Turma: GT220 Bruno Almeida,Jessica Ferreira, Larissa Martins, Luan Corrêa, Marianne Alves,Michael Corrêa, Pedro Igor Rosko...
.
• A coleção é constituída,em sua maioria, de obrasdo século XIX. Algumasdestas obras são deautores que vieram parao Brasil...
•Na coleção de Pintura Brasileirao destaque maior pertence aosegmento representativo doséculo XIX, que é o melhor doBrasil...
• A parcela mais antiga do acervo doMNBA, atualmente constituída por maisde 800 quadros que reúne obras em suagrande maior...
   A Biblioteca Nacional, também    chamada de Biblioteca Nacional    do Rio de Janeiro, é a    depositária do patrimônio...
Nova SedeFachada da BibliotecaNacionalAs obras para novaedificação da Bibliotecasomente se concretizaramem 1813, quando fo...
•A Casa França-Brasilé um dos principaisespaços culturais doRio de Janeiro. Desdea sua inauguração em1990, consolidou-seco...
• Inaugurado como sededa Associação Comercial,em 1906, sua rotundaabrigava o pregão daBolsa de FundosPúblicos. Na década d...
•É um dos principaismonumentosreligiosos da cidade.•A igreja, palco decasamentos dasociedade carioca,teve seu nomeassociad...
InteriorAs magníficas pinturas muraisno interior da Igreja foramencarregadas ao brasileiro JoãoZeferino da Costa, pintor e...
   A igreja da Candelária é uma das    principais obras artísticas do    século XIX brasileiro, pela    qualidade dos nom...
Apresentação GT220
Apresentação GT220
Apresentação GT220
Apresentação GT220
Apresentação GT220
Apresentação GT220
Apresentação GT220
Apresentação GT220
Apresentação GT220
Apresentação GT220
Apresentação GT220
Apresentação GT220
Apresentação GT220
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação GT220

466 visualizações

Publicada em

Trabalho do Rafael Silvestre. GT220

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
466
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
217
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação GT220

