O Melhor do:
Orlando Ulisses
Frustração
Gostaria de ser quem tu és…
Mas não consigo…
Gostaria de abrir a porta da tua mente e invadir os teus sentidos…...
Ornamento
Habituei-me a enfeitar os meus olhos…
Com o fumo das cidades…
E fiz disso uma parte de mim…
Habituei-me ao calor...
Vou-me embora
Hoje quero ir-me embora…
Quero abrir a janela e soltar a minha alma como um
pássaro!
E com ela levar uma amá...
Auto-retrato
Eu sou assim…
Uma alma insaciável…
Com sede de infinito…
Eu sou assim…
Uma alma imensa…
Porque trago no olhar...
O teu coração na minha mão
Senti os teus sentimentos transfigurados…
O teu coração despedaçado…
A tua alma escarificada
A ...
Inevitabilidade
Tenho medo de ficar
E de partir.
Tenho medo de correr…
E cair…
Tenho medo da multidão
E da solidão…
Tenho ...
A materna doçura
Naqueles braços senti crescer a insustentável leveza do
Ser...
Naqueles braços senti o calor do amor que ...
Divagar em ti
Mulher voluptuosa
Teu corpo sensual
Faz me acreditar que tudo é divinal
Mulher voluptuosa
Teu corpo escultur...
Estranha Saudade
Sinto saudade de voltar a ver-te amanhã de manhã nos
meus braços.
Sinto saudade dos momentos que não vive...
Hipérbole
O sangue…
A lava…
As lágrimas…
Um maremoto…
A ira…
Um terramoto…
O amor…
A brisa!
Estado de sitio
Senti o meu coração petrificado…
O meu amor dilacerado…
A minha vida afogada no abismo da tua
perdição.
O teu corpo
O teu corpo é o pais das maravilhas!..
As formas da conjugação do verbo: amar!..
O calor do lar!
Vermelho ardente
O amor é um navio abandonado…
É um pássaro perdido….
O amor são as nuvens dispersas….
É uma ilha deserta…...
Ruínas
Olhar para o infinito…
E sentir a tua alma voar…
Como uma borboleta numa cidade em ruínas.
As palavras perdidas
Parti em busca das palavras perdidas
Mas não as encontrei.
Estavam distantes, longe do meu olhar
Mas ...
Movimento
O teu co(r)po…
As suas curvas…
A maneira como o movimentas…
Faz-me sentir afogado numa onda de desejo
Quem me dera
Quem me dera ser a lâmpada do teu quarto…
Quem me dera ser a tinta do teu quadro…
Quem me dera ser o sonho do...
A tua casa
A tua casa…
O teu templo…
Feito de formas ,cores,olhares,cheiros.
O teu lar …
Sitio místico…
Lugar efémero que ...
Dualidade
O verbo é o meu reinado…
O silêncio é o meu império.
21 de Março
No dia mundial da poesia
Sonhei que encontrei alguém como tu
No dia mundial da poesia
Sonhei que caminhava a b...
Pomar
Hei de voltar…
Quando menos contar
Hei de voltar…
Para roubar as maçãs do teu pomar ….
E imaginar o teu paladar!
Hipnose
Hipnotizado pelo teu ser
Levitei na tua (trans)lucidez
Refresquei me no teu sorriso como quem mergulha numa
onda d...
Esperei
Por ti esperei séculos,desertos e oceanos.
Por ti converti lágrimas em sorrisos…
Sonhos em realidade!
Peixe,Guitarra e Girassol
Preciso de ti como o peixe precisa de água!
Preciso de ti como a guitarra precisa de cordas!
Pre...
O teu ser
Esqueci me da voz que compunha o teu ser…
Enganei me nas palavras que formavam o teu ser…
Apaguei os traços que ...
Saudades
Tenho saudades de quem era…
Quando aquela cidade morava nos meus olhos
Tenho saudades de quem era…
Quando acredit...
E-Mail do autor:
orlandoulisses@inbox.com
Orlando ulisses
Orlando ulisses
Orlando ulisses
Orlando ulisses
Orlando ulisses
Orlando ulisses
Orlando ulisses
Orlando ulisses
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Orlando ulisses

576 visualizações

Publicada em

poemas e alguns trabalhos manuais do Orlando Ulisses(eu)

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
576
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Orlando ulisses

