Slide taiga

4.823 visualizações

Publicada em

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.823
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
250
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slide taiga

  1. 1. Taiga Eduarda Tainara
  2. 2. A Taiga,também conhecida como Floresta de Coníferas, ou Floresta Boreal, Constitui um dos maiores biomas do mundo.
  3. 3. Ela se estende por 4.800 km e é a morada de árvores e sistemas aquáticos que equilibram o clima mundial e purificam o ar.
  4. 4. Localização Geográfica Está distribuída em uma faixa situada entre 50º e 60º de latitude Norte. Este bioma está presente nas regiões norte da Ásia, Europa e América do Norte. Abrange países como:Canadá, Suécia, Finlândia, Sibéria, Rússia, Noruega e Japão.
  5. 5. Clima Na taiga o clima é subártico, com ventos fortes e gelados durante o ano todo. As temperaturas oscilam entre 54ºC e 21ºC. As precipitações médias anuais ficam em torno de 40-100cm.
  6. 6. Inverno No inverno o frio é muito rigoroso, os dias são bem mais curtos, com a precipitação caindo sob a forma de neve, sendo comum a presença de neve em pelo menos metade do ano, com a temperatura mínima podendo chegar a -52°C.
  7. 7. Verão  Há muito pouca luz solar e só chove durante o verão e este é muito curto e úmido e os dias são longos e com temperaturas que raramente chegam a 21ºC.
  8. 8. o calor derrete a neve e forma lamaçais em algumas regiões
  9. 9. Vegetação  O nome floresta de coníferas se dá pelo fato de esse bioma ser constituído por árvores do grupo das gimnospermas.  abertos 
  10. 10. A vegetação é pouco diversificada devido às baixas temperaturas registradas , sendo constituída sobretudo por coníferas – abetos, pinheiros e larícios.
  11. 11. Larício
  12. 12.  Abeto
  13. 13. A folhagem das árvores da taiga é muito densa, o que reduz consideravelmente a penetração da luz solar , de tal maneira que outras espécies dificilmente se desenvolvem.
  14. 14. As copas têm forma cônica, favorecendo o deslizamento d a neve para o solo e evitando grandes acumulações sobre os ramos que viria m a provocar a sua quebra.
  15. 15. As folhas são muito escuras.
  16. 16. As folhas em forma de agulha dificultam a perda de umidade por evapotranspiração.
  17. 17. Solo O solo é fino, pobre em nutrientes e cobre-se de folhas e agulhas caídas das árvores tornando-se ácido e impedindo o desenvolvimento de outras espécies. As plantas que conseguem sobreviver são de pequeno porte: sobretudo gramíneas, alguns poucos arbustos, grandes camadas de líquens e musgos sobre as rochas.
  18. 18. No inverno os solos são permanentemente úmidos por conta da constante precipitação em forma de neve.
  19. 19. Fauna  Quanto à fauna, essa vegetação abriga uma relativa diversidade de animais, com destaque para: alces, renas, veados, ursos, lobos, raposas, linces, arminhos, martas, esquilos, morcegos, coelhos, lebres, tigres (taiga russa), além de aves como pica-paus e falcões. Quanto à fauna aquática, o destaque é para o salmão, peixe típico desse tipo de ambiente.
  20. 20. alce Morcego
  21. 21. Tigre Branco (taiga russa) raposa
  22. 22. Esquilo Lebre
  23. 23. rena
  24. 24. Marta Alce
  25. 25. Veado Coelho
  26. 26. Lince
  27. 27. Lobo Marta
  28. 28. Para se proteger do frio os animais podem hibernar Urso Pardo
  29. 29.  Muitos animais, sobretudo aves, migram para climas mais quentes assim que a temperatura começa a baixar. Falcão
  30. 30. Pica-Pau Salmão
  31. 31. Alguns animais que ficam, encontram-se adaptados, através de penas, pelos e peles espessas que os protegem do frio. Por vezes adaptam-se à mudança de estação através da mudança de cor das suas penas ou pelos.
  32. 32. A pele do arminho, por exemplo, muda de castanho escuro para branco, no Inverno, contribuindo para ajudar o animal a camuflar-se e a proteger-se de seus predadores.
  33. 33. Principal Impacto Ambiental A exploração de madeiras de espécies como o pínus e a pícea são muito utilizadas na indústria de celulose e papel.

×