Dicionario medico
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Dicionario medico

on

  • 10,618 visualizações

 

Estatísticas

Visualizações

Visualizações totais
10,618
Visualizações no SlideShare
10,618
Visualizações incorporadas
0

Actions

Curtidas
0
Downloads
71
Comentários
0

0 Incorporações 0

No embeds

Categorias

Carregar detalhes

Uploaded via as Adobe PDF

Direitos de uso

© Todos os direitos reservados

Report content

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
Publicar comentário
Editar seu comentário

Dicionario medico Dicionario medico Document Transcript

  • Palavra SignificadoÅUnidade angström; unidade de comprimento de onda, de radiações eletromagnéticas, igual a 10-7 mm.a, anPref. gr.: ausência ou negação (afasia, analgesia); - corruptela do pref. lat. ab (aversão)AASigla da instituição internacional dos Alcoólatras Anônimos.ãaAbreviatura latina que significa "de cada", usada para designar uma quantidade comum de vários componentesde uma formulação. Pronuncia-se "aná".abPref. lat.: negação ou separação (ablepsia, abaxial), aumento ou intensidade (absorver), movimento ou desvio(aborto).abacterianoIsento de bactérias; não-bacteriano.abactus venterParto prematuro, artificial; aborto induzido.abafaçãoDispnéia; falta de ar; período pré-menstrual (pop.).abafamentoDiminuição dos ruídos orgânicos, principalmente das bulhas cardíacas.abaixador de línguaInstrumento para abaixar a língua, no exame da garganta; abaixa-língua; cataglosso.abaladoQue sofreu abalo; deprimido.abalienaçãoDistúrbio mental.abaloReação; choque ou alteração produzida por medicamento ou estado patológico.abaloadoQue apresenta forma de balão; bojado.abapicalSituado na base ou na extremidade oposta do ápice.abarognosePerda da sensibilidade ao peso.abarticulaçãoDiartrose; deslocação.abarticularRelativo à abarticulação; que está fora da articulação.abartroseDiartrose.abasiaPerda parcial ou total da marcha, sem distúrbio da força muscular; em geral coincide com a incapacidade deficar de pé (astasia).
  • abastardarInferiorizar; degradar.abaterMatar animais; abaixar; deprimir.abatimentoDiminuição acentuada de sensações ou atos dependentes da ação nervosa: movimento, sensações,entendimento, afecções e instintos, ligados a influências físicas ou morais muito intensas, prolongadas ounocivas que atuam sobre o sistema nervoso central.abatistaTrépano de ponta cônica, e que não perfura o cérebro.abaxialFora do eixo do corpo, ou da linha considerada como eixo de um órgão.abcedadoQue se refere à inflamação transformada em abscesso; abscedado.abdomeVentre, parte inferior do tronco. É uma cavidade localizada entre o tórax e a bacia (pelve). Superiormente, oabdome está separado do tórax pelo diafragma. Inferiormente, confina-se com a bacia, geralmente descritacomo uma cavidade separada, apesar de seabdome agudoAfecção aguda do peritônio ou de um órgão ou estrutura, localizada no abdome, que exige imediata intervençãocirúrgica.abdominalizaçãoMétodo cirúrgico com o objetivo de aliviar o trabalho cardíaco na angina do peito: divisão do diafragma na zonatendinosa e remoção, com isso, da pressão negativa na cavidade torácica.abdominocentesePunção do abdome, para esvaziar líquido ou pus.abdominosoQue tem abdome volumoso.abduçãoMovimento que afasta um membro do plano mediano que divide o corpo em duas metades semelhantes ousimétricas; antônimo de adução.abducenteRelativo à abdução; que realiza a abdução; abdutor.abduzirMover afastando do eixo do corpo.abentéricoSituado fora do intestino.abepitimiaInapetência aos instintos somáticos: fome, sede, apetite sexual e outros.aberraçãoDesvio ou irregularidade de aspecto, estrutura, atividade de órgão ou exercício de uma função.aberração cromáticaFadiga experimentada pelo olho, mesmo pelo olho normal, quando procura fixar atentamente varios objetos decores diferentes, simultâneamente. Deriva dos diferentes índices de refração das cores do espectro, que formamseus focos em pontos diferentes do eiaberrante
  • Que se desvia do padrão ou caminhos normais.aberturaOrifício de passagem de cavidade ou comunicações.abetalipoproteinemiaEstado de carência de betalipoproteínas no soro.abiatropiaEstado patológico com morte de certas partes, como calvície precoce, atrofia muscular primária, etc. .abiocenoHábitat onde não se encontram seres vivos.abiofiliaCrueldade para com os seres vivos.abiogêneseAusência de formação de vida; geração espontânea.abiologiaEstudo dos corpos inorgânicos.abioseAusência ou deficiência de vida.abiotoO mesmo que cicuta.abirritaçãoDiminuição da resposta a um estímulo; atonia.abirritanteQue diminui a irritação.abissalRelativo a abismos ou lugares situados entre 2.000 e 5.000 m de profundidade oceânica.abjunçãoSeparação.ablaçãoRemoção de uma estrutura como um pólipo, um tumor, parte de um órgão, de um membro por amputação,excisão, etc.; avulsão.ablactaçãoDesmame da criança; cessação da secreção láctea.ablactenteQue está no fim da lactação, entre 1 e 2 anos de idade.ablastêmicoQue não germina; que não apresenta folhas.ablásticoQue não se desenvolveu.ablefariaAusência de pálpebra.ablepsiaCegueira; perda da visão.ablépticoCego.
  • abluçãoLavagem, ducha; banho; ato ou efeito de abluir.abluenteDiluente, limpador, detergente.ABO, sistemaClassificação dos grupos sangüíneos (A, B, AB, O).aboliçãoSupressão de atividades funcionais.aboralOposto à boca; longe da boca.aborsoVentre que abortou; aborto.abortamentoAto ou fenômeno de abortar; expulsão do embrião ou feto.abortandaMulher que sofreu aborto; ou na iminência de aborto.abortarDar à luz antes do termo da gestação; expulsar feto inviável, prematuramente.abortoFeto de menos de 500 g na ocasião da expulsão do útero, sem possibilidade de sobreviver; ação ou fenômenode abortar.abraquiaAusência ou falta congênita de braços.abrasãoEscoriação da pele ou de uma superfície mucosa, devido a qualquer ação mecânica (atrito, raspagem); ação deraspar, raspagem.abreugrafiaRadiografia do tórax, introduzida pelo radiologista brasileiro Manoel de Abreu (1894-1962) para a profilaxia emmassa da tuberculose pulmonar. Consiste em tirar radiografia de 70 mm, em série, por meio de máquinafotográfica adaptada ao aparelho de raiosabscessoColeção localizada de pus; pus acumulado numa cavidade formada nos tecidos ou num órgão cavitário, devido aprocesso inflamatório.abscissaUma das coordenadas, geralmente a horizontal, que define a posição de um ponto sobre um plano, utilizadapara exprimir, em gráficos ou curvas, a evolução ou os dados de um fenômeno qualquer.absintismoIntoxicação pelo uso ou abuso de absinto.absintoFolhas e raízes de Artemisa absinthium, planta dotada de ação excitante estomacal, estimulante cardíaca eanti-helmíntica.absolutoIsento de combinações; que é perfeitamente puro; isento de água.absorçãoCaptação e assimilação de substâncias pelo sangue, linfa, mucosas e pele.
  • abstêmioQue não toma bebidas alcoólicas.abstergerLimpar úlceras, chagas ou feridas; limpar; purificar.abstinênciaAto de se abster; renúncia; privação.abstraçãoAto ou efeito de abstrair ou separar uma coisa de outra; alheamento de espírito.abstratoQue resulta de abstração; que está distraído; absorto; indiferente.abuliaAlteração patológica caracterizada por diminuição ou supressão da vontade.abusus coeundiExcesso de relações sexuais.academiaSede onde se reúnem sábios, pro-fissionais de cultura, para ensinar e discutir assuntos. Origina-se deAkademus, personagem grego em cujos jardins Platão se reunia com seus discípulos.acalásiaAusência de relaxamento dos esfíncteres.acalmiaPeríodo de repouso intercalado en-tre períodos de agitação ou exacerbação de um estado mórbido.acampsiaRigidez ou dureza de uma articulação ou órgão.acantáceoEspinhoso; que possui espinhos; acantino.acantinoEspinhoso.acantoDo gr. ákantha; espinha, espinho (acantocéfalo, acantoma, hexacanto).acantocéfaloQue tem a extremidade anterior do corpo armada de espinhos; helminto de corpo alongado, mais ou menoscilíndrico ou achatado, revestido por cutícula espessada com pregas transversas e desprovido de tubo digestivo;parasito do rato e do porco e, acidentalmacantoseHipertrofia ou espessamento da camada de células espiculadas da pele.ação catalíticaProcesso de mudança na ve-locidade de uma reação química por uma substância que permanece quimicamenteinalterada durante toda a reação. A velocidade pode tanto ser aumentada como diminuída.acapniaDiminuição da taxa de dióxido de carbono (CO2) no sangue.ácaroGênero de aracnídeos parasitos, produtores e transmissores de doenças ao homem e aos animais. Apresentama cabeça reunida ao tórax e não possuem antenas. O abdome é desprovido de membros. Os adultos possuemoito patas e as larvas seis.acarpoQue não tem fruto.
  • acatáposeImpossibilidade de engolir.acatisiaImpossibilidade psicogênica de se sentar. Psicose caracterizada pelo medo de permanecer sentado.acefaliaAusência de cabeça.acessoAtaque; início abrupto de uma doença ou crise.acetábuloCavidade do osso ilíaco onde se articula a cabeça do fêmur.achaqueExpressão antiga de falta ou defeito físico ou moral; alteração da saúde; doença. Expressão popular muitoempregada para os sofrimentos que se prolongam ou repetem amiúde, como enxaqueca, reumatismo crônico,asma, dismenorréia, etc. .acidezQualidade das substâncias que dão impressão picante e acre ao gosto; excesso de teor ácido; propriedade deum corpo libertar íons H.ácidoSubstância que na presença da água fornece exclusivamente como cátion (íon positivo) o hidrogênio (H).ácido graxoUma das cinco classes das gorduras ou lipídios. Estes ácidos diferenciam-se entre si em face de suascaracterísticas químicas; são chamados de saturados quando apresentam uma ligação molecular simples; deinsaturados quando apresentam uma ligação moleculaacidófilosQue têm afinidade para os corantes ácidos; que se cora facilmente pelos corantes ácidos; organismos que sedesenvolvem bem no meio ácido.ácido-resistentesDiz-se dos germes que, uma vez corados em laboratório, não perdem a cor sob a ação dos ácidos.acidosePerturbação do equilíbrio ácido-básico, produzida pelo aumento absoluto ou relativo de ácidos nos líquidos doorganismo. A acidose pode ser provocada por: a) produção excessiva de ácidos no organismo; b) acúmulo deácidos, normalmente formados no organismaciesiaEsterilidade na mulher; infecundidade feminina.acinoDo gr. ákinos, cacho-de-uva (acinoso).ácinoCacho; fundo do saco de uma glândula; conjunto de células que formam lobos de glândulas secretoras.aclidePequena opacidade na córnea; leucoma.aclídioQue não possui clavícula.aclinadoRelativo a dentes do maxilar superior que se apóiam lateralmente nos do maxilar inferior.aclis, acluoDo gr. achlys, névoa (áclis, acluofobia).
  • acloridriaAusência de ácido clorídrico no suco gástrico; anacloridria.acmaDo gr. akmé, ponta, vértice, cume (menacma).acmeO máximo de um fenômeno; crise ou fase crítica de uma doença.acmestesiaSensação aguda de picada na pele.acmonDo gr. ákmon, bigorna (acmonectomia).acneEspinha, erupção papular, pustulosa ou nodular, resultante da inflamação das estruturas pilossebáceas.acnemiaAusência congênita de pernas.acnitePequeno tumor da pele.acoDo gr. ákos, remédio (acognosia, panacéia).acoasmaAlucinação auditiva indiferenciada; ruídos, sons elementares.acoliaSupressão ou interrupção da secreção da bílis.acraseV.acratoacratoDo gr. akratés, débil, sem força (acraturese, copracrasia).acrePicante; azedo; sabor forte.acriV. agri.acriboDo gr. akribón, executar com exatidão (acribomania).acridezQualidade do que é ácido.acridodo gr. akris, akridos, gafanhoto (acridofagia).acriniaAusência de secreção.acroTermo que indica alto, extremidade ou ponta.acroDo gr. ákros ou ákron, extremo ou extremidade, ponta, cume (acrostesia, acrofobia, acromegalia).acroase
  • Do gr. akroásis, ação de ouvir (anacroasia).acrobisteDo gr. akrobystia, prepúcio (acrobistite, acrobistiólito).acrobistiaPrepúcio; operação de circuncisão.acrodontiaPosição de dentes diretamente soldados na borda superior dos maxilares, ao invés de nos alvéolos.acrofobiaMedo de altura.acrogeriaEstado mórbido caracterizado por envelhecimento prematuro da pele das mãos e dos pés.acromegaliaAfecção provocada pela hiperfunção da hipófise e caracterizada pelo aumento dos ossos e partes moles dosmembros e da face.acromiaDiminuição ou ausência da pigmentação normal da pele.acromia congênitaAlbinismo.acrônfaloPorção do cordão umbilical que fi-ca presa ao feto após o nascimento.acropatiaQualquer doença nas extremidades.acrotiaAusência de pulso.ACTHAbreviação do inglês adrenocorticotrophic hormone (hormônio adrenocorticotrófico); hormônio da hipófise.actinoDo gr. aktís, aktínos, raio de sol (actiniforme, actinodermite).acuDo lat. acus, agulha (acupuntura); - do gr. akoúo, escutar (acufênio).acúfenoToda sensação auditiva que não resulta de estímulo exterior ao organismo; zumbido.acuidadeGrande sensibilidade dos órgãos dos sentidos.aculálioAparelho com que se ensinavam os surdos-mudos a falar.acúmulo de medicamentosFenômeno resultante da somação de doses sucessivas que se verifica quando o medicamento permanece noorganismo durante um período de tempo mais ou menos longo, porque a sua eliminação é lenta. O acúmulodepende exclusivamente da eliminação lenta do medicaacupunturaMétodo terapêutico usado há milênios pelos chineses e japoneses, e que consiste na introdução de agulhasmuito finas em pontos cutâneos precisos, para tratamento de certas perturbações funcionais ou para aliviardores.acurácia
  • A ausência relativa de erro na estimativa de um parâmetro. É o grau em que uma medida representa o valorverdadeiro do efeito medido.adPref. lat.: em direção a, próximo de, junto de (adrenal, adsorção, adventício).adamantoDo gr. adámas, adámantos, diamante (adamantino, adamantoma).adeDo gr. áden, bastante, abundantemente (adefagia).adefagiaVoracidade; bulimia; apetite insaciável; gula.adejarMover as asas para se manter em equilíbrio no ar; bater a(s) asa(s).adelfoIgual; da mesma geração; unido.adelfoDo gr. adelphós, irmão (adelfia, deradelfia).adeloDo gr. ádelos, obscuro, indefinido, oculto (adelomorfo).ademanesMovimentos (principalmente das mãos) para exprimir idéias; acenos, gestos, sinais, trejeitos afetados eamaneirados.aden, adenoDo gr. adén, adénos, gânglio, glândula (adenoma, adenopatia, linfadenite).adeniteInflamação ou ingurgitamento de uma glândula ou gânglio linfático.adenóideSemelhante à glândula.adenóides, vegetaçõesEstruturas de tecido linfóide normalmente presentes na nasofaringe das crianças e chamadas de tonsilasfaríngeas.adenomaTumor, geralmente benigno, formado pela proliferação dos elementos próprios de uma glândula.adenopatiaDoença de glândulas ou de gânglios linfáticos.aderênciaBrida; sinéquia; união viciosa - principalmente por tecido conjuntivo - de órgãos ou superfícies, oriunda defenômenos inflamatórios ou alterações degenerativas.adesãoDiz-se do grau em que os pacientes seguem a orientação/tratamento instituído pelo médico-assistente;"compliance" (em inglês).adesividadePropriedade das membranas celulares se prenderem umas às outras.adesmiaSeparação congênita de partes normalmente unidas.adiadococinesia
  • Impossibilidade de execução de movimentos simples mas alternados ou sucessivos, na lesão cerebelar.adiaforeseSupressão ou deficiência de transpiração.adiaforiaFalta de resposta a estímulos; indiferença; neutralidade.adinamiaEstado de prostração física e/ou moral; debilidade geral, falta de forças, astenia extrema.adipoTermo que indica relação com gordura.adipoDo lat. adipe, gordura (adipoma, adipectomia).adiposidadeExcesso de gordura, obesidade, adipose.adipsiaFalta de sede; rejeição anormal de bebidas.aditivoSubstância adicionada a uma solução para aumentar, diminuir ou eliminar determinadas características, visandoà conservação, melhoria da tolerabilidade ao paladar, uniformidade, estabilidade e aspecto estético dapreparação farmacêutica.adjutórioQue ajuda; laxante (pop.).adjuvanteQue ajuda, que presta auxílio; medicamento ou medicação auxiliar.ADNAbreviação de ácido desoxirribonucléico; DNA.adnatoLigado a alguma coisa de que faz ou parece fazer parte.adolescênciaPeríodo da vida humana que sucede à infância, começa com a puberdade e se caracteriza por uma série demudanças físicas e psicológicas, estendendo-se, aproximadamente, dos 12 aos 20 anos.adolescenteDiz-se daquele que se encontra na adolescência, advindo do verbo latino alescere (alimentar); diz-se assimporque o jovem ainda recebe, enquanto cresce, o alimento fornecido pelos pais; sinônimo de jovem ou efebo; damesma raiz o verbo adolescer, que é oadrenalinaSubstância produzida pela camada medular da cápsula supra-renal, também chamada epinefrina, supra-renina eadnefrina.adsorçãoFenômeno físico pelo qual uma su-bstância é retida na superfície de outra (adsorvente). Não há penetração parao interior (o que seria absorção).adstringenteQue aperta; estíptico, que prende, que provoca constrição, que paralisa a cinética da musculatura lisa.aduçãoMovimento de aproximação de membro, ou parte do membro, do eixo do corpo; antônimo de abdução.aduncoCurvo ou recurvado; em forma de garra ou gancho.
  • adunco, narizNariz aquilino, como o bico da águia.adustãoCalor excessivo; calcinação; cauterização.adventíciaMembrana ou camada externa da parede arterial.adventícioEstrangeiro; acidental ou adquirido; não-natural.aeroDo gr. aér, aéros, ou lat. aere, ar, vento (aerofagia, anaeróbio).aeróbioQue tem necessidade do oxigênio livre do ar para viver. Em geral refere-se a microrganismos.aerobionteOrganismo aeróbio.aerocoliaAcúmulo de gases no colo, distendendo-o.aerofagiaHábito de deglutir o ar, que surge em algumas pessoas, especialmente as que sofrem de dispepsia ou de certosestados ansiosos.aerogastriaExistência de ar ou gases no estômago.aeroseProdução de gases nos tecidos ou órgãos.aerossolMistura que contém partículas sólidas ou líquidas muito pequenas (diâmetro menor ou igual a 0,001 mm)dispersas num meio gasoso; nebulizador; aerosol.afagiaPerda da capacidade de deglutir.afasiaPerda do poder de expressão pela fala, pela escrita ou pela sinalização, ou da capacidade de compreensão dapalavra escrita ou falada, por lesão cerebral e sem alteração dos órgãos vocais.afeV. hafe.afecçãoDoença, moléstia, enfermidade; qualquer condição patológica.afemiaPerda do poder de expressão pela fala devido a lesão cerebral.aferenteCentrípeto; que converge para o centro.aféreseExpulsão de líquido de uma parte sólida ou semi-sólida; ablação; retirada da parte supérflua.aferirConferir ou ajustar pesos, medidas, etc. com os respectivos padrões; padronizar.afetividade
  • Capacidade individual de experimentar emoções, paixões e sentimentos.afetivoIndivíduo sensível, que experimenta e demonstra com intensidade as emoções e os sentimentos.afetoAfeição; simpatia; amizade; amor.afinidadeAtração; pendor; atração entre as energias químicas dos corpos.aflitoAgoniado; angustiado.aflorarTocar de leve a superfície; vir à superfície; aparecer na superfície da pele e da mucosa.afluirConvergir; vir em grande quantidade.afluxoAto de afluir; afluência; fluxo; aumento de um líquido, particularmente san-gue, em determinada região.afogamentoAsfixia por imersão.afogamento, reflexo doMecanismo da morte por asfixia, em que a aspiração de água provoca, no vestíbulo laringotraqueal, um reflexocentrípeto, que vai ao diencéfalo e deste volta ao centro respiratório bulbar, determinando a asfixia, que nãoseria provocada pela água nos pulmõafoniaPerda da voz.afônicoRelativo à afonia; sem voz.afonogeliaIncapacidade de dar risada alta.aforeseFalta de secreção sudoral.aforiaAgenesia; esterilidade.aforismoSentença; proposição.afosiaSensação visual subjetiva devido à interrupção ou falta de raios luminosos.afrasiaPerturbações da linguagem em que o paciente pronuncia palavras soltas, ou incapacidade de formar frases porinferioridade mental (não confundir com afasia); mutismo; mutacismo.afreniaInsanidade; demência.afrodisiaDesejo sexual, especialmente excessivo ou mórbido, também chamado de satiríase, no homem, e ninfomania namulher. O termo advém de Afrodite, originariamente deusa do desejo feminino, força primordial de todo ouniverso; depois, deusa da beleza, do amor, dafrodisíaco
  • Que aumenta ou excita o desejo sexual.afronesiaDemência; loucura.afrontaçãoDispnéia; falta de ar; particularmente dispnéia de esforço; sufocação.aftaEstomatite com formação de úlceras que geralmente acomete a mucosa da boca.aftongiaAfasia devido a espasmos dos músculos da fala ou da língua.aftosa, febreDoença contagiosa provocada por um vírus que ataca certos animais de casco aberto e pode ser transmitida aohomem através do leite e outros produtos contaminados. As lesões vesiculosas geralmente se localizam na bocae na mucosa dos animais. É de caráteraftoseEstado mórbido caracterizado pela presença de aftas.afusãoAspersão de água sobre parte do corpo, a fim de diminuir a temperatura; ato de derramar líquidos.agadanharUnhar; arranhar; ferir com a unha.agalactiaFalta de secreção láctea da glândula mamária; agalactose.agalhaO mesmo que amígdala.agamaglobulinemiaRedução ou falta de gamaglobulinas no sangue encontrada em indivíduos sujeitos a infecções e que não seimunizam com vacinação.agamiaReprodução sem congresso sexual.agamogoniaGeração que se realiza sem copulação; esquizogonia.agangliônicoCaracterizado pela ausência de gânglios ou células gangliais.agapaxiaEspera ansiosa de determinado acontecimento.ágarGelose, cola do Japão; substância gelatinosa preparada a partir de algas marinhas; é usada como meio decultura nos laboratórios de bacteriologia; pode ser empregada também na prisão-de-ventre, como medicamento;ágar-ágar.agaroforeseO mesmo que eletroforese, com emprego de ágar gelatinoso como meio de suporte.agarolíticoCapaz de dissolver o ágar; propriedade de bactérias do solo, e principalmente das águas de pântanos, lagunas eáguas-marinhas, de vários gêneros.agastriaAusência de estômago.
  • ágataSílica natural, de que se fazem grais e outros utensílios usados em laboratório, por ser material muito duro einatacável.agatanharArranhar; unhar.ageliaAusência total do riso.agenesiaDesenvolvimento incompleto ou ausência congênita de qualquer órgão ou parte do corpo.agênioNeutro; sem sexo.agenitalismoDeficiência de secreção testicular ou ovariana, encontrada em pessoas castradas; eunuquismo.ágenoQue não produz; que sofre de agenesia.agenteQue opera ou exerce alguma ação; capaz de atuar sobre o organismo.agerasiaVelhice com aparência de juventude; velhice sem doenças próprias da idade avançada.ageusiaDeficiência ou ausência do sentido do gosto.áginoSem aparelho reprodutor feminino.agiriaAusência de giro ou circunvolução.agitaçãoAtividade motora exagerada, com excitação ou confusão mental.agitanteQue produz agitação.agitante, paralisiaDoença de Parkinson.agitofasiaDeficiência na percepção; incompreensão de sensações; rapidez excessiva na fala, em que as palavras ousílabas são omitidas inconscientemente, ou são pronunciadas de modo imperfeito.agitografiaEscrita excessivamente rápida, com omissão inconsciente de palavras ou de frases.agitolaliaDeformação, atropelamento, confusão ou tartamudeio da linguagem nos estados de agitação; forma de dislalia;o mesmo que agitofasia.aglaucopsiaIncapacidade para perceber a cor verde-mar.agliaCicatriz branca na córnea.aglicosúriaAusência de glicose na urina.
  • aglobuliaDiminuição da taxa de glóbulos vermelhos.aglossiaAusência congênita da língua.aglutiçãoIncapacidade de engolir.aglutinaçãoAderência entre as pequenas partículas existentes num líquido; unir; reunir, ligar.aglutininaAnticorpo que provoca aglutinação.aglutinogênioSubstância que atua como antígeno, estimulando a produção de aglutinina.aglutinoscópioAparelho de iluminação destinado a facilitar a verificação da aglutinação.agmaFratura.agma, agmatoDo gr. ágma, agmátos, fratura fragmento (agmatologia).agmatologiaConjunto de conhecimentos sobre fraturas.agminadoReunido em grande número; agregado.agnatiaAusência congênita de maxilar inferior.agnosiaPerda da capacidade de reconhecer as características dos objetos por meio dos sentidos: tato, gosto, olfato,visão e audição.agnosticismoPosição metodológica pela qual só se aceita como objetivamente verdadeira uma proposição que tenhaevidência lógica satisfatória; atitude que considera fútil a Metafísica.agnósticoSectário do agnosticismo.agogoDo gr. agogós, o que conduz (colagogo).agonádicoDesprovido de gônadas; relativo à ausência de glândulas sexuais.agonfoQue apresenta dentes não implantados.agonfoseEstado em que os dentes são frouxos; ausência de dentes.agoniaÂnsia; dor intensa; grande sofrimento; estado próximo à morte; mas o seu sentido legítimo é luta. Ela é uma lutacontra a morte. O termo deriva de agon - a sua raiz - que se refere a tudo que é jogo, disputa, abrangendo osjogos públicos píticos e olímpic
  • agonistaSinérgico, que atua de modo semelhante.agoraDo gr. agorá, praça, assembléia (agorafobia).agorafobiaSensação de medo de estar só em espaço aberto.agraDo gr. ágra, ataque, presa (podagra, anconagra).agrafeGrampo fixador metálico, para aproximar lábios de ferimentos ou cortes superficiais; usado em cirurgia.agrafiaIncapacidade de exprimir os pensamentos pela escrita.agramatismoIncapacidade de pronunciar palavras com o seu significado correto; vício de pronúncia em que há omissão deuma ou várias letras da palavra.agramatofasiaAfasia mista, com tartumudeio.agranulocitoseAfecção aguda que se caracteriza por uma grande redução do número de leucócitos, especialmente dospolimorfonucleares ou granulócitos, acompanhada por febre e lesões ulceradas da garganta e da boca;leucopenia maligna ou perniciosa.agregaçãoAto ou efeito de agregar; aproximação; junção.agressividadeDisposição para condutas hostis, destrutivas, fixada e alimentada por experiências frustradas.agri, agroDo gr. agros, ou lat. ager, agris, campo (agromania); - do lat. acer, acris, azedo, ácido (agridoce ou acre-doce).ágriaErupção cutânea, localizada principal-mente nas extremidades, antigamente atribuída ao ácido úrico, e hojeatribuída à alergia micótica.agrioDo gr. ágrios, feroz, selvagem, cruel (agriotimia).agriotimiaFerocidade; insânia; furor maníaco.agripaQue nasce por apresentação podálica.agripino, partoDiz-se do parto em que a criança apresenta primeiro os pés.agripniaInsônia.agripnoDo gr. ágrypnos, vigilante, que não pode dormir (agripnia, agripnocoma).agripnóticoQue provoca insônia.agro
  • V. agri.agromaniaDistúrbio psiquiátrico em que há tendência à solidão ou a perambular pelo campo, quase sempre como sintomade esquizofrenia.águaSubstância líquida, inodora, insípida, chamada protóxido de hidrogênio, ou óxido hidrogenoso, de fórmulaquímica H2O.água de alibourSolução de sulfato de cobre e zinco, alcanforada, usada das inflamações cutâneas.água destiladaÁgua isenta de sais minerais, a menos de traços, obtida por destilação.água do joelhoUrina (pop.).água mineralÁgua natural potável, com apreciável quantidade de sais minerais (no mínimo um grama por litro, sem contar ossais carbonáticos que lhe dão valor terapêutico).água na barrigaAscite (pop.).água naturalÁgua existente na natureza em rios, lagos, fontes, na chuva, etc., contendo em geral sais e gases dissolvidos oumatéria insolúvel em suspensão.água no coraçãoDerrame pericárdico (pop.).água oxigenadaPeróxido de hidrogênio; líquido incolor, de composição química diferente da água comum (H2O) por conter namolécula dois átomos de oxigênio (H2O2). Tem a propriedade de liberar oxigênio facilmente, o que torna a H2O2muito útil como anti-séptico, desodoriágua pesadaÁgua que contém hidrogênio pesado (deutério), em lugar de hidrogênio comum. É usada nos reatores nuclearescomo moderador de neutrons; também chamada óxido de deutério.água potávelA que é conveniente ao consumo humano, isenta de quantidades apreciáveis de sais minerais ou demicrorganismos nocivos.água sanitáriaComposto clorado que se usa como descorante e desodorante.água termalÁgua medicinal cuja temperatura normal excede a do ambiente onde se encontra.água vegetomineralSolução medicamentosa adstringente que tem por base o acetato de chumbo.aguadilhaDiarréia, corrimento de líquido com a consistência de água (pop.).aguarAto de apresentar alterações conseqüentes a um desejo ou prazer não satisfeito; diluir; tornar menosconcentrados os líquidos, alimentos, etc. .aguardenteDestilado de soluções açucaradas, fermentadas por microrganismos (levedos e bactérias) em que o açúcar édecomposto em álcool, CO2 e outros corpos.
  • aguda, doençaDoença que apresenta curso grave e curto.agudezaQualidade do que é cortante ou agudo.agudoPonteagudo; que apresenta extremidade afiada; que apresenta intensidade máxima ou grave.aguilhoadaDor forte e súbita sob a forma de picada.agulhaInstrumento de ponta fina e base perfurada, que serve para passar fios de costura.agulha de injeçãoTubo perfurado com extremidade em bisel, e base ou canhão adaptável à extremidade de uma seringa deinjeção.agulha de suturaAgulha curva, provida de orifício e acanaladura, por onde se coloca o fio da sutura.agulhadaSensação de picada, como a que resulta de penetração de agulha.aicmoV. ecmo.aidéticoDiz-se daquele que contraiu a Síndrome da Deficiência Imunológica Adquirida, ou AIDS.AIDSSigla de "Acquired Immunological Deficiency Syndrome", ou Síndrome de Deficiência Imunológica Adquirida.ailuroV. eluro.ailurofobiaMedo mórbido de gatos; elurofobia.ailuronicoseDoença da arranhadura do gato, provocada por vírus.ainhumAfecção particular à raça negra, caracterizada pela formação de anel escleroso em torno dos dedos do pé,principalmente o quinto, o qual é progressivamente estrangulado, e torna-se globoso, acabando por se destacar.alaDo lat. ala, asa (alar, aliforme).aladoQue tem asas; que apresenta forma de asa.alaliaMutismo devido à paralisia ou defeito dos órgãos vocais.álaloQue tem impossibilidade de falar.alambiqueDispositivo com retorta ou capitel ligado a uma serpentina, usado para destilação.alantíaseIntoxicação em conseqüência de ingestão de salsicha, conservas, etc., que contenham toxinas do Clostridiumbotulinum; botulismo.
  • alantoDo gr. allâs, allântos (alantóide, alantíase).alantóideDivertículo tubular da parte posterior do saco vitelino do embrião.alassoterapiaMétodo terapêutico em que se procura modificar as condições biológicas do organismo.alastrimDoença febril, eruptiva, contagiosa e epidêmica; forma atenuada da varíola.albicanteEsbranquiçado; branquejante; brancacento.albinismoAnomalia congênita que se caracteriza pela ausência total ou parcial do pigmento da pele, dos pêlos, íris ecoróide.alboDo lat. albus, branco (albino, albinúria).albugemFormação de mancha branca nas unhas.albugíneaCamada fibrosa, brancacenta, que recobre os testículos, também chamada "túnica albugínea".albugoOpacidade da córnea por deposição gordurosa ou leucoma.albuminaProteína que existe em quase todos os tecidos animais e vegetais; a clara do ovo é constituída em grande partede albumina.albuminúriaPresença de albumina na urina; visto que normalmente a urina não contém albumina. Suas principais causassão: doença renal, insuficiência cardíaca, febre, casos graves de anemia, drogas e venenos (chumbo, mercúrio,quinina).albumoptisePresença de albumina no escarro.alcalescenteQue possui a capacidade de alcalinizar ou de neutralizar a acidez; alcalinizante.alcalina, reservaTeor de componentes sangüíneos capazes de neutralizar ácidos (bicarbonato de sódio, fosfato de potássio,proteínas).alcalina, substânciaBase; substância que na presença de água fornece como ânion (íon negativo) exclusivamente OH (hidroxila).alcalinidadeQualidade de alcalino (básico).alcalinoRelativo à álcali; medicamento que tem por base bicarbonato de sódio ou metais alcalinos.alcalóidesSubstâncias encontradas em várias plantas. Geralmente são empregados com fins terapêuticos, como aatropina, cocaína, morfina, codeína, papaverina, nicotina, quinina, estricnina e outras. Existem tambémalcalóides artificiais, resultantes de síntese quími
  • alcalosePerturbação do equilíbrio ácido-básico, produzida pelo aumento absoluto ou relativo de substâncias alcalinas(bases) no organismo. Pode ser provocada por: a) diminuição da produção de ácidos no organismo; b) perda deácidos pelos líquidos corpóreos; c) inalçamentoRetirada de colônias bacterianas crescidas sobre placas de isolamento, para outros meios de cultivo.alcatrãoSubstância obtida na destilação do pinheiro ou hulha.alcatroarCobrir, untar ou pintar com alcatrão.alciformeQue apresenta forma de alça.álcoolLíquido incolor, volátil, com cheiro e sabor característicos, obtido por fermentação de substâncias açucaradas ouamiláceas, ou mediante processos sintéticos, utilizado com larga faixa de propósitos; composto orgânico quecontém pelo menos uma hidroxila (alcoólatraPessoa que se entrega ao alcoolismo, viciada na ingestão de bebidas alcoólicas.Alcoólatras AnônimosInstituição internacional fundada em 1935, em Akron, Ohio, Estados Unidos, com a sigla AA. É uma comunidadede homens e mulheres que compartilham suas experiências e se ajudam mutuamente com o objetivo de serecuperarem do alcoolismo. A condição única paralcoolismoEstado patológico decorrente do abuso de bebidas alcoólicas.aldosteronaHormônio do córtex da supra-renal. Tem ação sobre o metabolismo inorgânico (sais minerais e H2O),promovendo retenção de sódio, cloro e água e excreção de potássio.aleatórioDependente de fatores incertos, sujeito ao acaso; casual, fortuito.aleijadoQue tem algum defeito físico.aleitamentoAmamentação; alactamento.aleloO que ocupa o mesmo lugar que o outro; uma das formas alternativas de um gene que ocupa determinado lócusdo cromosoma.aleloDo gr. allélon, uns aos outros (alelomorfo, alelotaxia).alelopatiaInfluência patogênica de um serviço sobre outro.alelotaxeDesenvolvimento de um órgão a partir de várias estruturas embrionárias.alentecerTornar-se lento, vagaroso.alenteseIntrodução de substância estranha no organismo.
  • aleoseModificação no caráter de uma doença; recuperação de doença; convales-cença.alérgenoNome dado a qualquer substância, geralmente uma proteína, que introduzida no organismo o tornasupersensível ou alérgico a ela.alergiaSensibilidade exagerada do indivíduo a determinadas substâncias ou a agentes físicos que se mostram inócuosem iguais quantidades e condições para a maioria dos indivíduos da mesma espécie. Esse termo engloba todosos tipos de hipersensibilidade humana (aalergoseDoença alérgica.alertaTransição de um estado de passividade a outro de atividade; vigília; vigilância; precaução.alestesiaSensação de toque experimentada em lugar afastado do ponto tocado.aletiaImpossibilidade de esquecer.aletoDo gr. alétes, errante (aletócito).aleucemiaAusência ou deficiência de leucócitos no sangue.aleuroDo gr. áleuron, farinha (aleurona).alexetérioContraveneno; antídoto.alexiaIncapacidade de ler devido a lesão cerebral.alexinaCorpo termolábil inespecífico, que se fixa no complemento para a lise celular ou de bactérias.alexoDo gr. aléxo, defender-se, preservar (alexócito, alexina).alfa1a letra do alfabeto grego, correspondente ao a (alfa-tocoferol).alfoPsoríase.alfoDo gr. alphós, branco (alfose).alfodermiaAusência de pigmentação da pele; acromatose.algáliaSonda oca para retirar urina ou examinar cálculos na bexiga.algedoDores na região vesical, nos testículos e ânus.algedônicoQue causa dor e prazer ao mesmo tempo.
  • algesiaSensibilidade à dor.algiaDor.algiaDo gr. álgos, dor (analgesia, colecistalgia, antálgico).álgicoRelativo à dor; produzido por excitação dolorosa.alginureseMicção dolorosa.algofobiaMedo mórbido de dores físicas.algogeniaProdução de frio.algolagniaPerversão ou anomalia sexual em que o indivíduo procura sensação dolorosa no ato sexual.algolagnia ativaSadismo.algolagnia passivaMasoquismo.algopoeseProdução de dor.algorFrio intenso.algospasmoEspasmo doloroso; cãimbra dolorosa.alheamentoIndiferença em relação ao que se passa em torno.alíbilQue é próprio para a alimentação; assimilável como alimento.alienaçãoAlheação, loucura, insanidade, perturbação mental.alieniaAusência congênita de baço.alienistaDenominação antiga para psiquiatra.alienoDo lat. alienus, alheio (alienação).alifáticoQue pertence a um óleo; relativo aos compostos de cadeia aberta de hidrocarbonetos gordurosos ou graxos; quepertence à série gordurosa.alimentoQualquer substância nutritiva, suscetível de ser digerida e servir à nutrição dos tecidos e produção de calor eenergia.
  • alimento funcionalTermo primeiramente introduzido no Japão na década de 80; é definido como qualquer alimento ou parte de umalimento que proporcione benefícios à saúde, incluindo a prevenção e tratamento de doenças, além de satisfazeros requerimentos nutricionais tradicialinfocitoseAusência parcial ou completa de linfócitos no sangue circulante.alismoAgitação; inquietação; ansiedade que acompanha os sofrimentos físicos.alitroDo gr. alitrós, criminoso (alitrologia).aliviarAcalmar; fazer cessar a dor ou o sofrimento.aliviar-seDar à luz; defecar (pop.).almaSubstrato das manifestações e sensações da vida psíquica; princípio espiritual do homem, concebível comoseparável do corpo e imortal.almofarizVaso de metal ou pedra onde se esmaga qualquer substância, também chamado de gral ou pilão.aloDo gr. állos, outro, diferente (alocinesia, alogamia, alopatia).alobioseAlteração na reatividade orgânica, manifestada em presença de modificações ambientes ou de condiçõesfisiológicas.alocinesiaAlteração na motilidade em que o movimento se faz no sentido oposto ao que o paciente pretende; movimentoreflexo.alocroismoMudança ou variação de cor; estado em que o paciente confunde as cores ou não as percebe.alocroniaAlteração do ritmo cardíaco.aloerotismoOrientação da libido para objetos externos; heteroerotismo.aloftalmiaDiferença de coloração da íris nos dois olhos.alogamiaFecundação cruzada; reunião de dois gametas provenientes de dois indivíduos distintos.alógenoOriginário de outra espécie ou raça; de raça diferente.alogiaAfasia; impossibilidade de falar, de origem central.aloiobioseRelação entre seres de espécies diferentes.alojarLocalização de processo patológico ou corpo estranho em um ponto do organismo.
  • alôjoVômito (pop.).alolaliaQualquer distúrbio da fala, de origem central.alopatiaTermo impróprio para o sistema usual de medicina clínica e cirúrgica. A impropriedade resulta da designação doprocesso de cura pela produção de um efeito do medicamento diferente ao da doença no organismo. A medicinaalopática trata os contrários pelos calopeciDo gr. alópex, alópekos, raposa (alopecia).alopeciaQueda geral ou parcial dos pêlos, principalmente dos cabelos, podendo extremar-se na calvície. Os habitantesda antiga Trácia usavam gorros lisos feitos de pele de raposa, que traziam o nome de alopekia, os quaisescondiam por completo os cabelos, dando aaloqueziaEvacuação de matérias fecais por ânus artificial.aloquiriaTransferência de local de uma sensação tátil ou dolorosa a ponto correspondente do membro do lado oposto,por perturbação mental.alotrioDo gr. allótrios, estranho (alotriofagia).alquebradoEnfraquecido; abatido; prostrado.alquimiaAntigamente era sinônimo de Química. Depois ficou reservado para a arte antiga, misteriosa, que procurava oupretendia transformar metais em ouro, ou obter uma substância que curasse todas as doenças. A prática nasceuno Egito, e a pretendida substância maltaDar alta ao doente significa que o mesmo está capacitado para sair da enfermaria, curado, apto a viver fora dohospital. Por extensão, na clínica ambulatorial, privada ou não, dá-se alta ao doente considerado curado.alterdo lat. alter, outro (alter-ego).altruísmoConduta baseada na idéia de bem-estar de outros, não levando em consideração o próprio bem-estar e emdetrimento próprio.aluadaMenstruada (pop.).alucinaçãoPercepção errônea dos sentidos sem fundamento objetivo. Pode ser auditiva, visual, tátil, cinestésica oucenestésica. A mais comum é a alucinação auditiva, característica dos processos esquizoparanóides.alvaParte branca do globo ocular; esclerótica.álveoCavidade; fossa; depressão; canal.alvéoloCavidade existente nos maxilares, onde se implantam os dentes.
  • alvéolos pulmonaresMinúsculos sacos aéreos, existentes nos pulmões, onde terminam as mais finas ramificações dos brônquios; énos alvéolos que ocorrem as trocas gasosas com o sangue.amacrinoQue não tem fibras longas, como os espongioblastos da retina, que não possuem prolongamentos dendríticosâmagoA parte interna de alguma coisa.amálgamaLiga de mercúrio com outro metal; mistura ou ajuntamento de indivíduos diferentes.amarelãoAncilostomíase. (pop.).amargoQue possui sabor acre; doloroso; triste.amargorAborrecimento; mágoa; qualidade do que é amargo.amasesiaIncapacidade para mastigar alimentos.amastênicoQue traz os raios luminosos para um foco (lentes).amastiaAusência de mamas.amatoDo gr. ámathos, areia, pó (Amatofobia).amatórioReferente ao, ou próprio do amor; que tem a virtude de despertar o amor.amatório, músculoMúsculo oblíquo do olho que serve para piscar, ou "namorar".amaurosePerda total da visão.amaxoDo gr. ámaxa, carro (amaxofobia).amazonaMulher sem mamas.AMBSigla da Associação Médica Brasileira.ambiPref. lat.: em ambos os lados (ambivalência, ambidestro), em redor (ambiente).ambidestroQue usa facilmente tanto a mão direita quanto a esquerda.ambivalênciaEstado psicopatológico no qual o indivíduo odeia e gosta, ao mesmo tempo, do mesmo objeto ou pessoa.ambliTermo que indica obscuro, obtuso.ambliacusia
  • Dificuldade ou incapacidade de ouvir; diminuição da sensibilidade auditiva.ambliafiaHipotatilidade; dureza do sentido do tato; insensibilidade da pele.ambliopiaDiminuição da visão provocada por intoxicação, alteração nervosa, avitaminose, etc. .ambloseAborto.ambrosiaCoisa que deleita, que produz prazer inefável; diz-se, na mitologia grega, do alimento dos deuses do Olimpo.ambulatórioErrante; que não tem lugar fixo; paciente que caminha; consultório para pacientes não-internados, em hospitais,fábricas e policlínicas.ambuloDo lat. ambulo, caminhar (noctâmbulo, ambulatório).ambustãoAto de queimar; queimação; cauterização cirúrgica.ameaçaIndício; pródromo de um mal; manifestação larvada de um estado mórbido.amebaProtozoário unicelular, cujo citoplasma emite expansões que permitem a sua locomoção ou a apreensão dealimento.amebíaseAfecção causada por amebas.amebicidaQue mata e destrói as amebas.ameliaFalta de membros.ameloDo gr. améleia, indiferença, apatia, esquecimento (amelofasia). (Distinguir de a-melo).ameniaAmenorréia.amenorréiaAusência do fluxo menstrual.ametriaAusência congênita de útero.amiasteniaFalta de força; astenia muscular.amicoDo gr. amyché, arranhão (amicofobia).amidoSubstância existente em muitos vegetais (trigo, arroz, milho, batatas, etc.), muito utilizada na alimentaçãohumana. Na boca, sob a ação da ptialina (saliva), começa a transformar-se em açúcar.amigdaldo gr. amydále, amêndoa (amigdalectomia).
  • amígdalaTonsila; órgão linfóide com a forma de amêndoa, que se encontra na garganta, entre os pilares do véu palatino.amigdalectomiaExtirpação cirúrgica da amígdala.amigdaliteInflamação da amígdala; tonsilite.amilaseEnzima do suco pancreático que transforma o amido em maltose.amimiaPerturbação da linguagem, com incapacidade de realizar gestos expressivos e significativos (afasia motora dalinguagem mímica).aminoácidoProduto final da digestão dos alimentos protéicos.amioatrofiaAtrofia muscular.amiocardiaEnfraquecimento do músculo cardíaco.amitoseDivisão celular direta.amixiaAusência de secreção de muco; ausência de capacidade de hibridação entre duas espécies, por ausência deatração sexual.amnésiaPerda ou enfraquecimento da memória; pode ser temporária ou permanente.amnioDo gr. amnion, membrana que envolve o feto, vaso para recolher sangue dos sacrifícios (amniogênese,amniocoriônico).âmnioMembrana que se desenvolve em torno do embrião dos vertebrados superiores, formando o saco ou cavidadeamniótica na qual está contido o líquido amniótico, destinado a conservar úmido o embrião e protegê-lo contrachoques.amniocentesePunção para retirar líquido amniótico.amniogêneseProdução de líquido amniótico.amniomaTumor formado por remanescentes amnióticos.amniorrexeRuptura do âmnio.amniotaAnimal caracterizado pela presença de âmnios na vida embrionária.amniótico, líquidoLíquido contido no interior da bolsa fetal, e que funciona como pára-choque de defesa do feto contratraumatismos externos e deslocamentos bruscos do organismo materno.amodorramentoModorra; sono profundo.
  • amojarEncher os peitos de leite.amokPalavra malaia que significa impulso de matar; é uma forma de loucura passageira entre os malaios,caracterizada por período de depressão, seguido de outro de excitação, em que o indivíduo tenta matar outrosindivíduos.amolaçãoAborrecimento; desgosto.amolecimentoAto de amolecer; necrobiose.amonificaçãoTransformação de azoto orgânico de animais e plantas em amônia; impregnar de amônia.amorAfinidade temperamental ou psíquica; afetividade; benquerença; na mitologia era Cupido ou Eros, filho de Vênuse de Marte, representado por um menino, nu, alado, munido de aljava e de setas com que fere o coração dosmortais. Por instigação da mãe, amou Pamorfa, doençaÉ aquela que evolui sem diferenciação de caracteres, e pouca manifestação clínica.amorfiaDeformidade; falta de forma.amorfoSem forma determinada; diz-se das substâncias que não estão na forma cristalina.amostraEm bioestatística, diz-se de grupo de indivíduos, fatos ou dados, para estudo comparativo.amostra aleatóriaUm subgrupo da população-alvo onde os indivíduos são selecionados aleatoriamente, isto é, cada indivíduo temchance igual de ser selecionado para a amostra, também chamada probabilística; este procedimento torna osubgrupo representativo da população-alvoamostra grátisPorção, fragmento ou unidade de um medicamento que, tradicionalmente, é distribuído aos médicos pelosrepresentantes/propagandistas da Indústria Farmacêutica, com a finalidade de poder ser comprovada a suaqualidade terapêutica.amostragemTécnicas, normas e procedimentos utilizados para obtenção de uma amostra representativa da populaçãoUniverso.amoterapiaMétodo de tratamento das doenças pelo emprego de areias (areação ou arenação).ampeloterapiaCura pela uva; emprego de uvas no tratamento de certas doenças por seu efeito laxativo e diurético.amperagemQuantidade de ampères de uma corrente elétrica.ampèreUnidade elétrica de intensidade, produzida pela corrente de um volt, através da resistência de um ohm. O termoadvém de André Marie Ampère, físico e matemático francês (1775-1836).amplexoAbraço; termo para designar o congresso sexual nos animais inferiores.
  • amplificadorAparelho destinado a aumentar a tensão, intensidade ou potência de sinais elétricos.amplitudeQualidade ou caráter daquilo que abrange grande amplidão; extensão; valor máximo de uma grandeza.ampolaPequeno receptáculo cilíndrico, de vidro, afilado em uma (ou duas) das extremidades, fechado a fogo edestinado a conter líquidos injetáveis, principalmente medicamentos, e assim conservados estéreis; qualquerdilatação, seja em aparelhos ou partes do corampulhetaInstrumento constituído por dois recipientes de vidro, com areia, que se comunicam no meio em parte estreitada,e que serve para medir o tempo.amputaçãoAto de amputar.amputarSecionar um membro, ou parte dele.anaPref. gr. aná: para cima, excesso, de novo, através, contra, atrás, sôbre (Anadipsia, anasarca, anatomia,anafilaxia, anacrotismo, análise).anábasePeríodo de incremento da doença.anabioseRevivescência; volta à vida, depois de estádio de morte aparente.anabolismoProcesso pelo qual as substâncias alimentares são incorporadas pelas células vivas. Compreende os processosde síntese, em que há produção de matéria viva a partir dos produtos da digestão, e de energia, provenientes docatabolismo. Significa o termo finaanabroseUlceração ou erosão da superfície.anacatestesiaSensação de dúvida ou de instabilidade.anáclaseRefração ou reflexão da luz; flexão forçada de um membro.anaclisiaPosição do doente na cama, horizontalmente; decúbito.anacloridriaDiminuição ou ausência de acidez ou de ácido clorídrico no suco gástrico; acloridria.anacmeseParada da maturação, especialmente das células primárias da medula óssea, na agranulocitose.anacoreseFenômeno associado ao aumento da resistência orgânica a outras infecções que não a atual, conseqüente auma infecção anterior.anacoretaIndivíduo que não participa de vida social; ermitão.anacrônicoQue está fora de tempo ou de uso.anactesia
  • Recuperação; convalescença.anaeróbioNome que se dá aos organismos que vivem sem ar ou sem oxigênio livre.anaeroseSíncope respiratória, especialmente dos recém-nascidos; interrupção da função respiratória.anáfaseEstádio da mitose, que segue à metáfase, em que as metades dos cromosomas divididos se orientam emdireção aos pólos do fuso, para formar a diáster.anafiaAusência ou perda do sentido do tato.anafilaxiaCondição ou sensibilização do organismo a substâncias estranhas de natureza protéica, ou substâncias de outranatureza, previamente introduzidas no organismo, natural ou artificialmente, que, em quantidades mínimas,novamente introduzidas provocam reaçõesanaforesePassagem de substâncias eletropositivas através dos tecidos, por meio de uma corrente elétrica.anafrodisiaAusência ou diminuição do desejo sexual; frigidez sexual.anagogiaElevação da alma na contemplação das coisas divinas; êxtase; arrebatamento; enlevo.anágrafePrescrição ou receita dada pelo medico.anaisCondensação anual das atividades de uma organização cientifica.analRelativo ao ânus; junto ao ânus.anal, faseDiz-se em psicanálise da fase observada em crianças, em torno do 2o ano de vida, quando o seu interesse sevolta para o ânus. Na teoria da libido, vem depois da fase oral e é seguida das fases fálica e genital, com umperíodo intermediário entre as duas úanal, reflexoIrritação da pele em torno do ânus, provocando contração do esfíncter anal; reflexo reduzido ou obtido naslesões medulares e exaltado em casos de inflamações e fístulas do ânus.analepsiaRestauração das forças perdidas por doenças; convalescença.analépticoO que tonifica ou restaura.analgesiaAusência de sensibilidade dolorosa.análiseAto ou efeito de analisar; decomposição de um todo em suas partes constituintes.análise clínicaAnálise, geralmente feita em laboratórios especializados, de material oriundo do organismo de um paciente, paraavaliar o seu estado geral ou determinar o diagnóstico de alguma enfermidade.análise didáticaAnálise que todo psiquiatra candidato a psicanalista deve submeter-se para se tornar membro da sociedade
  • psicanalítica e poder praticar a especialidade. Exigência introduzida em 1922, tem por finalidade instruir o futuropsicanalista e corrigir, eventualmanálise multivariadaÉ um método para simultaneamente considerar os efeitos de muitas variáveis, em relação a uma variáveldefinida como variável dependente. Os métodos estatísticos comumente usados na pesquisa incluem regressãolinear múltipla e regressão logística.análise prospectivaAnálise de pesquisas efetuadas das quais se retira observações futuras para condutas posteriores.análise transacionalTécnica psicoterápica aplicada em grupo ou individualmente, criada em 1958 pelo psiquiatra canadense EricBerne, e que tem por fim permitir ao indivíduo maior autonomia e espontaneidade através da compreensão eaprendizado. Caracteriza-se pela linguagem canalogiaSemelhança; aproximação de caracteres, formas e propriedades com outras tomadas para comparação.análogoDiz-se dos órgãos ou partes que, conquanto sejam de origens diferentes, têm a mesma função biológica.anamneseAntecedentes ou comemorativos de uma doença ou de um paciente em exame, incluindo seu passado, desde aépoca infantil, e seus antecedentes hereditários.anandrioQue não tem órgãos masculinos.anãoQue não atingiu desenvolvimento completo.anaplasiaReversão celular à forma mais primitiva e indiferençada; alteração em que as células se tornam incapazes deatingir sua estrutura ou função normais.anarquiaFalta de ordem.anarréiaMovimento ou fluxo de líquidos dos pontos inferiores para os superiores.anartriaFalha ou defeito na articulação das palavras por lesão da área motora verbal.anasarcaAcúmulo generalizado de líquidos entre os tecidos; edema generalizado.anaspadiaAbertura da uretra no dorso do pênis; epispadia.anástoleRetração ou aproximação dos lábios de uma ferida.anastomoseComunicação normal entre dois vasos, dois nervos, dois espaços ou dois órgãos.anatomiaCiência que trata da estrutura do corpo humano, do corpo dos outros animais e das plantas.anatresiaPerfuração; trepanação; anatrese.anatropiaEstado do indivíduo que sente náuseas ou apresenta vômitos.
  • ancaQuadril; primeira porção do membro inferior.anciloDo gr. agkylos, dobrado, recurvado (ancilose, ancilóstomo).ancilostomíaseInfecção por Necator americanus e/ou por Ancylostoma duodenale, cujas larvas infestantes penetram noorganismo tanto pela ingestão de alimentos contaminados como através da pele, geralmente nas regiõesinterdigitais, podendo produzir prurido e lesões vesianconDo gr. agkón, cotovelo (anconite, anconagra).anconagraGota da articulação do cotovelo.anconócaceAfecção da articulação do cotovelo.androDo gr. andrós, homem (andromania, androfagia).androgênioTermo geralmente aplicado a qualquer dos hormônios que estimulam o desenvolvimento dos órgãos sexuais edas características sexuais secundárias do sexo masculino.andrógenoQue possui ação masculinizante; relativo à produção de filhos masculinos.androginismoPresença de características femininas em homens.andróginoRelativo ao androginismo; que apresenta aparência feminina.androglossiaCaráter masculino no modo de falar da mulher.andrologiaEstudo da constituição e das doenças do sexo masculino, particularmente dos órgãos genitais do homem.aneboImpúbere; que não é núbil.anectasiaAusência de distensão; perda de elasticidade de órgão.anedoniaPerda total da sensação de prazer.anelaçãoRespiração curta; dispnéia.aneladoQue apresenta forma de anéis.anelanteQue respira com dificuldade.anelarRespirar com dificuldade.anemia
  • Moléstia caracterizada pela diminuição da taxa de hemoglobina ou do número de hemácias, ou de ambos,causando depauperamento orgânico, fadiga, palidez e descoloração das mucosas.anemoDo gr. ánemos, vento (anemofobia, anemoterapia).anencefaliaAusência de encéfalo.anepiaImpossibilidade de falar.anepitimiaPerda do apetite; diminuição do desejo sexual.anergiaIncapacidade orgânica de reagir a um antígeno ou a um reagente.anese, anetoDo gr. ánesis, afrouxamento, diminuição (anesia, anetodermia).anesiaMelhoria dos sintomas de doença.anestesiaPerda da sensibilidade numa área limitada da pele ou perda total das sensações e da consciência; perda localou geral da sensibilidade.anestésicoSubstância que produz insensibilidade aos estímulos externos.anestiaEstado mórbido em que o doente não quer vestir-se.aneurinaVitamina B1; tiamina.aneurismaDilatação circunscrita de uma artéria devido à diminuição da resistência da parede do vaso e ectasia gradualprovocada pela pressão sangüínea.anexialPertencente aos anexos, particularmente aos anexos uterinos.anexiteInflamação dos anexos uterinos (ovários, trompas e respectivos ligamentos).anfiPref. gr. amphi: de ambos os lados (anfiartrose, anfimixis, anfidéxio) ou ao redor de (anfiteatro).anfiartroseArticulação cujas superfícies são ligadas por discos de cartilagens fibrosas ou por membranas sinoviais; sãoarticulações pouco móveis, como as pubianas e as intervertebrais.anfiblestroDo gr. amphíblestron, rede (anfiblestrite).anfiboliaCurva febril com temperaturas irregulares ou variáveis; período de prognóstico incerto em uma doença.anfifagiaCapacidade para ingerir qualquer espécie de alimento.anfófiloQue se cora com corantes ácidos ou básicos.
  • ânforaVaso de duas asas, para líquidos.anfóricoQue lembra o som obtido por uma corrente de ar ou sopro, na boca de uma garrafa.anfóteroQue atua como ácido ou base.angeíteInflamação de um vaso, sangüíneo ou linfático.anginaSensação de aperto, sufocação; qualquer inflamação de caráter agudo na faringe (tonsilite, faringite e outras);dor constritiva, intensa no peito (angina pectoris), que se irradia para o braço esquerdo, produzida por isquemiado miocárdio.angioTermo que indica relação com vaso sangüíneo.angioDo gr. aggeîon, vaso, recipiente (angiectasia, periangiite).angiotensina I e IIA angiotensina I (polipeptídio de 10 aminoácidos) é convertida em angiotensina II (polipeptídio de oitoaminoácidos), que causa a secreção de aldosterona, cortisol e desoxicorticosterona.angorAngústia; angina.angströmUnidade de comprimento de onda elétrica, igual a 10-7 mm, e símbolo Å; o termo advém de Anders JonasAngström, físico sueco (1814-1874).ânguloGrau de divergência entre duas linhas ou planos que se entrecruzam.angústiaAnsiedade intensa.angustoEstreitado; apertado; estenosado.anideaçãoCarência de ideação; ausência.anideísmoFalta absoluta de idéias; caracteriza os fenômenos de automatismo mental (alucinação, eco do pensamento).anidrâmnioAusência de líquido amniótico.anidroDesprovido de água; a expressão é usada em química para os compostos em que foi eliminada a água damolécula.anilSubstância corante obtida da planta Indigofera anil.aniladoAzulado; que tem cor de anil.animaAlma.
  • anima nobileO Homem.anima viliO animal.animalSer vivo, dotado de sensibilidade, movimentos voluntários e respiração perceptível.ânionTermo criado por Faraday, representa o elemento de carga elétrica negativa ou pólo negativo de uma correnteelétrica. Os âniones ou aniontes incluem os metalóides, os radicais ácidos, a oxidrila ou hidroxila. Sãosimbolizados por uma vírgula ou travessão,aniridiaAusência congênita da íris.aniscúriaIncontinência urinária; enurese.anisoDo gr. ánisos, desigual (anisogamia, anisotropia).anisócitoCélula sangüínea de tamanho desigual.anisocitoseDesigualdade das dimensões das hemácias ou de outras células.anisocoriaDesigualdade no diâmetro pupilar.anisúriaAlternância de poliúria e oligúria.anodiniaAusência de dor; ausência de dores do parto.anódinoQue alivia a dor, como os entorpecentes e os calmantes; inócuo, sem conseqüência para a saúde ou obem-estar.anojada, mulherGrávida (pop.).anojadoNauseado; prestes a vomitar; desgostoso.anoploDo gr. ánoplos, desarmado (anopluro).anopsiaDeficiência da vista, por opacificação da córnea; catarata.anorcoCastrado; sem testículos.anorexiaFalta de apetite; fastio; inapetência.anorgasmiaIncapacidade de realizar o orgasmo, no coito.anosmia
  • Ausência ou diminuição do olfato.anosoIdoso; envelhecido.anovulaçãoSupressão da ovulação.anovulatórioDiz-se daquele que proporciona a supressão da ovolução.anoxiaDeficiência de oxigênio nos órgãos e tecidos.anquiloV. ancilo.anquiloseImobilidade anormal de uma articulação; ancilose.anserDo lat. anser, ganso (anserino).anseriformeSemelhante a ganso ou pato.ânsiaPerturbação com sensação de aperto ou angústia; aflição; mágoa; mal-estar.ansiedadeDistimia penosa e global, em que se associam transtornos afetivos, intelectuais e dinâmicos, com sensaçãoinjustificada de perigo iminente, insegurança e incerteza.antagonistaSubstância ou medicamento que se opõe às atividades de outra substância orgânica ou medicamentosa, porefeito fisiológico, químico ou mediante medicamento competitivo.antálgicoAnalgésico.antePref. lat. ante: diante de, antes (antebraço, antecubital).antebocaParte anterior da boca.antebraçoParte do membro superior, entre o cotovelo e a munheca.antecedentesFenômenos que precedem o aparecimento de doença.antiPrefixo que indica oposição, contra.antiPref. gr. anti: contra, em lugar de (antiinflamatório, antálgico, antídoto).antianêmicoQue combate ou evita a anemia.antibioseAção bacteriostática exercida por certos micróbios sobre outros, que crescem em sua vizinhança.antibiotic-like
  • Expressão inglesa para substâncias com propriedades antibacterianas, porém produzidas por seres vivossuperiores, vegetais ou animais; em português, a expressão que melhor lhe corresponda talvez seja "análogosdos antibióticos".antibióticoSubstância produzida por várias espécies de microrganismos, capaz de impedir o crescimento de outrosmicrorganismos ou destruí-los.anticolinérgicoQualquer substância que se contrapõe aos efeitos da acetilcolina, o principal neuro-transmissor do sistemanervoso parassimpático.anticoncepçãoPrevenção da gravidez.anticoncepcionalMétodo ou substância que evita a concepção.anticoncepcional hormonal combinado oralMétodo anticoncepcional que consiste na utilização, por via oral, de estrogênio associado ao progestogênio,inibindo a ovulação e formando o muco cervical espesso, o que dificulta a passagem dos espermatozóides.anticoncepcional/dispositivo intra-uterinoObjeto pequeno de plástico flexível, freqüentemente com revestimento ou fios de cobre, inserido no útero damulher através da vagina, o que torna mais difícil a passagem do espermatozóide pelo trato reprodutivofeminino, reduzindo a possibilidade de fertianticoncepcional/métodos comportamentaisMétodos que requerem que a mulher aprenda quando o período fértil de seu ciclo começa e termina, evitandoassim, quando desejar, a gravidez; método de abstinência.anticoncepcional/métodos de barreiraForma mais antiga de controle da concepção, são aqueles que evitam a gravidez através do impedimento daascensão dos espermatozóides ao útero.anticorpoSubstância natural ou induzida (pela exposição a um antígeno) que tem a capacidade de reagir com antígenoespecífico.antieméticoSubstância ou medicamento que suprime náuseas e/ou vômitos.antiespasmódicoQue alivia espasmos.antifiséticoMedicamento que se opõe à formação ou que facilita a eliminação dos gases do tubo digestivo.antiflogísticoQue combate a inflamação; antiinflamatório.antígenoQualquer substância que reage com os anticorpos ou estimula a produção de anticorpos.anti-helmínticoSubstância que atua contra os helmintos.anti-histamínicoSubstância que neutraliza a ação da histamina.antiinflamatório não-hormonalSubstância com propriedades antiinflamatórias, cuja estrutura química não é esteróide, ou seja, não é derivadade hormônios da supra-renal.anti-sépticoSubstância utilizada para destruir microrganismos ou inibir sua reprodução ou metabolismo, aplicada por via
  • tópica em superfícies cutâneas ou mucosas e em feridas infectadas, para esterilizá-las.antloDo gr. ántlos, água do mar (antlofobia).antoPrefixo que indica relação com flor.antoDo gr. ánthos, flor (antomania).antraPrefixo que indica relação com carvão.antracoDo gr. ánthrax, ántrakos, carvão (antracóide, antracose).antracoseDeposição de partículas de carvão nos pulmões; pneumoconiose por carvão.antrazInflamação dura, circunscrita, profunda, dolorosa do tecido subcutâneo. Elimina pus na superfície, através devários pontos. O vocábulo origina-se do grego, onde significa carvão, tendo, porém, outro sentido, isto é, decertas pedras, principalmente uma pantroCavidade em certos ossos ou órgãos.antroDo gr. ántron, buraco (antrocele, antrostomia).antropoDo gr. ánthropos, homem (antropometria, antropóide).antropofagiaCanibalismo; ação de comer carne humana.anureseRetenção de urina na bexiga; anúria.anúriaSupressão da secreção ou eliminação da urina, devido a lesões renais ou obstrução mecânica.ânusExtremidade distal do tubo digestivo.anusiteInflamação do ânus; proctite.anversoParte anterior de objeto que possui dois lados.anxietas tibiarumSensação de desconforto nas pernas, mais notada à noite, entre os joelhos e sem nenhum sintoma subjetivo,freqüentemente associada a parestesias.aortaArtéria-tronco do sistema arterial, que começa no ventrículo esquerdo, dirigindo-se para cima (aortaascendente), depois se encurva em arco (arco aórtico ou croça da aorta), dirigindo-se para baixo, atravessandoo tórax (aorta torácica), seguindo pelo abdaosmiaAusência de olfato ou odor; mau cheiro.APAE
  • Sigla da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, criada no Rio de Janeiro em 1954, por sugestão daamericana Beatrice Bemis, que residia ali com sua filha "mongolóide"; a entidade se destina a congregar os paise amigos dos excepcionais numa associaapaloniquiaUnha membranosa, em cornificação.apalparTocar com as mãos ou dedos, para conhecer a resistência, os limites, a extensão, as irregularidades e atemperatura de órgãos e as alterações orgânicas.apandriaAversão mórbida ao sexo masculino; perda de função dos órgãos masculinos.apantismoObliteração de órgão.apantropiaMedo mórbido de convívio com seres humanos.aparadeiraMulher que serve de parteira; parteira sem diploma (pop.).aparelhoConjunto de órgãos que desempenham uma função, como o digestório, respiratório, urinário; dispositivo aplicadoao corpo com o fim de imobilizar um órgão ou corrigir deformidade.apareuniaCoito difícil ou impossível.apastiaInapetência como sintoma neuropatológico.apatiaEstado de indiferença; inatividade; falta de emoções.apeiroDo gr. ápeiros, infinito (apeirofobia).apêndiceNome genérico de parte aderente a órgão.apêndice cecalProlongamento do ceco, com tecido linfóide, situado na ampola cecal.apendicectomiaRetirada cirúrgica do apêndice, notadamente o cecal.apendiciteInflamação do apêndice, geralmente referida ao apêndice cecal.apepsiaImpossibilidade de digerir; redução ou supressão das funções digestivas; ausência de pepsina no suco gástrico.aperitivoQue estimula o apetite.apetiteDesejo ou disposição para ingerir alimentos ou bebidas.Apgar, coeficienteClassificação de prematuros em graus até 10, proposta em 1953 pela anestesista americana Virginia Apgar; é arelação entre o sofrimento fetal e certos sintomas, como ritmo cardíaco, respiração, reflexos, turgor,etc. .api
  • Do lat. apis, abelha (apicultura, apifobia).apicalRelativo ao ápice.ápicePonta; extremidade; ponto máximo de um fenômeno.apifobiaMedo mórbido de abelhas ou de suas picadas.apirexiaCessação da febre.apisinaçãoEfeito tóxico decorrente da picada de abelhas.aplacarAclamar; aliviar; minorar a dor ou sofrimento (pop.).aplasiaAusência de formação; desenvolvimento incompleto de tecido; atrofia congênita.aplestiaApetite insaciável; voracidade mórbida.apnéiaSuspensão transitória da respiração.apnêuseRespiração sustentada; espasmo inspiratório.apoPref. gr. apó: afastamento, derivação, privação, separação, conclusão (apófise, apogamia, apogeusia,aponeurose, apoplexia).apobioseMorte normal, fisiológica.apocatástaseRestauração; restabelecimento da saúde.apociesiaFim da gestação; parto.apócopeFratura; amputação.apócrinoRelativo ao tipo de secreção glandular em que os produtos se concentram na extremidade livre das células.apocrisiaEvacuação de substâncias mórbidas.ápodeQue não possui pés ou patas; ápodo.apófiseQualquer processo, excrescência ou inchação, sobretudo de osso.apogeuPonto de gravidade máxima da doença; ponto culminante.apogeusiaDistúrbio no sentido do gosto.
  • apoginiaPerda da capacidade reprodutora do órgão feminino.apojaduraEnchimento de leite, no peito; afluência da secreção de leite.apomatesiaEsquecimento daquilo que fora aprendido.aponeuroseMembrana fibrosa, de colágeno, que envolve os músculos.aponiaCessação de dores ou de sofrimentos.apoplexiaParalisia súbita ou cessação das funções cerebrais por extravasamento sangüíneo no cérebro.aposiaAusência de sede.aposiçãoCrescimento por adição de camadas contínuas externas.apositiaAnorexia; inapetência.apósitoMedicamento colocado sobre ferimento; penso curativo.apóstaseSeparação anormal de partes normalmente ligadas.apostemaInflamação supurativa; abscesso.apostiaAusência congênita de prepúcio.apostoLigado à superfície.apragmatismoPerda dos valores utilitários, por incapacidade de agir ou realizar os atos da vida quotidiana.apraxiaPerda da compreensão do uso de objetos e coisas; cegueira psíquica.ápteroDesprovido de asas.aptidãoCapacidade; disposição; habilidade.AquilesO herói grego mais famoso. Filho de Peleu e de Tétis, tomou parte na guerra de Tróia e combateu comAgamenão, que lhe tomou a escrava Briseida. Indignado, Aquiles recolheu-se à sua tenda, desistindo de lutar;retornou depois às armas, para vingar o heróicAquiles, reflexo do tendão deFlexão do pé pela percussão do tendão de Aquiles, estando o paciente de joelhos.Aquiles, tendão deO mais forte tendão do corpo humano, situado póstero-inferiormente em cada perna, estendendo-se ao osso
  • calcâneo.aquiliaAusência de lábios; aquelia.aquiriaAusência congênita da mão.aquisiaAusência de ejaculação; esterilidade.arMistura gasosa que forma a atmosfera.araçãoGula; ato de comer rápido (pop.).aracneDo gr. arachné, aranha (aracnídeo, aracnoidite).ararutaFarinha de fécula das raízes da maranta, usada na preparação de papas e bolos, principalmente no interior doBrasil, como alimento infantil; o termo advém de Arrow-Root, marca inglesa.arcadaDisposição anatômica em arco.arcoSegmento de círculo da circunferência.arcoDo gr. archos, ânus, reto (arcoptose, arcocele, arquite); - do gr. archós, o que conduz, guia (arcoplasma); - dolat. arcus, arco (arciforme).área sob a curvaCorresponde à área da figura geométrica feita pela curva de concentração de um fármaco em função do tempo;é calculada pela regra simples da área do paralelogramo; ASC; AUC (área under the curve).areaçãoMétodo terapêutico de cobrir o corpo ou qualquer parte dele com areia quente e seca, ou areia compropriedades medicamentosas, como a monazítica.areoDo gr. araiós, leve, lento (areômetro).aréolaEspaço limitado entre tecidos ou que circunda um ponto.aréola mamilarZona circular pigmentada, existente em torno do bico do peito ou mamilo.argentoTermo que indica relação com prata.argentoDo lat. argentum, prata (argênteo).argiriaColoração acinzentada da pele e das mucosas, conseqüente ao uso prolongado de sais de prata.argiroDo gr. árgyros, prata (argiríase, argirismo).aritmoDo gr. arithmós, algarismo (aritmomania).
  • arque, arquiDo gr. arché, começo, origem, primazia, ou archaîos, antigo, primitivo (arquêntero, arquétipo, menarca,arquinéfron); - V. também arco.arquebioseOrigem da vida; vida primitiva; suposta geração espontânea dos seres.arquejarRespirar com dificuldade; ter dispnéia intensa.arquétipoSegundo Carl Gustav Jung, psicólogo e psicanalista suíço (1875-1961), imagens psíquicas do inconscientecoletivo, que são patrimônio comum a toda a Humanidade.arquiTermo para indicar antigo, primitivo, principal.arrenoDo gr. árrhen, árrhenos, macho (arrenoblastoma, arrenotocia).arrepioAção de arrepiar; sensação de frio, com queda da temperatura exterior.arriniaAusência congênita de nariz.arritmiaPerturbação ou desvio do ritmo.arritmia cardíacaQualquer anormalidade envolvendo o sistema elétrico do coração, responsável pelo número de batimentos. Asmais freqüentes formas de arritmia são a taquicardia e a bradicardia, respectivamente, aceleração e diminuiçãodo número de batimentos cardíacos.arrochoSensação de aperto torácico (pop.).arrojarExpelir com força pelas vias naturais; vomitar; diarréia (pop.).arrotarEmitir ar pela boca, vindo do estômago.artelhoDedo do pé; pododátilo.artériaVaso que transporta o sangue do coração para os tecidos do organismo.arteriectasiaDilatação anormal de uma artéria.arteriopatiaDesignação genérica das doenças das artérias.arteriorrafiaSutura de uma artéria.arteriorragiaHemorragia arterial.arterioscleroseAlteração na parede das artérias, espessamento e endurecimento, resultando na perda da elasticidade.
  • articulaçãoJunta; união de dois ou mais ossos; maneira de se pronunciar distintamente as sílabas das palavras.articulações, doenças das1. Artrite: inflamação de uma ou mais articulações. Principais tipos: reumatóide, tuberculosa, gonocócica, gotosae traumática; 2. Sinovite: qualquer inflamação da membrana que forra a cavidade articular; 3. Epifisite:inflamação da extremidade de um ossoarticuladoLigado por articulação; preso; ajustado.artralgiaDor nas articulações.artriteInflamação dos tecidos das articulações.artrite reumatóideDoença inflamatória cronica, degenerativa e progressiva, que afeta as articulações móveis, principalmente dosdedos das mãos e/ou pés, provocando destruição das estruturas articulares e periarticulares. É sistêmica e, porisso, pode atingir outros órgãos.artroDo gr. árthron, articulação (gonartrose, poliartrite, sinartrose).artrocentesePunção de uma articulação.artrocondriteInflamação que atinge as cartilagens articulares.artroflogoseArtrite; inflamação articular.artropatiaQualquer tipo de doença das articulações.artroseProcesso crônico de degeneração das articulações.asafiaPronúncia indistinta das palavras.asarciaMagreza extrema; atrofia.Áscaris lumbricóidesHelminto que pode atingir até 30 cm de comprimento; parasita do intestino humano.asciteDerrame de líquido na cavidade peritoneal. Geralmente é um sintoma de insuficiência renal, cardíaca, de cirrosehepática e outros.AsclepíadeCélebre médico grego que exerceu sua profissão em Roma (128asfalgesiaSensação de queimadura, quando se tocam alguns objetos.asfigmiaDesaparecimento temporário do pulso.asfixiaSuspensão da respiração; anóxia; sufocação.
  • asma brônquicaPerturbação da respiração que se caracteriza por crises recorrentes de dispnéia (dificuldade de respirar), com"chiado" característico, devido a um estreitamento da luz dos brônquios e bronquíolos. Durante o acessoasmático, a mucosa dos brônquios torna-saspergiloseDoença causada por fungo do gênero Aspergillus.aspermiaAusência de líquido seminal, ou de semente.aspersãoAto de aspergir; pulverização de líquidos sobre superfícies; borrifo ou ducha com medicamentos.aspleniaAusência de baço.asporuladoDestituído de esporo; que perdeu a propriedade de esporular, ou que normalmente não produz esporos.asquistodactiliaFusão congênita dos dedos.assadaMacerada; diz-se da pele maltratada ou sujeita à sudação prolongada, sem tratamento higiênico subseqüente.assaduraIrritação cutânea, com descamação e rubefação, provocada por atrito ou calor, também denominada deintertrigem.assepsiaAusência de micróbios ou matéria séptica; profilaxia ou prevenção de invasão de microrganismos.assépticoLivre de matérias sépticas.assexuadoDesprovido de sexo.assimetriaFalta de simetria; desvio da disposição normal de órgãos, membros ou partes.assimilaçãoTransformação dos alimentos e conseqüente incorporação aos tecidos vivos; anabolismo.assimilávelDiz-se do que, sendo ingerido por via enteral ou parenteral, é integrado na economia ou nos tecidos.assinclitismoApresentação oblíqua da cabeça fetal.assistência ambulatorialSegundo o Ministério da Saúde, conjunto de procedimentos médicos e terapêuticos de baixa complexidade,possíveis de realização em ambulatórios e postos de saúde.assistência farmacêuticaSegundo o Ministério da Saúde, grupo de atividades relacionadas com o medicamento, destinadas a apoiar asações de saúde demandadas por uma comunidade. Envolve o abastecimento de medicamentos em todas e emcada uma de suas etapas constitutivas, a conservaassistiaAbstinência de alimento.assoO mesmo que albino.
  • assoalho do terceiro ventrículoSuperfície formada pelos constituintes do hipotálamo.associaçãoÉ a reunião de idéias ou dados para um fim comum, e verificação de dependência entre dois fatores.Associação Médica BrasileiraSociedade sem fins lucrativos, fundada em 26 de janeiro de 1951, por Jairo Ramos, seu idealizador e primeiropresidente. Tem por finalidade defender a categoria médica em terrenos científico, ético, social, econômico ecultural; contribuir para a elaboraçassoniaSurdez total.astasiaIncoordenação motora com incapacidade de permanecer de pé.astásicoRelativo à astasia; instável.asteniaAusência ou perda de força muscular; fraqueza muscular freqüente na fase invasiva das doenças infecciosas.astigmatismoErro de refração na visão devido ao fato de a córnea (membrana transparente da parte anterior do olho) serdesigualmente curva em várias direções, de tal modo que os raios luminosos não podem ser focados no mesmoponto da retina. O astigmatismo faz com quastisiaImpotência sexual, no homem.astrágaloOsso curto do tarso, situado entre a perna, acima, o calcâneo e o escafóide, adiante e atrás.astrapeDo gr. astrapé, relâmpago, (astrapefobia).astrapofobiaMedo mórbido de relâmpago.astriçãoEfeito decorrente de substância adstringente.astrócitoCélula em forma de estrela; certo tipo de célula da neuróglia.ataduraFaixa de pano de malhas largas para prender, manter e proteger partes lesadas.atalharFazer cessar corrimento de sangue.ataqueTermo popular usado para as crises convulsivas súbitas; acesso súbito de qualquer espécie, geralmenteacompanhado de perda da consciência; acesso repentino de doença.atarantarPerturbar o sentido momentâneamente; confundir.atavismoHerança de caracteres remotos, presente nos ancestrais.ataxiaPerda da faculdade de coordenar os movimentos voluntários.
  • ataxia muscularPerda da capacidade de coordenar os movimentos durante a marcha.ateDo gr. áte, ruína, desastre, castigo (atefobia).atecniaEsterilidade; impotência.atelectasiaFalta de dilatação; expansão incompleta dos pulmões por ocasião do nascimento; colapso pulmonar mecânicopor compressão ou reflexo.atelioseInfantilismo pituitário; nanismo hipofisário.ateloTermo que indica incompleto ou imperfeito.ateloDo gr. atelés, incompleto (atelomielia, atelocardia).ateroDo gr. athér, atheros, ponta, papila, espiga (ateroma, aterosclerose).ateromaDegeneração da parede interna das artérias, com formação de depósitos de colesterina e sais de cálcio.ateroscleroseForma de arteriosclerose em que a íntima está, sobretudo, acometida com produção de massas ateromatosasna luz do vaso, com gotículas de gordura.atetoV. teto.atetoseDistúrbio caracterizado por movimentos irregulares, arrítmicos, das mãos e dos pés, com distensões econtrações dos dedos, em conseqüência de lesões centrais.atimiaMelancolia; ausência do timo.atípicoIrregular; que não apresenta tipo normal.atiriaAusência da glândula tiróide.atlasPrimeira vértebra cervical, que suporta o crânio.atmoDo gr. atmós, vapor (atmorrinômetro, atmosfera).atmóliseSeparação de gases combinados, por meio de passagem através de placa porosa; desintegração de tecidosorgânicos por vapores de líquidos voláteis; análise de gases.atociaEsterilidade feminina.átocoQue não se reproduz.
  • atômica, massaRazão entre a massa de um átomo de nuclídeo e 1/12 da massa de um átomo do nuclídeo carbono; pesoatômico.atomicidadeAtividade atômica dos corpos químicos; valência; número de átomos que constitui a molécula das substânciassimples.atômicoRelativo ao átomo.atômico, númeroNúmero de prótons do núcleo.atomizaçãoDispersão de líquidos em gotículas extremamente pequenas, forçando-se a passagem líquida através de tuboscapilares, com abertura numa câmera ou cavidade.atomizadorInstrumento para realizar a atomização.atomizarRealizar a atomização; reduzir a átomos ou partículas extremamente finas.átomoPartícula da molécula; menor partícula que pode entrar em combinação, que consta de um centro ou núcleo emtorno do qual giram diminutos elétrons, disposição esta que permite sua comparação a um sistema solarinfinitamente pequeno.atoniaDeficiência de tono; estupor com imobilidade completa observada na esquizofrenia catatônica.atonia intestinalParalisia ou paresia da contratilidade intestinal.atônitoPasmado; assustado; perturbado emocionalmente.atopiaConjunto de afecções alérgicas caracterizadas por influência hereditária, e que inclui asma, eczema efebre-do-feno.atópicoRelativo à atopia; fora de lugar.atopognosePerda da capacidade de localizar as sensações do organismo; perda da capacidade de localização tátil.atopomenorréiaMenstruação vicariante.atóxicoQue não contém veneno; que não é tóxico.ATPAbreviação de adenosinotrifosfato.atrabileBílis negra, da concepção da medicina hipocrática, segundo a qual havia duas bílis: a bílis e a astrabile ou bílisnegra, esta promovendo instabilidade, melancolia, hipocondria.atraçãoForça ou progresso que atrai um corpo em direção a outro; aproximação; afinidade de forças contrárias.atrepsia
  • Atrofia do lactente; caquexia em conseqüência de danos nutritivos.atresiaImperfuração; fechamento de abertura de orifício normal.atributoQue é próprio de alguma coisa; qualidade; propriedade de um ser.atriçãoAtrito; fricção enérgica; escoriação decorrente de atrito.átricoQue não possui cílios ou flagelos.atricosePerda dos cabelos por alteração trófica; atriquia.átrioCavidade anterior do coração que recebe o sangue periférico; aurícula; cavidade do tímpano.atriquiaAusência de pêlos ou flagelos; alopecia congênita.atrofiaDiminuição do tamanho de um órgão ou de um organismo ou das células de um tecido.atropinaPrincípio ativo da beladona.aturdirAtordoar; estontear; perturbar.audi, audioDo lat. audire, ouvir (Audimutismo, audiômetro).audiometriaAvaliação quantitativa e qualitativa da acuidade auditiva, para diagnóstico.Auerbach, plexo dePlexo nervoso do intestino delgado, localizado entre as túnicas mucosa e muscular, um dos responsáveis pelamotilidade intestinal, independente do sistema nervoso central. O termo advém de Leopold Auerbach,anatomista alemão (1828-1897).augePonto mais elevado; apogeu.auloDo gr. aulós, cano, tubo (disaulia).auraFenômeno ou sensação especial que, nos indivíduos epilépticos, surge imediatamente antes do início do ataque.áureoQue tem cor de ouro; brilhante; magnífico.auréolaCírculo luminoso em torno de um ponto, ou de uma zona.auri, auro, aureoDo lat. aureus ou aurum, ouro (aurismo, aurocromodermia, áureoterapia, aureococo); - do lat.auris, ouvido(auriforme, auricula)auto - Do gr. autós, próprio (autógeno, autogamia, autismo).aurículaPorção externa da orelha chamada pavilhão do ouvido; cavidade do coração; átrio.
  • auriscálpioInstrumento para raspar substância estranha do ouvido.aurismoIntoxicação por excesso de sais de ouro.auroterapiaTerapêutica com sais de ouro; crisoterapia.auscultaçãoAto de ouvir sons ou ruídos produzidos no interior do organismo (coração, pulmão).autarciaTranqüilidade de espírito; calma; sobriedade.autismoFenômeno patológico que se caracteriza por perda do contato com a realidade e o mundo externo, e criaçãomental de um mundo autônomo centrado no próprio indivíduo, resultado de inadequacidade no desenvolvimento,de etiologia puramente orgânica, que se manautoPrefixo para exprimir relação com o próprio, de si mesmo.autoclaveAparelho para esterilização, por meio de vapor sob pressão.autóctoneIndígena; da própria terra; nativo.autofagiaAto de destruir a si próprio; nutrição do corpo mediante consumo dos próprios tecidos.autofiliaEstado mórbido caracterizado por acentuado amor à própria pessoa.automedicaçãoPrática popular de medicação sem orientação médica, em que o paciente medica a si próprio sem terconhecimento profissional para fazê-lo.autópsiaExame das partes de um cadáver humano; necropsia.auto-sugestãoInfluência sugestiva que o próprio indivíduo exerce sobre si mesmo, cultivando determinadas idéias ou maneirasde pensar e agir.auxeseCrescimento; aumentar de tamanho.auxoTermo que indica relação com crescimento, estimulação, aceleração.auxo, auxanoDo gr. auxé, crescimento, aumento (auxócito, auxômetro), ou auxánomai, crescer (auxanologia).avarezaPrazer mórbido de amealhar valores; em termos psicanalíticos, corresponderia ao prazer infantil da retençãoanal de fezes.aversãoNojo; asco; antipatia; repulsa.aversoVirado para trás.
  • avexadoAflito; angustiado (pop.).ávidoQue deseja ardentemente; que apresenta afinidade química com outro corpo.avitaminoseEstado provocado pela carência de uma ou mais vitaminas no organismo humano.avitoQue vem dos antepassados; ancestral.avoadoAdoidado; irrequieto (pop.).avoengoReferente aos avós; que precede ou é herdado dos avós.Avogadro, lei de"Volumes iguais de gasesAvogadro, número deRepresenta o número de 6,023.1023 moléculas contidas numa molécula-grama.avulsãoAto de extrair ou retirar com violência; extração de órgão ou parte dele; extração de dente.avulsoArrancado à força; isolado.axantopsiaCegueira para o amarelo.axênicoNão contaminado por germes estranhos.axi, axoDo lat. axis ou do gr. áxon, eixo (axial, axiforme, axônio, axonema).axialQue se refere a eixo; que representa forma de eixo.axífugoQue faz sair do eixo; centrífugo.axiomaProposição evidente por si mesmo.axípetoQue se dirige para o centro; centrípeto.áxisEixo; segunda vértebra cervical.axonemaFilamento axial do cromosoma; filamento axial dos flagelos de certos protozoários.axônioCilindro-eixo da célula nervosa.axóstiloBastonete flexível que serve de eixo de sustentação do corpo de certos protozoários.axúngiaGordura de porco.
  • azedoQue tem sabor ácido; acre.aziaPirose, queimação.ázimoQue não tem fermento; não provoca fermentação.azinhavreCamada verde de hidrocarbonato de cobre que se forma nos objetos de cobre expostos ao ar e à umidade;zinabre.azoospermiaAusência de espermatozóides ativos no sêmen.azotada, substânciaSubstância que contém nitrogênio.azotemiaPresença no sangue, em concentração superior à normal, de uréia e outras substâncias azotadas.
  • babaSaliva que escorre da boca.babarEliminar baba ou saliva pela boca.Babinski, sinal deExtensão dorsal em leque dos pedartículos pela excitação da região plantar, ao invés de contração observadanos indivíduos normais. O termo advém de J. F. Felix Babinski, neurologista francês (1857-1932).babosaNome vulgar do aloé, ou erva babosa.baciDo lat. baca, baga (baciforme).baciaPelve; conjunto formado pelos ossos da anca (ilíacos), um de cada lado, e pelo sacro e cóccix na parte posterior.baciformeQue apresenta forma de baga.bacilemiaPresença de bacilos no sangue circulante.bacilíferoPortador de bacilos; que elimina bacilos.baciloBactéria em forma de bastonete.baciloDo lat. bacillum, bastonete (baciloscopia, estreptobacilo, bacilemia).baciloseInfecção provocada por bacilos.bacilúriaEliminação de bacilos pela urina.bacineteParte superior do ureter, dilatada em forma de funil, e que recebe a urina proveniente dos cálices renais.baçoVíscera glandular situada no hipocôndrio esquerdo, pesando entre 15 e 190 g e que tem várias funções, dasquais sobressai a de destruir os glóbulos vermelhos.bacteremiaPresença de bactérias no sangue; bacteriemia.bacteriDo gr. baktria, bastão (bacteriemia, bacteriostático, bactericida).bactériaOrganismo unicelular, sem clorofila, com formas variadas. Na Antiguidade, era o bastão ou o cajado que osgregos usavam habitualmente, servindo também de insígnia aos magistrados e outras personagens. Foi asemelhança dos seres microscópicos com aqueles bbactericidaSubstância que mata as bactérias.bacteriocinasSubstâncias produzidas por bactérias que inibem o crescimento de outras raças da mesma espécie ou deespécies semelhantes, sem contudo, até o momento, uso terapêutico.
