6° hebreus,fenicios e persas

12.843 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
12.843
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
477
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

6° hebreus,fenicios e persas

  1. 1. HEBREUS
  2. 2. OS HEBREUS•  O vale do Rio Jordãoera a área mais fértil da• região – local onde aspessoas viviam e• cultivavam o solo.•  A organização socialdos hebreus:•  A principal atividadeeconômica dos hebreusera• o pastoreio.•  Também se dedicavamà agricultura
  3. 3. SOCIEDADE• Patriarcal–Patriarcal– comunidades patriarcais,comunidades patriarcais,direito a primogenitude.direito a primogenitude.• Eram poligâmicos.Eram poligâmicos.• Juizes:Juizes: Sociedade Patriarcal,seSociedade Patriarcal,seorganizavam em tribos,os mais velhosorganizavam em tribos,os mais velhoseram proprietários de tudoeram proprietários de tudo
  4. 4. VISÃO DA MULHER• Essencialmente, a mulher é amante, esposa emãe. Ela representa um papel central na vida• familiar, social, econômica, política e religiosado país, permanecendo todavia dependente• do pai ou marido... Os hebreus tiveram váriasprofetisas e rainhas ativas... Na vida cotidiana,• elas cuidam da casa, de que são a alma.Tinham que criar e educar os filhos erepresentar o difícil papel de esposa no seio deum casamento poligâmico.
  5. 5. História do povo hebreu• A Bíblia é a referência para entendermosa história deste povo. De acordo com asescrituras sagradas, por volta de 1800AC, Abraão recebeu uma sinal de Deuspara abandonar o politeísmo e para viverem Canaã ( atual Palestina). Isaque, filhode Abraão, tem um filho chamado Jacó.Este luta , num certo dia, com um anjo deDeus e tem seu nome mudado para Israel.
  6. 6. • Os doze filhos de Jacó dão origem asdoze tribos que formavam o povo hebreu.Por volta de 1700 AC, o povo hebreumigra para o Egito, porém sãoescravizados pelos faraós poraproximadamente 400 anos..
  7. 7. ÊXODO• A libertação do povo hebreu ocorreu porvolta de 1300 AC. A fuga do Egito foicomandada por Moisés, que recebeu astábuas dos Dez Mandamentos no monteSinai. Durante 40 anos ficaramperegrinando pelo deserto, até receberemum sinal de Deus para voltarem para aterra prometida, Canaã.
  8. 8. Moisés recebendo as tábuas dosDez Mandamentos• Segundo a Bíblia, foidurante essa viagemque Moisés, no altodo monte Sinai,recebeu de Iavé (Deus) a Tábua dosDez Mandamentos,que deveria guiar ocomportamento doshebreus.
  9. 9. OS 10 MANDAMENTOS• MandamentoEu Sou o SENHOR, o teu DeusNão terás outros deuses além de mimNão farás para ti nenhum ídoloNão tomarás em vão o nome do SENHOR, o teu DeusLembra-te do dia de sábado, para santificá-loHonra teu pai e tua mãeNão matarásNão adulterarásNão furtarásNão darás falso testemunho contra o teu próximoNão cobiçarás (a mulher do teu próximo)Não cobiçarás (a casa do teu próximo)
  10. 10. DIVISÃO• Jerusalém é transformada num centroreligioso pelo rei Davi. Após o reinado deSalomão, filho de Davi, as tribos dividem-se em dois reinos : Reino de Israel eReino de Judá. Neste momento deseparação, aparece a crença da vinda deum messias que iria juntar o povo deIsrael e restaurar o poder de Deus sobre omundo.
  11. 11. Reconstituição do Templo deJerusalém
  12. 12. • A política social e os altos impostoscriados por Salomão geraram um grandedescontentamento popular, que explodiucom sua morte (cerca de 930 a.C.)provocando o Cisma, isto é, separaçãodas 12 tribos hebraicas em dois reinos:Israel e Judá. Israel reunia as dez tribosdo norte e tinha por capital Samaria, já oReino de Judá era formado por duastribos do sul, com capital em Jerusalém. Adivisão favoreceu a invasão estrangeira.
  13. 13. CATIVEIRO DA BABILONIA• Em 721 a.C., os assírios destruíram o Reino• de Israel. Já o rei Ezequias, de Judá, pagou um• extorsivo tributo aos assírios, evitando ainvasão.• O reino de Judá resistiu até ser conquistadopelos babilônicos de Nabucodonosor II (587a.C.).• Boa parte dos hebreus foram deportados para a• Babilônia.
  14. 14. PERSAS E ROMANOS• Em 539 a.C., os persas conquistaram o ImpérioBabilônico e permitiram a volta dos hebreuspara a Palestina. Em 333 a.C. a Palestina foidominada por Alexandre Magno, da Macedônia,e em 70 a.C. pelos romanos, que destruíram oTemplo de Jerusalém provocando a revolta doshebreus. O movimento foi reprimido e oshebreus, expulsos da Palestina, provocandosuadispersão pelo mundo, que ficou conhecidacomo Diáspora.
  15. 15. SIONISMO• Somente em 1948, os judeus puderam se reunirnum Estado independente, com a determinaçãoda ONU (Organização das Nações Unidas), quecriou o Estado de Israel. Decisão que criousérios problemas na região do Oriente Médio,pois com a saída dos judeus da Palestina, noséculo I, outros povos, principalmente de origemárabe ocuparam e fixaram-se na região. Aoposição dos árabes à existência do Estado deIsrael, tem resultado em continuados conflitosna região.
  16. 16. O legado hebraico• Os hititas, habitantes da Ásia, osensinavam a usar o ferro. Os araneus daSíria, os influenciaram na língua e naescrita, usando o aramaico.• Mas a religião era a base da cultura. Omonoteísmo – JUDAISMO crença em umsó deus- acabou, fundando o cristianismoe o islamismo. Os hebreus tinham Jeováou Iavé, como único Deus.
  17. 17. CULTURA• Comemoravam a Páscoa, quena verdade representava asaída dos hebreus doEgito( êxodo)• além do pentecostes, que erao derramamento do EspíritoSanto sobre os cristãos• Guardavam também osábado, resguardando-se dequalquer atividade.Shabbath,passach,Jejum,Circuncisão (aliança dosJudeus com Jeová)
  18. 18. Na literatura, destaca-se a Bíbliaque é dividida por eles em:• livros históricos: que descrevem a própriahistória deles, desde Josué até a conquista edominação Persa. São estes os livros de:Josué,Juízes, Samuel.• Livros proféticos: são livros proféticos deacontecimentos futuros. Entre eles estão oslivros de : Isaías, Daniel, Ezequiel e Amós.• Livros didáticos: são os que ensinamprincípios religiosos, morais e sociais. Entre elestem-se os livros de :Jó, Salmos, Provérbios e ocântico de Salomão também chamado deCântico dos cânticos.
  19. 19. INFLUENCIA• Religião: monoteísta Judaísmoassimilou elementos do zoroastrismo(CéuX Inferno)juízo final.Igreja (Sinagoga),Deus Iavè• LEIS: (tora), Base nos dez mandamentos• Bíblia:Talmude
  20. 20. FENÍCIOS• Os fenícios, tal como oshebreus, eram um povode origem semita. Porvolta de 3.000 a.C.,estabeleceram-se numaestreita faixa de terracom cerca de 35 km delargura, situada entre asmontanhas do Líbano e omar Mediterrâneo.
  21. 21. CIDADES- ESTADO• os fenícios montaram várias cidades-estadosindependentes, como Biblos, Tiro, Sidon eTrípolis. os fenícios transformaram suas cidadesem importantes pólos comerciais• É impossível falar da política dos feníciossem mencionar o comércio marítimo,porque o tipo de governo da Fenícia era aTalassocracia, que significa um governocomandado por homens ligados ao mar.
  22. 22. ECONOMIA• Inicialmente, os fenícios viviam da pescae da agricultura. Mas, como a produçãode alimentos não acompanhava ocrescimento da população, logo passarama dedicar-se também a outras atividades,como o artesanato e o comércio. Osfenícios guardavam a sete chaves ossegredos das técnicas de construçãonaval e de suas rotas de comércio.
  23. 23. • Para consolidar e expandir suas relaçõescomerciais, os fenícios fundaraminúmeras colônias. Muitas alcançaramenorme progresso. A principal foi a decartago no norte da África.• Notabilizaram-se pela produção de umartesanato de luxo - jóias, estatuetas,caixas de marfim etc. - vinculado ao seucomércio, aliás sua principal atividadeeconômica.
  24. 24. CULTURA• A contribuição fenícia mais importantepara a civilização foi o alfabeto. Atribui-setambém a esta cultura a invenção da tintade púrpura e do vidro. Tinha praiasrepletas de um molusco (múrice), do qualse extraía a púrpura, corante de corvermelha utilizando para o tingimento detecidos, muito procurados entre as elitesde diversas regiões da Antiguidade.
  25. 25. EMBARCAÇÃO FENÍCIA
  26. 26. Religião• adoravam diversos deuses e possivelmentepraticavam sacrifícios humanos.• Seu deus principal era El e sua companheiraAsherat ou Elat, deusa do mar. Delesdescendiam os outros deuses como Baal,Ashtar ou Tanit.• As cidades também cultuavam seus deusespreferidos, como Meqart em Tiro, em Biblos adeusa mãe era chamada Baalal e Baalchamado de Adonis. Em Sidon El era cultuadocomo Baal.
  27. 27. Linguagem e escrita• O alfabeto fenício foi baseado noalfabeto semita e a partir daísurgiram o alfabeto grego,aramaico, hebraico e arábico.Interessante notar que não hávogais no alfabeto fenício, seussímbolos apenas apresentam asconsoantes, portanto, é precisodeduzir as vogais de acordo com apalavra que se pretende ler.
  28. 28. BIBLOS
  29. 29. PERSAS• Os persas formaram omaior império do OrienteAntigo, unificando váriospovos do CrescenteFértil, suas fronteiras seestendiam do MarMediterrâneo até oOceano Índico.Habitavam o planalto doIrã, situado a leste daMesopotâmia
  30. 30. Origem do Império Persa:• A partir de 2000 a.C., a região foi ocupadapor povos de pastores e agricultores,vindos do sul da atual Rússia, queinvadiram o planalto. