A ATIVIDADE LÚDICA PARA O
DESENVOLVIMENTO DA
CRIANÇA AUTISTA
UM AUXÍLIO À INCLUSÃO
Dulcinéia Andujar
Orientadora: Sandra R...
A ATIVIDADE LÚDICA PARA O
DESENVOLVIMENTO DA
CRIANÇA AUTISTA
UM AUXÍLIO À INCLUSÃO
Dulcinéia Andujar Conchon
Orientadora: ...
PESQUISA
• TEMA - A atividade lúdica no desenvolvimento da
criança autista em prol da inclusão.
• PROBLEMA - Qual a import...
O JOGO E O DESENVOLVIMENTO
• Vygotsky (1896 - 1934)
O jogo não é característica predominante da infância, e
sim um fator b...
A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR
• Os jogos são importantes na escola, mas antes disso são
importantes para a vida.
Heranças para ...
AUTISMO E INCLUSÃO
Transtornos do Espectro Autista (TEAs)
 Áreas Comprometidas: - interação social
- comunicação e lingua...
O AUTISTA E A MEDIAÇÃO LÚDICA
• Góes e Martins (2013) afirmam que os autistas são
capazes de brincar e é muito importante ...
AS FUNÇÕES DO BRINCAR
NA VIDA DE UMA CRIANÇA AUTISTA
PODEM PROMOVER:
 Desenvolvimento cognitivo
 Desenvolvimento da ling...
CONSIDERAÇÕES FINAIS
 Através da interação mediada e da atividade lúdica é
possível ocorrer um melhor desenvolvimento nos...
MUITO OBRIGADA
dulciandujar@yahoo.com.br
(DIFERENTE, NÃO INFERIOR)
TEMPLE GRANDIN
(Ph.D. em Zootecnia)
REFERÊNCIAS
• CUNHA, Eugênio. Autismo e Inclusão – Psicopedagogia e
práticas educativas na escola e na família. 5ª ed. Rio...
• MACEDO, Lino de; PASSOS, Norimar C.; PETTY, Ana Lúcia S. 4
Cores Senha e Dominó – Oficinas de jogos em uma perspectiva
C...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Autismo - Atividade lúdica no desenvolvimento infantil

371 visualizações

Publicada em

A atividade lúdica para o desenvolvimento da criança autista - um auxílio à inclusão

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
371
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Autismo - Atividade lúdica no desenvolvimento infantil