  • bacteriofagiaDestruição de bactéria por agente lítico.bacteriófagoVírus que penetra e se multiplica em bactérias, causando-lhes a morte por rompimento da membrana celular,para libertação dos corpúsculos que o constituem.bacterióliseDestruição de bactérias.bacteriologiaRamo da Biologia que estuda as bactérias.bacteriopexiaFixação de bactérias pelos histiócitos.bacteriostáticoSubstância que paralisa as bactérias impedindo a sua nutrição, o seu crescimento ou a reprodução.bacteriúriaPresença de bactérias na urina.bactofugaçãoProcesso de higienização do leite em que se combina a ação microbicida do calor à ação centrífuga sobre ascélulas bacterianas.bactófugoProduto, como o leite, submetido à centrifugação para eliminação de bactérias.baculiDo lat. baculum, báculo, bastão (baculiforme).báculoBastão curvo; cajado; osso do pênis, em mamíferos.bafoAr exalado pelos pulmões na respiração; hálito.baforadaGolfada de fumaça ou gás sobre um ponto ou superfície.bagaçosePneumoconiose por bagaço de cana, provocando manifestações broncopulmonares com imagens radiológicasmiliares.bainhaEstrutura que envolve certos órgãos ou um conjunto de órgãos.baixo-ventreParte inferior da cavidade abdominal, em particular o hipogástrio e a pelve.bala de oxigênioCilindro de ferro que contém oxigênio para fins terapêuticos.balançaInstrumento com que se determina a massa ou o peso dos corpos; a palavra conduz, em estado latente, o termobis (dois) o que seria bilanx, sendo lanx traduzido por prato e até mesmo na acepção especificada de prato debalança em escritores latinos; destabalança analíticaInstrumento de laboratório destinado a efetuar pesadas com uma precisão de, no mínimo, um décimo demiligrama, e constituído, em geral, por uma alavanca interfixa de braços iguais que sustenta dois pratos, onde secolocam os pesos calibrados e a massa quebalança de Arquimedes
  • Instrumento para demonstração do princípio de Arquimedes.balança de CoulombBalança de torção com que se mede a força entre duas cargas elétricas.balança de JollyBalança de mola com que se mede a massa específica dos corpos, comparando o seu peso no ar com o seupeso aparente quando mergulhado em um líquido.balança de molaAquela em que se medem as massas por intermédio da comparação entre a força de restituição duma molaelástica e a força exercida sobre esta pelo peso do corpo de massa desconhecida.balança de torçãoInstrumento para medir forças não muito grandes ou muito pequenas, por intermédio da comparação domomento destas com o conjugado de torção de um fio elástico.balança de WestphalInstrumento para determinar a massa específica ou a densidade relativa de líquidos.balaniteInflamação da glande (zona do pênis coberta pelo prepúcio).balanoDo gr. bálanos, bolota, glande (balanite, balanopostite).bálanoCabeça do pênis ou glande; termo que indica relação com a glande; para os gregos era o fruto do carvalho,apresentando-se envolvido por escamas; pela forma, passou a exprimir tudo quanto fosse de objeto envolvido,coberto ou entre folhas. Há uma série debalanoceleProtrusão da glande através de ruptura do prepúcio.balanopostiteInflamação da glande e do prepúcio.balãoFrasco em forma de globo com abertura superior e gargalo, para trabalho de laboratório.balboGago; balbuciante.balbuciarPronunciar imperfeitamente; gaguejar.balbúcieDificuldade de pronunciar; gagueira.bali, balistoDo gr. bállo, arremessar, lan-çar por terra (balistocardiografia, balismo, ecbólico, catabolismo).balismoTremor; movimento trêmulo.balnearDar banho.bálsamoSuco resinoso, semilíquido, de várias plantas, geralmente combinado a óleos.bandagemColocação de atadura; ato de enfaixar.banguela
  • Que não tem um ou mais dentes; desdentado (pop.).banhaGordura de animal; tecido adiposo; pomada (pop.).baqueta, dedos emDedos com dilatação nas extremidades, observados na insuficiência cardíaca, também denominados de dedoshipocráticos.baquistaQue bebe vinho ou licores; dado a bebidas alcoólicas.barbeiroInseto do gênero triatoma, vetor do Trypanosoma cruzi, que causa a doença de Chagas; apresenta comosinonímia fincão, chupança, chupão, percevejo gaudério, procotó, bicho de parede.barbiturismoEstado mórbido ocasionado pelo uso abusivo de sais barbitúricos, caracterizado por calafrios, cefaléia, febre eexantema cutâneo.barestesiaSensibilidade a peso ou compressão sobre o corpo.barifoniaDificuldade de falar; fala entrecortada.barilaliaManeira de falar arrastado, como se a língua estivesse presa, na paresia ou nas lesões orgânicas do SistemaNervoso Central.baritimiaDepressão; melancolia.baro, bariDo gr. báros, peso (bario, barestesia, bariacusia, barotraumatis-mo).barognoseIncapacidade de perceber o peso dos objetos.barologiaParte da física que estuda a gravidade.barotaxiaEstímulo de substâncias vivas por meio de modificações de pressão.barreira hematoencefálicaMecanismo fisiológico regulador que impede ou dificulta a passagem de certas substâncias do sangue para otecido cerebral.barreira hematoliquóricaMecanismo fisiológico regulador que impede ou dificulta a passagem de substâncias do sangue para o liquor.barreira liquor-encefálicaMecanismo fisiológico regulador que impede ou dificulta a passagem de substâncias do liquor para o tecidocerebral.Bartholin, canal deCanal excretor da glândula sublingual.Bartholin, glândulas deGlândulas mucíparas, vulvovaginais, da face lateral da vulva. O termo advém de Casper Bartholin, anatomistadinamarquês (1655-1738).bartoliniteInflamação das glândulas de Bartholin.
  • barúriaEliminação de urina com peso específico elevado.basalomaCarcinoma de células basais.baseZona mais larga ou mais baixa de determinado órgão.Basedow, doença deBócio tóxico ou exoftálmico, com sudação, taquicardia, crises diarréicas e outras perturbações endócrinas,devido ao hipertiroidismo. O termo advém de Karl Basedow, médico alemão (1799-1854) que a descreveu em1849.basi, basoDo gr. básis ou lat. basis, base (basiloma, basilateral, abasia, barofobia).basilarQue serve de base; que forma a base de um órgão.basílicoPrincipal; importante; proeminente.basiteInflamação da base de um órgão.basófiloQue se cora facilmente pelos corantes básicos.bastãoCajado; símbolo de comando ou poder.bastão de AsclépioBastão com uma única serpente enrolada em torno do mesmo, sendo o símbolo da Medicina; bastão deEsculápio.bastão de vidroBastonete de vidro usado em farmácia para misturar líquidos e dissolver sais.bastardoIlegítimo; híbrido.bastonetePequeno bastão; bacilo alongado.batarismoPerturbação da linguagem; gaguejo; tipo de dislalia em que as palavras são pronunciadas de forma precipitada.bátaroQue sofre de batarismo.batelBarco pequeno; canoa.batel, tórax emTórax escafóide, com depressão do esterno.batiTermo que indica profundo, ou relação com profundidade.bati, batoDo gr. bathys, profunto, oco (batianestesia, batofobia).baticum
  • Pancada surda; taquicardia (pop.).batmoDo gr. bathmós, grau, degrau (batmotropismo).batmofobiaMedo mórbido de escadas ou declives.batofobiaMedo mórbido de profundeza, ou de olhar para baixo, estando o paciente em lugar elevado, devido ao medo decair; acrofobia.batracofobiaMedo mórbido de rãs.BCGAbreviação de "bacilo de Calmette-Guérin"; vacina que produz imunidade contra o bacilo da tuberculose.bdelaSanguessuga.beberagemCozimento de ervas para ser tomado aos goles ou em largas porções, sem horário nem medida, geralmentepreparado por curandeiro; beberragem.beiçoLábio; cada uma das partes moles diante dos dentes, que formam o contorno da cavidade bucal.beiço de lebreLábio leporino.beliDo lat. bellum, guerra (belicoso).belonoDo gr. belóne, agulha (belonóide).benignoSuave; favorável; de pouca intensidade; de fraca malignidade.benoDo gr. baíno, caminhar, marchar (benoterapia).bênticoAbissal; do fundo dos mares.bequiDo gr. bex, bechós, tosse (béquico).béquicoDiz-se de qualquer medicamento que combate a tosse.beribériDoença carencial; avitaminose provocada pela falta de vitamina B1. Usada a palavra do vocabulário senegalês,no qual a partícula béri se emprega duas vezes, como reforço intensivo. Béri quer dizer fraco, e daí beribéri paradizer da incapacidade, da decadberneTumor (miíase furunculóide) produzido pela larva da mosca Dermatobia hominis, comum nos animais do campo(bois, vacas, eqüinos).bestialidadePerversão na qual o paciente tem relações sexuais com animais.besuntar
  • Esfregar unto ou pomada; untar abundantemente.beta2a letra do alfabeto grego, correspondente ao b (betacismo, beta-lipoproteína).betabloqueadoresDenominação de um grupo de medicamentos que atua bloqueando os receptores do tipo beta: no coraçãoocorre diminuição do débito cardíaco e da freqüência de batimentos, e nos pulmões, o principal efeito é abroncoconstrição.betesgaBeco sem saída; cubículo; fundo de saco.betumeProduto negro, solidificável do petróleo.bexigaSaco músculo-membranoso onde se deposita a urina eliminada pelos ureteres, com capacidade aproximada de500ml e peso de 30 a 60g.bexiguentoAcometido de varíola (pop.).bezoarConcreção que pode ser encontrada no estômago e nos intestinos do homem e de outros animais, podendo seconstituir de cabelo (tricobezoar), vegetais (fitobezoar) cabelo e vegetais (tricofitobezoar) ou fragmentos degoma-laca.biForma abreviada de bis (bigamia, bipolar).biblioDo gr. biblíon, livro (bibliografia).bíbuloQue absorve líquidos ou umidade; hidrópota.bícepsMúsculo elevador do braço; aquele que possui duas cabeças.bicheiraMiíase; ferida nos animais, com larva de moscas sarcófagas; chamada também de miíase vulgar (pop.).bicoParte córnea da boca das aves.bico-de-papagaioOsteófitos da coluna vertebral, que provocam dores durante os movimentos.bico-do-peitoMamilo.bicúspideQue possui duas pontas; que termina em pontas divergentes.bidAbreviação de "bis in die", termo latino de "duas vezes ao dia".bíduoEspaço de 2 dias.bienalQue dura dois anos; relativo ao espaço de dois anos.biênio
  • Espaço de dois anos consecutivos.bífidoDividido em duas partes ou ramos; fendido na linha mediana.biflexoDobrado para dois lados; curvo duas vezes.bifocalQue tem dois focos; lente ocular dupla, para dar sensação de relevo na microscopia; óculos com lente duplapara visão próxima e distante.bíforeQue apresenta duas meias portas ou aberturas.bígamoAquele que tem dois cônjuges simultaneamente.bigêmeoQue ocorre em dois; reunida em pares duplos.bigornaPequeno osso médio, entre o estribo e o martelo da cadeia de ossinhos do ouvido médio.bileO mesmo que bílis.bilirrubinaPrincipal pigmento da bílis humana. É derivado da hemoglobina.bilirrubinemiaTaxa de bilirrubina no sangue.bílisSubstância secretada pelo fígado, armazenada na vesícula biliar e derramada no duodeno, esverdeada, amargae viscosa que participa, de modo importante, no mecanismo da digestão, principalmente das gorduras; bile.biliverdinaÉ derivada da bilirrubina; existe em pequena quantidade na bílis humana.bimensalQue aparece duas vezes por mês.bimestralQue dura dois meses; que aparece de dois em dois meses.bimestrePeríodo de 2 meses.binária, classificaçãoUsada na sistemática zoológica, botânica e bacteriológica, com nome do gênero seguido do da espécie.binárioConstituído de 2 elementos ou partes iguais.bioDo gr. bíos, vida (biópsia, abiotrófico, biológico).biocatalisadorSubstâncias ativas, como fermentos, hormônios e vitaminas.biocenoseRelação entre diversos organismos que vivem conjuntamente; associação de seres diferentes em uma mesmaárea alimentar.
  • biocidaConservante que impede o ataque de fungos e bactérias a todo tipo de material orgânico, como papel, madeira,tecidos, etc. .biodisponibilidadeSegundo o Ministério da Saúde, medida da quantidade de medicamento, contida em uma fórmula farmacêutica,que chega à circulação sistêmica, e da velocidade na qual ocorre esse processo. A biodisponibilidade seexpressa em relação à administração intravenosbioecologiaEstudo dos seres vivos em relação ao meio ambiente onde vivem.bioenergéticaForça vital; estudo das transformações da energia nos seres vivos.bioequivalênciaSegundo o Ministério da Saúde, condição que se dá entre dois produtos farmacêuticos que são equivalentesfarmacêuticos entre si, e que mostram uma mesma ou similar biodisponibilidade segundo uma série de critérios.Para tanto, os dois produtos devem ser cbioestatísticaEstatística vital; ramo da biometria que se ocupa de números e leis de mortalidade, morbidade, natalidade edemografia.bioéticaCiência que se ocupa dos princípios e valores que buscam a promoção da vida.biofilaxiaPreservação; mecanismo de defesa do organismo contra a invasão de agentes infecciosos; compreende todosos mecanismos de defesa não-específicos, como fagocitose, inflamação, etc. .biogêneseOrigem dos seres vivos; desenvolvimento da vida.biópsiaRemoção e exame de tecido de um organismo vivo para fins de observação e diagnóstico.bioquímicaParte da química que estuda os organismos vivos e os processos químicos vitais.biossínteseFormação de um composto químico num organismo vivo.biotaxiaClassificação sistemática dos seres vivos.biotérioLocal onde se criam ou recolhem animais vivos para experiências.biotinaSubstância análoga à vitamina H, encontrada no complexo B e essencial ao crescimento de seres vivos.biótipoTipo constitucional; grupos de indivíduos geneticamente iguais. A grafia correta do termo é proparoxítona, comacento agudo na antepenúltima sílaba; contudo, a pronúncia corrente no Brasil é paroxítona, sem acento agudo.bisPref. lat.: dois ou duas vezes (bissexual, bissulfatado).biselBorda cortada obliquamente; corte em ângulo obtuso.bisnagaTubo cilíndrico de estanho para conter pomadas, pastas e outras preparações farmacêuticas e cosméticas.
  • bissoDo gr. byssos, fio de algodão ou linho fino (bissinose).bisturiEscalpelo; faca pequena, reta ou encurvada na parte da lâmina, usada para abrir abscessos e praticar cortes emoperações cirúrgicas.bitáculaFossa nasal; venta; rosto (pop.).blastemaSubstância rudimentar que forma células, tecidos e órgãos; tecido embrionário.blástidePrimeiro indício de núcleo em óvulo fecundado.blastoDo gr. blastós, germe (blastoderma, mieloblasto, blastômero).blastócitoCélula embrionária não-difereciada.blastomaTumor verdadeiro; tumor de células embrionárias.blástulaEstado de desenvolvimento do embrião em que se forma uma cavidade rodeada de camada singela de células,a vesícula germinativa.blefáricoRelativo à pálpebra.blefariteInflamação das pálpebras.blefaroDo gr. blépharon, pálpebra (blefarite, blefaroplastia).blefaroconjuntiviteInflamação da pálpebra e da conjuntiva.blenoDo gr. blénna, muco (blenorragia, blenocistite).blenorragiaDoença sexualmente transmissível, provocada pela Neisseria gonorrhoeae; gonorréia, gonô, esquentamento(pop.).blenorréiaDescarga ou corrimento de muco; flores brancas (pop.).blenúriaPresença ou excesso de muco na urina.blepsiaDo gr. blépsis, visão (ablepsia, hemiablepsia).blesidadeVício de pronúncia freqüente em crianças caracterizado pela substituição de algumas consoantes por outras (Spor Z, T por D).bloqueioInterrupção súbita de um ato ou das associações de idéias; incapacidade de manifestar afetos.BO
  • Gíria utilizada entre vendedores/representantes propagandistas da Indústria Farmacêutica para designardeterminados medicamentos muito "bonificados" quando vendidos às farmácias (recebem muitos descontos), eque são alvo dos balconistas na chamada "empurrbochechaFace lateral da boca.bochechoIntrodução de líquido na boca para ser agitado com movimentos dos músculos bucinadores, com fim terapêutico.bócioPapo; papeira; aumento de volume da glândula tiróide; não significa hipertireoidismo.bolaQualquer objeto esférico.bola gordurosa de BichatDepósito de gordura na bochecha. O termo advém de Xavier Bichat, anatomista e fisiologista francês(1771-1802).boliV. bali.bolo histéricoSomatização de pessoas neuróticas em que há a sensação de "um bolo preso na garganta" e que lhescomprime o pescoço; corresponde, na verdade, a um espasmo do esôfago, componente de um quadro deansiedade e angústia.bolorMofo.bolsaCavidade em forma de saco.bolsa serosaCavidade natural existente nos tecidos fibrosos, contendo um líquido viscoso; protege os tecidos de grandesestiramentos.boqueiraEstomatite impetiginosa das comissuras labiais, atribuída à carência de riboflavina; quilite.borborigmoMovimentos ruidosos de gases no intestino.borbulhaVesícula na epiderme com conteúdo aquoso ou purulento; bolha; pequeno ponto inflamado na pele.borraParte glutinosa ou sólida em suspensão em um líquido; depósito de precipitados em líquidos orgânicos, dereações químicas.borrifarSalpicar de pequenas gotas de líquidos.bossaSaliência, corcova.bostelaPequena ferida com crosta; pústula.boticaEstabelecimento em que se preparam e vendem medicamentos; farmácia (termo ainda usado no interior doPaís).boticão
  • Pinça reforçada (espécie de alicate) para arrancar dentes.botijaGarrafa de barro, de boca estreita e gargalo curto e pequena asa, que serve para conservar bebidas.botrídioPequena fossa; fosseta; ventosa.botrioDo gr. bóthros, orifício, pequena cavidade (botriocéfalo); - do gr. bótrys, cacho (botriforme).botropaseFermento coagulante sangüíneo, extraído da peçonha da jararaca Bothrops jararaca.botuliDo lat. botulus, salsicha (botulismo, botuliforme).botulismoIntoxicação produzida pelo Clostridium botulinum, que prolifera em conservas, preferencialmente nas carnes. Opaciente apresenta náuseas, vômitos, cólicas, secura da pele e da garganta, e perturbações neuromotoras deorigem central, particularmente no motboubaMoléstia da pele, eruptiva, contagiosa, inoculável, de evolução crônica, causada por espiroqueta; buba.bovarismoTermo extraído do romance de Gustave Flaubert "Madame Bovary", e aplicado aos indivíduos que levam umavida romanesca, fictícia, em desacordo com a realidade.braçaMedida antiga de comprimento, correspondente a 220 cm.bradiDo gr. bradys, lento (bradicinesia, bradicárdico).bradicardiaLentidão anormal dos batimentos cardíacos, até menos de 60 por minuto.bradicininaSubstância hipertensora do sangue isolada pelos pesquisadores brasileiros Rocha e Silva, Beraldo e Rosenfeld(Am J Physiol 156:261-273, 1949).bradipsiquismoLentidão dos processos psíquicos; retardamento psíquico.Braille, escrita deEscritura com pontos em relevo, destinada aos cegos, criada por Louis Braille (1809-1850), em sendo ele própriocego desde os 3 anos de idade.braquiTermo que indica curto, breve, conciso.braquiDo gr. brachys, curto (braquidactilia, braquítipo); - do gr. brachion, braço (braquicefálico, braquialgia).braquialPertencente ao membro superior, ao braço.braquioTermo que mostra relação com braço.braquiocefálicoQue diz respeito ao braço e à cabeça.brefo
  • Do gr. bréphos, recém-nascido, embrião, feto (brefotrofismo, brefoplastia).bregmaPonto da superfície do crânio na junção das suturas coronal e sagital.brevilíneoIndivíduo de tronco e membros curtos.bricoDo gr. brygkós, rangido (bricomania).bridaRédea; qualquer formação que provoque obstrução ou obstáculo.brizomanciaAdivinhação dos sonhos; oniromancia.Broca, circunvolução deTerceira circunvolução frontal onde se localiza o centro da linguagem articulada. O termo advém de Paul Broca,cirurgião francês (1824-1880).broma, bromatoDo gr. brôma, brómatos, alimento (bromatologia).bromidroseSuor de mau cheiro; caquidrose; osmidrose.bromismoEstado provocado pelo uso exagerado de sais de bromo; erupção de acne na face e no corpo; cefaléia,extremidades frias, hálito fétido, insônia e impotência sexual.bromoDo gr. brômos, mau-cheiro (bromidrose).bromodermiaConjunto de lesões cutâneas provocadas pelo bromo ou brometos, como acne, eritema, inflamação, prurido.bromomenorréiaFluxo menstrual com cheiro desagradável.bromopnéiaRespiração com mau cheiro.bronco, brônquioDo gr. brogchós, gar-ganta, ou lat. bronchus, brônquio (broncodilatador, bronquiectasia).broncoceleTumor localizado no pescoço, em virtude de bócio; papeira (pop.).broncócliseInjeção na árvore bronquial; instilação de substâncias medicamentosas nos brônquios.broncopneumoniaPneumonia com origem nos brônquios.broncoscopiaExame dos brônquios pelo broncoscópio.bronquiectasiaDilatação crônica dos brônquios ou dos bronquíolos, por processo inflamatório ou degenerativo.bronquioceleDilatação ou entumescimento do brônquio ou bronquíolo.bronquiolite
  • Inflamação dos bronquíolos; bronquite capilar.bronquíoloSubdivisão dos brônquios; rami-bronquiteInflamação, geralmente infecciosa, do revestimento interno dos brônquios, com secreção abundante de muco.brontoDo gr. bronté, trovão (brontofobia).brontofobiaMedo de raios, trovões e tempestades.bronzeLiga de cobre, estanho e zinco.brotoejaErupção cutânea, acompanhada de prurido.bruçosPosição em decúbito ventral (de bruços).brunirTornar polido; polir.bruxaFeiticeira.bruxa, leite deSecreção lactescente do peito de recém-nascido (pop.).bruxismoMedo noturno, durante o sono; ranger de dentes; briquismo.buDo gr. boús, boós, boi (bulimia, buftalmia, bucárdia).bubãoÍngua; tumefação dos gânglios linfáticos, especialmente das virilhas; adenite.bubasteDeusa egípcia do fogo, filha de Isis e Osiris, venerada na cidade de Bubaste. Deusa da castidade, invocadatambém nos partos. O gato era animal consagrado a Bubaste.bubonalgiaDor nas virilhas.bucaletaComprimido para uso sublingual.bucardiaCoração bovino; hipertrofia idiopática do coração.bucinadorMúsculo chato da bochecha, que atua no sopro e na mastigação.bucnemiaInchação inflamatória, difusa, na perna.bucoTermo para indicar relação com a boca.buçoAparecimento dos primeiros pêlos no lábio superior do homem; pêlos finos e curtos no lábio superior de algumas
  • mulheres.bufidinaVeneno de certos sapos.bulaAdvém do latim bulla, que significa bolha ou borbulha como na água fervente, por alusão aos selos dosdocumentos pontifícios, os quais se apresentavam como borbulhas identificadoras, saliências trazendo asinsígnias do Papado de Roma. Particularizada a dibulboÓrgão ou parte do órgão com forma mais ou menos globosa.buleseVontade.bulhaRuído.bulha cardíacaTom cardíaco, vibração das válvulas cardíacas imediatamente após o seu fechamento e vibração das paredesdo coração e dos grandes vasos em torno do coração. Estas vibrações transmitem-se à parede torácica,podendo ser ouvidas como som pelo estetoscópio. QbuliaDo gr. boulé, vontade (abulia).bulimiaFome voraz; ingestão de grande quantidade de alimento, compulsivamente, seguida de purgação.bunoDo gr. bounós, proeminência, colina (bunodonte, bunogastria).buretaTubo de vidro graduado, com torneira na extremidade, usado para medir volumes.bursaPequena bolsa revestida pela membrana sinovial e cheia de líquido sinovial que se encontra em algumasarticulações, especialmente as de grande movimento, como a do ombro. O papel da bursa é proteger aarticulação e facilitar seus movimentos.bursaDo lat. bursa, bolsa (bursite, bursectomia).bursiteInflamação da bolsa serosa, geralmente em relação com as articulações ósseas ou com as bainhas dos tendões(tenossinovite).butíricoÁcido que se encontra na manteiga, suor, fezes e urina.butiroDo gr. boútiron, manteiga (butírico, butirômetro).
  • cabaçoHímen; virgindade (pop.).cabeçaParte do organismo que contém o cerebro e os órgãos da visão, olfação e gosto.cabeça-de-medusaVarizes da região umbilical devido à estase da veia porta, sendo sinal de cirrose hepática.cabeça-de-pregoFurúnculo (pop.).cabrestoDobra membranosa que retém órgão; freio.cachimôniaPaciência; capacidade.cacoTermo que indica mau, defeituoso.cacoDo gr. kakós, mau (cacofagia, caquexia, cacosmia).cacoeteTique; hábito de contraturas ou gestos; mania.cacofagiaEstado mórbido em que o indivíduo apresenta perversão do apetite, que o faz ingerir substâncias repugnantes.cacoforiaSensação de fadiga, de lassidão mental, de mal-estar e irritabilidade.cacogeusiaSensação de sabor desagradável a tudo que se ingere.cacolaliaLinguagem incorreta, observada em algumas formas de demência.cacostomiaMau hálito; halitose.cacotanásiaMorte com dor, opondo-se à eutanásia.cacoteniaDecadência de determinada raça em virtude de influência maléfica do meio ambiente.cacumeParte mais alta de órgão que termina em ponta; vértice.cadastroRegistro; recenseamento de população; censo.cadáverCorpo após a morte.cadeiraBacia, quadril (pop.).cadinhoVaso de cerâmica ou metal para carbonização de corpos orgânicos ou fusão de metais.caduca
  • Membrana que envolve o feto; velha, decadente.caduceuEmblema formado de ramo de loureiro em que se encontram duas serpentes; insígnia de Mercúrio ou Hermes;símbolo do comércio, usado erroneamente como símbolo da Medicina.cafeísmoAlteração devido ao abuso do café; intoxicação ou vício de uso excessivo de café, que produz insônia,irritabilidade e nervosismo.cãibraContração muscular espasmódica, involuntária e dolorosa, que ocorre freqüentemente nos membros; podetambém afetar os órgãos internos.Caim, complexo deDiz-se, em Psicanálise, da competição entre irmãos, aflorando aspectos de ciúme, inveja e desejos desuperioridade.calafrioCalefrio; arrepio; tremor com sensação de frio; geralmente traduz a existência de infecção aguda.calamoideQue tem forma de pena.calaseDo gr. chálasis, ação de afrouxar (acalasia).calasiaRelaxamento de um esfíncter corporal, como por exemplo a cárdia.calcâneoOsso do tarso que forma o calcanhar.calcanharParte posterior do pé, formada pelo osso calcâneo.calcemiaQuantidade de cálcio existente no sangue.calcicosePneumoconiose por inalação de pó de cálcio ou pó de mármore.calciferolVitamina D2.calcificaçãoProcesso mediante o qual os tecidos do organismo ficam duros, em virtude de depósito de sais de cálcio.calcinaçãoAção ou efeito de calcinar; processo de reduzir a pó pelo calor.calciopexiaFixação de cálcio nos tecidos orgânicos.calcoDo gr. chalkós, bronze, cobre (calcose).calcóideTumor na polpa dentária.calcosePresença de depósitos de cobre nos tecidos orgânicos.cálculoCristalização anormal (geralmente formada por sais minerais) que se forma no organismo, principalmente na
  • bexiga, na vesícula biliar e nos rins; conhecido vulgarmente por pedra.calculoseMoléstia produzida pela formação de cálculos; litíase.caldoSuco de carne obtido por seu aquecimento em água, usado para alimentação, como excitante do apetite e nacultura de bactérias.calefaçãoAto de aquecer; aquecimento.calendário, método doMétodo anticoncepcional, comportamental, em que a mulher marca em um calendário os dias do mês quecorrespondem ao início e ao término de período fértil, período este determinado pela média dos dias dos ciclosmenstruais anteriores, devidamente analisadocalenturaEstado mórbido decorrente do efeito de temperatura elevada; termoplegia.cali, calio, caloDo lat. kalium, potássio (hipercaliemia); - do gr. kalós, belo (calistenia, calomania); - do gr. chaláo, relaxar(calodermia).calibreDiâmetro de tubo ou canal.cálicePequeno copo ou medida de 20 ml; parte do rim onde se reúnem os tubos uriníferos; verticílio externo das flores.caliciformeQue tem forma de cálice.cálidoQuente; ardente; fogoso.caliemiaPresença de potássio no sangue circulante.califectasiaDilatação do cálice renal.caligemEscuridão, névoa nos olhos.caligo lentisCatarata.calinoDo gr. chalinós, freio (calinoplastia).calinoplastiaCirurgia plástica do ângulo da boca ou do freio da língua.calipediaDesejo de ter filhos bonitos, que leva as mulheres grávidas a olharem figuras, crianças ou adultos fisicamenteperfeitos.calipeniaBaixa taxa de potássio no sangue.calismoIntoxicação pelo potássio; potassismo.calistenia
  • Tipo de ginástica.caloHiperceratose cutânea conseqüente a atrito ou excitação mecânica da pele.calomboInchação dura, após traumatismo.calorForma de energia que aumenta a temperatura.caloriaUnidade de quantidade de calor; quantidade de calor necessária para elevar de 1 grau centígrado (de 14,5º C a15,5º C) a temperatura de 1 ml de água destilada.calosoQue tem calos; duro como calo.caloso, corpoParte do cérebro constituída de substância branca, ligando os dois hemisférios e formando o fundo da cesuramediana.calvaParte da cabeça onde caiu cabelo.calvícieAusência de cabelos.cambadoQue tem pernas tortas; que puxa uma perna, na marcha; cambaio.cambarAndar com passo vacilante ou inclinado para um lado.cameDo gr. chamaí, baixo, por terra (camecéfalo).camecéfaloQue tem a cabeça chata.campainhaSinal de alarme elétrico; úvula (pop.).campânulaPequeno vaso de vidro com forma de sino que serve para cobrir.campiloDo gr. kâmpylos, torcido (campilorraquia).campimetriaMétodo de avaliar o campo visual com o campímetro.camptoDo gr. kamptós, recurvado (camptodactilia).canabismoIntoxicação provocada pela Cannabis, manifestada por excitação psicomotora e fenômenos de confusão eonirismo, que terminam num estado de êxtase.canalCavidade ou tubo que serve para passagem de líquido ou gases.canceloEstrutura quadriculada ou reticulada.
  • câncerTumor que destrói e invade os tecidos onde se origina. É capaz de produzir metástases ou tumores secundárioslonge do tumor primitivo. É também chamado neoplasia maligna.cancroUlceração geralmente na boca, lábios ou pênis.cancro duroTumor sifilítico; cavalo (pop.).cancro moleTumor provocado pelo bacilo de Ducreyi (Haemophylus ducreyi).cândidaGênero de fungos levediforme, do qual a Candida albicans é o mais importante, pela sua patogenia ginecológicasexualmente transmissível.canetaGíria utilizada entre representantes propagandistas da Indústria Farmacêutica que identifica determinado médicoque, habitualmente, prescreve determinado medicamento, ou medicamentos, de um mesmo laboratóriofarmacêutico.canhestroDesajeitado; acanhado.canhotaMão esquerda.canícieAlvura dos cabelos; velhice.canículaGrande calor atmosférico.cantoDo gr. kanthós, canto do olho (cantite, cantoplastia).cânulaTubo para ser introduzido no organismo.caolhoCego de um olho (pop.).caolinosePneumoconiose causada pela inalação de partículas de caolim.capelaConstrução ou armação cônica sobre mesas de trabalho em química, com saída para o exterior, a fim de facilitara eliminação de gases.capengaCoxo; manco; claudicante.capilarRelativo a cabelo; fino como o cabelo.capilar sangüíneoVaso sangüíneo de diâmetro muito reduzido, que interliga arteríolas e vênulas.capistroAtadura ou faixa para a cabeça.capitadoDilatado na extremidade distal.
  • capnoDo gr. kapnós, vapor, fumaça (hipocapnia).capriDo lat. caper, capri, bode (caprizante, capróico).capricanteQue dá saltos como a cabra.caprichoVontade súbita, irrefletida e volúvel.capsídeoCapa protéica externa que reveste uma partícula viral.cápsulaPelícula gelatinosa, de goma, massa, etc., com que se envolvem certos medicamentos.capuchoCobertura de pano sobre a cabeça.caquexiaFraqueza extrema produzida por doenças prolongadas ou altamente consuntivas, como o câncer, a tuberculosee outras.carangoComichão da pele com descamação; piolho ou chato (pop.).caráterÉ o complexo conjunto formado pelos instintos, sentimentos, paixões, impulsos e inibições que se exterioriza ounão aos propósitos, atos e atitudes de um indivíduo.carboDo lat. carbo, carvão (carbono).carbúnculoInfecção grave causada pelo Bacillus anthracis que ataca o gado, carneiros e pessoas que lidam com eles oucom peles e lãs desses animais; pústula maligna; antraz maligno.carcaçaEsqueleto, cadáver; corpo decomposto ou descornado.carcinoDo gr. karkínos, caranguejo, cancro (carcinoma).carcinogêneseProdução de câncer.carcinomaSinônimo de câncer. Vem do grego, da palavra carkinos, a mesma que traduzimos por caranguejo, servindotambém para formar a expressão carcinologia, isto é, o capítulo da zoologia que estuda os crustáceos,principalmente os caranguejos. E por serem as pinçcarcinoseDisseminação do câncer pelo organismo.carcinossarcomaTumor maligno misto, que possui elementos de carcinoma e sarcoma.cárdiaAbertura superior ou esofágica do estômago.cardialgiaDor no estômago, localizada na sua parte superior, junto da cárdia; dor no coração.
  • cardiazolNome comercial de um preparado cardiotônico, semelhante à cânfora, usado antigamente como convulsivantenos quadros esquizoparanóides, ao ser aplicado em injeções endovenosas rápidas, imitando o quadroconvulsivo do eletrochoque.cardioDo gr. kardia, coração, orifício su-perior do estômago (cardiopatia, cardiectasia).cardiomegaliaAumento patológico do volume do coração, quer por dilatação quer por hipertrofia.cardiopatiaNome genérico das doenças do coração.cardioplegiaParada cardíaca induzida por meios químicos ou físicos.cardiotônicoTônico cardíaco; diz-se das substâncias que reforçam a energia da contração do coração.cardiovalvuliteInflamação das válvulas do coração.carditeInflamação do coração.carenaQuilha; querena; qualquer estrutura semelhante à crista.carênciaFalta; privação; necessidade.carência afetivaPrivação de afetos, sobretudo em crianças de baixa idade, por falta ou inadequação de carinhos maternos oudos seus substitutos.carfoDo gr. kárphos, palha (carfologia).cariapseUnião dos núcleos na célula em conjugação.carieDo lat. carie, podridão (cárie).cárieDissolução e desintegração do esmalte e da dentina pela ação de bactérias acidificantes e de seus produtos;destruição de um osso, da qual pode resultar a morte deste, que se torna amolecido, descorado e poroso.carioDo gr. káryon, caroço, núcleo (cariomembrana, cariocinese, cariótipo).cariocineseMultiplicação das células por divisão indireta; mitose.carmimSubstância vermelha, derivada da cochonilha pela adição do alume, empregada como corante histológico.carminativoQue alivia a flatulência; antiflatulento.carnegãoMassa endurecida existente no interior dos furúnculos e antrazes, envolta pelo pus e resultante da necrose dostecidos do processo inflamatório; carnicão.
  • caroForma profunda de sono ou coma.carotenemiaPresença de caroteno no sangue em quantidade excessiva, a ponto de conferir coloração amarela à pele.carotenoSubstância corante vermelho-alaranjada, encontrada na cenoura, laranja e outras plantas. É precursora davitamina A, que se forma no fígado a partir dessa substância.carótidaPrincipal artéria do pescoço.carpalRelativo ao carpo ou munheca.carpoRegião do punho; munheca; região entre o antebraço e a mão.carpoDo gr. karpós, fruto (carpófago), punho (metacarpo).cartilagemSubstância elástica existente entre as superfícies articulares, ou que forma o arcabouço de certos órgãos comoa laringe, a traquéia ou o tecido ósseo embrionário. É constituída por massa homogênea, semeada de célulasencapsuladas, secretoras da substâncicáscaraDenominação de vários produtos farmacêuticos obtidos de plantas.cascavelCobra venenosa do continente americano (Crotallus terrificus) que tem um chocalho na cauda.caseificaçãoDegeneração em que o tecido se transforma em matéria seca, amorfa, que se parece com queijo.caseínaPrincipal proteína do leite que forma a base dos queijos, depois da sua coagulação.caseoDo lat. caseum, queijo (caseose, caseiforme).caseosoQue tem aspecto de queijo.castaGrupos de seres com caracteres peculiares; raça.castraçãoAto de castrar; retirada dos órgãos reprodutores.casuísticaRegistro de casos clínicos, reunião de casos.cataDo gr. katá, contra, para baixo, sob (catamênio, cataforese, catabolismo, catarro).catabolismoEtapa de processos degradativos do metabolismo, na qual os produtos assimilados sofrem combustão paraprodução de energia, a fase das despesas energéticas, em linguagem biológica. No antigo linguajar dos gregos,katabolè, donde parece proceder o termo, vicatabólitoProduto resultante do catabolismo.
  • catáfasePeríodo da mitose que vai da formação dos cromosomas até a divisão celular.catáforaSonolência profunda alternada com intervalos de vigília imperfeita.cataforeseIntrodução de iontes nos tecidos mediante campo elétrico.catalepsiaSíndrome caracterizada pela perda de movimentos e conservação de postura, com estado de semiconsciência,ou mesmo lucidez, sobrevindo por crises e sem rigidez ou flacidez musculares. Aparece na histeria, na hipnose,eventualmente na uremia, nas meningitescatáliseModificação na velocidade de reações, mediante a presença de substância que não participa do produto final.catamênioMenstruação; regras; fluxo menstrual.catamneseHistória de um paciente, desde o fim do tratamento, ou alta hospitalar, até a época de sua morte.cataplasmaPapa feita com mucilagens e aplicada quente sobre partes inflamadas.cataplexiaPerda súbita do tono muscular, com queda ao chão; apoplexia fulminante.cataporaVaricela, erupção cutânea; espécie de varíola benigna.catarataOpacidade do cristalino (parte do globo ocular que funciona como lente).catarinaGíria utilizada entre representantes propagandistas da Indústria Farmacêutica que significa a mala em que sãocarregados os medicamentos (amostras grátis) nas visitas de propaganda médica. Para alguns, o termo advémdo nome da esposa de um antigo propagancatarroSecreção mucosa ou mucopurulenta das mucosas das vias aéreas e de outras.catarseElemento de técnica psicanalítica e psicoterápica que visa à remissão dos sintomas através de exteriorizaçãoverbal e emocional dos traumatismos afetivos reprimidos; purgação; evacuação; limpeza.catárticoPurgante, substância que provoca a evacuação dos intestinos.catatimiaEntidade psiquiátrica que se manifesta paroxisticamente como crises passageiras e se caracteriza por intensaalteração de humor, seja no sentido de depressão ou no de mania.catatoniaFenômeno esquizofrênico caracterizado por perda da iniciativa motora e certo grau de tensão muscular, atitudefixa, fenômenos cinéticos e automáticos paradoxais, e, às vezes, estupor, mutismo e negativismo.categuteAdaptação ao português de dois termos ingleses - cat + gut - "catgut", fio de sutura de origem animal, em geralde tripa de carneiro.catéreseFraqueza provocada por medicamento.
  • cateterDo gr. káthetos, que se faz descer (cateterismo).catéterInstrumento cirúrgico, tubular, para retirar líquidos de cavidades do corpo; instrumento para introduzir na uretra afim de retirar urina da bexiga.cátionÍon que vai para o pólo negativo quando se faz passar a corrente elétrica numa solução; íons positivos, taiscomo potássio, sódio, cálcio (K+, Na+, Ca++).catisoDo gr. kathiso, sentar-se (acatisia, catisofobia).catódioPólo negativo ou eletródio negativo de corrente galvânica.caudaProlongamento da coluna vertebral.causalgiaDor pungente, como a das queimaduras.cáusticoQue queima ou corrói os tecidos.cautérioDispositivo destinado à destruição de tecidos orgânicos por meio químico ou mecânico.cavernaCavidade patológica e escavação ulcerosa que fica após a evacuação do pus de um abscesso; cavidade devidaà necrose do parênquima de um órgão.cavidadeEspaço oco dentro do organismo ou de um dos seus órgãos.caxumbaInflamação das glândulas salivares parótidas; trazorelho; parotidite epidêmica.cefalalgiaDor de cabeça.cefaléiaDor de cabeça.cefalodo gr. kephalé, cabeça (cefalalgia, encéfalo).cefalorraquidiano, líquidoLíquido existente no interior dos ventrículos cerebrais e no espaço subaracnóideo.cele, celo, celioDo gr. kéle, hérnia, tumor (varicocele, celotomia, hidrocele); - do gr. koilía, cavidade do ventre (celoma, celíaco,celiotomia); - do gr. koilós, oco (celoniquia).celeradoFascínora; de maus instintos.celhaPêlo que guarnece as pálpebras; pestanas.celíacoRelativo a intestino ou ventre.celologia
  • Estudo das hérnias.celomaCavidade corpórea do embrião, entre a somatopleura e a esplancnopleura.célulaÉ a menor porção do protoplasma que possui em si mesma as propriedades fundamentais da matéria viva.Todos os tecidos e órgãos são formados de células.celulosePrincipal carboidrato das membranas celulares das plantas.cementoSubstância que serve para reunir fragmentos quebrados; camada de tecido ósseo que envolve a raiz dentária.cenestesiaConsciência imediata do próprio corpo, considerado como unidade estática ou dinâmica, e sua conseqüentesensação de bem-estar ou mal-estar.cenhoFisionomia carregada; aspecto severo.cenoDo gr. koinós, comum, geral (cenestesia); - do gr. kenós, vácuo, vazio (cenofobia, cenencefalocele).cenóbioColônia de células independente; vida em comum.censoCômputo de uma população em seus caracteres, sexo, idade, etc.; freqüência de casos de doença.censuraMecanismo psicológico que impede a expressão direta dos desejos que o Ego considera culposo; superego.centesePerfuração ou punção por agulha.centeseDo gr. kéntesis, perfuração, pun-ção (toracocentese).centrais farmacêuticasSegundo o Ministério da Saúde, almoxarifados centrais de medicamentos, geralmente na esfera estadual, ondeé feita a estocagem e distribuição para hospitais, ambulatórios e postos de saúde.centrífugoQue toma direção para fora do centro.centrípetoQue toma direção ao centro.cepaAmostra de germe microbiano; linhagem; raça.cepáceoQue apresenta forma de cebola; do cheiro da cebola.ceratiteInflamação na córnea.ceratoDo gr. kéras, kératos, chifre (ceratite, ceratomalacia).ceratolíticoSubstância que destrói ou dissolve a camada córnea da pele, como o ácido salicílico.
  • ceraunoDo gr. keraunós, raio, relâmpago (ceraunofobia).cercáriaEstado larvário de certos nematóides, caracterizado por um corpo alongado, terminado em ponta, como cauda, eornado de cílios, para seu deslocamento à procura de hospedeiro intermediário.cercoDo gr. kérkos, cauda (cisticerco).cerebeloParte do encéfalo que fica abaixo do cérebro e acima do bulbo. É responsável pelo equilíbrio postural e pelacoordenação dos movimentos.cérebroPorção mais diferenciada do encéfalo que, no homem, se encontra na parte superior do crânio. É formado dedois hemisférios, unidos na base por substância branca, denominada corpo caloso.cerumeSecreção cérea das glândulas sebáceas e sudoríparas do conduto auditivo externo; cera do ouvido.cervicalRelativo ao pescoço; colo.cerviciteInflamação do colo do útero.cervicoDo lat. cervix, cervicis, pescoço, colo do útero (cervical, cervicoscapular, cervicite).cérvixPescoço; colo uterino.cesáreaCesariana; extração do feto por incisão na parede do abdome e do útero.cestóideEm forma de fita; platelminto sem tubo digestivo, enteroparasito, geralmente de corpo segmentado e preso àparede intestinal por ventosas e ganchos. A Taenia sp. (solitária) é um exemplo de cestóide.cesuraAto de cortar; incisão.cetosePresença excessiva de cetonas no organismo.cetosteróidesMetabólitos urinários de origem ovariana, placentária, testicular e supra-renal.Chagas, doença deTripanosomíase americana; doença tropical provocada por um protozoário, Trypanosoma cruzi, transmitido pelo"barbeiro". O termo advém de Carlos Ribeiro Justiniano Chagas, cientista brasileiro, nascido em Oliveira, MG(1879-1934), que a descreveu primeiramchamuscarPassar na chama; queimar ligeiramente.chanfrarCortar em sulco ou semicírculo.chatoPiolho (Phtirius pubis) que vive na região púbica (pop.).chiadoRuído respiratório; sibilo.
  • choqueEstado clínico caracterizado por fenômenos que surgem quando a descarga de sangue por parte do coração nãoé bastante para prover o necessário enchimento das artérias, nem se encontra sob pressão suficiente paraatingir órgãos e tecidos.choque anafiláticoQuadro clínico grave, mortal se não for socorrido imediatamente, em que o organismo reage a uma reaçãoalérgica, isto é, uma sensibilização do organismo a substâncias estranhas de natureza protéica.choque elétricoTerapêutica psiquiátrica utilizada até as décadas de 70/80, criada pelos psiquiatras italianos Cerletti e Binni, queconsiste em se provocar, através de uma descarga elétrica, um quadro convulsivo, tônico e clônico. Suasindicações terapêuticas repousavamchuleioPonto ligeiro na sutura cirúrgica.chumaçoPasta de algodão, isolante ou tamponante.cianoDo gr. kyanós, azul (acrocianose, cianúria).cianoseColoração azul da pele particularmente evidente na orelha, lábios e unhas, quando o sangue não éadequadamente oxigenado nos pulmões.ciáticaDor ao nível do nervo ciático e seus ramos, geralmente provocada por inflamação ou traumatismo dessestroncos nervosos.cíbaloFormações fecais, de consistência pétrea, dos pacientes portadores de obstipação intestinal.cibernéticaCiência que estuda as comunicações e o sistema de controle não só nos organismos vivos, mas também nasmáquinas.cibisoDo gr. kibísis, saco, bolsa (cibisótomo).ciboDo lat. cibum, alimento (cibofobia).cicatrizLesão permanente, resultante da reparação da epiderme e derme, ulceradas ou destruídas.cicatrizaçãoNome dado ao processo de reparação ou de cura de uma ferida, úlcera ou solução de continuidade de umtecido.cicloPeríodo de tempo em que os fenômenos se repetem.cicloDo gr. kyklos, círculo (ciclotimia, ciclite).ciclotimiaPsicopatia em que o paciente ora se apresenta excitado ora deprimido, ora alegre ora triste, ora decisivo orairresoluto, ora sereno ora exaltado.cicoDo gr. kríkos, anel, círculo (cricóide).
  • cidaDo lat. caedere, matar (parricida, homicídio, bactericida).cieseGravidez; prenhez.cieseDo gr. kyesis, gravidez (ciesiologia, apociesia, ciético).cifoCorcunda, corcova, observada na cifose.cifoDo gr. kyphós, curvo (cifose, cifoscoliose).cifoseCurvatura anormal da coluna vertebral para trás.cilindrúriaPresença de cilindros renais na urina.ciloDo gr. kyllós, torcido, disforme (cilose).CIM90Concentração Inibitória Mínima: concentração mínima de um antibiótico capaz de matar, pelo menos, 90% dospatógenos sensíveiscimoDo gr. kyma, kymatos, onda (cimograma).cine, cinetoDo gr. kínesis, movimento (discinesia, cinestesia, cinetose).cinética de ordem zeroDiz-se daquela em que há absorção ou eliminação do fármaco numa velocidade e quantidades fixas,independentes da concentração do fármaco.cinética de primeira ordemÉ aquela determinada ou dependente do fármaco e sua quantidade, onde ocorre sempre absorção oudegradação de uma fração fixa - 50% - do mesmo em um determinado tempo, e que varia para cada fármaco.cinética tissularDiz-se das concentrações de determinada substância ou fármaco nos diversos tecidos orgânicos.cinetoseDoença do movimento; o paciente não pode permanecer num veículo em movimento, tendo sensaçãovertiginosa acompanhada de náuseas, mal-estar geral e vômitos.cinoDo gr. kyon, kynós, cão (cinorexia, cinismo, cinofobia).cintilografiaMétodo de investigação clínica que consiste na injeção endovenosa ou ingestão de uma substância radioativacom afinidade eletiva para determinado órgão, permitindo o estudo da distribuição topográfica do isótoporadioativo nesse órgão por meio de um deteccioEstado de excitação sexual nas fêmeas de animais.cionoDo gr. kion, kíonos, coluna, úvula (cionotomia ou quiotomia, cionite, cionoptose).cipri, cipridoDo gr. kypris, kypridos, Vênus, doença venérea (cipridopatia, ciprifobia ou cipridofobia).
  • circulação colateralCirculação que se faz por vias secundárias, situadas nas imediações da via principal, quando há impedimentonesta.circulação sangüíneaDeslocamento do sangue no sistema cardiovascular.circuncisãoSeção da pele do prepúcio quando cobre a glande; operação realizada, rotineiramente, nas crianças judias,revestida de cerimonial religioso.cirroDo gr. kirrhós, amarelo-palha (cirrose); - do gr. skírrhos, pedaço de pedra (cirrocele); - do lat. cirrus, madeixa(cirriforme, cirro).cirroseProcesso patológico que atinge vários órgãos internos, nos quais o tecido nobre é substituído por tecido fibroso,semelhante ao tecido cicatricial.cirsoDo gr. kirsós, variz (cirsectomia, cirsóide).cirtoDo gr. kyrtós, curvo (cirtógrafo, cirtose).cirurgiaRamo da Medicina que, através de processos manuais ou mecânicos, trata as lesões e as deformidades; podeser curativa, paliativa, exploradora e reparadora, conforme o fim a que se destina.cisPref. lat.: deste lado, para cá (cisvestismo).cissiparidadeReprodução celular agâmica ou divisão binária; divisão do próprio corpo.cisternaEspaço fechado que serve de reservatório; espaço subaracnóideo que armazena líquido cérebro-espinhal.cisticercoForma larvária de tênia, em que um único escólex está incluído em cisto. Ingerindo a carne de porco ou de boiinfestada de cisticercos, quando mal cozida ou crua, o homem adquire a chamada "solitária" ou teníase.cistiteInflamação da bexiga.cistoTumor com conteúdo líquido, semilíquido ou pastoso; termo para indicar relação com saco, cisto ou vesícula.cistoDo gr. kystis, vesícula, bexiga, cisto, saco (cistólito, cistoplegia, cisticercose, cistodacrioma).cistometriaRegistro da pressão vesical durante a fase de enchimento, pelo qual se avalia a capacidade, complacência esensibilidade vesical e a atividade do detrusor.cisuraFenda, canal, fissura, cissura.citoDo gr. kytos, célula (leucócito, citoplasma, melanócito).citocromoHemocromogênios largamente distribuídos nos tecidos animais e vegetais, onde exercem papel importante nosprocessos de oxidação.
  • citocromo P450Citocromo que possui em sua estrutura uma família de enzimas, é o principal catalisador das reações debiotransformação de fármacos no organismo. A família de genes do citocromo P450 diversificou-se a partir desua origem para adaptar-se ao metabolismo decitogenéticaRamo da genética que trata do estudo dos elementos celulares relacionados à hereditariedade, isto é,cromosomas e genes.citóliseDissolução ou destruição de células.citotoxinaSubstâncias celulares tornadas tóxicas por um mecanismo de sensibilização, quando previamente introduzidasno organismo, e são por ele destruídas.cladoDo gr. kládos, ramo (cladotricose, neurocladismo).clamidoDo gr. khlamys, khlamydos, manto, capa, túnica (clamidosporo).clangorSom estridente de certos órgãos quando lesados.claseDo gr. klásis, ação de romper, quebrar, destruir (aclasia, autoclasia).clasmaDo gr. klasma, klasmatos, fragmento (clasmatócito).clásticoSeparável ou divisível em partes.clastoDo gr. klastós, quebrado, roto (clastomania).clastomaniaDesejo irresistível de destruir, rasgando tudo.claudicarCoxear; mancar; errar.claustrofobiaMedo mórbido de permanecer em ambientes fechados.claviDo lat. clavis, chave (clavícula, clãviforme).clavículaOsso que forma a parte anterior do ombro; articula-se com a omoplata e o esterno.clearanceTermo inglês que significa "depuração" e pode ser definido como a taxa pela qual um fármaco é eliminado doorganismo.cleidoV. clido.cleptoDo gr. klépto, furtar (cleptomania).cleptomaniaImpulso patológico ao roubo.
  • clidoTermo que indica relação com clavícula.clidoDo gr. kleís, kleidós, chave, relativo à clavícula (clisagra, clidomastóide, clidorrexia).climatérioIdade crítica; conjunto de alterações somáticas e psíquicas que se observa no final do período reprodutor damulher, principalmente a partir da menopausaclínicaPrática da Medicina; o conjunto de doentes de um médico.clinoDo gr. klíne, leito (clínica) ou klino, inclinar, curvar (clinodactilia).clisV. clido.cliseAtração ou inclinação; lavagem de cavidade; aplicação de clister.cliseDo gr. klésis, inclinação (anáclise); - do gr. klysis, lavagem (clisiobomba, colpóclise).clisterIntrodução de líquido no intestino através do ânus.clitórisCorpo erétil, semelhante a um pênis em miniatura, situado no ângulo ântero-superior da vulva.clivagemFenda ou separação de células, corpos ou moléculas.cloacaCavidade existente na parte posterior da cavidade abdominal dos vertebrados onde se abrem o intestino e osórgãos genitais.cloasmaAfecção da pele que se caracteriza por manchas de coloração acastanhada, especialmente na face.cloneConjunto de indivíduos originários de outros por multiplicação assexual (divisão, enxertia, apomixia, etc.), em quetodos os membros de um clone têm o mesmo patrimônio genético.clonismoSucessão de movimentos musculares ou espasmos clônicos.clonoDo gr. klónos, agitação (clonospasmo).clope, clopoDo gr. klopé, furto (clope ou clopomania).cloraçãoTratamento pelo cloro de água potável contaminada, para sua higienização.cloroDo gr. chlorós, verde (clorofila).clue cellsCélulas epiteliais vaginais recobertas por organismos cocobacilares que, quando evidenciadas conjuntamente apH > 4,5, teste positivo para aminas e corrimento vaginal branco leitoso e com mau cheiro, denunciam aexistência de vaginose bacteriana, com inf
  • cluniDo lat. clunis, nádega (clunâmbulo).clunisNádega.cnefasDo gr. knéphas, obscuridade, crêpúsculo (acnefascopia).cnêmioRelativo à perna.cnemoDo gr. knéme, perna, panturilha (cnemalgia, gastrocnêmios).cnidoDo gr. knide, urtiga (cnidário, cnidose).coAbrev. do lat. cum: união, força (coadjuvante, correlato).coagulaçãoCondensação de líquidos orgânicos, sangue, leite e outros, do que resulta formação de massa de fibrina(sangue), ou pela ação do calor ou pela dispersão de partículas nos colóides (gelificação). Pela coagulação doslíquidos orgânicos, separam-se porções lcoáguloQualquer massa semi-sólida de sangue, linfa ou outro líquido do corpo.coalescênciaFusão das partes separadas; aderência ou junção de partes separadas, como nas feridas.coalhadaLeite submetido à coagulação, mediante a adição de culturas de bacilos lácticos ou deixado em lugar detemperatura quente, a fim de coalhar espontaneamente.coanoDo gr. choános, funil, cadinho (côanóide).coaptaçãoAproximação de partes que estavam separadas, como as extremidades de um osso fraturado.coarctaçãoEstreitamento; aperto.cobaiaPequeno animal de laboratório, também chamado "porquinho-da-Índia".cobreiroEczema, dermatite, zóster e outras dermatoses vesiculosas.cocaínaAlcalóide cristalino (metil-benzoil ecgonina) obtido de folhas da coca ou sinteticamente, empregada comoanestésico local, ou usada através da aspiração, como tóxico, causando dependência física e psíquica.cocçãoAto de cozer; aquecimento pela fervura.cóccixPequeno osso que termina a coluna vertebral na parte inferior; apresenta como sinonímia popular: mucumbu,osso-do-pai-João, uropígio.cócleaQualquer coisa em forma de caracol; canalículo espirilado do ouvido interno, em forma de caracol, situado na
  • frente do vestíbulo e que contém o órgão principal da audição, o órgão de Corti.cocoDo gr. kókkos, grão (micrococo, estreptococia).codiaDo gr. kódeia, cabeça de papoula (codeína, diacódio).coeficienteMedida de freqüência da ocorrência de um evento específico em uma particular população, num determinadoinstante ou período; é a medida instantânea da força de ocorrência de um evento. Está associada à velocidadedo processo de mudança de estado, em relaçcoenzimaEnzima auxiliar, ativadora de uma enzima.coerênciaLigação; conexão.coesãoForça que une as partículas de um corpo, ou que atrai as moléculas.cofoDo gr. kophós, surdez (cofemia).cognaçãoDescendência comum do mesmo tronco; parentesco; no Direito Romano, parentesco consangüíneo pelo ladodas mulheres.cogniçãoAquisição de um conhecimento.coiloV. celo.co-intervençãoEm ensaios clínicos, a aplicação de medidas diagnósticas ou terapêuticas adicionais à medida em estudo; asmedidas podem ser aplicadas aos indivíduos de um ou de ambos os grupos.coitoContato sexual entre dois sexos; cópula.colaDo gr. kólla, cola (colágeno, glicocola).colaçãoProcesso de filtração; refeição leve.colágenoSubstância fundamental do tecido conjuntivo que, além de encher as lacunas dos tecidos parenquimatosos,produz fibras colágenas, elásticas e reticulares.colagenoseDoença caracterizada pela presença de degeneração colágena (lúpus eritematoso, dermatomiosite,esclerodermia).colagogoSubstância que aumenta a excreção de bílis por contração da vesícula.colangiografiaRadiografia da vesícula biliar e dos canais biliares.colangiomaTumor das vias biliares.
  • colangiteInflamação do canal biliar; colangeíte.colapsoEstado de extrema prostração e depressão; supressão da atividade ou de um fenômeno; parada súbita.coleDo gr. cholé, bile (colerético, colagogo, colesterol).colecistectomiaExtirpação cirúrgica da vesícula biliar.colédocoCanal que leva a bílis ao duodeno.colelitíasePresença ou formação de cálculos nos canais biliares ou na vesícula biliar; calculose biliar.colemiaPresença de bílis ou pigmentos biliares no sangue.coleoDo gr. koleós, estojo, bainha, vagina (coleóptero, coleoptose).cóleraDoença infecciosa aguda, produzida pelo bacilo Vibrio cholerae.colereseAumento da secreção da bílis pelo fígado.coleréticoO que produz aumento da secreção de bílis pelo fígado.colesterolLipídio importante para o homem; é um dos principais componentes da membrana celular, e também precursorde outros esteróis (hormônios do córtex da supra-renal, hormônios sexuais); parte do colesterol transforma-seem ácido cólico e este em sais biliares.coliDo gr. kolyo, impedir (colipéptico).cólicaQuadro doloroso de caráter espasmódico no abdome; dor abdominal devido a espasmo da musculatura lisa dafibra.cólicoRelativo ao colo.colírioMedicamento que se aplica nos olhos, principalmente na conjuntiva.coliteInflamação do intestino grosso.coloPorção do intestino grosso que vai do ceco ao reto; cólon.coloDo gr. kôlon, intestino grosso (colopatia, colite, coloptose).colóideQue se assemelha à goma ou cola.colôniaGrupo de indivíduos que vivem em comum ou aproximados.
  • colostroLíquido secretado pela glândula mamária logo após o parto, de efeito laxativo para o recém-nascido, compostode glóbulos de gordura volumosos, granulosos e cistos celulares.colpalgiaDor vaginal.colpiteInflamação na vagina.colpoDo gr. kólpos, vagina (colpite, colpoptose, colpatresia).colutórioMedicamento para higiene, que se aplica na cavidade bucal.comaEstado de profunda inconsciência, com abolição da sensibilidade e da motilidade, observada nos casos detraumatismo, toxemia maciça, uremia, graves distúrbios do equilíbrio ácido-básico e outros.comaDo gr. kóma, cabeleira (acomia).comadreVaso higiênico, de forma apropriada aos doentes que devem permanecer em decúbito.comedãoAcne punctiforme; produção de matéria sebácea em glândula excretora da pele da face e que forma rolha desebo dessecado; cômedo.comensalSer vivo que vive às custas de outro, sem o molestar; parasito.comicialRelativo à epilepsia, também chamado "mal comicial", em face de os pacientes portadores de epilepsia poderemapresentar convulsões em locais com muita gente, mal arejados e de alguma tensão, como os comícios.cominutivoFragmentado; em que houve fragmentação.comioDo gr. koméo, tratar, cuidar (manicômio).comissuraPonte de união de duas partes; sutura.comoção cerebralEstado provocado por uma queda ou pancada sobre o crânio, que se manifesta por inconsciência, palidez,hipotermia e outros.co-morbidadeA presença de doença(s), além da doença em estudo, que pode(m) alterar o efeito de interesse no estudo.compadreVaso próprio para recolher excreções de homem, na posição deitada.compartimento centralDiz-se do conjunto de tecidos com grande perfusão por massa (mL/g), formado pelo snc, coração, rins, pulmões,fígado e glândulas.compartimento periféricoDiz-se do conjunto de tecidos com pouca perfusão por massa (mL/g), em condições de repouso, formado porpele e tecidos adiposo e muscular.
  • compatívelDiz-se de medicamentos que podem ser administrados concomitantemente.compleiçãoOrganização física de um ser; constituição do corpo; temperamento.complementoSubstância presente no soro normal, e que se combina com o complexo antígeno-anticorpo, produzindo lise,quando o antígeno é uma célula intacta.complexoCondição resultante de conflito inconsciente entre as tendências instintivas e a função moralizadora dosuperego; tal contradição de tendências compromete a expansão da personalidade e gera dificuldades deadaptação. Em linguagem popular, o termo designacompressaPedaço de gaze, linho ou algodão que se aplica firmemente a uma área lesada e que pode contermedicamentos.comprimidoForma farmacêutica que permite reunir, num pequeno volume, uma certa quantidade de um medicamento empó, que mediante compressão se torna compacto.compulsãoImpulso irresistível.conaçãoÉ a atividade psicomotora que se inicia na intenção e termina na ação propriamente dita. Abrange todo o cicloeferente da atividade pessoal; intenção dirigida.côncavoCavado; escavado; que possui concavidade.concentração máxima, pico deNível máximo obtido com o uso de uma determinada dose de um fármaco; Cmax.concepçãoIdéia; entendimento; imaginação; conceito; ato de ser concebido ou gerado; fecundação de ovo.concreçãoMassa inorgânica depositada no interior de tecido; cálculo; endurecimento.concrescênciaSaliência de tecidos ou partes, com crescimento anormal; vegetação de tecidos moles nas mucosas ou na pele.concúbitoAjuntamento carnal; coito; coabitação.condiloDo gr. kóndylos, protuberância ossea (condilartrose, epicôndilo).condilomaExcrescência carnuda e dolorosa que se observa no ânus, na vulva ou na glande peniana, caracterizando umadermatose sexualmente transmissível.condomMétodo anticoncepcional, de barreira, que consiste numa capa ou luva feita para cobrir e se ajustar ao pênisereto do homem (condom masculino), ou numa bolsa de plástico leve, frouxa, que se adapta à vagina e protegeo colo do útero, a vagina e a genitálicondroDo gr. chóndros, cartilagem (condroblasto), grão ou grânulo (condrios-soma).condrócitoCélula cartilaginosa.
  • condromaTumor de tecido cartilaginoso.confeitoMassa de goma açucarada que contém substâncias aromáticas, às quais se podem associar medicamentos.confiabilidadeÉ a extensão em que medidas repetidas de um fenômeno relativamente estável situam-se próximas umas dasoutras; é o grau de confiança de uma proposta; capacidade de um instrumento não variar em seus resultados,sendo utilizado por diferentes operadores oucongênitoGerado simultaneamente; herdado; que nasceu com o indivíduo.congestãoAcúmulo exagerado de sangue em determinada zona.conioDo gr. kónis, poeira (pneumoconiose, conídio).conjuntivaMucosa que atapeta o interior da pálpebra e a superfície exterior da esclerótica.conjuntiviteInflamação da conjuntiva.conjuntivo, tecidoTecido formado por diversos tipos de células e por uma substância intercelular (com fibras elásticas, colágenas ereticulares); apresenta como funções: sustentação, proteção, nutrição e preenchimento de espaços entre osoutros tecidos.consciênciaEstado de vigília do indivíduo no qual ele pode apreciar ou responder aos estímulos recebidos por seus órgãosdos sentidos; o indivíduo está orientado no tempo e no espaço, ciente do próprio estado mental.Conselho Federal de MedicinaEntidade que representa a profissão médica e os médicos em todo o território nacional, foi instituído - bem comoos Conselhos Regionais - pelo Decreto-lei 7.955, de 13 de setembro de 1945, e transformado em autarquia pelaLei 3.268, de 30 de setembro de 1constipaçãoPrisão-de-ventre; uma série de afecções como coriza, manifestações gripais, resfriado.constituiçãoTipo biológico; temperamento ou hábito funcional do corpo; compleição do corpo.constriçãoAperto; redução de diâmetro; sensação de opressão.consunçãoEnfraquecimento progressivo, definhamento progressivo do organismo, produzido por doença.contágioTransmissão de uma doença por contato direto ou indireto; o contágio direto ocorre quando o agente étransmitido diretamente de um indivíduo para outro; o indireto quando o agente é transmitido de um indivíduo aoutro através de uma 3a pessoa, de um animacontaminaçãoInfecção ou contágio por meio de microrganismos patogênicos.conteúdo latenteSignificação profunda do sonho, revelada pela psicanálise.conteúdo manifesto
  • Expressão do sonho, tal como é revelado pelo sonhador.contraçãoEncurtamento temporário de um músculo.contra-indicaçãoEstado ou doença que torna impróprio ou não indicado determinado método de tratamento.contratilidadePropriedade que certas estruturas apresentam de se encurtarem sob a ação de estímulos apropriados.contra-transferênciaSentimentos positivos ou negativos (afetuosos ou hostis) do psicanalista em relação ao cliente, no decorrer dotratamento psicanalítico.contraturaAto ou efeito de contrair; contração por fadiga, superestímulo, excitação prolongada.contundenteQue contunde; que faz contusão, ou comprime demasiado ou esmaga.contusãoLesão produzida por pancada em tecidos vivos.convalescençaPeríodo após uma doença, antes de recuperar totalmente a saúde.convexoCurvo ou arredondado na parte externa; bojudo.convulsãoContração violenta ou uma série de contrações rápidas e involuntárias dos músculos esqueléticos, podendohaver perda de consciência.convulsoterapiaEmprego de medidas terapêuticas que produzem convulsão.coorteUm grupo de pessoas com característica(s) comum(ns), como a coorte de nascimentos, quando todos osindivíduos do grupo nascem no mesmo ano, ou a coorte em estádios iniciais de doença, quando todos osindivíduos do grupo se encontram nos mesmos estágios incopeDo gr. kopé, corte (apócope).copoDo gr. kópos, fadiga (copodiscinesia, copopsia ou copiopsia).coprêmeseVômito de material fecal.coproDo gr. kópros, excremento (coprolalia, coprofagia).coprofagiaIngestão de fezes.coprologiaEstudo químico, parasitológico, bacteriológico e histológico das fezes.coquelucheDoença infecto-contagiosa provocada pela Bordetella pertussis, que se localiza nas vias aéreas, provocandotosse em acessos curtos e repetidos (quintosa). O étimo prende-se ao hábito que tinham os doentes em climasfrios de cobrirem a cabeça com uma touca
  • cor pulmonaleQuadro clínico que se caracteriza por hipertensão pulmonar, dilatação ou hipertrofia do ventrículo direito edilatação do cone do pulmão, resultante de doenças como a bronquite crônica, enfisema e outras que dificultama circulação pulmonar.corcovaProtuberância óssea, no peito ou na coluna; gibosidade; giba; bossa.cordiDo lat. cor, cordis, coração (codiforme, precordial).coreDo gr. kóre, pupila (corectopia, acoria, discoria).coréiaDoença nervosa, com movimentos involuntários e irregulares, irritabilidade e depressão, mais própria dainfância; admite-se hoje que possa ser uma manifestação clínica da febre reumática; doença de S. Vito, doençade S. Guido, doença de Sydenham.coreoDo gr. choreía, dança (coreomania).corioDo gr. chórion, pele, membrana (corioblastoma, coróide).córioPele verdadeira ou derme; camada situada abaixo da epiderme; membrana externa do ovo fecundado, queserve para sua proteção ou nutrição.corizaInflamação catarral da mucosa das fossas nasais, com secreção abundante de muco.córneaMembrana transparente situada na parte anterior do globo ocular, através do qual a luz penetra no interior doolho.coroDo gr. kóros, saciedade (acoria; neste caso, com o sentido de bulimia).coróideTúnica média, vascular, do olho, situada entre a esclerótica e a retina.coronáriaVaso que irriga o coração.corpo estranhoCorpo sem vida que se encontra em qualquer ponto do organismo, quer tenha vindo do exterior (objetodeglutido, aspirado para as vias aéreas, etc.) quer tenha se formado no corpo.correlaçãoGrau de dependência entre dois ou mais fatores, utilizando-se variáveis contínuas.corrimentoSecreção anormal e abundante de certos órgãos; corrimento nasal, vaginal, etc. .corrosãoDestruição do tecido, em regra, por agente químico.córtexCamada superficial de alguns órgãos.cotiloDo gr. kotyle, cavidade, vaso pequeno, taça (cotilóide).cótilo
  • Cavidade de osso, em que se articula um outro osso.cotoPorção restante de partes ou de membro amputado.coxalgiaDor na articulação coxofemoral; tuberculose da articulação do quadril.coxearClaudicar.craseTemperamento ou constituição do indivíduo; equilíbrio das partes que constituem os líquidos do organismo.craseDo gr. krâsis, composição, tempe-ramento (crase, discrasia, idiossincrasia).crassoEspesso; denso; grosso.cratoDo gr. krátos, força, robustez (cratomania).crauroDo gr. krauros, seco (craurose).crea - Do gr. kréas, carne (pâncreas, creofagia).crauroseLeucoplaquia da vulva.creatinaSubstância nitrogenada, que existe principalmente nos músculos, combinada com o ácido fosfórico;desempenha um papel importante nos fenômenos bioquímicos da contração muscular.creatininaDerivado da creatina; é um produto de excreção.cremastoDo gr. kremastós, suspender (nefrocremastia).cremnoDo gr. krémnos, precipício (cremnofobia).crenaEntalhe; chanfradura; fissura.crenoDo gr. kréne, fonte, manancial (crenoterapia).crenoterapiaTratamento por águas minerais.creoV. crea.crepitaçãoEstalido como lenha ao fogo, produzido por exsudatos nos bronquíolos; ruído semelhante ao de esfregar fios decabelo entre os dedos.crepuscular, estadoEstado de semiconsciência, durante o qual o indivíduo executa uma série de atos automáticos, mais ou menoscoordenados, dos quais não se recorda posteriormente. Em geral vem depois do acesso epiléptico, antes de opaciente recuperar a lucidez.cretinismoDoença crônica devido à deficiência da glândula tiróide, originada na vida fetal ou nos primeiros anos da infância.
  • Além da deficiência mental (idiotia), há atraso no desenvolvimento do organismo.cribosoPerfurado por múltiplos furos.cricóideEm forma de círculo ou anel; anular.crinoDo gr. kríno, separar, escolher (endócrino).crioDo gr. kryos, frio (criocirurgia).criptaAntro; cavidade; pequena depressão, em forma de tubo, que se abre em superfície livre.criptoDo gr. kryptós, oculto (criptorquidia, falocripsia).criptorquidiaLocalização do testículo fora da bolsa escrotal.criseModificação que sobrevém durante a evolução de uma doença; agravamento de uma doença crônica; momentodecisivo ou principal de uma doença ou febre; desaparecimento súbito e favorável dos sintomas agudos de umadoença infecciosa.crisíaseEstado caracterizado pela deposição de sais de ouro nos tecidos; auríase.crisoDo gr. chrysós, ouro (crisoterapia).cristaSaliência; eminência óssea.crista-de-galoCondiloma (pop.).cristalinoMeio transparente do globo ocular que desempenha a função de uma lente, através da qual passa a luz antes dealcançar a retina.critoDo gr. krités, juiz, mediador (hematócrito, lactócrito).croaDo gr. chróa, pele, cor (alocroísmo, croopsia). V. croma.croma, cromatoDo gr. chrôma, chrômatos, cor (cromatografia, acromia).cromatografiaMétodo de análise química de uma solução, em que os seus componentes são decompostos, em faixas coradas,em diferentes níveis da coluna. Modernamente se utiliza a cromatografia líquida de alta pressão (HPLC).cromidroseSudação corada; secreção de suores que apresentam coloração negra ou azulada, que se depositamprincipalmente na face e ao nível das pálpebras.cromosomaCorpúsculo em que se divide o núcleo no curso da mitose; cora-se fortemente pelos corantes básicos; cadaespécie vegetal ou animal possui um número constante de cromosomas, que transmitem os caractereshereditários de cada ser e constituem unidades defini
  • cronaxiaTempo necessário para excitar elemento nervoso; tempo mínimo para que uma corrente nervosa ponha ummúsculo em ação.cronognoseConhecimento subjetivo do tempo; capacidade de apreciar a passagem de tempo.crossa da aortaParte recurvada da aorta, logo após a sua saída do ventrículo esquerdo; croça da aorta.crostaEnvoltório sólido formado por secreção ou por exsudato que se solidifica.crotoDo gr. krótos, batimento, ruído produzido por choque (anacrotismo).cruciDo lat. crux, crucis, cruz (cruciforme).cruentoSanguinolento; ensangüentado.cruezaEstado do que é cru; crueldade.crupeDoença da infância, na qual ocorrem tumefação e bloqueio parcial da entrada da laringe, e de aparecimentobrusco, causando dificuldade respiratória.cruralAdjetivo empregado para designar qualquer estrutura pertencente à coxa.ctenoDo gr. ktenós, pente (ctenóide).ctetoDo gr. ktetós, adquirir (ctetologia).ctonoDo gr. chtónios, debaixo da terra, solo (ctonofagia); - do gr. ktonía, morte, destruição (limoctonia, embrioctonia).cubaVasilha larga, pouco funda, onde se depositam anti-sépticos para esterilização manual.cuboDo gr. kybos, cubo (cubóide), sorte ou azar (cubomania).cueiroFaixa de pano em que se envolve o corpo da criança, da cintura para baixo.cultriDo lat. culter, cultris, faca (cultriforme).culturaProcesso para se obter a multiplicação de bactérias ou fungos, patogênicos ou não, em meios apropriados(caldo de carne, gelose, etc.).cumarinaAnticoagulante sintético.cúmuloReunião de coisas sobrepostas; amontoamento.cunei
  • Do lat. cuneus, cunha (cuneiforme).cuneiformeEm forma de cunha.cunicularRelativo a coelho.cunilínguaPrática sexual em que o orgasmo feminino é conseguido através da sucção ou fricção da língua no clitóris.cuproDo lat. cuprum, cobre (cupremia).curaRecuperação completa da saúde, após uma doença; método de tratamento.curetagemMétodo que consiste em raspar a superfície de uma mucosa com a finalidade de retirar certas áreas doentes.curva de sobrevidaÉ uma representação gráfica que serve para estimular, através de dados, qualquer desfecho dicotômicoapresentado pelo paciente em relação à doença. É muito empregada para a avaliação de tratamentos ouprocedimentos médicos.cúspidePonta; extremidade aguda.custo-benefícioÉ o valor real em termos monetários necessário para se alcançar um determinado fim. É útil para guiar decisõesde políticas de saúde.cuteloPequena faca; faca para decapitação.cutículaEpiderme.cutirreaçãoReação irritativa da pele que se obtém por meio de uma escarificação da epiderme com produtos extraídos dospróprios agentes, suspeitos de causar a doença.
  • dacnomaniaObsessão impulsiva de certos psicopatas de morderem os indivíduos e objetos ao redor.dacriadeniteInflamação da glândula lacrimal.dacriagogatresiaAtresia, imperfuração ou fechamento do canal lacrimal.dacrioDo gr. dákryon, lágrima (dacriocistite).dactiloDo gr. dáktylos, dedo (dactilomegalia).dactilolaliaLinguagem dos surdos-mudos por meio dos dedos; dactilofasia.dactilomegaliaDedos com tamanho muito grande.dactiloscopiaExame das impressões digitais na identificação do indivíduo.dadaísmoForma peculiar de falar das crianças, usando termos originais, para conversar com irmãos e companheiros; éuma forma de autismo infantil.daltonismoPerturbação da visão em que não se distingue uma ou mais cores, como o verde, o vermelho e o azul; o termoadvém de John Dalton, médico inglês (1766-1844).dartoTecido celular contrátil, abaixo da pele do escroto.darwinismoTeoria da evolução de Charles Robert Darwin, naturalista inglês (1809-1882), que afirma, em seu famoso livro"On the origin of species by means of natural selection", de 1859, o conceito de uma evolução permanente dasespécies, demonstrando-a pela extinçãdasiDo gr. dasys, peludo, denso (dasite, dasímetro).dasimetriaMedição da densidade dos gases.DAVIDASigla mnemônica usada pelos representantes propagandistas da Indústria Farmacêutica para se referir àscaracterísticas de determinado medicamento: descrição (D), ação (A), vantagens (V), indicações (I), dosagem(D) e apresentação (A).dePref. lat.: privação (demente), abaixamento (defatigante), mau (degenera-ção), para fora (deferente) etc. .dealbarTornar branco; branquear.deambulaçãoMarcha.deambularAndar; vaguear; mover; passear.debelarCurar ou eliminar um mal.
  • debilidadeFraqueza; falta de forças.debilidade mentalGrau leve de deficiência mental, correspondendo a um QI entre 50 e 70, sendo o grupo mais numeroso dosdeficientes, com uma incidência aproximada de 75% (imbecis 20%; idiotas 5%).decaPref. gr.: dez (decênio, decagrama).decalvanteQue faz cair o cabelo.decalvarTornar calvo; escalvar.decanoO membro mais antigo de uma congregação ou corporação.decantarSeparar, por gravidade, impurezas sólidas contidas em um líquido.deceparCortar rente; truncar; amputar.decessoÓbito; míngua; escassez.deciPref. lat.: décima parte (decigrama).decibelUnidade de audição; intensidade mínima de som em que dada nota (ou som) pode ser ouvida.decíduaInvólucro mais externo do ovo dos mamíferos e que constitui a membrana fetal, denominada caduca.decíduoQue cai; temporário; caduco.decocçãoAto ou processo de ferver em um líquido substâncias de que se quer retirar princípios solúveis.decrementoDescida; queda; declínio.decrepitudeEnvelhecimento; caducidade.decrudescênciaDiminuição da intensidade da doença; diminuição de seus sintomas.decúbitoPosição do corpo quando deitado. Pode ser lateral, dorsal ou ventral.decúbito, úlcera deUlceração da pele provocada pela permanência prolongada na posição de decúbito (deitada), também conhecidacomo escara de decúbito; ectrima.decursoEvolução; tempo de duração.decussaçãoCruzamento, quiasma ou disposição cruzada.
  • defecaçãoEliminação de fezes pelo intestino.deferenteQue leva ou conduz para fora.defervescênciaDiminuição ou desaparecimento da febre.defessoCansado; fatigado.deficiência mentalÉ um estado de parada ou de desenvolvimento intelectual incompleto; oligofrenia.definhamentoEmagrecimento.deflagraçãoCombustão rápida de um corpo, com chama e explosão.defletidoQue está muito inclinado para trás.deflexãoAto de voltar para o lado; desvio.deflexoCurvo para fora e para baixo.deflúvioEscoamento de líquidos.defluxoCoriza; escoamento de humores pelas narinas.deformidadeDeformação, alteração acentuada da forma ou aspecto do corpo ou de uma parte do corpo ou de um órgão oude uma parte de um órgão, adquirida através de doença, trauma, distúrbio funcional, posição viciosa e outros;pode ser também de natureza congênita.defumaçãoAto de defumar; combustão de substâncias aromáticas.degeneraçãoAlteração na estrutura ou na composição química de um tecido ou órgão, resultando na perda de seuscaracteres genéricos e na aquisição de formas e propriedades novas.deglutiçãoAto de engolir; fase em que o alimento se desloca da boca para o estômago, passando pelo esôfago.deiscênciaAbertura de um órgão para saída de sementes ou produtos nele gerados.déjà vuExpressão francesa que representa já visto; certeza errônea de já ter vivido uma determinada situação em épocaanterior, no passado; palingnosia.dejeçãoEvacuação de matéria fecal.dejejumA primeira refeição do dia, pela manhã.
  • dejetosMaterial excrementício; excrementos.deletérioQue destrói; nocivo à saúde.delfoDo gr. delphys, delphyos, útero (didelfo).deliqüescênciaPropriedade que tem algumas substâncias de absorver a umidade do ar (vapor dágua), e nela se dissolver.delírioEstado de alteração da consciência, acompanhado por linguagem incoerente, ilusões, alucinações e atividademuscular desordenada. Pode ser conseqüência de um distúrbio mental, estado febril, intoxicação, etc.delirium tremensDistúrbio mental grave caracterizado por delírio e alucinações visuais de conteúdo terrorístico (zoopsias), comtremores e intensa excitabilidade, suores e dores precordiais, observado nos quadros de alcoolismo agudo.deloDo gr. dêlos, evidente (delomorfo).deltaNome da 4a letra grega, equivalente ao d (deltóide, deltacismo).demênciaEnfraquecimento ou perda rápida ou lenta das funções psíquicas (memória, inteligência, etc.) com alteração dapersonalidade.demoDo gr. dêmos, povo (demofobia, epidemia).demografiaEstudo da espécie humana, quanto à distribuição geográfica e ambiente físico.demonoDo gr. daímon, demônio (demonomania).demulgenteQue abranda; que alivia a irritação de superfícies irritadas; emoliente.dendritoProlongamento em forma de arborização da célula nervosa, o qual transmite impulsos ao corpo celular.dendroDo gr. déndron, árvore (dendrito).dengueDoença febril aguda, virótica, que se manifesta com cefaléia, dor e tumefação nas articulações, erupção cutâneae secreção brônquica exagerada; é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti; febre dos três dias.densidadeQuantidade de matéria em determinado espaço; relação existente entre a massa de um determinado corpo e ovolume ocupado por ele.dentePeça óssea implantada nos maxilares e destinada à mastigação e, em certos animais, adaptada ao ataque ou àdefesa.dentinaPorção do dente que forma o envoltório da polpa dentária, constituída de tecido ósseo muito duro, ou marfim, nazona exposta, e cemento na porção implantada no maxilar.deonto
  • Do gr. déos, déontos, dever, conveniência (deontologia).deontologiaEstudo dos princípios, fundamentos e sistemas da Moral; tratado dos deveres.deorsoVirado para baixo.depauperadoEnfraquecido; extenuado.dependênciaUso cotidiano e prolongado de drogas trazendo importantes mudanças no organismo, o qual passa a se adaptarà droga em uso.dependência física ativaÉ o estado de adaptação do organismo que se manifesta pelo aparecimento de importantes transtornos físicosquando se interrompe a administração da droga, caracterizando a síndrome de abstinência; vício.dependência psíquica ativaÉ a situação em que existe um sentimento de satisfação ou um impulso psíquico que exige a administraçãoregular ou continuada de uma substância química para produzir alguma forma de prazer ou evitar um mal-estar;hábito.depleçãoAto de remover ou diminuir líquidos; estado de exaustão decorrente da perda de quantidade excessiva desangue.depressãoDiminuição; área escavada ou deprimida; estado caracterizado pela baixa do tono psicológico, com desalento,desinteresse, tristeza e estado penoso de consciência que se acompanha de fatigabilidade, insônia e anorexia.depuraçãoÉ o termo empregado para a remoção de um fármaco de um sistema biológico, feita, principalmente, pelos rins -excreção - e pelo fígado - biotransformação; "clearance" (em inglês).dequitarCair a placenta; parir.deraDo gr. déras, pele (monodérico, deradelfia).dereDo gr. dére, pedaço (deradenite).dermaCamada profunda da pele; derme.derma, dermatoDo gr. dérma, dérmatos, pele (dermatose, epiderme).dermatiteInflamação da pele.dermografismoPersistência e exagero das reações vasomotoras produzidas por contato com objetos na pele; esta conserva amarca do objeto durante alguns minutos ou horas, sob a forma de elevação branco-rósea, rodeada de zonaeritematosa.derrameSaída de líquido dos vasos ou de outros órgãos ocos para um órgão ou cavidade natural do organismo devido atrau-matismo, inflamação, etc.; hemorragia.desassimilaçãoProcesso pelo qual as substâncias, que não fazem parte do organismo ou que não são aproveitadas por este, setransformam em substâncias mais simples, que são depois eliminadas.
  • descendênciaSérie de indivíduos que procedem do mesmo tronco.descensoDescida; abaixamento; queda; ptose.desenvolvimentoCrescimento, aumento dos tecidos, dos órgãos, até atingirem a maturidade.desinfecçãoAto ou processo de tornar impossível a propagação de uma doença infecciosa, destruindo os microrganismos,responsáveis pela mesma; conjunto de meios, físicos ou químicos, empregados na destruição dosmicrorganismos patogê-nicos.desinfetanteAnti-séptico aplicado em objetos inanimados, ambientes e excretas, além de usados como preservativos empreparações farmacêuticas, cosméticas e até em alimentos.desmaiarPerder a cor; empalidecer.desmaioAto de desmaiar; desfalecimento; síncope; lipotímia.desmoDo gr. desmós, ligamento, laço (desmotomia, colpodesmorrafia).desmopatiaAlteração patológica nos ligamentos.dessecaçãoRetirada de líquidos; evaporação; exsicação.destilaçãoEvaporação com condensação posterior.destorçãoÉ o ato de destorcer, de desfazer uma torção, de retornar ao lado oposto, de dar voltas em sentido contrário.destroHábil; rápido nos gestos.destrógiroVoltado ou que volta para a direita.desvio padrãoÉ a determinação da medida dos afastamentos ocorridos pelas variáveis em relação à média aritmética; umamedida que expressa a variação observada num conjunto de valores contínuos.detergenteSubstância que purifica, que clareia, que limpa.deutérioHidrogênio pesado; isótopo do elemento hidrogênio.deuto, deuteroDo gr. deúteros, segundo (deuteroplasma, deutonéfron).dexioDo gr. dexiós, direito (dexiocardia).dextroÀ direita; no lado direito; diz-se das pessoas que usam predominantemente o lado direito para a escrita e demaisatividades de rotina diária.
  • dextro, destroDo lat. dexter, direito (dextrocardia, ambidestro).diPref. gr.: duas vezes (dicrotismo).diaDo gr. diá, através de (diatermia, diafragma, diaforese).diabetes insípidoDistúrbio do metabolismo da água, caracterizado por polidipsia e poliúria, mas sem hiperglicemia e glicosúria. Écausado por distúrbio da produção do hormônio antidiurético, pela hipófise.diabetes melitoGrave distúrbio metabólico devido à insuficiência de insulina, absoluta ou relativa, caracterizado porhiperglicemia, polifagia, polidipsia e poliúria.diáclaseFratura feita com o objetivo de tratamento cirúrgico.diácopeFerida profunda do crânio; fratura longitudinal de osso.diacoremaEvacuação de excrementos; fezes.diácrinoQue expele secreção à semelhança de um filtro.diadérmicoAtravés da pele.diadocoDo gr. diádochos, que sucede (diadococinesia).diadococineseFaculdade de sustar um movimento voluntário e orientá-lo em sentido diferente.diáfanoQue deixa passar a luz; translúcido; límpido.diáfisePorção de osso longo entre as extremidades; parte média dos ossos longos.diaforeseTranspiração ou perspiração profusa.diafragmaMúsculo delgado como membrana que separa a cavidade abdominal da torácica e que, contraindo-se, auxilia arespiração; artefato contraceptivo circular, geralmente flexível, que se introduz na vagina para fechar o colo doútero e impedir a entrada de espermdiagnoseConhecimento das moléstias por meio de pesquisa de sintomas patológicos.diagnósticoDeterminação de uma doença pelos sintomas e/ou mediante exames diversos.diáliseProcesso para separar um colóide de um soluto molecular ou iônico, por meio de uma membrana permeávelapenas ao soluto.diálise peritonealDiálise que se realiza através do peritônio, introduzindo-se e removendo-se da cavidade peritoneal, de modo
  • contínuo ou intermitente, a solução a ser dialisada, depurando-se o organismo de substâncias nocivas.diambaMaconha.diapasãoInstrumento de aço para fazer vibrações de número conhecido e determinado, usado em diagnóstico dasafecções do ouvido.diapedeseMigração dos glóbulos brancos do sangue para fora dos capilares, através da sua parede, sendo importantepara a proteção do organismo contra micror-ganismos.diaplasiaCorreção de fratura ou redução de luxação.diarréiaEvacuação freqüente de fezes líquidas e abundantes. Apresenta riquíssima sinonímia popular: afitamento, afito,borra, caganeira, câmaras ou cambras, carreirinha, caseira, corredeira, desarranjo, destempero, ligeira, piriri,reira, sedeca, soltura, solturadiartroseArticulação móvel que permite movimentos livres.diasósticaHigiene.diastemaDo gr. diástema, intervalo, distância (diastematencefalia).diástoleFase de dilatação de uma cavidade do coração, após a sua contração, durante a qual ela se enche de sangue. Éo período de enchimento cardíaco, ao contrário da sístole.diatermiaMétodo terapêutico que emprega calor local, ou energia elétrica, com o objetivo de modificar condiçõespatológicas.diáteseConstituição, disposição geral em virtude da qual um indivíduo é suscetível em relação a uma doença oudoenças; predisposição ou tendência para adquirir doença ou doenças, como a diátese hemorrágica, comtendência anormal à hemorragia, como na hemofilia.dibiosePropriedade de certos microrganismos de poderem levar vida aeróbia ou anaeróbia.diceDo gr. díke, justiça, direito (diceologia).diclidoDo gr. diklído, válvula (diclidoplastia, diclidectomia).dicoDo gr. dicha, separado em dois (dicogamia, dicotomia).dicróticoQue apresenta suas vibrações na pulsação.dícrotoQue dá pancada dupla em cada sístole cardíaca.dictioDo gr. díktion, rede (dictiossoma).didimo
