Apresentação

126 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
126
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação

  1. 1. PROGRAMA DE TRATAMENTO E RESSOCIALIZAÇÃO PROGRAMA DE TRATAMENTO E RESSOCIALIZAÇÃO
  2. 2. AS DROGAS E O COMPORTAMENTO COGNITIVOAS DROGAS E O COMPORTAMENTO COGNITIVO Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a definição geral de drogas, tóxicos, psicotrópicos ou substâncias psicoativas são: Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a definição geral de drogas, tóxicos, psicotrópicos ou substâncias psicoativas são: Quaisquer substâncias naturais ou sintéticas que atuam sobre o SISTEMA NERVOSO CENTRAL (SNC) e que, usadas sob certas circunstâncias, funcionam como remédios ou venenos. Ampliando o conceito, substância psicoativa é toda droga que age no sistema nervoso central, alterando o comportamento, o humor e/ou a cognição. Se a substância possuir propriedade reforçadora, que leve à dependência, é substância psicotrópica. Quaisquer substâncias naturais ou sintéticas que atuam sobre o SISTEMA NERVOSO CENTRAL (SNC) e que, usadas sob certas circunstâncias, funcionam como remédios ou venenos. Ampliando o conceito, substância psicoativa é toda droga que age no sistema nervoso central, alterando o comportamento, o humor e/ou a cognição. Se a substância possuir propriedade reforçadora, que leve à dependência, é substância psicotrópica.
  3. 3. AS DROGAS E O COMPORTAMENTO COGNITIVOAS DROGAS E O COMPORTAMENTO COGNITIVO No entanto, o aumento do consumo nas últimas décadas, principalmente por adolescentes e crianças, tem sido alvo de preocupação da sociedade, que fica perplexa com o crescimento da criminalidade, dos acidentes no trânsito, dos comportamentos anti-sociais, do abandono da escola etc. No mais recente levantamento domiciliar sobre o uso de drogas, realizado em 2007, envolvendo as 107 maiores cidades do país, nas quais foram entrevistadas 8.589 pessoas, podemos observar os padrões de consumo de substâncias psicoativas pela população brasileira. Ao longo de sua história, a humanidade sempre recorreu ao uso de substâncias psicoativas para as mais variadas finalidades.
  4. 4. AS DROGAS E O COMPORTAMENTO COGNITIVOAS DROGAS E O COMPORTAMENTO COGNITIVO O abuso de substâncias ocorre em ambos os sexos e em todos os grupos raciais, socioeconômicos, étnicos e geográficos sendo apontado como uma das principais causas de alterações no comportamento, na percepção, na cognição no humor.
  5. 5. AS DROGAS E O COMPORTAMENTO COGNITIVOAS DROGAS E O COMPORTAMENTO COGNITIVO ALUCINÓGENOS ESTIMULANTES DEPRECIVOS Perturbadores da atividade do SNC: drogas que alteram a senso-percepção e o pensamento, fazendo com que o cérebro passe a funcionar de forma desordenada. Também chamadas de alucinógenas, essas substâncias determinam uma mudança qualitativa no funcionamento cerebral. Estimulantes da atividade do SNC: drogas que aumentam a atividade mental, fazendo com que o cérebro funcione de forma mais acelerada; Estimulantes da atividade do SNC: drogas que aumentam a atividade mental, fazendo com que o cérebro funcione de forma mais acelerada; Depressores da atividade do SNC: drogas que diminuem a atividade mental, fazendo com que o cérebro funcione de forma mais lenta; As substâncias psicoativas são classificadas em três grupos, de acordo com as atividades que exercem sobre o cérebro.
  6. 6. AS DROGAS E O COMPORTAMENTO COGNITIVOAS DROGAS E O COMPORTAMENTO COGNITIVO ALUCINÓGENOS Muitos são os casos em que a ALUCINAÇÃO provocada pelo uso de substâncias que alteram o SNC resultam em óbito. Sob efeitos de alucinógenos muitos de MUTILAM e AGRIDEM a entes queridos (esposa, Paes, filhos, etc.) e os que estejam próximo em um momento de “crise” que denominam “VIAJEM”.
  7. 7. AS DROGAS E O COMPORTAMENTO COGNITIVOAS DROGAS E O COMPORTAMENTO COGNITIVO ESTIMULANTES Uma das DROGAS estimulantes mais comuns em nossos tempos, é sem dúvida o ECSTASE ou a “PÍLULA DO AMOR” como a chamam nas festas onde são abundantes. AUMENTO DA TEMPERATURA CORPORAL – 43° COMPLETA INIBIÇÃO DO SENSO DE PUDOR
  8. 8. AS DROGAS E O COMPORTAMENTO COGNITIVOAS DROGAS E O COMPORTAMENTO COGNITIVO DEPRECIVOS SENTIMENTOS de inferioridade e ANGÚSTIA profunda, são alguns dos dados constatados em usuários de substâncias que causam alteração no SNC. ESTIMULANTES e ALUCINÒGENOS fatalmente terminam em sentimentos de DESESPERO e comumente levam ao SUICÍDIO ESTIMULANTES e ALUCINÒGENOS fatalmente terminam em sentimentos de DESESPERO e comumente levam ao SUICÍDIO
  9. 9. PROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.APROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.A