  1. 1. O Melhor do: Orlando Ulisses
  2. 2. Frustração Gostaria de ser quem tu és… Mas não consigo… Gostaria de abrir a porta da tua mente e invadir os teus sentidos… Mas não consigo… Gostaria de sentir toda a gente por ti…. Mas não consigo… Gostaria de ser quem tu és. Nem que fosse por um segundo… Não me importava de ver a minha vida destruída como um fio fino de veludo. Gostaria de ser quem tu és … Não me importaria de sentir a agonia fria como a neve do evereste… Não me importaria de morrer como um mosquito no calor de um eletrocutor… Não me importaria… Porque faria desse fragmento de tempo. Todo o tempo do mundo
  3. 3. Ornamento Habituei-me a enfeitar os meus olhos… Com o fumo das cidades… E fiz disso uma parte de mim… Habituei-me ao calor do teu amor… E fiz disso uma parte de mim… Habituei-me a habitar na nostalgia da minha memória… E fiz disso uma parte de mim… Aprendi a amar-te perdidamente… E fiz disso uma parte de mim…
  4. 4. Vou-me embora Hoje quero ir-me embora… Quero abrir a janela e soltar a minha alma como um pássaro! E com ela levar uma amálgama de emoções… Explosões de sensações…
  5. 5. Auto-retrato Eu sou assim… Uma alma insaciável… Com sede de infinito… Eu sou assim… Uma alma imensa… Porque trago no olhar as ondas do mar… Eu sou assim… Sonho que sou o tradutor dos teus sonhos… E quando acordo… Fui apenas uma gota de chuva no teu rosto…
  6. 6. O teu coração na minha mão Senti os teus sentimentos transfigurados… O teu coração despedaçado… A tua alma escarificada A tua vida afogada no abismo da minha perdição.
  7. 7. Inevitabilidade Tenho medo de ficar E de partir. Tenho medo de correr… E cair… Tenho medo da multidão E da solidão… Tenho medo de perder-te E de encontrar-te… Tenho medo da vida… E da morte… Tenho medo de cortar-me. E de queimar-me… Tenho medo da decadência… E da loucura… Tenho medo de esquecer- me E de lembrar-me… Tenho medo da esperança… E do desespero… Tenho medo da ilusão… E da desilusão… Tenho medo do medo.
  8. 8. A materna doçura Naqueles braços senti crescer a insustentável leveza do Ser... Naqueles braços senti o calor do amor que adormeceu-me como uma canção de embalar... Naqueles braços fui até aonde o meu coração levou-me e nunca mais quis voltar.
  9. 9. Divagar em ti Mulher voluptuosa Teu corpo sensual Faz me acreditar que tudo é divinal Mulher voluptuosa Teu corpo escultural Faz me acreditar que nada é fatal Mulher voluptuosa Teu corpo curvilíneo Faz me acreditar que tudo que existe é o momento em que te toco Mulher voluptuosa Mulher molhada na água da praia Faz me acreditar que todo sonho germina numa onda Mulher voluptuosa A tua Beleza… É rara como o violeta dos campos de alfazema!
  10. 10. Estranha Saudade Sinto saudade de voltar a ver-te amanhã de manhã nos meus braços. Sinto saudade dos momentos que não vivemos… Sinto saudade da tua voz (agri)doce!…. Sinto saudade de ti porque quando vejo o teu olhar… Vejo a vida como uma caixa de surpresas.
  11. 11. Hipérbole O sangue… A lava… As lágrimas… Um maremoto… A ira… Um terramoto… O amor… A brisa!
  12. 12. Estado de sitio Senti o meu coração petrificado… O meu amor dilacerado… A minha vida afogada no abismo da tua perdição.
  13. 13. O teu corpo O teu corpo é o pais das maravilhas!.. As formas da conjugação do verbo: amar!.. O calor do lar!
  14. 14. Vermelho ardente O amor é um navio abandonado… É um pássaro perdido…. O amor são as nuvens dispersas…. É uma ilha deserta… O amor é o relâmpago que rasga o tronco da árvore... São os espinhos da flor.
  15. 15. Ruínas Olhar para o infinito… E sentir a tua alma voar… Como uma borboleta numa cidade em ruínas.
  16. 16. As palavras perdidas Parti em busca das palavras perdidas Mas não as encontrei. Estavam distantes, longe do meu olhar Mas incessantemente, continuei a procura-las… E só as encontrei na viagem pela minha inconsciência… E senti pela última vez, o poder das palavras… Constroem -nos, destroem -nos Beijam -nos, matam -nos… E adormecido no meu sonho, vi as letras que compunham as palavras que me fazem crescer, a voarem como um peixe num sonho surreal, que me parecia real…. E depois abri os meus olhos e vi que as palavras fugiram. E agora, perdido não sei como explicar o que sinto.
  17. 17. Movimento O teu co(r)po… As suas curvas… A maneira como o movimentas… Faz-me sentir afogado numa onda de desejo
  18. 18. Quem me dera Quem me dera ser a lâmpada do teu quarto… Quem me dera ser a tinta do teu quadro… Quem me dera ser o sonho do teu sono!
  19. 19. A tua casa A tua casa… O teu templo… Feito de formas ,cores,olhares,cheiros. O teu lar … Sitio místico… Lugar efémero que espero ser eterno. A tua casa, uma das tuas casas… Pedaço de terra que te vê crescer… A mão que embala a poesia que te faz viver.
  20. 20. Dualidade O verbo é o meu reinado… O silêncio é o meu império.
  21. 21. 21 de Março No dia mundial da poesia Sonhei que encontrei alguém como tu No dia mundial da poesia Sonhei que caminhava a beira mar a sonhar com o teu olhar No dia mundial da poesia Sonhei que senti o cheiro do teu cabelo No dia mundial da poesia Sonhei que ouvi a tua voz cristalina No dia mundial da poesia Sonhei que encontrei a essência da minha alma na essência da tua alma!
  22. 22. Pomar Hei de voltar… Quando menos contar Hei de voltar… Para roubar as maçãs do teu pomar …. E imaginar o teu paladar!
  23. 23. Hipnose Hipnotizado pelo teu ser Levitei na tua (trans)lucidez Refresquei me no teu sorriso como quem mergulha numa onda de guaraná Hibernei na tua ausência e acordei quando voltastes!
  24. 24. Esperei Por ti esperei séculos,desertos e oceanos. Por ti converti lágrimas em sorrisos… Sonhos em realidade!
  25. 25. Peixe,Guitarra e Girassol Preciso de ti como o peixe precisa de água! Preciso de ti como a guitarra precisa de cordas! Preciso de ti como o girassol precisa do sol!
  26. 26. O teu ser Esqueci me da voz que compunha o teu ser… Enganei me nas palavras que formavam o teu ser… Apaguei os traços que traçavam o teu rosto.
  27. 27. Saudades Tenho saudades de quem era… Quando aquela cidade morava nos meus olhos Tenho saudades de quem era… Quando acreditava que a tua alma era minha Tenho saudades de quem era… Quando acreditava que a minha alma era tua… E o tempo parecia infinito.
  28. 28. E-Mail do autor: orlandoulisses@inbox.com

×