PROJETAR – palavra que exprime ação – planejar 
PESQUISA – pode ser entendida como a busca do conhecimento 
em qualquer ár...
O projeto de pesquisa: 
a) é um importante instrumento para elaboração de 
idéias e para auto esclarecimento de quem o pro...
PERGUNTAS FREQUENTES 
1) O que se pretende fazer? 
2) Por que fazer? 
3) Para que fazer? 
4) A partir de que fundamentos? ...
É necessário que esta pergunta seja 
esclarecida logo na “Introdução” do projeto, 
num capítulo denominado “Delimitação 
T...
É uma pergunta importante, que interessa 
particularmente àqueles que irão decidir se o 
seu projeto deve prosseguir, se d...
Vincula-se ao estabelecimento de 
objetivos a atingir – dando origem a um 
capítulo bastante conciso que se refere às 
fin...
Remete a todo um conjunto de 
possibilidades teóricas ou mesmo de visões de 
mundo, que, pelo menos em parte, o 
pesquisad...
São indagações que reenviam, 
respectivamente, aos instrumentos e às 
técnicas de pesquisa. 
INSTRUMENTO – um cronômetro, ...
Uma “técnica” remete ao modo de realizar 
algo, e abrange procedimentos como as 
coletas de informações, as entrevistas, a...
As “técnicas” podem se referir tanto à 
coleta de dados e à constituição de 
documentação como também às análises 
destes ...
“Metodologia”, “Métodos e Técnicas”, 
“Procedimentos Metodológicos”, “Materiais e 
Métodos”. 
É nesse capítulo do projeto ...
É a pergunta que situa uma Pesquisa em 
uma rede de intertextualidades com outros 
autores. Indaga-se aqui pelos “interloc...
Alguns modelos de projeto atribuem um 
capítulo especial a este levantamento crítico, 
onde o pesquisador irá apresentar e...
É a pergunta que remete à temporalidade 
relacionada à duração da pesquisa, ao 
planejamento das suas várias etapas. Toda ...
O Cronograma é um instrumento não 
apenas para o controle da instituição, mas 
principalmente para o autocontrole do 
pesq...
 TODO TRABALHO TEM QUE TER AS 
REFERÊNCIAS, QUE PODEM SER DE LIVROS, 
DE DOCUMENTOS, DE SITES, RELATOS 
ORAIS, REVISTAS, ...
Projeto de pesquisa
Projeto de pesquisa
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Projeto de pesquisa

141 visualizações

Publicada em

Como montar seu projeto de pesquisa, fácil e pratico.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
141
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto de pesquisa