  • Do gr. dídymos, gêmeo, duplo (epidídimo, didímio).diereseDo gr. diaíresis, distinção, divisão (plasmodiérese).diéreseSeparação de partes que estão normalmente unidas.dietaRegime alimentar, com privação de alguns elementos em caso de doença; mistura de alimentos seguida por umindivíduo.difraçãoModificação do trajeto dos raios luminosos; decomposição de um raio luminoso em seus componentes.difteriaInfecção produzida pelo Corynebacterium diphtheriae, caracterizada por angina membranosa ou falsamembrana, localizada principalmente nas amígdalas, acompanhada de febre e fenômenos de intoxicação;quando se localiza na laringe recebe o nome de crupe ou cdifteroDo gr. diphthéra, pergaminho (difteria).difusãoTransporte de substâncias através de uma membrana, espontaneamente, sem gasto de energia, que obedeceaos gradientes de concentração.digestãoProcesso pelo qual os alimentos são convertidos em substâncias "prontas" para serem absorvidas e assimiladaspelo organismo.digitoDo lat. digitu, dedo (digital).dilataçãoAumento do volume, de espaço ou de calibre.dinamoDo gr. dynamis, força (adinamia).dínamoAparelho transformador de energia mecânica em energia elétrica.dinoDo gr. dínos, vertigem, torvelinho (dinofobia, dinomania).dioptriaPoder refrativo de lentes à distância focal de 1m; unidade de refração.diplegiaParalisia que afeta a metade do corpo, incluindo dois membros desse lado ou 2 metades de uma região.diploDo gr. diplóos, duplo (diplopia).diplococosBactérias de forma arredondada (cocos), com tendência a se reunir de dois em dois.diplopiaVisão dupla, em que os objetos parecem duplos.dipsoDo gr. dípsa, sede (dipsomania).dipsomania
  • Desejo incontrolável para ingerir bebidas, principalmente alcóolicas.dípteroQue apresenta 2 asas; ordem de insetos com 2 asas (moscas e mosquitos).DireitoÉ o ramo do conhecimento que se ocupa das normas jurídicas ou leis que regem o comportamento humano.Delimita a liberdade com que as pessoas podem se conduzir para ser possível o convívio social. Fundamenta-sena norma escrita (lei) e no princípio de quedisPref. lat.: inversão ou separação (disforme, disartria); - pref. gr.: dificul-dade, imperfeição, desordem (disacusia,discinesia, disfagia).disacusiaSensação de incômodo na audição; estado em que os sons provocam mal-estar; audição imperfeita.disartriaArticulação imperfeita da palavra, inclusive podendo ser por lesão central.disartria silabáriaGagueira ou tartamudez.disartroseMalformação articular.discinesiaDificuldade na realização de movimentos, qualquer que seja a causa, como espasmo, incoordenação e outros;perturbação da motilidade.discrasiaPerturbação no equilíbrio de composição dos tecidos ou humores.discromiaAlteração na pigmentação normal da pele.disenteriaDoença aguda, infecciosa, específica, com lesões inflamatórias e ulcerativas das porções inferiores do intestino.Manifesta-se com diarréia intensa, cólicas, tenesmo, geralmente com eliminação de sangue e muco.disfagiaPerturbação na deglutição.disfasiaPerturbação da linguagem, devido à tensão no sistema nervoso central; dificuldade de falar.disfoniaAlteração da voz; rouquidão.disforiaMal-estar; ansiedade.disfunçãoFunção que se realiza de modo anômalo, com aumento das atividades (hiperfunção) ou com diminuição dasatividades (hipofunção).disfunção erétilDiz-se da incapacidade de o indivíduo do sexo masculino manter ereção satisfatória para um coito normal;impotentia coeundi; impotência.dislaliaPerturbação na articulação das palavras.dislexiaDistúrbio na capacidade de ler, em que o paciente não entende a leitura.
  • dismenorréiaMenstruação dolorosa ou difícil.dismetriaDistúrbio funcional do útero.dismimiaImpossibilidade de gesticular; gestos impróprios ou desconexos com as palavras pronunciadas.disodiaFedor; mau cheiro.disosteoseOssificação deficiente; defeito na ossificação das cartilagens fetais.dispareuniaCoito doloroso para a mulher.dispensaçãoSegundo o Ministério da Saúde, é o ato profissional farmacêutico de proporcionar um ou mais medicamentos aum paciente, geralmente como resposta à apresentação de uma receita elaborada por um profissionalautorizado. Neste ato o farmacêutico informa e oridispensárioLocal onde, gratuitamente, se oferece assistência médica aos doentes, dando-lhes remédios, alimentos, roupas,etc. .dispepsiaDistúrbio da função digestiva, sem aparente substrato patológico, com sintomatologia de empachamento eempanzinamento, e difícil digestibilidade dos alimentos ingeridos.dispersãoDisseminação de partículas ou elementos num campo líquido, tecido ou órgão; separação de partes de um todo,de partículas suspensas em um meio.displasiaDesvio, falha ou insuficiência na organização de tecidos ou órgãos.dispraxiaIncapacidade parcial de realizar movimentos coordenados.disritmiaPerturbação do ritmo.dissecçãoAto de dissecar, de separar as partes de um corpo ou de um órgão. Emprega-se tanto em anatomia (dissecçãode um cadáver ou parte deste) como em cirurgia (dissecção de uma artéria ou de um tumor).distalMais afastado da parte mediana do corpo ou do órgão; remoto; longe do centro ou da cabeça.distensãoTração excessiva que provoca deslocamento ou repuxamento.distimiaQuadro de depressão emocional, muitas vezes com reações psicossomáticas.distociaPerturbação no trabalho de parto; parto difícil.distoniaDistúrbio ou alteração da tonicidade de qualquer tecido orgânico.distopia
  • Má posição e situação de um órgão.distorçãoÉ o ato de distorcer, de deformar o sentido ou a imagem, de desvirtuar, de alterar a realidade, de mudar a versãode um fato.distrofiaPerturbação da nutrição; nutrição deficiente; desenvolvimento incompleto e anormal; degeneração.disúriaMicção difícil e dolorosa.DIUDispositivo intra-uterino; anticoncepcional.diureseSecreção urinária, natural ou provocada.diuturnoQue vive muito tempo; de longa duração.divertículoBolsa que sai de cavidade.DNAAbreviação de desoxiribonucleic acid (ou ADNdocimasiaExame ou ensaio; prova oficial para verificar se um órgão funcionou.docimasia pulmonarProva para verificar se penetrou ar nos pulmões de recém-nascido, para determinação de nascimento vivo oumorto.Döderlein, bacilo deLactobacilo acidófilo, Gram-positivo anaeróbio ou anaeróbio facultativo, encontrado na secreção vaginal, cujapresença está ligada à produção de glicogênio pelas células epiteliais da vagina, e o ácido láctico resultantemantém o pH vaginal ácido; o termodoençaEnfermidade, moléstia, afecção; processo mórbido definido que se manifesta por uma série de sintomas e sinaismais ou menos constantes.doença de PagetOsteíte deformante em que a reabsorção excessiva dos ossos pelos osteoclastos é seguida pela substituição damedula normal por tecido conjuntivo fibroso vascularizado, ocasionando deformações ósseas. O termo advémde James Paget, cirurgião inglês (1814-18doenças crônico-degenerativasSegundo o Ministério da Saúde, doenças que apresentam evolução de longa duração, acompanhada dealterações degenerativas em tecidos do corpo humano.doenças prevalentesSegundo o Ministério da Saúde, doença com maior número de casos existentes em função da população deuma região geográfica determinada.dogmaPonto fundamental indiscutível de um sistema, doutrina ou religião.dolicoDo gr. dolichós, comprido, alongado (dolicocéfalo).doma, domatoDo gr. dómos, casa (domatofobia).
  • donovanoseDoença provocada pela Leishmania donovani; calazar.dorSensação desagradável, variável em intensidade e em extensão da localização, produzida pela estimulação determinações nervosas especializadas em sua recepção.dor fulguranteDesignação comum a certas dores intensas e rápidas.dor no coraçãoDiz-se da sensação de aflição, padecimento, angústia em função de um fato ou de uma pessoa; dor na alma(pop.).dor surdaDor que nem é forte nem aguda; dor cansada (pop.).dor terebranteDesignação comum a certas dores que dão a impressão de que se está produzindo uma perfuração.dormênciaEntorpecimento; redução de sensibilidade.dorminteQue dorme; que está dormindo.doroDo gr. dôron, presente (doromania).dosagemAção de dosar; operação química destinada a quantificar uma dada substância em determinado meio.dosePorção-medida de um medicamento que se toma de uma só vez.dose diáriaQuantidade de medicamento a ser utilizada em 24 horas.dose-dependenteDiz-se de determinado medicamento em que a dose utilizada está diretamente relacionada com os seus efeitos,quer de eficácia como de secundarismos adversos.doses cumulativasSão doses que determinam um aumento persistente das concentrações plasmáticas de um fármaco. Istoacontece com o uso freqüente de fármacos com cinética de ordem zero, pois nesta situação o organismo eliminamenos do que recebe, havendo acúmulo.dosi, dotoDo gr. dósis, ação de dar (dosimetria), ou dotos, dado (antídoto).doxoDo gr. dóxa, glória (doxomania); - suf. gr.: crença, opinião (ortodoxo, paradoxo).drágeaForma farmacêutica na qual o núcleo (comprimido) é revestido por subs tância apropriada e açucarada.drapetoDo gr. drapétes, fugitivo (drapetomania).drásticoQue atua energicamente.drenagemEscoamento de líquidos, formados em feridas, cavidades do organismo, abscessos, etc.
  • drenoTubo, gaze ou qualquer outro dispositivo que se destina à drenagem.drepanoDo gr. drepanón, foice (drepanócito)drogaSubstância ou matéria da qual se extrai ou com a qual se prepara determinado medicamento; fármaco; noséculo XX passou a ser empregada como sinônimo de tóxico, em que o verbo drogar e o seu particípio passado,drogado, expressam, respectivamente, o uso dedromoDo gr. drómos, corrida (dromomania, síndrome).dropaciDo gr. dropax, emplastro (dropacismo).drosófilaGênero de mosca que se alimenta de frutos decompostos, e que pela rapidez de sua multiplicação é usada nosestudos de genética, como as primeiras pesquisas de Gregor Johann Mendel (1822-1884) na criação das leis dahereditariedade.dúctilQue pode ser comprimido, maleável, elástico.dulciDo lat. dulcis, doce (dulcíloquo).duoDo lat. duo, dois (duodécimo); - do lat. dies, dia (tríduo).duodeniteInflamação do duodeno.duodenoPrimeira porção do intestino delgado, que vai do piloro ao jejuno; assim chamado porque sua extensão é de 12dedos transversos.duplo-cegoDiz-se da pesquisa clínica comparativa entre 2 substâncias ou medicamentos em que, por um artifício demetodologia, nem o paciente nem o médico pesquisador sabe qual delas o paciente está usando, para afastarqualquer tipo de interferência externa à terapdura-máterCamada externa, fibrosa, que envolve o cérebro e a medula espinhal.dutoDo lat. ducer, conduzir (oviduto).Dympna, SantaPadroeira dos loucos. Segundo a tradição, Dympna era filha de um rei irlandês. Depois de sua conversão aocristianismo, fugiu para a Bélgica, refugiando-se em Gheel. Seu pai enfurecido perseguiu-a, e não conseguindoreconquistar o seu afeto, matou-a. Refe
  • ecorruptela de ec (evacuação, evaporação).ebriedadeEstado vertiginoso com excitação que precede a embriaguez.ebriosa, marchaDistúrbio da marcha por lesão do cerebelo.ebriosoQue se relaciona com a ebriedade; que tem caracteres da ebriedade sem ser, entretanto, de natureza alcoólica.ebuliçãoPassagem de líquido ao estado de vapor; fervura.eburDo lat. ebur, marfim (eburnação).ebur dentisDentina; marfim dentário.eburnaçãoConversão de osso em massa idêntica a marfim; osteíte condensante ou osteosclerose.ebúrneoSemelhante a marfim; que perdeu, por uso, sua cartilagem, tornando-se duro como marfim.ecDo gr. ek, fora (ecbólico, ecmnésia, esplenectomia).ecbólicoQue produz contrações uterinas; que faz abortar; abortivo; evacuante.ecdêmicoQue não é endêmico; que se refere à doença originária de fora do lugar onde ocorre; exótico.ecdemomaniaDesejo mórbido de perambular longe da casa ou do lar, fugir de casa.ecdiseDescamação; perda de cabelo e revestimento externo, e desenvolvimento de nova camada, em artrópodos,crustáceos e serpentes, em certa fase de sua evolução.ecforiaExteriorização de estado mental; evocação de uma lembrança.ecfreniaMelancolia.ECGAbreviatura de eletrocardiograma.echo, vírusAbreviação de "enteric cytopathogenic human orphan"; grupo de vírus causadores da meningite assépticasazonal epidêmica, também chamado vírus órfão.ecieseGravidez extra-uterina.eclábioEversão de lábio.eclâmpsiaEstado caracterizado por ataques convulsivos de início brusco, que pode se manifestar nos últimos meses degravidez, durante ou após o parto. A pré-eclâmpsia caracteriza-se por edema generalizado, proteinúria e
  • hipertensão, que pode evoluir para convulsãoecletismoSistema terapêutico em que se misturam vários métodos de tratamento; admissão de várias teorias, hipótesesou sistemas em um conjunto único.ecliseSíncope leve; vertigem passageira.ecmnésiaEsquecimento de acontecimentos ou fatos recentes, com conservação da memória de fatos antigos.ecmoDo gr. aichmé, ponta de lança, dardo (ecmofobia).ecoDo gr. echó, eco (ecolalia); - do gr. oîkos, casa (ecomania, diécia, oicofobia).ecofobiaMedo patológico do ambiente doméstico, do lar.ecofoniaA emissão de som vocal é seguida imediatamente de pequeno sopro, parecendo som vocal; observado quandohá focos de congestão pulmonar.ecofotoniaAssociação de certas cores a certos sons.ecografiaUltra-sonografia; estado afásico em que o paciente repete em voz alta os caracteres da escrita, mas não é capazde escrever com o objetivo de exprimir idéias.ecolaliaTendência a imitar, automaticamente, os sons e as palavras ouvidas.ecologiaParte da biologia que estuda a relação entre os seres vivos e o meio ou ambiente em que vivem, bem como assuas recíprocas influências.ecomaniaTendência de exercer influência dominante sobre membros da família, mas com atitude de humildade emrelação a indivíduos que exercem autoridade.econdromaTumor cartilaginoso no exterior da cartilagem de osso.econdroseProtuberância em cartilagem.ecopróticoQue faz evacuar; purgativo; laxativo.ecositoParasito para o qual o hospedeiro é imune.ecossistemaEstudo dos fatores que dizem respeito ao ambiente, à história dos microrganismos ou ecologia particular decada região.ecotimiaEstado de concordância de nossos sentimentos e afetos aos de outros indivíduos (psicologia da multidão).ECTAbreviatura de eletrochoqueterapia; eletroconvulsoterapia; eletrochoque.
  • ectasiaDilatação patológica de um vaso, canal ou órgão.ectilóticoQue faz desaparecer calosidades ou verrugas.éctimaPiodermite ulcerativa, estrepto ou estreptoestafilocócica, em que a lesão elementar é uma pústula circundada dehalo eritematoso, com formação de crosta, sob a qual se encontra ulceração mais ou menos profunda que, aoregredir, deixa cicatriz.ectipiaDesvio do tipo padrão.éctipoCópia do tipo original de uma espécie.ectoDo gr. ektós, fora, superficial (ectodérmico, ectopia).ectobioseVida de um ser na superfície externa de outro ser.ectogênicoProduzido fora do organismo.ectogoniaInfluência exercida pelo feto sobre o organismo materno.ectopiaAnomalia, congênita ou não, relacionada à posição ou localização de um órgão, como na prenhez ectópica emque o produto da concepção se localiza fora do útero.ectoplasmaParte externa do plasma celular.ectrimaUlceração provocada por atrito; úlcera de decúbito.ectroDo gr. éktroma, aborto (ectro-melai, ectrose).ectrodactiliaAusência total ou parcial de dedos.ectroseAborto; tratamento abortivo de um estado mórbido.ecureseDesidratação intensa do organismo por excreção urinária excessiva.eczemaAlteração cutânea caracterizada por formação de vesículas, rubefação, exsudação, formação de crostas edescamação, acompanhada de prurido, e provocada por muitas causas (tóxicas, irritativas, metabólicas).eczema da dona de casaDermatose do tipo eczematoso, devido à sensibilização ou uso excessivo de sabões e outros detergentes;dermatite de contato.edacidadeVoracidade.edazVoraz; ávido.
  • edemaInchação devido à passagem de líquido através das paredes dos vasos sangüíneos ou linfáticos, para ostecidos. O acúmulo de líquido nos tecidos pode ser devido ao aumento da permeabilidade dos capilares porinflamação ou traumatismo, à obstrução dos canaiedeoDo gr. aidoîon, partes pudendas, genitais (edoscopia, edeomania).edeologiaEstudo dos órgãos genitais.edeomaniaDesejo sexual mórbido.edeoptoseProlapso de órgãos genitais.edipismoDano provocado nos olhos pelo próprio indivíduo, como o fez Édipo, o rei de Tebas da Grécia antiga, ao saberque se casara com a mãe e matara o pai.Édipo, complexo deSegundo a psicanálise, sensação intensa de dependência afetiva para com a própria mãe, rejeitando, tambémde modo intenso, o pai, sem o saber; série de sintomas atribuídos ao amor sexual. O termo advém de Édipo,herói tebano (Grécia), filho de Laio, rei dedulcoranteAditivo que melhora o sabor de uma preparação para uso oral, tornando-a tolerável ao paladar.edulcorarTornar doce.éduloComestível; édule.edutoSubstância extraída de matéria orgânica, sem sofrer alteração em sua composição; extrato.eduzirExtrair.EEGAbreviatura de eletroencefalograma.efeboAdolescente; que chegou à puberdade.efeito clínicoEvento em investigação (doença, complicação de doença ou efeito terapêutico) que é supostamente causadapelo fator em estudo. Em diagnóstico, é o método de aferição da doença considerado ideal (padrão-ouro outeste-padrão).efeito de dose-respostaA situação na qual as probabilidades de desenvolvimento da doença ou efeito adverso são proporcionais aosvários níveis de exposição.efeito placeboÉ o efeito em que placebos atuam como se fossem medicamentos aliviando sintomas, como dor pós-operatória,náuseas ou prurido, o que pode ocorrer em aproximadamente um terço dos pacientes.efélideManchas pigmentadas pequenas de cor parda, não-escamosas, numerosas ou profusas, e confluentes,dispostas simetricamente (face, nariz e fronte, dorso das mãos e antebraços), comumente chamadas de sarda.efélide senilManchas na pele, sobretudo no dorso da mão, observadas na velhice.
  • efêmeroPassageiro; de curta duração; transitório.efeminadoQue apresenta caracteres femininos.eferenteQue leva sangue, secreção ou impulso no sentido centrífugo (para fora).efervescênciaDesprendimento de gás em um líquido, devido à ação química ou fervura; ebulição.efetividadeA demonstração, em condições existentes na comunidade, de que um tratamento funciona. Estudos deefetividade geralmente incluem uma amostra de pacientes maior e mais representativa da população do queestudos de eficácia. As condições em que os pacientesefetorTerminação nervosa que distribui impulsos.efiV. epi (efidrose).eficáciaÉ a produção de um efeito desejado.eficácia do medicamentoSegundo o Ministério da Saúde, a capacidade de o medicamento atingir o efeito terapêutico visado.eficazEficiente; ativo.eficiênciaRazão entre a produção e o consumo. É relacionada com a avaliação de métodos alternativos, medidosfundamentalmente através das variáveis tempo, custo e trabalho realizado. É a demonstração de como umtratamento pode funcionar.efidroseSuor abundante; hiperidrose.efípioSela turca ou túrcica.eflorescênciaTransformação em pó pela perda de água (sublimação); alterações cutâneas com mudança de cor e aspecto dapele; qualquer lesão cutânea.efluenteQue irradia ou emana descarga de esgotos, após seu tratamento.eflúvioEmanação; exalação; descarga elétrica; volatilização de gases tóxicos, ou dotados de efeitos sobre o organismo.efluxoCorrimento de líquido para fora da cavidade.efraçãoQualquer solução de continuidade da pele; ruptura.efusãoEscapamento de líquido em cavidade ou nos tecidos.efusão pleuralPresença de líquido no espaço pleural.
  • efusoDerramado; que ocorre para fora de seus canais próprios.egestaMaterial eliminado; catabólito.egoTermo que exprime a idéia do eu; individualidade; conjunto de sensações que formam o corpo e o espírito.egoDo gr. egó, eu (egocentrismo, egolatria).egocêntricoPessoa que se considera o centro do mundo; que tem as idéias centradas em si mesma.egofoniaModificação no timbre de voz, que se torna anasalada, com sons interrompidos intermitentemente, como o balidoda cabra, observada em algumas afecções do pulmão, mediante auscultação.eidéticaTransformação de idéias em imagens, ou de visões em formas.eixoLinha que divide o corpo ou órgão em partes simétricas.ejaculaçãoExpulsão súbita de líquido, particularmente esperma ou sêmen.ejaculação precoceEjaculação que surge logo após o inicio do contato sexual.ejetoMatéria excrementícia.elacinaTecido elástico que sofreu degeneração.elasticidadePropriedade de o corpo retomar sua forma primitiva quando submetido à tração que o deforma, como aborracha.elcoV. helco.Electra, complexo deTermo para designar a tendência erótico-afetiva da filha ao pai, com antagonismo à mãe. O termo advém deElectra, filha de Agamenon e Clitemnestra, e irmã de Orestes. Ajudou Orestes a se vingar do assassino do pai,tornando-se inspiração de várias obras celectuárioPasta de mel ou xarope com drogas calmantes, purgativas ou outras atividades.elefantíaseDoença caracterizada pela intumescência e endurecimento da pele e do tecido subcutâneo, provocada porobstrução dos vasos linfáticos. As pernas e o escroto são as partes mais atingidas.elementarRelativo aos elementos; essencial.elementar, análiseAnálise que visa decompor uma combinação química em seus elementos primitivos.elementoSubstância cujos átomos têm, todos, o mesmo número de elétrons planetários e o mesmo número de prótons
  • em seus núcleos, sendo, assim, idênticas as suas propriedades químicas; substância elementar que não podeser decomposta quimicamente; corpo simples, deeleoDo gr. élaion, azeite, ou élaia, azei-tona (eleomiênquise, eleolato).eleopatiaEdema gorduroso difuso, geralmente nas articulações dos membros inferiores, decorrente de traumatismos.eletrencefalogramaTraçado gráfico das correntes elétricas que se originam no encéfalo, mediante eletrodos colocados no courocabeludo, na superfície encefálica, ou dentro da substância encefálica.eletroDo gr. élektron, âmbar (eletrencefalógrafo, eletrochoque).eletrocardiogramaTraçado gráfico das correntes elétricas oriundas da contração do músculo cardíaco. Nele, observa-se umadeflexão para cima, ou complexo auricular, designado onda P, e outras deflexões designadas Q, R, S e T, queindicam o complexo ventricular.eletrocautérioInstrumento para cauterizar tecido, composto de alça de platina aquecida por corrente elétrica, até o rubro.eletrochoqueTerapêutica psiquiátrica antiga que utilizava uma descarga da corrente elétrica no cérebro para provocar perdada consciência e convulsões tônicas e clônicas, como terapia dos quadros esquizofrênicos paranóides edepressivos profundos; proposto por CerleteletrocoagulaçãoCoagulação por meio da corrente elétrica de alta freqüência.eletrodiáliseRemoção de uma solução de eletrólitos pela corrente elétrica.eletródioMeio usado entre condutor elétrico e o objeto em que a corrente deve ser aplicada; caminho da corrente elétrica;pólo, ou placa, positivo ou negativo da pilha elétrica; eletrodo.eletroforeseMigração de partículas em um campo elétrico.eletróliseDecomposição de corpos pela passagem da corrente elétrica.eletrólitoSolução capaz de conduzir eletricidade por meio de seus iontes; toda a substância dissolvida em um líquido que,em contato com a corrente elétrica, é capaz de se dissociar.elétronPartícula fundamental na constituição dos átomos e moléculas, portadora da menor quantidade de carga elétricalivre que se conhece, com massa igual a 1/1837 vezes a massa do próton.eletrônicaCiência que estuda a condução da eletricidade através de gases ou no vácuo.eletrozonaOxigênio nascente (ou ozona) produzido pela eletrólise de água salgada; empregado como desinfetante.eleúriaEliminação de urina que contém gordura em estado líquido, devido à sua fusão; forma de lipúria.eleuteroDo gr. eleútheros, livre (eleuteromania).
  • elitriteInflamação da vagina; vaginite.elitroDo gr. élytron, bolsa, bainha, estojo, vagina (elitrocele, elitrorréia).elitrocliseObliteração ou obstrução da vagina.elitrodiniaDor na vagina.elixarCozer substância em água para obter produto líquido e outro sólido.elixirForma para uso interno, que tem como veículo o álcool açucarado e aromatizado; usado como medicamento oucomo veículo de certos medicamentos.eluçãoOperação em que se separam substâncias adsorvidas.eluenteSubstância usada na elução; solvente usado na cromatografia.eluirPraticar elução; lavar; limpar; purificar.eluroDo gr. ailouros, gato (elurofobia ou ailurofobia).em, enDo gr. en, dentro (empatia, empiema, enartrose).emaciaçãoEmagrecimento pronunciado; extenuação.emaculaçãoRetirada de manchas, sardas e panos da pele.emanaçãoQualquer substância que flui, que se desprende no ar, como na irradiação pelas substâncias radioativas;emissão de partículas luminosas.emasculaçãoCastração.embalsamamentoProcesso de conservação do cadáver evitando sua putrefação, envolvendo o corpo com substânciasantissépticas, sendo atualmente usada a introdução de solução de formalina nos vasos.embeberFazer penetrar umidade ou líquido.embebiçãoAto de embeber; impregnação de água; umidificação; infiltração de líquidos.emboliaObliteração brusca de um vaso sangüíneo ou linfático por um corpo estranho, transportado pela circulação.êmboloCorpo estranho intravascular que provoca embolia, que pode ser fragmento de coágulo, óleo, bolhas de ar,pequena massa de bactérias, fragmento de tumor, etc. .emborcar
  • Derramar, virando a boca para baixo; morrer (pop.).embotamentoEntorpecimento.embriãoFeto nos primeiros estádios de desenvolvimento, até o fim do 2o mês da gestação; estádio de desenvolvimento -primitivo - de qualquer organismo vivo.embriologiaEstudo do desenvolvimento do embrião.embrocaçãoAplicação de líquido medicamentoso em parte doente do corpo; líquido medicamentoso para uso externo.emenagogoQue favorece ou provoca menstruação.emeniaMenstruação.emenoDo gr. émmena, mênstruo (emenagogo).emergênciaAto de emergir; acidente; situação de premência, de dificuldade súbita; ponto de onde emerge ou sai nervo, etc. .emergenteQue emerge; que sai; que resulta.êmeseAto de vomitar.eméticoDroga ou outro meio que produz vômito.emetoDo gr. émetos, vômito (antiemético).emetomaniaDesejo mórbido ou vício de vomitar, geralmente de caráter histérico.emetropiaVisão normal; condição normal do olho, no que diz respeito à refração.emigraçãoAção de emigrar; saída ou mudança de lugar; passagem de leucócitos através das paredes dos vasos.eminênciaSaliência ou projeção de um acidente anatômico ou patológico.emoçãoReação intensa e breve do organismo a algo inesperado, a qual se acompanha de um estado afetivo deconotação penosa ou agradável.emolienteQue tem a propriedade de amolecer; amolecedor, particularmente da pele inflamada, refletindo-se nas partesadjacentes.emotividadeEstado de emotivo; grau de emoção ou reação a estímulos.emotivoCaracterizado por emoção; que revela emoção.
  • empachadoImpedido; obstruído; paralisado, retido; indigestão ou dispepsia (pop.).empanturrarEncher de comida; fartar-se.empaparAto de impregnar; embeber.empapuçadoQue tem o rosto úmido ou olhos com edema subpalpebral.empasmaPó perfumado que se polvilha na pele para absorver suor.empastamentoIngurgitamento; estado de parte inchada que dá a sensação de pasta, ao toque.empatiaRelação afetiva inicial, de caráter positivo; tendência para sentir o que sentiria caso estivesse na situação ecircunstâncias experimentadas por outra pessoa.empeçoObstáculo, dificuldade; distúrbio físico ou mental.empiemaAcúmulo de pus dentro de uma cavidade do organismo.empieseFormação de bolsa de pus; coleção de pus atrás da íris; hipópio.empireumaCheiro de matéria orgânica quei-mada.empíricoQue tem por norma a prática, a experiência; equivalente ao que não é científico.empirismoMétodo ou sistema que cuida dos sintomas, guiando a terapêutica sem se preocupar com as causas primeiras;prática médica baseada apenas na experiência, sem o emprego de métodos científicos.emplastroMedicamento que amolece ao calor e adere ao corpo; pasta adesiva, espalhada diretamente sobre a pele oupresa a uma tela, para se aplicar sobre a pele.empolaAmpola; bolha cheia de serosidade na pele; pequeno receptáculo de vidro para conter medicamentos; dilataçãode conduto.empolarFormar bolhas na pele, em consequência de queimaduras, aplicações cáusticas, por afecções cutâneas oureflexos cutâneos; introduzir líquidos em empolas de vidro.emprenharTornar-se grávida; provocar gravidez; fecundar.emulcenteMedicamento que estimula o fluxo da bílis ou da urina; purificante.emulsãoSubstância oleosa ou resinosa em gotículas, mantidas dispersas em suspensão na água.emunctórioQue excreta ou elimina.
  • emundaçãoPurificação; limpeza; extração de impurezas de drogas.enantemaErupção na superfície da mucosa das cavidades naturais.enanteseErupção cutânea provocada por doença interna do organismo.enantioDo gr. enantíos, oposto, con-trário, hostil (enantiotropia, enantiolalia).enantiopatiaEstado mórbido antagônico de outro; cura de doença pela provocação de outra, de natureza diferente.enartroseArticulação composta de cabeça óssea que se aloja em cavidade, como no quadril.encanarReduzir fraturas de ossos longos (cano, em latim, significa flauta, análoga a osso longo, como a tíbia);posteriormente o termo se generalizou a toda redução de fratura.encanecerEsbranquecer, tornar grisalhos os cabelos.encarangarFicar entrevado ou entorpecido das pernas e cadeiras; dificultar movimentos (pop.).encarquilhadoRugoso; enrugado; que tem pregas.encastoadoEngastado; cravado; envolto por membranas ou camadas.encefaliteInflamação do encéfalo.encefalomieliteInflamação do encéfalo e da medula espinhal.encistarIncluso em saco, bolsa ou cápsula; transformar-se em cisto.encolpismoAplicação de medicamentos por meio de supositórios introduzidos na vagina.encolpiteInflamação da mucosa vaginal.encopreseIncontinência de fezes.endemiaExistência mais ou menos constante de uma doença em uma dada região ou entre certas raças, atingindo maiorou menor número de indivíduos.endoDo gr. éndon, dentro, interiormente (endométrio, endocárdio).endocárdioRevestimento interno no coração.endocarditeInflamação do endocárdio.
  • endócrinoDe secreção interna.endocrinologiaEspecialidade médica que estuda as glândulas de secreção interna (tiróide, hipófise, supra-renais, pâncreas,etc.), tanto em relação ao seu funcionamento normal quanto patológico.endoflebiteInflamação da túnica íntima de uma veia.endógenoProveniente ou produzido no próprio organismo.endoscopiaProcesso utilizado para examinar o interior de cavidades do organismo ou de uma víscera, quer diretamente oupor transparência.endotoxinaToxina produzida por bactérias Gram-negativas que permanece em seu interior.enemaIntrodução de líquido no reto para fins terapêuticos ou nutritivos.energiaForça, vitalidade, vigor; faculdade de produzir trabalho mecânico ou quantidade equivalente de calor.enfarteIngurgitamento; inchação; o mesmo que enfartação e enfartamento; erradamente, usa-se essa designação paramencionar a necrose em conseqüência de supressão de circulação de um território vas-cular, que maispropriamente se deverá denominar infarto.enfermarAdoecer; tornar-se enfermo.enfermiçoDoentio; que está adoentado.enfermidadeDoença; moléstia; afecção.enfisemaDistensão gasosa no tecido conjuntivo de um órgão.enfisema pulmonarDilatação patológica dos alvéolos pulmonares, com atrofia de suas paredes e fusão das cavidades; ectasiaalveolar.ênfliseDoença exantemática com lesões escamosas.enfraxiDo gr. émphraxis, obstrução (flebenfraxia).enfraxiaObstrução; parada.engalicadoAtacado de mal gálico ou sífilis (pop.).engasgarObstruir a garganta; ficar com a garganta obstruída por corpo estranho.engatinharAndar de gatinhas; arrastar-se no chão, como a criança, antes de andar.
  • engelharProduzir gelhas; murchar; enrugar; encarquilhar.enguiaDesignação comum a várias espécies de peixes, na maioria oriundos da América do Norte, cujos adultos vãodesovar no mar e aí morrem.engurgitaçãoExcesso de sangue ou de outro líquido, fisiológico ou patológico, em um tecido, órgão ou conduto, pordificuldade de circulação.enoDo gr. oînos, vinho (enofilia).enofiliaGostar de beber vinhos.enoftalmiaPosição profunda do globo ocular na órbita.enóleoPreparado em que o vinho constitui o veículo para substância medicamentosa.enomelXarope que tem por base o vinho, com adição de mel no lugar de açúcar.enorquiaCriptorquidia.enosiDo gr. énosis, comoção, tremor de terra (enosimania).enosteoseCrescimento patológico na cavidade de um osso.enquimaDo gr. egchyma, infusão (mesênquima, parênquima).enquimoseDilatação de capilares da pele por afluxo sangüíneo de causa emocional; vermelhidão de tegumento.ensaio clínicoInvestigação, ou uma série, que consiste na administração de um ou mais produtos medicinais sob a orientaçãoe acompanhamento de um médico especializado, onde há evidências de que o produto tem efeitos que podemser benéficos a um grande número de pacientensaios clínicosSegundo o Ministério da Saúde, qualquer pesquisa que, individual ou coletivamente, envolva o ser humano, deforma direta ou indireta, em sua totalidade ou partes dele, incluindo o manejo de informações ou materiais.ensiDo lat. ense, espada (ensiforme).enteléquiaDesenvolvimento completo; expressão completa de cada função.enteralgiaDor intestinal, sob forma de cólicas; enterodinia.entéricoRelativo ao intestino.enteriteInflamação do intestino, geralmente o delgado.
  • enteroDo gr. énteron, intestino (enterite, gastrenterologia).enterobrosiaPerfuração do intestino.enteroceleHérnia do intestino.enterócliseClister ou injeção de substância nutritiva ou medicamentosa no intestino; lavagem do intestino através do reto,por meio de sonda de borracha.enterocoliteInflamação do intestino delgado e grosso.enterodiniaDor intestinal; enteralgia.enteróliseLiberação ou retirada de aderências intestinais.enterorrexeRuptura do intestino.enterostomiaAbertura artificial do intestino, através da parede abdominal.entidadeEnte; ser; indivíduo.entidade nosológicaDoença individualizada, com características e propriedades inerentes à patologia.entoDo gr. entós, dentro (entótico, entozoário).entomofiliaFecundação ou fertilização por meio de insetos.entópicoQue ocorre em lugar adequado.entorseDeslocamento brusco, momentâneo, de superfícies ósseas de articulação, com distensão de ligamentos e dorintensa.entóticoSituado no interior do ouvido.entozoárioAnimal que vive dentro do outro, como parasito.enucleaçãoOperação cirúrgica de retirada de órgão ou tumor.enureseMicção involuntária ou inconsciente.enurese noturnaEmissão involuntária de urina que se processa durante o sono noturno, relativamente comum em crianças até aidade pré-escolar.enxaquecaSíndrome constituída por cefaléias periódicas, muitas vezes unilaterais, e que se acompanham de náuseas,
  • vômitos e perturbações sensoriais variáveis; mururu (pop.).enxertoInserção de pedaço de pele ou osso para corrigir defeito ou falha em órgão ou tecido.enzimaComposto orgânico, produzido por células vivas e que, em pequenas quantidades, modifica substânciasorgânicas especificamente.enzimóliseDesintegração produzida por enzima.enzootiaDoença epidêmica nos animais.eoDo gr. éos, aurora (eosina).eonismoSimulação feminina, em homens; travestismo. O termo advém de Charles de Beaumont, cavaleiro de Eon, oficiale agente secreto francês (1728-1810) que, apesar das roupas femininas que freqüentemente usava, presume-seque se tratasse de agente do governo fraeosinaMatéria corante de coloração rosa, fluorescente, fotossensibilizante.eosinofiliaAumento da taxa de eosinófilos no sangue circulante.eosinófiloQue se cora com eosina; leucócito com granulações protoplasmáticas acidófilas, corada fortemente pela eosina.eosinopeniaRedução percentual de eosinófilos no sangue.epacmiaEstádio ou período de incremento.eparsalgiaDistúrbio, com dor, provocado por esforço exagerado (hérnia, enteroptose, etc).epêndimaMembrana que forra os ventrículos cerebrais e o canal central da medula espinhal.epiDo gr. epi, sobre, a seguir (epiderme, epicôndilo, epifenômeno).epicantoPrega característica da pálpebra, no seu bordo interno, dando ao olho uma feição amendoada, freqüentementeencontrada nos portadores da síndrome de Down.epicárdioCamada mais interna do pericárdio, ou pericárdio visceral.epicistotomiaIncisão suprapúbica para extração de cálculo vesical; talha hipocrática.epicôndiloEminência ou tuberosidade em osso e acima de seu côndilo.epicórioZona da mucosa do útero que contém o ovo fecundado.epicrânioPele, aponeurose e músculos do couro cabeludo.
  • epícriseCrise suplementar; período posterior e imediato à crise; análise crítica de caso mórbido, após o seu término.epidemiaDoença que surge rápida num lugar e acomete, simultaneamente, grande número de pessoas; surto deagravamento de uma endemia.epidermeCamada mais externa de células da pele.epidermóliseEstado de frouxidão da epiderme.epidermoseDoença de pele que acomete, principalmente, a epiderme.epididimiteInflamação do epidídimo.epidídimoCorpo em forma oblonga, situado na parte superior de cada testículo.epiduralSituado acima ou fora da dura-máter.epieciaEpidemia restrita a determinado lugar, como casa, navio, etc. .epifenômenoSintoma que se ajunta ao sintoma já observado, e que normalmente não existe no decurso da moléstia emcausa.epífiseExtremidade de osso longo, em geral mais larga do que a diáfise, e que é inteiramente cartilaginosa, ou estáseparada da diáfise por peça cartilaginosa.epífise cerebralCorpúsculo oval, situado no cérebro, por cima e atrás das camadas ópticas, e ao qual se atribuem funçõesendócrinas; corpo pineal; glândula pineal.epíforaCorrimento anormal de lágrima sob a influência de causa mecânica ou fisiológica, e na paralisia de músculo doHorner.epigástrioRegião superior média do abdome, diante do estômago, entre os dois hipocôndrios.epigloteEstrutura cartilaginosa e elástica situada entre a parte posterior da língua e a glote (entrada da laringe), e quedurante a deglutição fecha a laringe, evitando que nela penetrem os alimentos ingeridos.epígonoAquele que pertence à geração seguinte; discípulo de um grande mestre nas letras, artes ou ciências.epilaçãoAvulsão química, física ou mecânica dos pêlos.epilemaMembrana das hemácias.epilepsiaDisritmia cerebral paroxística, caracterizada por crises em que se observam perda súbita da consciência econvulsões.
  • epióticoQue está situado acima da orelha.epíplooPrega do peritônio que se estende entre dois órgãos viscerais abdominais, existindo, assim, em vários locais: oepíploo gastropancreático, o gastrepático (também chamado pequeno epíploo), o gastrocóloco (tambémchamado grande epíploo), etc. .episioDo gr. episeîon, púbis (episiotomia).epísioTermo que indica relação com região pubiana, ou vulva.episioceleProlapso da vagina.episiotomiaIncisão vulvar destinada a evitar a ruptura do peritônio durante o parto.episódioOcorrência infreqüente no decurso dos acontecimentos.epispádiaMalformação congênita em que a uretra se abre na região dorsal do pênis.epispasmoInspiração curta e freqüente.epístaseCessação de qualquer corrimento, como sangue, ou menstruação; supressão de secreção ou excreção.epistaxeHemorragia nasal.epistemologiaCiência dos métodos de conhecimento.epistomologiaEstudo das afecções em torno da boca.epistroféuSegunda vértebra cervical, ou áxis.epitálamoPorção do diencéfalo que abrange o corpo pineal, estria medular e trígono da habênula (gânglio encefálico).epitalaxiaDescamação do epitélio, principalmente da mucosa intestinal.epitélioCamada celular que recobre qualquer superfície externa do corpo ou reveste a superfície interna dos órgãosocos e canais.epitélio germinativoDenominação de Waldeyer do esboço da gônada na primeira fase do desenvolvimento embrionário.epiteliomaTumor maligno que se desenvolve à custa do epitélio, que reveste a superfície do corpo ou uma membranamucosa.epitelizaçãoFormação do epitélio.epítema
  • Qualquer cataplasma, embrocação ou aplicação externa.epitrócleaCôndilo interno da extremidade distal do úmero.epizoárioQue vive na superfície externa do animal.epizoologiaEstudo das doenças epidêmicas que acometem os animais.epizootiaDoença que ataca, ao mesmo tempo, grande número de animais, como a diarréia branca das aves.epônimoQue dá ou empresta seu nome a alguma coisaepúlideTumor fibroso da gengiva, geralmente situado no periósteo ou osso do maxilar.epuloseCicatriz; cicatrização.equiDo lat. aequus, igual (equimolar, equivalente).equidnaDo gr. échdina, víbora (equidnina).equidnismoSintomas decorrentes da introdução de veneno de víbora no organismo.equilíbrioCondição em que forças opostas agem uma contra outra; igualdade entre duas forças.equilíbrio ácido-básicoProporção normal entre elementos ácidos e básicos no sangue e nos humores do organismo.equimolarQue contém igual número de moléculas.equimoseMancha resultante do extravasamento de sangue, no tecido subcutâneo, devido à rutura de capilares,geralmente por contusão. O sangue extravasado coagula e depois sofre modificações, que se exteriorizam comvariadas colorações da pele (vermelha, roxa, azulequinoDo gr. echînos, ouriço (equinoco).equivalênciaRelação entre termos ou valores que podem ser substituídos por outros.equivalência in vitroSegundo o Ministério da Saúde, condições em que dois ou mais medicamentos, ou fármacos, exercem o mesmoefeito farmacológico, quantitativamente, em cultivos de células.equivalenteQue é do mesmo valor.equivalente epiléticoConjunto de atos motores automáticos, como fugas, ausências, amnésias que se manifestam em lugar de umacrise epilética convulsiva.erasteDo gr. erastés, amante (pederastia).
  • eremoDo gr. éremos, êrmo, só, privado de (eremofobia, eremacausia).ereseDo gr. eresis, extração (facoérese).erética, disfunçãoImpotência masculina.erétilQue é capaz de ereção.eretismoIrritabilidade ou sensibilidade de um órgão a qualquer estímulo.eretismo cardíacoQuadro clínico com aumento das pulsações cardíacas.eretorMúsculo que produz ereção de uma parte.ereutoDo gr. éreuthos, rubor (ereutofobia).ergoTermo que indica relação com trabalho.ergoDo gr. érgon, trabalho (ergogenético, ergoterapia).ergologiaCiência que estuda o trabalho físico ou mental.ergoterapiaTratamento de determinadas doenças pelo trabalho; terapêutica ocupacional; praxiterapia.ergotismoEnvenenamento crônico pela ergotina, extrato do esporão do centeio, dotado de propriedades oxitócicas, e semanifesta através de sintomas cerebrais, espasmos e convulsões.eriçarArrepiar.erioDo gr. érion, lã (eriócomo, eriometria).erisipelaInfecção geralmente por estreptococos que determina inflamação difusa da pele e do tecido subcutâneo.eritemaVermelhidão mórbida da pele, de aspectos diferentes, por congestão dos capilares.eritrasmaQueratofitose caracterizada por placas pardacentas, avermelhadas ou róseo-amarelados, comuns em homens,localizadas, geralmente, nas dobras genitocrurais.eritroDo gr. erythrós, vermelho (eritrócito).eritroblastoCélula de transição entre a célula primitiva da medula óssea e o eritrócito circulante.eritroblastosePresença de eritroblastos no sangue por imaturação da medula óssea.
  • eritroblastose fetalDoença hemolítica do recém-nascido que se caracteriza por presença de eritroblastos no sangue, icteríciaintensa, destruição das hemácias (anemia hemolítica) e outras conseqüências que dependem do grau dedestruição das hemácias. A eritroblastose fetal oceritrodermiaVermelhidão generalizada da pele. Dermatose com rubor vivo e uniforme, acompanhado de escamação eesfoliação.eritromeliaDoença caracterizada por vermelhidão, indolor e progressiva, da pele, a partir do centro para a periferia, tambémchamada de dermatite atrofiante difusa.eritropoeseProdução de eritrócitos.ero, erotoDo gr. éros, érotos, amor (erótico, erotomaníaco).ErosSinônimo de libido (satisfação do princípio do prazer), desejo em antagonismo com Tanatos, o instinto de morte,destruição, desprazer. Seu nome advém da mitologia grega, em que Eros era o filho de Vênus, a deusa doAmor.eróticoQue se refere ao amor; que provoca desejo sexual.erradicaçãoEliminação completa de um tumor, de uma doença ou de órgão; que cura rapidamente.erranteQue anda sem destino certo; que perdeu o rumo.erro tipo IA probabilidade de rejeitar a hipótese nula por variação (erro) aleatória, quando a mesma está certa de acharuma diferença quando na verdade não existe.erro tipo IIA probabilidade de aceitar a hipótese nula por variação (erro) aleatória, quando a mesma deveria ser rejeitada;não achar uma diferença quando na verdade ela existe.eructaçãoExpulsão súbita, e às vezes ruidosa, pela boca de gases oriundos do estômago; arroto (pop.).eruginosoEsverdeado; oxidado; de cor de azinhavre (oxidação do cobre).erupçãoAto de aparecer ou tornar visível; aparecimento súbito de sintoma, geralmente manchas ou eflorescênciascutâneas; lesão da pele com vermelhidão e saliência.erupção dentáriaSaída dos dentes no rebordo gengival.escabicidaQue destrói o Sarcoptes scabiei; que combate a sarna.escabioseSarna; doença contagiosa da pele, provocada pelo Sarcoptes scabiei, que forma túneis debaixo da pele,acompanhado de prurido intenso.escafoDo gr. skáphos, escavação, enxada, barco (escafóide).
  • escafóideQue tem forma de barco; navicular, como o osso do carpo e do tarso.escalenoQue tem os lados desiguais.escalpeloBisturi reto, com margem convexa, usado em dissecções.escalpoPele e tecido subcutâneo da parte da cabeça coberta pelos cabelos.escamaLâmina de células da epiderme; camada de células epidérmicas que podem desprender-se.escápulaOmoplata.escaraCrosta resultante da morte de tecidos, devido à gangrena ou ação de cáusticos, calor, frio, ou atrito prolongadodo corpo com o leito.escarificaçãoIncisão superficial da pele através de cortes finos paralelos, com fins terapêuticos, diagnósticos ou profiláticos.escarlatinaDoença contagiosa, aguda, epidêmica, com febre alta, erupção puntiforme vermelho-escarlate, que setransforma em mancha ampla e se espalha por todo o corpo, língua em morango (avermelhada, inflamada,saburrosa). É causada por um estreptococo hemolítico.escarroEsputo; secreção de muco ou muco-purulenta, eliminada pela boca, após a expectoração.escarvanteQue escarva; que bate com a ponta do pé no chão.escarvante, marchaAndar semelhante ao do cavalo fogoso; modo de andar do paciente com neurite periférica dos membrosinferiores.escatoDo gr. skátos, excremento (escatoscopia, escatofagia).escatologiaEstudos relativos aos excrementos.escatomaMassa endurecida de material fecal no intestino.escatulaCaixa para pós ou pílulas.escavadoQue possui cavidade; que se escavou.esceloDo gr. skélos, perna (escelastenia).escirroCancro duro, em que há grande quantidade de tecido conjuntivo.escleroDo gr. sklerós, duro (esclerodermia, aterosclerose).escleroma
  • Área de endurecimento, sobretudo nas estruturas nasal e laríngea; doença inflamatória crônica localizada norevestimento mucoso das vias respiratórias (principalmente nariz) atribuída à Kle-bsiela rhinoscleromatis.escleroseEndurecimento patológico de te-cidos, devido à produção excessiva de tecido conjuntivo intersticial.escleróticaBranco do olho; membrana externa, branca, dura, com fenda anterior onde se encaixa a córnea transparente eoutra posterior por onde passa o nervo óptico.esclerotriquiaEndurecimento anormal dos cabelos, acompanhado de secura.escodismoIntensificação da sonoridade pulmonar em caso de derrame pleural, denunciado à percussão por ruído timpânicoabaixo da clavícula.escolecíaseInfestação do organismo por larvas de insetos.escólexPorção da tênia, chamada "cabeça da solitária", constituída de cabeça e colo.escolioDo gr. skoliós, torcido, desigual, oblíquo (escoliose).escolioseDesvio da coluna vertebral para um lado.escopoDo gr. skipéo, examinar, observar (broncoscopia, gastroscopia).escopofobiaTemor mórbido de ser visto.escoracraciaEmissão involuntária de fezes; escatocracia.escorbutoEstado mórbido devido à carência de ácido ascórbico (vitamina C) no regime alimentar, caracterizado pordebilidade, anemia, hemorragia na mucosa gengival, etc. .escóriaFezes; restos; resíduo que se forma na fundição de metais; coisa desprezível; ralé.escoriaçãoAto e efeito de escoriar ou de esfolar, destruir ou ferir superficialmente zonas da superfície da pele ou damucosa.escotoDo gr. skótos, escuridão, cegueira (escotoma, escotometria).escotomaMancha escura observada no campo visual pelo paciente; zona do campo visual onde há cegueira total ouparcial.escotoma cintilanteManchas brilhantes, móveis, no campo visual.escotopiaAdaptação dos olhos para a visão no escuro.escrobiDo lat. scrobi, buraco, cavidade (escrobiculado).
  • escrofoDo lat. scrofa, porca (escrofulose).escrófulaAdenite tuberculosa; estado do organismo debilitado e com predisposição a apresentar adenite cervical, lesõesósseas e articulares.escrofuloseEscrófula; adenopatia tuberculosa crônica, localizada quase sempre no pescoço.escrotoBolsa que contém os testículos.escrúpuloHesitação ou dúvida de consciência; inquietação de consciência; remorso.esculápioMédico; advém de Esculápio, deus da Medicina na mitologia greco-romana. Filho de Apolo e pai de Higia, deusada Saúde. Identificado como Asclépio, na Grécia.esculentoAlimentício; que é próprio para alimentação.escutiDo lat. scutum, escudo (escutiforme).escutiformeQue apresenta forma de escudo.esfacelarProvocar esfácelo ou gangrena; arruinar; mortificar; necrosar.esfáceloGangrena que se estende por toda a espessura de um membro ou todos os tecidos de um órgão.esfagiasmoContração dos músculos cervicais durante ataque epilético.esfalfadoCansado; extenuado.esfenoTermo que indica cunha.esfenoDo gr. sphén, sphenós, cunha (esfenóide).esferoTermo que indica relação com esfera, globo, bola.esfígmicoRelativo a pulso.esfigmodo gr. sphygmós, pulsação (esfigmomanômetro, bradisfigmia); - do gr. sphíggo, aperto, estreitamento(enteros-figmia).esfíncterMúsculo em forma de anel que abre ou fecha canais ou orifícios naturais do corpo.esfiroDo gr. sphyra, martelo (esfirectomia).esfixeV. sfixe.
  • esfoliaçãoAto de esfoliar; separação de partes superficiais de órgãos, sob a forma de lâminas; esfoladura.esfregaçoCamada fina de um líquido orgânico (sangue, secreção, pus), colocada sobre uma lâmina de vidro para exameao microscópio.esganaduraMorte por sufocação.esgotarVazar; tirar até a última quantidade de líquido; cansar; extenuar; perder as forças.esmaecerPerder a cor; enfraquecer.esmalteSubstância branca que reveste a coroa dos dentes.esmegmaProduto de secreção sebácea e descamação epidérmica do sulco balano-prepucial no homem, ou pela pregaformada pelos grandes e pequenos lábios na mulher.esmegmaDo gr. smégma, sabão (esmegmólito).esoDo gr. éso, para dentro (esoforia); - do gr. oisós, ação de levar (esôfago).esofagectasiaDilatação do esôfago.esôfagoTubo músculo-membranoso que comunica a faringe com o estômago.esofilaxiaProfilaxia ou proteção contra doenças provocadas por células e líquidos do próprio organismo.esotéricoQue está oculto; secreto.esotropiaDesvio de um olho para dentro quando ambos os olhos estão abertos e não-tapados; estrabismo convergente.espadiaV. spadia.espáduaOmbro; omoplata.espagíriaAlquimia; doutrina ou escola de Paracelso.espaldaOmbro; omoplata.espanoTermo que indica escassez.espanoDo gr. spánis, insuficiência, escassez (espanopnéia, espanomenorréia).espanoginiaEscassez de mulheres; diminuição de nascimento de mulheres.
  • esparadrapoEmplasto adesivo sobre tela, utilizado para proteger a pele ou manter a resistência em pontos suturados oucortados da pele.espargoseInchação ou distensão acentuadas, sobretudo distensão das tetas, com acúmulo de leite.espasmoDistúrbio motor-dependente de irritação sobre qualquer ponto do arco reflexo, espinhal ou bulbo-espinhal,caracterizado por contração involuntária violenta de um músculo ou grupo de músculos.espasmolíticoDroga que alivia o espasmo.espásticoQue se acompanha ou se caracteriza pela presença de espasmos.espátulaUtensílio de material sólido, com cabo e parte dilatada e plana, usado para remover, espalhar e transportarsubstâncias sólidas ou semi-sólidas.especialidade farmacêuticaPreparado medicamentoso; diz-se dos medicamentos colocados à venda depois de submetidos ao Ministério daSaúde.espécieGrupo de indivíduos com caracteres análogos; subdivisão primária de gênero.especificidadeÉ a ausência relativa de falsos-positivos.específicoDiz-se do medicamento que atua diretamente sobre a causa das doenças.espécimeAmostra; exemplar; parte de coisa ou várias coisas, para mostrar o caráter do todo, como em espécime de urinapara exame laboratorial.espectroFaixa de cores (do arco-íris) produzida da decomposição da luz pelo prisma.espectro antibióticoConjunto de germes sobre os quais atua determinado antibiótico, dizendo-se deste, conforme o número, maiorou menor, de germes sensíveis, que é de curto ou de largo espectro.espectrocolorímetroAparelho para separar as cores do espectro; usado na verificação de cegueira a cores, e na determinação dapresença de certos corpos.espectrofotômetroAparelho com que se obtém o espectro de uma radiação e se pode medir a intensidade de cada componentemonocramático que o constitui.espéculoDispositivo que permite dilatar uma cavidade do organismo e examinar seu interior.espermaSêmen; secreção testicular.espermaDo gr. spérma, semente (espermatócito, azoospermia).espermaceteCera de palmitato de cetila, obtida da cabeça de baleia, usada na preparação de cosméticos e pomadas.
  • espermátideCélula derivada de espermatócito secundário.espermatócitoCélula-mãe do espermatozóide.espermatogôniaCélula germinativa indiferenciada que se transforma em 2 espermatócitos primários; célula-tronco de linhagemseminal.espermatozóideElemento fecundante masculino, composto de uma parte dilatada (cabeça) que representa o núcleo, umaespécie de pescoço, peça intermediária, uma parte alongada, cauda, e um filamen-to terminal que serve àlocomoção.espermicidaQue destrói espermatozóides.espicaDo lat. spica, espiga (espiciforme).espículaPonta; espinho; pequena espiga.espiloDo gr. spîlos, mancha (espiloma, espiloplaxia).espinhaQualquer apófise ou projeção da coluna vertebral; designação comum a certas borbulhas da pele, principalmentedo rosto; acne.espinha bífidaMalformação com fenda congênita da coluna vertebral e protusão das meninges.espinhelaNome do apêndice cartilogíneo do esterno (pop.).espinhela caída, doença daExpressão popular para dor no esterno; muitas vezes, no interior, significa doença debilitante, atrofia, etc. (pop.).espinterDo gr. spinthér, centelha (espinteropia).espiralQue apresenta forma de espira; enrolado em forma de bobina.espirarExalar; soprar.espiriloBactéria de forma helicoidal, ou de segmento de espiral.espíritoA alma; parte mais volátil de substância submetida à destilação; solução de material volátil em álcool.espirituosoQue contém álcool.espiroDo gr. speîra, espira (espirilo).espirografiaRegistro gráfico da respiração, isto é, dos movimentos e da capacidade respiratórios.
  • espirômetroInstrumento que mede a quantidade de ar inalado e exalado pelos pulmões.espirroExpulsão violenta do ar pulmonar, pela contração brusca do diafragma, provocada por excitação da nasofaringe.esplâncnicoRelativo a vísceras.esplancnoDo gr. splágchmon, vísceras (microsplacnia, esplancnopleura).esplênicoRelativo ao baço.esplenoDo gr. splén, baço (esplenectomia, esplenomegalia).esplenomegaliaAumento de volume do baço.espodoDo gr. spodós, cinza (espodofagia).espodógenoQue produz cinza; produzida por matérias de escória em um órgão.espoliarPrivar de alguma coisa; roubar; retirar; desgastar.espondilartriteArtrite da coluna vertebral.espondiliteInflamação de vértebras, em regra de causa tuberculosa.espondilite anquilosanteInflamação em que toda a coluna vertebral se acha envolvida em invólucro ósseo, por ossificação dosligamentos espinhais.espondiloDo gr. sphóndylos, vértebra (espondilartrose).espongiteInflamação do corpo cavernoso do pênis.esponjaEsqueleto fibroso da Euspongia officinalis, empregado para limpeza e absorvente.esponja de platinaPó de platina para decompor a água pela ação de corrente elétrica, funcionando como catalisador.esporádicoQue acomete poucos indivíduos; que não é generalizado ou epidêmico; que ocorre ocasionalmente; raro;acidental.esporãoSaliência córnea na parte posterior da pata de galináceas.esporão de centeioFormação no grão de centeio atacado pelo Claviceps purpurae, que fornece a ergotina e a ergotamina.esporoElemento da reprodução de organismos mais inferiores tais, como protozoários e plantas criptogâmicas.
  • esporoDo gr. sporá, semente (esporooíto).esporocistoSaco ou vesícula que contém esporos já formados e que serão depois liberados pelo rompimento da membranada vesícula.espruDoença crônica que se manifesta por evacuações abundantes, pastosas, espumosas, anemia, emagrecimento efraqueza, devido à absorção deficiente de gordura e hidratos de carbono. Geralmente é observada nos trópicos.esputoEscarro; saliva misturada com muco e outros componentes da árvore respiratória; expectoração.esqueletoArcabouço consistente do corpo; conjunto de ossos dos animais vertebrados.esqueleto apendicularFormado pelos ossos dos membros.esqueleto axialConstituído pelos ossos da coluna vertebral, crânio, costelas e esterno.esqueloV. escelo.esqueseV. squese.esquia, esquieroDo gr. skiá, skierós, sombra (esquiascopia, esquieropsia).esquírolaFragmento ou lasca de osso.esquistoTermo que indica fendido, separado.esquistoDo gr. schistós, fendido (esquistossomíase, esquistócito).esquistossomose mansônicaDoença crônica, endêmica, que ocorre na África e nas Américas do Sul e Central, causada pelo Schistosomamansoni. A penetração das cercárias (larvas) na pele provoca prurido, que pode ser seguido ou não de crises deurticária, dependendo da sensibilidadeesquizoDo gr. schízo, fenda, separação (esquizofrenia, esquizogonia).esquizofreniaTermo criado por Eugen Bleuler, psiquiatra suíço (1857-1939), em substituição ao usado por Morel e Kraepelin -demência precoce - que corresponde a um conjunto de transtornos em que predominam a discordância, aincoerência ideoverbal, a ambivalência, o auestafaFadiga.estafilagraPinça para úvula.estafilinoRelativo à úvula.estafiloDo gr. staphylé, uva, rácimo, úvula (estafilococo, estafiloptose).
  • estafilococoNome dado às bactérias de forma arredondadas (coco) do gênero Staphylococcus que se apresentamagrupados em forma de cacho de uva.estagmoDo gr. stágmon, gota (estagmômetro).estagnaçãoInércia; paralisação; ausência de movimento; falta de circulação (sangue, humores, líquidos em geral).estalidoRuído seco; estalo; ruídos pulmonares ouvidos na ausculta.estancarDeter escoamento de líquido.estanqueBem vedado; que impede a passagem de correntes líquidas.estapeDo lat. stapes, estribo (estapedectomia).estaseSupressão ou diminuição da circulação de sangue ou de qualquer líquido do organismo em uma dada região.estaseDo gr. stásis, estabilidade, parada (hemostasia, estasiofobia).estateladoEstendido ao comprido no solo; imóvel como estátua; inerte.estatísticaCiência que colige dados numéricos para comparações e ilações sobre freqüência, valores ou significação;conjunto de dados numéricos sobre qualquer ramo das atividades humanas.estauroDo gr. staurós, cruz (estauroplegia).estaxeV. staxe.estazamentoAto de estazar; esfalfamento; esgotamento.estazarCansar; esfalfar; esgotar as forças.esteDo gr. esthés, vestimenta (anestia).estear, esteatoDo gr. stéar, stéatos, sebo, gordura (estearina, esteatorréia).esteatoTermo que indica relação com gordura ou sebo.esteatorréiaPresença de quantidade anormal de gorduras nas fezes.esteatoseDegeneração gordurosa; doença das glândula sebáceas.estegnoseConstrição; estenose.
  • estelarRelativo à estrela; radiado como estrela.esteniaForça; atividade; sensação de euforia.estenoDo gr. stenós, estreito (estenocoria, estenose); - do gr. sthénos, força (astênico, astenopia, hipostênico).estenoseEstreitamento anormal de um tubo, orifício, ou de um canal do corpo.estequioDo gr. stocheîon, elemento (estequiometria).estercobilinaProduto da redução da bilirrubina, que é excretado com as fezes, à qual confere uma cor acastanhada.estereotipiaRepetição dos mesmos gestos e atitudes, e dos mesmos movimentos, de modo inconsciente, dos psicóticos.esterilizaçãoAção de tornar estéril (incapaz de procriar); processo de destruição dos microrganismos que existem nasuperfície ou na espessura de qualquer objeto, instrumento, etc.esterilizantesSubstâncias que destróem todas as formas de vida.esternoOsso chato que se articula com as costelas; forma a face anterior do tórax.estertorSom anormal durante a respiração, percebido através da auscultação do tórax.estesiaDo gr. aísthesis, sensação (anestesia, cacostesia, parestesia).estetoTermo que indica relação com peito ou tórax.estetoDo gr. stêthos, peito (estetoscópio).estetoscópioInstrumento usado para ouvir os sons produzidos pelo funcionamento do coração, dos pulmões e de outrosórgãos internos.estibioDo lat. stibium, antimônio (estibialismo).estigmaSinal ou mancha sobre a pele; pistilo da flor das gramíneas; abertura para entrada do pólen.estigmaDo gr. stigma, sinal, ponto (astigmatismo).estilaçãoQueda de líquido, gota a gota.estileteInstrumento metálico, em forma de haste, com extremidade afilada, para sondagens de feridas penetrantes;punhal; parte do pistilo que sustenta o estigma da flor.estilo
  • Do lat. stylus, ou do gr. stylos, estilete para escrever (estilóide).estimativaValor obtido através de uma amostra (X ou p), o qual encontra-se próximo ao valor real (µ ou P).estimulanteMedicamento que estimula ou aumenta a atividade funcional dos órgãos ou do organismo como um todo.estioVerão.estipticidadeQualidade de que é estíptico.estípticoAdstringente; que susta hemorragia mediante qualidade adstringente.estirpeLinhagem; raça; ascendência; tronco de família.estivalRelativo ao verão.estomaTermo que indica relação com boca, orifício, poro.estoma, estomatoDo gr. stóma, stómatos, boca (estomatite, traqueostomia).estomagarAborrecer, zangar; irritar.estomatiteInflamação da mucosa da cavidade bucal.estrabiDo gr. strabós, vesgo (estrabismo).estrabismoAnomalia que consiste no desvio do eixo visual do ponto objeto, devido à incoordenação dos músculos ocularesexternos.estrabismo convergenteEm que os eixos visuais convergem.estrabismo deorsumEm que um dos olhos está desviado para baixo.estrabismo divergenteEm que os eixos visuais divergem; exotropia, ou desvio dos olhos para fora.estrabismo sursumEm que um dos olhos está desviado para cima.estrangulaçãoAto de estrangular; constrição do pescoço de modo a provocar interrupção da circulação cerebral; se forprolongada provoca asfixia e síncope; constrição de um órgão com diminuição ou parada da circulação.estrangúriaEliminação lenta e dolorosa de urina em conseqüência de espasmo uretral ou vesical.estratificaçãoDisposição em forma de camadas, ou estratos.estratificação
  • É o detalhamento de alguma variável que irá contribuir para responder aos objetivos da pesquisa; os dadoscoletados são analisados e os resultados são divididos em estratos. Dada a heterogeneidade da população, aamostra também deverá ser heterogênea.estratoSérie de camadas na epiderme; camada.estrefoDo gr. strépho, virar, torcer (estrefenopodia). V. tb. estrofo.estrepeFragmento de madeira ou metal, com ponta aguçada, capaz de penetrar na pele, sobretudo na sola dos pés.estreptoDo gr. streptós, torcido, revirado (estreptococo, flebostreptese).estreptococosBactérias que se apresentam ao microscópio reunidas em forma de cadeias, como as contas de um colar.estresseConjunto de reações do organismo a agressões de ordem física, psíquica, infecciosa, e outras, capazes deperturbar-lhe a homeostasia. O termo advém de "stress" (inglês); estrição.estriaLinha que forma sulco; estrutura em forma de faixa; qualquer linha existente na pele.estria gravídicaEstrias brancacentas formadas na gravidez e existentes no abdome e nas coxas; representam cicatrizes detecido cutâneo rompido por distensão excessiva.estriboOsso da cadeia de ossinhos do ouvido.estriçãoAto de submeter à ação de forças externas; submeter a esforço muito forte; pressão; dano; alguns propuseramcomo sinônimo de "stress", dos autores de língua inglesa; estresse.estricnismoIntoxicação pela estricnina, devido a abuso ou uso crônico de sais de estricnina.estridorRuído respiratório áspero, de alta tonalidade, em regra observado na hiperplasia tímica ou na laringite aguda.estroPeríodo de excitação sexual na fêmea de mamíferos; cio; fase de atividade ovariana que provoca alterações namucosa uterina.estroDo lat. aestrus ou do gr. oîtros, ímpeto imaginativo (estromania, estrogeno).estróbiloConjunto de anéis da tênia adulta.estroboDo gr. stróbos, torvelinho, rede-moinho (retroboscópio).estroboscópioDispositivo destinado à iluminação ou à observação periódica de um sistema vibrante, e com o auxílio do qual sepodem reconhecer diferentes características do movimento.estrofoDo gr. stróphos, correia, cordão (escrofulose); - do gr. stropháo, voltar, torcer (estrofanto).estrófuloErupção papulosa do lactente.
  • estromaComposição básica; elemento de forma e de sustentação; tecido que forma a substância básica, ou matriz deórgão.estrongiloidíaseInfestação por estrongilóides.estropiarMutilar; aleijar; privar de algum membro.estrumaBócio, aumento do volume da glândula tiróide.estrumaDo lat. struma, escrófula, bócio (estrumiprivo).estruturaConformação; disposição arquitetônica dos órgãos.estudo cegoQuando os indivíduos que fazem parte da amostra utilizada não sabem da real proposta da pesquisa.estudo de caso-controleÉ definido como um estudo no qual a determinação da associação da doença com um ou mais fatores ébaseada na distribuição destes fatores entre dois grupos distintos: grupo de indivíduos afetados pela doençacomparado a um grupo controle de indivíduos não-estudo duplo-cegoQuando os indivíduos que fazem parte da amostra utilizada e os operadores da pesquisa não sabem daproposta da pesquisa.estudo prospectivoDiz-se do estudo planejado e iniciado a partir de um determinado protocolo.estudo retrospectivoDiz-se do estudo que avalia, retrospectivamente, determinado(s) fato(s) ocorrido(s) em determinado momento ecircunstâncias; quando o estudo retrospectivo não se mostra concludente ou suficientemente claro, os seusdados podem servir para a elaboração deestudo tipo coorteIdentifica-se um grupo de pessoas que possua o fator de risco, e comparam-se as taxas de incidência dosgrupos com ou sem fator de risco.estudos de utilização de medicamentosSegundo o Ministério da Saúde, são aqueles relacionados com a comercialização, distribuição, prescrição e usode medicamentos em uma sociedade, com ênfase sobre as conseqüências médicas, sociais e econômicasresultantes; complementarmente, têm-se os estudestufaCompartimento ou caixa, envolta por material insulante, própria para aquecimento à temperatura constante,usada para secagem, incubação de micróbios, ovos e cultura de tecidos.estupefaçãoImobilização emocional; pasmo; assombro; entorpecimento.estupidezAbolição ou falta de inteligência.estuporEstado de passividade, de embotamento da sensibilidade e da consciência que ocorre em certas doençasmentais e outras afecções; estado intermediário entre a obnubilação e o coma.estuproDefloramento forçado de virgem; coito forçado; posse carnal da mulher sem o seu consentimento.
  • esurinoQue excita a fome; que desperta o apetite.esurioDo lat. esuries, fome (esuriente, esurite).esvairDissipar; desmaiar; desfazer; fazer desaparecer.esvair em sangueApresentar hemorragia que ameaça a sobrevivência.esvurmarEspremer o pus; fazer supurar.etaDo lat. aetas, idade (etátito ou etário).etanolÁlcool comum; álcool etílico, álcool de cana utilizado, entre outras coisas, na fabricação de bebidas do tipoaguardente, cachaça ou pinga.etárioRelativo à idade.éterLíquido incolor, de cheiro característico, muito volátil, de sabor adocicado, usado para anestesia geral, devido asua atividade paralisante do sistema nervoso central sem afetar muito o sistema circulatório.éticaÉ o ramo do conhecimento humano que se encarrega das normas e dos princípios morais que regem ocomportamento dos indivíduos pertencentes a uma comunidade. A ética, por assim dizer, é a moral de umasociedade.ético, produtoMedicamento exclusivamente prescrito pelo médico, divulgado apenas nas revistas médicas especializadas.etilismoVício do uso de bebidas alcóolicas; alcoolismo; intoxicação pelo álcool etílico.etioDo gr. aitía, causa (etiologia).etiologiaEstudo das causas das doenças.etiopatologiaMecanismo de ação do agente patogênico.etiotropismoMovimento que depende de causas externas; medicamento de ação contra a causa da doença.etmoDo gr. ethmós, crivo (etmóide, etmocadite).etmóideOsso perfurado em crivo que faz parte do arcabouço do nariz.etniaGrupo humano com identidade cultural.étnicoRelativo às raças, ou à etnia.etno
  • Do gr. éthnos, raça (etnológico).etnologiaEstudo das raças humanas.etoDo gr. éthos, costume, caráter (etologia).etologiaEstudo dos hábitos de um povo.etroDo gr. êtron, abdome, hipogastro (etrotomia).euPersonalidade; individualidade; centro de gravitação da vida psicológica.euDo gr. eû, bem, bom (eugenia, eutimia, euforia).eubioseVida saudável.eubolismoMetabolismo normal, isto é, equilíbrio entre entrada e saída de substâncias nutritivas no organismo.eucapniaNormalidade do dióxido de carbono no sangue; reserva alcalina normal.eugeniaCiência que se ocupa da procriação de filhos normais; estudo dos meios para melhoria da raça.euípnicoDiz-se dos métodos ou medicamentos que induzem ao sono.eulaliaModo fácil de falar ou dizer.euneDo gr. euné, cama, abraço, leito (pareunia, dispareunia). V. tb. pareuno.eunucoIndivíduo que perdeu a função sexual por doença, intervenção cirúrgica ou acidente; indivíduo castradopropositada-mente para, em determinadas culturas regionais de certos povos, guardar mulheres nos haréns.eupareuniaCoito normal; orgasmo sincrônico de homem e mulher.eupépticoQue auxilia ou normaliza a digestão.euriDo gr. eurys, largo (euricéfalo).eurixeniaParasitismo de espécies zoológicamente distantes.eurodontiaCárie dentária.eutanásiaMorte provocada para livrar de sofrimento os doentes terminais de mal incurável.eutaxiaProporção adequada entre as diferentes partes do corpo.
  • eutesiaBom estado de saúde.eutimiaTranquilidade; calma.eutociaParto normal e fácil.eutróficoQue apresenta desenvolvimento normal.evacuaçãoDejeção intestinal ou exoneração de fezes.evacuação hospitalarRetirada de doentes de hospitais, muito usada nos hospitais das frentes de batalhas nas guerras.evaginaçãoProtrusão de parte ou todo órgão.evanescenteInstável, que desaparece.evaporaçãoConversão de líquido ou sólido em vapor.eventraçãoSaída ou hérnia de intestino na parede do abdome, freqüente nas cicatrizes de intervenções abdominais.evirarEmascular; tirar a virilidade.evisceraçãoRemoção de vísceras ou órgãos; remoção de conteúdo de órgãos.evoluçãoDesenvolvimento de um ser, órgão, sistema, processo mórbido ou teoria.evulsãoAto de arrancar ou extrair; retirada de órgão.exDo gr. ou lat.: fora, exterior, reforço(exérese, excursão).exacerbaçãoAgravamento de uma doença, dos sinais e sintomas.exalarEmitir vapores ou emanações; desprender cheiro.exangiaVasodilatação.exangueQue perdeu sangue; anêmico; sem sangue.exaniaProlapso do reto; queda do intestino (reto), para fora do ânus.exanimaçãoDesmaio; inconsciência; desfalecimento.exantema
  • Eflorescência cutânea, peculiar às febres eruptivas (sarampo, rubéola, escarlatina, etc.).exartroseDesarticulação ou luxação de ossos.exaustãoEsgotamento físico; aspiração de gases ou ar.excêntricoQue está situado longe do centro; esquisito, de gênio; que apresenta manias.excertoExtraído; extrato de trechos de escritos.excipienteSubstância que serve para ligar misturas medicamentosas, corrigir-lhe o gosto, diluí-las; veículo; substância queincorpora medicamentos (óleo, pastas, pós) facilitando sua aplicação ou prolongando seu contato.excisãoAto de cortar; abertura cirúrgica.excitabilidadeFaculdade de responder a estímulos ou excitações.excitarEstimular; ativar a ação.excluirEliminar; afastar.excreaçãoAto de escarrar; expulsão de mucosidades.excreçãoEliminação do organismo dos resíduos inúteis para a economia orgânica.excrementoFezes.excrentoMatéria fecal.excretaSubstâncias eliminadas do corpo; sujidade.exegeseExplicação; interpretação.exegese médicaParte interpretativa dos sintomas.exéreseRetirada cirúrgica de um órgão ou parte dele; separação de elementos anatômicos.exibicionismoTendência mórbida para mostrar partes do corpo, principalmente órgãos genitais, como forma de atração sexual.exis, exiaDo gr. éxis, hábito, estado de espírito (caquexia).existencialismoDoutrina que procura viver o momento que passa, com satisfação das exigências do corpo e do espírito, sempreocupação futuras e de vida extraterrena ou divinatória.êxito
  • Resultado satisfatório.êxito letalMorte.exoDo gr. éxo, fora (exógeno, exoftalmia).exócrinoQue segrega para fora.exódicoCentrífugo; eferente; que vai para fora.exoftalmiaSaliência do globo ocular para fora da órbita.exógenoQue se desenvolve ou se origina fora do organismo.exonfaliaHérnia intestinal na cicatriz do umbigo; hérnia umbilical.exorcismoEsconjuro; prática para afastar espíritos maus ou feitiços.exormiaDoença papulosa da pele.exosmoseDifusão de substâncias ou de moléculas de dentro para fora; movimento para fora através de membrana.exostoseProliferação óssea externa que deforma a morfologia do osso.exotéricoQue se desenvolve fora do organismo; exógeno.exotérmicoQue libera ou desprende calor.exóticoEstrangeiro; estranho.exotoxinaÉ uma toxina produzida por bactérias Gram-positivas e expelida gradualmente durante a sua vida, nãopermanecendo, portanto, na própria bactéria.exotropiaDesvio de um olho para fora, estando os dois olhos abertos; estrabismo divergente.expectanteQue espera; vigilante; processo terapêutico, também dito hipocrático, que consiste em se acompanhar a marchada doença, sem intervenção, deixando atuar a natureza.expectativa de vida ao nascerSegundo o Ministério da Saúde, é o tempo que seria esperado para um recém-nascido poder viver, em média.expectoraçãoEscarro; ação de tossir e expulsar substâncias provenientes dos pulmões, dos brônquios ou da traquéia.expectoranteDroga ou qualquer meio que provoca expectoração.experimento
  • É uma pesquisa que visa obter novas informações, confirmar ou contestar resultados de experimentos járealizados. Objetiva chegar a conclusões que resultem sempre em beneficio de caráter consiste na saída de ardos alvéolos pulmonares permeáveis técnico eexpiraçãoSegunda fase da respiração, queexpirarRespirar; deixar sair o ar dos pulmões; morrer.expurgarProvocar evacuação ou limpeza; limpar.exsanguinotransfusãoMétodo de substituição de quase todo o sangue do paciente pelo sangue de um doador, o que se consegue pelaretirada e transfusão de sangue, realizadas simultaneamente; idealizado em 1925, por Hart, como tratamento daicterícia grave do recém-nascido, e, eexsicaçãoRetirada da água de cristalização; perda de água dos tecidos.exsicarFazer secar; evaporar até a secura.exsicoseDessecamento; estado do organismo quando há perda intensa de líquidos sem que sejam administrados outrospara compensar essa perda.exsudaçãoProcesso pelo qual alguns dos constituintes do sangue passam lentamente através das paredes dos pequenosvasos congestionados para os espaços ou tecidos vizinhos, durante a inflamação.exsudarSuar; expelir em forma de gotas ou suor.exsudatoMaterial proveniente da exsudação.extirpaçãoRemoção completa de um órgão ou de parte de um órgão.extraDo lat.: fora, mais, além, em adição (extracardíaco, extracelular).extratoProduto da evaporação do suco de substância vegetal ou animal; produto de extração.extravasamentoSaída de um líquido de um compartimento natural.extrofiaExtroversão; versão congênita de órgãos.extroversãoDeslocamento de dentro para fora.extrusãoExpulsão.exumaçãoAto de exumar; retirada de cadáver da sepultura para exames periciais.exutórioRemédio ou meio que promove a drenagem.
  • exúviasEpiderme eliminada; escaras; restos.
  • fabiformeQue apresenta forma de vagem.fabulaçãoDescrição imaginária e fantasiosa, voluntária e consciente, feita por certos doentes mentais com aparência deverdade.faceRosto; parte anterior da cabeça.facetaPequena face; porção circunscrita da superfície de um osso.fáciesRosto; semblante; fisionomia; por vezes, retrata estados psíquicos ou sinais de doenças que permitemdiagnosticá-las.facioplegiaParalisia facial.faciteInflamação do cristalino.facoDo gr. phakós, lentilha, cristalino (facomalacia, facomatose).facoceleHérnia do cristalino.facomaTumor do cristalino.factícioImitado; fingido; artificial; não-natural.facultativoNão-obrigatório; voluntário; médico.fadigaCansaço; estado que vem após o trabalho excessivo ou atividade exagerada de um órgão ou de um organismo.fagedênicoDiz-se das úlceras que invadem os tecidos vizinhos.fago, fagiaDo gr. phágo, comer (fagócito, coprofagia).fagocitarIngerir ou englobar partículas ou células.fagócitoCélula capaz de englobar, no seu protoplasma, partículas sólidas, principalmente microrganismos. Tais célulaspertencem ao sistema reticuloendotelial (fixas) e aos leucócitos do sangue circulante (móveis).fagocitoseAção de englobar partículas estranhas no protoplasma pelos fagócitos.fagofobiaMedo mórbido de se alimentar.fagopirismoHipersensibilidade a determinados alimentos, com sintomas tóxicos leves, após a ingestão deles.Fahrenheit, termômetro deTermômetro com graduação de Fahrenheit, marcando 32 graus na congelação e 212 graus na ebulição,
  • convertida em ºC, escala usada no Brasil, através da seguinte fórmula: ºC = ((F - 32 x 5) / 9). O termo advém deDaniel Gabriel Fahrenheit, físico alemão (168faioV. feo.faláciaIncapacidade de tirar conclusões em um raciocínio.falacroDo gr. phalakrós, calvo (falacrose).falacroseCalvície; alopecia.falalgiaDor no pênis.falangeCada um dos pequenos ossos dos dedos da mão e do pé.falangetaFalange distal ou ungueal.falanginhaFalange média dos dedos.falangoseCrescimento das pestanas em forma de fileiras.falciDo lat. falx, foice (falciforme).falciformeEm forma de foice.fálculaFoice do cerebelo.falênciaFalha; erro; quebra.fálicoRelativo a falo; pênis.faloMembro viril; pênis.falodo gr. phallós, pênis (fálico, falorragia).falocampsiaEncurvamento do pênis quando erétil.falsa membranaCamada fibrinoinflamatória formada no processo diftérico e cobrindo a úvula ou a lesão diftérica.falsoNão verdadeiro.falso crupeLaringite aguda.falxFoice.
  • famélicoFaminto.famíliaConjunto de pessoas do mesmo sangue; descendência; agrupamento de seres vivos com determinadoscaracteres.familiar, doençaDoença que atinge vários membros de uma geração ou de gerações sucessivas dentro da mesma família.fanatismoSentimento de dedicação exagerada.faneroDo gr. phanerós, claro, visível, evidente (faneroscopia).fâneroÓrgãos acessórios da pele, como unhas, pêlos, glândulas sebáceas.faneroseAto de tornar visível ou transparente.fano, fantoDo gr. phaino, aparecer, tornar-se visível, brilhar (tonofanto, tripto-fânio, fenótipo, acufênio).fantasiaVisão irreal, imaginação; forma de atividade intelectual que excede a realidade, materializando imaginação pura.farádicoRelativo à faradização ou corrente elétrica alternada. O termo advém de Michael Faraday, físico inglês(1791-1867).faradizaçãoEmprego de corrente farádica; uso terapêutico de corrente interrompida para estimular músculos ou células.farfalhoEstomatomicose provocada pela Candida albicans; sapinho (pop.).faringeConduto músculo membranoso, mediano, ímpar, que pertence à via respiratória e ao tubo digestivo; estende-seda base do crânio até o nível da 6a vértebra cervical, onde se continua com o esôfago. Está situada atrás dasfossas nasais, cavidade bucal e larinfaringiteInflamação da faringe.farinhaPó de grãos de cereais; qualquer coisa reduzida a pó.farmáciaArte de preparar, conhecer e conservar medicamentos; local onde se vendem medicamentos.farmácia galênicaFarmácia de medicamentos vegetais.farmácias magistraisSegundo o Ministério da Saúde, farmácias autorizadas a manipular medicamento, inclusive o que contémpsicotrópicos ou entorpecentes, cuja atividade requer autorização especial de funcionamento expedido peloórgão competente do Ministério da Saúde.farmacoDo gr. phármakon, medicamento (farmacodinâmica).farmacocinética
  • Estudo das ações do organismo sobre os fármacos, incluindo absorção, distribuição, metabolismo e excreção.farmacodermiaEfeitos cutâneos de sensibilização causados por medicamentos; dermatite medicamentosa.farmacodiacosmiaParte da farmacologia que se ocupa dos tipos comerciais e classes de embalagem de drogas.farmacodinâmicaEstudo da ação dos medicamentos nos seres vivos.farmacoepidemiologiaSegundo o Ministério da Saúde, aplicação do método e raciocínio epidemiológico no estudo dos efeitos -benéficos e adversos - e do uso de medicamentos em populações humanas.farmacognosiaRamo da farmacologia que trata dos caracteres físicos das drogas.farmacologiaEstudo dos medicamentos no que diz respeito à sua origem, preparação, conservação, propriedades físicas equímicas, absorção, destino, excreção, ação, efeitos e usos terapêuticos.farmacopéiaLivro ou código onde se reúnem fórmulas e preceitos relativos ao modo de se preparar medicamentos.fármacosSegundo o Ministério da Saúde, substância química que é o princípio ativo do medicamento.farmacoterapiaTratamento de pacientes mediante emprego de medicamentos.farmacovigilânciaSegundo o Ministério da Saúde, identificação e avaliação dos efeitos, agudos ou crônicos, do risco do uso dostratamentos farmacológicos no conjunto da população ou em grupos de pacientes expostos a tratamentosespecíficos.farmoquímicosSegundo o Ministério da Saúde, todas as substâncias ativas ou inativas que são empregadas na fabricação deprodutos farmacêuticos.fartumCheiro nauseabundo, resultante de ranço; fortum.fasciaDo lat. fascia, faixa (fasciculado, fascite).fásciaFaixa; camada ou bainha fibrosa que separa ou envolve os músculos.fascialRelativo à fáscia ou à bainha que envolve os músculos.fascículoFeixe ou grupo de fibras nervosas ou musculares; pequeno feixe.faseolarQue se refere a feijão.faséoloFeijão.fastígioAuge; acme; fase em que a doença está no máximo de intensidade.fastio
  • Repugnância a alimento; inapetência; falta de apetite.fatalQue provoca a morte; inevitável; mortal.fatigabilidadeSuscetibilidade ao cansaço fá-cil.fatnoDo gr. phátne, alvéolo dentário (fatnorragia).fatnorragiaHemorragia de alvéolo dentário.fatoAcontecimento; fenômeno; estômago e intestino de ruminantes (pop.).fatorElemento favorável a um fenômeno ou ato fisiológico.fator de riscoFator de exposição supostamente associado com o desenvolvimento de uma doença podendo ser genético ouambiental. Ao contrário dos fatores prognósticos, fatores de risco agem antes da instalação.fator em estudoÉ o agente em investigação (fator de risco, fator prognóstico ou tratamento) que, supostamente, determina oefeito clínico. Em diagnóstico, é o agente em estudo que supostamente mede o efeito clínico (teste em estudo).fator prognósticoUma condição associada com o desenvolvimento da complicação de uma doença. Difere do fator de risco poratuar no prognóstico e não na etiologia de uma doença.faucePassagem da boca à faringe; garganta; parte posterior da boca.faunaConjunto de animais de uma região ou local.favaSemente de certas leguminosas.favéoloDepressão; fossa.fávideErupção cutânea, alérgica, devido ao favo.favoAlvéolo ou conjunto de alvéolos onde as abelhas depositam o mel.favorescênciaEfeito reforçador de um germe sobre a atividade de outro, ou de uma droga sobre o efeito da outra.faxaduraBandagem; o mesmo que faixadura.febreElevação da temperatura do corpo, acima do normal.febre contínuaÉ a febre sempre presente, sem grandes oscilações.febre intermitenteÉ a febre que desaparece e volta em curto tempo.
  • febre ondulanteÉ a febre que se apresenta por crises e desaparecimento por vários dias, em ondas.febre remitenteÉ a febre que apresenta uma diferença de mais de 2 graus na curva febril.febrículaPequeno aumento da temperatura; febre temporária ou ligeira.febrífugoAntitérmico; o que combate a febre; antipirético.febrilRelativo à febre; que teve aumento pequeno da temperatura.fecalomaMassa fecal endurecida, formada no intestino, em casos de retenção fecal prolongada.féculaFarinha de cereais.fecundaçãoFertilização do óvulo pela penetração do elemento fecundante do espermatozóide.fecundoCapaz de produzir; frutífero; fértil.fedorMau cheiro.fedor exoreMau hálito.feiçãoRosto; aspecto; aparência.feixeConjunto ou reunião de fios ou fibras (musculares, nervosas, e outras).felBílis ou vesícula biliar. É mais usada para animais, na linguagem popular; gosto amargo.felaçãoAto de colocar o pênis na boca; sexo oral; coito bucal.felatoDo lat. fellatio, mamar, chupar (felatorismo).feminismoPresença de caracteres femininos no macho.feminismo mamárioGinecomastia.femoralRelativo ao fêmur ou à coxa.fêmurOsso da coxa que se estende da bacia ao joelho.fendaAbertura longitudinal; frincha; racha; greta.fenestraJanela; abertura.