  1. 1. A ATIVIDADE LÚDICA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA AUTISTA UM AUXÍLIO À INCLUSÃO Dulcinéia Andujar Orientadora: Sandra Regina Franchin Rubim
  2. 2. A ATIVIDADE LÚDICA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA AUTISTA UM AUXÍLIO À INCLUSÃO Dulcinéia Andujar Conchon Orientadora: Sandra Regina Franchin Rubim
  3. 3. PESQUISA • TEMA - A atividade lúdica no desenvolvimento da criança autista em prol da inclusão. • PROBLEMA - Qual a importância da atividade lúdica no ensino aprendizagem do autista? • OBJETIVO - Verificar como a atividade lúdica auxilia no desenvolvimento da criança autista em diferentes aspectos: capacidade motora, linguística, cognitiva e intelectual. • JUSTIFICATIVA – As atividades lúdicas auxiliam o desenvolvimento de qualquer criança e por isso seu uso pode proporcionar uma inclusão de qualidade. • METODOLOGIA – Pesquisa bibliográfica sobre o desenvolvimento da criança através da mediação lúdica.
  4. 4. O JOGO E O DESENVOLVIMENTO • Vygotsky (1896 - 1934) O jogo não é característica predominante da infância, e sim um fator básico no desenvolvimento • Wallon (1879 - 1962) O jogo para as crianças é expansão, progressão funcional • Piaget (1896 - 1980) Brincando a criança cria experiências para sua formação cognitiva, fisiológica, corporal, social • Negrine Há quatro habilidades desenvolvidas pelo jogo: inteligência, motricidade, sociabilidade e afetividade
  5. 5. A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR • Os jogos são importantes na escola, mas antes disso são importantes para a vida. Heranças para o futuro cidadão:  jogo de exercício – prazer funcional  jogo simbólico – dramatizar e recriar situações  jogo de regras – limites, regularidade e harmonia (MACEDO, 2010, p. 138-148) • Brincar, representar através do jogo simbólico são efetivos nutrientes para o corpo, não apenas físico, mas para o corpo na sua complexidade e totalidade. (NEGRINE, 2014, p. 204)
  6. 6. AUTISMO E INCLUSÃO Transtornos do Espectro Autista (TEAs)  Áreas Comprometidas: - interação social - comunicação e linguagem - comportamento • Para Orrú (2012) a teoria interacionista de Vygotsky deve ser aplicada à criança autista. O autista precisa ser incluído socialmente para que haja um melhor desenvolvimento global. • Cunha (2014) concorda que a interação social e a convivência mediada melhoram a aprendizagem. As atividades trabalhadas devem possuir caráter: terapêutico, social, pedagógico e afetivo.
  7. 7. O AUTISTA E A MEDIAÇÃO LÚDICA • Góes e Martins (2013) afirmam que os autistas são capazes de brincar e é muito importante a insistência em ensiná-los e conduzi-los nas brincadeiras. • Fialho (2013) A intervenção no treino do brincar:  Estimula aquisição de novas habilidades verbais e sociais  reduz as estereotipias que compõem comportamentos sociais inadequados  contribui para a interação com crianças típicas e portanto possibilita a inclusão
  8. 8. AS FUNÇÕES DO BRINCAR NA VIDA DE UMA CRIANÇA AUTISTA PODEM PROMOVER:  Desenvolvimento cognitivo  Desenvolvimento da linguagem  Experimentação de possibilidades motoras  Interação social  Apropriação das regras sociais  Expressão afetiva  Imersão no universo cultural JORGE (2013)
  9. 9. CONSIDERAÇÕES FINAIS  Através da interação mediada e da atividade lúdica é possível ocorrer um melhor desenvolvimento nos níveis intelectuais, cognitivos, motores e sociais da criança autista.  A criança autista precisa de incentivos para aprender a brincar de uma forma funcional e o ensino deve ser estruturado e organizado.  É importante a inclusão na escola regular, pois as experiências vivenciadas no contexto escolar prepararão a criança autista para o futuro na sociedade.
  10. 10. MUITO OBRIGADA dulciandujar@yahoo.com.br
  11. 11. (DIFERENTE, NÃO INFERIOR) TEMPLE GRANDIN (Ph.D. em Zootecnia)
  12. 12. REFERÊNCIAS • CUNHA, Eugênio. Autismo e Inclusão – Psicopedagogia e práticas educativas na escola e na família. 5ª ed. Rio de Janeiro: Wak editora, 2014 • FIALHO, Juliana G. Autismo: ensinando habilidades envolvidas no brincar. Comporte-se, São Paulo. 20 jun. 2013. Disponível em: <comportese.com/2013/06/autismo-ensinando-habilidades- envolvidas-no-brincar/> Acesso em: 03 fev. 2015. • GÓES, Maria C. R. de; MARTINS, Alessandra D. F. Um estudo sobre o brincar de crianças autistas na perspectiva histórico- cultural. Revista ABRAPEE, São Paulo, v. 17, n. 1, jan./jun. 2013. Disponível em: www.scielo.br/pdf/pee/v17n1/a03v17n1.pdf. Acesso em: 03 fev. 2015 • JORGE, Lília M. de. Jogos e atividades para autistas. 07 mai. 2013. Saúde e Medicina. Disponível em: <pt.slideshare.net/PriDomingos/jogos-e-atividades-para-autista> Acesso em: 11 fev. 2015.
  13. 13. • MACEDO, Lino de; PASSOS, Norimar C.; PETTY, Ana Lúcia S. 4 Cores Senha e Dominó – Oficinas de jogos em uma perspectiva Construtivista e Psicopedagógica. São Paulo: Casapsi, 2010. • NEGRINE, Airton. Simbolismo e jogo. Petrópolis: Vozes, 2014 • ORRÚ, Silvia E. Autismo, linguagem e educação – Interação social no cotidiano escolar. 3ª ed. Rio de Janeiro: Wak editora, 2012. • PIAGET, Jean. Seis estudos de psicologia. 24ª ed. Rio de Janeiro: Editora Forense, 1999. Disponível em: <atividadeparaeducacaoespecial.com/wp- content/uploads/2015/01/SEIS-ESTUDOS-DE-PSICOLOGIA-JEAN- PIAGET.pdf> Acesso em: 17 abr. 2015. • VYGOTSKY, Lev. Semenovich. A construção do pensamento e da linguagem. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2010. • WALLON, Henri. A evolução psicológica da criança. Lisboa: Edições 70, 1968. Disponível em: https://docs.google.com/file/d/0B3GQrRvm4KXOSmUwZ18wRUs3Y Wc/edit?pli=1 Acesso em: 17 abr. 2015.

×