Uso da Plataforma Moodle para o
 Desenvolvimento de um Portal de
Educação a Distância em Hepatites
              Virais

 ...
Introdução

• Hepatites virais no Mundo (OMS)
  – 325 milhões de portadores crônicos da
    hepatite B e 170 milhões da he...
Introdução


• Hepatites virais no Brasil
  – Sistema de Informação de Agravos de
    Notificação (SINAN), Ministério da S...
SINAN - Hepatites Virais
      Casos por Class. Etiológica segundo Forma Clínica
                           2001-2006


  ...
SINAN – Hepatites Virais 2001-2006



297.118 casos confirmados

30.458 sem descrição da etiologia
 (hepatites A, B, C...)...
SINAN - Notificações Hepatite A
             segundo Forma Clínica 2001-2006

                   Hepatite A
Forma Clínica ...
Alta
                    prevalência
                                         Dúvidas sobre
Complexidade                  ...
Hospital das Clínicas
             de Botucatu - UNESP

• Nível III de assistência nas hepatites virais
   – Botucatu, Bau...
Objetivos

• Desenvolver portal on-line de apoio à
  educação continuada de profissionais
  envolvidos na atenção das hepa...
Métodos

• Obtenção e adaptação de conteúdos
  científicos para composição do portal
• Desenvolvimento do portal on-line
•...
Metodologia                  (Cook e Dupras, 2004)


1. Análise das necessidades, metas e objetivos
2. Determinação de rec...
Portal Telehepato

– Aulas, cursos e treinamentos para
  capacitação continuada
– Textos e artigos científicos de referênc...
Resultados
Metodologia                  (Cook e Dupras, 2004)


1. Análise das necessidades, metas e objetivos
2. Determinação de rec...
Plataforma On-line
   Moodle-FMB
MOODLE

• Modular Object-Oriented Dynamic
  Learning Environment (Ambiente
  Modular de Aprendizagem Dinâmico
  Orientado ...
Martin Dougiamas

The use of Open Source software to support a social
constructionist epistemology of teaching and learnin...
Por que o Moodle?

• Adotado na FMB em 2006
• Flexibilidade
• Recursos
• Autonomia
• Gerenciamento acessos
Site do Curso
Tutorais e aulas
Textos de referência
internacionais
Casos Clínicos
Interconsulta
Conclusão

• Moodle permite agilidade flexibilidade
  autonomia no gerenciamento de
  ambientes on-line
• Baixa adesão aos...
http://www.hepatites.fmb.unesp.br




       Denise Zornoff
      NEAD.TIS – FMB
   Virtual@fmb.unesp.br
Portal de Hepatites virais na Plataforma Moodle
Portal de Hepatites virais na Plataforma Moodle
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Portal de Hepatites virais na Plataforma Moodle

3.559 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.559
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
21
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Portal de Hepatites virais na Plataforma Moodle