  • fenestraçãoOperação pela qual se faz uma janela.fengoDo gr. phéggos, luz (fengofobia).fengofobiaTemor mórbido à luz.fenoV. fano.fenocópiaInfluências ambientais determinando alterações genéticas de natureza somática, como idade dos pais facilitandoa polidactilia, mongoloidismo, hidroencefalia; mutações produzidas experimental-mente.fenogêneseEstudo da origem e descendência das raças.fenolemiaPresença de compostos fenólicos no sangue.fenolftaleinaProduto de fenol e ácido ortossulfobenzóico, indicador da alcalinidade, tornando-se de incolor em róseo ouvermelho em pH 8,3 a 10,0; injetado sob a pele, aparece na urina em 10 a 50 segundos nos indivíduos comfunção renal normal, e mais lentamente naquefenologiaEstudo relativo aos efeitos do clima sobre os seres vivos.fenômenoFato; acontecimento digno de nota; qualquer coisa que sucede.fenomenologiaConjunto de sinais que caracterizam uma doença ou síndrome; estudo dos fenômenos.fenomotivoIdéia antecipadora de um objetivo, que antecede uma ação voluntária.fenótipoIndivíduos com aparência ou caracteres semelhantes, embora com fatores hereditários diversos; caracteresvisíveis comuns aos indivíduos de uma espécie; soma dos caracteres visíveis de um indivíduo.feoTermo que indica escuro, preto.feoDo gr. phaiós, pardo (feocromocitoma).feocromocitomaTumor de células cromafins da medula supra-renal, causando cefaléia, hipertensão, adinamia, suores ealterações cardíacas.feodermiaPele de cor parda.feridaLesão produzida por instrumento cortante, projétil ou por choque; úlcera; chaga.ferimentoAto de ferir; chaga; úlcera; injúria.ferina, tosseCoqueluche.
  • ferinoFeroz; próprio de animal; sanguinário.fermentaçãoDegradação de moléculas complexas sob a ação de fermentos ou enzimas.fermentoAgente catalítico; agente orgânico que determina a fermentação de uma substância.feroV. foro.férricoQue contém o íon férrico ou o ferro com valência 3 (Fe+++).ferrosoQue contém o íon ferroso ou o ferro com valência 2 (Fe++).ferrugemÓxido de ferro formado na superfície deste metal pelo oxigênio do ar.fertilidadeFecundidade; qualidade do que é fértil.ferverEstar em estado de ebulição; emitir bolhas de gás, como a água aquecida a 100ºC.fervescênciaAumento da temperatura corpórea.fervor de sangueEstado em que há manifestações cutâneas mais ou menos generalizadas, como eczema, urticária (pop.).fervuraEbulição; estado de líquido que ferve.festinaçãoTendência involuntária para aumentar a velocidade da marcha, observada em doenças nervosas, como naparalisia agitante.festinosoQue acelera.fetaçãoDesenvolvimento do feto; gravidez.fetalismoPersistência de caracteres fetais, após o nascimento.feticidaQue destrói o feto no útero.feticulturaHigiene da gravidez.fetidezCheiro fétido.fetidez do hálito ou do escarroSinal patognomônico de gangrena pulmonar, podendo provir também da boca (estomatite gangrenosa, noma) detuberculose cavernosa e de bronquite fétida.fétidoQue apresenta mau cheiro; fedor.
  • fetoProduto da concepção; embrião após o 2o mês de gestação.feto-arlequimForma grave de ictiose congênita, ou ceratoma difuso maligno.fetografiaRadiografia de feto, ainda no útero.fezesConteúdo intestinal formado de detritos alimentares, secreções, células epiteliais do aparelho gastrintestinal, eprincipalmente de bactérias mortas. Na criança, com amamentação natural, as fezes são mais moles, de cheiroácido, e de coloração amarelo-ovofíalaPequena garrafa; taça.fibraEstrutura ou tecido orgânico em forma de fio; filamento.fibrilaçãoTremor muscular; ação muscular do coração em que as fibras agem independentemente e produzem contraçãovermicular; em assim sendo, os batimentos cardíacos são irregulares, podendo a fibrilação ser auricular ouventricular.fibrinaProteína insolúvel, filamentosa, formada pela interação do fibrogênio e da trombina, que constitui a rede de finosfilamentos do coágulo.fibrinogênioProteína solúvel do plasma, que participa da formação da fibrina.fibrinóliseDissolução do coágulo sangüíneo por destruição da fibrina.fibroblastoCélula principal do tecido conjuntivo, de forma achatada. Tem a propriedade de se diferençar em outros tipos decélulas: adiposas, cartilaginosas, pigmentadas, etc. Os fibroblastos participam da formação das fibras do tecidoconjuntivo (colágeno, elastinafibroelastoseAfecção em que há acometimento do tecido fibroso e elástico; espessamento congênito da parede doendocárdio, com hipertrofia do miocárdio.fibrógliaSubstância fibrilar produzida por células do tecido conjuntivo anastomosadas, principalmente nos processoscicatriciais.fibróideQue tem semelhança com fibroma ou com estrutura fibrosa.fibromaTumor constituído de tecido fibroso.fibroma cútisPequenos tumores solitários na pele, duros, de coloração roxa ou igual à da pele; histologicamente sãoconstituídos de fibroblastos e numerosas fibras colágenas.fibromatoseFormação de fibromas múltiplos.fibromiiteInflamação de músculo.
  • fibromiositeAfecção não-específica que se caracteriza por dor e rigidez das articulações, dos músculos ou estruturasadjacentes. De um modo geral, é conseqüente a traumatismos, exposição ao frio, infecções e outros.fibroplasiaFormação de tecido fibroso.fibroseDegeneração fibróide.fibrose cística do pâncreasMucoviscidose ou tríade de Andersen.fibrositeInflamação e hiperplasia de tecido fibroso, sobretudo de bainhas musculares e camadas das fascias; reumatismomuscular.fíbulaModerna nomenclatura para perônio, osso externo da perna.ficações terminais dos brônquios, apresentando calficiformeQue apresenta forma de figo.ficoTermo relativo às algas.ficoDo gr. phykos, alga (ficocianina, ficomiceto); - do lat. ficu, figo (ficóide).ficomicetosCogumelos com talo reduzido, ramificado, reprodução assexuada, que crescem na água e no pão,enegrecendo-o.fictícioImaginário; simulado.figadalRelativo ao fígado; íntimo, intenso; diz-se de sentimento hostil muito entranhado e profundo a determinadoobjeto ou pessoa.fígadoVíscera volumosa, situada no hipocôndrio direito, abaixo do diafragma e dotada de múltiplas funções comoglicogenética, antianêmica, biligênica, antitóxica, etc.; peso normal de 1400 a 1700g.figuraForma exterior do corpo; rosto; cara.filacagógicoQue leva à formação de substâncias protetoras ou anticorpos.filáriaGênero de helmintos nematóides da família Filiariidae que se localizam nos tecidos; os parasitos eliminam ovos,dos quais saem embriões chamados microfilárias e que circulam no sangue, provocando a filaríase.filaríaseDoença produzida pela presença de filárias no sangue. Manifesta-se por sinais e sintomas diversos, conforme oórgão acometido pelos parasitos, tais como acessos febris, nevralgias, elefantíase e outros; filariose.filaxeDo gr. phyláxis, proteção (anafilaxia, filacógeno).filaxiaProteção contra a infecção.
  • filéticoRelativo à origem da espécie ou do gênero, ou à filogenia.filiDo lat. filu, fio (filiforme).filicidaAquele que mata o próprio filho.filiformeEm forma de fio.filoDo gr. philéo, amar, inclinar-se para (eosinofilia, filantropia); - do gr. phylé, tribo, estirpe, raça (filogenia, eugenia);- Do gr. phyllon, folha (filópodo, fili-forme).filobiologiaEstudo do comportamento do indivíduo em relação ao meio.filocráticoQue indica como característica da personalidade o amor ao poder; que exerce poder.filogêneseEvolução ou história ancestral de raça ou grupo de animais; desenvolvimento dos seres vivos, desde as formasmais simples até as mais complicadas.filóginoQue tem inclinação para as mulheres; ginófilo.filóideQue tem forma de folha.filomaFibroma da escleróticafiloneismoTendência anormal para coisas novas.filópodoPseudópodo filamentoso.filtraçãoSeparação de partículas de líquidos, através de poros estreitos ou malhas.filtroCamada porosa que deixa passar líquidos e retém partículas em suspensão; conforme a natureza, são de areia,vidro, terra de infusórios, papel, etc. .fimaTubérculo ou tumor cutâneo.fimaDo gr. phyma, tumor (rinofima).fímbriaFranja; orla.fimoseFechamento da glande, coberta por excesso da pele do prepúcio.fisáliaBolha; vesícula cutânea.fisconia
  • Tumefação do abdome.fisiatriaDiagnóstico e tratamento de doenças por métodos físicos, tais como calor, eletricidade, ou aparelhos mecânicos.físicaCiência que estuda os corpos na sua forma, relações e movimentos.fisinoseDoença provocada por agentes físicos.fisioDo gr. physis, natureza (fisioterapia, fisiologia).fisiognomoniaArte de, supostamente, conhecer o caráter das pessoas pelos traços fisionômicos.fisiologiaParte da biologia que tem por objetivo o estudo das funções normais dos diferentes órgãos e aparelhos e dastransformações que ocorrem por todo o corpo durante as suas atividades.fisionomiaRosto; face; semblante; aparência de um fenômeno, doença ou acontecimento.fisiopatiaSistema em que se empregam os recursos da natureza para agir sobre as doenças.fisiopatologiaEstudo das funções anormais ou patológicas dos vários órgãos e aparelhos do organismo.fisioseDistenção do abdome por gases; flatulência.fisioterapiaTratamento das doenças por meio de agentes físicos.fisoDo gr. physa, vento, ar (fisocele, enfisema, antifisético).fisoceleTumor cheio de gás; hérnia com gás.fissãoFragmentação do núcleo depois da absorção de um nêutron; quando se procede à cisão ou desintegração dessenúcleo, liberta-se grande quantidade de energia nuclear, e produzem-se dois fragmentos de fissão, além devários nêutrons, ocorrendo somente com elemfissuraUlceração superficial e linear, localizada na pele ou mucosas. Geralmente é dolorosa.fístulaLesão que se caracteriza por um trajeto anormal, congênito ou adquirido, que estabelece comunicação com asuperfície do corpo. Permite escoamento de líquido fisiológico ou patológico.fitoTermo que indica relação com planta ou vegetal.fitoDo gr. phytón, planta (fitoterápico, espermatófito) ou excrescência (osteófito).fitobezoarConcreção gástrica constituída de matéria vegetal.fitofagiaAlimentação constituída de vegetais.
  • fitogêneseDesenvolvimento das plantas.fitoseDoença provocada por bactérias, ou doença de plantas.fitoterapiaTratamento de doenças mediante o emprego de plantas.fixaçãoAto de prender ou manter objetos, órgãos ou partes em posição permanente.fixação de complementoFixação dos componentes quando estão presentes antígenos e anticorpos específicos.fixação de lâminaAdesão de suspensões bacterianas sobre lâminas por meio de calor, substâncias coagulantes ou vapores.flabeloConjunto de fibras irradiantes no corpo estriado; leque; ventarola.flacidezDiminuição do tônus muscular.flaconetePequeno recipiente de plástico, que acompanha determinados medicamentos que necessitam ser solubilizados,contendo líquidos diluentes, geralmente água destilada.flageloChicote; filamento derivado do ectoplasma de bactérias ou do corpo de protozoários e que lhes serve paralocomoção; para as bactérias, os flagelos tomam a denominação peculiar de cílios.flancoRegião lateral do tronco situada entre as costelas e o ilíaco.flatoAr ou gases no estômago ou intestinos.flatoDo lat. flatu, vento, sopro (antiflatulento).flatulênciaAcúmulo anormal de gases no estômago ou intestinos.flavescenteQue é de cor amarelada ou de ouro.flavinaPigmento amarelo, muito disseminado na natureza nos frutos e vegetais.flavismoAmarelidão dos cabelos ou pêlos; aparecimento de pêlos louros ou amarelos em indivíduos morenos,considerados como sinal de astenia e/ou estresse.flavoDo lat. flavus, amarelo (flavismo, flavona).flebectasiaDilatação da veia; variz.flébicoRelativo à veia.flebite
  • Inflamação da parede venosa com formação de trombose ou tromboflebite.fleboDo gr. phlebós, veia (flebectasia, tromboflebite).flebócliseInjeção de medicamentos na veia, sobretudo de soluções salinas.fleboseAlteração patológica de veias; tumefação ou dilatação venosa.flebostasiaRetardamento da corrente sangüínea nas veias, notadamente em veias varicosas.flebótomoBisturi para realização de sangria ou venossecção.flegmaUm dos quatro humores do organismo, na antiga patologia humoral; corrimento mucoso das vias aéreas; fleuma.flegma, fleugmaDo gr. phlégma, inflamação, humor, fleugma, ou lat. phlegmone, ardor (flegmão, flemorragia, fleugmá-tico).flegmãoInflamação purulenta de uma região, especialmente do tecido conjuntivo; fleimão.flegmáticoRelativo à flegma; metódico; sereno, lento; fleumático.fletirDobrar; fazer flexão.fleumaSerenidade; impassibilidade; flegma.flexãoAção e efeito de se dobrar; movimento pelo qual uma porção do corpo se dobra sobre outra. Ao dobrar-se oantebraço sobre o braço, faz-se a flexão do antebraço.flexuraCurvatura; dobra; prega.flictenaLevantamento da pele, devido ao acúmulo de líquido transparente geralmente produzido por queimadura; bolhacom linfa ou pus, quando infectada.flictenoseDoença pustulosa; lesão caracterizada por empola ou pústula que contém líquido.flizácioPequena pústula; éctima.flocoPartículas leves, como fragmentos de algodão, flutuando no ar ou em massa líquida; tufo de pêlos.floculaçãoFormação de flocos; precipitação de sais ou soluções, sob a forma de flocos; coagulação.flogísticoDe natureza inflamatória; inflamatório.flogistoPrincípio do fogo e combustão, na antiguidade.flogo
  • Do gr. phlogós, chama (antiflogístico, flogose).flogócitoCélula de tecido na fase inflamatória.flogoseInflamação.florParte do vegetal que contém os órgãos de reprodução; substância sólida ou volátil obtida por sublimação oudecomposição.floraConjunto de vegetais de uma região; tratado sobre plantas dessa região; o termo se origina de Flora, a deusadas flores, na mitologia romana.flora intestinalBactérias presentes no intestino animal.florida, tuberculoseTuberculose com boa aparência física.flóridoFlorescente; brilhante.fluidezQualidade do que é fluido; grau de densidade de um líquido.fluirCorrer sob a forma de líquido; ficar em estado fluido.fluor albusO mesmo que leucorréia.fluoraçãoAdição de flúor, ou grau de flúor, na água de abastecimento, importante na profilaxia da cárie dentária.fluorescênciaPropriedade de iluminar-se com exposição à luz.fluoroseIntoxicação crônica pelo flúor ou seus compostos.flutuaçãoAto de manter ou subir à superfície.fluvialRelativo a rio.fluxãoO mesmo que fluxo; afluxo ou corrimento de líquido.fluxoEscoamento de líquido; corrente excessiva de líquido ou secreção; corrimento.fluxo de idéiasSintoma característico da síndrome maníaca, pela mudança contínua de conversa sem nexo e reflexão.fluxo urinárioRelação entre o volume de líquido urinado por unidade de tempo.fluxométriaProcedimento que mede o fluxo durante o esvaziamento vesical.fobia
  • Medo anormal persistente; medo ou intolerância a coisas, atos, objetos, sofrimentos; aversão; intolerância.foboDo gr. phóbos, temor, medo (acrofobia, agorafobia).focinhoMaxilares e venta proeminentes do porco e de outros animais.focinho de tencaExtremidade inferior do colo uterino.focoDo lat. focus, foco (focometria); - do gr. phóke, foca (focomelia).focomegaliaMonstruosidade, por defeito congênito, em que não há braços nem antebraços; pés e mãos inserem-se logo notronco, com aspecto de foca. Esta anomalia congênita foi muito evidenciada com o uso indevido de talidomidapor inúmeras gestantes, principalmente nafogachoPequena labareda, chama; sensação de calor que vem à face por emoção ou estado mórbido, notadamente nasíndrome do climatério; ímpeto de mau gênio.fogagemDesignação popular para várias afecções cutâneas ou genitais (líquen, estrófulo, balanopostite, herpes genital).fogoCombustão; labareda; lume; sensação análoga à da queimadura.fogo selvagemPênfigo eritematoso ou foliáceo.foliáceoEm forma de folha.foliculiteInflamação de folículos pilosos.folículoSaco ou glândula excretória ou secretória de pequeníssimas dimensões.foliculomaTumor de ovário formado de epitélio dos folículos ovarianos.foliculoseEstado mórbido caracterizado pelo desenvolvimento de folículos linfáticos, de origem irritativa, alérgica, carencialou distrófico.fomentaçãoEmprego terapêutico de fonte de calor, com água quente, compressas quentes, etc.; medicação calmante,antiflogística, usada em fricção sobre a pele.fomentoMedicamento que se aplica na pele por meio de fricção.fômitesQualquer partícula capaz de transportar germes patogênicos.fonaçãoEmissão de voz; produção de sons.fonasteniaFraqueza do som da voz; fonação difícil.fonedoscópio
  • Estetoscópio que permite intensificar os sons na auscultação.fonemaSom articulado.foniatriaParte da Medicina (otorrinolaringologia) que abrange o diagnóstico e o tratamento dos defeitos da palavra ou dafala.fonismoSensação de som produzido por excitantes mecânicos ou subjetivos; fenômeno psicológico que consiste emassociar sensações auditivas de caráter subjetivo a sensações objetivas.fonoDo gr. phoné, voz, som (disfonia, foniatria).; - do gr. phónos, matança, assassinato (fonomania).fonocardiografiaMétodo de exame que consiste em registrar mecanicamente os ruídos do coração.fonofobiaMedo mórbido de falar em voz alta.fonologiaEstudo de sons orais.fonomaniaInsanidade mental caracterizada pela tendência a cometer assassinato.fonopsiaSensação subjetiva em que o paciente vê cores ao ouvir sons.fontanelaQualquer parte do crânio da criança ainda não soldado por falta de ossificação.forameOrifício ou perfuração natural.força de preensãoForça exercida pelos músculos das mãos e dos dedos, com a finalidade de segurar, agarrar ou apanhar algumacoisa ou alguém, comprometida em sérias artropatias, como a artrite reumatóide, inviabilizando atos simples docotidiano dos pacientes.fórcepsInstrumento cirúrgico, espécie de pinça, com duas hastes encaixáveis que permitem prender, fazer tração ouesmagamento, usado principalmente para extração do feto da cavidade uterina.forésiaDeslocamento de íons através dos tecidos, por meio de corrente elétrica; hábito de um animal fazer-setransportar por outro.foriaTendência para desvio do eixo visual, da posição normal.forma de comercializaçãoSegundo o Ministério da Saúde, forma na qual o medicamento é vendido: supositório, comprimido, cápsula, etc.formicaçãoSensação nos membros de comichão comparável à dor provocada por picadas de formigas.formigamentoFormicação; purido; dormência.fórmulaComposição medicamentosa; receita.
  • fórmula empíricaAquela que se refere à composição química dos corpos orgânicos, em que são expressos somente os elementosatômicos e suas quantidades, como no caso do ácido láctico: C3 H3 O3.fórmula estruturalExprime, num gráfico, as ligações dos grupos químicos que compõem a sua fórmula, com cada átomo decarbono.fórmula magistralComposição ou fórmula farmacêutica elaborada pelo médico. O termo advém do fato de o médico serconsiderado, antigamente, "o mestre das formulações".formulação farmacêuticaSegundo o Ministério da Saúde, relação quantitativa dos farmoquímicos que compõem um medicamento.formulário terapêutico nacionalSegundo o Ministério da Saúde, documento que reúne os medicamentos disponíveis em um país e queapresenta informações farmacológicas destinadas a promover o uso efetivo, seguro e econômico destesprodutos.fornicaçãoCópulas repetidas (pop.).fórnixTrígono cerebral; faixa de substância branca abaixo do corpo caloso, que vai da fímbria aos tubérculosmamilares.foro, foriaDo gr. phoré, ou phéro, levar, conduzir, arrastar (disforia, eletroforese, fósforo).forócitoCélula de tecido conjuntivo.foroplastoTecido conjuntivo.forótonoInstrumento para fazer exercícios com os músculos do olho.fortumCheiro forte; bodum, catinga; fartum.fos, fotoDo gr. phôs, photós, luz (fósforo, fosfeno, fotometria).fosfataseEnzima que hidrolisa os ésteres fosfóricos ácidos dos carboidratos, com liberação de fosfatos inorgânicos.fosfenoImpressão luminosa mediante compressão do globo ocular.fosforescênciaEmissão de luz sem produção de calor; propriedade peculiar do fósforo, de certos microrganismos, gases e deirradiação (raios catódicos).fosforismoIntoxicação crônica pelo fósforo.fossaEscavação; cavidade; depressão.fotalgiaDor ocular em presença de luz.fotestesia
  • Sensibilidade à luz.fotofobiaAversão à luz; incômodo experimentado pelos olhos, na presença de luz, em certas doenças.fótonUnidade de sensibilidade luminosa, isto é, a quantidade de luz, em miliampéres, multiplicada pela área da retina,em mm2; elemento luminoso, análogo ao elétron, isto é, radiações emitidas e propagadas como átomos deenergia; "quantum" de luz.fotonoseDoença causada por excesso de luz.fotopsiaSensação luminosa de chispas ou clarões.fotossensibilizaçãoAumento da sensibilidade, principalmente da pele, às radiações da luz solar.fotossínteseSíntese de substâncias orgânicas em vegetais, mediante a fixação do gás carbônico do ar, através da ação deradiação solar. A clorofila tem participação fundamental nesse processo.fototaxiaMovimento de células e microrganismos sob a influência da luz; reação de seres vivos a radiações luminosas.fototerapiaTratamento de doenças mediante a aplicação de luz ou de raios concentrados.fototropismoTendência ou orientação para a luz ou lado iluminado, ou para fugir da luz.fóveaDepressão; fossa; escavação.fovéolaPequena cavidade ou escavação.fração atribuível na populaçãoA fração de uma doença na comunidade ligada com um fator de risco que poderia desaparecer se não houvesseo fator de risco.fragiformeQue tem aspecto de morango.frágilQue quebra facilmente; quebradiço.fragmaDo gr. phragma, parede (diafragma).fragoDo lat. frangere, romper, quebrar (saxífraga).framboesiaDermatose que se caracteriza pela erupção em qualquer parte da pele de excrescências brancas ou vermelhas,semelhantes a framboesas.franjaObjeto recortado e pendente; fímbria.frasiaDo gr. phrásis, frase, linguagem (diafrasia).fratura
  • Quebra de osso.fratura cominutivaFratura em que o osso apresenta esquírolas ou está esmagado.fratura em galho verdeFratura em que um lado do osso está quebrado e o outro íntegro.fratura expostaFratura com exposição de fragmento fora da pele.fraudeEngano proposital; adição de substâncias estranhas ao produto natural; mistificação com fins lucrativos.freioPrega da pele ou da mucosa, que retém ou limita os movimentos de um órgão.freio da línguaDobra semilunar da mucosa bucal, com pequeno tubérculo (carúncula sublingual) perfurada pelo esboço docanal de Wharton.freio do prepúcioDobra da pele que prende a parte inferior da glande ao corpo do pênis.frêmitoRuído ou vibração, sobretudo aquela perceptível à palpação.frenatriaPsiquiatria.frenéticoAgitado; inquieto.frenoDo gr. phrén, diafragma, mente, espírito (frenastenia, esquizofrenia).friávelQuebradiço; facilmente reduzido a fragmentos ou pó.fricçãoAto de friccionar; atrito com as mãos sobre a pele.frieiraDermatose causada por fungos; popularmente, significa ulceração produzida entre os dedos, geralmente, dospés; pé-de-atleta (Tinea pedis).frigidezFrieza; indiferença.frigidez sexualAusência de atração sexual.frininaSubstância tóxica da pele e secreções do sapo.frinoDo gr. phrynos, sapo (frinodermia).friosidadeQualidade de ser sensível ao frio ou às baixas temperaturas.frugalModerado na alimentação.frusta
  • Diz-se de doença cujos caracteres aparecem desfigurados. A expressão "forma frusta" de uma moléstia é de usocomum.frustarMalograr; falhar; não obter o resultado esperado.frustraçãoEm psicanálise, diz-se da decepção sofrida por um indivíduo que não realiza os seus desejos, impedido por umobstáculo interno ou externo, real ou imaginário.FSANas prescrições médicas de outrora, quando o médico se consagrou como formulador, esta sigla era colocadalogo abaixo da formulação, como uma recomendação ao farmacêutico: "Faça segundo a arte", referindo-se àarte de manipular, que era exercida pelo farmftiríaseInfecção por piolhos.ftiseDo gr. phthísis, diminuição, extinção, consumpção (coreftsia).ftongoDo gr. phthóggos, som, canto, voz (aftongia).fugazTransitório; que dura pouco.fulguraçãoAto de fulgurar; destruição de tecido animal por faíscas elétricas; clarão; cintilação.fuligemSubstância escura que resulta da decomposição de combustíveis ou deposição de partículas de carvão.fulminanteQue fulmina; que assombra ou mata repentinamente.fumigaçãoDesinfecção com vapores ou gases.fundaCinto com almofada para evitar a protusão de hérnias.fundirTornar líquido; liquefazer.fundoParte de um órgão oco que fica mais afastada da sua entrada.fundo de olhoRecesso do globo ocular, explorável com o oftalmoscópio, em que é visualizada a retinafundo de sacoCavidade fechada em uma de suas extremidades.fundoscopiaExame do fundo de olho.fungarAspirar ou expirar pelo nariz, com força e com ruído; em certas afecções nasais (desvio do septo, coriza, pólipos,adenóides) o movimento se repete amiúde, tornando-se um vício.fungicidaAgente que destrói fungos.fungo
  • Cogumelo não-comestível.funiculiteInflamação do cordão espermático.funilAparelho cônico para filtração.fúrculaCrista na laringe do embrião que delimita a faringe lateralmente e em frente; chanfradura na parte superior doesterno.furfurCaspa; descamação da pele, com aspecto farináceo.furfuraçãoProdução de caspas.furúnculoNódulo doloroso na pele, devido à inflamação do cório e tecido subcutâneo; pequeno abscesso provocado porbactérias.furunculoseInflamação aguda profunda de um folículo pilossebáceo causada por estafilococos, estendendo-se àcircunvizinhança e determinando supuração e necrobiose parcial, caracterizada pelo aparecimento de carnicão.fusãoPassagem do estado sólido ao líquido.fusibilidadeQualidade do que é fusível.fusívelQue é capaz de fundir.fustigarAçoitar; vergastar; empregar flagelação elétrica.
  • gAbreviatura de grama, medida de peso do sistema métrico correspondente ao peso de 1 ml de água destilada a4ºC.gadínicoRelativo ao bacalhau.gaduínaSubstância gordurosa do óleo de fígado de bacalhau.gafariaGafeira; hospital para leprosos; leprosário.gafeiraLepra (parasitose) animal, espalhada pela pele em longa extensão ou por todo o corpo; dermatose descamativacrônica.gafoQue apresenta mão em forma de garra; gafeirento; corrompido.gagoQue gagueja; balbo; tartamudo, quiquiqui, lingüinha, borboró (pop.).gagueiraModo de falar do gago; gaguez; dificuldade na emissão da palavra.gaguejarPronunciar as palavras com repetição das sílabas; mostrar o defeito da gaguez.gaguezCondição de gago; gagueira.galaOrnamento; mancha de fecundação do ovo; sêmen (pop.).gala, galatoDo gr. gála, gálaktos, leite (galactagogo, galactorréia, galactose).galactagogoQue estimula a secreção de leite.galactemiaPresença de leite no sangue.galácticoRelativo a leite; que facilita a saída de leite.galactíferoQue conduz ou produz leite.galactinaHormônio galactogênico do lobo anterior da hipófise; prolactina.galactisquiaSupressão da secreção de leite.galactoacrasiaAnormalidade do leite materno.galactoblastoCorpúsculo de colostro, da glândula mamária.galactoceleDilatação cística da glândula mamária, com leite; hidrocele em que há líquido leitoso.
  • galactofagiaHábito de ingerir leite.galactoposiaUso habitual de leite; regime lático.galactosquesiaRetenção ou suspensão da lactação.galãoMedida de capacidade que equivale a 3.785 cm3 nos Estados Unidos e 4.546 cm3 na Inglaterra.gale, galeoDo gr. galé, gato (galeofilia, galeantropia).gáleaAponeurose do crânio.galeanconismoAtrofia e encurtamento do braço.galênicosMedicamentos preparados segundo o sistema de Galeno; preparações padronizadas com um ou váriosingredientes, de natureza orgânica.galenismoDoutrina relativa aos quatro humores que provocariam doenças: sangue, bílis, fleuma e atrabile, adotada porGaleno.galeofobiaMedo mórbido de gatos; gatofobia.galeroDo gr. galeros, claro (galeropsia).galeropsiaAgudeza anormal da visão.gálico, malSífilis.galoHematoma ou derrame seroso subcutâneo, mais freqüente nas superfícies ósseas, resultante de contusões(pop.).galopanteQue evolui rapidamente.galopeAndar apressado de animais, particularmente do cavalo.galope sistólicoDesdobramento da primeira bulha cardíaca, fazendo lembrar o galopar do cavalo.galvanismoEletricidade de corrente contínua; emprego terapêutico de corrente direta; o termo advém de Luigi Galvani, físicoitaliano (1737-1791).galvanizaçãoTratamento pela corrente galvânica ou pela eletricidade galvânica.galvanocáusticaIntervenção cirúrgica com o auxílio do calor elétrico.galvanocautério
  • Instrumento com ponta aquecida pela corrente elétrica, para cauterização de ferida ou para seccionar partes deórgãos.galvanotonoContração tônica por corrente contínua aplicada sobre o músculo; resposta tônica ao galvanismo.galvanotropismoTendência de microrganismos a se moverem sob o efeito da corrente elétrica; resposta a estímulo elétrico, quepode ser positiva ou negativa.gamaTerceira letra do alfabeto grego.gama3a letra do alfabeto grego, correspondente ao g (gamacismo, gamaglo-bulina).gamacismoDificuldade de pronunciar palavras com a letra g.gamaglobulinaGrupo de globulinas existentes no soro sangüíneo, verificáveis pela análise eletroforética e ricas de anticorposprotetores. Mais aumentadas no nascimento, baixam rapidamente nas primeiras semanas de vida. Sua carência,muitas vezes familial, torna o indigamaglobulinemiaTaxa de gamaglobulina no sangue.gametaCélula sexual madura (masculina ou feminina) com par de genes responsáveis pela herança dos caracteres.gametoDo gr. gameté, esposa, ou gamétes, esposo (microgameto, gametogênese).gametócitoCélula sexual do plasmódio da malária que pode produzir gametas.gâmicoSexual; que se desenvolve após fecundação.gamoDo gr. gámos, casamento (heterogamia, autogâmico).gamóbioGeração sexuada em organismos que apresentam geração alternante.gamofobiaMedo mórbido do casamento.gamologiaEstudo sobre o casamento.gamomaniaDesejo mórbido de se casar.gampsodactiliaAnomalia em que os dedos apresentam hiperextensão da primeira falange metatársica e flexão das outras duasfalanges.gânglioMassa de células nervosas que atuam como centro de influência nervosa; aglomerado ou corpo no trajeto dosvasos linfáticos, o qual contém células de defesa contra microrganismos.gânglio autônomoCorpo celular multipolar dos neurônios pós-ganglionares, com dendritos e um axônio, e de fibras medulares quepenetram nos neurogânglios ou deles emerge.
  • gangliócitoCélula ganglionar.ganglioplégicoAgente que bloqueia as sinapses ganglionares do sistema nervoso simpático e parassimpático.gangosaUlceração que principia na abóbada palatina e se espraia, destruindo-a, bem como ao nariz, ao lábio, etc.;rinofaringite mutilante.gangrenaMorte ou necrose local de tecido, órgão ou membro, provocada por agentes físicos, químicos ou biológicos.ganoDo gr. gános, brilho (ganoblasto).gargalesiaSensação de cócegas provocada por estímulos fortes em regiões bastante sensíveis.gargantaNome popular dado à laringe ou à faringe; cavidade na qual se abrem o nariz, a boca, o esôfago, a laringe e astubas auditivas (trompas de Eustáquio); abertura através da qual a boca se comunica com a faringe; fauce.gargarejoLavagem da garganta com antisépticos ou outras substâncias medicamentosas, mantendo-se a cabeça emposição reclinada, fazendo sair ao mesmo tempo pequena quantidade de ar do pulmão para borbulhar o líquido.garraUnha em forma de gancho.garra cubitalForma da mão na paralisia dos músculos interósseos e lombricais.garra, mão emAtrofia dos músculos interósseos, com extensão das primeiras falanges.garroteTorniquete ou faixa colocada na parte superior de um membro para provocar estase venosa; corda deenforcamento; bezerro que completou um ano de idade.garrotilhoInfecção estreptocócica, sob a forma de abscessos subcutâneos, submaxilares e catarro nas ventas, freqüentenos eqüinos.garrulitas vulvaeExpulsão de gases através da vulva; flato vaginal; garrulice vulvar.gaseamentoEmprego de gases tóxicos para combater ratos, insetos, etc. .gaseificarTornar gasoso, misturar com gás.gasometriaMedição dos volumes de gases.gasoplegiaAção lesiva de gases de guerra; síndrome que decorre desta ação.gasosoQue se apresenta em estado de gás.gasserectomiaExcisão do gânglio de Gasser, para a cura da neuralgia facial.
  • gasseriteInflamação do gânglio de Gasser. O termo advém de Johann L. Gasser, anatomista austríaco (1723-1765).gasterangienfraxeObstrução de vasos sangüíneos do estômago.gastéraseO mesmo que pepsina; gasterase.gasterectomiaExcisão de parte ou de todo o estômago; gastrectomia.gastradeniteInflamação das mucosas de glândulas do estômago.gastralgiaDor no estômago.gastrectasiaDilatação do estômago.gastrelcoseUlceração gástrica.gastrenteriteInflamação das mucosas gástrica e intestinal.gastro, gasteroDo gr. gastér, gastrós (gastrenterite, gastralgia, epigástrio).gastrobosiaPerfuração gástrica por processo ulcerativo.gastroceleProtrusão do estômago em forma de hérnia.gastrocinesógrafoDispositivo para registrar os movimentos do estômago.gastrocoloptoseQueda do estômago e do colo na cavidade abdominal, por relaxamento de ligamentos.gastroduodeniteInflamação das mucosas do estômago e do duodeno.gastropatiaDoença do estômago.gastrorrexeRuptura do estômago.gastroscopiaInspeção do interior do estômago, feita através do gastroscópio.gastrosquiseHerniação ou protrusão do conteúdo abdominal, onde o recém-nascido apresenta-se eviscerado, através de umafalha na parede umbilical, à direita do cordão umbilical normalmente implantado, que põe a cavidade peritonealem contato direto com o líquido amniógástrulaEstádio do embrião, depois da blástula, em que este toma a forma de saco aberto.gatismoIncontinência de fezes e de urina nos alienados; sordícia; imundice.
  • gazeTecido leve, de algodão muito poroso, esterilizável, de tamanho variável conforme o uso a que se destina, delargo emprego em curativos, intervenções cirúrgicas, etc., podendo ser impregnado de substâncias várias, comoanti-sépticos.gelColóide em forma gelatinosa; suspensão de partículas sólidas muito pequenas, num meio líquido, com aconsistência xaroposa; este é o aspecto físico da maioria das substâncias constituintes do organismo, inclusive oprotoplasma.geladuraAção produzida pelo frio, na pele ou nas plantas.gelasmoRiso histérico, espasmódico e convulsivo.gelatinaProteína animal, retirada da pele, cascos, ossos, ligamentos, transformada em substância transparente, comaspecto de geléia, quando úmida, e como lâminas transparentes, quando seca; é usada na arte culinária, e foicom ela que Robert Koch conseguiu isolagelatinaseFermento que decompõe a gelatina.geléiaExtratos de frutos ou plantas, gelificado e adoçado.geloDo gr. gélos, riso (geloplegia).gelolepsiaPerda do tono muscular acompanhada de inconsciência, conseqüente a acesso de riso.geloseSubstância obtida de algas do gênero ágar-ágar, que é a base dos meios de cultivo sólido, universalmenteusado nos laboratórios de bacteriologia.geloterapiaTratamento de doenças pela provocação de riso.gemaA parte central do ovo, onde se encontra a vesícula germinativa e as substâncias nutritivas que vão alimentar oembrião durante seu desenvolvimento ou incubação.gêmeoDois ou mais filhos da mesma parição.geminíparaQue dá à luz filhos gêmeos.geneUnidade biológica de hereditariedade; partículas do núcleo germinativo ou cromosoma, responsável pelaherança dos caracteres.genealogiaOrigem de uma família; linhagem; série de antepassados; ciência que estuda o desenvolvimento do indivíduo eda espécie.gêneroGrupo de espécies que apresentam caracteres idênticos.geneseDo gr. génesis, origem, nascimento (espermatogênese, ergogenético).
  • gêneseGeração; origem das células e dos seres.genéticaEstudo das leis biológicas que regulam a hereditariedade.gengivaOrla mucosofibrosa que forra a borda bucal dos maxilares e o colo dentário.gengiviteInflamação da gengiva.geniDo gr. géneion, maxilar, queixo, barba (geniantrite, geniplastia).geniculaçãoCurvatura em forma de joelho.genicularRelativo a joelho ou região do joelho.genículoCurvatura em forma de joelho ou cotovelo em qualquer órgão.genitáliaConjunto de órgãos genitais; órgãos da reprodução.genitoDo lat. genitu, nascido (geniturinário, genital).genoDo gr. génos, nascimento, origem (oxigênio, antígeno, eugenia).genomaNúmero total de cromosomas de um gameta; patrimônio hereditário, proveniente de cada ascendente, masculinoou feminino.genótipoGene ou grupo de genes dominantes no fenômeno da herança; grupo de indivíduos com caracteres hereditáriosidênticos; biótipo.genuJoelho.genuDo lat. genu, joelho (genupeitoral).genu valgumEncurvação do joelho para fora.genu varumEncurvação do joelho para dentro.genuflexoAjoelhado.geoDo gr. gê, terra (geofagia).geodeEspaço linfático dilatado.geofagiaHábito vicioso de comer terra ou argila.
  • geotropismoTendência de movimento ou crescimento em direção à terra, ou fugindo da terra.geotropismo negativoTendência para se afastar da terra.geotropismo positivoTendência em direção à terra.geoxênioHóspede habitual da terra.geriatriaParte da Medicina que se ocupa das doenças dos idosos.germeNúcleo de origem de um novo ser; micróbio capaz de proliferar; a origem ou a causa de qualquer coisa; gérmen.germicidaQualquer agente, físico ou químico, que destrua microrganismos, não incluindo, necessariamente, a capacidadede destruir esporos bacterianos.gero, gerontoDo gr. géron, gérontos, velho (geriátrico, gerontologia).gerocomiaCuidado com os idosos; higiene da velhice.gerodermiaPele seca e rugosa; pele de idoso.gerontologiaCiência que estuda os problemas dos idosos sob todos os seus aspectos: biológico, clínico, histórico, econômicoe social.gerontopiaModificação da acuidade visual na velhice.gestaçãoGravidez; período que vai da fecundação do óvulo ao parto.gestação abdominalGravidez extra-uterina.gestualRelativo a gesto.gestual, afasiaDistúrbio da capacidade de expressão verbal por meio de gestos, devido à lesão do hemisfério esquerdo, emindivíduo surdo-mudo.geusiDo gr. geúsis, gosto (ageusia).giárdiaParasito flagelado que pode infestar o intestino humano.giardíaseDoença causada por Giardia.gibaCorcunda; corcova.gibosidadeCondição de ser corcunda ou giboso.
  • gimnoTermo que indica relação com o nu.gimnoDo gr. gymnós, nu (gimnofobia).gimnócitoCélula que não possui paredes celulares ou membrana.gimnofiliaPrazer de andar despido; nudismo.ginandriaHermafroditismo no homem; presença na mulher (feminino do ponto de vista sexual) de caracteres sexuaismasculinos, que a fazem passar por indivíduo masculino.ginatresiaAtresia ou imperfuração da vagina.ginecologiaRamo da Medicina que estuda a constituição feminina e as doenças da mulher.ginecomastiaDesenvolvimento excessivo da glândula mamária no homem.gínglimoArticulação que possibilita movimento apenas em um plano: para trás e para frente.giniatraGinecologista.gino, ginecoDo gr. gyné, gynaikós, mulher (ginofobia, ginecomastia).gipsoGesso.giraMaluco; adoidado (pop.).giroDo gr. gyrós, redondo, curvo (girencéfalo, agiria).giromaTumor do ovário.glabelaZona mole no osso frontal, entre as arcadas superciliares.glabraSem pêlos.glacialRelativo a gelo; muito frio; gelado; indiferente; insensível.gladiadoEm forma de espada; ensiforme.glandeDilatação terminal do pênis recoberta pelo prepúcio; órgão provocador do orgasmo sexual; extremidade doclitóris.glandeDo lat. glans, glandis, bolota (glande, glândula).
  • glândulaConjunto de células que secretam ou excretam substâncias que não se relacionam com as suas necessidadeshabituais.glândula endócrinaGlândula cuja secreção se lança diretamente na corrente sangüínea, tais como hipófise, tiróide, testículos,ovários, epífise, timo, paratiróides, parte endócrina do pâncreas e supra-renais.glândula exócrinaGlândula cuja secreção é lançada através de um conduto para o exterior do órgão que a produz, tais como assalivares, sebáceas, sudoríparas e lacrimais.glândula mistaGlândula que tem, a um tempo, secreção interna e externa, como as secreções do pâncreas.gláucicoQue tem cor verde-mar.glaucoDo gr. glaukós, verde-pálido ou verde-cinza (glaucoma, glaucosúria).glaucomaAfecção ocular com aumento da tensão do globo ocular, atrofia da retina e cegueira.glaucoseCegueira provocada pelo glaucoma.glenaCavidade do osso que permite a articulação de outro.glenoDo gr. gléne, cavidade, encaixe de osso (glenóide).gliaTecido de sustentação dos centros nervosos; neuróglia.gliaDo gr. gloiós, cola (neuróglia, glioma).glicemiaQuantidade de glicose no sangue.glicerinaÉ o tri-idroxi-propano, obtido da hidrólise de óleos e gorduras, que se apresenta como líquido xaroposo, miscívelem álcool e água, de sabor adocicado, usado como conservante em preparações farmacêuticas e como meiosde cultura bacteriano, denominados meiglicídioTermo que compreende os carboidratos ou hidratos de carbono e glicosídios (açúcares, em termos gerais).glico, glucoDo gr. glykys, doce (glicogenese, glucide).glicocorticóideHormônio do córtex da supra-renal ou substância sintética de ação idêntica, que regula o metabolismo doscarboidratos, além de atuar no metabolismo dos lipídios e das proteínas.glicogênesePropriedade de fabricar açúcar, ou glicogênio, no organismo; síntese de glicogênio.glicogênioMolécula resultante da união de várias moléculas de glicose; a glicose é armazenada no organismo sob a formade glicogênio.
  • glicogenóliseDesintegração do glicogênio nos tecidos em dextrose (glicose), por hidrólise.gliconeogêneseProdução de carboidratos partindo de moléculas que não são glicídios, tais como gorduras ou proteínas.glicopeniaTaxa muito baixa de açúcar sangüíneo.glicoseMonossacarídio, é um líquido xaroposo, espesso, obtido pela hidrólise incompleta do amido, ou por ação ácida;açúcar de uva ou açúcar de fécula; nome químico é dextrose.glicosídeo cardíacoGrupo de glicosídios de certas plantas (digital, estrofanto, cila, etc.) que exercem efeito característico sobre omúsculo cardíaco.glicosídioComposto que contém uma molécula de carboidrato; refere-se, em geral, a produtos naturais obtidos de plantas.glicosúriaPresença de glicose na urina.glifoDo gr. glyphé, cinzeladura, incisão (solenoglifo).gliomaTumor de tecido neuróglico.glioseSubstância cinzenta da medula espinhal que rodeia o seu canal central.globinaConstituinte protéico da hemoglobina.globulinaFração protéica do sangue, insolúvel em água ou álcool, solúvel em certos sais e que contém anticorposimunizantes; se distinguem três tipos: alfa, beta e gama, separadas por eletroforese; a primeira contém enzimase hormônios, a segunda anticorpos de gruglobulinemiaTeor de globulinas no sangue.globulinúriaPresença de globulinas na urina.glomeruliteInflamação dos glomérulos renais.gloméruloPequeno enovelado de capilares sangüíneos do tamanho de um grão de areia, que é encontrado em grandenúmero nos rins. Nos glomérulos se realiza a filtração dos líquidos e substâncias do plas-ma sangüíneo (filtradoglomerular). Esta é a primeira etapa paraglomoConglomerado de vasos sangüíneos cavernosos, arteríolas e vênulas, com disposição em novelos.glomo carotídeoMassa de aspecto ganglionar situada próximo ao seio carotídeo, na parede da carótida, e que contém receptoresda sensibilidade química que controla a composição do sangue e envia mensagens reflexogênicas que regulama respiração; também chamado de corpo cglomo, glomeroDo lat. glomus, glomeris, novêlo (glomérulo):
  • glossaLíngua.glossárioRepositório de palavras; dicionário.glossário médicoColeção de termos de medicina e ciências afins.glossiteInflamação da língua.glossoDo gr. glôssa, língua (glossoplegia, hipoglosso, glossite).gloteAbertura entre as margens livres das cordas vocais; a parte mais estreita da laringe situada entre as duas cordasvocais inferiores.glotoPelo gr. ático glotta - o mesmo que glosso (glótico).glucagon AProteína das células alfa das ilhotas de Langerhans, provocadora da glicogenólise e hiperglicemia, encontradaem algumas preparações de insulina.glucídioTermo genérico dos carboidratos; glicídio.glucoV. glico.glutãoComilão; que come muito; que come com avidez.glútenMatéria protéica do trigo e outros grãos; glute.glúteoRelativo à região glútea ou nádega.gnatalgiaDor no queixo ou queixada.gnatioPonto inferior da linha média do queixo.gnatoDo gr. gnáthos, mandíbula (prognatismo).gnomoDo gr. gnômon, o que conhece, que interpreta (patognomônico).gnoseSaber, por excelência.gnoseDo gr. gnôsis, conhecimento (agnosia, diagnóstico).gnosiaFaculdade de perceber e reconhecer.godemichePênis artificial para usar no tribadismo.
  • goelaGarganta; boca enorme, como a de certos animais.goivaInstrumento com aparência de formão, com chanfro do corte no lado côncavo; rugina.gomaPolvilho; substância mucilaginosa, secretada por plantas.gonacraciaIncontinência de esperma; espermatorréia.gônadaGlândula sexual (ovário ou testículo) masculina ou feminina.gonadotrofinaHormônio que estimula as gônadas. Há três tipos: do lobo anterior da hipófise; coriônica, da urina de mulhergrávida; e coriônica do soro de éguas prenhes, ou gonadotrofina eqüina.gonagraDor gotosa no joelho.gonartriteInflamação da articulação do joelho.gonecistoVesícula seminal.gonepoeseFormação de sêmen ou esperma.gonfíaseFrouxidão ou mobilidade dos dentes.gonfoDo gr. gómphos, prego, cravo (gonfose).gonfoseArticulação em que o ápice de um osso se adapta em cavidade, como o dente no osso maxilar.gongiloDo gr. goggylos, redondo (gongilóide).gonicampsiaCurvatura anormal do joelho.gônioPonta do ângulo do maxilar inferior.gonioceleArtrite do joelho.gonoDo gr. góny, joelho (gonartrite); - do gr. gonia, ângulo (trígono, trigonocéfalo); - do gr. gónos, sêmen, geração,procriação (gonorréia, esquizogonia).gonorréiaDoença infecto-contagiosa inflamatória da mucosa genital, transmissível pelo ato sexual, provocada pelogonococo Neisseria gonorrhoeae.gorduraSubstância líquida ou sólida, de procedência animal ou vegetal, constituída de ésteres da glicerina.gorgolejarProduzir ruído especial, parecido com o gargarejo.
  • gorgomiloGarganta; goela; faringe (pop.).gosmaCatarro; mucosidade em infecções inflamatórias das vias aéreas.gotaArtrite recorrente aguda de articulações periféricas que resulta na deposição - em torno das articulações etendões - de cristais de urato monossódico de líquidos supersaturados de corpos hiperuricêmicos.gota coralEpilepsia (pop.).gota militarGonorréia crônica em que aparece apenas uma gota de pus matinal; o termo advém de uma forma comum nosquartéis (pop.).gotoGlote.goto, cair noPenetração de partículas alimentares na glote, provocando tosse ou dispnéia; engasgo (pop.).gotosoAquele que sofre de gota.grafismoTremor manual ao escrever ou usar as mãos.grafoDo gr. grápho, escrever (graforréia, radiografia).grafologiaEstudo da escrita manual; ciência da escrita com o objetivo de conhecer os caracteres individuais.gralAlmofariz; utensílio em forma de taça de vidro, porcelana ou ágata que serve para pulverizar grânulos oufragmentos.Gram, método deMétodo de coloração universal com violeta de genciana e fucsina para bactérias; o termo advém de HansChristian J. Gram, médico dinamarquês (1853-1938).gramaDo gr. grámma, grammatos, texto, escrito, registro, lista, letra, livro (eletrocardiograma, ecograma, hemograma);- do lat. gramen, grama, planta rasteira (gramínea).granulaçãoAto de granular, corpo reduzido a grãos; divisão da substância dura em partículas; formação de massascarnosas pequenas e redondas.granuliaTuberculose miliar ou galopante.grânuloPequena partícula como grão; pequena pílula, como sementes de tabaco ou pouco maiores, que contémmedicamentos associados a açúcar.granulomaTumor constituído de tecido de granulação; tumor de encistamento conseqüente à reação orgânica do ápicedentário, nos dentes com canal obturado e enervado.granuloseFormação de massas de grãos ou grânulos.
  • grãoSemente de cereal; medida de peso correspondente a 0,065 g.grauCada uma das 360 partes em que se divide a circunferência.graveolenteQue apresenta mau cheiro; fétido.gravidadeForça atrativa do centro da terra; agravamento de doença para pior.gravidezGestação; prenhez.gravímetroInstrumento para verificar o peso específico de líquidos ou substâncias.graxaMatéria gordurosa; gordura.gregárioReunido em grupos ou em sociedade; associado.gripeDoença infecciosa produzida por vírus, e que, a par de fenômenos gerais (febre, cefaléia, mal-estar, etc.), produzmanifestações respiratórias, tais como irritação nasofaríngea e laríngea, e espirros; influenza.gripoDo gr. grypós, curvo (dactilogripose, onicogripose).griposeEncurtamento patológico.grisuGás dos pântanos; gás das minas; metano.grumoConglomerado de partículas ou seres pequeninos; coágulo de líquidos, sangue, leite, etc.grupo-controleSão os grupos que se submetem a comparação com outros para julgar os resultados; só servem de parâmetro,não são submetidos à intervenção.gueltaGíria utilizada entre vendedores/representantes propagandistas da Indústria Farmacêutica para designardeterminados medicamentos que recebem muitos descontos (bonificados) quando são vendidos às farmácias, eque são alvo dos balconistas na chamada "empurrguiaTentacânula; sonda com sulco.gunduTumorações paranasais, bilaterais, formadas a custa das apófises ascendentes do maxilar superior, decrescimento lento.gustaçãoAto de provar; percepção do sabor de qualquer substância.guturDo lat. guttur, garganta (gutural).
  • habenaRédea; freio; freio da língua.habitatVivenda; lugar ou região onde um organismo pode viver; lugar onde um ser vivo animal ou vegetal pode serencontrado comumente.hábitoCostume arraigado, facilitado pela repetição; tolerância; dependência psíquica ativa.hábito medicamentosoÉ a necessidade de se administrar doses cada vez maiores de determinado medicamento, para se obter osmesmos efeitos.habroDo gr. habrós, alegre, delicado (habromania).habromaniaMania de gracejar; distúrbio mental caracterizado por alegria acentuada.hadeDo lat. hades, inferno, ou do gr. Hades (Plutão), deus dos infernos, inferno (hadefobia).hadefobiaMedo mórbido do inferno.hafalgesiaSensibilidade dolorosa ao toque ou tato.hafeDo gr. haphé, tato (hafelgesia, anafia).hafefobiaMedo mórbido de ser tocado ou palpado.hagioDo gr. hágios, santo, sagrado (hagioterapia).hagioterapiaTratamento de doenças por meios milagrosos.hahnemanismoHomeopatia; o termo advém de Christian Friedrich Samuel Hahnemann, médico alemão (1755-1843), seucriador.halimetriaMétodo para determinar a quantidade de sais de uma mistura.halímetroInstrumento para determinar a taxa de água do leite, mediante a capacidade de a água dissolver o sal comum.halistereseAusência de sais de cálcio nos ossos; osteomalacia.hálitoAr expelido dos pulmões após sua aspiração.halitoseMau hálito ou hálito fétido.haloCírculo avermelhado ao redor do mamilo; aréola.haloDo gr. hals, halós, sal (halófilo, hálógeno, halistérese); - do gr. hálos, ninho de ave, círculo (halômetro); - do lat.
  • hallux, grande artelho (halomegalia).halogênioCompostos químicos com cloro, flúor, bromo e iodo.haloquímicaParte da química que estuda os sais.halureseEliminação de sais (cloretos) pela urina.háluxPrimeiro pedartículo; dedo grande do pé.hamartiaDesvio do desenvolvimento devido a defeito na combinação de tecidos.hamartinofobiaMedo mórbido de errar.hamartoDo gr. hamartía, erro, defeito (hamartofobia, hamartoma).hamartofobiaPerversidade observada em adolescentes e que pode levá-los ao desespero ou à dedicação religiosa.hamartriteArtrite simultânea de todas as articulações.hamsterRoedor usado em experiências de laboratório, particularmente sensível a certos vírus.hamuDo lat. hamu, gancho (hamular).hamularQue apresenta forma de anzol ou gancho.hanseníaseLepra ou morféia; mal de Hansen. O termo advém de Gerhard Armauer Hansen, médico norueguês (1841-1912).hapaloDo gr. hapalós, mole, delicado (hapaloniquia).haploDo gr. haplóos, simples (haplóide).haplóideQue possui a metade do número diplóide de cromosomas de cada espécie, co-mo se encontra nas célulasgerminativas.haplopatiaDoença sem complicação; doença simples.haplopiaVisão simples; haplopsia.haptenoAntígeno incompleto ou parcial; não produz anticorpo, mas combina-se, in vitro, aos anticorpos; combinado comproteínas, torna-se antígeno.haptoDo gr. hápto, tocar, prender (haptefobia, haptotaxia).haptofobia
  • Medo mórbido de ser tocado.haustoGole; trago; porção medicamentosa.Havers, canais deFinos canais existentes nos ossos, que contêm vasos sangüíneos, linfáticos e nervos necessários à vida e àreparação do tecido ósseo. O termo advém de Clopton Havers, médico e anatomista inglês (1650-1702).haxixeFolhas secas de cânhamo indiano, Canabis indica, para fumar ou infusão de folhas para beber, de caráterseminarcóticas.hebdomadárioSemanal; semanário.hebeDo gr. hébe, mocidade (hebefrenia).hebefreniaPerturbação mental da juventude, que se caracteriza por depressão e pronunciados transtornos do pensamento,acompanhada por alucinações. É uma forma de esquizofrenia.hebenaDo lat. habena, látego, rédea (habênula).hebetarTornar bronco ou obtuso.hebetomiaSecção do púbis; pubiotomia.hebetudeTorpor ou indiferença afetiva, própria dos esquizofrênicos.hécticaFebre lenta, consecutiva a doença crônica; tísica.hederaDo lat. hedera, hera (hederiforme).hedonDo gr. hedoné, prazer (hedonismo, anedonia).hedonismoDoutrina que considera que o prazer individual e imediato é o único bem possível, princípio e fim da vida moral.hedonofobiaMedo mórbido de sentir prazer.hedonomaniaMania de procurar prazeres; hedonismo.hedratresiaImperfuração do ânus.hedroDo gr. hédra, assento, ânus (hedratesia, hedrocele).hedroceleHérnia ou prolapso do intestino através do ânus.helcoDo gr. hélkos, ferida, úlcera (helcose, helcoplastia); - do gr. hélko, arrastar (helcópoda).
  • helcologiaEstudo das úlceras.helcópodeQue arrasta o pé; na marcha helcópode, o paciente arrasta o pé como na hemiplegia.helcoseFormação de úlcera.heliaçãoInsolação.héliceBorda do pavilhão da orelha; hélix.helicoDo gr. helix, hélikos, espiral, héli-ce (helicópode).helicóideEm forma de hélice ou espiral.helicópodeQue descreve espirais ou semicírculos.helicópode, marchaAndar em que o pé descreve semicírculos, observado na hemiplegia e nos distúrbios histéricos.helioDo gr. hélios, sol (helioterapia, heliopatia).heliotropismoMovimento ou tendência do ser vivo em se voltar em direção à luz solar.helmintíaseDoença causada pela infestação de helmintos.helmintoTermo que se refere a dois grupos de parasitos do intestino humano: platelmintos e nematelmintos.helmintoDo gr. hélmins, hélminthos, ver-me (helmintíase, platelminto).heloDo gr. hélos, cravo, prego (heloma, helodermia) e pântano (helópira).helomaCalosidade na mão ou no pé.hemáciaGlóbulo vermelho do sangue, também chamado eritrócito.hemangiectasiaDilatação de vaso sangüíneo.hemangiomaPequeno tumor formado de vasos sangüíneos.hemartroseDerrame de sangue numa cavidade articular.hematêmeseVômito de sangue proveniente de hemorragia da mucosa gástrica, duodenal ou esofágica.hematinaParte da molécula de hemoglobina; substância corada libertada pelo desdobramento da hemoglobina que
  • contém todo o ferro.hemato, hemoDo gr. haîma, haîmatos, sangue (hematoma, hemograma, ane-mia).hematocitúriaPresença de corpúsculos sangüíneos, ou hematócitos, na urina.hematócritoVolume percentual de hemácias presentes em amostra do sangue total.hematomaColeção sangüínea, devido ao rompimento de vasos sangüíneos, formando uma tumefação bem definida.hematopoieseFormação dos glóbulos sangüíneos.hematopoiéticos, órgãosÓrgãos onde se formam os glóbulos sangüíneos; medula óssea e tecido linfóide; eventualmente também ofígado e o baço.hematoseTransformação do sangue venoso em arterial em nível dos alvéolos e capilares, com perda de gás carbônico efixação do oxigênio por parte dos glóbulos vermelhos.hematúriaSangue na urina.hemeraDo gr. heméra, dia (hemeralopia, efêmero).hemeralopiaCegueira diurna, no qual o indivíduo vê melhor na semi-obscuridade.hemiPrefixo que significa metade, meio.hemiPref. gr. hemi: metade, pelo meio (hemicrania, hemiplegia).hemicraniaEnxaqueca; dor numa das metades da cabeça; dor que acomete parte da cabeça, principalmente a região frontale uma das regiões temporais.hemiplegiaParalisia limitada a um lado do corpo.hemisférioCada uma das metades laterais do cérebro ou cerebelo.hemoV. hemato.hemoconcentraçãoConcentração do sangue, caracterizada pelo aumento da sua densidade, da sua viscosidade e do número deeritrócitos por unidade de volume.hemocromatoseDistúrbio caracterizado por pigmentação da pele e das vísceras pela hemossiderina e hemofuscina.hemoculturaSemeadura de sangue em meios adequados para crescimento de germes existentes nele.hemoderivadosSegundo o Ministério da Saúde, medicamentos produzidos a partir do sangue humano ou de suas frações.
  • hemodiaSensibilidade aumentada e anormal dos dentes.hemodiáliseProcesso terapêutico em que o sangue, mediante o uso de equipamento especial, é depurado de diversassubstâncias nocivas.hemodinâmicaEstudo da circulação do sangue e das forças relacionadas com ela.hemodromometriaVerificação da velocidade da corrente sangüínea.hemófagoCélula que destrói os glóbulos vermelhos do sangue; hematófago.hemofiliaCondição hemorrágica hereditária que incide quase sempre no homem e só excepcionalmente na mulher, écaracterizada por hemorragias precoces, abundantes e prolongadas, que se repetem por ocasião detraumatismos mínimos subcutâneos, submucosos, musculares,hemofuscinaPigmento amarelo ou castanho que se acumula nos músculos lisos e no coração, e um dos principais pigmentosda hemocromatose.hemoglobinaPigmento vermelho do sangue que transporta oxigênio nos glóbulos vermelhos.hemoglobinúriaPresença de hemoglobina, ou de seus pigmentos, na urina.hemogramaQuadro sangüíneo; registro das taxas dos diversos componentes celulares do sangue; contagem diferencial.hemograma de SchillingContagem global e específica dos leucócitos. O termo advém de Victor Schilling, hematologista alemão(1883-1960).hemo-hidrartrosePresença de sangue e derrame seroso em articulação.hemolinfaLíquido nutritivo circulante de certos invertebrados, desprovido de eritrócitos.hemóliseDestruição dos glóbulos vermelhos do sangue, com liberação de hemoglobina.hemolisinaSubstância que produz a liberação da hemoglobina das hemácias.hemomielogramaContagem diferencial dos constituintes da medula óssea.hemoparasitoParasito que vive no sangue ou nas hemácias.hemopatiaNome genérico dado às doenças do sangue.hemopatologiaEstudo das doenças do sangue.hemopexiaCoagulação ou tempo de coagulação do sangue.
  • hemopiesePressão sangüínea.hemopoetinaEritropoetina; substância do estômago e que age como um fator sobre a proteína alimentar a fim de produzirsubstância hematopoética semelhante ao princípio ativo do fígado.hemoptiseHemorragia; eliminação do sangue proveniente da árvore respiratória pela boca. Na tuberculose pulmonar, umadas complicações mais comuns.hemorragiaSaída de sangue para fora dos vasos que normalmente o contêm. As hemorragias classificam-se conforme otipo de vaso que perde o sangue: hemorragia arterial (sangue vermelho-vivo, que sai aos jatos), hemorragiavenosa (o sangue proveniente das veias, de cohemorróidasVarizes das veias anorretais.hemossiderinaPigmento escuro que contém ferro, encontrado nos fagócitos e nos tecidos.hemostasiaEstancamento da hemorragia; hemostase.hemoterapiaTratamento de doenças mediante a administração de sangue ou seus derivados.hemotóraxDerrame de sangue na cavidade pleural.hemotoxicoseDanos na medula óssea provocados por tóxicos, com diminuição de hemácias e leucócitos.hemureseEliminação de urina sanguinolenta; hematúria.henoseCura; união.hepar, hepatoDo gr. hêpar, hépatos, fígado (heparina, hepatócito).heparinaSubstância encontrada principal-mente no fígado, músculos e pulmão, cuja função é a de diminuir a coagulaçãodo sangue.heparinóideSubstância ativa muito semelhante à heparina, de efeito antitrombínico.hepatauxiaHepatomegalia; aumento do volume do fígado.hepatectomiaExcisão de porção do fígado.hepatiteInflamação do fígado.hepatolienografiaExame radiográfico do fígado e baço, mediante injeção venosa de meio de contraste, ou diretamente no tecidoesplênico.hepatologia
  • Estudo das funções e doenças do fígado.hepatomaTumor no fígado.hepatomegaliaAumento do volume do fígado.hepatopatiaDoença do fígado.hepatopexiaFixação cirúrgica do fígado dêslocado à parede abdominal.heptaDo gr. heptá, sete (heptose).herançaAquilo que se transmite por hereditariedade.hereditariedadeLei biológica pela qual os seres vivos tendem a se repetir nos descendentes, transmitindo-lhes seus caracteres.heredologiaCiência da hereditariedade; genética.hermafroditismoVício de conformação dos órgãos genitais, caracterizado pela presença, no mesmo indivíduo, de órgãosmas-culinos e femininos. No homem não existe, e sim nos animais inferiores; no homem hápseudo-hermafroditismo, sempre corrigível.hermafroditoDiz-se de, ou ser que possui órgãos reprodutores dos dois sexos. Filho de Hermes (Mercúrio) e de Afrodite(Vênus), maravilhosamente belo, personificava para os gregos uma síntese das perfeições estéticas dos doissexos.herméticoImpenetrável; completamente fechado.hermoDo gr. Hermes, Mercúrio (hermafroditismo).hérniaPassagem, parcial ou total, de uma estrutura anatômica através de orifício patológico ou tornado patológico, desua localização normal para outra, anormal.hérnia encarceradaA que não é redutível, mas não apresenta sofrimento circulatório.hérnia estranguladaAquela em que há sofrimento circulatório do(s) órgão(s) porventura contido(s) em seu saco e cuja vitalidade estáameaçada, podendo estes vir a necrosar-se, caso o comprometimento circulatório não seja tratado em tempo.hérnia irredutívelAquela em que não se consegue que o conteúdo do saco herniário retorne a seu local normal.hérnia redutívelAquela em que o conteúdo do saco herniário retorna, com maior ou menor facilidade, a seu local normal,mediante manobras neste sentido ou, eventualmente, sem elas.heroínaAlcalóide poderoso, mais forte que a morfina, de que é um derivado sintético, apresenta ação euforizante nosistema nervoso central, podendo levar à dependência física e psicológica.herpe, herpeto
  • Do gr. hérpo, serpentear, reptar (herpes) ou herpetón, réptil (herpetologia).herpesDermatose inflamatória caracterizada pela formação de pequenas vesículas que se apresentam em grupo.herpes simplesDoença aguda, produzida por vírus, e caracterizada pela formação de grupos de vesículas na pele e membranasmucosas, tais como bordas dos lábios e narinas, e superfícies mucosas genitais.herpes zósterDoença aguda, produzida por vírus, caracterizada pela inflamação de um ou mais gânglios de raízes nervosasdorsais ou de gânglios de nervos cranianos. Apresenta-se como erupção vesicular dolorosa, na pele ou nasmembranas mucosas, que se distribui ao longhesperaDo gr. hespéra, tarde (hesperanopsia).heteradeniaTecido glandular de tamanho irregular, formado em regiões desprovidas de glândulas, mas com aspecto deglân-dula; anomalia do tecido glandular.heterécioQue vive sobre um hospedeiro em uma fase ou geração, e sobre outro na seguinte.heteroTermo que indica outro, diferente.heteroDo gr. héteros, outro, diferente (heterozigoto, heterotrofia).heterocládicoQue mostra anastomose entre ramos terminais de diferentes artérias.heterocrasiaMistura de sangue com substâncias estranhas.heteróctoneQue se origina de uma região diferente daquela em que é encontrado.heterodonteQue apresenta dentes de vários tipos.heterogêneoComposto de elementos ou ingredientes diferentes.heterólogoDiferente; derivado de espécie diferente; relativo a órgão de estrutura ou função diversa dos demais, ou acompostos químicos ou série de compostos que apresentam analogias de estrutura mas propriedadesdiferentes.heterozigotoIndivíduo derivado ou formado de gametas diferentes, de outro tipo; híbrido.héticaTuberculose; tísica; héctica.hetronDo gr. hétron, abdome (hetronalgia).heurísticoQue favorece as investigações ou descobertas.hexaTermo que indica seis.
  • hexaPref. gr. hex, seis (hexose, hexacanto).hexacantoQue possui seis pontos ou espinhos.hexacanto, embriãoEmbrião da Taenia saginata.hexiologiaEstudo das relações de um organismo com seu ambiente.hexiologiaEstudo das relações de um organismo com seu ambiente.hiálicoQue tem a transparência do vidro.hialinaSubstância albuminóide, translúcida, produto da degeneração amilóide.hialinizaçãoAto de converter em substância semelhante a vidro; transformação em substância hialina.hialiteInflamação da membrana hialóide, ou humor vítreo.hialoTermo que exprime a idéia de vidro, transparente.hialoDo gr. hyalos, vidro (hialoma, hialofagia, hialino).hianteQue tem grande abertura ou fenda; que tem a boca aberta; bocejante.hiatoFenda; abertura ou orifício.hibernaçãoEstado de sonolência e de baixo metabolismo, característico de certos animais durante o invernohibernalRelativo a inverno.hibernoDo lat. hibernus, inverno (hibernoterapia).híbridoQue provém do cruzamento de espécies diferentes; animal ou planta oriundo de espécies diferentes; formado detecidos patológicos diferentes; mestiço.hidátideVesícula encistada que contém equinococo; qualquer estrutura em forma de cisto.hidatidoseInfecção produzida por formas larvárias de certos cestódios, e que se caracteriza pelo desenvolvimento de cistosexpansivos; equinococose.hidatiformeQue apresenta a forma de hidátide; em forma de bolsa de água.hidatismoRuído produzido pela presença de líquido em uma cavidade.
  • hidato, hidroDo gr. hydor, hydatos, água (hidatóide, hidrofobia, hidradenite, reidratar).hidradeniteInflamação das glândulas sudoríparas.hidrâmnioQuantidade exagerada de líquido amniótico.hidrargíriaIntoxicação mercurial; erupção de origem mercurial.hidrartroseAcúmulo de líquido seroso numa cavidade articular.hidrataçãoIntrodução de água e sais minerais no organismo pela boca ou mais comumente pela veia (soro). O pacientetorna-se desidratado quando sofre hemorragia, vômitos, diarréias, queimaduras. As crianças são particularmentesensíveis à "desidratação", sendo estehidroV. hidato.hidroaDermatite herpetiforme; pênfigo pruriginoso; doença eruptiva da pele ao redor da boca, pescoço, orelhas e dorsodas mãos caracterizada por erupções bolhosas, prurido intenso, debilidade e sintomas nervosos.hidrocefaliaDoença congênita ou adquirida em que há aumento da produção de líquido cefalorraquidiano, com distensão dosossos do crânio.hidrocefaliteMeningite tuberculosa.hidroceleColeção de líquido na túnica vaginal do testículo ou ao longo do canal espermático.hidrofilismoPropriedade de os tecidos ou colóides absorverem ou atraírem água.hidrofobiaMedo de água, entre doentes mentais; antiga denominação da raiva, ou raiva furiosa, em face da dificuldade dedeglutição por distúrbios bulbares que provocam espasmo da faringe, impedindo a ingestão de líquidos.hidrolDesignação geral de águas minerais.hidróliseDecomposição de substância por meio da água.hidrômetroInstrumento para verificar o peso específico de líquidos.hidronefroseDistensão lenta do bacinete, dos cálices e, às vezes, do próprio rim por acúmulo de urina, cujo escoamento estádificultado.hidropolidipsiaDesejo de beber água ao invés de outros líquidos e alimentos, observado em crianças com distrofiapluricarencial hidropigênica.hidroseFormação e excreção de suor.hidroterapia
  • Nome dado a todos os meios terapêuticos em que a água é o agente empregado.hidrúriaAumento da eliminação de urina; poliúria ou diabetes insípido.hieralgiaDor no sacro.hieroDo gr. hierós, sagrado (hieralgia).hifemaHemorragia na câmara anterior do olho.HigéiaDeusa da saúde, filha de Esculápio, deus da Medicina; Higia; Higeía.hígidoSão; sadio; que não apresenta doença.higieneCiência que trata do estudo e dos meios para se evitarem as doenças e conservar a saúde.higioDo gr. hygiés, sadio (hígido, higiene).higroDo gr. hygrós, úmido (higrófilo).hilarianteQue provoca alegria; que produz riso.hiloPonto de depressão ou ligação de órgãos ou vísceras; parte do órgão em que penetram vasos e nervos.hiloDo gr. hyle, matéria com que se faz algo (hiloma, hilognosia); - do lat. hilum, cicatriz na concavidade de semente(hilo pulmonar).himantoseMaior comprimento da úvula.himenDo gr. hymen, hyménos, membrana (himenectomia).hímenMembrana ou prega membranosa que fecha parcialmente o orifício externo da vagina.hioDo gr. hys, hyós, porco (hioftalmo, hiosciamina); - abr. de "hioides" (hiosternal).hióideOsso situado na parte anterior do pescoço, entre a base da língua e a laringe.hipâmnioDiminuição da quantidade do líquido amniótico.hiperDo gr. hypér, além de, excesso (hiperacusia, hipertrofia).hipercalcemiaAumento da taxa de cálcio no sangue.hipercalemiaAumento da taxa de potássio no sangue.
  • hipercapniaAumento de gás carbônico no sangue, como nos casos de asfixia.hipercinesiaMovimentação excessiva de qualquer parte do corpo.hipercloridriaIntensa acidez no suco gástrico.hipercoliaAumento da secreção biliar.hiperêmeseVômito abundante, especialmente na gravidez.hiperemiaCongestão ou existência de uma quantidade excessiva de sangue nos vasos de uma região.hiperestesiaAumento da sensibilidade de uma região do corpo.hiperglicemiaAumento de glicose no sangue.hiperlipemiaAumento da quantidade de lipídios contidos no sangue.hipermetropiaEstado em que o indivíduo vê melhor ao longe do que de perto.hipernatremiaAumento da quantidade de sódio existente no sangue.hiperparatiroidismoAumento da atividade das glândulas paratiróides, determinando descalcificação óssea, dor nos ossos, fraturasespontâneas, hipercalcemia, hipotonicidade muscular, fadiga, anemia, emagrecimento.hiperpirexiaFebre alta.hiperpituitarismoAumento da atividade da hipófise.hiperplasiaAumento exagerado do número de células de um tecido.hiperpnéiaMovimentos respiratórios de amplitude ou freqüência exagerada.hiperproteinemiaAumento da quantidade de proteínas no sangue.hipertensãoElevação, acima do normal, da pressão no interior de um órgão ou de um sistema.hipertensão arterialElevação, acima do normal, da pressão sangüínea dentro da rede arterial.hipertensão intracranianaElevação, acima do normal, da pressão exercida pelo líquido cefalorraquidiano.hipertensão pulmonarElevação, acima do normal, da pressão sangüínea na pequena circulação.
  • hipertoniaAumento exagerado do tônus muscular; estado em que a pressão osmótica de um líquido ou solução é superiorà de outra que serve de padrão.hipertrofiaAumento do tamanho de um órgão, como resultado de um maior trabalho que é exigido.hipervolemiaQuantidade de sangue, existente no organismo, superior à normal.hipnoDo gr. hypnos, sono (hipnógeno, hipnossedativo).hipnoseSono provocado artificialmente e conservação dos reflexos do indivíduo.hipnóticoCapaz de provocar o sono.hipoDo gr. hypó, abaixo, sob, menos (hipocôndrio, hipotireoidismo); - do gr. hippos, cavalo (efípio).hipocalcemiaBaixa concentração de cálcio sangüíneo.hipocalemiaBaixa concentração de potássio no sangue.hipocloridriaDiminuição da quantidade de ácido clorídrico, existente no suco gástrico.hipocoliaDiminuição da secreção de bílis.hipocondriaSíndrome neurótica em que o indivíduo é acometido de preocupações exageradas, sem razões reais, relativas àsua saúde, no que demonstra uma certa fragilidade e mecanismo primitivo de defesa do ego.hipocôndrioRegião lateral do abdome, situada abaixo das últimas costelas e das respectivas cartilagens.HipócratesPai da Medicina, maior médico da Antiguidade (ilha de Cós 460-Tessalia 364 a.C.). Iniciador da observaçãoclínica, deixou um corpo de doutrinas (Corpus hippocraticum) dos mais notáveis e de que fazem partenumerosos tratados: sobre os ares, as águas e oshipogástrioRegião do abdome, situada na parte média, logo acima do púbis.hipomenorréiaMenstruação escassa.hiponatremiaBaixa concentração do sódio no sangue.hipóteseSuposição com base no raciocínio; suposição.hipótese alternativaSeria admitir que os tratamentos, procedimentos ou técnicas comparadas apresentam diferenças acentuadas,não aleatórias, ou seja, consideradas desiguais, através do emprego de medidas de efeito e técnicasestatísticas.hipótese nulaÉ aceita quando duas amostras testadas não diferem entre si após análise estatística (X ou %).
  • hipotimiaDeficiência na afetividade/emotividade; período de depressão.hipotiroidismoAtividade insuficiente da glândula tiróide.hipotoniaDiminuição da tensão, da contração normal de músculo ou grupo muscular.hipotrofiaInsuficiência nutritiva; em pediatria, representa estado leve de carência alimentar.hipoventilaçãoDiminuição da quantidade de ar que entra e sai dos pulmões durante a respiração.hipovolemiaDiminuição da quantidade de sangue circulante.hipoxemiaDiminuição da concentração de oxigênio no sangue; hipoxia.hipsarritmiaEstado caracterizado por ondas lentas de alta voltagem (até 500 microvolts) e pontas, em todas as áreascorticais.hipsiTermo que indica relação com alto, altura.hipsoDo gr. hypsos, altura, elevação (hipsocefalia, hipsofobia).hipurgiaSoma de fatores subsidiários que ajudam o tratamento de uma doença.hircismoCheiro forte das axilas; cheiro de bode (pop.).hircoPêlo axilar.hirsutismoCrescimento de pêlos na mulher, obedecendo ao tipo e à distribuição masculinos.hirsutoDo lat. hirsuto, eriçado (hirsutismo).hirudoDo lat. hirudine, sanguessuga (Hirudíneos).híspidoCoberto de pêlos duros e espessos.histaminaAmina (beta imidazol etilamina) encontrada em tecidos animais e vegetais, que exerce efeito dilatador sobre oscapilares e estimulante da secreção gástrica; desenvolve papel importante em processos alérgicos.histerectomiaExtirpação do útero.histeriaNeurose que se caracteriza por apresentar perturbações das funções psíquicas, sensoriais, viscerais e outras.histeroTermo que indica relação com útero.
  • histeroDo gr. hystéra, útero (histerectomia).histeroptoseQueda ou inversão do útero, geralmente com prolapso do mesmo.histerossalpingectomiaExtirpação do útero e das tubas uterinas (trompas de Falópio).histiócitoCélula do sistema reticuloendotelial, com propriedades fagocitárias, hematopoiéticas, etc. .histoTermo que indica relação com tecido.histo, histioDo gr. histós, teia, trama, tecido (histológico, histiócito).históliseDissolução ou destruição de tecido.histologiaCiência que estuda a estrutura microscópica dos órgãos e tecidos.histopatologiaParte da histologia que estuda os tecidos alterados por processos mórbidos.histósitoParasito de tecido.histricismoEreção mórbida de pêlos ou cabelos.histricoDo gr. hystrix, hystrichos, porco-espinho (histricismo).histrioDo lat. hístrio, ator (histrionismo).histriônicoCaracterizado por movimentos exagerados, como nos atores em representação burlesca.HIVSigla de "Human Immunodeficiency Virus", ou seja vírus da imunodeficiência humana, responsável pelasíndrome de imunodeficiência adquirida - sida ou aids - que infecta principalmente as células necessárias àdefesa do organismo, permitindo que outros víruhodoDo gr. hodós, caminho (hodofobia).hodofobiaMedo de viajar.holendemiaDisseminação lenta de doença a toda uma população; pandemia.holoInteiro; todo.holoDo gr. hólos, todo (holozóico, hologamia, holócrino).hologêneseTeoria de Daniel Rosa, biologista italiano, segundo a qual cada espécie se desenvolve e dá origem a outras,
  • desaparecendo a primitiva.homaloDo gr. homalós, plano (homalocéfalo), liso (homalodermia).homeopatiaSistema terapêutico criado por Christian Friedrich Samuel Hahnemann (1755-1843), que consiste em tratar asdoenças por meio de substâncias ministradas em doses diluídas a ponto de se tornarem, por vezes, quantidadesinfinitesimais, capazes de produzir, emhomeoseFenômeno em que uma célula somática dá origem a um órgão diferente daquele que existia antes e que foidestruído, como a formação de uma antena ao invés de asa; heteromorfose.homeostaseEstado de equilíbrio do organismo vivo em relação à composição química dos seus líquidos e tecidos e às suasfunções; homeostasia.homeotérmicoTodo animal que mantém a temperatura corporal praticamente constante, apesar das variações do meio; animalde sangue quente.homergiaMetabolismo normal.homoTermo que indica igual, análogo, semelhante.homocromiaPropriedade de os seres vivos adquirirem a cor dos locais ou objetos sobre os quais vivem; mimetismo.homófiloQue apresenta afinidade ao antígeno específico.homólogoSimilar; análogo; idêntico; que apresenta estrutura ou função análoga à de outros.hordéoloTerçol, inflamação folicular da pálpebra.hormônioSubstância química secretada por glândula endócrina e lançada na circulação sangüínea, e que exerce efeitoespecífico sobre outros órgãos, excitando e regularizando as suas funções.hospedeiroAnimal ou planta sobre o qual vive o parasito.hospitalismoEfeitos nocivos - físicos e psíquicos - resultantes de longa permanência em hospital.humanidadeO gênero humano; sentido de afetividade, de auxílio coletivo.humorSubstância orgânica líquida ou semi-líquida; disposição de espírito; comicidade; graça.humor aquosoLíquido produzido no olho, e que ocupa as câmaras anterior e posterior, difundindo-se para o sangue.humor vítreoMassa transparente, avascular, de consistência gelatinosa, que ocupa todo o espaço existente para trás docristalino.
  • iama, iamatoDo gr. íama, iamatos, remedio (iamatofobia).iamatecniaFarmacotécnica; arte de preparar medicamentos.iamatologiaEstudo dos medicamentos ou remédios; iamalogia.iantinoQue tem cor violeta.iantinopsiaPercepção de objetos corados em violeta.íaseSufixo que significa processo ou curso de ação; representa condição mórbida ou patológica.iatralípticaTerapêutica de certas doenças por meio de fricções de ungüentos e linimentos.iátricaMedicina; arte de curar.iátricoRelativo à Medicina ou ao médico.iatroDo gr. iatrós, médico (iatrogenia, pediatria).iatrogênicoProvocado pelo médico.icnoDo gr. ichnos, traço, vestígio, marca, pegada (icnograma).iconoDo gr. eikón, eikónos, imagem (iconomania).iconoclastaO que destrói imagens, principalmente, religiosas.iconolagniaExcitação sexual provocada por figuras, imagens ou estátuas.iconolatraAquele que adora imagens.icorLíquido seroso que escorre de úlcera ou ferida.icteríciaDerrame de bílis no sangue, com anemia, pigmentação amarela generalizada da pele, deposição de bílis nostecidos, adinamia e bradicardia. É resultante de patologia hepática, hematológica ou, ainda, por obstrução doescoamento da bílis para o intestino.icterodo gr. íkteros, icterícia (anictérico).ictiodo gr. ichthys, peixe (ictiose).ictioseDoença da pele que se caracteriza por alterações epidérmicas que lembram as escamas de peixes.
  • ictiosismoIntoxicação por ingestão de carne de peixe decomposta.ictusPalavra latina que significa ataque, choque, acometimento.ictusDo lat. ictus, golpe, choque, acometimento (icto apoplético).idRepresenta o princípio do prazer, da alegria, da euforia e domina os instintos eróticos. As modificações de seusimpulsos se abrem para o ego e o superego. É a parte obscura e inacessível da personalidade. Imagina-se quetoma contato direto com processosideaçãoAto de idear; atividade do cérebro que preside a formação de idéias; expressão que designa o jogo dopensamento.idéiaPensamento; concepção; composição mental materializada com os nossos conhecimentos sobre o mundo.idéia fixaPreocupação constante e absoluta na solução de um problema, na lembrança de um fato ou na sensação de umdesígnio; obsessão.ideoTermo para indicar idéia, forma.ideogênicoProduzido pela mente ou pelo espírito.ideologiaConjunto ou sistema de idéias; concepção de um fenômeno, de uma doutrina, de uma religião ou de umprincípio.ideomoçãoAção muscular induzida por idéia dominante.ideomotora, açãoEm que há execução direta de movimento por evocação de uma idéia ou de uma imagem.ideoplastiaEstado passivo, inerte, de indivíduo submetido à hipnose completa e que recebe sugestões de idéias dohipnotizador.ideossinquisiaDelírio.idioDo gr. ídios, próprio (idiopático, idiossincrasia).idioglossiaArticulação imperfeita de sons vocais sem sentido; consiste na substituição de sons silábicos por outros, em quea criança fala de modo ininteligível.idiogramaDiagrama de complemento cromosômico, baseado na medida de cromosomas de certo número de células;gráfico das fotografias de cromosomas de uma célula, alinhados por ordem de tamanho e posição relativa docentrômero, de acordo com a classificação de Denver.idiolaliaEstado em que o paciente usa linguagem inventada ou arquitetada por ele próprio.idiopáticoRelativo às doenças de causa desconhecida.
  • idiossincrasiaQualidade peculiar de certos indivíduos, com suscetibilidade exagerada, fazendo com que reajam anormalmentea determinadas substâncias, medicamentosas ou não, perfeitamente toleradas pela grande maioria das pessoas.idiotiaAtraso intelectual profundo caracterizado por ausência de linguagem e nível mental inferior a 3 anos de idadenas provas de inteligência.idiotróficoQue é capaz de escolher o seu próprio alimento.idiotrópicoQue tem personalidade; que está contente com suas próprias experiências emocionais.idolomaniaIdolatria exagerada.ígneoRelativo ao fogo; que tem a cor de fogo.igniçãoAto de queimar; aquecimento do fogo.íleoPorção distal do intestino delgado, do jejuno ao ceco.ileocecalRegião em que o intestino delgado desemboca no intestino grosso, na fossa ilíaca direita.ilesoQue não foi lesado ou ferido; sem lesão.ilhargaLado do corpo humano dos quadris até os ombros.ilíacoCada um dos dois ossos constituídos de três partes, ílio, ísquio e púbis, que, articulando-se anteriormente entresi e posteriormente com o sacro, contribuem para formar o esqueleto ósseo da bacia.ílioA maior das três partes do osso íliaco.iluminismoEstado de exaltação mental com aparecimentos fantásticos ou conversações imaginárias.ilusãoInterpretação falsa de uma imagem sensorial real.ilutarAplicar lodo ou lama medicinal.imãCorpo de material ferromagnético com imantação permanente; magneto; coisa que atrai.imagemFigura; representação física de uma idéia; cópia de um objeto.imagoLembrança, fantasia ou ideação de uma pessoa querida, formada na infância e que se conserva semmodificação na vida adulta; nome da revista, fundada e dirigida por S. Freud, em Viena, 1912, destinada àspublicações não-médicas da psicanálise, como literatimanentePerdurável; próprio de cada indivíduo.
  • imaturidadeQualidade de imaturo; nascimento antes de completar o desenvolvimento corporal.imaturoQue não é ou não está maduro; prematuro, precoce, antecipado; que não tem maturidade.imbecilidadeAtraso mental acentuado, entre a debilidade mental e a idiotia; distingue-se da última pela aquisição dalinguagem falada; nível mental entre 3 e 7 anos.imberbeQue não tem barba.imbricaçãoSuperposição de tecidos ou órgãos (como as telhas de um telhado).imergirMergulhar; afundar; desaparecer dentro de alguma coisa.imersãoColocação de corpo em um líquido.ImhotepDeus egípcio da Medicina, viveu em torno de 3000 a.C. e trabalhou como grão-vizir, arquiteto, chefe dos leitoressagrados, sábio, escriba e médico. Provavelmente, o Papiro de Ebers, uma das gran-des relíquias da antigamedicina egípcia, pertence a um de siminenteQue está para acontecer; para realizar em futuro próximo.imiscívelQue não se pode misturar.imobilidadeQualidade de que é imóvel; repouso; inércia.impermeávelQue não dá passagem; impenetrável.impetigemAfecção cutânea inflamatória, caracterizada pelo aparecimento de pústulas isoladas.impetigoImpetigem, referindo-se mais ao impetigo contagioso.ímpetoMovimento súbito; movimento do instinto que representa movimento incontido.impingemDenominação ainda conservada pelo povo que se estende às alergoses cutâneas (pop.).implanteEnxerto; implantação; inserção de medicamento debaixo da pele.impolutoNão-poluído; puro.imponderávelQue não se pode pesar; que não tem peso; quantidade desprezível, insignificante; que não entra no peso ou nacontagem; elemento ou circunstância indefinível que influi em determinada matéria ou assunto; que não pode seravaliado, que não é digno de ponderimpotávelQue não é potável; que não serve para beber.
  • impotênciaFalta de força; falta de capacidade copulativa.impotentia coeundiIncapacidade de o macho realizar o ato sexual.impotentia erigendiIncapacidade de ereção do pênis.impotentia generandiIncapacidade de procriar.impregnaçãoInfiltração; fixação e coloração por certos compostos, como nitrato de prata; embebição; estado de certospacientes psiquiátricos durante o uso de altas doses diárias de psicotrópicos, cuja sintomatologia simula asíndrome de Parkinson; pseudoparkinson.impressão digitalMarca deixada pelas polpas dos dedos, molhados com tinta própria.impúbereQue ainda não chegou à puberdade.impulsãoO mesmo que impulso; tendência para agir sem refletir; ato involuntário, imperioso.impulsoAção de impelir; força que dá movimento; estímulo.impulso, componentes doDiferentes impulsos sexuais que, para S. Freud, representam forças parciais de satisfação somática,representados na criança por atos diversos, como morder, chupar o dedo, defecar, urinar, etc.imundiceFalta de asseio; sujeira; lixo.imuneProtegido contra determinada doença ou da ação de certos tóxicos.imunidadeMeio de defesa do organismo contra certas doenças ou ação de certos tóxicos.imunidade específicaÉ a que se adquire após determinadas doenças ou é produzida artificialmente por inoculação, por injeção desoro sangüíneo de animais já imunizados. A imunidade específica depende da presença de anticorpos ou delinfócitos sensibilizados.imunidade naturalComandada pela constituição genética, vem desde o nascimento.imunizaçãoProcesso de tornar um indivíduo imune.imunorreaçãoReação entre um antígeno e o seu anticorpo.imunossupressãoDiminuição, de grau variável, proposital ou não, e obtida mediante recursos artificiais (irradiação, substânciasdiversas), da resposta imunológica; imunodepressão.imunoterapiaTratamento baseado na produção de imunidade.in
  • Pref. lat.: para dentro (incisão), para fora (insolação), negação (inapetência).in anima nobileExperiência feita no homem.in anima viliExperiência feita em animais de laboratório.in extremisA hora da morte.in situEm seu lugar normal ou natural.in vitroRefere-se às observações feitas fora do organismo, e aos fenômenos que podem ocorrer com experimentaçãoem laboratório.in vivoRefere-se às observações de processos que ocorrem nos organismos vivos.inaçãoFalta de ação; resposta imperfeita a determinado estímulo.inalaçãoIntrodução no organismo de substâncias gasosas ou sob forma de vapor pelas vias respiratórias (inspiração).inaniçãoDebilidade extrema por falta prolongada de alimentação.inaptoIncapaz; inábil.inatoQue nasce com o próprio indivíduo; congênito.incandescerPor em brasa; inflamar; queimar.incestoRelação sexual entre indivíduos consangüíneos (pais e filhos, primos de 1o grau, irmãos).inchaçoInchação; edema; tumor.incicloforiaAbaixamento do pólo superior do olho.inciclotropiaReviramento do pólo superior do olho para dentro.incidênciaAto de incidir; índice de ocorrência de determinado fenômeno.incidência, ângulo deÂngulo de reflexão de um raio luminoso sobre uma superfície.incidência, índice deNúmero de casos de uma doença por unidade de população, dentro de um intervalo de tempo definido.incidenteQue incide; que sobrevém; que cai sobre superfície refrangente (luz).incidirCair sobre alguma coisa; ocorrer.