  1. 1. Turma: GT220 Bruno Almeida,Jessica Ferreira, Larissa Martins, Luan Corrêa, Marianne Alves,Michael Corrêa, Pedro Igor Roskopf, Raíra Gomes e Vitor Machado.
  2. 2. .
  3. 3. • A coleção é constituída,em sua maioria, de obrasdo século XIX. Algumasdestas obras são deautores que vieram parao Brasil e aqui seradicaram, como osirmãos Marc e ZépherinFerrez, integrantes daMissão Artística Francesaque chegou ao Rio deJaneiro em 1816. Entreoutros artistasencontram-serepresentados FerdinandPettrich, Louis Rochet,François Rude, AntonioTeixeira Lopes, EmileBourdelle e AugusteRodin.
  4. 4. •Na coleção de Pintura Brasileirao destaque maior pertence aosegmento representativo doséculo XIX, que é o melhor doBrasil. Todos os grandes artistasdo período estão representados:Vitor Meireles, Agostinho daMota, Pedro Américo, AlmeidaJúnior, Belmiro de Almeida,Rodolfo Amoedo, entre tantosoutros. O Museu possui tambémimportantes exemplares daprodução artística brasileira doséculo XX, ilustrada aqui porobras de Eliseu Visconti, Tarsilado Amaral, Alberto da VeigaGuignard e Candido Portinari.As pinturas aqui reproduzidascompreendem uma fraçãodiminuta das 2.200 peças quecompõem a coleção, que cobremais de dois séculos da pinturarealizada no Brasil.
  5. 5. • A parcela mais antiga do acervo doMNBA, atualmente constituída por maisde 800 quadros que reúne obras em suagrande maioria de artistas europeus. Estacoleção começou em 1808, com as obrastrazidas pela Corte Real Portuguesa queaportou no Brasil, e aumentou em 1816,com as 50 obras da Missão ArtísticaFrancesa são pinturas italianas,flamengas, holandesas e francesascriadas ao longo dos séculos XVI, XVII eXVIII. Citamos duas coleções em seuconjunto, um panorama: o barrocoitaliano, e outras pinturas de Assereto,Albani, Coccapani, Castello e Castiglione,o segundo conjunto oferece, obras-primas flamengas e holandesas, com aspinturas das famílias Teniers, Brueghel,Francken, Hondecoeter e Van Kessel. OMNBA conta também com o conjunto deoito quadros do holandês Frans Postl. Noséculo XX, considera-se relevante oelenco de obras impressionistas,incluindo uma tela de Alfred Sisley, tendoainda destaque as vinte pinturas dorenomado paisagista Louis EugèneBoudin.
  6. 6.  A Biblioteca Nacional, também chamada de Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, é a depositária do patrimônio bibliográfico e documental do Brasil, considerada pela UNESCO como a sétima biblioteca nacional do mundo e, também, é a maior biblioteca da América Latina. Entre suas várias responsabilidades incluem-se a de preservar, atualizar e divulgar uma coleção com mais de oito milhões de peças, que teve início com a chegada da Real Biblioteca de Portugal, ao Brasil e cresce constantemente, a partir de doações, aquisições e com o depósito legal.
  7. 7. Nova SedeFachada da BibliotecaNacionalAs obras para novaedificação da Bibliotecasomente se concretizaramem 1813, quando foitransferido o acervo.Enquanto o processo deinstalação dos livros, que seiniciou em 1810, estavaocorrendo a consulta aoacervo da Biblioteca jápodia ser realizada porestudiosos, medianteconsentimento régio e, em1814, após o término daorganização do acervo, aconsulta foi franqueada aopúblico.
  8. 8. •A Casa França-Brasilé um dos principaisespaços culturais doRio de Janeiro. Desdea sua inauguração em1990, consolidou-secomo um lugarprivilegiado para arealização deexposições,performances eapresentaçõesmusicais.
  9. 9. • Inaugurado como sededa Associação Comercial,em 1906, sua rotundaabrigava o pregão daBolsa de FundosPúblicos. Na década de20, passou a pertencerao Banco do Brasil, que oreformou para aberturade sua Sede. Esta funçãotornou o edifícioemblemático do mundofinanceiro nacional eduraria até 1960,quando cedeu lugar àAgência Centro do Rio deJaneiro e depois àAgência Primeiro deMarço, ainda ematividade
  10. 10. •É um dos principaismonumentosreligiosos da cidade.•A igreja, palco decasamentos dasociedade carioca,teve seu nomeassociado à chacinada Candelária, ummassacre de menoresde rua ocorrido namadrugada de 23 dejulho de 1993 que teverepercussãointernacional.
  11. 11. InteriorAs magníficas pinturas muraisno interior da Igreja foramencarregadas ao brasileiro JoãoZeferino da Costa, pintor eprofessor da Academia Imperialde Belas Artes, sendo essasconsideradas suas obras-primas.Zeferino contou com a ajuda deum estaleiro de bons pintorescomo Henrique Bernardelli,Oscar Pereira da Silva e oitaliano GiambattistaCastagneto, entre outros. Aspinturas se distribuem pelo tetodas naves, cúpula e capela-more foram realizadas entre 1880 eo final do século XIX.No teto da nave, há seis painéisque contam a história inicial daigreja da Candelária, desde aviagem dos fundadores até aprimeira sagração.
  12. 12.  A igreja da Candelária é uma das principais obras artísticas do século XIX brasileiro, pela qualidade dos nomes envolvidos, pela arquitetura neoclássica e pela decoração interna exuberante, em estilo misto neoclássico e eclético. A isso, se soma a bela fachada, obra-prima do século XVIII, que demonstra uma grande harmonia no contraste entre os trechos pintados de branco e o granito escuro carioca, além dos diferentes perfis de janelas, as duas torres e o frontão clássico.

×