  1. 1. Uso da Plataforma Moodle para o Desenvolvimento de um Portal de Educação a Distância em Hepatites Virais Denise de Cássia Moreira Zornoff NEAD.TIS – FMB UNESP 2008
  2. 2. Introdução • Hepatites virais no Mundo (OMS) – 325 milhões de portadores crônicos da hepatite B e 170 milhões da hepatite C – Infectados HCV  80% quadro crônico  20% formas graves – Portadores crônicos HBV  25% complicação hepática importante – Mortalidade mundial hepatite B  500.000 casos/ano Lavanchy D –J of Gastroenterol Hepatol. 2002;17 (s4):S452-S459
  3. 3. Introdução • Hepatites virais no Brasil – Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), Ministério da Saúde • Hepatites Virais 2001-2006 –297.118 casos confirmados –7.259 óbitos http://dtr2004.saude.gov.br/sinanweb/novo/
  4. 4. SINAN - Hepatites Virais Casos por Class. Etiológica segundo Forma Clínica 2001-2006 Etiologia Ign/Branco A Forma Clínica Ign/Branco B Hepatite Aguda C Hepatite Crônica E Hepatite Fulminante A/B ou A/C Portador Assintomático B+C Infecção Assintomática B+D Outras
  5. 5. SINAN – Hepatites Virais 2001-2006 297.118 casos confirmados 30.458 sem descrição da etiologia (hepatites A, B, C...) 71.784 sem descrição da forma clínica (aguda, crônica...)
  6. 6. SINAN - Notificações Hepatite A segundo Forma Clínica 2001-2006 Hepatite A Forma Clínica Notificações Ign/Branco 26.420 Hepatite Aguda 87.625 Hepatite Crônica 233 Hepatite Fulminante 101 Portador Assintomático 637 Infecção Assintomática 746 Total 115.762
  7. 7. Alta prevalência Dúvidas sobre Complexidade epidemiologia e do diagnóstico vacinação HEPATITES VIRAIS B e C Incertezas na Alto custo dos indicação e medicamentos monitoração de tratamento Atenção diferenciada pelas Unidades de Atenção à Saúde do Brasil
  8. 8. Hospital das Clínicas de Botucatu - UNESP • Nível III de assistência nas hepatites virais – Botucatu, Bauru, Assis, Araçatuba e outros • Unidade de referência na Assistência, Educação e Pesquisa da região centroeste Paulista • UPECLIN – Rede Nacional de Pesquisa Clínica
  9. 9. Objetivos • Desenvolver portal on-line de apoio à educação continuada de profissionais envolvidos na atenção das hepatites virais • Modelo embrionário para Tele- assistência em hepatites virais, mediado por computador
  10. 10. Métodos • Obtenção e adaptação de conteúdos científicos para composição do portal • Desenvolvimento do portal on-line • Teste do portal em profissionais da área da saúde • Questionário de satisfação na utilização do sistema
  11. 11. Metodologia (Cook e Dupras, 2004) 1. Análise das necessidades, metas e objetivos 2. Determinação de recursos técnicos e necessidades 3. Avaliação de softwares pré-existentes 4. Assegurar o compromisso de todos os participantes e identificar potenciais barreiras à implementação do projeto 5. Desenvolvimento de conteúdo em coordenação com o design do site 6. Criação de materiais que estimulem o aprendizado ativo 7. Encorajamento no uso do site pelo usuário 8. Avaliação (dos usuários e do curso) 9. Promoção de estudo piloto 10. Monitoração da comunicação on-line e atualização periódica J Gen Intern Med. 2004;19(6):698-707.
  12. 12. Portal Telehepato – Aulas, cursos e treinamentos para capacitação continuada – Textos e artigos científicos de referência – Suporte para interconsulta a distância e obtenção de segunda opinião médica – Interface para participação em estudos clínicos
  13. 13. Resultados
  14. 14. Metodologia (Cook e Dupras, 2004) 1. Análise das necessidades, metas e objetivos 2. Determinação de recursos técnicos e necessidades 3. Avaliação de softwares pré-existentes 4. Assegurar o compromisso de todos os participantes e identificar potenciais barreiras à implementação do projeto 5. Criação de materiais que estimulem o aprendizado ativo 6. Desenvolvimento de conteúdo em íntima coordenação com Webdesign 7. Encorajamento no uso do site pelo usuário 8. Avaliação (dos usuários e do curso) 9. Promoção de estudo piloto 10. Monitoração da comunicação on-line e atualização periódica
  15. 15. Plataforma On-line Moodle-FMB
  16. 16. MOODLE • Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment (Ambiente Modular de Aprendizagem Dinâmico Orientado por Objeto) • Sistema de gerenciamento de cursos • Código aberto e gratuito
  17. 17. Martin Dougiamas The use of Open Source software to support a social constructionist epistemology of teaching and learning within Internet-based communities of reflective inquiry Science and Mathematics Education Centre Curtin University of Technology Perth, Western Australia
  18. 18. Por que o Moodle? • Adotado na FMB em 2006 • Flexibilidade • Recursos • Autonomia • Gerenciamento acessos
  19. 19. Site do Curso
  20. 20. Tutorais e aulas
  21. 21. Textos de referência internacionais
  22. 22. Casos Clínicos
  23. 23. Interconsulta
  24. 24. Conclusão • Moodle permite agilidade flexibilidade autonomia no gerenciamento de ambientes on-line • Baixa adesão aos sistemas de maior interatividade • “If we build it they will come” - Field of Dreams, 1989
  25. 25. http://www.hepatites.fmb.unesp.br Denise Zornoff NEAD.TIS – FMB Virtual@fmb.unesp.br

×