  • incineraçãoRedução de um corpo a cinzas; cremação.incipienteQue está no início; principiante.incisãoAto de incisar ou cortar; corte; abertura cirúrgica.incisãoCorte, talho, incisura; abertura da pele ou de partes moles feita com instrumento cortante.incisiva, bordaMargem cortante de um dente.incisivoQue tem capacidade de cortar ou incisar; penetrante; mordaz.incisivo, denteDente de frente, que corta os alimentos.incisoCortado com instrumento de gume.incisuraDepressão ou reentrância profunda na superfície de um órgão.incisura angularÂngulo formado entre a porção vertical e a porção horizontal da pequena curvatura gástrica, ou seja, a partemais baixa da pequena curvatura, estando o paciente em posição ereta.incitaçãoAto de incitar; provocação; estímulo que vem dos centros nervosos.inclusãoIntrodução de um corpo, substância ou formação dentro de outra parte, órgão, zona ou tecido.inclusoEncerrado; incluído; envolvido.incluso, denteDente que, na maioria das vezes o ciso, permanece na gengiva sem exteriorizar a coroa.incoagulávelQue não é coagulável.incoercívelQue não se pode parar ou conter.incoerênciaFalta de coerência.incoerenteQue tem falta de coerência; que não tem ligação ou seqüência.incomodadaMenstruada (pop.).incompatibilidadeOposição entre substâncias; estado de substâncias químicas que se decompõem, modificam ou anulam osefeitos quando ajuntados.inconscienteConjunto dos processos e fatos psíquicos que atuam sobre a conduta do indivíduo, mas escapam do âmbito da
  • consciência e não podem a esta ser trazidos por nenhum esforço da vontade ou da memória, aflorando,entretanto, nos sonhos, nos atos falhos e visualiincontinênciaImpossibilidade de evitar a evacuação dos intestinos ou da bexiga.incretaProdutos da secreção de glândulas, derramadas na circulação.incretologiaO mesmo que endocrinologia.incruentoQue não se apresenta ensangüentado; sem sangue.incrustaçãoFormação de crosta; depósito calcário em superfície de órgão ou tecido.incubaçãoPeríodo de tempo que vai da ocasião em que o indivíduo contrai um determinado microrganismo e oaparecimento dos sintomas da doença por ele provocada; manutenção por algum tempo de crianças, quenasceram prematuramente, em temperatura igual ou aproximadaíncuboQue se deita por cima; terror noturno; pesadelo.incudeOsso do ouvido ou bigorna.incudeDo lat. incus, incudis, bigorna (incudectomia).incusBigorna (osso médio do ouvido).indelévelQue não se pode apagar; indestrutível.indeneQue não sofreu dano; ileso; protegido por imunidade natural ou artificial.indicaçãoTermo usado para designar qualquer sinal ou sintoma ou circunstância que indique a orientação de determinadotratamento (clínico ou cirúrgico) de uma doença.indicadores demográficosSegundo o Ministério da Saúde, representação dos aspectos não sujeitos à observação direta relativa a dadospopulacionais.índiceRelação ou freqüência que serve como indicador de intensidade de ocorrência de certos eventos nacomunidade.índice de PearlÉ um índice de gravidez para determinado método anticoncepcional, que quanto menor o seu valor maior é aeficácia contraceptiva. É calculado dividindo-se o número de gestações pelo número total de ciclos (meses)contribuídos por todos os casais de referênindiferenteApático; que não tem tendência a se combinar; sem afinidade.indigestãoPerturbação gástrica conseqüente à má digestão dos alimentos.indigitação
  • Ato de indigitar; invaginação.indigitarIndicar; apontar com o dedo; marcar.índigoAnil; matéria corante, no início retirada industrialmente na Índia da Indigofera tinctoria, ou anileira, naturaldaquele país, e hoje obtida sinteticamente.indivíduoRepresentante de coletividade, espécie ou raça.indolenteQue não causa dor; indiferente; apático.induçãoAparecimento de eletricidade em um corpo, devido à proximidade de outra corrente elétrica.indulgenteTolerante.induraçãoEndurecimento anormal do tecido ou órgão.induzidoLevado; parte da bobina onde passa corrente elétrica.inebriamentoEstado ou qualidade de estar bêbado.inédiaAbstinência de alimentos; jejum.inérciaFalta de ação; inatividade; paralisação.inervaçãoDistribuição dos nervos de um órgão ou tecido.infânciaPrimeiro período da vida; meninice. A infância se divide em três períodos: 1a infância (até dois anos), 2a infância(2-6 anos) e 3a infância (7-12 anos).infanteQue está no período infantil.infantilismoPersistência, até a idade adulta, de caracteres próprios da criança; caracteriza-se por atraso mental,desenvol-vimento deficiente dos órgãos genitais e baixa estatura.infartoÁrea de necrose de um tecido, determinada pela interrupção do fluxo sangüíneo no vaso que a irriga.infaustoDesgraçado; infeliz; desfavorável.infecçãoEntrada e desenvolvimento no organismo de microrganismos patogênicos capazes de provocar determinadadoença. A doença infecciosa pode ser causada por bactérias, fungos, protozoários e vírus.infiltraçãoInvasão dos tecidos por um líquido do organismo (urina, sangue, etc.), por um líquido injetado, por gases ou portecido neoplásico; processo pelo qual as substâncias penetram nos tecidos ou nas células.infiltrado
  • Infiltração; derramamento de liquido nos tecidos subcutâneos; material depositado por infiltração.infiltrarPenetrar nos tecidos, através de poros ou interstícios; fazer penetrar através de filtro; instilar; embeber.inflamaçãoReação do organismo à presença de agentes estranhos, caracterizado, principalmente, por calor, rubor, tumor edor.inflarEncher de gás ou ar.infletirCurvar; dobrar; desviar.inflexãoAto de infletir para dentro; flexão para dentro; curvatura.inflorescênciaDisposição das flores de uma planta.influenzaVirose epidêmica, que se caracteriza por inflamação catarral da mucosa das vias respiratórias, febre, mialgia,fraqueza, prostração e outras; gripe.infortunísticaParte da Medicina Legal que se ocupa dos riscos de acidentes de trabalho nas indústrias; estudo das doençasprofissionais.infraPref. lat.: situação inferior (infra-diafragmático).infraçãoViolação; transgressão; fratura incompleta de osso sem haver deslocamento de fragmentos.infraduçãoDesvio para baixo.infra-somVibração acústica de freqüência muito baixa, incapaz de provocar sensação auditiva.infundíbuloÓrgão em forma de funil; pedúnculo da neuro-hipófise.infundíbulo uterinoParte estreitada da cavidade uterina.infundirVerter; derramar; fazer macerar uma substância em líquido quente para que se dissolvam os princípios solúveisdessa substância.infusãoColocação de substâncias em líquido quente para retirar seus princípios medicamentosos.infusoDerramado; vertido; produto obtido pela infusão.ingestaAlimentos ingeridos, sólidos ou líquidos.ínginoTermo que indica relação com a virilidade.ingredienteQualquer das substâncias que entram na composição de um medicamento, de um composto ativo ou mistura.
  • ínguaNome popular para ingurgitamento dos gânglios linfáticos na virilha (pop.).inguinocruralQue pertence à coxa e à virilha.ingurgitaçãoAumento de volume de órgão ou glândula.inibiçãoAto de inibir; supressão de atividade; impedimento físico, químico, fisiológico ou psicológico; reduçãoinconsciente de um impulso, repressão de ato volitivo.inioDo gr. iníon, nuca, ocipúcio (iniofacial).ínioProtuberância occipital externa; nuca.injeçãoIntrodução, em tecido ou órgão, de líquido medicamentoso, por meio de seringa e agulha.injetadoCheio de líquido; congestionado; que está corado devido ao fluxo de sangue.injúriaLesão ou alteração de função, órgão ou tecido; insulto.inoDo gr. is, inós, fibra (inoblasto, inólito).inoculaçãoIntrodução voluntária ou acidental, através de uma pequena ferida da pele ou da mucosa, de um agente capazde produzir doença ou de melhorar a condição do paciente.inócuoInofensivo, que não causa danos.inodoroQue não possui cheiro ou odor.inódulaTecido fibroso.inopexiaTendência à coagulação espontânea do sangue; coagulabilidade exagerada do sangue.inópiaCarência; penúria; defeito.inoscopiaMétodo de laboratório que consiste em provocar a formação de coágulo pela adição de fibrina ao líquido a serexaminado.inosculaçãoAto de inoscular; união término-terminal de vasos; união por meio anastomótico.inoscularUnir ou comunicar por meio de anastomose.inotropismoInterferência na contratibilidade muscular.inquilinismo
  • Estado do ser vivo que vive no interior de outro sem se nutrir às custas deste; endoforesia verdadeira.inquilinoParasito que vive dentro de outro, mas não retira seu alimento do hospedeiro.inquinarContaminar; impurificar.insalubreQue origina doença.insanávelIncurável; que não se pode sanar ou curar; insaneável.insâniaLoucura; demência.insanidadeQualidade de insano; demência; doença mental.insanoLouco; demente; insensato.inseminaçãoImpregnação; fertilização do ovo ou óvulo.inseminação artificialIntrodução de sêmen na vagina, através de recursos artificiais, com finalidades procriativas.inserçãoAto de inserir; implantação; lugar onde o músculo se prende ao osso.inserirIntroduzir; ligar.insetoArtrópode de três pares de patas, com corpo envolto por quitina, dividido em cabeça, tórax, abdome, um par deantenas, e, em regra, dois pares de asas.insidiosoQue sobrevém silenciosamente, pouco a pouco.insípidoQue não tem sabor.insolaçãoDoença provocada pela exposição do corpo durante longo tempo aos raios solares.insolúvelQue não se dissolve; sem solução.insoneQue não tem sono; que sofre de insônia.insôniaFalta de sono; vigília.insossoSem sal; sem tempero.inspersãoAto de espalhar ou aspergir.inspiraçãoAspirar gases ou ar nos pulmões.
  • instilaçãoIntrodução, gota a gota, de um líquido numa cavidade ou superfície.instintoComportamento hereditário, invariável, comum aos indivíduos da mesma espécie, com um fim determinado, doqual o individuo não tem conhecimento pleno. Nos animais os instintos são poderosos e regulam a sua conduta;no homem, manifestam-se atenuados ou plásinstinto de conservaçãoO que leva à execução de atos úteis para a conservação da vida.insuflaçãoAto de insuflar; projeção de ar nos pulmões do recém-nascido em estado de morte aparente; introdução desubstância pulverizada em determinada cavidade.insulaçãoAto de insular ou isolar.insularIsolar ou insular bactérias; separar; destacar; tornar incomunicável.insulinaHormônio produzido pelas ilhotas de Langerhans do pâncreas (parte endócrina). Favorece o transporte deglicose do sangue para os tecidos (principalmente fígado e músculos), onde é armazenada sob a forma deglicogênio. A insulina controla os níveis de glicinsulinoterapiaTerapêutica pela insulina.insulsoQue não tem sal; insosso.insultoAtaque repentino; injúria violenta.insulto apopléticoDerrame hemorrágico.insumos farmacêuticosSegundo o Ministério da Saúde, qualquer produto químico ou material utilizado no processo de fabricação de ummedicamento, seja na sua formulação, envase ou acondicionamento.intelectoInteligência; pensamento abstrato e lógico.inteligênciaFaculdade de entender; capacidade de compreender, criar idéias, raciocinar.intemperançaFalta de temperança; imoderação.interPref. lat.: entre (intersexualidade, interfásico).intercalarColocar de permeio; interpor; inserir.intercorrenteDiz-se de doença que aparece durante o decurso de outra, modificando a evolução desta.intercurso sexualCoito.interdigital
  • Situação entre dedos.interferênciaAto de interferir; coincidência de dois raios luminosos que se anulam; introdução de um elemento, que prejudicao decurso de um fenômeno ou uma função.interferência estatísticaÉ a generalização de que os resultados na amostra representam a verdade para uma população maior, em quediz respeito só a variação (erro) aleatória na amostragem. Havendo erros sistemáticos, a inferência é feita parauma população diferente da população-intermaçãoEfeito do calor; insolação, com febre, mal-estar, vertigens, inapetência.intermitenteQue intermite; que apresenta paradas.intermitente, febreTipo de febre com crises, entre fases de acalmia; malária.interpolarInterromper; introduzir; intercalar.intersexualidadeEstado intermediário entre masculino e feminino; coexistência de caracteres sexuais de ambos os sexos,combinados em proporções distintas, num mesmo indivíduo; pseudo-hermafroditismo.intersticialTecido que preenche os espaços existentes no interior do tecido de um determinado órgão.interstícioPequeno intervalo; pequeno espaço em tecido.intertrigemDermatite caracterizada por vermelhidão, com exagero de secreções sebáceas, maceração da pele, às vezescom cheiro fétido, localizada nas dobras e sulcos da pele; assadura.intervaloEspaço entre dois pontos; intermitência; espaço de tempo entre dois fatos.intervalo de confiançaExpressão da ciência estatística que representa um intervalo não-nulo no domínio de um parâmetro de umadistribuição, em geral dependente de uma estimativa deste parâmetro, ao qual está associada umaprobabilidade de a ele pertencer o parâmetro.íntimaTúnica mais interna das três camadas de artéria.intolerânciaIncapacidade de suportar ou tolerar.intolerância medicamentosaIncapacidade de tolerar determinado medicamento.intorçãoRotação para dentro.intoxicaçãoEstado de envenenamento.intra, introPref. lat.: dentro (intracardíaco, introversão).introflexãoCurvatura para dentro.
  • introitoEntrada de cavidade ou espaço.introjeçãoDinamismo psicológico em que o indivíduo considera como seus os sentimentos, atitudes, restrições, proibiçõese, mesmo, gestos e características de outrem (pais, parentes ou pessoas ligadas ou indivíduo).introspeçãoMétodo de análise em que o indivíduo observa sua própria personalidade; auto-análise.introversãoTorção ou destorção de órgão para dentro; desvio da libido em que o indivíduo não fixa o objeto, mas fixa-o emsi mesmo.intubaçãoColocação de um tubo, particularmente na laringe, para facilitar a respiração em casos de embaraço respiratório.intumescênciaInchação, normal ou anormalintussuscepçãoIntrodução de porção ou órgão tubular em outra porção dele; invaginação intestinal; introdução ou recepção noorganismo de material nutritivo.inúbilQue não é núbil; ainda fora da idade de casar.inumarEnterrar; sepultar.invaginaçãoIntussuscepção; penetração de parte de órgão dentro de outro.invasãoMultiplicação dos germes no organismo infectado.invertidoTransformado no inverso; indivíduo pervertido sexualmente, cujos impulsos sexuais se dirigem para pessoas domes-mo sexo; pederasta passivo.inveteradoPersistente; renitente; crônico.involuçãoRegressão; volta a estado primitivo; redução de volume ou de atividade.invólucroBainha ou camada envolvente; tudo quanto serve para envolver.involutadoEnrolado para dentro.io, ionDo gr. iós, ión, veneno (iofobia), dardo, flecha, o que caminha (ionte); - do gr. ion, violeta (ionoterapia).iodismoAlterações decorrentes do uso excessivo de iodo, ou intolerância aos seus sais: cefaléia, coriza, ptialismo,adinamia, emagrecimento, atrofia da glândula tiróide.iofobiaMedo mórbido de venenos ou tóxicos .iologiaEstudo dos venenos.
  • íonÁtomo ou grupo de átomos com carga elétrica positiva ou negativa: átomo que perdeu um ou mais de seuselétrons, possuindo, portanto, carga elétrica positiva (+); ou átomo que adquiriu um ou mais elétrons, tendoassim carga elétrica negativa (-); ionte.ionizaçãoDissociação de uma substância em solução nos seus íons constituintes.ionografiaEletroforese dos íons.iontoforeseIntrodução de íon no organismo à custa da dissociação iôntica por corrente elétrica; o mesmo que iontoterapia,galvano-ionização, medicação iônica.ipaduVegetal com as mesmas propriedades da coca, embora menos intensas, cultivado pelos índios do altoAmazonas.ipsilateralQue fica do mesmo lado; ipsolateral.ipsoDo lat. ipsis, ipse ou ipso, o mesmo (ipsolateral).iraCólera; raiva.irascívelQue se irrita com facilidade.irialRelativo à íris.iridectasiaDilatação da íris ou pupila do olho.írisCírculo perfurado, musculomembranoso, situado atrás da córnea, regulador da penetração de luz no aparelhoocular. Sua pigmentação dá a cor aos olhos.irradiarFazer incidir raios de ação terapêutica.irredutívelImpossível de reduzir.irredutível, fraturaFratura em que não pode haver coaptação das partes fraturadas.irredutível, hérniaHérnia que não pode reentrar no abdome.irresponsávelQue não é capaz de responder ou reagir; que não pode ser responsabilizado pelos atos que pratica.irrigaçãoRega; banho; aplicação de jato de água abundante sobre qualquer parte enferma.irritaçãoAção de irritar ou estimular; reação de matérias vivas às influências exteriores.irrupçãoAparecimento súbito; invasão rápida.
  • isauxeseCrescimento de partes com a mesma velocidade do todo.iscoDo gr. ischo, deter, impedir, conter (isquemia, iscocolia, galactisquia).iscocoliaSupressão da bílis.iscomeniaSupressão do fluxo menstrual.iscúriaSupressão ou retenção de urina.isoPrefixo que significa igual, semelhante, igualdade.isoDo gr. ísos, igual (isócrono, isogamia).isoanticorpoAnticorpo produzido no indivíduo de uma espécie, com a introdução de antígeno de outro indivíduo da mesmaespécie.isoantígenoAntígeno no organismo animal que produz anticorpo contra si próprio.isocitoseIgualdade de dimensões das hemácias.isocoriaEstado normal das duas pupilas, que apresentam a mesma dimensão.isodactiliaMalformação da mão, em que os dedos apresentam comprimento igual e são mais grossos que normalmente.iso-hemóliseHemólise de hemácias pelo soro de outro animal da mesma espécie.isóloga, sérieEm Química, diz-se de grupos de substâncias que se dispõem em linha horizontal, diferindo cada um doantecedente pela diminuição do expoente de um dos elementos.isólogoQue apresenta composição idêntica.isomerismoCondição em que dois ou mais compostos apresentam a mesma composição molecular, mas com arranjosatômicos diferentes.isômeroQue é formado do mesmo número de átomos; que tem composição idêntica e propriedades diferentes.isopatiaTratamento de doenças por administração de substâncias extraídas do agente causal.isótopoQue apresenta o mesmo número atômico, a mesma carga molecular, o mesmo número de elétrons, divergindo,porém, no peso atômico e na estrutura nuclear.isquemiaDiminuição local do aporte de sangue num órgão ou em parte de órgão, devido à contração, espasmo, bloqueiodas artérias.
  • isquiagraDor gotosa na região do quadril.isquialgiaDor no quadril.isquiáticoReferente a quadril (ísquio).isquioDo gr. ischíon, quadril, bacia (isquiocele). (v. também "isco").ísquioOsso que forma parte da bacia.istmoPassagem estreita entre partes, órgãos ou tecidos.iteDo gr. itis, suf. designativo de inflamação (anexite, uretrite, hepatite).ixoDo gr. ixós, visgo (ixômetro); - do gr. ixys, cintura, anca (ixomielite).ixomieliteInflamação da região lombar da medula.ixotimiaCaráter epileptiforme com exagero psicopático.
  • JSímbolo do Joule, unidade de trabalho.Jacksoniana, convulsãoEspasmos de pequenos grupos musculares, acompanhados de perda de consciência, com a possibilidade deconcomitância de convulsões como na epilepsia.já-começaComichão; coceira; sarna (pop.).jactaçãoAgitação de membros, durante doença infecciosa; agitação ansiosa.janelaAbertura em uma parede, fazendo comunicar uma cavidade fechada com o exterior.janela ovalJanela do vestíbulo, abertura reniforme situada entre a cavidade do tímpano e o vestíbulo do ouvido interno.janela redondaJanela da cóclea, ou "fenestra rotunda", abertura atrás e abaixo do vestíbulo, terminando na cóclea do ouvidointerno.jardaMedida inglesa de comprimento, correspondente a 914mm.jarerêErupção cutânea com eritema, pápula, tubérculos, às vezes de natureza leprosa (pop.).jargãoCalão; gíria.jargonafasiaLinguagem incompreensível de afásico, que emprega termos incorretos, sem relação com a idéia que os emitiu.jejuarDeixar de ingerir alimentos durante períodos determinados.jejumPrivação de alimentos; abstinência; estômago vazio.jejunoSegunda porção do intestino delgado entre duodeno e íleo.joaneteSaliência óssea da articulação do dedo grande do pé com o metatarso.Jocasta, complexo deMãe e mulher de Édipo, na mitologia grega; no quadro psicanalítico do complexo de Édipo, representa o papelda mãe.joelhoParte anterior da articulação tibiofemoral; dobra, junta.jouleUnidade de trabalho ou energia, igual a 10.000 ergs. O termo advém de James Prescott Joule, físico inglês(1818 - 1899).jubilaçãoAto de jubilar; aposentadoria de professor.jubileuData de aniversário de uma instituição ou estabelecimento.jugal
  • Relativo à região das paredes laterais da cavidade bucal ou bochechas.jugoCanga; dominação; vínculo.jugularNome dado para qualquer estrutura localizada no pescoço; debelar; vencer uma crise ou dificuldade; fazercessar doença ou epidemia.juízoOperação intelectual que consiste em emitir uma apreciação de valor, sentido e discernimento; ato espiritual deestabelecer relação entre idéias, ou entre a percepção e a idéia.julepoSolução açucarada, usada como veículo em poções medicamentosas, notadamente com propriedadescalmantes.juntaNome popular para a articulação óssea (pop.).junteiraDefeito das pernas que se assemelham a um X (pop.).Juramento de HipócratesJuro por Apolo, o médico, por Esculápio, por Higiria e Panacéia e por todos os deuses e deusas que, de acordocom minhas habilidades e meu julgamento, cumprirei o seguinte juramento e compromisso: considerar aqueleque me ensinou esta arte tão caro quantojustaDo lat. juxta, próximo, ao lado de (justaposto).justa-articularPróximo à articulação; justarticular.juventudePeríodo etário que vai da infância à idade viril.
  • kala-azarLeishmaniose visceral, donovanose, produzida pela Leishmania donovani. Provoca esplenomegalia,hepatomegalia, febre, ascite e anemia. É transmitida por insetos hematófagos (Phlebotomus argen-tipes).kalioV. calio.kiloV. quilo.Koch, bacilo deBactéria causadora da tuberculose; Mycobacterium tuberculosis. O termo advém de Robert Koch,bacterio-logista alemão (1843?1910).lSímbolo do litro.L+Símbolo para limite morte, quantidade mínima de toxina que, misturada a uma unidade de antitoxina, causa amorte do animal dentro do prazo em que a toxina mata.labializarPronunciar com os lábios; tornar labial.labidômetroInstrumento em forma de pinça destinado a medir a cabeça fetal; labímetro.lábilInstável, frágil; mutável, transitório.lábioCada uma das dobras da pele, e que fecham a abertura da boca. Distintos em superior e inferior, sãocutâneomucosas, servem à apreensão de alimentos e à articulação das palavras ou sílabas labiais.lábio leporinoMalformação congênita por fechamento incompleto da fenda bucal embrionária.labiomanciaArte de ler nos lábios; compreensão da fala mediante a observação dos movimentos dos lábios.labirintiteInflamação do labirinto.labirintoSistema de intercomunicações múltiplas; ouvido médio, constituído pelo labirinto ósseo (série de cavidades naporção pétrea do osso temporal) e pelo labirinto membranoso (conjunto de sacos e canais membranosos,intercomunicantes, de cavidades ósseas).labium majus pudendiGrandes lábios.labium minus pudendiPequenos lábios.laborterapiaMétodo psicoterápico em que se usa o trabalho - principalmente manual - para afastar os malefícios dadesocupação e da ociosidade; ergoterapia; praxiterapia.labroOrla; borda; margem; lábio.labroDo gr. lábros, voraz (labrócito).laca
  • Resina vermelha extraída de várias plantas; goma-laca.lacagemHemólise das hemácias em água destilada; o termo advém do inglês "lake".lacerarDilacerar; rasgar; romper.lacíniaDobra; lâmina.lactaçãoSecreção de leite pelas glândulas mamárias.lactânciaPeríodo de vida em que a criança mama.lactanteQue dá ou produz leite.lactenteQue mama ou recebe leite.láctico, ácidoLíquido incolor, azedo, produzido pela ação do Lactobacillus acidophilus (bactéria) sobre o açúcar do leite. Oácido láctico se forma também durante a atividade muscular e é proveniente, nesse caso, da degradação daglicose.lactíferoQue conduz leite; que produz leite.lactífugoQue faz estancar a produção de leite.lactoDo lat. lacte, leite (lactose, prolactina, lactagogo).lactoflavinaVitamina B2; riboflavina.lactoseAçúcar do leite; após degradação, forma glicose e galactose.lacunaFalha; depressão; fenda.lacunarQue tem lacunas; falhas ou orifícios.lacunar, tecidoTecido de tipo esponjoso.ladrasLarvas de Taenia solium.lagenaVaso de barro com asas.lagenaDo lat. lagena, garrafa, ou gr. lágynos (lageniforme).lageniformeSemelhante à garrafa.lagnia
  • Do gr. lagneio, libertinagem, excitação (urolagnia).lagnoseDesejo sexual exagerado; ninfomania.lagoDo gr. lagós, lebre (lagoquilia, lagoftalmia).lagoftalmoAlteração em que o olho não pode ser completamente fechado, devido à paralisia do orbicular das pálpebras.lagoquiliaLábio leporino ou fendido.lagostomiaLábio leporino.lágrimaSecreção das glândulas lacrimais, destinada a lubrificar o globo ocular, espalhada, repetidamente, pelaspálpebras, sobre a superfície externa.lagunaFosseta; pequena cavidade.lalaçãoBalbuciação de crianças quando começam a falar. É a fase pré-lingüística da criança.laliatriaEstudo e tratamento das desordens da palavra; foniatria.laloTermo que indica fala ou falar.laloDo gr. laléo, falar, tagarelar (ecolalia, lalomania).lalofobiaMedo mórbido de falar, geralmente devido à gagueira.lamaDepósito de matéria orgânica decomposta ou em decomposição nos baixios e fundos dos mares; sacerdotebudista.lamarckismoDoutrina evolucionista do naturalista francês Jean Baptiste Pierre Antoine de Lamarck (1744-1829), que sustentaa transmissão hereditária dos caracteres adquiridos por ação do ambiente.lambdaUndécima letra do alfabeto grego, ou L; ponto na região da fontanela posterior onde se unem as suturas sagital elamblóide.lambdaNome da letra l no abecedário grego (lambdacismo).lamelaLâmina pequena; membrana delgada.lameliDo lat. lamella, pequena lâmina (lameliforme).lâminaChapa delgada de metal ou outro material; fragmento chato e delgado de qualquer substância; pequena placa devidro que serve de porta-objeto em microscopia.lamínula
  • Pequena lâmina que se põe sobre preparações microscópicas em lâminas, para uniformizar a superfície ópticada preparação.lamproDo gr. lamprós, brilhante, claro (lamprofonia).lancetaBisturi; instrumento de dois gumes para escarificações, etc. .lancinantePungente; cruciante; que se parece com penetração de lança.lancinarFazer sentir por meio de picada.lânguidoDebilitado; fraco; débil.lanugemPêlos finos do corpo do feto; pêlos finos encontrados em certas partes do corpo; pêlos que às vezes precedem oaparecimento da barba.lanugoLanugem.lapácticoEvacuante; purgativo.laparoTermo que se relaciona à parede abdominal.laparoDo gr. láparon, flanco (laparotomia).laparoscopiaExame da cavidade abdominal por meio de laporoscópio.laparostomiaProcesso que consiste em, após intervenção cirúrgica abdominal, deixar aberta, intencionalmente, a paredeabdominal, pelos seus aspectos anterior e laterais.laparotomiaQualquer ato cirúrgico em que se abra a cavidade abdominal.laparotomia exploradoraAbertura da cavidade abdominal para verificar alterações de vísceras, não diagnosticadas por recursos clínicos.lapsoQueda; ptose; falha.lapsus linguaeEmprego de uma palavra em lugar de outra, na conversação.laqueaçãoAção de amarrar um fio ao redor de um vaso sangüíneo, a fim de impedir a circulação de sangue através dele,ou a sua saída através das extremidades cortadas.lardáceoQue tem aspecto gorduroso ou de toucinho.lardoToucinho; gordura de porco.lardoDo lat. lardum, toucinho (lardáceo, lardose).
  • laringeÓrgão cavitário, musculocartilaginoso, entre a traquéia e a base da língua.laringiteInflamação da laringe.larinoDo gr. larinos, graxa (larinóide).larvaPrimeiro estádio de vida dos insetos.larva migransErupção cutânea conseqüente a um ciclo errático da larva do ancilóstomo, em que a larva permanece no localda pele, onde penetra e ali vai passeando em rotas irregulares, e ao mesmo tempo provoca erupção congestivae pruriginosa, sob a forma de cordões selarvadoOculto; insidioso; disfarçado.larvicidaQue destrói larvas.larvífagoQue come larvas; o termo se aplica a animais de vida aquática, particularmente peixes que comem larvas demosquitos. Das espécies mais ativas contam-se os poecilídeos ou barrigudinhos, abundantes em águas paradasou em riachos de volume pequeno e lento delaserSigla de "Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation": dispositivo que produz feixe de luzmonocromática, capaz de fornecer calor intenso em foco mínimo.lassidãoCansaço; falta de força ou energia.lassoFrouxo; mole.latejarPulsar; palpitar (o coração).latênciaPeríodo silencioso entre o estímulo e a resposta; fase da doença infecciosa entre a penetração do germe e oaparecimento dos sinais de sua atividade no organismo; incubação.latenteEscondido; oculto; não-manifesto.laterícioSemelhante à cor vermelha do tijolo.látexEmulsão resinosa de natureza vegetal, tendo apenas o aspecto lácteo, mas de composição química diversa dado leite, cujos componentes mais importantes são resinas e borracha.laticínioPreparação em que o leite constitui o principal elemento, usado para alimentação.latirismoIntoxicação por plantas do gênero Lathyrus, que produzem paraplegia espástica, com tremores, principalmentenas pernas.latiroDo lat. Lathyrus, gên. de leguminosas (latirismo).
  • latriaDo gr. latreía, culto, adoração (autolatria, iconolatria).latrodectismoAlterações conseqüentes à picada da aranha Latrodectus moctans, com fenômenos neurotóxicos.laudânicoNarcótico; soporífero.láudanoNome genérico de forma farmacêutica da tintura de ópio.laudávelLouvável.lavadoLimpo com água.lavado gástricoIntrodução de líquido no estômago, a fim de obter material para exame de laboratório.lavagemIrrigação de cavidade orgânica para retirada de líquidos, secreções, ou para introdução de substânciasmedicamentosas dissolvidas ou suspensas no líquido de lavagem. A lavagem pressupõe sempre abundância delíquido a introduzir na cavidade.laxanteDiz-se de substância que produz evacuação de fezes moles, sem dor e sem irritação intestinal; purgante suave;laxativo.laxarTornar frouxo; purgar.lazarentoQue apresenta lepra ou sarna (em geral se refere a animais domésticos); chaguento.lázaroLeproso; lazarento; o termo advém de Lázaro, o homem coberto de úlceras da parábola do evangelho de S.Lucas.lecitinaLipídio complexo, encontrado em vários tecidos do organismo, particularmente no tecido nervoso.lecitoDo gr. lékythos, gema de ovo (oligolécito).Lei antitrusteSegundo o Ministério da Saúde, regra de direito destinada a evitar que várias empresas se associem e, assim,passem a constituir uma única, acarretando o monopólio de produtos e/ou de mercado.leishmaniaGênero de protozoários, parasitos do homem e dos animais, causador da leishmaniose.leishmanioseMoléstia infecciosa transmissível, da qual se conhecem o tipo cutâneo ou oriental (Botão do Oriente; Uta, noPeru; Úlcera de los chicleros, no México) e o tipo cutaneomucoso, ou americano (Úlcera de Bauru; Espúndia, noPeru), ambos determinados por tripanleiteProduto de secreção da glândula mamária, constituindo alimento completo, capaz de nutrir o lactente até odesenvolvimento satisfatório.leitelhoLeite acidificado, sem manteiga, obtido por fermentação natural ou artificial. Para os pediatras, o leitelho é um
  • leite cru, ao qual se adiciona fermento láctico, açúcar, farinha de trigo ou maisena.lemaDo gr. lémma, bainha, casca (neurilema, sarcolema).lemoDo gr. loimós, peste (lemologia).lêndeaOvo de piolho (Pediculus capitis).lenitivoCalmante, sedativo.lentePeça de vidro côncavo, côncavo-convexo, que aumenta ou reduz as dimensões aparentes das imagens.lente aplanáticaLente que corrige aberrações de esfericidade.lente bifocalÓculos.lentículaPequena lente.lentigemPequena pigmentação ou mancha da pele; sarda; pequeno nevo; lentigo.lentiteInflamação do cristalino.leoDo gr. laiós, situado à esquerda (leotropismo); - do gr. léon, léontos, leão (leontíase, leonino).leotrópicoQue se dirige da direita para a esquerda.lepi, lepidoDo gr. lepis, lepidos, escama (lepidoma).lepidóideQue apresenta aspecto ou forma de escama.lepidoseErupção escamosa.lepoDo lat. lepus, lebre (leporino); - do gr. lépo, descamar, descascar (lepotricose).leporinoRelativo à lebre.lepraInfecção pelo bacilo da lepra, Mycobacterium leprae. Provoca lesões granulomatosas na pele, mucosa e nervosperiféricos. A lepra é também conhecida pelas seguintes denominações: elefantíase dos gregos, morféia, mal deHansen, mal-bruto, mal-de-fígado, malleprideManifestação cutânea da lepra.leprolinaExtrato de leproma, usado na terapêutica e diagnóstico da lepra.leproma
  • Nódulo cutâneo da lepra.leptoTermo que indica fino, delgado, tênue.leptoDo gr. leptós, delgado, estreito, delicado, afinado (leptodáctilo, timolépti-co, neuroléptico).lereseLoquacidade da demência senil, ou dos insanos.lesãoAlteração patológica de qualquer órgão ou tecido; alteração na estrutura ou na atividade funcional de um órgãoou tecido, determinada por doença ou traumatismo.lesbianismoSafismo; homossexualidade feminina. O termo advém de Lesbos, ilha onde nasceu Safo, a poetisa grega deversos amorosos e românticos.lesoFerido; contuso; lerdo; preguiçoso (pop.).letalRelativo à morte; mortal.letal, doseTermo usado em experimentação terapêutica animal, que significa a dose que, em determinado tempo, provocaa morte de determinado percentual de animais, como DL50 (cinqüenta por cento) ou DL90 (noventa por cento).letal, êxitoMorte.letalidadeMortalidade; conjunto de óbitos.letargiaEstado soporífero de indiferença; sonolência; modorra; sono artificial provocado por meio de sugestão (hipnose)ou medicamento (narcose).letargoTorpor; estado dormente; sono; apatia.letivoRelativo aos trabalhos escolares.letodo gr. léthe, esquecimento (letargia, letologia); - do lat. lethum, morte (letal).leucemiaDoença caracterizada por leucocitose, presença no sangue periférico de células sangüíneas embrionárias,aumento de órgãos linfóides (gânglios, tonsilas, baço), da atividade da medula óssea, anemia progressiva,hemorragias e fraqueza.leucoTermo que indica branco.leucoDo gr. leukós, branco, brilhante, claro (leucócito, leucorréia).leucoblastoLeucócito embrionário, imaturo.leucócitoGlóbulo branco do sangue.
  • leucocitomaMassa tumoral constituída de leucócitos.leucocitoseAumento do número de leucócitos do sangue, acima do normal.leucodermiaBranqueamento anormal da pele, em placas ou manchas brancas; ausência congênita de pigmentação; vitiligem;vitiligo.leuconiquiaPontos brancos, estrias brancas ou embranquecimento total da unha.leucopeniaDiminuição do número dos glóbulos brancos do sangue, abaixo do normal.leucoplaquiaZonas ou placas espessadas na pele ou mucosas, devido à hipercera-tose ou hiperplasia cutânea; quando navulva chama-se craurose; leucoplasia.leucorragiaHemorragia dos vasos linfáticos; leucorréia excessiva.leucorréiaCorrimento vaginal simples; flores brancas (pop.).leucotricoseBrancura dos cabelos.lêvedoDesignação genérica de certos fungos unicelulares da família das sacaromicetáceas, agentes de fermentação,empre-gados na preparação de bebidas alcóolicas não-destiladas e na panificação; alguns lêvedos sãopatogênicos para o homem, porém outros são úteislevigaçãoAto de reduzir a pó por meio de água, e separação das camadas de pó por meio de decantação.levitaçãoSensação alucinatória de flutuação aérea ou espiritual.levoTermo que indica esquerdo, ou posição à esquerda de órgãos ou membros.levoDo lat. laevus, esquerdo (lefógiro, levodução).levocinesiaEmprego habitual da mão esquerda na atividade motora.levógiroQue desvia o plano de polarização da luz para a esquerda.levurideDermatite escamosa crônica provocada por lêvedos.lexiaDo gr. léxis, dição, leitura (dislexia).libaçãoAto de beber; bebedeira.libidoEnergia psíquica em geral; desejo sexual; energia instintiva.libra
  • Medida de peso, equivalente a 453g.licantropiaForma de delírio em que o paciente crê ter-se transformado em lobo, como lobisomem.licoDo gr. lykos, lobo (licantropia).licorLíquido; solução; líquido alcoólico aromatizado e doce.lienDo lat. liene, baço (lienomalacia).lienoTermo relativo ao baço.ligaCombinação de dois ou mais metais; mistura.ligamentoFeixe de tecido fibroso forte que liga os ossos, que formam uma articulação. Pode ter a forma de tendões ou defeixes achatados.lígneoQue apresenta aspecto de madeira; lenhoso.limboOrla; fímbria; debrum; limite saliente.limiarPonto em que um fenômeno aparece ou desaparece; estado ou limite de concentração de uma substância noorganismo.limoseFome excessiva ou anormal.limoterapiaTratamento da obesidade pela restrição alimentar.linearReferente à linha; em forma ou em direção de uma linha.linfaLíquido transparente ou opalino de sabor salgado, de composição semelhante à do plasma sangüíneo, contidonos vasos linfáticos. A linfa é proveniente do sangue.linfadeniteInflamação de gânglios linfáticos.linfangiectasiaDilatação anormal dos vasos linfáticos, como ocorre na filaríase.linfangiteInflamação de um vaso linfático.linfáticoRelativo ao sistema drenador de linfa; que contém linfa; que apresenta temperamento fleumático.linfatismoTumefação de todo o tecido linfático do organismo (gânglios, amígdalas, etc.).linfócitoTipo de glóbulo branco agranulado do sangue, que se origina em células indiferenciadas da medula óssea, istoé, célula pequena com núcleo grande e pouco citoplasma.
  • linfocitopeniaQuantidade de linfócitos no sangue abaixo do normal.linfocitoseAumento anormal do número de linfócitos em qualquer líquido do organismo, inclusive no sangue.linfotaxiaCapacidade de atrair ou repelir linfócitos.línguaÓrgão musculoso, na boca, que serve para gustação, deglutição e articulação da palavra.linguagemConjunto de palavras para expressar os pensamentos e atos; expressão do pensamento por meio de palavras.língulaEstrutura em forma de pequena língua.linhaEstria; sulco; fio; direção; sinal.linhaçaFruto do linho; semente de linho; óleo de linhaça.linhagemSérie genealógica que resulta na formação de uma raça.linimentoMedicamento para aplicação local em suaves fricções sobre a pele, cuja atividade está relacionada com oaumento da circulação local. É veiculado por óleos, álcool ou essências.linosePneumoconiose devido à deposição de fragmentos de linho nos pulmões.lioTermo que indica liso.lioDo gr. leîos, liso (liastenia, lienteria); - do gr. lyo, dissolver, desligar, desagregar (liofilizar).liócomoQue tem cabelos lisos.liofilizaçãoProcesso de conservação de substâncias por congelamento súbito e imediata desidratação no vácuo.liófiloQue apresenta afinidade para uma solução; que mostra intensa afinidade entre um colóide e o líquido em queestá disperso.liófoboQue não tem afinidade para a água; relativo a sistema coloidal com tendência a dispersar-se em ambiente seco.lipedemaAcúmulo anormal de gordura no tecido subcutâneo.lipemiaQuantidade de lipídios existentes no sangue; lipidemia.lipídioGrupo heterogêneo de substâncias caracterizadas por insolubilidade em água e solubilidade em solventesgordurosos; quimicamente são ésteres ou capazes de formar ésteres.lipidograma
  • Gráfico da taxa de lipídios no sangue.lipoTermo que indica relação com gordura.lipoDo gr. lípos, gordura (lípide, lipoma, dislipemia); - do gr. lype, tristeza (lipomania); - do gr. leípo, deixar, cessar,abandonar (lipotimia).lipoclasiaDecomposição de gordura no organismo; lipólise.lipoidosePerturbação no metabolismo dos lipídios; presença de lipídios no interior das células.lipóliseDecomposição ou desintegração da gordura.lipomaTumor de gordura; tumores indolores que se formam no tecido subcutâneo de natureza benigna.lipossolúvelSolúvel nas gorduras.lipotimiaPerda temporária da consciência; tontura; desmaio.lipotriquiaQueda dos cabelos.lipotrópicoQue tem afinidade com as gorduras.lipoxeniaAbandono do hospedeiro pelo seu parasito, numa fase de seu desenvolvimento.lipsoDo gr. leipsó, o que perdeu (lipsotriquia).líquenGrupo de plantas que resultam da simbiose de algas e fungos; dermatose eruptiva (pápula achatada, às vezesumbilicada, brilhante, de coloração róseo-azulada). Essas lesões se acompanham de prurido mais ou menosintenso, porém pode faltar, chamado também dlíquido cefalorraquidianoLiquor; líquido seroso que existe nos ventrículos cerebrais e no canal raquidiano, banhando a parte central dosistema nervoso.lisadoDissolvido por lise; material formado pela lise de células; preparado medicinal obtido a partir de órgão animal,através de digestão artificial.liseAção de uma lisina; destruição de células pela ação de uma lisina; involução gradual dos sintomas de umadoença; queda gradativa da febre.liseDo gr. lysis, dissolução (hemólise, eletrólise).lisozimaEnzima encontrada na saliva, nas lágrimas, na clara de ovo e em certos líquidos do organismo. Tem açãobactericida.lissaHidrofobia; raiva.
  • lissoDo gr. lyssa, raiva (lissofobia, antilíssico); - do gr. lissós, liso (lissencéfalo, lissótrico).listerismoPrincípios e prática de anti-sepsia cirúrgica.litagogoQue expele cálculos.litíaseFormação de cálculos (concreções) nos tecidos ou nos órgãos.litoTermo que indica relação com pedra ou cálculo.litoDo gr. líthos, pedra (rinólito, litólise).litóliseDissolução de cálculos.litopédioFeto calcificado, retido na cavidade abdominal.litotripsiaEsmagamento de cálculos.litureseEliminação de cálculos através da bexiga.litúriaPresença de areia na urina.livedoMancha da pele, de coloração mais ou menos cianótica, após exposição ao frio, em indivíduos com congestãopassiva.lividezPalidez acentuada.livorLividez; palidez.livor mortisLividez cadavérica.LoSímbolo para limite zero, quantidade minima de toxina que, misturada a uma unidade de antitoxina, não causa amorte do animal.loboParte do órgão ou víscera, separado por fendas.lóbuloMenores subdivisões de um órgão.locomotorPertencente à locomoção; que opera locomoção.locomotor, aparelhoConjunto de nervos, músculos, ossos e articulações, servindo à locomoção.lóculoPequeno espaço ou escavação.
  • lofoDo gr. lóphos, crista (lofótrico).lofodontiaDente em forma de crista.lofotriquiaPresença de tufo de cílios ou cabelos em um pólo.logadoDo gr. logades, branco do olho (logadite).logafasiaIncapacidade de exprimir idéias ao falar, por lesão cerebral.logoTermo que indica relação com palavra ou linguagem.logoDo gr. lógos, palavra, discurso, tratado (logorréia, biologia).logoiatriaEstudo e tratamento dos distúrbios da linguagem; foniatria.logopediaTratamento dos defeitos da dicção.logoplegiaIncapacidade parcial ou total de falar; paralisia da dicção.logorréiaAfluxo de palavras, com necessidade irresistível de falar; abundância de palavras; incontinência verbal.lojaCompartimento; cela; átrio; local onde se acomodam partes ou formações.loja renalLocal em que, anatomicamente, se localiza o rim.lombalgiaDor na região lombar.lombarizaçãoEstado em que a primeira vértebra sacra se coalesce com as apófises espinhosas da 5ª vértebra lombar.lomboMúsculos dorsais que ficam situados ao lado da coluna vertebral, sobre os rins, entre o tórax e a bacia; costas.lombrosianoBiótipo com os caracteres, supostamente inatos, dos criminosos. O termo advém de Cesare Lombroso,criminologista italiano (1835-1909) que iniciou os estudos da antropologia criminal ao publicar, em 1874, o livro"Luomo delinqüente" (O homem criminoso). SlongevidadeVida longa.longevoIdoso; que dura muito.longilíneoQue apresenta corpo fino; distância pupilar pequena, nariz afilado e arqueado, maxilar fino e poucodesenvolvido, dentes aproximados, pescoço longo e fino, ombros quadrados e elevados, membros longos, ossoslongos e finos, tronco curto, cintura estreita,
  • longitudinalParalelo ao maior eixo do corpo; colocado ao comprido.loquazQue fala com facilidade.loquiDo lat. loqui, falar (pectoriloquia, dulcíloquo).loquioDo gr. locheios, relativo ao parto (loquiometria).lóquioDescarga vaginal durante alguns dias, após o parto; lochia.lordoseEncurvação da coluna vertebral com convexidade anterior.loxoDo gr. loxós, oblíquo (loxoftalmia, odontoloxia).loxoftalmiaEstrabismo.loxóticoOblíquo; inclinado.luaCio; período catamenial; nervosismo; menstruada; crise de perturbação no equilíbrio psíquico (pop.).lúbricoEscorregadio; sensual; lascivo.lucidezClareza; razão clara.lucípetoQue é atraído pela luz brilhante.lúdicoRelativo a jogo ou divertimento.ludoDo lat. lududs, jogo (ludoterapia).ludoterapiaMétodo de tratamento por meio de jogos ou divertimentos esportivos.luesSífilis.lumbagoAfecção dolorosa que acomete os músculos da região inferior das costas (região lombar), geralmente de origemreumática.lumeLuz; diâmetro da secção transversal de um corpo tubular.lúmenNo sistema internacional, unidade de fluxo luminoso.luminescênciaFenômeno luminoso; grau de luz.luminescente
  • Que se torna luminoso.lunáticoPessoa que sofre de distúrbios mentais. Esta designação está relacionada à idéia de que a loucura erainfluenciada pela lua (pop.).lúnulaA raiz da unha que aparece como mancha branca em forma de meia-lua.lupinoDo lat. lupinus, tremoço (lupinose, lupinotoxina).lupoDo lat. lupus, lobo (lupoma. lupóide).lúpusLesão cutânea destrutiva semelhante à mordida de lobo.lúpus eritematosoDoença do tecido conjuntivo, auto-imune, ubiqüitária, que apresenta sinais gerais (febre, emagrecimento,astenia) e manifestações cutâneas, cardiovasculares, renais, nervosas e articulares, dentre outras.luridezEstado da pele caracterizado por coloração amarelo pálido, na caquexia.lúridoPálido; cor de palha.luteínaPigmento lipocrômico de corpo amarelo, ou da gema de ovo.luteinizanteHormônio gonadotrópico da hipófise.lúteo, corpoMassa amarela do ovário, remanescente do folículo de De Graaf, após a deiscência do óvulo.lutroDo lat. luteus, amarelo (luteinizante).luxUnidade luminosa obtida com o iluminamento de uma superfície de 1m2, recebendo 1 lúmen.luxaçãoLesão da articulação, com deslocamento das extremidades dos ossos do local onde geralmente estãoarticuladas. Além disso, ocorrem também esmagamento dos tecidos vizinhos e rotura dos ligamentos quemantém o osso em seu lugar; deslocamento de um órgão da sluzProdução de fótons de diferentes comprimentos de onda, que impressionam a retina.luzidioNítido; brilhante.luzirBrilhar; irradiar luz; dar luz.
  • m.a.o.Sigla da enzima monoaminoxidase, que age no metabolismo da serotonina, importante fator nos distúrbios dohumor.má-absorçãoDistúrbio metabólico em que há absorção deficiente de alimentos.macaCama de lona para transporte de doentes.macacheiraMandioca (pop).macacoMamífero da ordem dos primatas.macaco, mão deMão simiesca, com atrofia das regiões tenar e hipotenar.macacoaDoença sem gravidade (pop.).maceraçãoAmolecimento dos tecidos por ação de um líquido; extração de princípios ativos de plantas por meio de imersãoem água ou outros líquidos.machUnidade de concentração da emanação de radium; símbolo ME (1 ME = 3,64 x 10-10 curies por litro); com omach mede-se a radioatividade das águas minerais. O termo advém de Ernest Mach, físico austríaco(1838-1916).macicezSom maciço à percussão.macilentoMagro; pálido.maconhaPlanta, Cannabis sativa, dotada de ação entorpecente e que vicia como o ópio.maconhismoVício da maconha; haxicismo.macroTermo para indicar grande, longo.macroDo gr. makrós, grande, alto, profundo, abundante (macrócito, macrocéfalo).macróbioAncião; indivíduo de idade avançada.macrobioseLongevidade.macrobióticaArte de prolongar a vida e de torná-la mais saudável pela observação de determinadas regras de higiene ealimentação; dieta com base em cereais integrais, legumes e frutas secas.macrócitoGlóbulo vermelho do sangue, com diâmetro muito grande. É característico da anemia perniciosa; hemáciagigante.macrodonteQue tem dentes grandes.
  • macrófagoCélulas mononucleares, fagócitas, originadas nos tecidos.macroseAumento de tamanho, como o de órgãos.máculaMancha; nódoa.mácula lúteaPequena zona amarelada, ovular, deprimida no centro, existente na retina e fazendo parte dela.madaroDo gr. madaros, calvo (madarose).madarosePerda das pestanas e sobrancelhas.madenteÚmido; levemente molhado.madornaSono superficial; soneca; modorra.madreÚtero.maduroCompletamente desenvolvido.má-formaçãoAnomalia, basicamente, congênita; malformação.magdaleãoMedicamento enrolado em forma de cilindro.magíricoRelativo à dieta ou arte culinária.magistralRelativo a mestre; relativo a fórmulas farmacêuticas de acordo com a prescrição do médico.magmaPasta; massa fundida ao calor.magnetismoDesignação comum às propriedades características dos campos e das substâncias magnéticas; influênciaexercida por um indivíduo na vontade de outro(s).magnetismo animalForça vital de que são dotados certos indivíduos, e que propicia uma série de fenômenos paranormais, segundoa teoria de Frans A. Mesmer, médico vienense (1733-1815), criador do mesmerismo.magnicidaTipo de indivíduos doutrinários e anarquistas que cometem atentados contra as grandes figuras (reis,presidentes, etc.).magnoGrande; importante; volumoso.magnumGrande osso do carpo.magreira
  • Magreza por causa de doença (pop.).magrezaQualidade de magro; pouco peso; desnutrição.maidismoIntoxicação com milho deteriorado.maieusoDo gr. maíosis, parto ou maía, parteira (maiêutica, maieusofobia).maieusofobiaMedo mórbido de puerpério.maiêuticaProcesso dialético e pedagógico socrático, em que se multiplicam as perguntas a fim de obter, por indução doscasos particulares e concretos, um conceito geral do objeto em questão; arte de partejar (obstetrícia).maisenaPó de milho branco, inchado e dessecado.malacafentoEnfermiço; adoentado (pop.).malaciaAmolecimento de um órgão ou tecido.malacoTermo que indica relação com mole, amolecimento.malacoDo gr. malakós, mole (osteomalacia).malacomaAmolecimento mórbido; parte ou tecido mole.malácticoQue amolece; emoliente.malagmaEmoliente; cataplasma.malarOsso que forma a maçã do rosto.maláriaInfecção produzida por hematozoários do gênero Plasmodium, transmitida por mosquitos, em cujo corpo seprocessa uma fase da vida do parasito; paludismo; impaludismo; febre paludosa; febre palustre; maleita.malarioterapiaAntigo método terapêutico usado antes do advento da penicilina, no tratamento da sífilis, especialmente naparalisia geral, com distúrbios neuropsiquiátricos.malaxarEsmagar, mexendo, para unificar; fazer massagens ortopédicas.maleitaMalária.maleodo lat. malleus, martelo (maleotomia, maléolo).maléoloRegião da articulação tibiotársica.
  • malignidadeQualidade do que é maligno; tendência a progredir.malignoTendente para o mal; de caráter grave.maligno, tumorCâncer.malitagraEczema que apresenta aspecto de favo de mel, isto é, com secreção amarelada de cor de mel.maloDo gr. mallós, pêlo, lã (malacórion); - do lat. malum, maçã (maloplastia, málico).maltusianismoDoutrina do economista inglês Reverendo T. R. Malthus, (1766-1834) de que a produção mundial de alimentossegue um crescimento aritmético, enquanto que o da população é geométrico, devendo resultar, em brevetempo, carência alimentar no mundo, tornando-semamaGlândula mamária; peito.mamadeiraFrasco de vidro, em cujo bocal se adapta uma peça de borracha perfurada, em forma de mamilo, paraadministrar alimentos líquidos por sucção.mamaduraAto de fazer sugar o peito, para alimentar a criança; mamada.mamarSugar o peito; sugar o leite da mama ou da mamadeira.mamectomiaAmputação da mama.mamíferoQue possui mamas.mamiliteInflamação do mamilo.mamiloBico do peito; mamila; mamelão.mamografiaRadiografia da mama.mamujarMamar aos poucos, com interrupções.mancarTornar manco; andar claudicante.manceboQue é jovem; moço.manchaZona de coloração diferente; nódoa; mácula.mancinismoUso predominante ou preferente da mão esquerda; canhotismo; sinistrismo ; mandestrismo.mancoQue apresenta defeito na perna ou claudica da perna.
  • mandalaRepresentação gráfica do "círculo mágico" dos hindus, incluído em um quadrado, interpretado por Carl Jungcomo o "átomo nuclear da personalidade".mandestroQue usa a mão direita.mandíbulaMaxilar inferior; queixo.mandrilHaste para ser introduzida nas agulhas de injeção ou catéteres, para que fiquem inflexíveis, desobstruí-los ouevitar seu entupimento.manducaçãoAto de manducar; mastigação de alimento.manducarComer; petiscar.maneirismoGestos e expressões peculiares do indivíduo com movimentos estereotipados, podendo representar umasintomatologia psicopatológica quando rebuscados ou artificiais ao momento.manetaQue apresenta falta de um braço ou mão.manganismoIntoxicação em indivíduos que trabalham com manganês.manguitoFaixa de pano para provocar estase dos vasos do braço, no aparelho de pressão, ou para punção venosa;retalho de pele e tecido conjuntivo dissecado pelo cirurgião, a fim de cobrir a extremidade do coto de membroamputado.maniaDesordem mental caracterizada por preocupação excessiva com algum fato, objeto ou pessoa que perturba ouameaça a vida; preocupação obsessiva.maníacoQue apresenta mania; excêntrico; temperamental.manicômioHospital para tratamento de doentes mentais.manicuroAquele que se dedica ao tratamento das mãos ou das unhas das mãos.manigrafiaDescrição das várias formas de insanidade mental.manilúvioBanho das mãos em solução quente (iodada, sinapizada) para obter efeito revulsivo.maninhoInfecundo; estéril.manipulaçãoTrabalho com as mãos; preparação de formulas farmacêuticas da farmácia galênica.manoFilho dos mesmos pais; irmão.mano
  • Do gr. manós, raro, pouco denso (manômetro).manobraEmprego das mãos nas intervenções cirúrgicas.manômetroInstrumento para medição de pressão ou tensão de líquidos ou gases.manqueiraAto de manquejar; claudicação.manteigaGordura do leite, preparada pela descremação e aglutinação dos glóbulos de gordura.manúbrioParte superior do esterno; apófise do martelo (do ouvido).manzapeBolo de farinha de milho; pênis (pop).mãoExtremidade terminal dos membros superiores, formada de carpo, metacarpo e dedos.marasmoMagreza; enfraquecimento progressivo, geralmente em crianças com alimentação insuficiente ou commá-absorção; indiferença; apatia; falta de atividade; paralisação.marcapassoRitmador; elemento pulsante de um sistema excitável e que toma o passo, isto é, impõe seu ritmo, como omarca-passo do coração.marchaCurso; modo de andar, de caminhar; marcha da doença.marcialRelativo aos compostos de ferro; ferruginoso.márcidoMurcho; frouxo; sem vigor.marfimA parte dura do dente.margarinaÉster glicérico do ácido margárico; gordura extraída de óleos e do tecido adiposo de animais; manteiga artificial,feita com óleos vegetais e gorduras animais.marginaçãoAderência dos leucócitos às paredes vasculares, no início da inflamação.marginalRelativo à margem; indivíduo inadaptado ao meio social, deslocado do ambiente em que vive.margoMargem; borda.maritalRelativo a marido ou casamento; conjugal.mariticídioAto de mulher que mata o marido.marsupialQue tem forma de bolsa; mamífero possuidor de bolsa para conter os filhotes.
  • mascaladeniteInflamação de gânglios axilares.mascalefidroseSudação excessiva na região axilar.mascaliatriaMedicamento para aplicação por meio de fricção na região axilar.mascarMastigar sem engolir.mascavoNão refinado; bruto; impuro.maserSigla de "Microwave Amplification by Stimulated Emission of Radiation": dispositivo que produz radiaçãomonocromática muito intensa.maseseDo gr. másesis, mastigação (dismasesia).masoquismoPerversão sexual em que tratamento cruel em si próprio proporciona prazer; auto-sadismo; o termo advém deLeopold Von SacherMasoch, (1836-1895), novelista austríaco que escreveu várias obras ressaltando o prazersexual através do sofrimento.massaCorpo constituído de partículas em coesão.massa específicaMedida de massa da unidade de volume num corpo.massa molecularSoma das massas atômicas dos átomos que constituem uma molécula.massagemProcesso terapêutico, manual ou instrumental, que consiste em friccionar, amassar, alisar as partes da superfíciedo corpo com a finalidade de modificar a circulação local, melhorar os movimentos, etc. .masseterMúsculo da face, que levanta o maxilar interior para a mastigação.massoterapiaTratamento por meio de massagens.mastalgiaDor na mama; mastodinia.mastauxeAumento de volume da glândula mamária.mastigaçãoFragmentação e trituração dos alimentos na boca, aumentando-lhes a superfície, para a ação dos sucosgástricos.mastiteInflamação da glândula mamária.mastoDo gr. mastós, mama (mastite, mastóide).mastocitoseUrticária pigmentosa.
  • mastodiniaDor na mama; mastalgia.mastóideApófise situada no rochedo do osso temporal.mastóideoRelativo à mastóide.mastologiaEstudo da glândula mamária.mastopatiaDoença da glândula mamária.masturbaçãoAto de masturbar; fricção do pênis ou do clitóris para obter prazer sexual.maternidadeQualidade de mãe; hospital onde as mulheres dão à luz os seus filhos.matidezQualidade de som obscuro, ou com som maciço ou abafado; sinal físico caracterizado por ausência desonoridade na região percutida; macicez.matoDo lat. mattus, ébrio (matóide).matrazBalão de vidro para trabalhos químicos.matrizÚtero; lugar onde se gera ou se cria alguma coisa.matronismoPrecocidade sexual feminina.maturaçãoAto de maturar; completo desenvolvimento ou evolução.maturidadeIdade madura.matutinoRelativo à manhã; que se manifesta de manhã.maxilarCada um dos ossos onde se implantam os dentes.mazelaFerida; doença crônica; enfermidade.mazodo gr. mazós, mama (mazopexia, mazoplastia).mazocacoteseImplantação defeituosa da placenta.mazóliseDesprendimento ou deslocamento da placenta.meatoQualquer canal ou abertura do organismo de pequena dimensão, como meato urinário, abertura da uretra para oexterior.
  • mecânicaCiência da matéria e das forças.mecanicismoDoutrina que admite que determinado conjunto de fenômenos, ou mesmo toda a natureza, se reduz a umsistema de determinações mecânicas. Afirma-se esta doutrina, sobretudo, por conceber o movimento comodeterminado por lei causal rigorosa, e por negar todomecanismo de defesaOperações psicológicas que "protegem o ego das exigências instintivas". Segundo a psicanálise, e em particularAna Freud, seriam os seguintes os mecanismos de defesa: repressão, regressão, formação reativa, isolamento,anulação, projeção, introjeção, voltmecanoterapiaTratamento por processos mecânicos (massagens, ginástica, etc.).mechaFragmento de gaze introduzido no orifício de abscessos ou aberturas cirúrgicas, para funcionar como dreno eimpedir o fechamento da abertura.mecismoProlongamento anormal de uma ou mais partes do corpo.meco, mecistodo gr. mêkos, mékistos, longitude, grandeza (mecografia), o mais longo (mecistocéfalo).meconDo gr. mékon, cápsula de papoula, ópio (meconina, mecônio).mecônioConteúdo intestinal, de cor azeitona escura, eliminada pelo feto nos primeiros dias de vida; mistura de bílis comdetritos de células, muco e secreções intestinais, também chamado ferrado; variedade de ópio.média aritméticaÉ a soma dos valores ou medidas, dividida pela quantidade destes. Trata-se de uma medida de posição em queas variáveis de um conjunto são tomadas isoladamente e representadas por um valor calculado.medianaÉ um valor situado no centro da distribuição de freqüências, e tem como objetivo encontrar um valor que permitaconter 50% dos dados acima deste valor, e 50% abaixo.mediastinoEspaço na cavidade torácica entre os dois pulmões.mediatoIndireto; que se realiza por intermédio de outra causa.medicaçãoEmprego de um ou de vários medicamentos.medicamentoSubstância que se emprega com a finalidade de prevenir ou tratar uma doença.medicamento externoO que é aplicado sobre a superfície corpórea.medicamento internoAquele que é ingerido pela boca.medicamento magistralAquele que é preparado de acordo com a formulação do médico.medicamento oficinalO que já se encontra preparado nas farmácias.
  • medicamentos de dispensação em caráter excepcionalSegundo o Ministério da Saúde, medicamentos utilizados em doenças raras, geralmente de custo elevado, cujadispensação atende a casos específicos.medicamentos de interesse em saúde públicaSegundo o Ministério da Saúde, são aqueles utilizados no controle de doenças que, em determinadacomunidade, têm magnitude, transcendência ou vulnerabilidade relevante e cuja estratégia básica de combate éo tratamento dos doentes.medicamentos de uso contínuoSegundo o Ministério da Saúde, são aqueles empregados no tratamento de doenças crônicas e/oudegenerativas, utilizados continuamente.medicamentos de venda livreSegundo o Ministério da Saúde, são aqueles cuja dispensação não requer autorização, ou seja, receita expedidapor profissional.medicamentos essenciaisSegundo o Ministério da Saúde, são os medicamentos considerados básicos e indispensáveis para atender amaioria dos problemas de saúde da população.medicamentos genéricosSegundo o Ministério da Saúde, são aqueles que, ao expirar a patente de marca de um produto, sãocomercializados sem nome de marca, de acordo com a denominação oficial (no Brasil, Denominações ComunsBrasileiras ou DCB).medicamentos para a atenção básicaSegundo o Ministério da Saúde, produtos necessários à prestação do elenco de ações e procedimentoscompreendidos na atenção básica de saúde.medicamentos tarjadosSegundo o Ministério da Saúde, são os medicamentos cujo uso requer a prescrição do médico ou dentista e queapresentam, em sua embalagem, tarja (vermelha ou preta) indicativa desta necessidade.medicastroCharlatão; curandeiro; médico incompetente.MedicinaArte e ciência de diagnosticar as doenças, preveni-las e tratá-las.medicina esportiva/medicina desportivaMedicina que se dedica a cuidar dos atletas, desde a sua formação e condicionamento físico até à assistência erecuperação de traumatismos resultantes de jogos e competições.médicoReferente à Medicina; aquele que exerce legalmente a Medicina.medoReposta emocional desencadeada por um perigo externo, real e objetivo, que se diferencia de ansiedade e deangústia.medrarCrescer; fazer progredir; desenvolver.medulaSubstância contida na cavidade dos ossos longos ou nos interstícios dos ossos esponjosos; porção do sistemanervoso dentro do canal vertebral (medula espinhal); parte interna da glândula suprarenal.medula oblongataBulbo.meduliteInflamação da medula; a inflamação da medula óssea é denominada osteomielite, e da medula espinhal, mielite.medusaUma das três mulheres da mitologia grega que transformava em pedra a cabeça de quem as olhava, e cujos
  • cabelos eram serpentes.medusa, cabeça deEstase das veias da parede abdominal, em casos de distúrbio circulatório da veia porta.mefíticoQue exala mau cheiro; infecto.megaTermo que indica grande.mega, megaloDo gr. mégas, megále, grande (megacólon, megaloblasto, cardiomegalia).meia-vida alfaÉ o termo usado no emprego da via venosa e significa o tempo em que 50% da concentração inicial de umfármaco se distribuem pelo organismo; meia-vida de distribuição.meia-vida betaRefere-se ao tempo em que a concentração plasmática estável de um fármaco diminui em 50%, devido à suaeliminação do organismo; é um termo empregado apenas na cinética de primeira ordem; meia-vida deeliminaçãomeioAmbiente em torno, com o que existe nele.meioV. mio.meio de cultivoComposição apropriada ao crescimento de germes.meio internoConjunto constituído por sangue, linfa e líquidos intersticiais.meio socialOrganização social de um povo.Meissner, plexo deCamada de fibrilas nervosas da submucosa do trato digestivo, um dos responsáveis pela motilidadegastrintestinal. O termo advém de Georg Meissner, fisiologista alemão (1829-1905).melLíquido adocicado preparado pelas abelhas, particularmente pela Apis mellifica, constituído de levulose eglicose, usado como alimento.melaçoLíquido xaroposo, rico de glicose, que resta da cristalização do xarope de sacarose na fabricação do açúcar.meladoXarope de açúcar bruto, rico de glicose e que por isso dificilmente cristaliza.melagraDores musculares nas extremidades.melancoliaPsicose caracterizada por depressão intensa, inibição, angústia, insônia, idéias de suicídio, sintomatologia estaque se manifesta por crises. Para Freud, resultaria de vitória absoluta do superego sobre o ego, levando-o àauto-anulação.melancolia involutivaSíndrome caracterizada por crises de melancolia que sobrevêm ao curso da idade pré-senil ou, maisexatamente, no climatério.melanêmese
  • Vômito negro.melaninaPigmento negro que dá a cor dos olhos, da pele, dos cabelos, e aparece em certos tumores.melanoDo gr. mélas, melaine, negro, sombrio (melanina, melancolia, melenêmese).melanoblastoCélula epitelial que contém grânulos de melanina.melanomaTumor melânico.melanoseDeposição anormal de pigmento; coloração enegrecida de tecido.melanúriaEliminação de urina escura.melasmaMancha cutânea enegrecida devido à pigmentação exagerada da pele.melasma da gravidezColoração escura da pele no decurso da gravidez.melenaEvacuação de fezes com sangue, de coloração escura; sinal de hemorragia no estômago ou na porção alta dointestino.melenaV. melano.meli, melissoDo lat. mel, mellis, mel, ou do gr. mélissa, abelha, mel, poeta (melífero, melissofobia, melito).melitoMedicamento veiculado no mel.meloDo gr. mélos, membro (focomelia, micromelia, meloplegia); - do gr. mélos, canto, melodia (melomania); - do gr.mêlon, maçã (meloplastia).melodídimoIndivíduo com um ou mais membros acessórios.melodiomaniaPsicose com marcada devoção à música.melômeloIndivíduo com um membro acessório rudimentar, preso a outro membro.meloncoseTumor da face ou bochecha.melosalgiaDor nos membros.meloseExploração por meio de sonda.membranaCamada delgada que cobre ou envolve uma célula, um órgão, ou divide um espaço.memória
  • Faculdade de lembrar ou recordar.menacmePeríodo máximo da atividade menstrual; período de vida da mulher caracterizado por atividade menstrual.menalgiaMenstruação dolorosa; dismenorréia.menarcaMenstruação inicial; primeiro fluxo sangüíneo da menina.mendacidadeTendência para a mentira.mendazQue mente; mentiroso.mendelismoPrincípio da hereditariedade baseado na segregação particular e independente dos fatores ou elementos daherança, contido nas chamadas Leis de Mendel. O termo advém de Gregor Johann Mendel, monge e botânicoaustríaco (1822-1884).meningeMembrana que envolve e protege o encéfalo e a medula espinhal.meningiteInflamação das meninges.meningoDo gr. ménigges, membranas do cérebro (meningite).meningoseLigação de ossos entre si por meio de membranas.meningúriaEliminação de urina com pseudomembranas.meniscoFibrocartilagem de uma articulação em forma de meia-lua.menisqueseRetenção ou suspensão das menstruações.menoTermo que indica relação com mês.menoDo gr. mén, menós, mês (menarca, amenorréia).menopausaCessação fisiológica da menstruação, acompanhada de sinais e sintomas, tais como calores, angústia,perturbações cardíacas, prurido e secura vaginais e outros.menorragiaHemorragia uterina excessiva, durante o período menstrual; hipermenorréia.menorréiaFluxo menstrual normal.menstruaçãoDescarga sangüínea do útero, no período da maturação sexual, desde a menarca à menopausa. Geralmentedura de três a seis dias e aparece de 28/28 dias.menstruação vicarianteDescarga sangüínea na época da menstruação em outro local que não o útero, concomitante a esta ou na sua
  • ausência.mênstruoLíquido sanguinolento da menstruação.mentagraDoença parasitária dos pêlos da barba.menteInteligência; espírito; entendimento.mentecaptoQue não usa a mente; idiota; alienado.mentoQueixo.mentulaPênis.mentulagraPriapismo doloroso.mentulomaniaMasturbação.mentulosoQue possui pênis volumoso.mEqAbreviação de miliequivalente; peso molecular em mg, dividido pela valência/peso atômico.meralgiaDor na coxa; coxalgia.meralopiaApagamento da visão com aparecimento de um halo brilhante em torno das imagens.mericismoVolta à boca de alimentos ingeridos, comum nas crianças que ingerem excessos de alimentos. Nos ruminantes éuma fase preparatória para a semidigestão (ensilagem) dos alimentos ingeridos.merismoRepetição de partes em um organismo; segmento do corpo formando um conjunto de partes.Merkel, corpúsculos deCorpúsculos táteis, da submucosa da língua e da boca. O termo advém de Friedrich Siegsmund Merkel,anatomista alemão (1845-1919).meroDo gr. merós, coxa (meralgia); - do gr. méros, parte, porção (merozoito, merotomia, miômero).merosmiaSensação incompleta de cheiros; distúrbio em que certos cheiros não são sentidos.merotropiaAtividade de germes para certos segmentos do corpo.merozoítaCada um dos segmentos embrionários dos esquizontes dos protozoários, na sua fase de reprodução.mescalinaAlcalóide do mescal, peiote, ou cactus mexicano, com propriedades alucinogênicas; Lepophora williamsii ouAnhalonium lewinii era usado pelos indígenas mexicanos para produzir êxtases e visões, muito antes dachegada de Cortez ao México. Esta "carne dos de
  • mesencéfaloParte média das três divisões primitivas do tubo neural embrionário; forma os corpos quadrigêmeos, tegmento,pilares do cérebro e aqueduto cerebral.mesênquimaTecido conjuntivo embrionário; parte do mesoderma que formará o tecido conjuntivo do organismo, os vasossangüíneos e linfáticos; é responsável pelas funções tróficas e mecânicas, com difusão dos líquidosembrionários.mesentérioFolha do peritônio que recobre os intestinos e a parede da cavidade abdominal.mésionPlano que divide o corpo em duas partes simétricas, direita e esquerda.mesmerismoAntigo método terapêutico com emprego do "magnetismo animal" e do qual se originou a psicoterapia. O termoadvém de Frans A. Mesmer, médico vienense (1733-1815).mesoDo gr. mésos, meio (mesoderma, mesarterite, mesentéreo).mesodermaCamada do embrião entre o ectoderma e o endoderma, e que produz o tecido conjuntivo, músculos, aparelhourogenital, aparelho vascular, ossos e cartilagens, pericárdio, peritônio, rins.mesologiaEstudo das relações entre o ser vivo e seu meio ambiente; ecologia.mesotélioCamada de células derivadas do mesoderma; forma a camada de células escamosas do epitélio do adulto e querecobre a superfície das serosas.messalinaMulher sensual e de atos promíscuos; o termo advém do nome da mulher de Cláudio, imperador romano.messianismoConduta em que o indivíduo tem a convicção de exercer papel importante em benefício da humanidade,geralmente acompanhado de delírio profético.metaDo gr. metá, no meio de, além de, depois de, transformação (metatarso, metemoglobina, metamorfose).metabolismoTermo geral aplicado aos processos químicos e energéticos que ocorrem nas células do organismo vivo,constituindo a base das atividades vitais. O metabolismo abrange duas etapas: no catabolismo, nas células, osprodutos finais da digestão sofrem combustãometabolismo basalConstitui o conjunto de trocas energéticas necessárias para manutenção dos processos vitais.metabolismo de primeira passagemEsta degradação se inicia quando todo fármaco administrado via oral é absorvido no trato gastrintestinal e,através da circulação porta, vai inicialmente para o fígado, onde é submetido à biotransformação e degradação,podendo ser completamente metabolizametabolismo intermediárioConstitui a soma de todas as reações que fazem parte do anabolismo e do catabolismo.metabólitoSubstância produzida durante o metabolismo.metacarpoParte da mão entre os dedos e o punho.
  • metacroseCapacidade de mudar de cor.metáfaseFase média da cariocinese, em que ocorre o desdobramento longitudinal dos cromossomas na placa equatorial.metâmeroCada um dos segmentos que formam o corpo dos vertebrados.metamorfoseTransformação de um órgão, tecido ou aparência física em outro diferente; fase da evolução dos animais,principalmente invertebrados.metanáliseÉ um processo de combinação de resultados, mediante o qual obtêm-se conclusões sobre a efetividadeterapêutica de um ensaio clínico, e orienta o planejamento de outras investigações; uma análise em paralelo devários estudos sobre certo assunto.metaplasiaTransformação de um tipo de tecido em outro.metástaseProcesso pelo qual uma doença migra para regiões do organismo distantes daquela onde se originou. Essapropagação da doença é devido à migração de células ou de microrganismos patogênicos; tumor secundário,resultante da migração.meteorismoAumento de volume do abdome, com distensão das suas paredes por acúmulo de gases.meteorologiaEstudo dos fenômenos que ocorrem na atmosfera.metoDo gr. méthe, embriaguês (metomania).metopismoPersistência da sutura ou fenda frontal.metra, metroDo gr. métra, útero, vulva (endométrio, metrite, metrorragia); - do gr. métron, medida (psicometria, hematimetria).metralgiaDor no útero.metrauxeAumento de volume do útero; hipertrofia uterina.metreuriseDilatação do colo uterino por meio de balão distensível.metriteInflamação do útero.metrorragiaHemorragia uterina que ocorre no intervalo das menstruações.metrostaxeGotejamento de sangue da cavidade uterina.mezinhaRemédio caseiro; líquido para clister (pop.).mialgiaDor muscular.
  • miasmaEmanação de mau cheiro; considerado pela antiga Medicina como causa de várias doenças endêmicas.miasteniaFraqueza muscular.micçãoAto de urinar; eliminação de urina da bexiga.micelaPartícula orgânica coloidal dispersa em meio líquido; termo proposto anteriormente para a unidade estrutural dascélulas.micélioCorpo vegetativo dos cogumelos, composto de massa de filamentos ou hifas.micetoDo gr. mykes, myketos, fungo (micose, ascomiceto, micetoma).mícideLesões cutâneas provocadas por cogumelos.micoTermo que indica relação com fungo.micoV. miceto.micologiaCiência que estuda os cogumelos.micoseDoença produzida por fungos ou cogumelos.micraPlural de mícron.microTermo que indica pequeno, pequenez.microDo gr. mikrós, pequeno (microcefalia, microscópio).micróbioOrganismo microscópico, animal ou vegetal.micrócitoGlóbulo vermelho do sangue de tamanho menor que o normal.micrógliaTipo de célula da neuróglia; célula globosa, com pequenos prolongamentos no citoplasma. Tem motilidade epoder fagocitário.microlitíaseFormação de cálculos microscópicos.mícronMedida correspondente a um milésimo de milímetro, cujo plural é micra.microniquismoPresença de unha pequena.micrópilaPonto de penetração do espermatozóide no óvulo.
  • microquidiaTestículos anormalmente pequenos.microquiliaLábios extremamente pequenos.microquiriaPequenez anormal da mão.microscópioAparelho que aumenta o tamanho de pequenos objetos ou seres. É composto de um tubo com lentes, montadoem suporte articulado e por onde penetra iluminação, aumentada por sistema de lentes que formam ocondensador e onde objetos são colocados para serem vimicroscópio eletrônicoMicroscópio em que a ampliação é feita por um feixe de raios catódicos que ampliam a figura, em campofluorescente.microsporoseAfecção causada por fungo do gênero Microsporum.microtiaPequenez excessiva da orelha.micrótomoAparelho que corta lâminas extremamente delgadas, usado para exame de tecidos orgânicos.mictéricoRelativo às cavidades nasais.micturiçãoNecessidade de micções freqüentes.micuimLarva de carrapatos.midríaseDilatação da pupila.mielateliaParada de desenvolvimento de medula.mielauxeAumento de tamanho da medula.mielinaCamada que envolve a fibra nervosa, como uma bainha, chamada "bainha de mielina ou membrana deSchwann".mielinizaçãoFormação da bainha de mielina das fibras nervosas.mieliteInflamação da medula espinhal.mieloTermo que indica relação com medula.mieloDo gr. myelós, medula (mielopatia, mielócito).mieloblastoCélula grande, mononuclear, de protoplasma granuloso, de medula óssea que vai transformar-se em mielócitono sangue.
  • mieloceleCanal central da medula; espinha bífida com protusão da medula espinhal.mielócitoCélula da medula óssea, com núcleo vesiculoso, maior do que os leucócitos, mostrando no citoplasmagranulações basófilas, acidófilas ou neutrófilas. Forma o leucócito granuloso do sangue.mielocitosePresença de quantidade exagerada de mielócitos no sangue.mielógenoProduzido na medula óssea.mielografiaRegistro radiográfico do espaço subaracnóideo, sob contraste.mielogramaExame citológico da medula.mielomaTumor da medula óssea, que aparece geralmente em vários ossos ao mesmo tempo.mielomatosePresença de mielomas múltiplos; afecção leucêmica com abundantes mieloblastos no sangue.mielossarcomaSarcoma desenvolvido a partir das células da medula óssea.mientérioCamada muscular da parede do intestino.MIFSigla de determinado tipo de exame de fezes, cuja colheita do material é feita em líquido conservador (compostode formol, mercúrio cromo, glicerina e água), o que permite realizar o exame microscópico das fezes alguns diasdepois de colhidas, até um mês.miiaDo gr. myîa, mosca (miíase, miiodopsia).miíaseDoença produzida pelas larvas de certas moscas.miliequivalenteValor representando o milésimo da valência. Obtém-se dividindo o número de miligramas de um corpo, pelopeso atômico e pela sua valência.miliumPequenos cistos sebáceos do tamanho da cabeça de um alfinete, que surgem principalmente na fronte, nariz,face e genitais.miloTermo que indica relação com molar, mastigação.miloDo gr. mylos, dente molar, mandíbula (milofaríngeo, miloptose).mimeseSimulação de doença.mimetismoEstado apresentado por certos animais ao tomarem a cor ou feitio dos objetos do meio em que vivem.mímicaGesto que procura dar idéia de um ato ou desejo, com movimentos manuais e sem articular palavras.
  • mimoCarícia, cuidados excessivos.mimoDo gr.mîmos, ator, jogral (mímica, mimetismo)mineralocorticóideHormônio do córtex da supra-renal que participa principalmente do metabolismo da água, sódio e potássio.mingauPapa de féculas ou de farinhas.mínguaCarência; insuficiência; pobreza.míngua, morrer àMorrer de inanição.minguarDiminuir; diminuir as dimensões.mioTermo que indica relação com músculo.mio, meioDo gr. mys, myós, músculo, rato (miocárdio, miosite, mioclono); - do gr. meión, diminuir, reduzir (meiose, miose);- do gr. myo, cerrar, silenciar (mio-pia).miocárdioMúsculo do coração.mioespasmoEspasmo de um músculo.mioloMassa encefálica (pop.).miomaTumor benigno, formado somente por fibras musculares; é freqüente no útero.mioneuralQue pertence ao músculo e ao nervo. Terminações nervosas nos músculos.miopiaEstado em que o indivíduo vê melhor de perto do que ao longe.mioplegiaParalisia temporária de músculos voluntários.miopragiaRedução da capacidade funcional de órgãos.mioseDiminuição do diâmetro da pupila; redução à metade dos cromosomas da célula-mãe, em seu processo dematuração, chamado redução dos cromosomas, os quais passam de diplóides a haplóides, e assim admitemherança bilateral.miosinaUma das principais proteínas dos músculos, formando mais da metade da massa muscular. Combina-se com aactina para formar a actinomiosina, responsável pela contratibilidade muscular. Após a morte, coagula e originaa rigidez cadavérica.mióticoQue provoca a contração da pupila.
  • miracídioFase larvária de um trematódeo que penetra no caramujo, onde continua seu desenvolvimento até a fase decercaria.miringeMembrana do tímpano.miringomicoseAfecção da membrana do tímpano provocada por fungos; otomicose.mirme, mirmecoDo gr. myrmex; myrmekos, formiga (mirmestesia, mirmecofagia).mirmestesiaSensação de formigamento; formigueiro.miróleoMedicamento veiculado em essência.mirrarSecar; emagrecer; definhar.misandriaHorror ao homem; aversão mórbida ao sexo masculino; misantropia.misantropiaAversão ao homem ou à sociedade.miscigenaçãoMistura de raças; cruzamento de indivíduos de diferentes raças.miscívelSuscetível de mistura; misturável.misoDo gr. mîsos, ódio (misoginia, misantropia).misofobiaMedo de sujidade ou contaminações.misogamiaAversão mórbida ao casamento.misoginiaAversão às mulheres; perversão do sentido sexual, caracterizado pela aversão de certos homens às relaçõessexuais.misopediaAversão a crianças.mistificarAbusar da credulidade; enganar; iludir; burlar; lograr.misturaCombinação de diferentes medicamentos.mitacismoSubstituição dos sons formados com a letra "M" por outros, na escrita.mitelaFaixa para sustentar o braço.míticoRelativo a mitos; fabuloso.
  • mitificarConverter em mito.mitigarAcalmar; moderar.mitisBrando; benigno; que apresenta fraca virulência.mitoCoisa que não tem realidade; fábula.mitoDo gr. mítos, fio da teia (mitose); - do gr. mythos, fábula (mitomania).mitocôndriaGrânulos alongados encontrados no citoplasma; representa o "aparelho respiratório" da célula.mitofobiaMedo mórbido de mitos ou de não dizer a verdade.mitoseDivisão celular por um processo prévio de divisão nuclear, com disposição da cromatina em filamentos que sesegmenta e se dispõe em aglomerados opostos, com o mesmo número de fragmentos ou cariosomas.mitralQue tem aspecto de mitra (barrete episcopal); válvula que obtura a comunicação auriculoventricular esquerda.mitridatismoResistência adquirida contra tóxicos, usados em doses progressivas. O termo advém de Mitridates, Rei de Ponto- reino da Ásia Menor - que experimentava a toxidez das plantas nos escravos.miúroQue fica cada vez mais fino, como a cauda do rato.miúro, pulsoPulso cada vez mais fraco.mixedemaEdema e degeneração do tecido subcutâneo e conjuntivo, devido à hipofunção da tiróide.mixiaDo gr. míxis, mistura, união (nafimixia)mixoTermo que indica relação com muco.mixoDo gr. myxa, muco (mixedema, mixomatose, gastromixorréia).mixomaTumor formado de tecido mucoso.mixopoeseFormação de muco.mixoscopiaPerversão sexual em que há prazer na visão do ato da cópula de outros indivíduos.mnemoDo gr. mnéme, memória (amnésia, mnêmico, mnemastenia).mnemônicoRelativo à memória.
  • moçarTornar-se púbere; desvirginar.modaEm estatística, o valor em uma curva de variações, e que mostra a freqüência máxima de ocorrência.modorraEstado entre o sono e o despertar.módulo-padrão de suprimentoSegundo o Ministério da Saúde, elenco de medicamentos repassado por um nível de gestão a outro paraabastecer os serviços de saúde compreendidos no sistema estadual ou municipal.mofoCogumelo; bolor.mogiDo gr. mógis, difícil, penoso (mogilalia, mogitocia).mogiartriaDificuldade de articular as palavras.mogifoniaDificuldade de emitir sons.mogigrafiaCâimbra dos indivíduos que escrevem à mão.mogilaliaDificuldade em falar; gaguejo.molAbreviatura de molécula-grama; representa a quantidade de substância cuja massa é igual ao seu pesomolecular, expresso em gramas.molaTumor uterino, formado pela degeneração de óvulo.mola hidatiformeHidátide.molarDente próprio para mastigar; diz-se da solução de uma molécula-grama por litro.molaridadeGrau ou número de moléculas-grama existente numa solução; número de mol por litro de solução.moléculaA menor porção de uma substância capaz de existir em liberdade, que conserva todas as características dessasubstância.moleiraFontanela; espaço membranoso no crânio de recém-nascidos.moléstiaEnfado, aborrecimento; mal-estar, doença.molestoIncômodo; enfadonho.molimeEsforço natural feito para realizar uma função.molime menstrualMenstruação.
  • molismodo gr. mólysmos, poluição, sujidade (molismofobia).moluscoAnimal metazoário, de simetria bilateral, com órgão locomotor muscular, ou pé, quase sempre envolto de umacarapaça secretada pela superfície do corpo ou manto.molusco contagiosoDoença causada por um vírus, Molitor hominis, formando pápulas dolorosas, róseas, localizada na planta dospés e palma das mãos.monasOrganismos unicelulares primários.mondarLimpar; expurgar; purificar.moneraMassa protoplásmica primitiva, sem núcleo, admitida teórica e simbolicamente como a forma original dos seresvivos.mongolismoIdiotia em que o paciente apresenta os caracteres fisionômicos da raça mongol; estado caracterizado pordeformação das pálpebras, que lembra a prega mongólica, normal da raça amarela; doença de Langdon Down;síndrome de Down.moníliaAntiga nomenclatura de um grupo de cogumelos, como a Candida.monoDo gr. mónos, único (monomania, monocriptorquidia).monócitoGlóbulo branco de maior tamanho (nove ou mais micra de diâmetro).monofobiaMedo mórbido de estar só; medo de solidão.monogamiaEstado conjugal em que o indivíduo tem uma só mulher ou fêmea.monotoniaUniformidade de voz; falta de variação.monoxeniaParasitismo em um só hospedeiro.monozigotoDiz-se dos gêmeos que provêm de um mesmo ovo, ao contrário dos dizigotos, que nascem de dois ovosdistintos. Os gêmeos monozigotos têm o mesmo patrimônio hereditário, são do mesmo sexo e apresentamcaracterísticas idênticas, ao contrário dos dizigotos, qumonstrengoDefeituoso; feio.monstroMuito grande; ser com deformidades ou anomalias morfológicas.monte de VênusSaliência da sínfise pubiana feminina, geralmente coberto por pêlos; "mons veneris".morbidadeEstado do que é doente; o seu índice mostra a relação entre o número de casos de uma doença e o númerototal de pessoas da comunidade.
  • mórbidoRelativo à doença.morbiliformeSemelhante a sarampo.morbilliSarampo.morbimortalidadeSegundo o Ministério da Saúde, impacto das doenças e dos óbitos que incidem em uma população.morboDoença; estado patológico; enfermidade.mordazQue morde; picante; satírico.mordenteSubstância ou ações que facilitam a impregnação de matérias corantes ou fixadores, como aquecimento,resfriamento, fenol, óleo de anilina, etc.mordicarMorder levemente; picar; pungir; mordiscar.morféiaLepra.morfinismoVício do uso da morfina; fenômenos determinados pelo abuso de morfina ou opiáceos.morfinomaniaIntoxicação crônica pela morfina.morfoTermo que indica relação com forma.morfoDo gr. morphé, forma (morfologia, ginandromorfo).morfologiaEstudo da descrição da forma ou arranjo dos elementos constitutivos dos seres vivos.morgueNecrotério.moriDo lat. mori, morrer (moribundo); - do lat. mos, moris, costume (morigerar).moriaDemência; distúrbio mental.morioDo gr. mórion, parte, membro (morioplastia).moroDo gr. morós, estúpido, demente (moria, moronismo); - do gr. móron, amora (mórula).morrinhaCheiro desagradável; doença incômoda e resistente (pop.).morsoloPastilha medicamentosa.