  10. 10. PROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.APROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.A F o r t e d e s e j o o u c o C o n s c i ê n c i a s u ógico de abstinência; Uso de substâncias psicoativas para atenuar sintomas de abstinência, com plena consciência da efetividade de tal estratégia;
  11. 11. PROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.APROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.A Negligência progressiva de prazeres e interesses outros em favor do uso de drogas; Persistência no uso de drogas, a despeito de apresentar clara evidência de manifestações danosas; Estreitamento do repertório pessoal de consumo, quando o indivíduo passa, por exemplo, a consumir droga em locais não propícios, a qualquer hora, sem nenhum motivo especial etc.; Evidência de tolerância, necessitando doses crescentes da substância requerida para alcançar os efeitos originalmente produzidos;
  12. 12. PROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.APROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.A Como Visão Integral De Assistência, o Programa oferece não apenas a oportunidade ao usuário de ABSTER-SE do uso mas também de, RECUPERAR-SE física, social e espiritualmente, e RESSOCIALIZAR-SE, tornando-se um PROFISSIONAL QUALIFICADO que recebe assistência INTEGRAL enquanto estiver fazendo parte do PROGRAMA. VISÃO INTEGRAL DE ASSISTÊNCIAVISÃO INTEGRAL DE ASSISTÊNCIA ASSISTÊNCIA INTEGRALASSISTÊNCIA INTEGRAL ESPIRITUALESPIRITUAL EDUCACIONALEDUCACIONAL PROFISSIONALPROFISSIONAL SOCIAL E CLÍNICASOCIAL E CLÍNICA
  13. 13. PROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.APROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.A O Programa de tratamento do Projeto V.I.D.A, é desenvolvido em TRÊS ETAPAS: ABSTINÊNCIA RECUPERAÇÃO REINTEGRAÇÃO
  14. 14. PROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.APROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.A ABSTINÊNCIA TECNICAS DE ABSTINÊNCIATECNICAS DE ABSTINÊNCIA TERAPIAS DE CONDICIONAMENTOTERAPIAS DE CONDICIONAMENTO ATIVIDADES MULTIDISCIPLINARESATIVIDADES MULTIDISCIPLINARES RECURSOSRECURSOS ALIMENTAÇÃOALIMENTAÇÃO ACONSELHAMENTO E ORIENTAÇÃO PSICOLÓGICAACONSELHAMENTO E ORIENTAÇÃO PSICOLÓGICA
  15. 15. PROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.APROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.A RECUPERAÇÃO PROGRAMA DE RECUPERAÇÃOPROGRAMA DE RECUPERAÇÃO TOTAL MUDANÇA DE COMPORTAMENTOTOTAL MUDANÇA DE COMPORTAMENTO REEDUCAÇÃO COMPORTAMENTALREEDUCAÇÃO COMPORTAMENTAL METODOLOGIAMETODOLOGIA DIVISÃO DO TEMPO (24 HORAS) EM TRÊS PARTES (8 HRAS)DIVISÃO DO TEMPO (24 HORAS) EM TRÊS PARTES (8 HRAS) ATIVIDADES QUE RECONDICIONAM O COMPORTAMENTOATIVIDADES QUE RECONDICIONAM O COMPORTAMENTO (DESPOJAR-SE E REVESTIR-SE – Col . 3)(DESPOJAR-SE E REVESTIR-SE – Col . 3)
  16. 16. PROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.APROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.A No Projeto V . I . D . A o Programa de tratamento divide-se em três etapas de atividades que são preenchidas com TRABALHO e ESTUDO
  17. 17. PROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.APROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.A
  18. 18. PROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.APROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.A REINTEGRAÇÃO  CURSOS PROFISIONALIZANTESCURSOS PROFISIONALIZANTES MÃO DE OBRA ESPECIALIZADA:MÃO DE OBRA ESPECIALIZADA: PARA A CONSTRUÇÃO CIVILPARA A CONSTRUÇÃO CIVIL PARA O SETOR DE HOTELARIAPARA O SETOR DE HOTELARIA PINTURA E TEXTURIZAÇÃOPINTURA E TEXTURIZAÇÃO COLOCADOR DE PISO , ETC.COLOCADOR DE PISO , ETC. AUXILIAR DE COZINHA - COPEIRO (A)AUXILIAR DE COZINHA - COPEIRO (A) CAMAREIRO (A), ETC.CAMAREIRO (A), ETC. PARA O SETOR DOMÉSTICOPARA O SETOR DOMÉSTICO DIARISTADIARISTA BABÁ, ETC.BABÁ, ETC.
  19. 19. PROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.APROGRAMA DE TRATAMENTO DO PROJETO V.I.D.A REINTEGRAÇÃO  PRESTAÇÃO DE SERVIÇOPRESTAÇÃO DE SERVIÇO MÃO DE OBRA ESPECIALIZADA:MÃO DE OBRA ESPECIALIZADA: TODOS que fazem parte do Programa, são Cadastrados em um Banco de Dados . Estes formam a EQUIPE DE PRESTAÇÂO DE SERVIÇO . Quando é solicitado o SERVIÇO por um síndico, por exemplo, a EQUIPE é enviada.  VANTAGENS :VANTAGENS : SEGURANÇA e ESTABILIDADESEGURANÇA e ESTABILIDADE PARA O ALUNOPARA O ALUNO Pois o Projeto V.I.D.A, oferece muitos benefícios a seus associados, exemplo: -Assistência Dentária e Clínica -Atendimento a Criança e ao Adolescente, etc. PARA QUEM CONTRATAPARA QUEM CONTRATA Pois tem uma INSTITUIÇÃO JURÍDICA responsabilizando-se por quaisquer contratempo, e que responde JUDICIALMENTE por cada um de seus serviços oferecidos.

×