Pnl menção honrosa eu conto!

291 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
291
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pnl menção honrosa eu conto!

  1. 1. Eu conto! – PNL – março 2012 Era uma vez um mundo especial onde todos os habitantes tinham formas especiais, nomesespeciais, tudo especial! Nesse mundo, todos viviam felizes a fazer contas, a resolver problemas,a dizer tabuadas… Era o mundo da Matemática, o mundo mais interessante que alguma vez seviu… E, nesse mundo, os habitantes andavam sempre em grupos, em grupos muito divertidos! FONSECA SANTOS, Margarida (2010). Desarrumar. Alfragide: Gailivro. A Maria parou de ler a história e olhou para a professora. - Ó professora, estava agora a pensar… É como na história! - O que é como na história?! – perguntou a professora. - Nós. Nós, também nos arrumamos em grupos! O grupo dos rapazes e o grupo dasraparigas, por exemplo.Alunas: Catarina Reis, 8B, e Oksana Figol, 9BProfessora Cristina de Vasconcelos Página 1
  2. 2. Eu conto! – PNL – março 2012 - Ou o grupo dos mais altos e o grupo dos mais baixos. – acrescentou a Sara. A Maria e a Sara estavam cada vez mais entusiasmadas. Nunca tinham pensado a sério naquilo que torna cada um de nós único e ao mesmo tempoparte de um grupo. - Professora, em quantos grupos podemos arrumar a nossa turma? – perguntou a Maria. - Não sei. Mas podemos tentar descobrir. – propôs a professora. Vamos pensar nas nossascaracterísticas e formar grupos. Cada cor corresponde a uma característica e vamos colando osautocolantes coloridos na camisola de cada um.Alunas: Catarina Reis, 8B, e Oksana Figol, 9BProfessora Cristina de Vasconcelos Página 2
  3. 3. Eu conto! – PNL – março 2012 E logo ali nasceu o grupo dos mais velhos e o dos mais novos, depois o grupo dos loiros e odos morenos, o grupo dos mais introvertidos e o dos mais extrovertidos,e o grupo dos que gostam mais de desporto e o dos que gostam mais de música. - Agora podíamos agrupar os que têm irmãos e os que não têm irmãos. – sugeriu o Tomás. Isto mais parecia um jogo de xadrez, mas muito colorido. Cada um ia mudando de grupo deacordo com as características e acumulando autocolantes de cores diferentes. Parecia umadança. Afinal, em vez de se arrumarem, pareciam desarrumar-se, parecia tudo baralhado! Quegrande confusão!Alunas: Catarina Reis, 8B, e Oksana Figol, 9BProfessora Cristina de Vasconcelos Página 3
  4. 4. Eu conto! – PNL – março 2012Cada um pertencia a vários grupos. Quase nunca era só um, quase sempre eram alguns e atémesmo muitos.Havia grupos maiores e grupos mais pequenos. - Mas afinal, será possível pertencermos todos a um grupo? Parece não haver nada comuma todos! – exclamou o Miguel. Fez-se silêncio. - Claro que há! – gritou a Maria. Todos somos uma turma. Cada um de nós, com aspetofísico diferente, maneira de ser diferente, gostos diferentes, famílias diferentes, …. formamos umgrupo – uma turma.Alunas: Catarina Reis, 8B, e Oksana Figol, 9BProfessora Cristina de Vasconcelos Página 4
  5. 5. Eu conto! – PNL – março 2012E porque somos diferentes é que é divertido brincarmos e aprendermos uns com os outros. A Sara estava a ouvir a Maria com muita atenção e assim que ela acabou de falarlevantou o braço e disse: + - É verdade! Na nossa turma podemos arrumar-nos de maneiras diferentes: até por ordemalfabética dos nossos nomes.Mas aquela de que eu gosto mais é de nos arrumarmos num grande grupo de afetos ecompanheirismo.Alunas: Catarina Reis, 8B, e Oksana Figol, 9BProfessora Cristina de Vasconcelos Página 5
  6. 6. Eu conto! – PNL – março 2012 E neste grupo, Eu conto! Tu contas! Nós contamos!Alunas: Catarina Reis, 8B, e Oksana Figol, 9BProfessora Cristina de Vasconcelos Página 6
  7. 7. Eu conto! – PNL – março 2012 Texto construído na disciplina de Língua e Comunicação, com duas alunas comNecessidades Educativas Especiais/ Currículo Especifico Individual (Decreto-lei 3/2008, 7 dejaneiro), a partir do trabalho do livro Desarrumar, de Margarida Fonseca Santos, e como respostaao desafio lançado pela autora no fim do mesmo: E aí na vossa sala? Como é que vocês se arrumam? Será pelas cores dos cabelos? Ou por alturas? O texto é acompanhado por símbolos pictográficos para a comunicação com o objetivo demaximizar o acesso à mensagem/ ao texto por uma maior diversidade de alunos.Alunas: Catarina Reis, 8B, e Oksana Figol, 9BProfessora Cristina de Vasconcelos Página 7

×