  • mortalidadeRelação entre o número de mortos e o de habitantes.mortandadeGrande número de mortes; carnificina.mortificarSuprimir a vitalidade; entorpecer.mórulaEstado embrionário em que há divisão do ovo em trinta e duas células, em forma de amora.mosqueadoQue tem malhas escuras; salpicado; manchado.mossaSinal; depressão por pancada.mostoSumo das uvas antes de acabar a fermentação.motilidadeFaculdade de se mover; capacidade de deslocamento.motilidade intestinalMovimentos peristálticos do intestino; trânsito intestinal.motoneurônioNeurônio motor; neurônio capaz de fazer um músculo entrar em atividade.motor, nervoFibras nervosas do Sistema Nervoso Central através das quais os estímulos atingem os músculos, colocando-osem atividade.motricidadeFaculdade de produzir movimento; propriedade da célula nervosa de produzir contração muscular.moxaSubstância combustível para queimar sobre a pele, a fim de cauterizá-la.mucilagemParte viscosa de gomas ou do amilo, usada como emoliente; colóide protetor ou cola.mucinaMucopolissacarídeo ou glicoproteína formada nas células mucíparas que se distribuem na superfície dasmucosas animais e que funcionam como protetora da mucosa.mucoSecreção viscosa das membranas mucosas.muco cervical, método doMétodo anticoncepcional, comportamental, em que a mulher nota ou sente a presença de muco cervical, o quepode denunciar período fértil, devendo se abster de relações sexuais até que as secreções tornem-se espessas,percam a consistência ou estejam ausentmucolíticoQue dissolve muco.mucopurulentoQue contém muco e pus.mucosaNome genérico dado às membranas que forram as cavidades naturais ou órgãos ocos do organismo. A mucosaé constituída por uma camada de tecido conjuntivo (que contém vasos sangüíneos, nervos e glândulas),recoberta por uma camada de epitélio, semelhante à
  • mucosidadeMuco sobre superfície ou cavidade; secreção de muco, à qual se incorporam células epiteliais dos canaisexcretores.mucroExtremidade em ponta de órgão.mudaAto de mudar; substituição periódica do revestimento externo (como nos ofídios) ou dos fâneros (como nasaves); substituição dos dentes de leite pelos definitivos.muda vocalFase em que se observam várias modificações na voz: a laringe dobra de tamanho no rapaz e terá mais umterço de volume na mulher.mudezImpossibilidade de articular sons por defeito orgânico; silêncio; sossego.mudoQue é incapaz de falar, por defeito orgânico.mulaFêmea do mulo; adenite inguinal, venérea, do cancro mole (pop.).mulíebreRelativo à mulher, feminino.muliebriaÓrgãos genitais femininos.multiTermo que indica muito.multiDo lat. multu, muito (multípara, multifásico).multíparaMulher que teve vários filhos.mungiduraAto de retirar leite da mama artificialmente.mungirRetirar leite artificialmente; ordenhar.munhecaArticulação do carpo com o rádio e cúbito, também chamada de articulação do punho.muriDo lat. mus, muris, rato (muricida, murino).muricidaQue mata ratos e camundongos.murídeoSemelhante a rato.murinoRelativo a ratos.murmúrioSussurro.murmúrio vesicular
  • Ruído normal da respiração, audível na parede do tórax.muscarínicoQue exerce efeito da muscarina, isto é, ação cardiotônica e diaforética.muscídeoNome genérico para moscas.músculoTecido que pelo seu poder de contração dá origem aos movimentos, nos animais superiores.musicoterapiaTratamento de doença por meio da música.mussitaçãoMovimento dos lábios sem pro nunciar palavras.mussitarMurmurar; movimentar lábios sem emissão de sons.mutaçãoMudança nas propriedades, na forma e no aspecto, adquirindo ou perdendo propriedades. A mutação éirreversível, diferindo da variação.mutagênicoQue provoca alteração ou mutação.mutanteQue muda ou transforma; indivíduo que está sofrendo mutação.mutilaçãoAto de mutilar; deformação traumática; perda de órgãos ou parte dele.mutismoQualidade de mudo.mutualismoTipo de associação entre plantas, ou entre estas e animais, no qual há benefícios para uns e outros.
  • nácarEspécie de verniz brancacento, brilhante, que reveste o interior das conchas.nacaradoQue tem aspecto de nácar; aparência dada à superfície das colônias de certas bactérias.nádegaPorção carnuda que forma a parte súpero-posterior da coxa; assento; traseiro.nadoNascidonaftaProduto de destilação do petróleo ou betumes, resultando hidrocarbonetos de baixo ponto de fervura; gasolina.nalgaO mesmo que nádega.nanicoQue tem estatura pequena ou de anão.naniquismoNanismo.nanismoPequenez da estatura, com desenvolvimento sexual normal causado por acondroplasia, raquitismo, osteogêneseimperfeita e anosteoplasia.nanismo hipofisárioNanismo por insuficiência do lobo anterior da hipófise, na fase de crescimento, produzindo caquexia, atrofiaadiposogenital e parada de crescimento; quando aparece precocemente provoca nanismo com distrofia genital eausência de caracteres sexuais secundánanismo micromélicoNanismo em que não há proporcionalidade dos membros com o corpo.nanismo senilO mesmo que progeria.nanoTermo que indica pequeno; anão.nanoDo gr. nânos, anão (nanismo).nanocefaliaPequenez da cabeça.nanocormiaNanismo do tronco ou do corpo.nanogramaUnidade de massa do sistema métrico, equivalendo à milésima parte do miligrama (10-9); denominado tambémmilimicrograma.nanomeliaMonstruosidade em que os membros são de pequeno tamanho.narcisarMostrar-se encantado de si mesmo.narcisismoMania de idolatrar sua própria pessoa; excitação sexual pela admiração de seu próprio corpo; caráter em que osatos são predominantemente egoístas e individualistas; o termo advém de Narciso, personagem lendário damitologia grega, célebre por sua beleza,
  • narcoTermo que indica relação com estupor ou estado estuporoso ou de entorpecimento.narcoDo gr. nárke, entorpecimento, estupor (narcolepsia, narcoanálise).narcolepsiaManifestação caracterizada pela necessidade mórbida de dormir, ou por ataques repentinos de sono, queocorrem com intervalos; sono paroxístico; hipnolepsia.narcoseSono provocado, com diminuição ou anulação da atividade reflexa, em que os músculos tornam-se relaxados.Pode ser provocada por drogas ou por substâncias tóxicas formadas no organismo.narcóticoQue produz sono ou estupor; que entorpece; droga que paralisa as funções do cérebro, isto é, produz sono ealivia a dor.narinaCada uma das cavidades nasais; narícula.narizÓrgão situado no meio da face, com duas cavidades separadas por um septo, ao qual aderem saliências oucartuchos, e destinado à olfação e entrada das vias respiratórias.nariz aduncoNariz que apresenta a forma de gancho; curvo, recurvado; bico-de-papagaio (pop.).nariz chatoNariz pouco saliente e largo, como o da raça negra.nasalarEmitir som pelo nariz.nascidaFurúnculo, abscesso (pop.).nascituroQue está para nascer.nasoRelativo ao nariz.nasoDo lat. nasus, nariz (nasoplastia, nasofaringe).nasofaringeParte superior da faringe, atrás das fossas nasais.natalidadePercentagem de nascimentos de uma comunidade em determinado período de tempo.natiformeQue apresenta forma de nádega.natimortalidadeA proporção de mortos em relação à taxa geral de nascimentos.natimortoQue nasceu morto.nativismoTeoria que atribui a origem de certas noções a estruturas congênitas, por oposição do empirismo, que as fazderivar de uma aquisição progressiva através da experiência.
  • nativoNatural; congênito; que vive em estado natural; próprio do lugar de nascimento.natogeriaSíndrome infantil com aparência de velhice.natremiaTaxa de sódio no sangue.natriDo lat. natrium, sódio (natremia).natripeniaDiminuição da taxa de sódio nos diversos humores do organismo.natriureseEliminação de sódio pela urina.naturalismoDoutrina médica baseada na evolução natural das moléstias; doutrina que atribui à natureza o poder de curar asmoléstias.naturopatiaSistema de terapêutica sem administração de drogas, mediante o uso de forças naturais (ar, calor, água,massagens, etc.).naupatiaEnjôo de mar.náuseaSensação de desconforto na região do estômago, com tendência a vômitos; enjôo.nauseabundoQue provoca náusea; nauseante.nealogiaEstudo de filhotes de animais nos primeiros tempos de vida.neartroseArticulação artificial na diáfise do osso, mediante intervenção cirúrgica; pseudo-artrose.nébulaNévoa; pequena opacidade da córnea.nebulizaçãoAto de nebulizar; tratamento por meio de aerossol, pulverização ou vaporização.nebulosoPouco nítido; enevoado; turvo; confuso.necroTermo para indicar morte, ou corpo morto.necroDo gr. nekrón, cadáver, morte (necrose, necrofilia).necrobioseMorte de tecidos ou parte de órgãos do ser vivo.necrocitoseMorte de célula.necrófagoAquele que se alimenta de substâncias mortas.
  • necrofiliaAtração mórbida para cadáveres; perversão sexual de violação de cadáveres.necrofobiaMedo mórbido de morrer ou de corpos mortos.necroftalmognoseVerificação da morte mediante exame dos olhos.necróliseDesprendimento de tecido mortificado.necrologiaEstatística ou registro de casos de morte.necropsiaExame cadavérico.necroseMorte de uma célula ou de um grupo de células num organismo vivo.necrotérioEdifício onde se depositam cadáveres para serem necropsiados ou não.NEFAAbreviatura de "Non Esterified Fat Acids", ou seja, "ácidos gordurosos não-esterificados" encontrado naformulação de certos alimentos industrializados.nefalioDo gr. nephálios, sóbrio (nefalista).nefalismoAbstinência total de bebidas alcoólicas.nefele, nefoDo gr. nephéle ou néphos, nuvem (nefelopia, epinefélio, nefogênio).nefélioMancha na superfície externa da córnea que dá a impressão de nuvem semitransparente.nefelopiaDistúrbio da visão por opacidade da córnea.nefrauxiaAumento do tamanho do rim.nefrectasiaDilatação do rim.nefrectomiaRetirada cirúrgica do rim.nefriteInflamação do rim; quando é primária do glomérulo, denomina-se glomerulo-nefrite; quando se origina no ureterchama-se pielonefrite; quando se localiza nos túbulos renais se denomina nefrite tubular.nefroTermo que indica relação com rim.nefroDo gr. nephrós, rim (nefrologia, nefrite).nefroceleHérnia do rim.
  • nefrocistiteInflamação dos rins e da bexiga.nefróliseDesintegração renal por substância tóxica.nefrolitíaseEstado mórbido caracterizado pela presença de cálculos renais.nefrólitoCálculo renal.néfronUnidade anatômica e funcional do rim; porção tubular secretória do rim, que consiste do corpúsculo renal, com acápsula de Bowman, túbulos proximais, além da alça de Henle (ascendente e descendente) e túbulos distais.nefroncoseTumor no rim.nefropatiaDoença renal.nefroplegiaParada das funções secretórias do rim.nefroseDegeneração dos canalículos renais, sem quadro inflamatório. Presença de albuminúria, edema, anemia.nefrótica, síndromeQuadro clínico em que predominam edema, albuminúria, diminuição da seroalbumina, inversão da relaçãosoroglobulina, redução do metabolismo basal, aumento do colesterol e corpúsculos refráteis na urina.negativismoPropensão mórbida a executar o oposto do que a maioria dos indivíduos realiza.negativoQue exprime negação; sem resultado; em branco.negatoscópioDispositivo para exame de radiografias, formado por uma placa de vidro fosco iluminada por trás, com presilhapara suster as chapas radiográficas.nema, nematoDo gr. nêma, nématos, fio (nematódio, nematelminto).nematelmintoHelminto de corpo redondo (filamentoso).nematóidesOrdem de helmintos cilíndricos, tais como os ancilóstomos, áscaris, oxiúros, etc. .neoTermo que indica novo; abreviação de neoplasia.neoDo gr. néos, novo (neoplasia).neocitosePresença de neócitos no sangue, ou seja, de formas imaturas de leucócitos.neofetoEmbrião durante as primeiras oito a nove semanas de vida intra-uterina.neofilia
  • Paixão pelas coisas mórbidas.neoformaçãoFormação de novos tecidos orgânicos; neoplasia.neógalaPrimeiro leite após o parto; colostro.neoglicogêneseFormação de glicose a partir das proteínas e lipídios dos tecidos.neolaliaEmprego freqüente de neologismos, devido a distúrbio mental.neologismoPalavra nova; palavra sem significado usado por paciente psicótico.neomortoQue morre no último mês da vida intra-uterina.neonatalRelativo a recém-nascido.neonatal, mortalidadeNúmero de crianças mortas dentro de um mês de vida extra-uterina, por ano, dentre 1000 partos vivos, a termo,relacionado no mesmo lugar e ano.neoplasiaNeoformação; produção de tecido diferente do normal em determinado órgão; tumor maligno; neoformaçãopatológica.nepenteBebida mágica; remédio contra a tristeza da qual se falava na Antiguidade: regressando a Esparta com o marido,Helena servia nepente aos seus hóspedes, para extinguir as recordações dos acontecimentos de Tróia. Assim,restituía-lhes a tranqüilidade. NepennepênticoQue proporciona paz e alívio.nepioDo gr. népios, criancinha (nepiologia).nepiologiaParte da Pediatria que trata do lactente.nervoFilamento nervoso; conjunto de fibras nervosas provindas do cérebro ou da medula espinhal, envoltas emmembranas especiais, e condutoras do fluxo nervoso.nervosismoEstado de suscetibilidade nervosa e irritabilidade, acompanhado de várias perturbações: dores, espasmos eoutros.nesidiectomiaExcisão das ilhotas de Langerhans, do pâncreas.nesoDo gr. nêsos, ilha (nesoblastoma, nesidioblasto).nesti, nestoDo gr. nêstis, fome, em jejum (nestialgia, nestoterapia, nestiostomia).néstiaEstado de jejum.
  • neuralRelacionado a um ou a vários nervos.neuralgiaDor no trajeto do nervo sensitivo ou nervo misto; na maioria das vezes a dor é viva e lancinante e manifesta-seintermitentemente.neuraxeEixo cérebro-espinhal; cilindro-eixo.neurectasiaEsticamento de nervo, por processo cirúrgico.neurilemaCamada delgada de células que envolve as fibras nervosas; membrana de Schwann.neurinaProduto da decomposição da lecitina por bactérias.neurinomaTumor de nervo, originário da bainha de Schwann; schwanoma maligno.neuriteInflamação de nervo.neuroTermo que indica relação com nervo ou sistema nervoso.neuroDo gr. neûron, nervo (neuralgia, neuroblastoma, neurilema).neuroartropatiaAfecção articular provocada por doença neurológica.neuroendócrinoRelacionado com as atividades nervosa e hormonal.neurofibrilaElemento condutor das fibras nervosas e das células nervosas; fibras que formam rede nas células nervosas esaem de seus prolongamentos para terminarem em músculo ou célula sensorial.neurofisiologiaEstudo do funcionamento do sistema nervoso.neurogênicoDe origem nervosa.neurógliaEstrutura de sustentação do tecido nervoso, constituído de tecido oriundo de elementos ectodérmicos, em quehá células ramificadas ou células neuróglias ou célula gliais.neurolépticoAgente químico com ação sedativa de tipo peculiar (não-hipnótica, anticonvulsiva ou analgésica), que provocaestado de indiferença e apatia, podendo levar ao sono sem produzir estado narcótico; inibe a atividadepsicomotora, a excitação e a agressividade,neurolinfaLíquido cérebro-espinhal; liquor.neuromaTumor derivado de tecido nervoso.neurômeroSegmento do tubo neural do embrião.
  • neurônioCélula nervosa.neuropatiaDoença nervosa; afecção do sistema nervoso.neuroseNome genérico das doenças que afetam a personalidade, sem substrato anatômico conhecido, e que secaracterizam por conflitos intrapsíquicos capazes de inibir as condutas sociais; acompanham-se de consciênciado estado mórbido e, ao contrário das psicoses,neurótropoQue se fixa nos tecidos nervosos, como o vírus da paralisia infantil.neutrofiliaAumento do número de leucócitos neutrófilos no sangue circulante.neutrófiloLeucócito com granulações chamadas neutras no citoplasma e de mais significação nos processos inflamatórios.neutropeniaRedução dos neutrófilos no sangue.neve carbônicaGás carbônico, sob a forma de pó branco, à temperatura de -70ºC, usada no congelamento de uma área.nevoMancha congênita na pele; sinal.nevoDo lat. naevus, sinal (nevolipoma).nevroV. neuro.nexoLigação; conexão.nichoFossa; depressão em órgão, visível a olho nu.nicta, nictoDo gr. nyx, niktós, noite (nictalopia, nictúria).nictaçãoAto de pestanejar.nictalgiaDor que só ocorre durante a noite.nictalopiaDiminuição da visão com luz brilhante e melhor capacidade de ver com luz atenuada; cegueira noturna.nictêmeroPeríodo de tempo de um dia e uma noite; período de 24 horas.nicterinoQue ocorre durante a noite; noturno.nictitanteQue pestaneja.nictúriaExcreção urinária que se torna mais notável à noite; enurese noturna.
  • nidaçãoFormação de ninho; implantação de ovo na mucosa uterina; nidificação.nidificaçãonidaçãonidoDo lat. nidus, ninho (nidação).nidorMau hálito.nidorosoHalitose; que tem hálito desagradável.nifaDo gr. niphás, niphádos, neve (nifablepsia).nigríciaColoração negra da pele ou mucosa.ninfaMulher jovem e formosa; divindade dos rios e bosques; fase aquática do ciclo vital dos insetos; pequeno lábio davulva.ninfaDo gr. nymphe, divindade das águas, ninfa (ninfomania).ninfomaniaApetite sexual feminino exagerado; furor uterino.ninhadaFilhotes de uma parição.nipioV. nepio.nirvanaEstado da alma; beatitude budista.nistagmoMovimento involuntário, rápido, do globo ocular (lateral, vertical, rotatório).nível de significânciaEstabelece um critério de decisão para escolha entre Ho e Ha; baseado em técnicas estatísticas, também medea probabilidade do pesquisador cometer um erro ao tomar decisão. É o nível de confiança daquilo que estásendo estudado.nixeDo gr. nyxis, punção, picada (hialonixe, neuronixe).nociceptorReceptor estimulado por lesão; receptor de dor; receptor de estímulos, geralmente dolorígenos, oriundos deagentes nocivos ao organismo.nocivoQue prejudica ou causa malefício.noctambulaçãoAto de andar durante a noite; sonambulismo.noctiDo lat. nocte, noite (noctambulismo).noctifobia
  • Medo mórbido do escuro ou da noite.nodoNó; tumor duro.nódoaMancha; mácula.nóduloPequeno nó; formação endurecida.nojoEnjôo; repulsão; repugnância; asco.nomaEstomatite gangrenosa; gangrena progressiva da boca, mais freqüente na criança.nômadeQue muda freqüentemente de domicílio.nomoDo gr. nómos, lei, uso, costume (nomografia, taxinomia).nonanoQue volta de nove em nove dias.nonatoQue não saiu naturalmente do ventre, mas mediante intervenção cirúrgica.noníparaNona gestação ou parto.nooDo gr. noús, mente (noologia, noastenia, anoésia, paranóia).noologiaEstudo da mente; a ciência dos fenômenos considerados como puramente mentais em sua origem.normergiaReatividade normal; resposta normal.nosemaDoença ou enfermidade.nosoDo gr. nósos, doença (nosológico, nosomania).nosologiaEstudo das doenças e da sua classificação.nostalgiaTristeza por saudade do lar ou da pátria.nostoDo gr. nóstos, regresso (nostalgia).notalRelativo às costas; dorsal.notalgiaDor nas costas; dor dorsal.notificaçãoAto de notificar; comunicação.
  • notificação compulsória, doença deDoença que deve ser comunicada, obrigatoriamente, às autoridades sanitárias de Saúde Pública.notoEspúrio; bastardo; que não é legítimo.notoDo gr. nôtos, dorso (notocórdio).nóxiaAgente ou causa da doença; ato nocivo.nubenteQue se casa; noivo.núbilQue está em idade de casar.nucaParte póstero-superior do pescoço; região occipital.nucalgiaDor na nuca.nuciDo lat. nux, nucis, noz (nuciforme).nuciformeQue apresenta forma de noz.núcleoCorpo esferoidal no interior da célula, que constitui sua parte principal e vital; contém nucleína e rede decromatina.nulíparaMulher que nunca teve filho.numiformeEm forma de disco redondo ou de moeda.numoDo lat. numus, moeda (numular, numiforme).numularEm forma de discos ou moedas.nunaçãoUso freqüentes de sons nasais, ou en "n".nupcialidadeProporção de casamentos de determinada população.nutaçãoMovimento de vai-e-vem da cabeça; oscilação.nutarOscilar; movimento de vai-e-vem.nutracêuticoAlimento funcional.nutriçãoConjunto de processos através dos quais os organismos vivos recebem e utilizam os nutrientes, necessários àvida.
  • nutrientesSubstâncias que realmente vão exercer as funções de alimentação. O alimento é a fonte dos nutrientes (glicose,aminoácidos, etc.).nutrirAlimentar; dar alimento.nutrizMulher que alimenta; ama de leite.
  • oarialgiaDor no ovário.oáricoRelativo a ovário.oarioDo gr. oarion, óvulo, ovário (oariotomia).oariotomiaRemoção cirúrgica do ovário.oásisEm cirurgia, placa ou mancha de tecidos sadios circundada por tecido doente.obPref. lat.: contra, diante de, aumento (obnubilação, obscurecimento).obcecaçãoAto de obcecar; cegueira incompleta.obcecadoQue tem inteligência diminuída; que persiste no erro obcecante.obcecarCegar; obscurecer.obdormícioEntorpecimento ou anestesia de membro por causa de compressão sobre nervo.obduçãoAutópsia; necropsia.obélioPonto da sutura sagital em que esta se cruza com a linha que passa pelos forames parietais.obesidadeEstado que se caracteriza pelo acúmulo excessivo de gorduras no tecido subcutâneo e à volta de determinadosórgãos internos.óbitoMorte; falecimento.obituárioRelativo a óbito; registro de número de mortes; mortalidade.objetal, relaçãoEm psicanálise, entende-se como a relação que se estabelece entre um indivíduo e outro, considerado comoobjeto exterior; o protótipo desta relação é a que se estabelece entre o recém-nascido e a mãe, considerada estacomo objeto exterior e aquele como suobjetivaLente do microscópio que fica na parte inferior do tubo desse aparelho e, portanto, próximo ao objeto a serexaminado.objetiva de imersãoLente que é utilizada ficando sobre uma camada de óleo, para eliminar difração de raios luminosos.objetiva micrométricaLente com escala graduada que serve para mensurações microscópicas.oblatividadeSignificação funcional das condutas pelas quais um indivíduo, ao renunciar ou sacrificar a si mesmo, preferesatisfazer as necessidades de outrem.
  • oblíquoInclinado; entre a vertical e a horizontal.obliteraçãoAto de obliterar; entupimento de vaso ou conduto.obmutescênciaPerda da voz; afonia.obnubilaçãoForma de entorpecimento mental, em que o indivíduo se sente como que envolvido em uma nuvem, não associabem as idéias e percebe mal os objetos; pode surgir nos distúrbios da circulação cerebral e preceder a perda daconsciência.obrarRealizar; executar; evacuar (pop.).obreiaFolha de massa para fazer cápsulas medicamentosas; pasta de massa de que é feita a hóstia.obscenoOposto de pudor; contra os bons costumes sexuais; depravado sexualmente.obsessãoIdéia fixa que, de modo irresistível, leva o indivíduo a um comportamento irracional; idéia imperativa.obsessivoQue ocupa o espírito constantemente.obsolescênciaCessação de qualquer processo fisiológico.obsoletoFora de moda ou uso; antiquado.obstetríciaArte de partejar; ramo da Medicina que se ocupa da prenhez e do parto.obstipaçãoPrisão de ventre.obstipumQue está fechado ou apertado.obstipum, abdomenVentre cuja parede está encurtada por causa de desenvolvimento incompleto do músculo reto do abdome.obstruçãoBloqueio; acúmulo de substâncias, especialmente no interior de um canal ou vaso, tornando-o inapto aoexercício de sua função.obtudenteQue embota a sensibilidade.obturarTapar; fechar; entupir.obtusãoEstado confuso, incoordenado, do pensamento, com desorientação no tempo e no espaço; entorpecimento dasensibilidade.obtusoRombo, sem ponta ou fio; estúpido; pouco inteligente.occipital
  • Osso ímpar, mediano, que constitui a parede póstero-inferior do crânio (nuca).occipitalizaçãoFusão do occipital com o atlas.occipúcioParte posterior e inferior da cabeça.occisãoAto de matar; morte violenta.oceanoseEnjôo de mar.ociV. oxi.ócioDescanso; folga.ocitócicoQue facilita ou apressa o parto; oxitócico.ocleseDoença oriunda de confinamento.ocleseDo gr. óchlesis, perturbação, importunação (aoclesia).ocloDo gr. óchlos, multidão (oclofobia).oclofobiaMedo mórbido à multidão.oclusalRelativo à superfície mastigatória dos dentes molares e bicúspides.oclusãoAto de fechar; obliteração de canal ou vaso.oclusorQue fecha orifício natural.ocoVazio; escavado.oco da mãoCavidade formada ao se fecharem os dedos.ocreCor amarela pálida; óxido de ferro argiloso; terra argilosa.ocroDo gr. ochrós, amarelo (ocrodermia).octanoQue retorna de oito em oito dias; hidrocarbonato de oito carbonos e 18 hidrogênios encontrado no petróleo.ocularRelativo aos olhos.ocular, lenteLente do microscópio que se localiza na extremidade superior do tubo.
  • ocularidadeDesigna o fato de uma predominância ocular, no caso do emprego de um só olho, como no trabalho aomicroscópio: ocularidade direita ou esquerda.oculistaOftalmologista; especialista em doença dos olhos.oculoDo lat. oculu, olho (oculógio, óculo-motor).óculoInstrumento destinado a corrigir defeitos da visão, com dispositivos de lentes que amplificam os objetos distantesdo observador.oculógiroQue provoca movimentos rotatórios dos olhos; que provoca rotação lateral dos olhos, para a direita ou para aesquerda.ocultismoConhecimento das coisas ocultas; magia.ocultoEncoberto; escondido; obscuro.oculto, sanguePresença de sangue nas fezes, não-percebido a olho nu, na maioria das vezes proveniente do trato intestinalalto ou da porção gastroesofágica.ocupacional, terapêuticaTratamento auxiliar dos transtornos psiquiátricos ou físicos, por meio de trabalhos adequados; praxiterapia.odaxesmoMordedura da língua, lábio ou bochecha durante ataque epilético.odaxéticoQue provoca sensação de mordedura ou prurido.odaxismoPrurido das gengivas.odditeInflamação do esfíncter de Oddi. O termo advém de Ruggero Oddi, médico italiano do século XIX.odinacusiaAudição dolorosa.odinoDo gr. odvne, dor (gastrodinia, odinofagia).odinofagiaDeglutição dolorosa de alimentos.odinofobiaMedo mórbido à dor.odinóliseAlívio da dor; analgesia.odinometriaMensuração dos graus de dor.odinopoéticoQue ocasiona dor.ódio
  • Aversão; rancor; desprezo.odmeDo gr. odmé, odor (anodmia).odoV. hodo.odontagraDor de dente associada à gota.odontalgiaDor de dentes.odontartroseArticulação defeituosa de dente.odonterismoRanger de dentes.odontíaseDesordens causadas pelo aparecimento de dentes.odontíaseDesordens causadas pelo aparecimento de dentes; dentição.odontoTermo para indicar relação com dente.odontoDo gr. odóntos, dente (odontalgia, ortodontia).odontoclasiaFratura ou quebra de dente.odontofobiaMedo mórbido de animais que mordem ou de visão de dentadura de animais; horror a tratamento dentário.odontologiaArte e ciência que cuida dos dentes.odontoloxiaIrregularidade na conformação e disposição dentárias, particularmente em sua implantação.odontomaTumor de estrutura dentária; tumor constituído por dentina e esmalte, e que se desenvolve em contato com umdente ou no maxilar.odontoseAfecção dentária de qualquer natureza.odonxeseLimpeza mecânica de dentes.odorEmanação de partículas perceptíveis pelo olfato.ofeganteQue respira com dificuldade; dispnéico.ofi, ofidioDo gr. óphis, serpente (ofiotoxina, ofídio).ofíaseAlopecia em que os cabelos e outros pêlos do corpo caem por partes, deixando sinal que lembra o sulco calcado
  • no solo pela passagem de uma serpente.oficinalDiz-se do medicamento galênico que se conserva preparado nas farmácias.ofidianoRelativo a cobras.ofidiofobiaMedo mórbido de serpentes.ofidismoEstudo dos efeitos do veneno das serpentes; envenenamento pela picada de serpentes.ofrioDo gr. ophrys, supercílio (ofrite, ofriospinal).ofrioseEspasmo do supercílio.ofriteDermatite na região superciliar.oftalmiaInflamação do olho; conjuntivite.oftalmoTermo para indicar relação com olho ou visão.oftalmoDo gr. ophthalmós, olho (oftalmia).oftalmoscopiaExame do interior do olho como meio de diagnóstico.oftalmoxiseTratamento em que se emprega a raspagem ou a escarificação da conjuntiva.ofuscaçãoAto de ofuscar; obscurecimento da vista.oicoV. eco.oideSuf. gr. eîdos, em forma de (mongolóide, xifóide).oitavaNo antigo sistema de pesos, oitava parte da onça, ou seja, 3,586g.olecranartropatiaAfecção da articulação do cotovelo.óleoGordura que se conserva líquida a 20ºC.óleo volátilO mesmo que óleo essencial, óleo etéreo; classe de óleos que volatilizam à temperatura ambiente, como ocorrenas plantas aromáticas, às quais conferem seu odor.olfatoSentido pelo qual se percebem os aromas, os cheiros; sentido do cheiro.olho nuVisão com olho não-auxiliado por qualquer dispositivo, como lente, óculo, etc. .
  • oligoTermo que indica pouco, diminuição, redução.oligoDo gr. olígo, pouco, escasso (oligolécito, oligúria, oligofrenia).oligocitemiaDiminuição da quantidade total dos glóbuloas vermelhos; oligoeritrocitemia.oligocoliaSecreção deficiente de bílis; falta de bílis.oligodactíliaMenor número de dedos do que o normal.oligodendrógliaCélula da neuróglia que apresenta poucos prolongamentos, os quais são lisos e em forma de fios.oligodipsiaFalta de sede.oligofreniaTermo que engloba todos os estados de deficiência mental, desde a debilidade mental até a idiotia.oligogeniaLimitação do número de filhos; controle de nascimentos.oligomenorréiaMenstruação pouco abundante ou muito espaçada.oligúriaDiminuição da produção de urina.olistiaDeslizamento ou escorregamento.oloDo gr. ollós, pernicioso, mau (olofonia).olofoniaFala deficiente, congênita, por má formação dos órgãos vocais.olorCheiro agradável.olvidoEsquecimento.omaTerminação que indica tumor, tumoração.omaSuf. gr.: tumor, tumefação (sarcoma, adenoma) ou grupo (genoma).omagraCrise aguda de gota na articulação escapuloumeral.omalgiaDor na articulação escapuloumeral; omodinia.omasoTerceiro estômago dos ruminantes.ombro
  • Espádua; parte do corpo formada pela clavícula, omoplata, cabeça do úmero e músculos que enchem osespaços entre eles.omentoEpíploo; parte da membrana peritoneal que envolve os intestinos.omiteInflamação da espádua.omoTermo que indica relação com ombro.omoDo gr. ômos, espádua, ombro (omalgia, omoclavicular); - do gr. omós, cru (omofagia).omodiniaDor na articulação escapuloumeral; omalgia.omofagiaIngestão de alimentos crus.omófagoQue se alimenta de alimentos crus.OMSSigla da Organização Mundial da Saúde.onanismoMasturbação masculina; no conceito bíblico, coito interrompido no instante da ejaculação para evitar afecundação. O termo advém de Onã, personagem bíblico que praticava coitos interrompidos.onçaMedida antiga de peso correspondente a cerca de 28,691g; carnívoro selvagem brasileiro (Felix uncia).oncinoceleEstado de inchação da bainha tendinosa.oncoTermo que indica tumor.oncoDo gr. ógkos, volume, massa, tumor (oncologia) ou gancho (oncosfera).oncógenoQue produz tumor.oncóliseDestruição de tumor.oncologiaEspecialidade médica relacionada com o estudo dos tumores; cancerologia.oncótica, pressãoPressão osmótica dos colóides, especialmente das proteínas.ondinismoErotismo urinário; excitação sexual associada à função urinária do próprio indivíduo ou de companheiro domes-mo sexo ou de sexo oposto.oneDo gr. oné, compra (onemania, oneomania ou onomania).onfálicoRelativo a umbigo; umbilical.
  • onfaliteInflamação do umbigo.onfaloTermo que mostra relação com umbigo.onfaloDo gr. omphalós, umbigo (onfaloma, anônfalo).onicalgiaDor nas unhas.onicalgia nervosaHeperestesia ungueal.onicauxeCrescimento exagerado das unhas.onicoDo gr. ónyx, ónychos, unha (onicomicose, perioniquia).onicoclasiaRuptura de unhaonicocriptoseUnha que se encrava ou se esconde na parte carnuda do dedo.onicofagiaHábito de roer as unhas.onicofimaCrescimento anormal da unha, em espessura e largura.onicófiseCrescimento córneo debaixo das unhas.onicomicoseDoença ou deformidade da unha decorrente de infecção micótica (fúngica).onicoseDoença ou deformidade das unhas.oniquiaInflamação da matriz da unha, com perda dela.oniquiteInflamação da matriz da unha.oníricoRelativo ao sonho.onirismoEstado de sonho; alucinação em vigília; estado mental em que o sonho se prolonga com a vigília.oniroDo gr. óneiros, sonho (onirismo).onirodiniaPesadelo; sonho doloroso.onirofoniaFala durante o sonho.onirógmoPolução voluptuosa durante o sono devido a sonhos eróticos.
  • oniromanciaArte de interpretar os sonhos.onívoroQue come de tudo, alimentos animais e vegetais.onoV. one.onomatoDo gr. onómatos, nome (onomatomania).onomatonomiaRepetição mental obsedante, impulsiva e irresistível de uma palavra ou nome, acompanhando-se de ansiedade;por vezes, é o temor mórbido de apenas pronunciar certos nomes ou palavras.onomatopoeseFormação de palavras sem sentido, freqüente nos quadros psicóticos delirantes.ontoDo gr. óntos, ser (ontogenia, esquizonte).ontogêneseEvolução do ser vivo desde o óvulo até o estado de completo desenvolvimento.ooDo gr. oón, ovo (oogônio, oócito).ooDo lat. ovum, ovo, ovário (ovogônio, ovíparo, oviduto).ooblastoCélula da qual se desenvolve o óvulo.ooforectomiaExcisão do ovário.oóforoOvário; termo que indica relação com ovário.oóforoDo gr. oophóros, que traz ovos, ovário (ooforectomia).oogônioCélula primordial que dá origem ao óvulo no folículo do ovário.oosferaCélula germinativa não-fecundada.oospermaOvo recentemente fecundado.ootecaOvário.opacoCoberto de sombra; que não deixa passar a luz.opaco, clisterClister com sulfato de bário, ou outras substâncias não-atravessadas pelos raios X, para diagnóstico de afecçãodo tubo digestivo, no trato intestinal.opalaMineral tipicamente coloidal, produto de dessecação do hidrogel de sílica, que apresenta coloração leitosa e
  • azulada, emitindo, quando exposto à luz, cores vivas e reflexos matizados.opalescenteQue tem cor leitosa; opalino.opalgiaDor na face; neuralgia facial.opalinoQue apresenta cor branca ou leitosa; que tem aparência de opala.operaçãoQualquer intervenção sobre o organismo vivo com o auxílio de instrumentos ou das mãos.opérculoDobra ou peça que fecha um orifício.opiaV. opsi.opiáceoComposto que contém ópio ou é derivado do ópio.opiismoIntoxicação pelos derivados do ópio; uso habitual de ópio.opilaçãoAto de opilar; anemia ancilostomótica; amarelão (pop.).opiladoQue apresenta infestação por ancilostomídeos.opilarCausar opilação, obstruir.ópioExtrato bruto da papoula (Papaver somniferum), planta nativa da Asia Menor e cultivada também em outrasregiões, especialmente no Extremo Oriente. Dotado de propriedades narcóticas, possui mais de 20 alcalóides,entre os quais a morfina, codeína, papaveriopiofagiaAto de mascar ópio; absorção de ópio com produção de psicose.opistectasiaRetrodilatação.opistenarDorso da mão.opistoDo gr. ópisthen, atrás (opistognato, opostótono).opistocifoseEncurvamento da coluna dorsal para trás.opistoporiaMarcha para trás.opistóticoSituado atrás da orelha.opistótonoEspasmo do corpo contraído em arco dorsal, peculiar ao tétano.opo
  • Termo que indica relação com suco ou soro.opoDo gr. opós, suco das plantas (opoterapia); - do gr. ópis, face (opocéfalo).opósicoQue é constituído por suco de órgãos.opoterapiaTratamento por meio de extratos de órgãos animais ou de ingestão dos próprios órgãos; organoteragia.opressãoSensação de mal-estar, com dispnéia.opsi, opso, optoDo gr. ópsis, visão ou optós, visível (biópsia, opsoclonia, óptico, miopia); - do gr. ópsios, tardio (opsiúria,opsomenorréia); - do gr. ópson, iguaria, condimento (opsonomania).opsialgiaDor facial; neuralgia facial.opsígenoNascido tardiamente.opsiúriaAtraso na eliminação da urina.opsofagiaTendência mórbida para ingerir iguarias.opsomenorréiaMenstruação atrasada.opsoninaAnticorpo que ativa a fagocitose.opsonina específicaOpsonina provocada pela introdução de um antígeno.opsonina inespecíficaOpsonina natural, atuando indiferentemente sobre qualquer germe.optestesiaSensibilidade visual.ópticaParte da Física que estuda os fenômenos luminosos e a visão.óptico, nervoConstitui o 2o par dos nervos cranianos e transmite as impressões causadas pela luz sobre a retina.optoblastoGrande célula ganglionar da retina.optometriaMensuração da acuidade visual para correção com lentes.optômetroAparelho para medir os limites da visão, isto é, determinar o punctum proximum e o punctum remotum da visãode um só olho.optotipoTipo de letra para exame de vista, usados pelos oftalmologistas, com vários tamanhos.orbicular
  • Circular ou redondo.órbitaCaminho circular; esfera de ação.órbita ocularCavidade que contém o globo ocular.orbitoceleHérnia do olho para fora da órbita; exoftalmia.ordenharMungir fêmeas animais; espremer a teta para tirar leite.orexeDo gr. órexis, apetite (orexígeno, anorético, cinorexia).orexiaApetite; desejo de ingerir alimentos.orexígenoQue produz apetite.organelaFormações muito pequenas dos protozoários, relacionadas com a reprodução, locomoção, etc.organismoCorpo vivo organizado.Organização Mundial da SaúdeInstituição especializada da ONU (Organização das Nações Unidas), criada em 7 de abril de 1948; tem comoobjetivo criar condições de bem-estar físico, mental e social para os seres humanos. Com sede em Genebra,visa conseguir que todas as nações dêem a seorganogêneseDesenvolvimento ou crescimento de órgãos.organolépticoDiz-se das propriedades com que as substâncias impressionam diretamente os sentidos (cor, cheiro, gosto,etc.).órgãoParte do corpo que executa uma função determinada.orgasmoAcme ou crise da excitação sexual.oriformeQue apresenta forma de boca.origemFonte ou início de alguma coisa.origem aparentePonto de emersão de um vaso, conduto ou nervo.oriziformeQue apresenta forma de arroz.ornitoDo gr. órnithos, ave (ornitina).ornitologiaEstudo sobre as aves.
  • ornitoseVirose, semelhante à psitacose, porém de outras aves e pássaros que não os psitacídeos, inclusive avesdomésticas, extensiva ao homem e muito próxima da psitacose.oroTermo que indica relação com boca, orifício, quando originado do latim (os, oris); termo que indica montanha,quando originado do grego (óros-montanha).oroDo lat. os, oris, oral (oronasal); - do gr. óros, montanha (oronose).orofaringeParte da faringe, na parte posterior da boca, localizada entre a nasofaringe e a laringofaringe.orofobiaMedo mórbido de altitude ou de montanhas.orqueoDo gr. oschéon, escroto (osqueocele).orquiTermo que indica relação com testículo.orqui, orquioDo gr. órchis ou órchios, testículo (orquidectomia, orquiopexia, orquite).orquialgiaDor no testículo.orquidectomiaExcisão ou ablação do testículo.orroTermo que indica relação com soro.orroDo gr. orrhós, soro (orrocisto, orrocisto, orroterapia).ortoTermo que indica correto, direito, normal.ortoDo gr. orthós, direito, reto, levantado, correto (ortopédico, ortostático).ortodontiaParte da estomatologia que tem por objetivo corrigir as irregularidades dos dentes.ortognatiaCorreção de vícios dos maxilares.ortolexiaBoa dicção; expressão correta.ortomeliaCorreção de deformidades dos membros.ortopediaEspecialidade médica relacionada com as deformidades esqueléticas.ortopiaCorreção de estrabismo; ortopsia.ortopiesePressão normal.
  • ortostáticoQue se relaciona com a posição ereta do corpo.osBoca; orifício.oscilopsiaEstado em que os objetos parecem oscilar para frente e para trás.oscitaçãoAto de bocejar; bocejo.ósculoAbertura pequena; beijo.oseSuf. gr.: estado, condição (cianose, lordose, falacrose).osfeDo gr. osphys, quadril, lombo (osfiomielite, osfalgia).osfialgiaDor na região lombar; ciática.osfreseSentido do olfato.osfreseDo gr. ósphresis, olfato (osfresiometria, disosfresia).osmazomaSubstância derivada da fibra muscular, e que confere o cheiro particular às carnes assadas.osmeceSensação de cheiro; olfato.osmoTermo que indica relação com odor, cheiro; e também, por outra raiz grega, indica impulso.osmoDo gr. osmé, odor, olfato (anosmia, disosmia); - do gr. osmós, impulso (osmose).osmoseCaso especial de difusão em que o solvente, através de uma membrana semipermeável, se difunde em direçãoà região em que há menor concentração de suas moléculas.osmótica, pressãoForça que desloca os líquidos através de uma membrana semipermeável, a qual depende das substânciassólidas dissolvidas nesses líquidos.osquealRelativo ao escroto.osqueíteInflamação do escroto.osseínaProteína encontrada na substância fundamental do tecido ósseo.ossificaçãoFormação do osso.ostagraPinça para ossos; dor gotosa em osso.
  • osteíteInflamação do tecido ósseo.osteoDo gr. ostéon, osso (osteófito, osteomalacia).osteoarticularPertencente ao osso e à sua articulação.osteoartriteArtrite acompanhada por lesões ósseas.osteoartropatiaQualquer doença que afeta os ossos e as articulações.osteoartroseProcesso degenerativo crônico do osso e da articulação.osteoblastoCélula que forma o tecido ósseo.osteoceleHérnia que contém tecido ósseo.osteócitoOsteoblasto incrustado na matriz óssea.osteoclasiaFratura óssea, por meios cirúrgicos, para fins terapêuticos.osteoclastoGrande célula multinuclear relacionada com a absorção e remoção do osso.osteocondroseAfecção degenerativa ou necrótica do centro de ossificação, em crianças.osteófitoDesenvolvimento patológico de tecido ósseo em torno de uma articulação, principalmente nos discos da colunavertebral, cuja cartilagem está alterada pela artrose, responsável por dores e fenômenos reflexos.osteóliseDissolução de osso; perda de cálcio dos ossos.osteomalaciaAmolecimento dos ossos, devido à carência dos sais de cálcio e fósforo e vitamina D, ou à diminuição daabsorção de cálcio pelo intestino.osteoporoseA mais comum das doenças ósseas metabólicas, é a denominação utilizada para as doenças de etiologiasdiversas que causam redução da massa óssea por unidade de volume, isto é, em que há desequilíbrio entre aatividade osteoblástica e a atividade osteoclástosteótiloCalo na extremidade de osso fraturado .osteotiloseFormação de calo ósseo ou calosidade.osteotomiaIncisão óssea; secção cirúrgica parcial, superficial ou profunda do osso, com objetivo terapêutico.otagraDor no ouvido; otalgia.otalgia
  • Dor no ouvido; otagra.OTCSigla do termo em inglês over the counter, ou seja, "sobre o balcão", que identifica produto farmacêutico devenda livre, sem necessidade de prescrição médica e sem obrigatoriedade de ser vendido, exclusivamente,numa farmácia.otectomiaExcisão de tecidos do ouvido interno e médio.otelcoseSupuração do ouvido.otiatriaTratamento das doenças do ouvido.óticoRelacionado ao ouvido.oticodinoseVertigem conseqüente a distúrbio do ouvido; síndrome de Ménière.otiteInflamação do ouvido.otoDo gr. oús, otós, ouvido, orelha (otólito, otorréia, ótico).otocofoseEnsurdecimento paulatino.otólitoConcreção calcária no ouvido.otomicoseMicose do canal auditivo.otomiíaseInfestação do canal auditivo por larvas de moscas.otopatiaAfecção do ouvido.otopieseDepressão da membrana do tímpano; compressão sobre o labirinto, a qual produz surdez.otopioseAfecção supurativa do ouvido.otorragiaHemorragia do ouvido.otorrinolaringologiaParte da Medicina que estuda o ouvido, o nariz e a garganta.otoseFalsa impressão auditiva; afecção crônica do ouvido, não-inflamatória.ouriçarTornar semelhante aos pêlos do ouriço; proporcionar superfície áspera; arrepiar-se; animar-se ao extremo;agitar-se (pop.).ovárioÓrgão sexual feminino, duplo, em que são formados os óvulos.
  • oviTermo que indica relação com ovo ou óvulo.ovidutoTrompa.ovinoRelativo a carneiro.ovíparoQue põe ovos ou óvulos.ovoProduto do óvulo fecundado.ovulaçãoProdução/expulsão do óvulo pelo ovário.óvuloOvo não-fecundado, oriundo do ovário (folículo de DeGraaf); forma de medicamento veiculado com glicerinagelatinada para ser introduzido na vagina; supositório vaginal.oxiDo gr. oxys, agudo, penetrante, ácirápido (oxiacusia, oxiúro, oxigênio, ocitócico).oxiafiaAgudeza anormal do sentido do tato.oxibióticoQue vive em presença de oxigênio livre no ar.oxiblepsiaAgudeza anormal da visão; oxiopia.oxidaçãoProcesso de combinação com o oxigênio; toda reação em que há perda de elétrons de um elemento, os quaissão captados por um outro elemento.oxiestesiaAgudeza anormal dos sentidos.oxifoniaVoz anormalmente aguda ou estridente.oxigenaçãoSaturação de uma substância ou solução com oxigênio, tanto por combinação química como por mistura.oxi-hemoglobinaHemoglobina combinada com o oxigênio nos pulmões.oxilaliaFala rápida.oximetriaDeterminação da percentagem de oxigênio no sangue.oxínticoQue segrega substância ácida.oxiopiaAgudeza de visão; vista penetrante.oxiosmiaAgudeza de olfato.
  • oxirrinoQue apresenta nariz ponteagudo.oxitociaParturição rápida.oxitócicoQue acelera o parto; ocitócico.oxiuríaseInfestação pelo oxiúro.oxiúroGênero de verme nematóide ao qual pertence o Oxiurus vermiculares, parasito do reto.ozagreEczema facial.ozenaUlceração do nariz, com corrimento fétido; rinite atrófica.ozoDo gr. ózo, mau cheiro (ozônio, ozena).ozocrotiaCheiro forte da pele.ozônioConstituinte comum da atmosfera; tem ação oxidante e certo valor anti-sép-tico; forma alotrópica do oxigênio,formado de três átomos (O3); ozona.ozostomiaMau cheiro na boca; hálito fétido; halitose.
  • pábuloAlimento; sustento.pabulum vitaeOxigêniopacienteAquele que recebe a ação de um agente; doente em observação ou tratamento.padecerSofrer; ter doenças.padiolaEspécie de cama com varais, para transporte de doentes a curta distância.padrãoTipo ou elemento com caracteres fixos ou determinados, para servir de comparador.padrão-ouroÉ um teste padrão que serve de comparação por parte de outros testes, com a finalidade de avaliar a exatidãodos mesmos, em resultados que nos assegurem o máximo de acertos de forma a estabelecer o diagnóstico real.padronizaçãoAjuste que é realizado com a finalidade de se proceder a comparação de duas taxas, de modo a igualar o pesodado a um outro fator que possa influenciar o resultado final.padronizarComparar com padrão.Paget, doença deOsteíte deformante; o termo advém de James Paget, cirurgião inglês (1814-1899).pagoDo gr. págos, coisa fixa (xifópago).paidoV. pedo.palaDo gr. pálio, vibrar (palestesia).paladarSentido do gosto; parte superior da boca; céu da boca (pop.).palanestesiaPerda da sensibilidade às vibrações (como a do diapasão).palatabilidadeTermo que designa o caráter de um alimento agradável ao gosto.palatal, reflexoA irritação do véu do paladar provoca movimento de deglutição.palatoA abóbada que separa a cavidade bucal das cavidades nasais; abóbada palatina; paladar.palato duroPorção óssea que forma, superiormente, os dois terços anteriores do palato.palato molePorção móvel que se estende em sentido posterior e inferior a partir da borda posterior do palato duro, entre aboca e a nasofaringe.palatosquiseFenda palatina ou do palato, de caráter congênito, também chamada de goela de lobo.
  • palavreadoReunião de palavras ou frases sem nexo; palavratório.paleoDo gr. palaiós, antiga (paleontológico, paleofobia).páleoTermo que indica antigo; velho.palhacismoConjunto de ações grotescas, geralmente observadas nos quadros histéricos.paliTermo que indica novamente; outra vez; de volta.pali, palinDo gr. pálin, para trás, de novo (palifrasia ou palinfrasia).paliativoCapaz de minorar sofrimento; que reduz a intensidade dos sintomas ou doenças; advém de pallium, latino,representando manto ou docel; da significação de cobrir passou à acepção de dissimular; do sujeito que secobre ao que se procura encobrir ou minorar.palicinesiaRepetição espontânea e incoercível dos mesmos gestos ou movimentos.palidezEstado de pálido; falta de coloração.palilaliaDistúrbio da fala devido a repetição constante e involuntária de palavras e frases, freqüentemente acompanhadade taquilalia.palingnosiaAlteração psíquica em que o indivíduo julga já ter visto ou conhecido aquele ou aquilo que vê pela primeira vez;"déjà vu".palioCórtex ou manto do cérebro.palmaFace interna da mão.palmar, reflexoFlexão dos dedos pela irritação da palma da mão.palmoMedida que vai da ponta do polegar à do dedo mínimo, estando a mão distendida, e que corresponde a cerca de20cm.palorPalidez; ausência de cor na pele.palpaçãoMeio de exame pelo tato das partes externas do corpo e cavidades acessíveis, a fim de apreciar as qualidadesfísicas dos tecidos, sua consistência, etc.palparRealizar a palpação.palpávelQue se pode palpar; sensível à palpação.pálpebra
  • Cada uma das peças membranosas que obturam e protegem externamente os olhos.palpitaçãoBatimento cardíaco sentido pelo próprio indivíduo (geralmente, o batimento cardíaco não é percebido peloindivíduo).palpoPequeno apêndice flexível, localizado na cabeça dos insetos e que lhe serve para orientação e tato.paludeDo lat. palus, paludis, pântano (paludismo).palúdicoPantanoso; relativo a paludismo.paludícolaQue habita ou se desenvolve em lugares pantanosos.paludismoMalária; infecção pelo Plasmodium sp.palustreRelativo a paul, a paludismo.pamonhaMilho verde, esmagado e cozido na própria folha.pamplegiaParalisia total ou de muitos órgãos.pan, pantoPref. gr.: tudo, todo, total, de todos (panacéia, pancitopenia, pantofobia).panacéiaMedicamento que é apregoado como benéfico para todas as doenças.panageusiaAbolição total da sensibilidade gustativa.pananosmiaAbolição total da sensibilidade olfativa.panarícioPanariz; inflamação aguda dos tecidos profundos da falange distal dos dedos; oníquia; paroníquia.pançaPrimeira cavidade do estômago dos ruminantes; barriga, ventre grande (pop.).pancitopeniaCarência de todos os elementos do sangue; anemia aplástica.pancitoseAumento patológico de todas as células do sangue.pâncreasGlândula mista que secreta suco pancreático (pancreatina) e insulina.pancreatinaComponente do suco pancreático, com a finalidade de digerir os alimentos, através das enzimas amilase,tripsina e lipase.pandemiaDoença que se difunde a toda uma população.pandiculação
  • Ato de estender braços, pernas e bocejar; espreguiçamento.panestesiaHipersensibilidade exagerada.panículoMembrana; camada.panículo adiposoCamada subcutânea rica de gordura.panoManchas no rosto ou no corpo; vascularização anormal da córnea, ficando esta coberta, total ou parcialmente,como por um véu.pansexualismoDoutrina em que todos os atos humanos derivam do sexo, ou da sexualidade.panspermiaCoexistência da proveniência extraterrena de germes e de doenças.pantafobiaCompleta ausência de medo.pantalgiaDores em todo o corpo.pantoTermo que indica tudo; inteiro.pantofobiaMedo de tudo.pantogamiaPromiscuidade sexual; indiferença de os machos copularem com qualquer fêmea.panturraBarriga grande; pança.panturrilhaBarriga da perna; sura; parte carnosa da perna.panusGânglio linfático intumescido, porém sem inflamação.papaCreme de farinha usado como alimento; mingau; toma o nome de fécula com que é preparada.papaínaProduto obtido do látex do mamão verde (Carica papaya) o qual catalisa a hidrólise de proteínas, proteoses,peptonas, transformando-as em polissacarídios e aminoácidos; usada também para amolecer carnes, clarearbebidas, limpar úlceras e ferimentos.Papanicolaou, teste deMétodo complexo de coloração para exame citológico das secreções vaginais e do colo uterino; o termo advémde George Papanicolaou, anatomista grego (1883-1962).papaverinaAlcalóide do ópio, relaxante da musculatura lisa; antiespasmódico.papeiraBócio; papo; caxumba (pop.).papilaElevação ou saliência em forma de mamilo.
  • papilomaTumor epitelial, compreendendo verrugas, candilomas, pseudocornos cutâneos.papoPapeira; bócio; estômago das aves.pápulaPequena elevação circunscrita da pele.paquiTermo que indica espesso, grosso.paquiDo gr. pachys, espesso (paquidermia).paquiacriaEstado caracterizado por aumento de tamanho das partes moles das extremidades; pseudo-acromegalia.paquidermiaEspessamento anormal da pele, geralmente devido à infiltração do derma.paraPrefixo para indicar além; ao lado de.paraDo gr. pará, ao lado de, junto a (paraefeito, paranasal), contra, diferente de (parablepsia, parosmia).ParacelsoFamoso médico suíço-alemão (1493-1541) cujo nome Theophrastus Bombastus Von Homenheim foi latinizadopara Philippus Aureolus Theophrastus. Com as suas teorias, abriu caminho para a doutrina dos medicamentosespecíficos e dos quimioterápicos. As suas pesquparacentesePunção cirúrgica de cavidade, para retirar líquido dela.paracmeFase de declínio ou remissão de doença.parafinaCera hidrocarbônica, obtida do petróleo, carvão, madeira, etc., usada como impermeabilizante em papéis,superfícies, e na impregnação de peças para exame histológico.parafreniaEntidade clínica, descrita por Kraepelin em 1912, foi destacada das formas paranóides da esquizofrenia por nãosofrerem os doentes desse grupo o típico embrutecimento característico dos esquizofrênicos e se conservarem,durante todo o curso da enfermidadeparalisiaPerda da força muscular; perda da função muscular ou da sensibilidade por lesão ou destruição dos neurônios.paramétrioCamada fibrosa subserosa da porção supravaginal do útero.parâmetroValor estatístico aplicável a uma população, distinto de uma estatística de amostragem que se refere apenas aum valor derivado de uma amostragem da população.paraplegiaParalisia das pernas e porções inferiores do corpo com distúrbio da movimentação e da sensibilidade.parasitemiaPresença de parasitos no sangue.parasito
  • Ser vivo animal ou vegetal que durante parte ou toda a sua existência vive às custas de outros seres vivos; emAtenas (a da Grécia clássica) ministros encarregados da colheita do trigo e preparadores dos banquetes àsdivindades eram denominados parasitos.parassimpáticoParte do sistema nervoso autônomo, também chamado de vago.parassimpaticolíticoQue inibe os efeitos da estimulação do parassimpático.parassimpaticomiméticoQue imita os efeitos da estimulação do parassimpático.paratiróideUma das quatro pequenas glândulas situadas na superfície mediana e lateral da tiróide.paratormônioHormônio da paratiróide.paratrimaIrritação, assadura; intertrigem das dobras da nádega.parchePano barrado de ungüento, ou embebido em algum líquido, que se aplica sobre uma parte doente do corpo como fim de combater dor ou inflamação; emplasto, curativo.pareadoSão controles idênticos aos casos em uma ou algumas variáveis especificas, tais como sexo, cor, statussócio-econômico e outras que a natureza da pesquisa venha a determinar como convenientes. Portanto, sãogrupos bastante semelhantes.parectasiaDistensão exagerada da parte ou de todo o órgão.parectropiaExecução inexata de uma ordem bem compreendida pelo indivíduo.paregóricoQue acalma, que alivia as dores.paregórico, elixirTintura de ópio canforada.parelhaUm par; dois indivíduos com qualidade análogas.parênquimaTecido formado por células diferenciadas e dotado de funções específicas; parte essencial de um órgão que sedistingue do tecido de sustentação.parentalRelativo a parentes; relativo aos pais.parenteralDiz-se de via que não o tubo digestivo utilizada para administração de substâncias diversas (água, sais, glicose,aminoácidos, medicamentos, etc.).pareseDo gr. páresis, relaxamento, descuido (parético).paresiaParalisia temporária; paralisia parcial.parestesiaSensação de formigamento ou de ardência na pele, não-causadas por estímulo exterior ao corpo.
  • pareuniaCópula; coito.pareunoDo gr. páreunos, esposo (dispareunia).pariçãoAto de parir; parto de filhotes, nos animais.paridadeIgualdade; semelhança.parietalRelativo à parede; osso que forma a parede lateral do crânio.parodiniaDistócia; parto difícil.paronicoseFormação de unha fora do local próprio.paroníquiaInflamação dos tecidos junto à unha; panarício.paroníriaSonho mórbido; sonho perturbado.parosmiaPerversão do sentido do olfato, com sensações de cheiros e odores inexistentes.parótidaGlândula salivar, situada ao lado do ouvido, atrás do maxilar inferior.parotiditeInflamação da glândula parótida.parotidite epidêmicaCaxumba.paroxismoCrise ou exacerbação periódica dos sinais e sintomas durante a evolução de uma doença; estádio de umadoença em que os sintomas se manifestam com mais intensidade.partejarExercer o ofício de parteira; dar à luz.partenoDo gr. parthénos, virgem (partenogênese).partenogêneseReprodução unissexual, ou pelo desenvolvimento de ovo sem ser fecundado pelo espermatozóide.partoAto de parir; produto da concepção; expulsão do filho.parto gemelarParto de dois filhos.parto induzidoParto provocado na gestação prolongada, ou nas anormalidades gestatórias.parto prematuroParto que se realiza antes do período normal de gestação.
  • parto serotinoParto realizado após duração excessiva da gravidez.parturiçãoAto de parir; parto natural.parúlidaAbscesso ou inflamação fleimonosa das gengivas.parvaRefeição ligeira antes do almoço, ou em seu lugar.parvoPequeno; tolo; idiota; imbecil.pastaMassa mole de xaropes ou outras substâncias que servem de veículo a medicamentos, em geral de uso externo.pasteurizaçãoMétodo de esterilização parcial pelo aquecimento a 60º durante 30 minutos, utilizado na conservação deprodutos alimentares e fermentescíveis.pastilhaMassa adicionada às substâncias medicamentosas, comprimida e envolta em açúcar.patelaRótula.patelar, reflexoContração e elevação da perna sobre a coxa, pela percussão do tendão rotuliano, estando o membro relaxado.Apresenta graus variáveis com a excitabilidade nervosa do indivíduo; pode estar ausente em indivíduos normais;aumenta muito com a esclerose dissemipátemaDoença ou estado mórbido.patenteAberto; acessível; visível; documento de concessão de título ou privilégio.patéticoQue comove a alma, despertando um sentimento de piedade ou tristeza.patoDo gr. páthos, sofrimento, infortúnio (patológico, hepatopatia).patogeniaMecanismo de ação do agente patogênico; estudo da sucessão de sintomas que provocam determinada doença.patogênicoCapaz de produzir doença.patognomônicoSinal ou sintoma que caracteriza uma determinada doença, diferenciando-a das outras.patologiaParte da Medicina que cuida das causas, processos e efeitos das doenças e das alterações provocadas por elasno organismo.patuáAmuleto; envoltório geralmente preso ao pescoço e que contém "reza ou remédio", para evitar feitiços (pop.).pauciDo lat. paucus, pouco (paucíloquo, paucirradiado).paul
  • Água estagnada ou alagadiça; pântano.pauperismoPobreza; estado permanente de miséria.péÓrgão da extremidade do membro inferior; medida de comprimento correspondente a 33cm.pecadoTransgressão de lei religiosa; culpa; vício.peciloTermo que indica variado; variedade; irregular.peciloDo gr. poikílos, variado, diverso (pecilotermo ou poiquilotermo).pecilotermiaEstado em que a temperatura corpórea varia de acordo com a do ambiente.pecilotérmicoDiz-se de animais que não apresentam uniformidade térmica corporal, mas de acordo com o meio ambiente.peçonhaSubstância segregada por animais chamados peçonhentos através de glândulas especiais, que têm canaisexcretores ligados a dentes (cobras) e a estiletes (ferrão ou aguilhões) de insetos e outros artrópodes; em certoscasos, como nos batráquios, as glândulapectenDo lat. pacten, pectinis, pente (pectenotomia, pectíneo).péctenOsso púbis.pécticoQue tem capacidade de fixar substâncias.pectoDo gr. pektós, coagulado (pectina); - do lat. pectus, peito (pectoriloquia, expectorante).pé-de-atletaMicose dos pés (Tinea pedis).pederastiaContato homossexual entre um homem e um rapaz bem jovem, quase criança.pedeseDo gr. pédesis, salto (diapedese).pedestaçãoAto de ficar de pé ou andar.pediDo lat. pes, pedis, pé (pedialgia).pedículoBase estreitada de um tumor ou órgão apenso.pediculoseInfestação por piolhos ou pedículos.pedoDo gr. pais, paidós, menino, filho (pediatra, pedologia, pederastia).pedofilia
  • Interesse mórbido por crianças.pedopatiaDoença dos pés; podopatia.pedúnculoTronco; suporte de órgão.pegmáticoQue coagula; coagulante.pejarEngravidar; tornar-se grávido.pejoPudor; vergonha.pejorativoDeprimente; desfavorável; que piora ou agrava.peladaDermatose que acomete as regiões pilosas do corpo, caracterizada pela presença de placas de alopécia.pelagraDoença carencial de niacina (ácido nicotínico) que se manifesta por perturbações digestivas (diarréia, falta deapetite, constipação), perturbações cutâneas (rubor nas partes do corpo geralmente expostas ao sol,descamação), pele áspera, de cor acastanhadpeleEnvoltório membranoso que forra a superfície externa do corpo e se continua nos orifícios naturais com asmucosas.pelicoDo gr. pelyx, pélykos, bacia, pelve (pelicometria).pelioDo gr. peliós, lívido (peliose, pelioma).pelmaSola do pé; planta do pé.pelma, pelmatoDo gr. pelma, pélmatos, planta do pé (pelmaegia, pelmatograma).peloDo gr. pelós, lodo, barro (peloterapia).peloterapiaEmprego terapêutico do lodo.peltiDo lat. pelta ou do gr. pélte, escudo, lança (peltiforme).pelúcidoTransparente; translúcido.pelugemConjunto de pêlos; primeiros pêlos do rosto.pelveBacia; pélvis.pelviDo lat. pelve, bacia (pelvimetria).
  • pênduloCorpo pesado, suspenso na extremidade inferior de um fio ou de uma vara metálica, que oscila sob a ação dopróprio peso, ou serve para aprumar.peneDo gr. pénes, pobre (leucopenia, caliopenia).pênfigoDermatose, que se manifesta por grandes bolhas, cheias de líquido seroso; termo geral que engloba diversasdermatoses.pênfigo foliáceoDermatose pênfiga, de caráter crônico, grave, caracterizada por erupção bolhosa abortiva, que evolui para tomaro aspecto de eritrodermia esfoliativa ou herpetiforme, endêmica em algumas regiões do Brasil, como Goiás,Tocantins e Pará (Sul); fogo selvagempensoCurativo, tratamento, limpeza; inclinado.pentaDo gr. pénte, cinco (pentose).penugemPêlos finos e curtos.peoDo gr. péos, pênis (peotomia, peotilomania).pepsi, peptoDo gr. pépsis, digestão (dispepsia), e peptós, digerível, cozido (peptona).pepsiaDigestão.pepsinaEnzima do suco gástrico com propriedades proteolíticas.pépticoRelacionado com a digestão ou com a pepsina.peptídioComposto formado pela união de dois ou mais aminoácidos.peptonaProduto de transformação das proteínas pela pepsina, em meio ácido.pequeno malManifestação epiléptica caracterizada por breves ausências, durante as quais o indivíduo parece desatento oualheio ao ambiente. É um termo cada vez mais em desuso.pequiagraGota do cotovelo.perPref. lat.: através de (percutâneo).per osPela boca.per rectumPor via retal.peraDo gr. péra, bolsa (perencefalia).
  • percolaçãoOperação de passar um líquido através de um meio para filtrá-lo ou para extrair substâncias deste meio.percussãoAto de percutir; vibração mecânica, por choques, sobre uma parte vibratório ou ressonante, para sentiralterações conseqüentes a modificações estruturais.percutâneoRealizado através da pele; intradérmico.percutirBater; praticar a percussão.perdigotoPartícula de saliva lançada durante a fala, tosse ou espirro; gotículas de Pflügge.perebaPequena úlcera cutânea; sarna.perecerTer fim; deixar de existir; morrer.pereneQue dura muitos anos; permanente; eterno.perfeccionismoTendência obsessivamente exagerada para atingir a perfeição na realização de alguma coisa.perfil epidemiológicoSegundo o Ministério da Saúde, estado de saúde de uma determinada comunidade.perfil nosológicoSegundo o Ministério da Saúde, conjunto de doenças prevalentes e/ou incidentes em uma determinadacomunidade.perflaçãoAto de introduzir ar em determinado espaço, a fim de expulsar secreções.perfluxoFluxo abundante de humores.perfundirFazer um líquido atravessar tecidos ou órgãos.perfusãoPassagem artificial de líquido através de tecido ou de um órgão.periDo gr. peri, ao redor de (pericardite, peritendinite).pericárdioMembrana serosa que envolve o coração.pericardiocentesePunção cirúrgica no pericárdio, com o objetivo de aspirar derrames.pericarditeInflamação do pericárdio.períciaExame para esclarecer fato, lesão, acontecimento; habilidade; destreza.pericôndrioMembrana que reveste as cartilagens.
  • pericondriteInflamação do pericôndrio.periferiaSuperfície ou linha que delimita externamente um corpo; contorno, âmbito.perífraseUso de palavras supérfluas ou redundantes na fala.perinatalRelativo ao período imediatamente antes e depois do parto.períneoEspaço ou área entre o ânus e os órgãos genitais.periodicidadeQualidade do que é periódico; recorrência de fenômenos em épocas determinadas.periódicoRelativo a períodos; que se repete ou se renova em certos períodos.períodoEspaço de tempo entre duas épocas, dois fatos, dois movimentos.periósteoMembrana fibrosa que envolve o osso.periostiteInflamação do periósteo.peripiemaInflamação ao redor de qualquer órgão.periscópicoQue proporciona visão de amplo alcance.peristaltismoMovimento vermiforme do tubo digestivo, com a finalidade de fazer progredir o bolo alimentar.perístaseConjunto de condições externas ou ambientais; ambiente.perístoleCapacidade que a parede gástrica possui de envolver os alimentos.peritoConhecedor de determinada especialidade; aquele que se acha habilitado para fazer perícia.peritôneoMembrana serosa que forra as paredes abdominais (peritôneo parietal) e recobre as vísceras, mantendo asvísceras em sua posição por meio de dobras, chamadas mesentérios.peritoniteInflamação do peritôneo, com dores abdominais, obstipação, vômitos e febre.perítricoQue apresenta cílios ou flagelos dispostos em torno do corpo (bactérias).perladoSemelhante a pérolas.perlado, catarroCatarro que se parece com pequenas pérolas, observado nos asmáticos.permeável
  • Atravessável; que pode ser transpassado.perniciosoPrejudicial; nocivo; de caráter muito grave.pérnioÚlcera de frio ou eritema pérnio.pernioseDermatose provocada pela ação do frio; existência de pérnios em várias partes do corpo.peroDo gr. perós, mutilado, deformado (peromelia).perobráquioIndivíduo com braços deformados.perodactiliaDeformidade dos dedos.pérolaConcreção calcárea formada nas ostras.perônioOsso delgado da perna, situado do lado da tíbia, que pela nova nomenclatura anatômica (1998) chama-se fíbula.peroralAdministrado por via bucal, pela boca.perplicaçãoFechamento de vaso seccionado aproximando a extremidade que sangra por meio de incisão em sua própriaparede.perseveraçãoContinuidade de atividade após ter cessado o estímulo; persistência no mesmo estado de espírito.personalidadeCaracterização da individualidade, resultante da integração dos fatores psicológicos (afetividade, inteligência,pulsões, vontade) e biológicos (morfofisiológicos).personalistaIndividualista; egoísta.perspiraçãoEliminação de vapor de água pela superfície da pele e pulmões.perstriçãoLigadura ou compressão de vaso, com o objetivo de estancar a hemorragia.persuasãoProcesso psicoterápico que consiste em influenciar o paciente com palavras e com fatos, com a finalidade deconvencê-lo de alguma coisa.pertinazObstinado; teimoso; persistente.pertosseCoqueluche; pertussis.perversãoDesvio do curso normal; deformação dos sentidos; alteração de função normal.perverterCorromper; desmoralizar; alterar.
  • pervertidoQue se perverteu; depravado; que pratica atos sexuais não-normais.pérvioQue dá passagem; permeável.pesadeloSonho agitado e opressivo, com sensação de sufocação; sonho angustiado.pessárioAparelho de borracha, de formas diversas e flexibilidade variável, usado para a contenção de órgãos pélvicos,como, por exemplo, o útero, e outrora como método anticoncepcional.pessimismoDisposição mórbida que vê tudo da pior maneira; desânimo; descrença; desalento.pestanaCabelo que nasce nas bordas das pálpebras; cílio.pesteDoença epidêmica contagiosa.pesticidaQue destrói ou combate pestes.petéquiaCada uma das pequenas manchas vermelhas ou purpúreas, não-salientes, que surgem na pele ou membranasmucosas, devido a hemorragias intradérmicas ou submucosas. No seu curso evolutivo, essas manchas passama azuis ou amarelas.pétreoQue é de pedra; relativo a rochedo.pevideSemente de diversos frutos.pexeDo gr. pêxis, fixação, ajuste (nefropexia).pezResina de pinheiro.pHIndica o grau de acidez ou de alcalinidade de uma solução. Diz-se que uma solução é ácida quando seu pH émenor que 7; é alcalina quando o pH for maior que 7 e até 14. Quando o pH = 7, a solução é neutra (não é nemácida, nem alcalina).pia-materA membrana mais interna e mais vascularizada do Sistema Nervoso Central.piarDo gr. piar, gordura (piaremia).pícnicoEspesso; grosso; volumoso; que apresenta formas arredondadas, estatura baixa e reforçada; uma dasclassificações biotipológicas de Kretschmer, em 1919, das constituições e dos temperamentos humanos,juntamente com o astênico ou leptossomático, o atléticopicnoDo gr. piknós, espesso, cheio, denso, freqüente (pícnico, picnosfigmia).picnolepsiaAtaque epiléptico recorrente na criança.picnômetro
  • Aparelho para medir a densidade ou peso específico dos líquidos.picnoseDegeneração com espessamento, peculiar ao núcleo das células, que se transforma em massa uniforme.picoAnteposto ao nome de uma unidade, forma o nome de uma unidade derivada que vale um trilionésimo (10-12)da primeira; dose de entorpecente injetável, utilizado por dependentes químicos, aplicado rapidamente, "embloco" (pop.).picroDo gr. pikrós, amargo (picrogeusia, picrotoxina).picumãFuligem de chaminé usada em algumas regiões interioranas do Brasil como curativo do umbigo dorecém-nascido (pop.).pieiraRuído na respiração difícil; piado.pieliteInflamação do revestimento dos bacinetes e dos cálices renais.pieloTermo que indica bacinete; pelve; cavidade.pieloDo gr. pyelós, bacia, bacinete (pielografia, pielonefrite).pielografiaImagem radiográfica do bacinete, mediante injeção de sal iodado de contraste.pielografia ascendente ou retrógradaPielografia em que se introduz meio de contraste no bacinete através do ureter.pielografia venosaPielografia em que se injeta na veia o meio de contraste, que aparece imediatamente na urina.pielometriaMensuração do bacinete renal mediante traçados de ondas de contração do bacinete, verificáveis pelasalterações de pressão, por meio de catéter ureteral.pielonefriteInflamação dos bacinetes e do rim que, geralmente, se propaga ao ureter.pielonefroseAfecção do rim e do bacinete, não-inflamatória.piêmeseVômito de matéria purulenta.piemiaSepticemia generalizada, com formação de focos secundários de supuração, acompanhada de febre, calafrios,sudorese e icterícia.piesePressão; compressão.pieseDo gr. píesis, pressão (alopiésico).piesimetriaMedição da sensibilidade cutânea à compressão.piezo
  • Do gr. piézo, fazer pressão (piezoterapia).pigarroMuco ou irritação na garganta que obriga a raspar a garganta com movimento ruidoso peculiar.pigmentoSubstância corante produzida por seres vivos.pigoTermo que indica relação com as nádegas.pigoDo gr. pygé, nádega (pigópago).piíteInflamação da pia-máter.pilãoGral de madeira para pulverizar.pilarColuna simples; sustentáculo.pileTermo que indica relação com veia porta.pileDo gr. pyle, porta (pileflebite).pilíferoQue tem pêlos.pilíficoQue faz crescer os cabelos.piloDo lat. pilus, pêlo (piliforme, pilose).piloroAbertura distal ou duodenal do estômago, através da qual o conteúdo gástrico penetra no duodeno.piloroestenoseEstenose ou estreitamento do calibre do orifício do piloro.pilorospasmoContração espasmódica do piloro, que dificulta a passagem do alimento do estômago para o intestino.piloseAbundância de pêlos; hipertricose.pilosismoDesenvolvimento anormal de pêlos.pílulaForma farmacêutica, sólida, esférica e destinada para o uso interno.pimeliteInflamação do tecido adiposo.pimeloDo gr. pimelé, gordura (pimeloma).pimeloseExcesso patológico de gordura; obesidade.
  • pinaPavilhão da orelha.pinacoDo gr. pinakos, quadro, prancha (pinacóide).pinealEm forma de pinha.pineal, glândulaÓrgão de natureza glandular, situado na parte posterior do cérebro, no epitálamo.pinealomaGlioma da glândula pineal, ou nas suas proximidades, produzindo perturbações endócrinas da puberdadeprecoce.pinguéculaPequena formação amarelada, localizada na conjuntiva bulbar, observada nos indivíduos idosos.pinoDo gr. píno, beber (pinocitose); - do gr. pínos, sujidade (apinóide).pinocitoseAbsorção de líquidos ou substâncias metabolizados por células.pinoterapiaTratamento com dieta de supressão parcial ou total de alimentos durante certo período; cura de fome ou jejum.pintaMancha; marca; sinal congênito; medida antiga que valia 473,18 ml.pioTermo que indica relação com pus; ou com gordura.pioDo gr. pyon, pus (piócito, piúria, empiese).pioceleDistensão de cavidade com pus.pioceliaPresença de pus na cavidade abdominal.piócitoCélula de pus; leucócito polimorfonuclear degenerado.pioculturaExame bacteriológico do pus.piodermiteDoença purulenta da pele.piogênicoQue produz pus.pionefriteInflamação do parênquima renal, que leva à formação de abscessos.piorréiaCorrimento de pus.piorréia alveolarInflamação supurativa dos alvéolos dentários, amolecendo os dentes e chegando a desprendê-los.pipeta
  • Tubo de vidro, em geral graduado, utilizado para transferir líquidos aspirados nele, medindo-se o volumesimultaneamente.pirâmideElevação cônica em órgão.pirãoPapa grossa de farinha de mandioca.pirenoDo gr. pyren, caroço (pirenóide).piréticoRelativo à febre.piretoDo gr. pyretós, febre (antipirético).piretoterapiaEmprego de agentes que provocam elevação da temperatura corpórea, para tratamento de uma doença.pirexiaFebre.piriDo lat. pirum, pera (piriforme).piroDo gr. pyr, pyrós, fogo (pirexia, pirose, piridina).pirofobiaMedo mórbido de fogo.pirogênioAgente que provoca o aumento da temperatura e, às vezes, febre.pirolagniaExcitação sexual à vista de fogos ou fogueiras.piróliseDecomposição de substâncias orgânicas pelo calor.piromaniaObsessão maníaca a respeito de fogo; incendiarismo.pirômetroInstrumento para medir a intensidade de calor muito elevado.piroseAzia, sensação de ardor ou de queimação na garganta, no esôfago e no estômago, acompanhada de abundantesecreção salivar.piscívoroQue se nutre de peixes.pisiDo lat. pisum, ervilha (pisiforme).pisiformeEm forma de ervilha.piso de atenção básica (PAB)Segundo o Ministério da Saúde, ato de definir o medicamento a ser consumido pelo paciente, com a respectivadosagem e duração do tratamento. Em geral, esse ato é expresso mediante a elaboração de uma receitamédica.
  • pitecoDo gr. píthekos, macaco (pitecântropo).pitiCrise de pitiatismo (pop.).pitiDo gr. peithó, persuasão (pitiatismo).pitiatismoTermo criado pelo neurologista francês J.F. Felix Babinsky, (1857-1932), para designar a histeria, ou seja, umestado causado pela sugestão, tornando o paciente passível de cura pela persuasão.pitiríaseDoença da pele caracterizada por descamação furfurácea.pitiríase circinadaPitiríase com manchas avermelhadas e febre moderada.pitiríase gravidarumPitiríase com manchas descoradas observadas na gravidez.pitiríase versicolorDermatose provocada pelo fungo Malassezia (Microsporon) furfur, caracterizada por máculas escamosas.pitiroDo gr. pityron, sêmeas (pitiríase, pitiróide).pitoDo gr. pytho, apodrecer (pitógeno); - do gr. píthos, tonel (pitóide).pituitaDo lat. pituita, muco lançado fora do organismo (pituitária).pituítaNa Antiguidade, um dos quatro humores que constituíam o meio ambiente interno, no qual uma secreçãomucosa se acreditava ser produzida pelo encéfalo e eliminada pelo nariz; fleuma.pituíta matinalDiz-se da primeira ingestão de bebida alcoólica, logo ao acordar, que determinados pacientes alcoólatrascrônicos necessitam compulsivamente para não apresentar tremor das mãos e "enfrentar" o dia.pituitáriaMembrana mucosa que reveste parcialmente as narinas; hipófise.pituitárioRelativo à pituíta, ou à glândula pituitária ou hipófise.piúriaPresença de pus na urina.placeboMedicamento inerte, ministrado com fins sugestivos ou morais, ou ainda, em trabalhos de pesquisa, quando édado a um grupo de pacientes que ignora estar tomando o medicamento cuja ação se quer investigar.placentaÓrgão localizado no útero, durante a gestação, e que, através do cordão umbilical, estabelece comunicaçãobiológica entre a mãe e o filho.placenta préviaPlacenta que se situa entre o canal cervical e o feto, dificultando, assim, a expulsão deste.pladaroDo gr. pladaros, mole (pladaroma).
  • pladaroseTumor flácido da pálpebra.plagioDo gr. plágios, oblíquo (plágiostomo, plagiocefalia).plagiocefaliaCrânio assimétrico, com um dos hemicrânios maior do que o outro.planoDo gr. pláne, errante (planócito, ospiloplania); - do lat. planus, plano (planocôncavo).planócitoCélula migratória ou errante.planotopocinesiaPerturbação da capacidade de orientação no espaço; distúrbio da execução dos movimentos em suas relaçõescom as representações espaciais.plantalgiaDor na planta do pé.plantívoroQue se alimenta de plantas.planúriaEliminação de urina em lugar anormal.plaquetaCorpúsculos sangüíneos que funcionam como centros formadores da rede de fibrina durante a coagulaçãosangüínea.plaquetemiaTeor de plaquetas no sangue.plaquetopeniaDiminuição da taxa de plaquetas no sangue; trombocitopenia.plaquetoseExcesso de plaquetas no sangue; hipertrombocitose.plase, plastoDo gr. plásis, formação, configuração (neoplasia) ou plástes, formador, escultor (aplástico, plastodinamia).plasmaA parte líquida, coagulável, do sangue e da linfa, e onde se acham em suspensão as células destes.plasmaféreseRemoção de plasma; retirada de sangue com separação dos glóbulos por centrifugação, substituindo-se oplasma pela solução de Locke.plasmarrexeRuptura da membrana celular, com dissolução do citoplasma.plasmócitoCélula ovóide, com citoplasma muito basófilo; sintetiza os anticorpos encontrados no sangue; existe em pequenaquantidade no tecido conjuntivo normal; aparece em grandes quantidades nas áreas onde existe inflamaçãocrônica.plasmódioHemoparasito que provoca doenças, como a malária.plasmoforeseProdução ou condução de plasma.
  • plasticidadeQualidade de ser plástico; qualidade que possui a matéria viva de se desenvolver em seres mais complexos,adaptando suas formas.platelmintoHelminto de corpo achatado, como os cestódeos, trematódeos e outros.platiDo gr. platys, largo, achatado (platicéfalo, platelminto).platicéfaloQue tem cabeça larga ou chata.platicoriaDilatação da pupila; midríase.platônicoRelativo à filosofia de Platão, o grande filósofo ateniense (428 ou 427 a.C. - 348 ou 347 a.C.); alheio a interessesou gozos materiais; ideal; casto.plaxiaDo gr. plax, plachós, plano (espiloplaxia).plegiaDo gr. plegé, golpe (paraplegia, hemiplegia).plêiadeGrupo de sete estrelas visíveis, a olho nu, que fazem parte da constelação de Taurus; reunião de homenscélebres; reunião de sete pessoas ilustres.pleoDo gr. pleíon ou pléon, muito, completo, espaçoso, cheio (pleocitose, pleomorfismo).pleocitoseAumento global dos linfócitos no organismo e no líquido cefalorraquidiano.pleomorfismoPropriedade de apresentar formas diferentes na mesma espécie, particularmente nas bactérias.pleomorfoQue ocorre em várias formas.pleroseRestauração de tecidos perdidos, notadamente após as doenças.plessoDo gr. plésso, bater, percutir (plessestesia, eletroplessão).pletismografiaRegistro das alterações de tamanho de qualquer parte, avaliado pela circulação sangüínea modificada.pleto, pletismoDo gr. plêthos, plethysmós, massa, volume, aumento (pletissemia, pletomelia, pletismometria).pletoraAumento considerável de sangue no organismo; turgescência vascular.pleuraSerosa que envolve os pulmões como um saco de dupla parede, permitindo que o pulmão se desloque nosmovimentos respiratórios.pleuritePleuris; inflamação da pleura.
  • pleuroDo gr. pleurá, lado, flanco (pleurocentese, pleuropatia).pleurocentesePunção na pleura.pleurodiniaDor paroxística nos músculos intercostais; neuralgia intercostal.plexiaDo gr. plêxis, golpe (paraplexia).plexoRede de nervos, gânglios ou vasos.plicaDobra; prega; ruga.plioV. pleo.plumbiDo lat. plumbum, chumbo (plumbismo).plumbismoIntoxicação crônica por absorção de sais de chumbo; saturnismo.pluriPref. lat.: vários, muitos (plurilocular, pluricelular).pluricarencial, síndromeAlterações patológicas mais freqüentes na infância, originadas pela falta de alimentação adequada, comemaciação, edema generalizado ou das extremidades, apagamento do brilho dos cabelos, hipoproteinemia,anemia moderada; corresponde à chamada síndrome depluricelularQue contém muitas células.plurifetaçãoConcepção de gêmeos, ou mais crianças.pluríparaQue deu à luz a duas ou mais crianças; multípara.plutoDo gr. ploûtos, riqueza (plutomania).plutomaniaPerturbação mórbida sobre grandeza e riqueza, sentindo que as possui.pluvialRelativo à chuva.pneiaDo gr. pnoié, respiração (taquipnéia, dispnéia).pneoTermo que indica relação com respiração.pneumaNa Antiguidade, essência espiritual invisível e inatingível, de conceituação difícil. Admitia-se que se formassecom base no ar ou com auxílio deste. Os seus adeptos, os pneumatistas, consideravam-no como espírito vital,atribuindo-lhe a natureza de calorpneumatistas
  • Partidários da doutrina do pneuma.pneumatosePresença de ar ou gases em qualquer ponto do corpo.pneumo, pneumatoDo gr. pneûma, pneûmatos, sopro, respiração (pneumatologia) ou pneûmon, pulmão (pneumo-tórax).pneumocentesePunção no parênquima pul-monar, com o objetivo de retirar material para exame bacteriológico, ou paraevacuação de material patológico.pneumoconioseDeposição no pulmão de poeiras inaladas em ambientes poeirentos, e conforme o tipo de pó formamdenominações próprias: antracose (carvão), silicose (silício) e siderose (ferro).pneumoniaAfecção pulmonar de natureza inflamatória, causada por rickéttsias, vírus, bactérias, cogumelos ou de naturezaalérgica.pneumotóraxInfiltração de ar ou gás na cavidade pleural.pneumotórax artificialOperação pela qual se introduz ar na cavidade pleural, para provocar o colapso do pulmão, que ficando emrepouso, facilita a cura. Era usado, antigamente, em casos de tuberculose pulmonar ou de bronquiectasia.pnigoDo gr. pnigos, calor sufocante, sufocação (pnigofobia).pnigofobiaMedo mórbido de sufocação; é uma forma de claustrofobia.póSubstância dessecada, reduzida a partículas, a fim de facilitar sua adesão a superfícies, incorporação a formasfarmacêuticas ou dissolução de constituintes nele contidos.poçãoLíquido que contém substâncias medicamentosas.poculoDo lat. poculum, copo (poculiforme).podagraAtaque de gota nos pés, particularmente no grande dedo; na Grécia era a podagra, uma espécie de laço com oqual se prendiam os animais pelas patas, evitando que andassem. A Medicina apropriou-se do termo vulgar,como fez a tantos outros... A gota, doençapodalRelativo aos pés.podelcoseUlceração nos pés.poder estatísticoA probabilidade de que um estudo encontrará uma diferença quan-do na população-alvo a diferença realmenteexiste (sensibilidade).podiatraEspecialista no tratamento das doenças do pé.podiatriaTratamento das doenças do pé.pódice
  • Ânus; nádegas.podoDo gr. poús, podós, pé, perna, pata (pseudópode, pododáctilo).podreQue está em decomposição.poese, poieseDo gr. poíesis, produção, formação (hemopoese, uropoiese).pogonDo gr. pógon, barba (pogoníase).pogoníaseCrescimento exagerado da barba; desenvolvimento de barba em mulher.pogônioPonto mais anterior do queixo na linha mediana.poiquiloV. pecilo.polacicoproseDefecação muito freqüente.polaciúriaEliminação muito freqüente de urina.polaquiDo gr. poliákis, freqüentemente (polaquiúria).polarRelativo a pólo ou extremidade de eixo central.polaridadeGrau de polarização; limites extremos das atividades mentais, como amor e ódio, vida e morte, atividade epassividade.polegadaMedida inglesa de comprimento, equivalente a 25,4mm do sistema métrico decimal; medida aproximadamenteigual a do comprimento da segunda falange do polegar.pólenElemento fecundante masculino das flores, de grande significação na alergia.pólexPolegar; pólice.poliTermo que indica muitos; vários; termo que indica, também , cidade.poliDo gr. polys, muito (poliúria, polimastia, polinuclear).poliartriteInflamação simultânea de várias articulações.póliceDedo polegar; pólex.policieseGravidez múltipla.policitemia
  • Aumento do número de glóbulos vermelhos no sangue.policitemia veraEritremia; doença de Osler-Vaquez.policlínicaClínica geral; lugar onde se tratam doenças de diferentes especialidades.policoliaAumento da secreção biliar.policopriaFormação exagerada de fezes.policromasiaVariação de cor das hemácias, decorrente do teor de hemoglobina.polícrotoQue apresenta numerosos batimentos.polidactiliaPresença de dedos supranumerários.polidipsiaSede exagerada, insaciável, orgânica (diabetes) ou psicogênica.polidontiaPresença de dentes supranumerários.polietilenoMaterial plástico empregado em cirurgia e para confecção de sondas e outros utensílios.poligamiaVida em comum de um macho e várias fêmeas.polígrafoInstrumentos para fazer traçados simultâneos.polimenorréiaAumento da freqüência das menstruações.polímeroComposto cuja composição percentual é a mesma do composto primitivo, mas cujo peso molecular é ummúltiplo do composto primitivo.polimorfismoEstado de instabilidade de ser que muda de aspecto e de forma, de acordo com as circunstâncias.polimorfoQue se apresenta sob formas diferentes; que muda de forma.polinevriteInflamação de diversos nervos periféricos; polineurite.polinizarTransportar pólen; disseminar pólen.polioDo gr. poliós, cinzento (poliomielite).poliomieliteInflamação da substância cinzenta de medula; virose com manifestações paralíticas bulbares ou bulboespinhais,também denominada paralisia infantil.poliose
  • Encanecimento (embranquecimento) precoce do cabelo e dos pêlos.pólipoTumor que se insere por pedículo, geralmente em superfície mucosa, como resultado de hipertrofia da mucosa(bexiga, reto).poliposePresença de pólipos múltiplos.polispermiaSecreção excessiva de sêmen; penetração de mais de um espermatozóide no óvulo, dando multiplicação deembriões; superfecundação de um só óvulo.polissacarídioGrupo de carboidratos que contêm mais de quatro moléculas de carboidratos simples, combinados uns com osoutros, como a dextrina, amido e glicogênio, celulose e a pectina.polissialiaProdução abundante de saliva; ptialismo.polissintomáticoQue apresenta muitos sintomas.polistíquiaPresença de duas ou mais fileiras de pestanas nas pálpebras.politríquiaExcessivo desenvolvimento dos cabelos; hipertricose.polmeMassa que apresenta consistência mole.póloExtremidade de um eixo real ou imaginário.poluçãoAto de poluir; emissão involuntária de esperma, sem coito.polução diurnaEspermatorréia.polução noturnaEliminação de esperma durante o sono.polutoManchado; corrompido.polvilhoAmido de mandioca, seco e pulverizado.pomadaForma farmacêutica que consiste na mistura de uma gordura animal e substâncias aromáticas ou medicinais.pômiceQualquer pedra porosa.pomoFruto carnudo de forma esférica.pomo de AdãoÂngulo saliente da cartilagem tiróide, no pescoço.pômuloParte saliente da face ou das bochechas; maçã do rosto.
  • ponderávelQue possui peso; que se pode pesar.ponoDo gr. pónos, dor, fadiga, pena, sofrimento (aponia, ponofobia).ponogênicoQue provoca dor ou fadiga.pontadaDor aguda espontânea na parede torácica (pop.).pontoPequena área ou mancha; momento em que um fenômeno ou reação atinge o acme ou se processa.ponto cegoÁrea da superfície da retina insensível à luz e onde emerge a artéria central da retina.ponto críticoMomento em que se realiza uma transformação.ponto de fusãoGrau de temperatura específico de cada corpo químico sólido, em que ele se funde.ponto de ossificaçãoCentro de ossificação dos ossos embrionários.ponto falsoPedaço de esparadrapo ou de outra matéria adesiva que se aplica sobre uma ferida para unir-lhe os bordos.ponto vitalCentro respiratório bulbar, cuja picada leva à morte.pópliteRegião posterior da articulação da coxa com a perna.poplíteoRelativo à concavidade posterior do joelho ou póplite; espaço, ou oco ou côncavo poplíteo.populaçãoÉ o conjunto de elementos sobre o qual desejamos pesquisar. Os elementos que a constituem apresentamnormalmente pelo menos uma característica em comum. Quanto ao número de elementos poderá ser finito ouinfinito.população realQuando existem erros sistemáticos na população em estudo, fala-se em uma terceira população, a populaçãoreal neste caso, que corresponde a população em estudo.população-alvoÉ a população maior de onde provém a amostra e para que são feitas interferências. Freqüentemente, artigosnão especificam a população-alvo do trabalho. Geralmente é uma população geograficamente delimitada queteria as mesmas características como a amostporfiriaDoença metabólica que se caracteriza pela retenção de porfirinas nos tecidos.porfirinaCada um dos grupos vermelho-escuros ou púrpura-escuros de derivados do pirrol, isentos de ferro e magnésio,que existem universalmente no protoplasma e compõem os pigmentos respiratórios de animais e plantas.porfirinúriaQuantidade anormal de porfirina na urina, produzindo coloração escura.pórfiroInstrumento de farmácia composto de tábua (ou pedra dura, lisa) onde se coloca a substância a pulverizar,