  1. 1. PROJETAR – palavra que exprime ação – planejar PESQUISA – pode ser entendida como a busca do conhecimento em qualquer área do saber. PESQUISA CIENTÍFICA – “investigação feita com a finalidade de obter conhecimento específico e estruturado a respeito de determinado assunto” (PRESTES, 2003, p. 24 apud BOTH et al, 2007, p. 67).
  2. 2. O projeto de pesquisa: a) é um importante instrumento para elaboração de idéias e para auto esclarecimento de quem o produz; b) vai gradualmente esclarecendo aquele que o produz, dando-lhe elementos para articular melhor suas idéias e confrontá-las com o que já foi feito naquele campo de conhecimento; c) permite que a pesquisa em andamento seja exposta aos olhares de outros pesquisadores Projeto = um instrumento para o diálogo científico e acadêmico.
  3. 3. PERGUNTAS FREQUENTES 1) O que se pretende fazer? 2) Por que fazer? 3) Para que fazer? 4) A partir de que fundamentos? 5) Com o que fazer? 6) Como fazer? 7) Com que materiais 8) A partir de que diálogos? 9) Quando fazer?
  4. 4. É necessário que esta pergunta seja esclarecida logo na “Introdução” do projeto, num capítulo denominado “Delimitação Temática” ou “Exposição do Problema” (estes nomes variam conforme a instituição). * É precisamente nesse momento do texto que o pesquisador deve esclarecer ao seu leitor qual é o objeto de sua investigação ou da sua realização científica.
  5. 5. É uma pergunta importante, que interessa particularmente àqueles que irão decidir se o seu projeto deve prosseguir, se deve ser financiado, se pode ser aceito em um programa de pesquisa ou de Pós-Graduação. O capítulo do projeto que busca esclarecer isto de forma convincente e argumentativa denomina-se JUSTIFICATIVA (não raro acrescenta-se a a esta as palavras “relevância” ou “viabilidade”).
  6. 6. Vincula-se ao estabelecimento de objetivos a atingir – dando origem a um capítulo bastante conciso que se refere às finalidades a serem alcançadas, freqüentemente enunciadas em ordem numérica e da maneira mais simples possível. Este capítulo recebe, habitualmente, o nome de “Objetivos”.
  7. 7. Remete a todo um conjunto de possibilidades teóricas ou mesmo de visões de mundo, que, pelo menos em parte, o pesquisador já deve trazer consigo ao iniciar a sua viagem produtora de conhecimento. O capítulo destinado a tratar das questões teóricas recebe o nome de “Quadro Teórico”. Trata-se de definir os conceitos, expressões e categorias que serão utilizados na elaboração reflexiva e na sua exposição de resultados.
  8. 8. São indagações que reenviam, respectivamente, aos instrumentos e às técnicas de pesquisa. INSTRUMENTO – um cronômetro, uma balança, um tubo de ensaio (para o caso de pesquisa nas áreas de ciências exatas e biológicas), mas também um formulário, um questionário, ou mesmo um gráfico que se elabora para acondicionar os dados colhidos e prepará-los para a interpretação.
  9. 9. Uma “técnica” remete ao modo de realizar algo, e abrange procedimentos como as coletas de informações, as entrevistas, as maneiras sistematizadas de empreender observações, e também as análises de conteúdo, as análises estatísticas, ou outras metodologias destinadas à interpretação dos dados que foram coletados.
  10. 10. As “técnicas” podem se referir tanto à coleta de dados e à constituição de documentação como também às análises destes dados e destas fontes. Os instrumentos e técnicas são acondicionados em um capítulo bastante importante do Projeto, e que se denomina “Metodologia”.
  11. 11. “Metodologia”, “Métodos e Técnicas”, “Procedimentos Metodológicos”, “Materiais e Métodos”. É nesse capítulo do projeto que se escreve a respeito dos caminhos trilhados. Os procedimentos do pesquisador com vistas a tornar concretos os seus objetivos são descritos nesse momento.
  12. 12. É a pergunta que situa uma Pesquisa em uma rede de intertextualidades com outros autores. Indaga-se aqui pelos “interlocutores” da reflexão a ser realizada. O pesquisador precisará inserir a sua reflexão em um diálogo com a literatura e com o conhecimento já existente (o que remete à Revisão Bibliográfica).
  13. 13. Alguns modelos de projeto atribuem um capítulo especial a este levantamento crítico, onde o pesquisador irá apresentar e discutir algumas das obras preexistentes que serão reapropriadas no seu trabalho, seja sob a forma de assimilação ou de confronto.
  14. 14. É a pergunta que remete à temporalidade relacionada à duração da pesquisa, ao planejamento das suas várias etapas. Toda pesquisa deve ser proposta em relação a um intervalo de tempo definido, mesmo que passível de renovação. O intervalo de tempo remete ao cronograma da pesquisa.
  15. 15. O Cronograma é um instrumento não apenas para o controle da instituição, mas principalmente para o autocontrole do pesquisador no que se refere ao andamento do seu trabalho. Não pode ser considerado uma “camisa de força”, mas é uma orientação importante para a realização do trabalho.
  16. 16.  TODO TRABALHO TEM QUE TER AS REFERÊNCIAS, QUE PODEM SER DE LIVROS, DE DOCUMENTOS, DE SITES, RELATOS ORAIS, REVISTAS, ...

×