Eng seg trab efeitos do ruído

116 visualizações

Publicada em

Efeito dos ruídos - Noise effects - Engenharia de segurança

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
116
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Eng seg trab efeitos do ruído

  1. 1. Normas se segurança NR4, NR5, NR6 Acústica Efeitos do Ruído Nível equivalente Efeito Ate 65 dB(A) Situação de conforto 65 a 80 dB(A) Efeitos subjetivos 80 a 85 dB(A) Riscos de surdez para pessoas predispostas 85 a 100 dB(A) Risco de surdez 100 a 105 dB(A) Alto risco de surdez Acima de 105 dB(A) Obrigatório uso de proteção obrigatório Ruído de impacto-> duração de impulso menor que 1 seg e intervalo maior que 1 seg>dB(C) Ruído continuo -> continuo com variação menor a +- 3dB Limite de tolerância é de 85dB com duração máxima de trab 8h 86dB 7h 87dB 6h 88dB 5h 90dB 3h 95dB 2h 100dB 1h 105dB 30min 115dB 7min Não é permitida exposição acima de 115 EC=C1/T1+C2/T2+...Cn/Tn Onde Cn é tempo de exposição a determinado nível de ruído Tn máxima exposição permitida Determinar o para proteção aceitável NRRSF Nível de ruído de conforto com NRRSF
  2. 2. Proteção respiratória riscoquimico gases particulados Solidos poeiras incomodas toxicas fumos metalicos Liquidos nevoa neblina
  3. 3. Agentes químicos Limites de tolerância Valor Maximo permitido Risco Limite de tolerância Nível de ação Proteção Respiratória ... Respiradores < Filtro químico, filtro mecânico, filtro combinatório Filtro químico > carvão ativo dissolvido em um reagente ... vapores e gases (não pode ter nevoa) Filtro mecânico > filtro de papel barreira física ... nevoa ,poeira , fumos Filtro combinado > mistura dos dois ... nevoa + vapores Teor de oxigênio tem que ser acima de 18% Não pode ultrapassar o valor VMP ou VT O Filtro especifico. Exemplo: filtro ciclone Proteção para as mãos Luvas de raspa de couro Luvas de PVC (trab com produtos químicos – solventes) Luvas de Hexanol ou de resina Nitrílica Luvas para eletricista(para baixa tensão>até 1.000volts CA e para alta tensão> acima de 1.000 volts CA Luvas de Grafatex Luvas de Látex Luvas de borracha Creme Protetivo Proteção para o tronco Avental raspa de couro Colete com camada de chumbo Avental PVC Proteção para as pernas Perneira de raspas Perneira Lona Perneira com barra frontal em alumínio ou plástico Alerta Situaçãoideal
  4. 4. Calcados de segurança Botas Sapatos Botinas Biqueiras de aço Tênis Roupas Especiais Anti-chamas Calca p operador de motosserra Roupas aluminizadas para altas temperaturas Sistema de combate a incêndios portátil Sistemas utilizando extintores -> inicio de incêndio  Extintores de água -> pressurizados Apressurizado Somente para classe A Ação de resfriamento Uso de jato de água dirigido para a base do fogo Recarga anual, teste hidrostático a cada 5 anos  Extintores de CO2 Carga de 6Kg e de 4 Kg Classe de incêndio C b a Uso para abafamento afastando o O2 Recarga quando perda de 10% do peso Teste hidrostático a cada 5 anos Vantagens: não é corrosivos, não é toxico  Extintores de Pó químico Carga de 4Kg e 2 Kg Classe B C(corrosivo) Ação: abafamento Uso jato direcionado para a base do fogo Recarga anual, teste hidrostático a cada 5 anos Desvantagens: higroscópico, corrosivo, Recomendações gerais Altura de instalação 1.60 na parte inferior em relação ao solo Área livre de 1 metro quadrado Tem que estar sinalizado Tem que ter 2 extintores por pavimento
  5. 5. Sistema sob comando Rede de Hidrante Garantir 2 jatos simultâneos durante 30 min com vazão de 250 l/m Reservatório deve ter pelo menos 15.000 litros 30 metros de mangueira + 15 metros de jato Mangueira tem que ser flexível e resistente ao atrito Jato de água solido e com neblina Brigada de incêndio Sistema automática Rede sprinkler Rede de CO2 Sensor de fumaça e temperatura com um alarme sonoro e visual Líder Equipe de combate equipe de evacuação equipe de resgate
  6. 6. NR15 atividades e operações insalubres Anexo 3 Exposição ao calor bulbo úmido termômetro de globo – IBUTG Aparelhos de avaliação Termômetro de bulbo úmido natural Globo Avaliação da exposição ao calor Medir as temperaturas -> definir tipo de exposição -> sem carga solar ou com garça solar Limite de tolerância Exposição ao calor em regime de trabalho intermitente com período de descanso no próprio local de prestação de serviço Exposição ao calor em regime de trabalho intermitente com período de descanso em outro local . Trabalho pratico Grupo Maximo de 5 alunos Realizar analise ergonômica do 1 posto real de trab Analise deve aranger aspectos biomecânicos , condições ambientais e organização de trabalho O posto de trabalho deve ser obrigatoriamente fotografado A apresentação deve ser na forma de monografia com no Maximo de 20 folhas
  7. 7. Ergonomia

×