  • deslizando-se sobre ela o moente.porioDo gr. poreía, viagem, partida (poriomania).poriomaniaTendência impulsiva de fugir de casa; automatismo ambulatório; mania de andar.pornoDo gr. pórne, prostituta (pornógrafo).poroOrifício pequeno sobre superfície livre; pequeno orifício sobre a pele por onde se abrem as glândulassudoríporas e sebáceas.poroDo gr. pôros, calosidade (poroma); - do gr. póros, passagem, travessia (poroso).poromaEndurecimento inflamatório.poroseFormação de cavidade.porosidadeEstado de ser poroso; grau de permeabilidade, em geral relativa a velas filtrantes.porosoQue tem poros; permeável.porraEsperma (pop.).porráceoDa cor do alho; que tem cheiro de alho.porrigemTinha de couro cabeludo (pop.).porroDo gr. pórro, de longe, adiante (porropsia).portuchoOrifício; furo; pertucho.posPref. lat.: atrás ou depois (pós-operatório).posioDo gr. pósis, ação de beber (posiomania).posoDo gr. posós, em certa quantidade (posologia).posteDo gr. posthe, prepúcio (apostia, postite, balanopostite).postetomiaSecção do prepúcio; circuncisão.postiteInflamação do prepúcio.póstumoPosterior à morte; nascido após a morte da pessoa em questão.
  • potabilidadeQualidade do que é potável.potamoDo gr. potamos, rio (potamofobia).potassemiaTeor de potássio no sangue.potassiopeniaDiminuição da taxa de potássio nos humores.potávelQue pode ser bebido.potênciaForça, vigor; capacidade de ereção, na realização do ato sexual; riqueza de anticorpos de um soro imune.potência coeundiCapacidade de realizar o ato sexual.potência generandiCapacidade de procriar.potenciaçãoAto de potenciar; ação combinada de duas drogas que é maior que a soma dos efeitos de cada uma, usadasseparadamente.potencial de açãoÉ uma alteração no potencial de membrana decorrente da ação de um estímulo.potencial de membranaPotencial elétrico através da membrana em todas as células; os neurônios e as fibras musculares são excitáveis,isto é, capazes de transmitir impulsos eletroquímicos ao longo de suas membranas.potoDo gr. pótos, bebida (potomania).potocitoseFenômeno de embebição das celulas.potologiaEstudo das bebidas.ppdAbreviação para "pure protein derivative", usada na prova cutânea à tuberculina.pragaCalamidade; desgraça pública; moléstia que ataca animais ou plantas.pragiaV. praxe.pragmatagnosiaPerda da capacidade de reconhecer objetos.pragmáticoRelativo a usual; que trata de aspectos práticos.pragmatismoDoutrina em que todas as idéias e atos têm conseqüências ou finalidades práticas.pragmatoDo gr. prâgma, pragmatos, negócio, objeto (apragmatismo, pragmatamnésia).
  • prandialRelativo às refeições.prandioDo lat. prandium, festa, banquete (pós-prandial).prândioAlimento; substância alimentar.praxeAquilo que se pratica; prática; uso.praxeDo gr. prâxis, ação (praxiterapia, apraxia).praxiterapiaTécnica psiquiátrica de tratamento usada, geralmente, com pacientes crônicos hospitalizados, e que consiste nautilização terapêutica do trabalho, distribuindo-se tarefas de complexidade crescente; terapia ocupacional.prazerEstado afetivo agradável, por satisfação de um desejo ou tendência, ou pela realização de atividade fisiológica.prePref. lat.: antes, anterior, diante de (pré-sistólico, precordial).préPrefixo que indica antes.precipitaçãoFormação de partículas sólidas de substâncias dissolvidas por métodos físicos, químicos ou físico-químicos.precisãoA ausência relativa de erro aleatório em torno da média, ou seja, o inverso de variância.precoceMaduro antes da estação própria; que sucede antes do tempo ou da idade própria ou normal; antecipado.precordialRelativo à região anterior do coração.precursorQue anuncia com antecipação; que precede.predadorAnimal que se alimenta de outros animais.predisponenteQue predispõe; que favorece o aparecimento de fenômeno, sintoma ou doença.predisposiçãoTendência, hereditária ou não, racial, constitucional, a apresentar ou adquirir hábitos, vícios, males ou doenças.preensãoAto de prender ou segurar.preformaçãoAto de formar antes; teoria dos antigos fisiologistas de que o animal completamente formado existe em formadiminuta na célula germinativa.pregaDobra; ruga; esfíncter anal (pop.).pregoPeça metálica com haste delgada, oriundo do termo "prick", em inglês.
  • prego, cabeça deFurúnculo pequeno (pop.).pregressoQue ocorreu anteriormente.prematuroQue amadurece antes do tempo; precoce; temporão; feto nascido antes do tempo normal de gestação.premonitórioQue serve de aviso; que adverte antecipadamente.premuniçãoConjunto de medidas adequadas para proporcionar prevenção; estado de imunidade ou resistência à infecçãocriada por uma infecção ainda presente.prenheFêmea grávida ou no período da gestação.prenhezGravidez; gestação.prepúcioDobra da pele que cobre a glande do pênis.presbiDo gr. présbys, velho (presbiopia).presbiofreniaDeficiência mental nos velhos, em que há deficiência de memória e de localização.presbiopiaDeficiência de visão na velhice e resultante da diminuição do cristalino, pela perda de sua elasticidade, fazendomais distante o foco visual, exigindo o uso de lentes corretivas que aproximem o foco visual.prescreverExecutar prescrição; determinar, estabelecer regras dietéticas ou terapêuticas.prescriçãoAto de dispor em papel as drogas e seu modo de usar, a dieta e outros cuidados a serem dados ao paciente;receita médica; formulário.prescritoresSegundo o Ministério da Saúde, profissionais de saúde credenciados para definir o medicamento a ser usado(médico ou dentista).preservativoQue preserva; preventivo; protetor; substâncias ou preparações que evitam a concepção, pela açãoespermaticida; camisinha e camisa-de-vênus (pop.).pressãoForça que impele moléculas líquidas ou gasosas contidas num espaço.pressão abdominalÉ a pressão exercida ao redor da bexiga, avaliada pela medida da pressão retal ou vaginal.pressão arterialGrau de compressão sangüínea nas artérias.pressão atmosféricaPressão do ar em determinada altitude (ao nível do mar é de 15 libras por polegada quadrada).pressão do detrusorDiferença entre a pressão vesical e abdominal.
  • pressão oncóticaAumento das micelas que se intumescem em presença da água.pressão osmóticaForça molecular das soluções, exercida através de membranas em paredes permeáveis.pressão pressórica uretral (PPU)É a representação gráfica da pressão intraluminal em toda a extensão da uretra.pressão uretralÉ a medida da pressão no interior da uretra em repouso durante esforço abdominal ou durante o processo demicção.pressão vesicalÉ a pressão aferida no interior da bexiga.pressorQue tende a aumentar a pressão sangüínea.prevalênciaQualidade de que prevalece; número de casos de determinada doença existente em certa zona, em determinadotempo.prevençãoDefesa contra males ou doenças.preventivoProfilático.priamomaniaMania de comprar; onemania.priapismoEreção anormal e prolongada, sem desejo sexual. O termo advém de Priapos, deus grego da procriação.priapoPênis; falo.primárioPrimeiro; principal.primário, complexoLesão tuberculosa pulmonar inicial, constituída por granuloma com células linfocitárias em torno da lesão, combacilos tuberculosos.primataOrdem de mamíferos, compreendendo o homem, os macacos e os antropóides.primevoRelativo aos tempos primitivos.primigestaQue concebeu pela primeira vez.primíparaMulher que pariu pela primeira vez.primoDo lat. primus, primeiro (primogênito, primípara).primórdioOrigem; fonte; início; esboço primitivo de um organismo, ou parte dele.prisão de ventre
  • Constipação intestinal; obstipação.prismaCristal sólido de faces paralelogâmicas e base de polígonos iguais, decompondo a luz quando atravessado porraio luminoso.privaçãoAto de privar; supressão de faculdade.privação de sentidosInconsciência.proV. pre.probabilidadeÉ a proporção de pessoas nas quais uma determinada característica está presente.procidênciaDeslocamento ou queda de órgãos; prolapso.procidência de cordãoSaída do cordão umbilical antes do feto.procriarDar nascimento; produzir.proctagraDor na região anal.proctatresiaImperfuração do ânus.proctoDo gr. proktós, ânus (proctoscopia, proctite).proctoceleProtrusão herniária do reto; prolapso do reto.proctócliseIntrodução de grande quantidade de líquido no reto; lavagem (pop.).proctodíniaDor ao redor do ânus.proctologiaEspecialidade médica que estuda a anatomia, a fisiologia e trata as doenças do reto e do ânus.proctoscopiaExame, com instrumentos especiais, do ânus e do reto.procumbirDeitar-se com a face para baixo; curvar-se até o chão; prosternar-se.procurvaçãoCurvação para frente.pródromoPrecursor, preliminar; sinais e sintomas que anunciam uma doença.produtos psicotrópicosSegundo o Ministério da Saúde, substâncias que afetam os processos mentais e podem produzir dependência.prófasePrimeira fase da mitose.
  • profilaxiaConjunto de medidas para evitar uma doença; prevenção; no vocabulário médico a palavra parece datar doséculo XVIII, havendo porém quem a assinale em manuscritos do século XV ou XVI. Mas a palavra profilax jáexistia de longa data na língua dos gregos, eprogériaCombinação de sinais de infantilismo com velhice precoce, tipo infantil do esqueleto, ausência de pêlos, facesenil com nariz aquilino, deficiência de caracteres sexuais, engrossamento dos ossos longos, inteligência médiae tendência à arteriosclerose.progloteAnel do corpo das tênias.prognatismoProjeção do mento (queixo) para frente.prognósticoPrevisão da evolução de uma doença, considerando-se a natureza e os sintomas da mesma.prolapsoQueda de um órgão.prolepseVolta de paroxismo antes do tempo normal ou esperado; antecipação.proliferaçãoReprodução ou multiplicação de formas similares ou de seres semelhantes.prolixidadeAlteração na concatenação dos juízos que consiste em falsa minuciosidade sobre determinado assunto,ocasionando uma imensa dificuldade em, objetivamente, chegar a um julgamento, mecanismo esse comum aepilépticos (personalidade gliscróide) e deficientes mpromiscuidadeQualidade de que é promiscuo; mistura de indivíduos de baixa esfera social.promontórioEminência; apófise; elevação.pronaçãoMovimento de voltar a palma da mão para baixo, estando o paciente deitado sobre o ventre.pronoDeitado com a face voltada para baixo, ou sobre o ventre; que apresenta palma da mão voltada para baixo.pronoDo lat. pronus, inclinado para a frente (pronação).propaganda de produtos farmacêuticosSegundo o Ministério da Saúde, é a divulgação do medicamento promovida pela indústria, com ênfase na marca,e realizada junto aos prescritores, comércio farmacêutico e população leiga.propedêuticaIntrodução ao estudo de uma ciência.propedêutica clínicaConjunto de procedimentos pelos quais um paciente é examinado, evidenciando sinais e sintomas, com afinalidade de se chegar a uma hipótese diagnóstica.proprinarDar a beber; ministrar.proprioceptivoQue recebe estímulos no interior dos tecidos do corpo.
  • proprioceptorNervo sensitivo terminal que informa a posição e os movimentos do corpo.propulsãoAto de propulsar; impulso para a frente; tendência a cair para a frente, na marcha; festinação.prosexiaAto de prestar à atenção.prosoPrefixo para indicar adiante.prosoDo gr. próso, para diante, longe de (prosodemia).prosodemiaModo de transmissão de epidemia de uma pessoa a outra, ao invés de acometer grande número de indivíduosda população.prosopagnosiaIncapacidade de reconhecer a face de outros indivíduos.prosopoDo gr. prósopon, face (prosopoplegia).prospectivoTrata-se de estudo longitudinal em que se propõe como seqüência lógica da investigação a antecipação dediversas causas e a conseqüente busca dos efeitos.próstataGlândula situada em torno do colo da bexiga, envolvendo a uretra, com um lobo médio e dois lobos laterais,secretando um líquido que atua no esperma.prostatiteInflamação da próstata.prostraçãoAto de prostrar; enfraquecimento; adinamia, grande debilidade.protandriaHermafroditismo em que a gônada masculina apresenta maturação antes da feminina.proteínaComposto nitrogenado, largamente distribuído nos organismos vivos, formando os constituintes dos tecidos elíquidos orgânicos; formada por agrupamentos aminoácidos, coagula-se pelo calor, por ácidos e metais;decompõe-se em presença de enzimas chamadas prproteinúriaPresença de proteína na urina.proteóliseHidrólise enzimática ou química das proteínas, e transformação em proteoses, peptonas e outros produtos.proteoseProduto obtido da hidrólise protéica, antes de chegar a aminoácido.próteseSubstituição de órgãos, ou parte de órgãos, por peça artificial.protéticoRelativo à prótese; especialista em prótese.protimiaMentalidade viva e brilhante.
  • protistaOrganismo unicelular, tanto animal quanto vegetal.protoDo gr. prôtos, primeiro (protozoário, protoplasma).protoblastoCélula embrionária; núcleo do ovo.protocolo de intervenção terapêuticaSegundo o Ministério da Saúde, roteiros de indicação e prescrição, graduados de acordo com as variações e agravidade de cada afecção.protoginiaHermafroditismo em que a maturação da gônada feminina ocorre antes da masculina.prótonA menor unidade de carga elétrica positiva (+), encontrada no núcleo do átomo. Em cada átomo existe tantosprótons no núcleo quantos são os elétrons que giram em torno deste; portanto, sendo positivos, os prótonscontrabalançam o mesmo número de elétrons,protopatiaDoença primitiva; afecção primitiva.protoplasmaSubstância encontrada no interior das células animais e vegetais, e considerada o substrato da vida; compõe-sede proteínas, lipídios, carboidratos e sais inorgânicos.protótipoTipo original; modelo; forma de que se originam outras formas.protozoárioClasse de seres animais elementares, geralmente unicelulares, formados de membrana, protoplasma, organelase núcleo. Algumas espécies são parasitos animais e vegetais e provocam doenças.protrombinaSubstância do plasma sangüíneo, precursora da trombina, participante das reações de coagulação.protrusãoAção de empurrar um órgão para diante; posição anterior de órgão ou parte de órgão.protrusão da línguaSaliência da língua para fora da boca.protrusão dentáriaPosição anterior dos dentes no prognatismo; dentuço (pop.).protrusoProjetado para a frente, saliente.protuberânciaSaliência, apófise.provetaCilindro de fundo cego e com pé, para conter líquidos.proximalQue fica mais próximo do centro da cabeça; que fica para o lado da cabeça; diz-se do ponto em que umaestrutura ou um órgão fica próximo a seu centro ou a sua origem.pruniDo lat. prunum, ameixa (pruniforme).pruridermia
  • Dermatose em que o sintoma dominante é um prurido violento.pruridoComichão, sensação que leva o indivíduo a se coçar.prurigemDesignação genérica das dermatoses em que o prurido é sintoma essencial, e nas quais se encontrampequenas pápulas, pálidas e de localização profunda.psalísFórnix do cérebro.psamoDo gr. psámmos, areia (psamocarcinoma).pselafesiaSentido do tato.pselafoDo gr. pselapháo, apalpar (pselafesia).pselismoGagueira.pseloDo gr. psellós, gago (pselismo).pseudoTermo que indica falso, errôneo.pseudoDo gr. pseudés, falso (pseudomembrana, pseudosmia).pseudópodoExtrusão do protoplasma de certos protozoários que, avolumando-se, acaba arrastando o corpo, fazendo seudeslocamento ou servindo a envolver partículas de que se alimentam.psicanáliseMétodo terapêutico das alterações neuróticas, introduzido por Sigmund Freud, neurologista austríaco(1856-1939), baseado em três aspectos distintos: 1) método de investigação do inconsciente, especialmenteatravés das associações livres e da análise dos spsicasteniaAfecção psíquica caracterizada por depressão, ansiedade, tendência a manias e obsessões, e perda do sentidoda realidade, cada vez menos usado como diagnóstico psiquiátrico.psicoTermo que indica alma, espírito, mente.psicoDo gr. psyché, alma (psicanálise, psicoléptico, psíquico).psicobiologiaEstudo da personalidade normal e patológica, como produto da integração dos fatores biológicos, psicológicos esociológicos. Os transtornos psiquiátricos são considerados não mais como entidades nosológicas definidas,mas como tipos de reação da personalipsicocirurgiaTécnicas cirúrgicas usadas no tratamento das doenças mentais, como leucotomia ou lobotomia desenvolvida porEgas Muniz e Almeida Lima, em Lisboa, na primeira metade do século XX.psicodélicoManifestação mental produzida por substâncias alucinógenas ou psicodislépticas.psicodiagnóstico
  • Estudo da personalidade, idealizado pelo psiquiatra suíço Hermann Rorschach (1884-1922), baseado nainterpretação de manchas de tinta.psicodramaTécnica psicoterápica desenvolvida por Jacob Levy Moreno, psicossociólogo norte-americano, de origemromena (1892), em que os pacientes improvisam no palco cenas das suas vidas, libertando-se por catarse dasemoções reprimidas e ganhando "insight" sobre opsicofarmacologiaFarmacologia das drogas que exercem ação sobre a mente, e suas repercussões emocionais e na conduta.psicogêneseCausalidade psíquica dos transtornos mentais e físicos, em oposição à organogênese, ou causalidade somática.psicolépticoSubstância química que exerce ação depressora sobre as funções nervosas superiores.psicologiaCiência que estuda a alma ou espírito e suas alterações.psiconeuroseDesordem psíquica com ansiedade, fobias, impulsos e obsessões, passíveis de serem tratadas pelapsicoterapia, cada vez mais abandonada na nomenclatura psiquiátrica.psicopataDoente mental.psicopatologiaEstudo da vida psíquica mórbida, anormal e patológica.psicoplegiaDesfalecimento psíquico passageiro; demência de curso rápido.psicoseNome genérico para certos transtornos mentais que comprometem gravemente a personalidade; o seurelacionamento com o mundo perturba-se ou se torna impossível, no qual o paciente (psicótico) não reconhececomo mórbido o seu estado mental, ou os seus sintompsicoterapiaMétodo de tratamento psicológico dos desajustamentos da personalidade por procedimentos, tais comosugestão, persuasão, hipnose, psicanálise, etc. .psicotrópicoQue exerce ação sedativa ou ativante sobre o sistema nervoso.psicroTermo que indica relação com o frio.psicroDo gr. psychrós, frio (psicrostesia).psicroalgiaSensação dolorosa provocada pelo frio.psiloDo gr. psilós, vazio, nu, desprotegido, liso (psilose).psiqueA alma, o espírito, a mente; psiquismo; segundo a mitologia, era uma belíssima jovem que amava Cupido(amor). Este ordenara-lhe que não o olhasse. Psique desobedeceu-o e Cupido sumiu, abandonando-a àdesolação. Após muitas provas de dedicação, Psique obtepsiquiV. psico.
  • psiquiatriaEspecialidade médica que se ocupa dos distúrbios mentais e de conduta, e a sua terapêutica.psiquismoConjunto dos fenômenos ou processos mentais, conscientes ou inconscientes, de um indivíduo ou de um grupode indivíduos.psitacismoArticulação de palavras e frases sem sentido; aquisição de conhecimento pela fixação na memória e semintervenção da inteligência; linguagem de papagaio.psitacoDo gr. psitakós, papagaio (psitacose).psoaDo gr. psóai, lombo (psoas, psódimo).psoasCada um dos integrantes de dois pares de músculos dorsais da coluna vertebral.psofoDo gr. psophos, ruído (edeopsofia).psomofagiaComer aos bocados; mastigação total do alimento.psoríaseDermatose crônica recidivante, com produção de manchas descamativas, disseminadas pelo corpo.psoroDo gr. psóra, sarna (psoríase).ptarmoEspirro espasmódico.pterígioEspessamento parcial da conjuntiva, de forma triangular, e que se estende sobre a córnea.pternalgiaDor no calcanhar.pternoDo gr. pterna, calcanhar (pternal-gia).ptero, pterigoDo gr. ptéryx, ptérygos ou pteron, asa (pterigóide, pterigoma); - do gr. pteris, feto (pteridófito).ptialinaEnzima salivar que transforma o amilo em maltose e dextrose.ptialismoSalivação exagerada.ptialoDo gr. ptyalon, saliva (ptialina).ptiloDo gr. ptílon, pena leve, asa de inseto (ptilose).ptise, ptismaDo gr. ptysis, ato de cuspir (hemoptise), ou ptisma, escarro, (ptismagogo).ptixeDo gr. ptyxis, prega (gastroptixe).
  • ptomaDo gr. ptôma, cadáver (ptomaína).ptosarDeslocar para baixo; cair em prolapso.ptoseQueda, deslocamento de órgão, determinado por relaxamento dos seus meios de fixação ou por paralisia dosmúsculos e nervos; prolapso.ptoseDo gr. ptôsis, queda (gastroptose).puberdadeFase da adolescência, compreendida entre os 12 e 16 anos, em que se processa a evolução do infante àjuventude. É marcada pelo aparecimento das características sexuais secundárias, especialmente pela presençados pêlos pubianos (de onde advém a palavra pupúbisA parte ínfero-anterior do osso ilíaco.pudendagraDor nos órgãos genitais, sobretudo, femininos.pudendoRelativo aos órgãos genitais externos.pudicíciaQualidade do que é pudico; castidade; honra feminina.pudicoQue tem pudor; relativo aos órgãos genitais.pudorSentimento de vergonha; recato.puerDo lat. puer, criança (puerpério, puerilismo).puericulturaRamo da pediatria que visa assegurar o bom desenvolvimento físico, mental e moral das crianças desde a suaconcepção, através da aplicação sistemática dos princípios da medicina preventiva, da higiene e da boaeducação.puerilRelativo à criança; infantil; próprio das crianças.puérperaMulher que acaba de parir; parturiente.puerpérioPeríodo compreendido entre o parto e a completa recuperação anatomofisiológica da mulher; pós-parto(aproximadamente seis semanas).pulicoseIrritação cutânea provocada pela picada de pulgas.pulmãoDesignação comum a dois órgãos (direito e esquerdo), divididos em lobos, nos quais se efetua a hematose e osprincipais fenômenos respiratórios, ocupando, cada um, uma cavidade lateral do tórax, estando separados umdo outro pelo coração e outras formaçõepulmão de açoAparelho destinado a suprir a falência dos movimentos respiratórios de um doente atingido de paralisia dosmúsculos respiratórios.
  • pulpectomiaRetirada da polpa do dente.pulsaçãoAto de pulsar; batimento rítmico; pancada.pulsãoEm psicanálise, é a tendência permanente, e em geral inconsciente, que dirige e incita a atividade do indivíduo,como a pulsão sexual.pulsarPor em movimento por meio de impulso; palpitar; latejar.pulsátilQue pulsa; que está animado por batimentos.pulsoExpansão e retração arterial, sentidas pela palpação de artérias superficiais, principalmente da radial, no punho.pulso abertoEntorse, contusão na articulação do punho (pop.).pululaçãoAto de pulular; germinação ou multiplicação de grande número de indivíduos, em geral parasitos.punaPerturbação sentida nas grandes altitudes, principalmente quando se faz esforço físico, caracterizado por faltade ar, indisposição e, às vezes, hemoptises; doença das montanhas.punçãoAto de puncionar; operação que consiste em penetrar em cavidade ou coleção líquida, com instrumentoperfurado para retirada de líquidos.pungenteQue punge; doloroso; acre; picante.pungirPicar; causar pena ou dor moral.pupaSegundo estádio do desenvolvimento de inseto, entre a larva e a imago.pupilaAbertura no centro da íris do olho que permite a transmissão de luz; seu diâmetro aumenta ou diminui de acordocom a intensidade luminosa; também chamada de "menina dos olhos".puréiaPirão; papa fina feita com féculas; batata esmagada e passada em peneira.purgaPreparação farmacêutica que faz purgar; purgativo; purgante.purgativoPurgante; catártico; substância que provoca exoneração do intestino.púrpuraMatéria corante, vermelho-arroxeado; doença hemorrágica, com formação de manchas cutâneas porextravasamento sangüíneo.purulentoRelacionado com pus ou que contém pus.pusLíquido inflamatório formado de leucócitos e células misturadas a líquidos orgânicos.
  • pústulaVesícula cutânea cheia de pus.pústula de BiskraLeishmaniose cutânea; o termo advém de Biskra, cidade da Argélia.pústula malignaCarbúnculo cutâneo.pústula vacínicaVesícula supurada, na vacinação antivariólica.putâmenParte externa do núcleo lenticular do cérebro.putativoQue aparenta ser verdadeiro, legal e certo, sem o ser.putrefaçãoDecomposição de proteínas ou cadáveres animais por microrganismos, resultando na produção de substânciaselementares e gases fétidos: mercaptan, amônia, ácidos graxos, aminas, gás carbônico, metano, além da água.putrefação intestinalResultado da decomposição de proteínas alimentares no intestino grosso pela flora intestinal chamadaputrefativa (bactérias do grupo coli e Proteus), com produção de compostos sulfoconjugados ou putrefativos.puxadoDificuldade respiratória; asma (pop.).puxoDor no ânus, na evacuação difícil; contratura anal, por irritação; tenesmo.
  • q.i.Sigla de Quociente de Inteligência ou Intelectual.qidAbreviatura de quatro vezes ao dia (qualque in die).qsAbreviatura de quanto basta (quantum satis).quadrantanopsiaCegueira de um quadrante do campo visual.quadranteUm quarto de círculo; qualquer das quatro partes, ou quartos, tais como a superfície abdominal; superfície emque estão marcadas as divisões de instrumentos de física.quadrícepsMúsculo da coxa ou crural, composto do reto femoral e dos músculos vastos (vastos interno, externo e médio).quadrilCada uma de duas regiões, uma de cada lado da pelve, em que se situa cada articulação do fêmur com o ilíaco;anca; cadeira.quadríparaMulher que teve quatro filhos.quadriplegiaParalisia dos quatro membros; tetraplegia.quadrúpedeQue tem quatro pés ou patas.quadrupletoCada um dos quatro filhos nascidos do mesmo parto.qualimetriaMedida de dureza dos raios de Roentgen.quantímetroDispositivo para medir a quantidade de raios Roentgen produzidos por tubo gerador.quantumUnidade de energia eletromagnética na teoria do quantum.quantum satisQuanto basta; q.s. (abreviação).quarentenaPeríodo de 40 dias; espaço de tempo, originariamente de 40 dias, durante o qual os passageiros procedentes depaíses onde há doenças contagiosas graves são obrigados à incomunicabilidade, a bordo dos navios ou em umlazareto.quartaQuarta parte de alguma coisa; medida de volume antiga em forma de caixa, aproveitada para assento e paracolocar a parturiente sobre ela a fim de facilitar o parto em certas regiões do Brasil; o uso foi abandonado mas adenominação ficou; dar à luz - estaquartãQue recorre de quatro em quatro dias, predominantemente a febre; forma de malária ou paludismo em que osataques sobrevêm de quatro em quatro dias, provocada pelo protozoário Plasmodium malariae, e nadependência do ciclo evolutivo deste parasito.quartilTermo médio de cada metade de uma série de variáveis.
  • quartilhoAntiga unidade de medida de capacidade para litros, equivalente à quarta parte de uma canada, isto é, 0,6655litro; unidade de capacidade do sistema inglês equivalente a 0,568 litro.quartzoDióxido de silício; sílica; substância básica do cristal de rocha.quassaçãoRedução de cascas, raízes ou drogas a fragmentos a fim de facilitar a extração de seus princípios ativos.quebrantadoDebilitado; abatido.quebrantoDoença; indisposição; mau olhado (pop.).queciaV. quesia.quedoImóvel; parado; que não tem movimento.quefirLeite submetido à fermentação pelo Lactobacillus caucasiun.queiloDo gr. cheîlos, lábio (queiloplastia).queimaduraAto de queimar; lesão produzida pelo calor resultante de líquidos ou sólidos superaquecidos.queimo(a)Do gr. cheimón, inverno (queimafobia).queixoMaxilar inferior; mento.quelaOs dois últimos segmentos dos apêndices dos artrópodes, que formam uma pinça.quelatizaçãoInfluência de substâncias que facilitam a penetração ou impregnação de outras substâncias, a ela associadas.quelatoComposto ou ligação química em que a molécula se prende em dois ou mais pontos a um átomo central,apresentando fórmula estrutural não-ionizada e facilitando, com isto, a penetração ou difusão de substâncias aele associadas.queliformeQue tem forma de pinça.queloDo gr. chelé, pinça ou garra (quelóide); - do gr. chelis, cicatriz (queloplastia); - v. tb. cele.quelóideTumoração cutânea, compacta e dura, intradérmica, linear ou globosa, cuja superfície lisa, às vezes, emiteexpansões em forma de pinças.quemoseEspessamento da mucosa conjuntival e palpebral e do tecido celular subjacente, de coloração avermelhada,inflamatório ou não.quenoV. ceno.
  • quera, queratoV. cera, cerato.quércioRelativo a ácido extraído do carvalho.querenaQuilha; carena.quérionDoença pustulosa do couro cabeludo; tinea kerion; Kerion dermatophyscus; kerion.queroDo gr. chaíro, alegrar-se (queromania).querofobiaMedo mórbido de alegria.queromaniaMania caracterizada por alegria e exaltação.querosenagemMétodo de combate aos insetos pelo derrame de querosene nas coleções de água.quérqueraAcesso de febre com calafrios.querubinismoFace de querubim, angélica, arredondada.queruloDo lat. querulu, queixar-se (querulomania).quesiaDo gr. chézo, evacuar (disquesia).quiasmaCruzamento em X.quiasma ópticoCruzamento das fibras do nervo óptico sobre a superfície ventral do cérebro.quiasma, quiastoDo gr. chiasmós, cruzamesto (quiasma) ou chiasmós, cruzado (quiastômetro).quiastroLigadura em forma de X usada antigamente nas fraturas de perna.quibebeIguaria feita de abóbora picada e cozida (pop.).quieseV. ciése.quilalgiaDor no lábio.quilangiomaLinfangioma cavernoso dos recém-nascidos, com líquido lactescente; tu-mor constituído de vasos linfáticosintestinais.quilectasiaDilatação de vasos quilíferos.quilectomia
  • Retirada, com o escopro, de bordas ósseas irregulares da cavidade articular.quilectrópioEversão; reviramento dos lábios para fora.quilhaO mesmo que carina; carena.quilíferoQue forma quilo; vaso linfático que conduz quilo ao canal torácico.quiliteInflamação do lábio; boqueira; quilite comissural.quiloMedida de peso do sistema métrico decimal, representando mil gramas; líquido lactescente, produto da digestãodos alimentos, que vai ao sangue pelos vasos quilíferos.quiloDo gr. chylós, suco (quilífero, quilificação); - v. tb. queilo e cilo.quiloceleDerrame quiloso na túnica vaginal do testículo.quilodiéreseLábio fendido ou leporino.quilofagiaHábito de morder, constantemente, os lábios.quilognato palatosquiseFenda do lábio do maxilar superior e do palato; goela de lobo e lábio leporino.quilografiaRegistro dos movimentos dos lábios durante a fala.quilomicroPartícula de gordura emulsionada, de cerca de um mícron de diâmetro, encontrada no sangue durante adigestão da gordura.quiloncoseTumor do lábio.quiloseAlteração da semimucosa dos lábios de caráter inflamatório (quilite), ora relacionado a estados carenciais ou desensibilização alérgica, ou resultante da ação de agentes, distróficos ou displásticos. É freqüente que a afecçãose localize nas comissuras lquilosquiseLábio leporino.quilotóraxÉ o acúmulo de linfa na cavidade pleural, constituindo a maioria dos derrames congênitos primários. É umacondição pouco freqüente, atingindo um em cada 10 a 15 mil nascimentos, acontecendo predominantemente nosexo masculino (2M:1F) e ocorrendo, principaquimeraFantasia; produto da imaginação.químicaCiência em que se estuda a estrutura das substâncias, correlacionando-a com as propriedades macroscópicas,e se investigam as transformações dessas substâncias.quimiotaxiaAfinidade ou repulsa de células ou organismos vivos, no sentido positivo ou negativo, para substâncias químicas.
  • A quimiotaxia positiva regula a leucocitose, a quimioterapia, sobretudo a quimioterapia específica, e outrosfenômenos biológicos.quimioterapiaEmprego de substâncias químicas no tratamento de doenças, as quais atuam contra os germes patogênicos,sem exercer dano no paciente.quimioterápicoSubstância com a propriedade de atuar sobre microrganismos patogênicos, obtida em laboratório, por síntese.quimiotropismoOrientação do crescimento de plantas sob a ação de substâncias químicas; quimiotaxia.quimoMassa alimentar após a digestão gástrica, que passa para o duodeno.quimoDo gr. chymós, suco (quimotripsina, equimose).quininismoIntoxicação pelos sais de quinina; cinchonismo.quintaAcesso de tosse com 5 movimentos seguidos, característico da coqueluche, ou tosse quintosa.quinta-doençaEritema infeccioso.quintalPeso antigo, correspondente a quatro arrobas, ou 60kg.quintessênciaExtrato concentrado de qualquer substância; refinamento intelectual de qualquer conhecimento; o que há deprincipal, de melhor e de mais puro; quinta-essência.quioV. clono.quionoDo gr. chión, neve (quionofobia).quiragraManifestação dolorosa das mãos, nos gotosos.quiralgiaDor na mão.quiroDo gr. cheîr, cheirós, mão (quiromegalia, quiroplastia).quirófanoSala de operações cirúrgicas, com lugar para assistência, separado por tabique envidraçado.quirologiaEstudo das mãos; arte de conversar por sinais convencionais, com os dedos, utilizado pelos surdos-mudos.quiromaniaOnanismo habitual.quiromegaliaAumento de tamanho das mãos.quiropodiaRamo da Medicina que cuida das mãos e dos pés.
  • quistoCavidade fechada onde se acumulam secreções que, anormalmente, não podem escoar-se; cisto.quistoV. cisto.quitinaSubstância córnea que envolve o corpo dos invertebrados.quitoDo gr. chitón, túnica (quitina).quotidianoQue surge todos os dias.
  • rabadaNádegas; traseiro; cóccix; parte posterior da coluna vertebral dos bovinos, usada na feitura de prato com estenome (pop.).rabditóideSemelhante a bastão.rabdoTermo que indica relação com bastão, bastonete, varinha.rabdoDo gr. rhábdos, bastão, vara (rabdócito).rabdomioblastomaTumor com células que têm tendência a se diferençar em células estriadas.rabdomiomaMioma composto de fibras musculares estriadas.rabdossarcomaSarcoma com fibras musculares estriadas.rábicoRelacionado com a raiva ou hidrofobia.rábidoQue apresenta raiva ou hidrofobia.raboCauda; extremidade distal da espinha dorsal; ânus (pop.).raçaConjunto de indivíduos cujos caracteres somáticos, tais como a cor da pele, a conformação do crânio e do rosto,o tipo do cabelo, etc., são semelhantes e se transmitem por hereditariedade, embora variem de indivíduo paraindivíduo.raçãoPorção fixa de alimento, que se dá por dia a um indivíduo ou animal.ração balanceadaRação em que são fornecidos carboidratos, proteínas, lipídios, sais minerais e vitaminas em quantidadesapropriadas à nutrição.racêmicoRelativo à racemo; que apresenta desvio rotatório da luz para a direita e para a esquerda.racemizaçãoTransformação de uma substância opticamente ativa na forma racêmica inativa.racemoCacho de uva; forma opticamente inativa de composto com partes iguais de formas dextro-rotatórias elevo-rotatórias de isômeros ópticos.raciocinarUsar a razão para julgar ou conhecer a verdade.raciocínioAto de raciocinar; operação mental em que se pode fazer juízos de fatos observados.racionalRelativo à razão; lógico; razoável.racionalizaçãoÉ a explicação falsa, ou a justificação de um ato que, por razões outras, esconde a sua real motivaçãoinconsciente ou reprimida. Assim é que, na fábula, a raposa, incapaz de alcançar as uvas, declara que elas
  • estão verdes.racoDo gr. rhakóo, dilacerar, desgarrar (racose).racomaEscoriação da pele.racoseRelaxamento da pele do escroto.radiaçãoAto ou efeito de radiar; qualquer dos processos físicos de emissão e propagação de energia, seja por intermédiode fenômenos ondulatórios, seja por meio de partículas dotadas de energia cinética; energia que se propaga deum ponto a outro no espaço ou numradicalRelativo à raiz; elemento eletronegativo que entra na composição da molécula como seu constituintefundamental; grupo atômico que entra em combinações químicas.radiceDo lat. radix, radicis, raiz (radicotomia, radiculite).radículaPequena raiz.radiculiteInflamação das raízes dos nervos medulares.radíferoQue emite raios.rádioOsso do antebraço.radioanafilaxiaSensibilização produzida por emanações ou irradiações de raios X, ou outra forma de energia radiante.radioatividadePropriedade que certos corpos possuem de emitir raios; decomposição espontânea de um átomo, com emissãode raios alfa, beta e gama; emissão, pelos núcleos de átomos, de raios ou partículas atômicas ligeiras. Trata-sedo processo de desintegração que se veradioativoCapaz de emitir emanações radioativas.radiobiologiaEstudo dos efeitos das radiações sobre os seres vivos ou tecidos.radiodermatiteLesão cutânea, aguda ou crônica, que se pode considerar como queimadura, resultante de excesso deexposição à radiação ionizante; radiodermite.radioestesiaSensibilidade às irradiações; radiossensibilidade.radiografiaProdução de imagens pela ação dos raios X e outros similares em chapas fotográficas.radioisótopoNúcleos radioativos colocados no interior do reator nuclear. São instáveis e emitem energia em forma de raiosalfa, beta ou gama. Os radioisótopos são amplamente usados na ciência e na indústria, e representam a maisimportante contribuição dos átomos à pradiologia
  • Estudo das radiações e dos raios X em particular.radiolucênciaPermeabilidade às radiações, embora com certa resistência a essa passagem.radiontePartícula radioativaradiopacas, substânciasSubstâncias que interceptam os raios X e usadas para evidenciação de lesões orgânicas, ao exame radiológico.radiopacoQue não permite a passagem de energia radiante.rafaniaIntoxicação crônica pelas raízes de rábano, com sintomas semelhantes aos do ergotismo.rafeSutura; sulco que marca a linha de união de duas partes simétricas.rafeDo gr. raphé, sutura (perineorrafia); do gr. rhaphis, raphidos, agulha (rafidiósporo).ragaDo gr. ragás, ragados, fissura (rágade, ragadiforme).rágadeFissura ou fenda na pele, sobretudo na borda de orifício ou região sujeita a movimento constante; rágada.ragiaDo gr. rhag (der. de rhégnymi), rom-pimento, fluxo (blenorragia, hemorrágico).ragiócrinoQue segrega ou produz grânulos.ragoDo gr. rhax, rhagós, cacho (ragóide).ragóideoSemelhante a uva ou bago de uva.raiaLinha; sulco; faixa; linha colorida.raioLinha que parte de um centro; traço de luz que parte de qualquer foco luminoso; porção isolada de energiaradiante.raio cósmicoRadiação de grande poder de penetração, oriunda do espaço exterior ou sideral. Esses raios consistem empartículas que se deslocam com a velocidade aproximada à da luz, isto é, 300.000 km/seg.raios de RoentgenRaios X. O termo advém de Wilhelm Konrad Roentgen, físico alemão (1845-1923).raivaHidrofobia; doença produzida por vírus e, geralmente, inoculado pela mordida de animal infectado, cão ou gato.O vírus da raiva tem particular afinidade pelo sistema nervoso.raizParte inferior das plantas; origem.raizeiroCurandeiro que trata doenças com raízes de plantas (pop.).
  • ralaçãoAto de ralar; reduzir a fragmentos com ralador, usado na preparação de alimentos.raladoPassado pelo ralador, ou ralo.ramelaDepósito de secreção ou supuração, parcialmente dessecado e reunido nas bordas e cantos das pálpebras,principalmente durante a noite; remela.ranárioLugar onde se criam ou se conservam rãs.râncidoQue tem ranço; cheiro de gordura decomposta, com liberação de ácidos graxos.randomizarEscolher ao acaso, de modo fortuito, sem nenhuma metodologia, ou através de tabelas de númerosequiparáveis. Advém do inglês "random", que significa feito ao acaso, fortuito.rânulaTumor cístico sob a língua, ocasionado por obstrução e dilatação da glândula sublingual ou da glândula mucosa.rapportPalavra francesa usada ao individualizar a relação ou contato afetivo entre duas ou mais pessoas,especialmente observada em determinadas situações: médico-cliente, professor-aluno, hipnotizador-hipnotizado,etc.raptusCrise de furor ou agitação, durante a qual o indivíduo executa atos impulsivos de grande periculosidade, dosquais não se recorda posteriormente.raqueColuna vertebral; espinha dorsal; ráquis.raquiDo gr. rachis, coluna vertebral (raquitismo, raquicentese).raquialgiaDor em qualquer parte da coluna vertebral.raquianestesiaMétodo de anestesia por introdução de anestésicos no canal raquidiano.raquicentesePunção do canal raquiano para evacuação de liquor; pode ser realizada na região lombar ou na regiãosuboccipital (punção alta). A punção destina-se à introdução de substâncias de contraste, para mielografia, oude medicamentos, retirada de líquido para coraquidianoRaquiano, relativo à coluna vertebral.raquisagraDor na raque provocada por gota.raquísquiseFenda ou fístula congênita da coluna vertebral; espinha bífida.raquitismoPerturbação no metabolismo dos ossos em desenvolvimento, geralmente acompanhada por deformação dacoluna vertebral, dos ossos dos membros e do tórax.rarefaçãoAto de rarefazer; diminuição da densidade e do peso.
  • rarefeitoMenos denso.rashTermo inglês que significa erupção cutânea temporária, como na urticária.rasoPouco profundo.raspagemAto de raspar; retirada mecânica de camadas superficiais.raspagem uterinaCuretagem uterina, no processo de abortamento.raticidaQue mata ratos; muricida.rauciDo lat. raucus, rouco (raucíssono, raucíloquo).raucíssonoQue apresenta som rouco.razãoÉ a relação entre grandezas da mesma espécie.razão de verossimilhançaDefinida como a probabilidade de um resultado do texto em pessoas com a doença, dividida pela probabilidadedo resultado do teste em pessoas sem a doença.rePref. lat.: de novo (reabsorção), contrário (reativo).reabilitaçãoRestaurar a capacidade funcional, física ou mental de órgãos, membros ou do próprio indivíduo como um todo.reabsorçãoTornar a absorver.reaçãoResposta a um estímulo; sentimento contrário a uma sensação.reativoReagente; substância empregada pa-ra produzir reações.reboDo gr. rhaibós, torcido (rebose, rebocrania).rebocraniaTorcicolo.rebosceliaPerna torta ou recurvada.recaídaReaparecimento dos sinais e sintomas de uma doença, após ter aparentemente cessado; reaparecimento dossinais e sintomas de uma doença durante a convalescença.recalcificaçãoProdução de novo tecido ósseo sadio que se regenera sob influência de medicação que contenha cálcio;restauração do cálcio no organismo após determinada patologia.recalqueMecanismo psicológico de repressão de idéias, sentimentos e pulsões, emanadas do id, de forma tal que não
  • tem acesso à consciência senão disfarçados ou simbolizados.receitaPrescrição; indicações escritas dadas pelo médico ao farmacêutico para venda ou elaboração de ummedicamento, e ao paciente sobre o modo de utilizá-lo.receituárioConjunto de substâncias usadas no tratamento de doenças; formulário para medicamentos.recém-nascidoQue nasceu há pouco tempo, geralmente com menos de quatro semanas de vida.receptor universalIndivíduo pertencente ao grupo sangüíneo AB, apto a receber sangue de todos os outros grupos, A, B, AB e O.recessivoDiz-se do caráter que, apesar de presente no híbrido, não se manifesta, oculto pelo caráter dominante, de sorteque o híbrido parece herdar apenas os caracteres de um dos genitores.recessoPequeno espaço ou cavidade.rechaçarFazer retroceder; repelir.recidivaNovo episódio de doença após a sua convalescência; reaparecimento tardio de moléstia, após terminada aconvalescência e estar o paciente em estado normal de saúde.recidivarReaparecer depois da cura.reclusoInsulado; preso; enclausurado.recolhido, malDoença que se manifestou com poucos sintomas, porém se difundiu internamente e com certa gravidade (pop.).recorrênciaReaparecimento dos sintomas e sinais de uma doença, após a sua remissão.recrementoSaliva ou outra substância que após a sua secreção é reabsorvida.recrudescênciaSurto agudo de sintomas no decurso de doenças, após dias ou semanas; renovação com mais intensidade.recúbitoAto de encostar; posição encostado.recumbenteQue recumbe; que está deitado encostado.recuperaçãoAto de recuperar; recobrar a saúde; adquirir forças.recurvaçãoAto de recurvar; curva para trás; curvatura para trás.redeEntrelaçamento de vasos sangüíneos, fibras nervosas, etc. .redenhoPrega do peritôneo que flutua sobre a superfície dos intestinos; epíploo.
  • rediaFase evolutiva de certos trematódeos; o termo advém do pesquisador italiano Francisco Redi (1626-1698).redomaVidro para cobrir objetos.redoxTermo usado em química para expressar a existência de redução e oxidação mútuas, em determinada reaçãoquímica.reduçãoAto de reduzir; correção de fratura, luxação ou hérnia; reação química que consiste na subtração de oxigênio ouadição de hidrogênio a uma substância; perda de cargas positivas ou ganho de cargas negativas.redundanteSupérfluo; mais do que o necessário.reeducaçãoAto de reeducar; orientação mental ou física para readquirir a antiga capacidade, ou corrigir defeitos ou falhas;restabelecimento de uma atividade ou função, à custa de treinamento apropriado.refeiçãoAlimentos ingeridos em cada vez; ingestão de alimentos; ato de refazer as forças; alimentar-se.refinaçãoSeparação de matérias estranhas.refinarPurificar.refletirFazer retroceder os raios luminosos ou sonoros; pensar; ponderar.reflexãoAto ou efeito de refletir(-se); volta de raio de luz, som ou calor, quando encontra superfície em que não penetra;meditação; ponderação.reflexoQue se realiza por reflexão; excitação periférica transmitida ao centro nervoso e que volta à periferia.reflexo aquileuResposta à percussão do tendão de Aquiles, e que se traduz por extensão do pé.reflexo condicionadoReflexo provocado com estímulos educativos, ou capazes de provocar reações fisiológicas que se repetem comsua renovação. Este termo foi usado pela primeira vez pelo médico e fisiologista Ivan Petrovitch Pavlov(1849-1936), em 1903, opondo-o ao reflexo inreflexo gastrocólicoAumento do peristaltismo intestinal após entrada de alimento em estômago vazio.reflexo patelarResposta à percussão do tendão rotuliano, e que se traduz pela extensão da perna sobre a coxa.reflexologiaDenominação dada por Bechterew à escola russa de psicologia objetiva, cujos principais representantes sãoSechenov (1829-1905), Pavlov (1849-1936) e o próprio Bechterew (1857-1927), em que se reduz todos osfenômenos psíquicos a reflexos condicionados.refluxoAto de refluir; fluxo retrógrado; retorno de uma corrente; regurgitação.refraçãoDesvio de luz quando incide obliquamente em superfície de meio transparente.
  • refratárioQue resiste à ação química ou física; que é imune frente a certos germes ou tóxicos.refraturarTornar a fraturar o osso, feito cirurgicamente, no qual se formou calo após fratura primitiva.refrigeraçãoResfriamento.refrigeranteQue baixa a temperatura, que resfria, que reduz o calor; líquidos que reduzem a sensação de calor (gelados,refrescos).refrigérioAto de refrigerar; alívio; consolo.refringênciaQualidade de refringente; refração.regeneraçãoAto de regenerar; recomposição; restauração ou separação de tecido lesado.regimeSistema de orientação, de costumes, de modo de viver, de alimentação, etc.registro de medicamentosSegundo o Ministério da Saúde, ato privativo do órgão competente do Ministério da Saúde destinado a concebero direito de fabricação do produto.regoSulco ou abertura; prega interglútea; ânus (pop.).regradaMenstruada (pop.).regrasMênstruo; catamênio.regressãoVolta ao estado anterior; diminuição de sintomas de uma moléstia; inferiorização; para Sigmund Freud, indica oretorno da libido às etapas já ultrapassadas de seu desenvolvimento, mais primitivas e simples, determinadopela frustração das mais recentes eregularNormal ou de acordo com a lei; que menstrua em intervalos normais; estabelecer ordem.regurgitaçãoAto de regurgitar; fluxo em direção contrária; expulsão sem esforço, através da boca, de material alimentarproveniente do estômago.regurgitarCorrer em direção contrária à normal; ruminar; estar cheio ou repleto.reiaV. reo.reidrataçãoIntrodução de líquidos no organismo desidratado; restauração de água ou líquidos no organismo ou emsubstância que se desidratou.reificaçãoNeologismo que indica operação mental que transforma conceitos abstratos em realidades concretas, emobjetos.reinfecção
  • Segunda infecção com o mesmo germe da primeira.rejuvenescerTornar jovem; remoçar; readquirir vigor.relapsoQue reincide; diz-se daquele que repete o erro.relaxamentoAfrouxamento; ausência de cuidados.RemSigla de "roentgen equivalent in man", isto é, a dose máxima de radiação actínica tolerável sem dano pelohomen; sigla de "rapid eyes moviments", uma das fases do sono que se caracteriza, entre outros aspectos, pelamovimentação dos olhos.remédioAgente que é utilizado no tratamento de doenças; agente que previne o aparecimento de uma doença; agenteque cura ou alivia os sinais e sintomas de uma doença; medicamento.rememoraçãoAto do pensamento que consiste em despertar várias lembranças.remineralizaçãoAto do remineralizar; correção de carência ou deficiência mineral; administração de sais minerais.remissãoDiminuição da intensidade ou desaparecimento dos sintomas de uma doença.remitênciaCessação temporária dos sinais e sintomas de uma doença.remoçãoAto de remover; retirada de elementos de cavidades do organismo ou de sua superfície.remodelação ósseaProcesso contínuo de formação e reabsorção da massa óssea, desenvolvido através da ação dos osteoclastos eosteoblastos, visando a manutenção do equilíbrio ósseo.remorsoSensação de mal-estar, de angústia, após a prática de atos condenáveis, ou de malefícios físicos praticadoscontra outrem, obrigando, muitas vezes, à confissão espontânea do erro, ou alterando o equilíbrio psicofísico.reniDo lat. ren, renis, rim (reniforme).reninaEnzima do rim que catalisa a conversão de uma proteína plasmática em angiotensina I, com efeito vasopressor.renitênciaQualidade do que é renitente; persistência; obstinação.renoTermo que indica relação com o rins.renotrópicoQue tem capacidade de aumentar o tamanho do rim; que tem afinidade para com o rim.reoTermo que indica fluxo, corrente elétrica.reoDo gr. rhéo, correr, fluir (reometria, menorréia).reóbase
  • Potencial elétrico mínimo necessário para provocar estímulo.reóforoEletródio; fio metálico que se liga aos pólos de pilha ou gerador de eletricidade.reologiaEstudo das correntes de líquidos.reostatoRegulador da resistência da corrente elétrica.reótomoDispositivo para interromper a corrente elétrica.reótropoInstrumento para inverter uma corrente elétrica.reoxigenarOxigenar de novo o sangue, ao voltar para o pulmão.repastoRefeição; banquete.repelenteQue provoca aversão ou medo; qualquer substância usada com o objetivo de afastar insetos.repercussãoAto de repercutir; difusão.repercutirDar nova direção; refletir.repicagemAto de repicar; transferência de germes de um meio de cultura para outro.repleçãoEnchimento; estado de estar cheio.replicaçãoProcesso de duplicação da molécula de DNA através da cópia de um molde já existente.repositórioQue serve para conservar medicamentos.repressãoExclusão da consciência de conteúdos psíquicos e sentimentos penosos ou desagradáveis.reprimirSustar; conter ação ou movimento; ocultar; não manifestar.reproduçãoAto de reproduzir; produção de seus semelhantes; regeneração.reprodução assexuadaReprodução que se processa por fissão, sem a participação de células sexuadas.reprodução sexuadaReprodução que se processa através de células sexuais, isto é, masculinas e femininas.reptarAndar de rastos; arrastar-se; desafiar; provocar.réptilVertebrado ovíparo, de sangue frio, que se desloca rastejando.
  • repugnânciaAversão por alguma coisa; repulsão; nojo.repulsivoQue repele; repelente.repululaçãoAto de repulular; novo crescimento por brotamento.repulularBrotar com abundância; multiplicar.requeijãoMassa formada pelo cozimento de queijo ou nata coalhada pelo calor, usada como alimento.reservaQualquer coisa guardada ou reservada para ser usada em tempo oportuno.reserva alcalinaTeor de dióxido de carbono plasmático combinado, e que constitui a expressão das disponibilidades do meioextracelular em alcalinos, para enfrentar uma sobrecarga ácida.resfriadoResfriamento; inflamação das mucosas do aparelho respiratório.resfriado comumComplexo sintomático causado por infecção virótica das vias aéreas superiores, altamente contagiosa,comumente não acompanhada de febre alta ou comprometimento do estado geral.resguardoProteção; cuidados na convalescência; período pós-parto.resíduoQue resta; parte restante; o que fica de uma separação química ou física.resinasProdutos vegetais que se obtêm na-turalmente por incisão do caule de alguns vegetais; produtos sintéticos quetêm grande poder de absorção.resistenteQue resiste; que suporta ação destruidora ou influência letal; diz-se dos germes que suportam ou se adaptam adoses ordinariamente germicidas.resoluçãoDesaparecimento de sintomas; cessação de doença; diminuição da inflamação ou de supuração.resolutivoProcesso ou medicamento capaz de provocar a resolução.resolverFazer desaparecer tumor ou inchação; fazer voltar ao estado normal, após decurso de processo mórbido; acharsolução.resorbinaExcipiente para pomada, composto de óleo de amêndoas, cera, sabão, gelatina e lanolina.respiraçãoProcesso pelo qual o organismo recebe o oxigênio e elimina gás carbônico; entrada e saída do ar nos pulmões.ressonânciaIntensificação ou expansão sonora dentro de uma cavidade; modificação que a cavidade pulmonar, a cavidadebucal e as fossas nasais, chamadas caixas de ressonância, imprimem às vibrações do ar emitido, reforçandoalgumas delas e atenuando outras, e das quaressonância magnética
  • Técnica não invasiva, em que não é usada nenhuma radiação ionizante nem meio de contraste paraimageamento; as imagens da ressonância magnética são baseadas nos sinais de radiofreqüência emitidos pelosnúcleos de hidrogênio dos tecidos após terem sido perrestiDo lat. restis, corda (restiforme).restiformeEm forma de cordão.restoResíduo; detrito.retalReferente ao reto.retal, reflexoContração dos músculos da defecação, com a presença de matéria fecal no reto.retalhoPedaço ou massa de tecido retirado por corte.retençãoAcumulação de substâncias ou líquidos em cavidades (urina, fezes, bilis).retenção medicamentosaFenômeno de somação de várias doses de um medicamento, quando o organismo se encontra incapacitado deeliminá-lo normalmente.retiDo lat. rete, rede (retina).retículoRede fina de fios ou traços, como a de certas lentes microscópicas; segundo estômago dos ruminantes.reticulócitoCélula sangüínea embrionária, encontrada no sangue periférico, rico em ácido ribonucleico, e maior que ashemácias.reticuloendotelial, sistemaConjunto de celulas dispersas nos órgãos, mais abundantes na medula óssea vermelha, nos órgãos linfóides,fígado, pulmões, dotadas de capacidade fagocitária e estreitamente correlacionadas ao papel de defesaorgânica às infecções; SRE.reticulopeniaRedução da taxa de reticulócitos no sangue.reticuloseAumento da taxa de reticulócitos no sangue.retinaA mais interna das três camadas de cada globo ocular, que tem continuidade, posteriormente, de cada lado, como nervo óptico.retiniteInflamação da retina.retinopatiaQualquer doença da retina.retinopatia diabéticaGrave alteração da retina, causada pela hiperglicemia diabética depois de muitos anos de doença; é importantecausa de cegueira, e cerca de 85% dos pacientes diabéticos acabam apresentando esta complicação.retinopatia hipertensiva
  • Conjunto de alterações na retina, de natureza não-inflamatória, que surge na hipertensão arterial maligna.retinoscopiaVerificação do estado de refração do olho mediante observação dos movimentos de luzes e sombras através dapupila, ao se projetar luz sobre a retina.retinoseDoenças degenerativas da retina, de caráter não-inflamatório.retinosquiseFenda congênita da retina.retoExtremidade terminal do intestino, que vai da alça signóide ao ânus.retoceleHérnia do reto; protrusão de parte do reto.retocliseIntrodução de líquidos no reto; proctóclise.retortaVaso de vidro ou louça, constituído de pescoço encurvado, por onde saem os vapores condensados porresfriamento.retoscopiaMétodo de exame direto do reto com auxílio do retoscópio.retossigmoidoscopiaMétodo de exame direto do reto e da alça sigmóide com o retossigmoidoscópio.retostomiaFormação de abertura permanente no reto.retotomiaSecção de estreitamento anal ou retal.retraçãoDiminuição do volume, da superfície ou do calibre por contração, encolhimento, estreitamento.retroTermo que significa para trás.retroPref. lat.: atrás, para trás (retrósternal, retroversão).retrocessãoDeslocamento para trás; movimento retrógrado; metástase de doença da superfície para determinado órgãointerno; desaparecimento de sintoma ou doença que são substituídos por outro sintoma ou doença, no mesmoórgão ou em órgão diferente.retrocessoVolta ao estado anterior; retroceder.retroflexãoDesvio de um órgão para trás.retroflexão uterinaFlexão do corpo do útero para trás, sobre o colo.retroglossiaLíngua curta, grossa e retraída.retrognatiaPosição da mandíbula para trás do plano frontal da testa.
  • retrógradoQue caminha para trás.retroinfecçãoInfecção da mãe pelo feto, ainda no útero.retropulsãoAto involuntário de se dirigir para trás.retrospectivoÉ a observação que considera uma direção que volta no tempo.retroversãoInclinação de um órgão para trás.retrusãoPosição recuada de um dente, em relação à linha de oclusão.reumaFluxo de humores; corrimento catarral ou aquoso.reuma, reumatoDo gr. rheûma, rheúmatos, fluxo (reumatismo).reumatismoNome genérico dado a um grupo de doenças que se manifestam por inflamação ou degeneração do tecidoconjuntivo, das articulações, dos músculos e de outros órgãos.reumatóideSemelhante ao reumatismo.Reverdin, agulha deAgulha com cânula por onde corre uma lâmina obturadora de um orifício que se abre ou fecha com o movimentoda lâmina, de modo a facilitar a inserção do fio de sutura e sua fixação. O termo advém de Albert Reverdin,cirurgião suíço (1881-1929).reversãoAparecimento de caráter ancestral no indivíduo; caráter que aparece depois de muitas gerações; reagrupamentode fatores complementares que se separaram anteriormente no curso da evolução; restituição ao primeiroestádio; volta ao estádio anterior.reversívelQue é capaz de apresentar uma série de alterações para trás ou para a frente.revivescênciaRenovação das atividades vitais; estado de tecido ou órgão em estado de morte aparente e que revive, sobqualquer influência.revivescerReviver; voltar à vida.revivificaçãoReanimação.revolverMover em volta; misturar por agitação; remexer.revulsãoAto de provocar na pele uma reação inflamatória, que promove uma congestão dos tecidos e dos pequenosvasos sangüíneos, localizados logo abaixo. Deste modo, por derivação, descongestionam-se os órgãos maisprofundos, graças a ação sobre os nervos que contrevulsivoQue provoca revulsão.
  • rexeDo gr. rhêxis, rasgão, ruptura (hepatorrexia).Rh, fatorFator encontrado no sangue por Landsteiner e Wiener, em 1940, presente em 85% dos homens de raça branca,e também no macaco rhesus, donde se deriva o seu nome (de Rhesus). Quando este fator está presente diz-seque o homem é Rh-positivo, quando falta, Rh-riboflavinaVitamina B2.rickettsiaGerme bacteriforme, cujas dimensões estão próximas do limite da visibilidade do microscópio óptico, sãogeralmente parasitos intracelulares do tubo intestinal de artrópodes (piolho, pulga, etc.), e certas espécies seadaptam a parasitar vertebrados, inclurictoFissura; abertura (da boca); contratura involuntária dos músculos da face, que simula o riso; ríctus.rigidezQualidade do que é rijo; dureza; inflexibilidade.rigidez cadavéricaEndurecimento dos músculos algum tempo após a morte.rigidez matinalEndurecimento articular que ocorre pela manhã, ao acordar, em portadores de artrite reumatóide,impossibilitando, inclusive, em determinados casos de os pacientes saírem da cama, só conseguindo váriosminutos após.rigoseSensação de frio.rimÓrgão da secreção urinária, em número de dois, situado num espaço existente na parte posterior da cavidadeperitoneal, a loja renal. Compõe-se de uma camada cortical formada pelos glomérulos, túbulos, vasos e nervos,responsáveis pela secreção urinária, erimoseEstado caracterizado pela presença de fendas ou fissuras.rímulaPequena rima ou fenda.rinestesiaOlfato.Ringer, solução deSolução usada na reidratação, proposta por Sydney Ringer, fisiologista inglês (1835-1910), em que para cada100 ml existem 820-900 mg de cloreto de sódio, 25-35 mg de cloreto de potássio e 30-35 mg de cloreto decálcio.riniteInflamação da mucosa nasal, caracterizada por espirros freqüentes, congestão e corrimento nasal, prurido eardor no nariz e garganta, lacrimejamento e irritação ocular. Pode ser alérgica (febre do feno, polinose perene)ou vasomotora (poluição, distúrbiosrinoTermo que indica nariz.rinoDo gr. rhís, rhinós, nariz (rinólito, rinoplastia).rinóbioTampão nasal.
  • rinócliseObstrução das vias nasais.rinodiniaDor no nariz.rinofimaTumefação nasal produzida por acne rosácea, com vasodilatação; aumento do volume do nariz.rinofoniaVoz anasalada.rinóforoCânula para facilitar a respiração.rinólitoConcreção ou cálculo nasal.rinomioseOperação para reduzir as dimensões do nariz.rinopsiaEstrabismo do olho que converge em direção ao nariz; estrabismo interno.rinorréiaCorrimento nasal; muco; mucorréia.riparofiliaEstado mórbido daquele que gosta de imundice ou sujidade.riparofobiaEstado mórbido daquele que tem medo da sujeira ou sordície.ripo, riparoDo gr. rhypos, rhyparia, sujidade, obscenidade (ripofagia, riparografia, rupofobia)risco atribuívelAcréscimo de risco para o desenvolvimento de uma doença relacionada à exposição acima do risco das pessoasnão-expostas, sendo igual à diferença entre a incidência da doença em expostos e a da doença emnão-expostos.risco relativoÉ a relação entre o coeficiente de incidência referente aos expostos e o coeficiente de incidência referente aosnão-expostos; razão da incidência em pessoas expostas e em pessoas não-expostas a determinado fator.risoExpressão de alegria, de satisfação, realizada pela abertura da boca e movimentos expiratórios, provocandosons laríngeos abertos, inarticulados, cadenciados, às ve-zes acompanhados de movimentos oscilatórios dotórax.riso amareloRiso forçado, contrafeito (pop.).riso histéricoRiso anormal, observado nas crises histéricas.riso imotivadoRiso repentino, sem razão, exibido por esquizofrênicos crônicos, notadamente os portadores de esquizofreniaparanóide.riso sardônicoRiso convulsivo, por contração involuntária dos músculos da face.ritidectomia
  • Excisão de ruga, por meio de plástica cutânea.ritidoDo gr. rhytis, rhitidos, ruga (ritidectomia).ritidoseEnrugamento; pregueamento da cór-nea.ritmoSeqüência de movimentos ou de fases de um fenômeno, com intervalos regulares.rituais de passagemSão rituais ou cerimônias que, na família e na sociedade, marcam o movimento de indivíduos ou grupos de umstatus social para outro, como no nascimento, puberdade, casamento e morte.riziformeSemelhante a grão de arroz.rizoDo gr. rhíza, raiz (rizotomia).rizodontripiaPerfuração de raiz dentária para retirada de matéria mórbida.rizóideSemelhante à raiz.rizomaCaule subterrâneo que serve à reprodução de certas plantas.rizomélicoRelativo à articulação coxo-femoral ou à do ombro; que se relaciona com a raiz de um membro.rizômeroZona cutânea que corresponde às raízes que emergem de determinado gânglio raquidiano.rizópodoProtozoário com pés semelhantes às raízes, como as amebas; rizópode.roborarFortificar; dar força.rodenteQue rói ou corrói; corrosivo.rodoDo gr. rhódon, rosa, rosado (rodopsina, rodócito).rodopsinaEritropsina ou púrpura visual; pigmento dos bastonetes externos da retina, dando a visão de vermelho.roentgenUnidade de medida de exposição a uma radiação eletromagnética, igual a quantidades de raios X ou raios gama,em que a emissão corpuscular que lhe é associada libera, em 0,001293g de ar seco, uma unidade eletrostáticade carga elétrica positiva. O termo adromboDo gr. rhómbos, pião, rombo (rombóide, rombencéfalo).roncoRuído expiratório; som áspero, durante a respiração.roncolhoQue tem um só testículo aparente (pop.).
  • rosáceaDoença crônica da pele do nariz, da testa e bochechas, caracterizada por coloração vermelha, por dilatação doscapilares, com pápulas e pústulas acneiformes; acne rosácea; eritema angiectásico.roséolaErupção da pele, formada de manchas róseas salientes.rosteloBico pequeno ou tromba; órgão musculoso, na parte anterior do escólex dos cestóideos.rostroApêndice em forma de bico; bico.rótulaOsso chato, que protege a parte anterior da articulação do joelho; patela.rotundoRedondo.roturaLaceração.rouquidãoEstado de que é rouco; alteração de voz por edema ou afecção da laringe; afonia.rube, rubroDo lat. rubeu ou rubrum, vermelho (rubefaciente).rubefacienteQue faz a pele rubra, congesta ou hiperemiada; revulsivo.rubéolaDoença infecciosa aguda, virótica, eruptiva, de curta duração e benigna, inicia abruptamente com dor degarganta e estado subfebril; depois, surgem lesões papulosas e avermelhadas que desaparecem em três dias.rubeoseEnvelhecimento cutâneo.rubescenteQue rubesce ou envermelhece; rubro.rubiginosoFerrugento; que apresenta cor de ferrugem.ruborHiperemia; vermelhidão local.rubroVermelho intenso.rugaPrega; sulco.rumePrimeira porção do estômago dos ruminantes, vulgarmente chamado de pança, e onde os alimentos sofremensilagem após o mericismo (ruminação).ruminaçãoPerturbação digestiva em que o alimento retorna do estômago à boca e é novamente mastigado; mericismo.rumorRuído surdo; murmúrio de vozes.rupiaAfecção ulcerosa, não-específica, congestiva, da perna.
  • rupoV. ripo.
  • Sabin, vacinaVacina oral contra a poliomielite, constituída de três tipos de vírus vivos atenuados após cultura em tecidos derim de macaco. O termo advém de Albert Bruce Sabin, virologista de origem russa, naturalizadonorte-americano, nascido em 1906, e que desenvolsaborImpressão produzida pelas substâncias sobre as papilas gustativas; gosto; paladar.saburraCamada brancacenta que recobre a língua nos estados infecciosos ou febris.saburrosoQue apresenta saburra.saca-bocadoInstrumento para desbastar ou retirar fragmentos de vísceras.sacaraseEnzima que inverte a sacarose da cana-de-açúcar.sacarefidroseEliminação de açúcar pelo suor.sacaretoGrânulos medicamentosos açucarados; mistura de sacarose com substâncias medicinais.sacarídiosClasse de substâncias que compreende os açúcares. São carboidratos, divididos em monossacarídios edissacarídios.sacaríferoQue contém açúcar; que produz açúcar.sacarificaçãoAto de sacarificar; transformação de amido em açúcar.sacarímetroAparelho para determinar o teor de açúcar numa solução.sacarinaAçúcar de hulha; benzossulfimida (substância branca cristalina), adoçante não-açucarado usado como substitutode açúcar no diabetes.sacaroDo gr. sákchar, sákcharos, açúcar (sacarose, polissacarídio).sacarolíticoCapaz de desdobrar açúcar.sacaroseCarboidrato dissacarídio que se cristaliza em prismas, solúvel em água. É obtido da cana-de-açúcar e dabeterraba. Chamado de açúcar comum ou sucrose.saciDo lat. saccus, saco (saciforme).saciedadeEstado daquele que se saciou; satisfação total de uma necessidade fisiológica ou de um desejo.saciformeQue tem forma de saco.sacoCavidade rodeada de parede membranosa; membrana alongada que forma fundo fechado; escroto (pop.).
  • saco herniárioBolsa do peritônio que contém o intestino, em caso de hérnia.saco lacrimalDilatação da parte superior do canal lacrimal que reúne o fluxo lacrimal.saco vitelinoFormação no apêndice embrionário e que nele se abrem dois canais entéricos; representa um reservatóriotrófico, e sua lâmina interna dará origem ao sangue e aos vasos sangüíneos.sacralRelativo ao sacro.sacralizaçãoDesenvolvimento exagerado da apófise transversa da quinta vértebra lombar, que se confunde ou funde com osacro; fusão da quinta vértebra lombar com a primeira sacra.sacroOsso triangular situado na parte inferior da coluna vertebral, entre os ossos ilíacos, formado de cinco vértebrasunidas.sacrolisteseEstado em que o sacro está situado diante da quinta vértebra lombar.saculaçãoFormação de saco ou sáculo.sáculoPequeno saco; divisão do vestíbulo do ouvido que a comunica com o canal coclear.sadismoPerversão sexual em que a satisfação erótica advém de atos de violência ou de crueldade física ou moralinfligidos ao parceiro sexual; algolagnia ativa; prazer com o sofrimento alheio; o termo advém de DonatienAlphonse François - Marquês de Sade - escritsadomasoquismoSadismo e masoquismo, simultâneos.safenaVeia superficial da perna.safismoHomossexualismo feminino; lesbianismo; o termo advém de Sappho, poetisa grega (625-580 a.C.), nascida emLesbos, que cantou em nove livros de poemas o amor às mulheres, e, segundo os críticos, com rara eextraordinária sensibilidade lírica.safistaMulher que pratica o safismo.sagitalEm forma de seta, flexa; disposição em plano ântero-posterior ou secção paralela ao longo do eixo do corpo.sagitoDo lat. sagitta, seta (sagitiforme).salSubstância que se forma na interação de um ácido e uma base.salgadoAdicionado de sal; que tem gosto de sal.salgarAdicionar sal para conservação de alimentos por desidratação das células ou impediência ao crescimento degermes.
  • saliDo lat. sale, sal (salificação, hipossalino).saliciDo lat. salix, salicis, salgueiro (salicílico).salicilagemTratamento de substâncias alimentares com ácido salicílico, para sua conservação.salicilemiaPresença de salicilato no sangue.salicilismoIntoxicação pelo ácido salicílico e seus derivados.salinidadeTeor de sais de uma solução.salivaLíquido alcalino secretado pelas glândulas salivares (sublinguais, submaxilares e parótidas); contém umfermento, a ptialina, que transforma o amido em maltose, além de mucina, soro-albumina, globulina, leucócitos,células epiteliais e bactérias; serve pasalivaçãoProdução de saliva.Salk, vacinaVacina parenteral que contém três tipos de vírus da poliomielite, inativados pelo formol, mas dotados decapacidade de produzir imunidade contra a doença natural. O termo advém de Jonas Edward Salk,bacteriologista norte-americano, nascido em Nova IorquesalmoneloseInfecção por salmonela, causando febre e distúrbios intestinais, por vezes bacteriemia, intoxicações alimentarespor ingestão de carne por ela contaminada.salmouraSolução concentrada de sal de cozinha; água saturada de sal usada para conservação de carnes, peixes,azeitonas, etc. .salobroQue contém sal; que tem gosto salgado.salpingeTrompa uterina; trompa de Falópio; trompa de Eustáquio; entre os antigos gregos, trombeta cônica utilizada emcerimônias litúrgicas e nos exércitos.salpingiteInflamação da tuba ou trompa uterina (trompa de Falópio), ou da tuba ou trompa auditiva (trompa de Eustáquio).salpingoDo gr. sálpigx, sálpiggos, trombeta, trompa (salpingite).salsugemLodo que contém sais.salubreSadio; saudável.salubridadeQualidade do que é salubre; condições favoráveis à saúde.salureseTeor de sal na urina; halurese.salutar
  • Bom para a saúde; higiênico.sanatórioInstituição para tratamento de doenças crônicas e recuperação dos doentes ou convalescentes.sanávelQue se pode curar; curável; remediável.saneamentoAto de sanear; melhoria das condições higiênicas de determinada região.sanearTornar são ou habitável.sangramentoDerramamento de sangue.sangramento, tempo deTempo entre a abertura de capilares cutâneos e a hemostasia espontânea; serve para avaliar o estado da crasee da hemostasia sangüíneas.sangriaAto de sangrar; perda de sangue natural ou provocada.sangueLíquido que circula no sistema circulatório arteriovenoso e que serve à nutrição e purificação do organismo;consiste em plasma (parte líquida) e glóbulos (parte sólida).sangue arterialSangue circulante nas artérias, vindo do coração, depois de oxigenado nos pulmões; possui cor vermelho-vivopela oxigenação da hemoglobina dos glóbulos vermelhos.sangue frioO sangue dos animais (peixes, répteis e invertebrados) cuja temperatura depende da do meio em que elesvivem.sangue ocultoHemorragia interna.sangue quenteO sangue dos animais (mamíferos e pássaros) que têm uma temperatura constante.sangue venosoSangue circulante nas veias, vindo dos tecidos, carregado de CO2 e outros produtos oriundos do metabolismo.sanguessugaVerme anelídeo, da classe dos hirudíneos, que habita as águas doces e tem ventosas com que se ligam aosanimais a fim de sugar-lhes o sangue. A sanguessuga serviu, no passado, para provocar extravasamentossangüíneos locais em casos de congestões visceraisanguinolentoCoberto de sangue; misturado de sangue.sanguívoroQue se alimenta de sangue; hematófago.sanidadeQualidade do que é são; salubridade.sâniePus ou matéria purulenta gerada pelas úlceras e chagas não tratadas; podridão; fétido.sanitizanteTipo particular de desinfetante que reduz o numero de contaminantes bacterianos em níveis relativamenteseguros.
  • sãoQue apresenta saúde; hígido.sápidoQue tem sabor.sapinhoAfecção provocada por fungos do gênero Candida; candidíase; monilíase.saponificaçãoAto de saponificar; conversão de gorduras em sabão e glicerol, pelo aquecimento com álcalis.saponificarConverter em sabão; transformar um éster em ácido e álcool, ou em ácido e fenol, sob ação de ácido, base ouáguasaproTermo que indica podre, pútrido, putrefato.saproDo gr. saprós, podre (saprofitismo, saprofagia).sapróbioAnimais ou micróbios que vivem em matérias putrefatas.saprobioseVida dependente de matéria orgânica em decomposição.saprodontiaCárie dentária.saprófagoQue ou aquele que se nutre de restos orgânicos em putrefação.saprófitoAnimais ou plantas que vivem sobre outros seres vivos sem os prejudicar; a denominação foi dada por analogiaaos seres vivos das partes mortas ou dos "cadáveres" de plantas (paus podres).sarampoDoença infecciosa causada por vírus de elevado poder de contágio, e que apresenta exantema e podecomplicar-se, entre outras condições mórbidas, como bronquite e broncopneumonia, devido à infecçãobacteriana secundária.sarampo alemãoRubéola.sararRestituir a saúde do doente; recobrar a saúde.sarcídioExcrescência carnosa; verruga.sarciteInflamação de músculo; miosite.sarcoTermo que indica relação com carne ou músculo.sarcoDo gr. sárx, sarkós, carne (sarcolema, anasarca).sarcoblastoCélula primitiva que se transforma em célula muscular.
  • sarcoceleTumor carnoso no testículo.sarcoidoseAfecção de causa desconhecida e instalação lenta, que acomete o sistema linfático, pulmões, fígado e pele,sendo encontrada no adulto na faixa dos 20 aos 50 anos de idade; assemelha-se histologicamente àtuberculose, e sua sintomatologia não é característsarcolemaBainha elástica que rodeia a fibra de músculo estriado.sarcóliseDesintegração de tecidos moles.sarcomaTumor maligno que se origina de qualquer tecido mesodérmico não-epitelial (músculo, osso, cartilagem).sardasManchas pigmentadas na pele exposta, castanho-escuras, que surgem em pessoas sobretudo de pele muitoclara, e devido ao aumento da deposição de melanina.sardônicoRiso ou sorriso espasmódico involuntário.sarjarFazer incisões; escarificar; cortar superficialmente a pele.sarnaAfecção cutânea contagiosa, parasitária, provocada no homem pelo Sarcoptes scabiei, e nos animais por ácarosque variam com a espécie; escabiose.sarroBorra ou crosta em vasos ou cavidades; borra do cigarro na piteira, e do cachimbo.sartórioMúsculo costureiro, da região ântero-externa da coxa.satiríaseExcitação sexual masculina exacerbada; o termo advém de Satyros, semideus lúbrico e devasso, habitante dasflorestas, e que, segundo os pagãos, tinha chifres curtos e pés e pernas de bode.sativoCultivado; que cultiva ou semeia.saturaçãoSolução com todas as moléculas ligadas; corpo que apresenta o máximo de gás ou sólido dissolvido.saturnismoIntoxicação crônica pelo chumbo; plumbismo.saúdeEstado em que há normalidade de funcionamento do organismo humano. Segundo a Organização Mundial daSaúde (OMS), é o bem-estar físico, psíquico e social dos indivíduos.saxiDo lat. saxum, pedra (saxífrago).sazonalRelativo às estações do ano.scleroV. esclero.scopoV. escopo.
  • scotoV. escoto.scrobiV. escrobi.scrofoV. escrofo.sebáceoRelativo a sebo.sebentoDa natureza de sebo; engordurado; sujo.seboGordura sólida de certas partes do animal.seborréiaHipersecreção das glândulas sebáceas.secativoSecante; que desseca: substância que absorve o corrimento de úlceras.secçãoAto de cortar; parte; porção.secreçãoProduto específico elaborado por glândula.sectarismoPosicionamento filosófico em que uma teoria - qual um dogma - é admitida sem contestação, configurandointolerância e intransigência de sua linha de pensamento.secundarismosDiz-se dos efeitos de um medicamento, secundários aos seus efeitos principais, e que geralmente se mostramadversos, inconvenientes ou indesejáveis à terapêutica instituída.secundinasPlacenta e membranas expelidas após o parto.secundíparaQue pariu pela segunda vez.sedaFio fino e macio, produzido pela larva do bicho-da-seda (Bombix moris) e de outros insetos que se encasulam nafase larvar.sedaçãoAto ou efeito de sedar.sedarAcalmar, serenar.sedeCarência de água; necessidade de ingerir líquidos.sedentárioQue anda ou se exercita pouco; que está comumente sentado.sedimentaçãoAto de provocar depósito de partículas.sedimento
  • Depósito de partículas de uma suspensão.sedosoSemelhante à seda.segmentoParte de órgão; parte; fração.segregaçãoAto de segregar; separação dos cromosomas homólogos durante a meiose.segregarSeparar; por a parte; produzir líquidos ou hormônios.seioCavidade; depressão; mama feminina.seismoV. sismo.seisoDo gr. seisis, golpe (seisestesia).seivaLíquido nutritivo que circula no organismo vegetal.seiva ascendenteSeiva extraída do solo pelas raízes; seiva mineral.seiva descendenteSeiva que circula pelos vasos do líber e forma-se da seiva ascendente acrescida dos produtos da fotossíntese;seiva orgânica.selaDispositivo de montaria; depressão.sela turcaFossa na base do cérebro onde se aloja a hipófise.seleçãoSeparação de determinados elementos para melhorar ou aperfeiçoar qualidades.seleção naturalFator de evolução da fauna e da flora cuja importância foi valorizada por Wallace e Darwin, e que consiste nadestruição ou na não-reprodução da maioria dos indivíduos de cada espécie animal ou vegetal, de sorte queapenas os mais aptos têm descendência,selenioseIntoxicação pelo selênio.selenoDo gr. seléne, lua (selenose).semblanteCara; face; rosto; aparência.semeaduraAto de introduzir germes ou material suspeito de conter germes, para obter culturas microbianas ou verificar suaexistência com fins diagnósticos ou experimentais.sêmenSemente; esperma; líquido fecundante ou prolífico, esbranquiçado, espesso, e-jaculado pelo animal macho econstituído de espermatozóides e secreções da próstata, das vesículas seminais e de várias pequenasglândulas anexas do aparelho reprodutor masculino
  • semiTermo que indica metade, meio.semiDo lat. semis, pela metade, quase (semicomatoso, semicluso).seminiDo lat. semen, semente (seminífero).semioDo gr. semeîon, sinal (semiológico).semiologiaParte da Medicina que se ocupa de sinais e sintomas das doenças para delas tirar conclusões do diagnóstico edo prognóstico.sêmolaFarinha granulada resultante da moagem do grão do trigo ou de outros cereais e utilizada no preparo de massas,sopas, etc. .semolinaFécula de farinha de arroz.senectoVelho; antigo.senectudeVelhice; idade senil.senescênciaEnvelhecimento.senilRelativo à velhice.senilidadeEstado do que é senil.senopiaAlteração da visão na velhice, em que a miopia desaparece pela presbiopia; gerontopia.sensaçãoImpressão transmitida por nervos aferentes do sensório ou órgãos dos sentidos.sensibilidadeCapacidade de sentir ou perceber impressões transmitidas por nervos aferentes; proporção de resultadospositivos de um teste entre indivíduos com uma doença.sensitivaUsada em estudos de fisiologia vegetal, a Mimosa pudica, planta da família das leguminosas, apresenta reflexosque retraem as folhas ao toque.sensitivo, nervoVia nervosa aferente que capta as mensagens gerais e as conduz ao cérebro.sensívelDotado de sensibilidade; perceptível aos sentidos.sensoRaciocínio; tino; direção.sensualidadeQualidade do que é sensual; volúpia.sentido
  • Magoado; machucado; sensível.sentimentoEstado afetivo persistente, calmo e refletido, denunciador de nossa maneira de sentir as impressões do mundoexterior.sentirPerceber pelos órgãos dos sentidos; impressionar-se; compreender; apreciar.sepseDo gr. sépsis, putrefação (assepsia, anti-séptico).sepsiaPutrefação de tecidos orgânicos; sepse.septadoDividido em compartimentos.septalRelativo a septo.septicemiaPresença de germes ou substâncias sépticas no sangue circulante.septicopiemiaPresença simultânea de septicemia e piemia; forma de septicemia em que os germes patogênicos ficamlocalizados em determinado ponto e ali provocam o aparecimento de focos purulentos.septoMembrana ou camada divisória de tecidos, cavidade ou órgãos.septoDo lat. septem, sete (septenário); - do lat. septu, septo (septoplastia); - do gr. septos, podre (septicemia).seqüestroPorção de tecido morto, principalmente de tecido ósseo que, no decurso de necrose, foi afastado do tecido são.sequiosoQue tem muita sede; sedento.sérieOrdem de fatos ou de coisas ligadas por uma relação ou que apresentam analogia; sucessão; seqüência.seringaTubo de vidro ou metal, com extremidade afilada e êmbolo para premir líquidos a serem introduzidos; o termoadvém de syrinx (flauta), alargando-se ainda no sentido de pipeta, canal subterrâneo, galeria. Interessante é alenda a respeito da seringa. A ninfseringa de PravazPequena seringa hipodérmica provida de uma agulha oca que permitiu as primeiras aplicações medicamentosasparenterais. O termo advém de Charles Pravaz, ortopedista francês (1791-1853). Também recebe este nomeuma agulha hipodérmica adaptada a uma cânula eseriografiaRadiografia em série para o exame funcional de órgãos cavitários.seroTermo que indica soro.seroDo lat. serum, soro (seroterapia, seralbumina).serôdioQue vem tarde; tardio; fora do tempo; antiquado e ultrapassado.
  • serosaMembrana cuja forma lembra um saco e que segrega serosidade em sua face interna, facilitando o deslizamentode órgãos, contidos em seu interior, como no coração (pericárdio), pulmão (pleura), vísceras abdominais(peritônio) e testículo (vaginal).serotoninaA 5-HT (5-hidroxitriptamina), identificada em 1948 por Page e colaboradores, na Cleveland Clinic, é umasubstância que atua em diversas funções fisiológicas como neurotransmissor no snc, co-mo regulador da funçãoda musculatura lisa nos sistemas cardiovasserozimaProtrombina sérica; fator VII.serpeDo lat. serpens, serpente, e serpere, serpear (serpiginoso, serpentiforme).serpentárioLocal onde se recolhem ou se criam serpentes a fim de preparar soro antiofídico.sérumSoro; produto da separação de partes coaguladas (sangue, leite, transudados).sesquiTermo que indica um e meio.sesquiDo lat. sesqui, um e meio (sesquióxido).séssilQue não tem suporte ou pedúnculo; diz-se do órgão fixado diretamente à parte principal de um ser vivo.sestroVício, hábito, mania; destino, sorte, fado, sina; esquerdo, canhoto.setíferoQue produz seda.sexPref. at.: seis (sexdigital).sexoConformação particular que distingue o macho da fêmea (masculino do feminino), nos animais e nos vegetais,atribuindo-lhes um papel determinado na geração, e conferindo-lhes certas características distintivas.sexologiaEstudo do sexo e das relações sexuais do ponto de vista da biologia.sexualidadeConjunto dos fenômenos da vida sexual; para o pensamento psicanalítico, o conjunto de prazeres - libidinososou não - que rodeia a esfera emocional dos indivíduos.sezãoMalária; impaludismo; febre intermitente.sfenV. esfeno.sfigmoV. esfigmo.sfixeDo gr. sphyxis, pulso (cacosfixia).siagoDo gr. siagón, maxila (siagantrite).
  • siagonagraDor no maxilar ou articulação da mandíbula.sialadenopatiaDoença de glândula salivar.sialagogoQue provoca fluxo de saliva ou salivação.sialismoSalivação abundante; ptialismo; sialorréia.sialoTermo que indica relação com saliva ou glândula salivar.sialoDo gr. síalon, saliva (sialagogo).sialofagiaHábito de deglutir saliva, provocando aerofagia.sialorréiaSalivação abundante.sialoseFluxo de saliva ou salivação.sibariDo lat. Sybaris, antiga cidade do sul da Itália (sibarismo ou sibaritismo).sibilaçãoAto de sibilar; ruído durante a respiração, semelhante a silvo.sibilânciaEstado patológico do pulmão que apresenta estertores sibilantes.sibilarEmitir sibilos ou silvos; produzir som agudo, como silvo durante a respiração.sibiloRuído respiratório soprante de certos tipos de estertores pulmonares, como na asma e bronquite espasmódica.sicnoDo gr. sychnós, freqüente (sicnúria).sicnosfigmiaPulso acelerado; taquicardia.sicnúriaEmissão freqüente de urina; polaciúria.sicoDo gr. sykon, figo (sicose).sicolábilSensível ao dessecamento.sicomaVerruga ou condiloma.sicoseDoença caracterizada por inflamação dos folículos pilosos, principalmente na barba.sideração
  • Estado de abatimento súbito das forças vitais, que se pode manifestar por parada respiratória e aspecto demorte aparente, e pode ocorrer em certas situações como na apoplexia.sideremiaTeor de ferro no sangue.sideroDo gr. síderos, ferro (sideremia).sideroseDeposição de ferro nos tecidos; excesso de ferro no sangue; pneumoconiose provocada por inalação de poeirasque contêm partículas de ferro.sifãoTubo recurvado em forma de S, com ramos desiguais, para transvasar um líquido de um recipiente para outro;aparelho utilizado para lavagem de certas cavidades do organismo.sifílideErupção cutânea da sífilis, no período secundário ou terciário.sífilisDoença infecciosa e contagiosa transmitida essencialmente por contato sexual, transmissível à descendência ecuja causa é um espiroqueta - Treponema pallidum; graças à capacidade de penetrar nas células dos tecidos, ogerme pode alterar todos os órgãos prsifonagemAto de transvasar líquido com o sifão.sigmoDo gr. sîgma, letra equivalente ao s (sigmóide).sigmóideQue tem forma de S ou sigma; diz-se de certas válvulas e cavidades, e da porção do intestino grosso no corpohumano, que têm forma de sigma.sigmoidoscopiaExame da alça sigmóide.significância estatísticaRefere-se à probabilidade de que uma diferença entre os grupos de tamanho encontrado tenha acon-tecido tãosomente pelo acaso. Tanto menor esta probabilidade (p < alfa), maior a significância estatística. O nívelestatístico a partir do qual esta diferençsilêncioRecusa de falar; ausência de ruído.silêncio cardíacoIntervalo entre a primeira e a segunda bulhas cardíacas.silepseConcepção; prenhez.silepseDo gr. syllepsis, concepção e, por extensão, gravidez (silepsiologia).silhuetaDesenho uniforme feito pelos contornos ou sombras de órgão.silhueta cardíacaSombra do coração na chapa radiográfica.silicatosePneumoconiose por inalação de silicatos, usado na confecção de vidros, cerâmica e abrasivos.silicone
