Pai nosso 6 - Tema 01/07/12

633 visualizações

Publicada em

Documento tema da aula do dia 01/07, Pai Nosso 6.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
633
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pai nosso 6 - Tema 01/07/12

  1. 1. PAI NOSSO-6 (ORAÇÃO MODELO) Mateus 6:9-15 Não nos deixe cair em tentação; mas livra-nos do mal. Esta é a oração onde suplicamos pela proteção doSenhor e pela vitória nas tentações.A TENTAÇÃO É UMA REALIDADE NA VIDA DE TODOSNÓS. Quem não conhece de sobejo a realidade da tentação?Nós somos tentados diariamente. Sem duvida hoje vocêenfrentou muitas tentações. Algumas pessoas enfrentammais tentações numa determinada área, outras pessoas emoutras áreas, mas é fato que todos nós somos tentados.Quem sabe hoje mesmo vamos enfrentar tentação na área daverdade e mentira. Possivelmente sementes de inveja, ciúmese amargura tentarão brotar em seu coração. Num modo cadavez mais permissivo enfrentamos muitas tentações na áreasexual. Muitos são tentados na área da desonestidade.A TENTAÇÃO SEMPRE FOI UMA REALIDADE NA VIDADOS SERVOS DE DEUS. A Bíblia relata que a tentação foiuma realidade também na vida de servos de Deus. E comoeles foram tentados! Alguns deles tiveram vitóriasmaravilhosas nas tentações; outros fracassaramvergonhosamente. Veja a história de José no Egito. O ReiDavi é um outro exemplo de pessoa grandemente tentada. Opróprio Senhor Jesus foi grandemente tentado, mais do quequalquer outra pessoa Mateus 4. Mas veja o que a Bíbliaafirma sobre Jesus Hebreus 4:15; por isso, Hebreus 2:18. Eleconhece todos os tipos de tentações que nós podemosenfrentar e suportar em nossa vida. A tentação é umarealidade da qual ninguém pode escapar.
  2. 2. A TENTAÇÃO TEM UMA FINALIDADE As tentações tem um propósito, uma finalidade. Jesusnos ensina a orar, não para que nunca fôssemos tentados,mas para que não caíssemos nas tentações.Deus permite as tentações para nos fortalecer e nosamadurecer. O ouro é purificado no fogo. As arvores maisabatidas pelos ventos são as que tem raízes mais profundas efortes. Deus quer que você seja forte e firme na fé. Por isso elepermite que você seja tentado. Veja a tentação sob esteprisma. Deste modo você será capaz de agradecer a Deuspelas tentações. Esta é uma maneira de vencermos astentações: a gratidão, o louvor.Deus permite as tentações porque elas provam e revelamo que está dentro de nossos corações. As provas de Deusrevelam o que está dentro de nós. Nem todas as provas sãotentações, mas toda tentação é uma provação. É fácil sercristão quando tudo vai bem. Mas quando surge a tentação?Ai tantas vezes falhamos e fracassamos. Mas graças a Deuspor estes fracassos, pois por meio deles conheci um poucomelhor o meu coração fraco e pecador. Por isso posso buscarmais profundamente a graça de Deus para minha vida edepender mais plenamente de Deus e de seu poder paraminha vitória.Seremos tentados justamente onde estamos fracos. Atentação como vimos, não é um mal, ao contrario, pode seruma grande benção. A tentação também não é pecado. Opecado está no fato de cairmos quando somos tentados.Satanás sabe como nos tentar. Quando foi que o diabo tentouJesus para transformar pedras em pães? Quando Jesussentiu fome. Satanás sabe quando estamos fracos edesprevenidos para nos tentar e nos derrubar. Cada um denós tem um calcanhar de Aquiles. Você sabe qual o seu pontofraco? É ali que o diabo irá tentá-lo, que ele procurará levarvocê a pecar contra o Senhor. Não permita que o tentador
  3. 3. consiga afastá-lo de uma vida de comunhão íntima com oSenhor e sua Palavra.As tentações tem por trás o tentador. No Pai nosso, Jesusnos ensinou a pedir que não caíssemos em tentação etambém que fossemos livres do mal. Devemos entender o malcomo aquele que está por trás de todo o mal que há nomundo: O maligno, satanás. Jesus deixou princípios em seuensino para fossemos livres de Satanás.Ele é o arqui-inimigode Deus, ele é homicida, o pai da mentira, o acusador dosirmãos, o ladrão que vem para roubar, matar e destruir. Detodas as armas que ele usa para nos tentar e derrubar, umaé especialmente perigosa: o disfarce. A bíblia diz que ele seapresenta como anjo de luz. Se ele se apresentasse comchifre, tridente, rabo, pé de bode e todo vermelho não haveriamuito problema. Ele seria imediatamente reconhecido eenfrentado e nem precisaríamos de discernimento paraidentificá-lo. Ele porem, se disfarça, mente e engana.Satanás gosta de usar a religião para os seuspropósitos. Geralmente as pessoas acham que sendo religiãotudo está ótimo. Guando satanás tentou Eva ele veio comuma conversa religiosa. Quanto tentou Jesus ele usou duasvezes a Bíblia. Há quantas pessoas existemdesencaminhadas, afastadas do Deus vivo e verdadeiro porfalsas religiões e falsas doutrinas, por seitas pseudo-cristãs.Somente pelo poder de Jesus Cristo e por uma vida decomunhão íntima com o Senhor podemos ficar livres domaligno.PASSOS PARA VENCER A TENTAÇÃO E SER VITORIOSO Não há um caminho fácil para a vitória nas tentações.Não há uma formula mágica para vencer as tentações. Queroentretanto, dar algumas dicas, que são princípios quedevemos observar.1. Limpe-se de todos os pecados cometidos em sua vida.Acerte primeiro a sua vida com Deus e com seu próximo.
  4. 4. 2. Afaste-se das oportunidades da tentação. Se você étentado a ver pornografia depois que todos foram dormir, sediscipline pra dormir cedo também.3.Desenvolva uma vida de comunhão íntima com oSenhor e sua Palavra. Tenha seu tempo devocionaldiariamente.4. Enfrente a tentação com uma atitude de louvor egratidão. Deus tem um propósito ao permitir que você sejatentado.5. Procure ajuda dos irmão (especialmente dodiscipulador). Se a barra está pesada e você sente que nãoestá conseguindo vitórias, abra o seu coração com seusirmãos de discipulado, peça ajuda.CONCLUSÃO: Meu irmão, que Deus o ajude a ser vitoriososobre as tentações e o tentador, e a experimentar a realidadeda oração que fazemos: “e não nos deixes cair em tentação;mas livra-nos do mal”.

×