sem molhar a lixa) vá girando eesfregando o vidro na posição vertical, como na foto a baixo, até que se encaixe ,no tamanho desejado. Funciona! nho vidro Caixa metálicaManual do Relojoeiro Aprendiz Página 45
  46. 46. BibliografiaEste e-book foi criado por Antonio ElanoFontes consultadas:Curso de Relojoeiro “ESCOLAS ASSOCIADAS’Manual Del reloj mecânicoPedro IsquierdoPesquisas na InternetEste e-book foi feito para você com muito carinhoEspero que lhe seja de muita utilidade.Sucesso!http://www.aprendizderelojoeiro.com/Obrigado pela compra e bom estudo.Manual do Relojoeiro Aprendiz Página 46

×