  • Substância empregada na confecção de alguns instrumentais de laboratório químico-farmacêutico e de patologiaclínica, além de próteses em cirurgia plástica, estética e reparadora, notadamente a da mama.silicosePneumoconiose provocada pela inalação de pó que contem silício; lentamente progressiva, acarreta extensaesclerose e provoca insuficiência respiratória e mais tarde insuficiência cardíaca. Os operários das pedreiras, osoleiros e, as vezes, os metalúrgicosimbionteOrganismo que vive em simbiose.simbioseAssociação de duas plantas ou de uma planta e um animal na qual ambos os organismos recebem benefícios,ainda que em proporções diversas; é o caso dos liquens.simbléfaroAderência cicatricial, quase completa, da pálpebra com o globo ocular.simboliaCapacidade de reconhecer a natureza de objetos pelo sentido do tato.simbolismoManeira de expressar ou representar algo por sinais ou desenhos; em termos psicanalíticos, trata-se demecanismo do pensamento inconsciente, geralmente de natureza sexual, pelo qual o significado real setransforma, de modo a não ser reconhecido como sexusímboloImagem empregada como sinal de uma outra.simbraquidactiliaAnomalia anatômica em que os dedos das mãos são curtos e aderentes.simeliaFusão de pés e pernas.simetriaCorrespondência, em grandeza, for-ma e posição relativa de partes situadas em lados opostos de uma linha ouplano médio, ou ainda que se acham distribuídas em volta de um centro ou eixo; disposição de partes opostasseparando o corpo em duas metades iguaisimiescoRelativo a símio ou macaco.similia similibus curanturExpressão latina que designa a doutrina na qual se baseia a homeopatia: uma doença é curada por aquelesremédios que produzem efeitos semelhantes aos da própria doença; esta expressão latina foi cunhada emoposição a outra - "contraria contrariis curantursimilitudeSemelhança.símioMacaco.simpatectomiaRemoção cirúrgica de um gânglio, ou parte dele, do sistema nervoso simpático.simpatiaTendência instintiva para uma pessoa ou coisa; inclinação recíproca entre duas pessoas ou duas coisas; relaçãode caráter que constitui o princípio ou a base dessa atração; benzimento para "curar" enfermidades (pop.).simpáticoQue inspira simpatia; parte do sistema nervoso autônomo relacionado com a regulação da atividade damusculatura car-díaca, dos músculos lisos e das glândulas, cujas fibras pré-ganglionares nascem na porçãotorácica e nos três primeiros segmentos da porção
  • simpósioReunião de especialistas para discussão de assuntos científicos.simptoseEmaciação ou enfraquecimento de um órgão, ou de todo o organismo.simulaçãoAto de simular; fingimento; imitação de doença.sinDo gr. syn, juntamente, com (sindactilia, simbiose).sinalEvidência objetiva de estado mórbido.sinalgiaDor distante da parte lesada ou estimulada.sinapismoAplicação de cataplasma de mostarda sobre a pele como revulsivo.sinapsePonto de comunicação entre os neurônios; região de contato entre as terminações de dois neurônios adjacentes,onde o impulso nervoso é transmitido de um neurônio ao outro.sinartrófiseAnquilose progressiva das articulações.sinartroseArticulação imóvel.sincantoAderência das pálpebras às estruturas do olho.sincícioMassa de protoplasma com muitos núcleos; estrutura de células epiteliais que formam a camada externa daplacenta.sinciciomaTumor com infiltração de células sinciciais na parede uterina.sincinesiaMovimento não-intencional que acompanha movimento voluntário; ação de por em movimento um membro aomesmo tempo que o membro oposto por meio de coordenação inconsciente.sincipúcioPorção anterior e superior da cabeça; sinciput.sinclinalDobrado ou inclinado um para o outro.sínclonoQue apresenta tremor muscular; contração clônica de vários músculos.sincoliaSecreção de matérias de procedência exógena pela bílis.sincondroseTipo de articulação em que a cartilagem interveniente, antes que o indivíduo chegue à fase adulta, em geral setransforma em osso.síncopePerda temporária de consciência devido à má perfusão sangüínea cerebral, alteração na composição do sangueque irriga o encéfalo, ou a alterações no padrão de atividade do SNC devido a estímulos que chegam a essesistema; vasta sinonímia, tais como: lipot
  • sincretismoReunião artificial de idéias ou de teses de origens disparatadas; fusão de elementos culturais diferentes, ou atéantagônicos, em um só elemento, continuando perceptíveis alguns sinais originários; o termo advém da Grécia erepresentava a reunião de váriosincriseCoagulação de dois líquidos depois de misturados.sincroniaOcorrência ao mesmo tempo.sindactiliaMalformação congênita caracterizada por soldadura dos dedos, ou dedos aderentes por meio de membranas.síndeseReunião; ligação.sindesmiaUnião de órgãos por meio de ligamentos.sindesmiteInflamação de ligamento.sindesmoseArticulação fixa entre dois ossos mantida por tecido fibroso.síndromeEstado mórbido caracterizado por um conjunto de sinais e sintomas, e que pode ser produzido por mais de umacausa.sinequiaAderência entre partes vizinhas, especialmente a da íris com a córnea e o cristalino.sinéreseTransudação de líquido contido em um gel, após a formação deste e sua contração posterior; retração decoágulo.sinergiaAto ou esforço coordenado de vários órgãos na realização de uma função; ação correlata de duas ou maisestruturas ou medicamentos.sinergismoEfeito favorecedor de associação medicamentosa ou de germes sobre outros.sinestesiaRelação subjetiva que se estabelece espontaneamente entre uma percepção e outra que pertença ao domíniode um sentido diferente (por exemplo, um perfume que evoca uma cor, um som que evoca uma imagem).sinfalangismoAusência de algumas falanges; fusão de falanges.sinfiogêneseCombinação de fatores hereditários e ambientais que exercem influência na estrutura e comportamento doorganismo.sínfiseArticulação imóvel, junção por justaposição; aderência dos folhetos de uma serosa (pleura, pericárdio, etc.).sinforeseCongestão; estado congestivo.singamiaUnião de gametas para formar o zigoto; reprodução sexual.
  • singônicoQue tem o sexo determinado na época da fecundação.singuitoSoluço; inspiração ruidosa devido à passagem de ar através da glote incompletamente fechada por espasmo dodiafragma.sinidroseSudação associada a qualquer outro estado mórbido.sinistralidadeUso preferencial de órgão do lado esquerdo.sinistrismoUso preponderante da mão esquerda; canhotismo.sinistroDo lat. sinister, à esquerda (sinistrocardia, sinistrógiro).sinistroseEstado de fragilidade emocional em decorrência de acidentes, sinistros ou bombardeios de guerra.sínocaDizia-se de certas febres contínuas.sinofreFusão de supercílios ou sobrancelhas.sinopseSíntese; resumo; sumário.sinorquiaUnião de dois testículos.sinósqueoAderência do pênis ao escroto.sinosteoseUnião de ossos adjacentes por meio de substância óssea, por calcificação de sua cartilagem; soldadura de doisossos normalmente separados; sinostose.sinovectomiaRemoção cirúrgica de membrana sinovial.sinóviaLíquido viscoso da cavidade articular e que facilita a movimentação dos ossos nas articulações; seu aspectolembra a clara de ovo e é também chamada de líquido sinovial.sinoviteInflamação das membranas sinoviais.sinquiliaAderência congênita dos lábios; atresia do orifício bucal.sinquiriaQuando a aplicação de um estímulo em um lado é sentido no lado oposto.sintenoseUnião de ossos por meio de tendões.sintéreseProfilaxia; tratamento preventivo.síntesePreparação de composto a partir das substâncias elementares que o constituem, ou de substâncias compostas
  • mais simples; operação química por meio da qual as células vivas fabricam as várias substâncias de quenecessita o organismo a que pertencem; reuniãosintéticoRelativo à síntese; elaborado ou produzido artificialmente por síntese química, como a borracha sintética, a fibrasintética, etc. .sintobióticoAntibiótico que, por conveniências, não é produzido por via microbiológica, e sim por via sintética, cuja síntesepode ser total - como o cloranfenicol - ou parcial - como as penicilinas e cefalosporinas semi-sintéticas. De ummodo geral o termo não é usasintomaQualquer fenômeno ou mudança provocada no organismo por uma doença, e que, descritos pelo paciente,auxilia, em grau maior ou menor, a estabelecer um diagnóstico.sintoma patognomônicoDiz-se do sintoma cuja presença é suficiente para estabelecer um diagnóstico.sintoniaResposta regular a estímulos; ressonância; igualdade de freqüência de vibrações; faculdade de vibrar ou reagircom o ambiente.sintopiaPosição do órgão em relação aos órgãos vizinhos.sintotérmico, métodoMétodo anticoncepcional, comportamental, baseado, conjuntamente, nos três métodos comportamentais em uso(calendário, muco cervical e temperatura corporal basal), de modo que o uso combinado de todos os sinais dostrês métodos aumente a precisão da detecçsinuloseO mesmo que cicatrização.sinuosidadeQualidade do que é sinuoso; tortuosidade; dobra.sinuosoRecurvado; que descreve curva irregular.sinusSeio; recesso; cavidade; espaço oco; canal dilatado para o sangue venoso.sinusalRelativo a seio ou sinus.sinusiteInflamação do seio ou sinus, geralmente dos paranasais.sinusoidalRelativo à sinusóide.sinusóideSemelhante a sinus ou seio; forma de canal sangüíneo que consiste em grande vaso anastomosante, comparede endotelial e sem adventícia, encontrado, geralmente, no baço, fígado, coração, etc. .sirenoDo gr. seirén, sereia (sirenomelia).sirenomeliaFusão dos membros inferiores sem a presença de pés.siríaseInsolação; febre térmica; intermação.
  • sirigmoZumbido; sibilo.sirigmoDo gr. syrigmós, apito, assovio, sibilo (sirigmofonia).siringiteInflamação da trompa auditiva (tuba de Eustáquio).siringoDo gr. syrigx, syriggos, flauta, tubo oco, veia, fístula (siringotomia, siringomielia).siringoceleForma de espinha bífida com hérnia e cavidade na medula espinhal.siringomieliteInflamação da medula espinhal com formação de cavidades.sismoDo gr. seismós, abalo, vibração (sismestesia).sisoBom senso; juízo; tino; prudência; últimos molares que irrompem na juventude.sistalseContração rítmica.sistemaConjunto de órgãos ou tecidos da mesma natureza e com funções análogas; reunião de estruturas orgânicascompostas de elementos semelhantes e com a mesma função.sístoleMovimento de contração.sístole cardíacaContração ventricular do coração pela qual o sangue é projetado nos vasos eferentes (artérias), tanto para apequena quanto para a grande circulação.sistremaCãimbra na panturrilha.siticulosoQue tem sede freqüente ou habitual.sitiergiaRecusa sistemática de se alimentar; anorexia nervosa; aversão à comida.sitioDo gr. sitíon, trigo, pão, alimento (sitiomania).sítioEspaço ocupado por qualquer corpo; local; ponto onde se formou ou existe alteração ou sintoma.sitofobiaMedo mórbido aos alimentos.sitomaniaObsessão de comer com avidez de certos indivíduos psicóticos; bulimia.skeniteInflamação da glândula de Skene, pequena glândula da parede da uretra feminina. O termo advém de AlexandreSkene, médico norte-americano (1837-1900).smegmaV. esmegma.
  • sobrancelhaReunião de pêlos na borda superior da órbita ocular; supercílio.sobressaltoMovimento súbito; susto; inquietação repentina.sobreviverContinuar a viver após doença ou acidente.sociopataDiz-se dos indivíduos que apresentam uma atitude anormal em relação ao ambiente social.sodomiaPrática sexual anormal entre indivíduos do mesmo sexo (homossexualidade) ou de sexos diferentes; o termoadvém de Sodoma, cidade do baixo vale do Jordão que, segundo a Bíblia (Gênesis), foi destruída pela ira divinaem virtude dos crimes cometidos por seusofoDo gr. sophós, sábio (sofomaníaco).sofomaniaMania de se passar por sábio.solAbreviatura de solução; sistema coloidal cujo meio de dispersão é um líquido que contém, em suspensão,partículas sólidas.solenoDo gr. solén, solênos, tubo, canal (solenoglifo, dacriosolenite).solenóideEspiral de metal que age como magneto.solidificaçãoAto de solidificar; passagem de um corpo do estado líquido ao estado sólido.sólidoConsistente; maciço; duro.solturaDiarréia (pop.).solubilidadeQualidade do que é solúvel; capacidade de dissolver; grau de dissolução.soluçãoLíquido que contém outra substância dissolvida.soluçoContração espástica do diafragma, com relaxamento e expulsão de ar com ruído.solutoSubstância dissolvida em uma solução.solúvelQue se pode solver ou dissolver.solventeLíquido em que uma substância (soluto) é dissolvida para formar uma solução.somFenômeno acústico que consiste na propagação de ondas sonoras produzidas por um corpo que vibra em meiomaterial elástico, especialmente o ar; efeito produzido no órgão da audição por vibrações do ar com outro meio.
  • somaO organismo, considerado como expressão material, em oposição às funções psíquicas; corpo.soma, somatoDo gr. sôma, sómatos, corpo (somatopleura, psicossomático).somatomegaliaGigantismo; tamanho anormal do corpo.somatotoniaPredominância da atividade muscular; força e energia.somatotropinaHormônio do crescimento, do lobo anterior da hipófise.sonambulismoAutomatismo ambulatório que se produz durante o sono, natural ou provocado por hipnose; é observado,sobretudo, nas crianças e adolescentes, em que o indivíduo se levanta e executa atos complicados emovimentos coordenados, mas dos quais não guarda nenhumsonâmbuloAquele que sofre de sonambulismo.sondaTubo, flexível ou rígido, que se introduz em canal, natural ou não, do organismo com o fim de reconhecer-lhe oestado ou de extrair ou introduzir algum tipo de matéria.sondagemAto de sondar; fazer penetrar instrumento ou sonda, para reconhecer profundidade de fístulas, canais, ou retirarlíquidos de cavidades fechadas.sonhoSeqüência de imagens e de fenômenos psíquicos que ocorrem durante o sono; desde a mais remotaAntiguidade, é considerado como aviso divino ou sobrenatural, destinado a prevenir o ser humano quanto adeterminados acontecimentos, como ocorria na Grécia, EgisoníferoSubstância ou medicamento que provoca o sono.soniloqüênciaHábito de falar dormindo.soniloquiaSoniloqüência.soníloquoAquele que apresenta soniloqüência ou soniloquia.sonoEstado de repouso normal e periódico, que no homem e nos animais superiores se caracteriza especialmentepela supressão da atividade perceptiva e motora voluntária, e que é variável em seu grau de profundidade,encontrando-se a vontade e a consciência emsonolênciaDesejo ou necessidade de dormir; entorpecimento ou torpor.sonoridadeQualidade do que é sonoro; propriedade de produzir sons.sonoterapiaMétodo de tratamento empregado, há algumas décadas e atualmente em desuso, em certas condiçõespsiquiátricas que consistia em produzir e manter sono artificial em um paciente, mediante o uso de drogas esobre rígido controle, por período que se podia estesopaCaldo de carne, com fragmentos de carne ou outros alimentos que lhe concedem nomes especializados: canja,
  • Juliana, caldo verde, etc.soporSono profundo; coma; sono comatoso.soprarEmissão de ar com força; bafejar; sussurrar.soproAr emitido com força pela boca ou pelo nariz; som normal ou patológico percebido à auscultação.sopro aórticoSopro indicativo de doença das válvulas aórticas.sopro cavernosoRuído respiratório proveniente de uma escavação parenquimatosa pulmonar, comunicante com os brônquios,geralmente quando há lesão tuberculosa cavernosa.sopro diastólicoSopro que ocorre junto com, ou imediatamente após, a segunda bulha do coração, podendo representar sinal deestenose mitral ou de insuficiência cardíaca.sopro funcionalSopro cardíaco devido à anemia ou à excitação cardíaca.sopro metálicoRuído de timbre argêntico percebido na ausculta de certas pneumopatias.sopro sistólicoSopro que ocorre durante a sístole cardíaca, que pode ser devido à estenose mitral, aórtica, tricúspide oupulmonar.sopro tubárioRuído respiratório observado nos brônquios quando o pulmão se acha ingurgitado ou comprimido por derrame.sopro vitalA própria vida.sorarConverter em soro; dessorar.soroPorção fluida do sangue obtida após a sua coagulação; soro de animais em que se inocularam bactérias outoxinas, e que é utilizado com fins profiláticos ou terapêuticos (soro antitetânico, soro antidiftérico); solução desubstância mineral ou orgânica usasorodiagnósticoMétodo de estabelecer o diagnóstico de doenças, principalmente infecciosas, mediante as alteraçõesobservadas no sangue.sororiaçãoAumento de volume da mama, na puberdade.sovacoAxila; região axilar.spaCentro de convivência, geralmente com hospedagem dos indivíduos, que visa uma reeducação alimentarbalanceada e redução no peso corpóreo. O termo advém da Antiguidade, quando a aristocracia romanacostumava freqüentar a cidade de Spa, província de Liège,spadiaDo gr. spádon, eunuco, ou spáo, arrancar, dividir (epispádia, hipospádia).spotting
  • Termo inglês que representa, em Ginecologia, os pequenos sangramentos, mínimos, que eventualmente podemaparecer durante o ciclo menstrual, em nada interferindo no fluxo menstrual normal.sprueQuadro sindrômico pertencente às manifestações da má-absorção, é também conhecida por doença celíaca,esteatorréia idiopática, enteropatia glúten-indu-zida, e outras. A origem do termo é desconhecida; contudo,admite-se como possível, a holandesa - sprowsqueseDo gr. schésis, supressão (galactosquese).staxeDo gr. stáxo, gotejar (epistaxe).stenoV. esteno.stéreoDo gr. stereós, firme, sólido (estereotaxia, esteróide).stiquoV. tiquo.stomaV. estoma.stressConjunto de reações do organismo a agressões de ordem física, psíquica, infecciosa, e outras, capazes deperturbar-lhe a homeostase; estresse; estrição.subPrefixo com sentido de inferioridade, debaixo, abaixo, moderado.subPref. lat.: inferior, próximo, substituto, moderado (subcutâneo, subacro-mial, subcrônico).sublimaçãoAto de sublimar; purificação; passagem do estado sólido para o gasoso; em termos psicanalíticos, é ummecanismo de defesa ou de adaptação que transforma as pulsões primitivas, e inaceitáveis como tais, emrealizações sociais positivas, simbólicas das manisubsistênciaManutenção da vida; alimentação; sustento.substânciaA natureza de um corpo: aquilo que lhe define as qualidades materiais; matéria; material de que é constituídotecido ou órgão.substância fundamentalMassa de consistência de mel, do tecido conjuntivo, formado de um ácido polissacarídico e uma proteína,encontrada no humor vítreo, cor-dão umbilical, cartilagens e abundante na pele e outros tecidos e órgãos.substancialNutritivo; alimentício; essencial; fundamental.substanciosoQue dá força; que alimenta.substratoO que constitui a parte essencial do ser; a essência.subsultoMovimento convulsivo.sucção
  • Ato de sugar ou aspirar.sucção, reflexo deContração dos orbiculares da boca, quando se estimulam os lábios.sucedâneoCapaz de substituir; diz-se do medicamento que pode substituir outro, por ter mais ou menos as mesmaspropriedades.sucíneoQue tem cor de âmbar.súcinoÂmbar amarelo.sucoLíquido com propriedades nutritivas contido nas substâncias animais ou vegetais; sumo; qualquer líquidoorgânico segregado por glândula ou mucosa.súcuboQue fica por baixo.suculênciaAbundância de suco.suculentoSubstancial; nutritivo; alimentício.sucumbirMorrer; abater-se moralmente.sucussãoAto de sacudir; abalo.sudaçãoAção ou efeito de suar.sudâminaFormação de pequenas vesículas cutâneas pelo efeito do calor ou de sudação abundante.sudárioPano para limpar o suor ou envolver os cadáveres; mortalha.sudorDo lat. sudor, suor (hipersudorese, exsudar).sudoreseSudação profunda; transpiração.sudoríparoRelativo a suor; que faz suar.sudorréiaSudação excessiva; hiperidrose.sufocaçãoDificuldade respiratória; falta de ar; asfixia.sufocarPerder a respiração; asfixiar; matar ou morrer por asfixia.sufumigaçãoAplicação do vapor medicinal a qualquer parte do corpo.sufusão
  • Pequeno derrame, sobretudo sangüíneo, debaixo da pele.sugaçãoAto de sugar.sugarChupar; aspirar com tromba ou tubo.sugestãoInfluência psicológica que uma pessoa exerce sobre outra, induzindo-a a aceitar as suas idéias, a partilhar dasua opinião, ou a praticar uma ação que não teria sido feita espontaneamente.sugilaçãoEquimose; lividez cadavérica; mancha equimótica.sugilarProduzir equimoses; contundir; manchar.suicídioAto ou efeito de suicidar-se; destruição; morte por si próprio.sulcadoQue tem sulco; fendido.sulciformeQue apresenta forma de sulco.sulcoCanal; depressão linear; nos ossos, ponto de implantação dos músculos, ou local de passagem de feixesneurovasculares importantes.sulfoDo lat. sulfur, enxofre (sulfuroso, sulfato).sumárioResumido; breve; conciso; resumo de trabalho ou conclusões.suorProduto da secreção das glândulas sudoríparas.superPrefixo que indica acima ou excesso.superPref. lat.: situação superior, excesso (superciliar, superego).superegoInstância psíquica imaginada por Sigmund Freud, sob a forma de censura ou de censo crítico, o qual é formadopela introjeção das imagens paternas, das suas exigências e proibições, ou um seu substituto real ou simbólico.superficialRelativo à superfície; pouco profundo; na parte superior.superfícieParte externa ou exterior de um órgão.superiorAcima, que tem situação mais alta.supinaçãoAto de supinar; movimento do antebraço, com a palma da mão voltada para cima ou para diante; posiçãodeitada de costas ou sobre o dorso.supinarVirar o braço, estando a palma da mão para cima.
  • suplementarQue serve de suplemento; que adiciona.supositórioForma farmacêutica sólida, cônica ou cilíndrica, que se introduz pelo ânus, e que, ao derreter-se, liberamedicamento(s) a ser(em) absorvido(s) pelo reto.supraPrefixo com sentido de acima; sobre.supraPref. lat.: superior, encima, sobre (supradiafragmático, supraesternal).supressãoAto de suprimir; cessação súbita de secreção ou eliminação normal; inibição consciente.suprimirPraticar supressão; impedir de aparecer ou continuar.supuraçãoAto ou efeito de supurar.supurarFormar pus; expelir pus.supurativoQue produz supuração; que facilita a saída de pus.suraPanturrilha; barriga da perna (pop.).surdezQualidade do que é surdo; privação da audição.surdimudezQualidade de surdo-mudo; surdo-mudez.surdoQue não pode ouvir.surdo-mudoQue é surdo e mudo.sursunvergenteQue está virado para cima.sursunversãoMovimento para cima.suscetibilidadeDisposição a contrair doenças; capacidade de receber impressões.suscitaçãoExcitação; sugestão; efeito de suscitar.suscitarProvocar; originar.suspensãoEstado em que se acham as partes sólidas que flutuam em líquido, sem dissolver; ato de suspender; amenorréia(pop.).suspensoPendente; pendurado.
  • suspensórioQue suspende; bolsa de pano para suspender o escroto.sustentaçãoAlimento; alimentação.sustentarSegurar; apoiar.sustoMedo repentino; sobressalto; sensação que suspende a respiração e acelera os batimentos cardíacos,momentaneamente; emoção súbita.suturaOperação que consiste em coser os lábios de uma ferida para, geralmente, juntá-los.
  • t.i.d.Abreviação de "ter in die" (três vezes ao dia).tabacoGrande erva da família das solanáceas (Nicotiana tabacum), de origem sul-americana, de folhas amplas,oblongas, acuminadas e macias, flores vistosas, tubulosas e róseas, e que possui nicotina, razão por que ainfusão das folhas serve para matar parasitos;tabagismoAbuso do tabaco; intoxicação provocada por esse abuso.tabagistaAquele que sofre de tabagismo.tabaqueiraCaixa para depositar tabaco em pó, para aspirar.tabaqueira anatômicaDepressão do dorso da mão, formada pelos tendões dos extensores da mão, usada pelos usuários de rapé(tabaco em pó) para cheirar o pó, bem como pela cultura popular mexicana ao depositar nessa depressão umpouco de sal para lambê-lo antes de ingerir um gotabeDoença degenerativa crônica da medula espinhal, conseqüente à infecção do sistema nervoso pelo Treponemapallidum, e representando a fase nervosa da sífilis; tabes.tabeDo lat. tabes, degradação física e moral, flagelo, podridão (tabético).tabelaConjunto de números demonstrativos dos resultados de pesquisas.tabuPalavra de origem polinésia que significa sagrado, intocável, proibido, em geral ou em determinadascircunstâncias, cujo antônimo é "noa", coisa ou algo permitido a todo mundo; proibição religiosa ou social emrelação ao uso de certos objetos ou realizaçãtaciturnidadeQualidade de taciturno; silêncio mórbido, prolongado; hábito de estar silencioso.taciturnoTriste; silencioso.tacoV. taqui.tacômetroInstrumento para medir velocidade de movimentos.táctilRelativo ao sentido do tato; tátil.tafe, tafoDo gr. taphé, sepultura (tofofobia ou tafefobia).tafofiliaAtração mórbida por túmulos e cemitérios.tafofobiaMedo mórbido de ser enterrado vivo.tagmaAgregado de moléculas; massa molecular do protoplasma.tala
  • Pedaço de madeira, papelão ou de outra substância, impregnado de goma e gesso, e empregado em aparelhosdestinados ao tratamento de fraturas.talalgiaDor no calcanhar.talamencéfaloPorção do diencéfalo que compreende tálamo, metatálamo e epitálamo.talamoDo gr. thálamos, quarto, leito nupcial, santuário (hipotálamo).tálamoPorção média do diencéfalo que forma a parede lateral do 3o ventrículo; fica entre o epitálamo e o hipotálamo.talãoCalcanhar; astrágalo ou calcâneo.talassemiaAnemia hemolítica hereditária, com incidência racial; anemia do Mediterrâneo.talassiaEnjôo de mar.talassoDo gr. thálassa, mar (talassoterápico).talassofiliaAtração pelo mar.talassofobiaMedo mórbido de mar.talassoterapiaTratamento que preconiza os banhos de mar, viagens marítimas ou estadia à beira mar.talcoSilicato de magnésio hidratado usado nas dermatoses como pó inerte.talhaAto de talhar; corte ou secção cirúrgica.talha hipocráticaAinda hoje, por fidelidade histórica, os formandos da Faculdade de Medicina recitam um trecho do juramento deHipócrates, dizendo que não praticarão a talha vesical, operação antigamente "indigna", praticada peloscirurgiões-barbeiros, e que consiste na atalhoCorte; golpe com instrumento cortante.talipePé torto devido à malformação congênita.talipe cavusExagero da arcada plantar.talipe equinusEm que o paciente caminha com a ponta dos dedos ou parte anterior do pé.talipe planusPé chato, sem arcada plantar.talipe valgusPé torto, estando a sola voltada para fora.
  • talipe varusEm que o paciente anda com a borda externa do pé, com a sola voltada para dentro.taloCaule; corpo dos cogumelos constituído por hifas ou por simples células.tamisPeneira de seda, usada em farmácia ou laboratório, para substâncias pulverizadas.tamisaçãoAto de tamisar.tamisarPassar através do tamis; peneirar; depurar.tamoDo gr. thamá, freqüentemente (tamúria).tampãoChumaço, rolha, bucha para obturar parcialmente orifícios ou combater he-morragias.tampão, soluçãoMistura de sais equilibradores de pH.tamponarAplicar tampão.tamúriaFreqüência na micção; polaciúria.tanagemSubmeter à ação do tanino; tratamento de queimaduras com tanino.tanatoDo gr. thánatos, morte (tanatofobia, eutanásia).tanatofiliaPsicose em que há atração por mortos ou pela morte.tanatofobiaMedo mórbido da morte ou de assuntos relacionados com a morte.tanatopsiaO mesmo que necropsia.tanatosEm psicanálise significa instinto de morte, postulado por Sigmund Freud, em oposição a Eros, ou instinto devida; o termo advém de Thánatos, deus da Morte, filho da Noite e de Hipnos, da mitologia grega.tanatotropismoTendência latente que determina o tipo e a doença que causarão a morte.tanglomangloDoença atribuída à feitiçaria; bruxedo; sortilégio; doença (pop.).tangorrecepçãoNome dado à sensação tátil.tapinoDo gr. tapeinós, pouco elevado, baixo (tapinocéfalo).tapinocefaliaAchatamento do crânio; cabeça chata.tapioca
  • Fécula da raiz de mandioca, aquecida em chapa quente para granular.taquiTermo para indicar rápido, veloz.taquiDo gr. tachys, rápido (taquicárdico, tacografia).taquiauxeseCrescimento mais rápido de uma parte ou órgão.taquicardiaAumento do número de batimentos cardíacos por minuto.taquicardia ortostáticaTaquicardia quando o individuo se levanta da posição deitada para a de pé, observada em certas neuropatias.taquicardia paroxísticaCrises de aumento do número de batimentos cardíacos, com início e término abruptos.taquifagiaIngestão apressada de alimentos.taquifilaxiaDiz-se quando a introdução de pequena quantidade de tóxico protege contra a introdução de novo tóxico.taquifrasiaFala rápida e volúvel, às vezes como sinal de psicopatia.taquifreniaHiperatividade mental.taquilaliaFala rápida.taquipnéiaRespiração excessivamente acelerada.taquisfigmiaPulso rápido.taraDefeito físico ou moral; peso.tarantelaDança popular napolitana, de andamento muito vivo, em compasso de 3/8 ou 6/8, acompanhado pelos pandeirose castanholas, e que primitivamente era cantada.tarantismoVariedade de mania de dança; atingia outrora, no século XVII, na Itália, massas populares consideráveis, esupunha-se que era produzido por picada de tarântula, aranha da família dos licosídeos, comum na Apúlia(Itália) onde se originou o termo; atualmenttaraxeDo gr. táraxis, agitação, perturbação (ataráxico).taraxiaIntranqüilidade; agitação.tardígradoQue se move lentamente.tardioCaracterizado pelo aparecimento posterior.
  • tarlatanaTecido transparente e encorpado usado para forros de vestuários e aparelhos de fraturas.tarsoDorso do pé com seus ossos: astrágalo, calcâneo, escafóide, cubóide e unciforme; tecido conjuntivo que dáforma à pálpebra; termo que indica relação com a borda da pálpebra ou o dorso do pé.tartamudearFalar com tremura na voz; gaguejar.tasi, tasiaDo gr. tásis, tensão (tasicinesia), ou teíno, estirar, estender (ectasia).tatoO sentido através do qual se percebem as sensações mecânicas, dolorosas, térmicas, de contato e pelo qualpercebemos o relevo, a superfície, a resistência e outras qualidades dos seres ou dos corpos sólidos.tatuagemProcesso de introduzir sob a epiderme substâncias corantes a fim de apresentar na pele desenhos e pinturas.tauma, taumatoDo gr. thaûma, thaumatos, maravilha, que é digno de admirar (taumatropia).taumatropiaTransformação de uma estrutura em outra.taumatúrgicoMiraculoso; mágico.taurinoRelativo ao touro; bovino.tauroDo gr. taûros, touro (taurofobia).tautoTermo que indica mesmo, idêntico.tautoDo gr. tautó, o mesmo (tautofonia).tautofoniaRepetição do mesmos sons.tautologiaVício de linguagem em que se repete a mesma idéia ou imagem, com formas diferentes.taxaTeor.taxePressão digital que se faz sobre uma hérnia para reduzi-la.taxi, taxoDo gr. táxis, ordem, arranjo (taxinomia ou taxonomia, ataxia, heterotaxia).taxidermiaArte de empalhar animais mortos para os conservar.taxinomiaClassificação científica e sistemática dos seres vivos, animais e vegetais.taxomaniaMania de classificações.
  • taxonomiaRamo da biologia que estuda a classificação de animais e plantas.tealagniaPrazer ou excitação sexual pela contemplação da cópula; corresponde ao "voyeur" dos autores franceses;inspecionismo.tebaicoRelativo a ópio.tebaismoIntoxicação pelo ópio.teçaBainha ou invólucro.tecidoConjunto de células de origem comum igualmente diferenciadas para o desempenho de certas funções, numorganismo vivo.tecido adiposoTecido formado por células que contêm gorduras, numa trama de tecido areolar.tecido areolarTecido conjuntivo constituído, em grande parte, por fibras que se entrelaçam.tecido conjuntivoTecido que liga os órgãos entre si e serve de sustentação das diversas estruturas do corpo, compreendendonumerosas variedades como o colágeno, o elástico, o ósseo, etc. .tecido de granulaçãoTecido de neoformação, vascularizado, e que é, de hábito, observado durante o processo cicatricial, formando,finalmente, a cicatriz.teciteInflamação de bainha de tendão.tecnoDo gr. téchno, arte (técnica); - do gr. téknon, filho (tecnócito).tecoDo gr. théke, estojo, urna (tecoma).tecomaTumor constituído por células tecais.tectoDo lat. tectum, cobertura (tectocefalia); - do gr. tékton, construção (tectônico).tectologiaEstudo da morfologia da estrutura.tectórioRelativo a teto, cobertura ou membrana.tédioAborrecimento; fastio; desgosto.tefroDo gr. tephrós, acinzentado, ou téphra, cinza (tefromielite).tefroseIncineração; cremação.tegumento
  • O que cobre o corpo do homem e dos animais (pele, pêlos, penas, escamas); invólucro.teicoDo gr. teîchos, muro (teicopsia).teicopsiaVisão em forma de centelha; aparecimento luminoso nos olhos sob a forma de zigue-zague; escotoma cintilante.teismoEstado de excitação pelo abuso de chá.telaTecido de fio de linho; estrutura em forma de membrana.telalgiaDor percebida à distância de uma lesão; dor na região do mamilo.telangiectasiaLesão constituída pela dilatação de grupos de pequenos vasos sangüíneos ou de vasos linfáticos.telangiíteInflamação de capilares; telangite.telangiomaTumor constituído de capilares dilatados.telarcaDesenvolvimento de tecido mamário.teleTermo que indica relação com fim, extremidade, distante.tele, teli, teloDo gr. têle, longe (teleradiografia, telangiectasia); - do gr. thelé, seio, mamilo (telite, epitélio); - do gr. thêlys,relativo à mulher (telítoco); - do gr. têlos, fim, termo, acabamento (telo-fase, telolécito).teléfaseEstado da mitose em que os cromosomas se reagrupam nos pólos nucleares, no final da mitose, quando seinicia a clivagem do corpo celular, para sua divisão.telegoniaInfluência de um genitor na descendência posteriormente gerada por outros machos, na mesma fêmea.telepatiaTransmissão ou comunicação extra-sensorial de pensamentos e sensações, a distância, entre duas ou maispessoas.teleretismoEreção ou protrusão do mamilo.telergiaAutomatismo; ação a distância.telerragiaHemorragia no mamilo; telorragia.telestesiaPercepção a distância; telepatia.teliteInflamação do mamilo.telotaxiaAtração por fonte de estímulo para a qual o animal se dirige em linha reta.
  • telotismoEreção completa do pênis.telúricoRelativo à terra.telurismoInfluência do solo de uma região nos costumes, caráter, etc. dos habitantes; suposta produção de doenças poremanações provenientes do solo.temorMedo; susto; pré-figuração de possível perigo.têmperaDureza de um metal, obtido por seu aquecimento seguido de resfriamento.temperamentalRelativo a temperamento; emotivo; irritável.temperamentoConjunto de características orgânicas, constitucionais e hereditárias, que diferenciam o indivíduo e atuam sobreo seu caráter.temperançaQualidade ou virtude de quem é moderado, ou de quem modera apetites e paixões; sobriedade; moderação;co-medimento.temperanteCalmante; moderador da circulação.temperaturaQuantidade de calor que existe no ambiente, resultante da ação dos raios solares; grau de frio ou calor existentenos animais, e variável para cada espécie, mesmo nos homeotérmicos: cavalo 37,6º, boi 38,3º, carneiro 39,1º,cabra 39,9º, porco 39,2º, cão 38temperatura corporal basal, método daMétodo anticoncepcional, comportamental, baseado na elevação da temperatura corporal da mulher - 0,2ºC a0,5ºC - no período imediatamente após a ovulação, período esse em que se deve abster de relações sexuais.tempoDuração do intervalo entre dois momentos; sucessão dos anos, dos dias, das horas, etc., que envolve para ohomem a noção de presente, passado e futuro.tempo de coagulaçãoDuração de tempo que leva o sangue para coagular sobre lâminas ou tubo capilar.tempo máximoTempo em que ocorre o pico de concentração máxima de um fármaco; Tmáx.têmporaRegião lateral da cabeça, acima da arcada zigomática; fontes da cabeça.temporalRelativo ao tempo; temporário; relativo às têmporas da cabeça.temulênciaEmbriaguez; estado do que é temulento.temulentoBêbado; ébrio.tenacidadeQualidade do que é tenaz.tenar
  • Saliência da parte anterior e externa da mão, formada pelos músculos do polegar.tenazResistente; aferrado; pertinaz; obstinado; espécie de pinça com ramos resistentes para prender e manter corpos.tenca, focinho dePorção vaginal do colo do útero.tendaBarraca; dispositivo de vidro ou de plástico para inalação de oxigênio.tendãoCordão fibroso que liga extremidades musculares e ossos; é um movimento a longo prazo numa série de tempo.tendênciaÉ um movimento a longo prazo numa série de tempo.tendênciaInclinação ou propensão para realizar determinados atos; é um movimento a longo prazo numa série de tempo.tendiniteInflamação de tendão ou na inserção entre tendão e músculo.tendinoso, reflexoReflexo obtido pela percussão de um tendão, como o reflexo patelar que consiste na extensão da perna pelapercussão do tendão rotuliano.tendossinoviteInflamação da bainha do tendão.tenesmoContração de músculos lisos, de esfíncteres, ou esforço doloroso para urinar ou defecar.tenesmo do pênisPriapismo.têniaGênero de vermes intestinais, cestóideos, de corpo chato, parasito de vertebrados e invertebrados, dotados decabeça, pescoço (scolex) e segmentos (proglótides), hermafroditas, com ovos.tênia coenurusTênia do cão.tênia nana (Hymenolepis nana)Tênia do rato, transmissível ao homem.tênia saginataA chamada solitária do homem, com cerca de 4 metros, encontrada na forma adulta no intestino humano, e soba forma larvária (Cysticercum bovis) nos músculos e órgãos do boi.tênia soliumTênia do porco, com cerca de 1,5 m, encontrada no intestino humano.teníaseInfestação por tênias.tenicidaQue destrói tênias.tenífugoQue elimina tênias.tenoDo gr. ténon, tendão (tenossinovite, tenopexia).
  • tenodiniaDor em tendão.tenonômetroAparelho para medir a tensão intra-ocular.tenontagraAfecção gotosa em tendão.tensãoAto de distender ou estender; estado em que há sensações de retesamento (de músculos estriados,esqueléticos, etc.), ou em que se é levado além de um limite normal de emoção.tensiômetroAparelho para medir a tensão superficial de líquidos.tensoEstendido; esticado; em estado de tensão.tensorQue estende ou torna tenso.tensor, músculoMúsculo que faz extensão de órgão ou membro.tentaInstrumento cirúrgico para sondar feridas ou dilatar aberturas.tentacânulaInstrumento com sulco que serve para guiar a ponta do bisturi.tentáculoApêndice móvel, não-articulado, na cabeça ou parte anterior dos animais, e que lhes serve de órgão do tato oude preensão.tentórioFormação anatômica semelhante à tenda ou invólucro.teoDo gr. theós, deus (teomania).teofiliaCrença de que as orações possam realizar o que os medicamentos e os atos médicos não conseguem.teofobiaMedo mórbido da ira dos deuses.teomaniaMania religiosa; loucura em que o paciente se acha inspirado por Deus.teorConteúdo; taxa; proporção dos elementos de um composto.teoriaConjunto de princípios fundamentais de uma arte ou ciência; hipótese demonstrada ou suscetível dedemonstração.teoterapiaTratamento com rezas ou práticas religiosas.tepidárioEstabelecimento em que se aplicavam banhos mornos, antigamente, com finalidades relaxantes e sedativas.tépidoMorno; que tem pouco calor.
  • ter in dieExpressão latina que significa "três vezes ao dia"; t.i.d.terapêuticaParte da Medicina que estuda e põe em prática os meios adequados para aliviar ou curar os doentes.terapêutica empíricaTratamento não-científico de determinada doença, valendo-se, unicamente, da experiência.terapêutica específicaTratamento da doença através de droga ou prática considerada específica.terapiaTratamento de doenças; terapêutica.teratiaMonstruosidade; defeito; anomalia fetal.teratoTermo que indica monstro, monstruosidade.teratoDo gr. téras, tératos, monstro (teratogenia).teratologiaDivisão da patologia que estuda o desenvolvimento de anomalias congênitas.terçãQue ocorre de três em três dias, geralmente febre.terceiro sexoExpressão freudiana para indivíduos hermafroditas ou pseudo-hermafroditas, que apresentam caracteressexuais secundários dúbios ou de ambos os sexos; homossexual (pop.).tereDo lat. teres, teretis, arredondado, roliço (terebrante, teretipornador).terebraçãoAto de terebrar ou perfurar; perfuração.terebranteQue dá sensação de perfuração ou picada; que destrói os tecidos em profundidade.teresRedondo; músculo cilíndrico.tergalRelativo à superfície dorsal.tergoDorso; costas.teriagaMedicamento de composição complexa, que os antigos empregavam contra a mordida de qualquer animalvenenoso; remédio caseiro; coisa de sabor amargo.teriatriaMedicina veterinária.terioDo gr. theríon, animal, fera (terioma, teriatria); - do gr. teréo, guardar, velar (necrotério, biotério).termaTermo relativo a calor ou banhos quentes.
  • termasEstabelecimento para uso terapêutico de águas medicinais, principalmente, termais; na Roma antiga,estabelecimento público de banhos.térmica, garrafaFrasco com paredes isolantes para conservar a temperatura do conteúdo.térmicoRelativo ao calor; que produz calor.terminaçãoLimite; conclusão; extremidade distal.termionPartícula de carga elétrica emitida por incandescência com os elétrons do tubo de raios X.termoLimite, em relação ao tempo e ao espaço.termoDo gr. thérme, calor (termolábil, homotermo).termo, gestação aGestação que dura o tempo normal.termo, lactente aCriança que nasceu após a duração normal de gestação.termobioseFaculdade de viver em temperatura elevada.termocautérioInstrumento para cauterização pelo calor, através de um fio metálico, aquecido eletricamente ou ao fogo.termofiliaTolerância ou afinidade para calor ou temperaturas elevadas.termófiloQue é capaz de se desenvolver em temperaturas elevadas (acima de 45ºC); que gosta de calor.termofobiaAversão mórbida ao calor ou a temperaturas elevadas.termogêneseProdução de calor, sobretudo no organismo animal.termografiaRegistro das variações de calor; representação gráfica da temperatura superficial do corpo.termo-helioseO mesmo que intermação.termolábilQue é facilmente decomposto ou alterado pela ação do calor.termóliseDecomposição química pelo emprego do calor; perda de calor por meio de radiação ou evaporação.termômetroInstrumento de medição de temperatura, cujo funcionamento se baseia no estabelecimento de equilíbrio térmicoentre ele e o sistema cuja temperatura se quer determinar, através da dilatação dos corpos pelo calor.termômetro centígradoTambém conhecido como de Celsius, é dividido em 100 partes, sendo 0º, o ponto de congelação da água, e
  • 100º, o de sua ebulição; o termo advém de Anders Celsius, físico e astrônomo sueco (1701-1744) que, além decriar a escala termométrica centesimal, parttermômetro clínicoTermômetro apropriado para medir temperatura do corpo.termômetro de FahrenheitTermômetro cuja escala corresponde a 32 graus no zero do termômetro centígrado ou de Celsius, e 212 a100ºC; o termo advém de David Daniel Fahrenheit, físico alemão (1686-1736).termômetro de máxima e mínimaTermômetro que registra e fixa as temperaturas atingidas em determinado tempo por um fragmento metálicoimpulsionado pela coluna que se dilata ou retrai com as variações de temperatura.termômetro de RéaumurTermômetro em que o grau zero representa a fusão do gelo e 80 graus o ponto de ebulição da água pura; otermo advém de René Antoine Ferchault de Réaumur, físico e naturalista francês (1683-1757).termômetro mercurialTermômetro cuja coluna é de mercúrio.termoneuroseHipertemia de origem nervosa, como na histeria.termonoseDoença provocada pelo calor excessivo; intermação.termostatoAparelho para regular a temperatura.termosteresePrivação ou desaparecimento do calor.termotaxiaMovimento de seres vivos em direção a uma fonte de calor.termotropismoAtração pelo calor; orientação de célula viva em resposta ao calor.ternárioTerceiro em ordem; que consta de três elementos ou radicais.teromorfoQue tem forma de animal ou fera.terraParte sólida da superfície terrestre; terceiro planeta do sistema solar, pela ordem de afastamento do sol, envoltonuma massa gasosa, a atmosfera.terrorMedo muito intenso; pavor.terrosoQue tem cor de terra; da natureza da terra.tertíparaMulher que teve três partos.tesauroDo gr. thesaurós, tesouro (tesaurismose ou tesaurose).teseEstudo para doutoramento; assunto a ser discutido; ponto de vista ou hipótese sobre conhecimentos científicos.tese
  • Do gr. thésis, disposição, ordenamento (distesia).tesouraInstrumento cortante, com duas lâminas, com alças posteriores, ligadas por um pino.testaFronte; parte superior do rosto, entre os olhos e a raiz dos cabelos.testalgiaDor nos testículos.testeExame, verificação ou prova para determinar a qualidade, a natureza ou o com-portamento de alguma coisa, ouum sistema sob certas condições; em termos psicológicos, é a medida ou cálculo de determinadascaracterísticas afetivas, intelectuais (nível mentalteste bicaudalUsado quando se admite a possibilidade de efeitos em ambas as direções, quando da comparação deparâmetros (X ou %).teste unicaudal ou unilateralUsado quando se admite a possibilidade de diferença significativa para apenas uma direção, em relação acomparações realizadas.testectomiaRemoção de testículos; castração.testemunhaElemento de comparação de contraprova; pessoa que presencia um fato.testiDo lat. testis, testículo (testóide).testicondoQue tem os testículos não descidos do abdome ou do canal inguinal; criptorquidia.testículoCada um dos dois órgãos ovóides situados na bolsa escrotal que produzem espermatozóides e, em célulasespecializadas, hormônios esteróides.testiteInflamação do testículo; orquite.tetaGlândula mamária; mama; peito.teta8a letra do alfabeto grego, correspondente ao t (ritmo teta).tetaniaSíndrome que se caracteriza por manifestações neuromusculares bruscas, como parestesias das extremidades,dispnéia, dores torácicas e abdominais, contraturas, em geral, dos membros superiores, embora os inferiorespossam, também, ser comprometidos. Em certetanismoSíndrome de hipertonia muscular observada no lactente, semelhante ao tétano.tétanoDoença infecciosa causada pelo Clostridium tetani e que incide, principalmente, no homem e no cavalo.Caracteriza-se por trismo, espasmos musculares generalizados, opistótono, espasmo de glote, etc.; contraçãomuscular tônica, contínua.tétano do recém-nascidoTétano resultante de infecção da ferida umbilical; mal-de-sete-dias (pop.).
  • tetartoDo gr. tétartos, quarta parte (tetartonopia).tetoDo gr. thetós, fixado (atetose); v. tab. cteto.tetraTermo que indica quatro.tetraPref. gr.: quatro (tetravalente).tetralogiaConjunto de quatro fatos ou conhecimentos que formam um conjunto individualizado.tetralogia de FallotCardiopatia congênita que abrange estenose da pulmonar, comunicação interventricular, dextroposição da aortae hipertrofia do ventrículo direito. O termo advém de Etienne Jonis Arthur Fallot, médico francês (1850-1911).tetraplegiaQuadriplegia; paralisia dos quatro membros.texeDo gr. téxis, liquefação, dissolução (hemotexia).têxtilQue se pode tecer; relativo a tecido ou tecelagem.texturaTecido; substância organizada do organismo; estrutura.tezEpiderme, sobretudo do rosto.tíbiaUm dos ossos da perna, o mais grosso e mais interno.tíbioMorno; tépido; indolente.tictoDo gr. tícto, dar à luz (tictologia).tictologiaObstetrícia; tocologia.tiemiaTeor de enxofre no sangue.tiflatoniaInsuficiência de atividade motora do ceco.tifloTermo que indica relação com o ceco, cego ou com cegueira.tifloDo gr. typhlós, cego (tiflectomia, nictotiflose).tiflófiloAquele que se interessa pela saúde e educação dos cegos.tifloseCegueira.tifo
  • Cada uma de um grupo de doenças infecciosas relacionadas entre si, produzidas por espécies de rickettsias eveiculadas por artrópodes, apresentando grave comprometimento do estado geral, alterações cutâneas, etc. .tifoDo gr. typhós, estupor (tifóide).tifo exantemáticoInfecção produzida pela Rickettsia prowazeckii, que se transmite de homem a homem por meio do Pediculushumanis, variante corporis.tifóideQue se parece com o tifo.tifóide, febreDoença infecciosa causada pela Salmonella typhi, que se prolonga por várias semanas, e inclui em seu quadroclínico cefaléia, febre contínua, apatia, esplenomegalia, erupção cutânea maculopapular, podendoeventualmente, ocorrer perfuração intestinal.tigmestesiaSensibilidade tátil.tigmoDo gr. thigma, tato (tigmestesia).tigmotaxiaEstímulos mecânicos por contatos; tigmotropismo.tigróideQue tem aspecto de tigre; manchado como pele de tigre, termo aplicado aos corpúsculos de Nissl ou massas desubstância nos neurônios que se coram intensamente.tiloDo gr. tylos, calo (tiloma, osteotilose); - do gr. tillos, arrancar o pêlo, desfolhar (peotilomania).tilomaCalosidade.tiloseFormação de calosidades cutâneas.timbreQualidade musical de um tom.timbre metálicoSegundo tom timpânico audível na dilatação da aorta.timectomiaAblação do timo.timelcoseUlceração do timo.timiaHumor fundamental ou tono afetivo.timoCorpo glandular, situado na cavidade mediastínica anterior, com desenvolvimento máximo nos primeiros dias devida até a puberdade, quando se inicia a sua involução, desenvolvendo importante papel nos processosimunológicos.timoDo gr. thymós, valor, vontade, desejo, alma, mente (distimia, ciclotimia); - do gr. thymos, tomilho, planta odorífrea(timo, tomoma).timopatia
  • Transtornos afetivos relacionados ao humor, quando a mania e a depressão podem existir isoladas(manifestação unipolar) ou sucessivamente (manifestação bipolar).tímpano, membrana doMembrana que separa o ouvido médio do ouvido externo, e transmite o som.tineaTinha; designação comum a várias espécies de infecções cutâneas superficiais fúngicas, cujo tipo específicoestá na dependência das características do agente causal.tingirSubmeter a uma substância corante; colorir.tinidoRuído de metais; som agudo sentido na ausculta pulmonar do pneumotórax; zumbido.tinirSoar de modo agudo e vibrante; fazer vibrar.tinturaSolução alcoólica ou hidroalcoólica de substância química; maceração de plantas em álcool.tioTermo que indica enxofre.tioDo gr. theîon, enxofre (tiobactéria, glutation).tipoIndivíduo representante de uma espécie, grupo, variante, com formação psíquica ou corporal.tipóiaLenço ou tira de pano presa ao pescoço para descansar braço ou mão doente.tipologiaEstudo dos tipos vitais.tiqueContração muscular involuntária, mais ou menos localizada, e de tipo convulsivo que aparece periodicamente eé de freqüência variável, sendo dependente de fatores neuropsíquicos; cacoete; trejeito.tiquoDo gr. stíchos, fileira (distiquíase).tiragemDificuldade respiratória, sobretudo no crupe; retração dos músculos intercostais.tirêmeseVômito caseoso, em lactente.tireoTermo que indica relação com escudo; tiróide.tireoDo gr. thyreós, escudo (tireóide).tirodo gr. tyrós, queijo, relação com matéria caseosa (tiromatose).tiróideGlândula endócrina de situação anterior e inferior no pescoço, formada habitualmente por 2 lobos unidos por umistmo e que desempenha importantes funções metabólicas.tiroidectomiaRemoção total ou parcial da glândula tiróide.
  • tiroidismoAlterações conseqüentes à hiperfunção tiróidea.tiroiditeInflamação da tiróide.tiromatoseCaseificação.tirosinaAminoácido fenólico, formado da hidrólise de certas proteínas; constituinte fundamental da fisiologia tiroidiana,quando o iodo se fixa à tirosina na formação de tiroglobulina.tiroxinaHormônio da tiróide, obtido sinteticamente, empregado no mixedema, cretinismo, obesidade e no bócio.Quimicamente, é um aminoácido descoberto por Edward Kendall (Prêmio Nobel de Fisiologia e Medicina de1950), em 1915.tisanaCozimento de cevada; medicamento líquido em forma de chá ou infusão de plantas e ervas curativas.tísicaTuberculose pulmonar caracterizada por consumpção ou definhamento progressivo e lento do organismo, comtosse rebelde e expectoração de matéria, às vezes, manchada de sangue, perda de forças, febre e suoresnoturnos.tisioDo gr. phthísis, consumpção (tisiologia).tísioTermo que indica relação à tísica ou tuberculose pulmonar.tisnarQueimar; enegrecer; manchar.tisúriaConsumpção do organismo por secreção exagerada de urina.tisúria sacarinaDiabetes melito.titilaçãoAto de titilar; sensação de cócegas.titilarFazer cócegas; sofrer titilação.titilomaniaNecessidade imperiosa de se coçar.titubearCambalear; vacilar; hesitar.titulaçãoMétodo de análise quantitativa baseado na determinação dos volumes de soluções que reagem entre si.títuloNuma solução, massa do soluto presente na unidade de volume de solução.tixoDo gr. thyxis, tato (tixotropia).tixotropiaLiquefação de um precipitado gelatinoso, após agitação repetida e resultando na ruptura do arranjo das micelas
  • mantidas pela força de atração.tlaseDo gr. thláso, ferir, quebrar, bater (embriotlasia).tlipseDo gr. tlípsis, pressão, compressão (encefalotlipse).tocoTermo que indica parto, puerpério.tocoDo gr. tókos, parto (distocia, telítoca, tocologia).tocodinamômetroInstrumento para averiguar a força expulsiva da contração uterina, no parto.tocofobiaMedo mórbido de parto e puerpério.tocomáticoManequim para estudo das manobras do parto.tocotecniaArte de realizar o parto.tocotraumatismoLesões produzidas no feto durante o trabalho de parto, sendo mais freqüentes as do plexo braquial e da face.tofoDepósito de uratos nos tecidos, ao redor das articulações, na gota.tofoDo lat. tophus, tofo (tofolipoma).tolerânciaAto de tolerar; resistência; capacidade de resistir ao uso continuado ou a doses aumentadas de determinadomedicamento.toloQue tem pouca inteligência; que diz tolices.tomGrau de elevação ou intensidade de um som; inflexão da voz.tomentoConjunto de pêlos curtos e densos que revestem um órgão ou parte dele; lanugem.tomoDo gr. tomé, corte, incisão (apendicectomia, tomomania).tomografiaProcesso especial de exame radiológico que demonstra, com minúcias, imagens de órgãos existentes numplano pré-determinado, diminuindo ou eliminando pormenores de imagens presentes em outros planos.tomografia computadorizadaTomografia que é realizada tendo um computador acoplado ao tomógrafo, que reconstrói a imagem topográficacom base nos dados transmitidos e segundo um programa préviamente estabelecido, além de gravá-la namemória e transmiti-la para um sistema de televistonalidadePropriedade característica de um tom.tonicidadeQualidade do que é tônico; estado normal de tono ou tensão.
  • tônicoQue tonifica ou dá energia; diz-se de medicamento ou cosmético que tonifica, restaura o tônus da pele ou dealgum órgão ou sistema, dos quais, em muitos casos, se argúi a eficácia e a comprovação experimental.tonismoTétano; contratura.tonitrofobiaMedo mórbido de trovões e trovoadas.tonoContração muscular leve e contínua, normalmente presente; tônus.tonoDo gr. tónos, tensão, o que está estendido (tonometria, distonia).tonografiaRegistro gráfico da medição da tensão.tonometriaMensuração da força muscular ou da tensão intra-ocular.tonotaxiaModificação do estado físico, por atração ou retração.tonsilaAmígdala; órgão achatado situado de cada lado da garganta, entre os pilares, constituído de tecido adenóide eum dos componentes do anel de Waldeyer, termo advindo de Wilhelm Waldeyer, anatomista alemão(1836-1921).tonsilectomiaRemoção cirúrgica das tonsilas.tonsiliteInflamação das tonsilas; amigdalite.tonsiloDo lat. tonsilla, amígdala (tonsilectomia).tonsuraAto ou efeito de tonsurar, tosquiar ou cortar o cabelo; corte circular, rente, do cabelo, na parte mais alta eposterior da cabeça, que se faz nos clérigos ao ser conferida a ordenação.tonsuranteQue produz queda dos cabelos.tonsurante, tinhaDermatose do couro cabeludo que provoca alopecia.tontearDizer ou fazer tolices ou disparates; atordoar; aturdir; estontear.tonteiraTontura.tontoQue tem tonteira ou vertigem; atônito; ingênuo.topagnosePerda da noção topográfica, em que o paciente não reconhece o seu caminho.topalgiaDor localizada num determinado ponto do corpo.
  • topanestesiaIncapacidade de localizar sensações cutâneas.tópicoRelativo a lugar; diz-se de medicamento de uso externo.topoA parte mais elevada.topoDo gr. tópos, lugar (toponimia, ectopia).topofobiaMedo mórbido de certos lugares; agorafobia.topografiaDescrição de uma região do corpo; descrição de determinado lugar.topologiaAnatomia topográfica.toponímiaTerminologia relativa à posição e direção de partes ou de órgãos por inteiro.topotactismoDesignação geral para reações orientadas.toqueAção de tocar; pancada; contato com os dedos.toque retalIntrodução de dedo na ampola retal para inspeção e diagnóstico de tumorações.toque vaginalIntrodução de dedo na vagina para inspeção, diagnóstico de tumorações e, em caso de gravidez, avaliar oandamento do trabalho de parto pela dilatação do colo uterino.toracalgiaDor na cavidade torácica.toracentesePunção cirúrgica na cavidade torácica; paracentese torácica.toracoDo gr. thórax, thórakos, couraça (toracoplastia, toracotomia).tóraxPeito; cavidade do corpo entre o pescoço e o abdome.torçãoTorcedura; cólica de certos animais, especialmente o cavalo.torceduraAto de torcer; estado de coisa torcida; sinuosidade; tortuosidade.torcerFazer volver sobre si; virar; entortar; dobrar.torcicoloDor muscular, súbita, no pescoço provocada pela contração de músculos cer-vicais, virando-se a cabeça para olado afetado.torciômetroInstrumento para medir a rotação do globo ocular sobre o eixo visual.
  • torcipelveDistonia muscular, deformante, que acomete os músculos da bacia.torcularQue apresenta forma de tórculo ou lagar.torcular de herófiloConfluência dos seios venosos da dura-máter.tórculoPequena prensa; lagar.tórminaDor física grave; puxo; tenesmo; disenteria.torniqueteDispositivo para compressão de vasos, a fim de sustar hemorragia.tornozeloParte da perna que fica junto do pé; saliência óssea na articulação do pé com a perna; maléolo.toroTronco; protuberância.torosoVigoroso; carnudo.tórpidoSem vigor; entorpecido; sonolento.torporAusência de resposta a estímulos comuns; sonolência; entorpecimento.torrarTornar seco por meio do calor; aquecer até o início de carbonização (aproximadamente 160ºC-180ºC).tórridoArdente; muito quente.torsoRepresentação de figura humana truncada, sem cabeça e sem membros.tortoTorcido, curvo.tortua faciesDesignação antiga de neuralgia do trigêmeo.torturaSofrimento; angústia; suplício.torudoVigoroso; carnudo; que tem tronco desenvolvido.tóruloPequena elevação papilar.tórulo tátilElevação de pele na palma da mão e sola do pé.tosseExpulsão súbita e ruidosa de ar pela boca, visando, habitualmente, à eliminação de matéria estranha nas viasaéreas.tosse comprida / tosse convulsa / tosse ferina/ tosse quintosa
  • Coqueluche.tosse de cachorroTosse seca ou rouquenha observada nas laringites (pop.).tosseiraTosse seca e freqüente.tossicarTossir com pouca intensidade e repetidamente.tossidelaAto de tossir uma vez.tossidoAto de tossir deliberadamente para dar qualquer sinal ou exprimir algum sentimento.tossirTer tosse.totemAntepassado simbólico de um clã, animal, planta, ou mais raramente, objeto inanimado ou fenômenometeorológico, como o raio, trovão ou vento, do qual supõem descender determinadas tribos primitivas, que seencontram numa fase de organização social e religtotemismoCrença no totem.toucinhoGordura animal, principalmente de porco.toutiçadaPancada no toutiço.toutiçoParte posterior da cabeça; cachaço; nuca.toxemiaIntoxicação geral provocada pela absorção de produtos bacterianos oriundos de fonte de infecção localizada.toxemia gravídicaDistúrbios metabólicos que ocorrem na mulher grávida, evidenciados por hiperêmese e eclampsia.toxicidadeQualidade do que é tóxico.tóxicoQue envenena, que intoxica; veneno.toxicogênicoQue produz tóxico ou veneno.toxicologiaEstudo e descrição dos tóxicos ou venenos.toxicomaniaTendência mórbida para o uso de certos tóxicos, geralmente dependenciais.toxicômanoAquele que, geralmente dependente, apresenta toxicomania.toxicoseEstado mórbido provocado por veneno.toxina
  • Substância produzida por bactérias que perturba determinadas funções orgânicas.toxóideToxina, cuja toxicidade foi destruída, mas que ainda é antigênica e proporciona imunidade ativa.trabalhoEsforço físico ou mental; produto de atividade de um órgão.trabéculaTrave pequena; designação genérica de pequena trave de sustentação, constituída de tecido conjuntivo.traçãoAto de deslocar ou puxar; ação de força que desloca objeto móvel.traçoAto de traçar; linha; sinal; porção mínima de substância nas análises químicas.tracomaOftalmopatia crônica, de causa infecciosa, que compromete córnea e conjuntiva, levando à fotofobia, dor elacrimejamentotragoGole; o que se bebe de uma só vez; saliência cartiloginosa, anterior à entrada de cada ouvido externo, a qual secobre de pêlos quando se chega à senilidade; tragus.tragoDo gr. trágos, bode (tragopodia).tragofoniaRessonância da voz semelhante à da cabra.tragopodiaJoelho valgo.trajetoCaminho; conduto de glândula, vaso, nervo, etc. .tramaTecido; textura.tranqüilizarTornar tranqüilo; acalmar.transPrefixo que indica através; além de.transPref. lat.: através, além de, mudança de estado (transmusão, transaminação).transaminaseEnzima que catalisa a transferência do grupo amino de ácido aminado a ácido alfa ceto. Na realidade há váriostipos de transaminases ou aminotransferases, tais como as de atividades do aspartato aminotransferase (AST,TGO) e da alanina aninotransferase (AtranscursoDecurso; passagem.transcurso de febreEvolução de febre.transcutâneoAtravés da pele; que atravessa a pele; transdérmico.transdérmicoTranscutâneo.
  • transduçãoTransferência de fragmento genético de uma célula a outra; raciocínio por passagem do particular ao geral.transeSituação aflitiva; angústia; aflição.transe de morteHora extrema; agonia.transferênciaAto de transferir; em termos psicanalíticos, diz-se dos sentimentos afetuosos ou hostis que simbolicamente ospacientes transferem ao analista. Se, acaso, o analista reage às manifestações, fu-gindo ao seu papel de"espelho" e de arquétipo simbólico, sobrtransfixãoPassagem através de tecidos, nas amputações, de dentro para fora; perfuração.transfundirFazer passar líquido de um vaso para outro; fazer passar o sangue de um indivíduo para a veia de outro; injetarlíquido ou sangue na veia para fins terapêuticos.transfusãoAto de transfundir.transgredirInfringir; violar; deixar de cumprir.transgressãoAto de transgredir.transiçãoPassagem de um lugar, de um assunto, de um tom, de um tratamento, etc., para outro.transienteTransitório; passageiro.transiluminaçãoInspeção de cavidade por meio de forte iluminação interna.trânsito intestinalMovimentação do bolo intestinal desde o duodeno até a sua exoneração pelo reto, por meio do peristaltismo.translocaçãoEm genética, forma de mutação cromosômica; ligação de fragmento de cromosoma a cromosomanão-homólogo.translúcidoQue deixa passar a luz mas não a imagem; diáfano.transmigraçãoDeslocamento através de membranas ou paredes.transmissãoAto de transmitir; transferência.transmissão diretaTransmissão feita de indivíduo a indivíduo.transmissão hereditáriaTransmissão feita através de herança.transmissão indiretaTransmissão ocorrida através de objeto ou material contaminado.
  • transmissívelQue pode ser transmitido de uma pessoa para outra.transmissorQue transmite; que veicula doença.transmutaçãoTransformação de uma forma em outra; transformação química de um corpo em outro, dependente da perda ouadmissão de elétrons na órbita nuclear por influência eletromagnética; mudança evolutiva de uma espécie emoutra.transparenteQue deixa passar a luz e a imagem.transpiraçãoAto de transpirar; eliminação de água, ar ou suor através da pele.transpirarExalar suor; sair do corpo sob a forma de exalação; exalar pelos poros da pele.transplanteTransporte de tecido vivo ou órgão de um local ou corpo para outro; enxerto.transposiçãoAto de transpor; deslocamento de víscera para o lado oposto; mudança de posição de dois átomos em umamolécula.transtornadoPerturbado; desfigurado.transudaçãoAto de transudar; passagem de soro ou outro líquido através de membrana.transudatoLíquido ou serosidade, não-inflamatório, que passou através de membrana; qualquer substância passadaatravés de uma membrana.transvasarPassar de um vaso para outro; verter; irromper de um vaso; despejar; transbordar.transversalTransverso ao eixo do corpo.trapézioPrimeiro osso do carpo; substância branca central do cerebelo; músculo situado na parte posterior e superior dotronco.traquéiaTubo cartilaginoso e membranoso que vai da laringe aos brônquios e conduz o ar para a respiração.traquiDo gr. thachys, rígido, duro, áspero (traquifonia).traquifoniaAspereza da voz; rouquidão.trasorelhoParotidite epidêmica ou caxumba.tratamentoAto de tratar; conjunto de recursos terapêuticos; método de cura; maneira de combater uma doença.tratamento curativoTratamento que visa curar uma doença instalada.
  • tratamento paliativoTratamento ou medicamento que só tem eficácia momentânea; tratamento ou medicamento, ou mes-moexpediente ou meio, usado com o fim de atenuar um mal ou procrastinar uma crise.tratamento preventivoTratamento profilático que visa evitar as doenças, como quando se usam vacinas.tratoRegião de certa extensão; conjunto de fibras que têm a mesma origem, função e terminação; feixe.traumaNo sentido físico, é uma lesão sofrida pelo organismo, de aparecimento súbito e de suficiente intensidade,podendo provocar reações imediatas e necessárias de pronto-atendimento; no sentido psicológico, emoçãoviolenta que desorganiza a personalidade de mtraumatismoAlterações ocasionadas por pancadas ou contusões; ferida ou lesão.travestiDisfarce no trajar, em uso de traje de outro sexo.travestismoDesigna o hábito ou costume, temporário ou duradouro, de uma pessoa vestir-se com roupas de outro sexo,imitando-lhes os trejeitos.trefoDo gr. trépho, nutrir (trefócito).trema, trematoDo gr. trêma, trematos, abertura, orifício, buraco (trematódeo, monotremo).trematódeoPlatelminto da classe trematoda, parasito do aparelho digestivo, de corpo foliáceo e assegmentado, e desprovidode cílios. Fixam-se por meio de ventosas ou ganchos, ou ambos. O mais conhecido é o esquistossomo,causador da esquistossomose humana.tremedeiraTremor convulsivo; calafrio.tremerApresentar movimentos trêmulos ou agitação com arrepios ou contraturas musculares rápidas.tremorTremedeira.trepanaçãoPerfuração da cavidade óssea com o trépano.trepanoDo gr. trypanon, verruma (trepanação, treponema, tripanossoma).trépanoInstrumento com broca para perfurar ossos, sobretudo os do crânio.trepidarAndar tremendo; vacilar; hesitar; fazer tremer.trepseDo gr. thrépsis, nutrição (atrepsia).trepsoTermo que indica relação com nutrição.trepsologiaCiência da nutrição.
  • tresloucadoDesvairado; louco.tresoDo gr. tretós, transpassar, perfurar (atresia), ou triesis, perfuração (nefrotríese).tressuarSuar muito.tresvarioAlucinação; delírio.triagemSeleção; separação; escolha.tríbadeMulher com clitóris grande e que pratica tribadismo.tribadismoSatisfação do desejo sexual, de caráter homossexual, pelo atrito mútuo dos órgãos genitais, entre mulheres.tricalgiaDor no cabelo, ao ser tocado ou puxado.tricatrofiaAtrofia da raiz do cabelo.tricauxeAumento do tamanho dos pêlos; hipertricose.tricoTermo que indica relação com cabelo ou pêlo.tricoDo gr. thrix, trichós, cabelo, pêlo (tricocéfalo, tricotomia, atriquia).tricomonaProtozoário parasito humano, principalmente nas formas vaginal e uretral, responsável pela tricomoníase, umadas mais prevalentes doenças sexualmente transmissíveis, na atualidade.triconoseQualquer doença do cabelo ou pêlo; tricopatia.tricopolioseColoração cinzenta dos cabelos.tricorrexeDoença caracterizada pela quebra fácil dos cabelos ou pêlos, à menor tração.tricorrexe nodosaDoença dos pêlos ou cabelos, caracterizada pela formação de intumescimento da haste pilosa, em cujo nível opêlo se quebra ao menor toque, sendo mais freqüente na barba.tricorrexomaniaTendência mórbida de arrancar cabelos ou pêlos com as unhas.tricotilomaniaTendência mórbida de arrancar os pêlos das partes do corpo.tricoxeroseSecura dos pêlos ou cabelos.tricúspideQue tem três pontas ou saliências.
  • tricúspide, válvulaVálvula que separa a aurícula direita do ventrículo direito.tridáctiloQue tem três dedos.tridenteQue tem três dentes.tridérmicoRelativo aos três folhetos: ectoderma, mesoderma e endoderma.tridimensionalRelativo às três dimensões: comprimento, largura e altura.tríduoEspaço de três dias consecutivos.triênioEspaço de tempo de três anos.trieseV. treso.trífidoDividido em três.trifloDo gr. thriphlos, desperdício (triflemia).trifurcadoQue é dividido em três porções ou ramos.trigêmeoCada um dos três indivíduos nascidos de um mesmo parto; nervo trifacial, ou 5o par craniano.trígonoTriangular.trilogiaCombinação de três defeitos ou sintomas; na Grécia antiga, poema dramático constituído de três tragédias sobreum mesmo tema, para apresentação nos concursos públicos.trimensalQue se realiza três vezes por mês.trimestralQue aparece ou se realiza de três em três meses.tripanoV. trepano.tripanossomaGênero de esporozoários, parasitos sangüíneos do homem e dos animais, caracterizado pela presença demembrana ondulatória ligada ao corpo, e de flagelo; as espécies mais conhecidas são o Trypanossoma cruzi,causador da doença de Chagas, e o Trypanossoma gtriplopiaDistúrbio da visão em que os objetos sãos vistos triplos.tripto, tripseDo gr. thrypto, romper, esmagar, amolecer (tripsina, esfenotripsia).triquetro
  • Que tem três ângulos.triquiaV. trico.triquismoFratura mal perceptível ou filiforme de osso.trismoDistúrbio motor do nervo trigêmeo, ou espasmo dos músculos mastigadores, e contração permanente dosmaxilares, dificultando a abertura da boca; sintoma precoce do tétano.trissomiaPresença de cromosoma adicional em uma célula diplóide ( 2n + 1).tristezaQualidade do que é triste; sensação de quase depressão.triturarReduzir a partes muito finas ou a pó; pulverizar; moer.tritúrioVaso destinado à separação de líquidos com várias densidades.trivalveQue possui três valvas ou lâminas.trivialQue é de todos; vulgar; comum.trocanterTuberosidade abaixo do colo do fêmur.trociscoPequena roda ou disco; comprimido ou pastilha com medicamento.trócleaEstrutura em forma de roldana; eminência articular.trocoDo gr. tróchos, roda (trococéfalo).trococardiaDeslocamento do coração pela rotação de seu eixo longitudinal.trococéfaloQue tem crânio arredondado.trofedemaEstado mórbido caracterizado por edema permanente das pernas e dos pés; edema duro, indolor, segmentar.trofiaEstado ou condição nutritiva.trofoDo gr. trophé, nutrição (trofoblasto, heterotrófico).trofoblastoCamada de tecido ectodérmico, fora do embrião, na parte externa da vesícula blastodérmica; serve para ligar oovo à parede uterina e fornecer alimento ao embrião; trofoderma.trofozoítoForma ativa, móvel, de nutrição dos protozoários.tromba
  • Órgão do olfato e aparelho de preensão dos proboscídeos, como o elefante, e o tapir; sugadouro de insetos;focinho; cara; cara amarrada que demonstra zanga ou aborrecimento (pop.).trombinaEnzima sangüínea que, em contato com o fibrinogênio, transforma a fibrina, formando uma rede responsávelpela terceira e última fase da coagulação do sangue.tromboCoágulo no interior do vaso sangüíneo, formado pela coagulação do sangue, e que permanece no ponto deformação.tromboDo gr. thrómbos, coágulo (trom-bose, trombócito).tromboangiíteInflamação da íntima de um vaso sangüíneo com formação de coágulo; tromboangeíte.tromboangiíte obliteranteDoença inflamatória e obliterante de vasos sangüíneos das extremidades, como nos membros inferiores;tromboangeíte obliterante.trombocitopeniaDiminuição da taxa de trombócitos ou plaquetas no sangue.trombocitopoeseProdução de plaquetas sangüíneas ou trombócitos.tromboflebiteEstado em que a inflamação da parede da veia precede a formação de trombo.trombogêneseProdução de trombo ou coágulo.trombóliseDestruição de trombo.tromboplastinaEnzima sangüínea que, associada ao cálcio e aos fatores lábil e estável do sangue, entra em contato com aprotrombina para formar a trombina, na segunda fase da coagulação sangüínea.tromboseFormação ou presença de trombos; coagulação do sangue no interior dos vasos.trombose coronarianaFormação de trombo ou coágulo em um ramo das artérias coronárias, com obstrução da artéria e infarto da áreasuprida pelo vaso ocluído; infarto cardíaco ou oclusão coronária.trombose venosaFlebite com presença de trombo; tromboflebite.tromomaniaDelirium tremens.trompaTubo cilíndrico revestido internamente por mucosa.trompa auditivaAntigamente denominada trompa de Eustáquio, liga a faringe à cavidade do tímpano; tuba auditiva.trompa uterinaAntigamente denominada trompa de Falópio, liga o ovário ao útero. É na trompa uterina, em seu terço superior,que se dá a fecundação do óvulo pelo espermatozóide, gerando o ovo; tuba uterina.troncoParte central do corpo em que se implantam os membros; parte mais grossa do vaso ou nervo.
  • troncularRelativo ao tronco.troncular, anestesiaAnestesia em que a substância anestésica é introduzida no tronco nervoso de determinada zona.tropeseInclinação; tendência à ação.tropicalRelativo aos trópicos, notadamente às regiões geográficas compreendidas entre os trópicos.tropismoTendência da célula ou organismo vivo para reagir de modo definido a estímulos externos, orientandoaproximação ou fuga em relação à fonte de energia, como acontece no heliotropismo ou fototropismo, notermotropismo, etc. .tropoDo gr. trópos, volta, desvio (tropis-mo, entropia).tropotaxiaOrientação fototrópica devido a diferença de tono muscular entre duas metades laterais do corpo, comorientação axial precisa no campo luminoso.troquinoPequena tuberosidade do úmero.troquiterGrande tuberosidade do úmero.truncadoCortado; mutilado; privado de parte ou membro.truncarAmputar; omitir parte importante de uma obra literária.tsé-tséMosca hematófaga africanatubagemIntubação; introdução de um tubo em canal ou cavidade.tubagem duodenalIntrodução de sonda por via gástrica até o duodeno, para retirada de bílis.tubárioRelativo à trompa ou aos brônquios.tubário, soproSopro audível nos brônquios nas afecções do parênquima pulmonar.tubercúlideErupção papulosa da pele provocada por alergia à tuberculina.tuberculinaLíquido estéril em que estão presentes produtos de crescimento, ou substâncias específicas, provenientes dobacilo da tuberculose - Mycobacterium tuberculosis - e usado com o fim de diagnosticar esta infecção.tubérculoNódulo ou pequena eminência, sobretudo elevação sólida da pele; eminência arredondada e dura em osso;pequena massa arredondada, produzida pelo bacilo tuberculoso, constituindo a lesão característica detuberculose.tuberculose
  • Infecção provocada pelo Mycobacterium tuberculosis ou bacilo tuberculoso ou bacilo de Koch, observada nohomem e em outros animais. Tende à cronicidade e pode apresentar as mais variadas manifestações elocalizações (pulmões, sistema nervoso, intestino, rtuboÓrgão ou instrumento cilíndrico; sonda; canal.túbuloPequeno tubo.tumefaçãoAto de tumefazer; inchação; intumescimento; aumento de volume de tecido ou órgão.tumorInchação; aumento patológico de volume; massa de tecido novo que persiste e cresce e não tem uso fisiológico.tumor benignoDiz-se do tumor que não reaparece após a sua remoção; tumor não-grave.tumor malignoDiz-se do tumor com decurso progressivo, formado de células carcinomatosas, e passível de emitir metástases.túnicaMembrana ou camada externa; envoltório; blusa de médico.turbinadoQue apresenta forma de concha ou cartucho nasal.turcaDepressão em forma de sela, na parte superior do osso esfenóide, onde se aloja a hipófise; fossa pituitária.turgênciaAumento de volume por embebição; turgidez; inchação.turgescênciaDistensão de tecido ou órgão.túrgidoInchado; congestionado; túmido; aumentado de volume por embebição.turgorEstado ou condição de túrgido; tur gência normal da pele ou dos tecidos.turturinoRelativo à rola.turturino, timbreGemidos no peito, semelhantes aos da pomba ou rola.turvarTornar turvo; perturbar; tirar a transparência; suspender partículas em um líquido.turvoQue perdeu a transparência; perturbado; agitado.tussículaPequena tosse; tosse leve.tussigênicoQue provoca tosse.tutanoMedula ou massa do interior dos ossos; inteligência e talento (pop.).tutela
  • Incumbência legal de zelar por um menor ou interditado, administrando os seus bens, determinada pelo juiz apósprocesso judiciário.tutorPessoa habilitada legalmente a exercer a curatela, ou tutela, sobre um menor ou interditado.tyndalizaçãoEsterilização pelo método de Tyndall: aquecimentos repetidos em temperaturas abaixo de 100ºC; o termo advémde John Tyndall, físico inglês (1820-1893).
  • uberdadeAbundância; fertilidade.úbereFértil, abundante; teta da vaca ou de fêmea de animal; ubre.UISímbolo de Unidade Internacional.uioDo gr. uiós, filho, descendente (uiofobia).ulalgiaSensação de dor nas gengivas.ulatrofiaAtrofia gengival; enrugamento das gengivas.úlceraSolução de continuidade de uma superfície; perda de substância em superfície cutânea ou mucosa, comdesintegração e necrose de tecidos; ulcus.úlcera anastomóticaÚlcera de jejuno após gastrenterostomia por úlcera duodenal.úlcera calosaÚlcera que apresenta hiperceratose nas bordas.úlcera de decúbitoÚlcera que resulta de contato prolongado da pele, no leito, em uma só posição.úlcera pépticaÚlcera de localização gástrica ou duodenal, provocada por uma série de fatores, em que a acidez do sucogástrico e o aparecimento de uma bactéria, Helicobacter pylori, são aspectos de importância etiológica.ulceromembranosoCaracterizado por presença de úlcera e exsudação membranosa.ulcusÚlcera.ulectomiaExcisão de tecido cicatricial; excisão de tecido gengival.ulegiriaMalformações cicatriciais nas circunvoluções cerebrais.ulemorragiaHemorragia ou sangramento nas gengivas; ulorragia.uleritemaCicatriz rósea; afecção eritematosa da pele, com formação de cicatrizes e atrofia.uléticoRelativo à gengiva.uliginosoLamacento; pantanoso.uliteInflamação nas gengivas; gengivite.ulnaO osso cúbito.
  • uloDo gr. oûlon, gengiva (ulalgia, ulocarcinoma); - do gr. oulé, cicatriz (ulóide); - do gr. oulós, crespo, lanoso(ulótrico).ulocaceInflamação ulcerativa das gengivas.ulóideSemelhante à cicatriz.ulorragiaHemorragia ou sangramento nas gengivas; ulemorragia.uloseCicatrização.ulótricoQuem tem cabelos crespos.ulotricoseEstado de quem tem cabelos crespos.ultimum moriensExpressão latina para designar a aurícula direita, isto é, o último segmento que pára de se mover, após a morte.ultraPrefixo latino com sentido de além de, em excesso.ultraPref. lat.: excesso, mais além (ultramicroscópio, ultra-som).ultra-somVibrações com freqüência acima de 20.000 Hz, conseqüentemente, inaudíveis ao ouvido humano.ultra-sonografiaMétodo de diagnóstico que, mediante a emissão de ondas sonoras de alta freqüência, permite a visualização deórgãos internos do corpo; ecografia.ultravioletaReferente aos raios do espectro solar de maior atividade química, e que se encontra além da faixa violeta doespectro. São produzidos por vapores de mercúrio incandescidos, ou pelo arco voltaico. Além de outraspropriedades, são esterilizantes de ambienteultravírusMicrorganismo capaz de atravessar os filtros bacterianos.ululaçãoAto de ulular; gritos fortes dos pacientes histéricos.ulularSoltar gritos como latidos.umbigoCicatriz no abdome que indica o local de implantação do cordão umbilical durante a vida fetal.umbilicaçãoFormação de depressão semelhante ao umbigo.umboEscavação da parede lateral da cavidade do tímpano, onde se insere o manúbrio do martelo.umectaçãoAção de umectar; modo de preparar medicamento, adicionando-o a líquidos.umectante
  • Que umedece ou dilui.umectarUmedecer com substâncias que diluem; molhar.umedecerTornar úmido; impregnar com pequeno teor de água; revestir de substância líquida.úmeroGrande osso do braço que se articula no cotovelo e na espádua.umidadeGrau de vapores no ar; estado do que está úmido.úmidoQue apresenta umidade; que está impregnado de vapor de água.unciDo lat. uncus, gancho (unciforme).unciformeEm forma de gancho; quarto osso do carpo.uncinada, criseCrise psicomotora de natureza epiléptica, caracterizada por um estado particular de consciência, múltiplasalucinações, especialmente visuais e tam-bém gustativas e olfativas. A crise manifesta-se subitamente, de formaisolada ou seguida de convulsões epiuncinaríaseDoença causada pela uncinária ou pelo ancilóstomo.uncusGancho; zona do hipocampo com essa forma ou aparência; gancho da circunvolução do hipocampo.undíferoQue apresenta ondas.undinismoEstimulação sexual provocada pela urina ou ao ver a micção de um indivíduo; ondinismo; urolagnia.unguealRelativo à unha.ungüentoPasta gordurosa para uso externo, tomando o nome da substância que entra em sua composição; designaçãocomum, outrora, a certas drogas ou essências com que se perfumava o corpo.ungüículaPequena unha ou garra.ungüiculadoQue termina em forma de unha; que apresenta unha ou garra.unguisunhaúngulaCasco; instrumento para extrair feto morto; saliência no ângulo interno do olho.unhaLâmina córnea, semitransparente, que reveste a extremidade dorsal dos dedos.unhadaArranhadura ou ferimento feito com as unhas.
  • unheiroInflamação em torno da unha.uniPrefixo que indica um; único.uniPref. lat.: um ou único (uninucleado, unilateral).unidadeUma única coisa; unidade tomada como padrão; um indivíduo ou ser único.uníparaMulher que pariu um só filho.universalGeral; que se estende a tudo, a todas as partes.univitelinoDerivado de um único ovo.untarFriccionar com unto; aplicar óleo ou gordura sobre a pele.untoBanha ou gordura de porco; matéria gordurosa.uracoTubo que liga a bexiga à alantóide, no embrião, persistindo no adulto como um cordão fibroso, denominadoligamento umbilical médio.uracraciaIncontinência urinária.uracrasiaPerturbação na constituição urinária.uragogoDiurético; que aumenta a secreção urinária.uraniscoPalato; céu da boca.uranismoHomossexualismo masculino; o termo advém de Urânia, um dos epítetos de Afrodite, deusa grega do amor.uranoDo gr. ouranós, céu, firmamento (uranofobia).uranofobiaMedo mórbido do céu.uranosquiseFenda palatina; goela de lobo.urapostemaAbscesso que contém urina.uraromaCheiro de urina.uratemiaPresença de uratos no sangue.uratose
  • Deposição de cristais de uratos nos tecidos.uratúriaTeor excessivo de uratos na urina.ureaseEnzima hidrolisadora da uréia, usada na sua dosagem.uréiaProduto da hidrólise protéica pelo fígado e excretado pela urina; foi o primeiro composto sintetizado em químicaorgânica.urelcoseUlceração nas vias urinárias.uremiaRetenção no sangue de substâncias nitrogenadas (uréia, creatinina, ácido úrico) conseqüente à insuficiênciarenal, acompanhada de alterações no equilíbrio dos eletrólitos, particularmente de sódio e potássio, e sintomascomo náuseas, vômitos, cefaléia, veuremia eclâmpticaUremia com ataques convulsivos.urênciaQualidade de urente.urenteQue queima; ardente.ureóliseDecomposição da uréia em dióxido de carbono e amônia.ureritrinaPigmento vermelho escuro da urina e dos uratos.ureseMicção; eliminação de urina.ureterTubo fibromuscular que leva a urina dos rins (bacinete) à bexiga, com 28-30 cm de comprimento.ureterectasiaDilatação do ureter.ureterectomiaExcisão do ureter.ureterenfraxiaObstrução do ureter.ureteroceleDilatação cística por estreitamento congênito na parte terminal do ureter.uretraCanal membranoso que vai da bexiga ao orifício central externo (meato urinário), com 15-20 cm de comprimentono homem e 3-8 cm na mulher.uretralgiaDor na uretra.uretrismoEspasmo da uretra; irritabilidade uretral.uretriteInflamação da uretra.
  • uretroceleDivertículo uretral, mais comum na mulher; prolapso da uretra feminina através do meato urinário.uretrodiniaDor na uretra; uretralgia.uretrofimaTumor ou excrescência uretral.uretrolitíaseCálculo na uretra.uricacidemiaTeor de ácido úrico no sangue; uricemia.uricacidúriaTeor de ácido úrico na urina.uricemiaTeor de ácido úrico no sangue; uricacidemia.uricóliseDesintegração do ácido úrico ou de uratos.uricosúriaEliminação de ácido úrico pela urina.uridroseSuor que apresenta certos elementos da urina.urinaLíquido secretado pelos rins, de onde é levado para a bexiga pelos ureteres e, posteriormente, excretado atravésda uretra.urina soltaIncontinência urinária (pop.).urinaçãoEliminação de urina; micção.urinarEliminar urina.uriníferoQue produz ou transporta urina.urinolVaso apropriado para nele se urinar e defecar.urinomaCisto que contém urina.uroTermo que indica relação com órgãos e afecções do aparelho urogenital, ou com a urina.uroDo gr. oûron, urina (urobilina, urolagnia, urologia); - do gr. ourá, cauda (oxiúro).urobilinaPigmento pardacento que é a forma oxidada do urobilinogênio, encontrado nas fezes e por vezes na urina.urobilinemiaPresença de urobilina no sangue circulante.
  • urobilinogênioSubstância formada no intestino a partir da bilirrubina sob ação de bactérias, conferindo cor marrom às fezes.urocianinaPigmento azul da urina, observado na escarlatina.urocianoseUrina corada de azul.uroclepsiaEmissão involuntária de urina.urocrisiaDiagnóstico feito através de exame da urina.urocromoPigmento que dá cor amarela à urina.uródeoPorção da cloaca, onde se esvaziam os ureteres e ductos genitais no embrião.urodiáliseSupressão total ou parcial da urina.urodinâmicaÉ o estudo dos fatores fisiológicos e patológicos envolvidos no armazenamento, transporte e esvaziamento dotrato urinário inferior.urodiniaMicção dolorosa.urogenitalQue diz respeito aos aparelhos urinário e reprodutor como um todo.urografiaRadiografia do trato urinário, após introdução de meio de contraste.urografia ascendenteUrografia retrógrada ou por introdução do contraste na bexiga.urografia descendenteUrografia em que o contraste é injetado na veia, o qual rapidamente se elimina pela urina.urografia retrógradaUrografia ascendente.urolagniaEstimulação sexual provocada pela urina ou ao ver a micção de um indivíduo; ondinismo ou undinismo.urolitíaseCalculose renal.urólitoCálculo renal ou urinário.urolitotomiaRemoção de cálculo urinário.urologiaRamo da Medicina que estuda as doenças urogenitais.uroluteínaPigmento amarelo da urina.uromancia
  • Estabelecimento de prognóstico através do exame da urina.uromelaninaPigmento negro da urina decorrente da decomposição do urocromo.urometriaCômputo da secreção urinária nas 24 horas; determinação do peso específico.uronefroseDistensão do bacinete e dos túbulos reais em conseqüência de retenção urinária.uroplaniaPresença de urina em outro local que não o trato urinário.uropoieseExcreção urinária.uropsamosePresença de areia na urina.uroqueziaPresença de urina nas fezes.uroquinaseEnzima presente na urina, capaz de ativar a plasmoquinase.urorragiaFluxo excessivo de urina.urorr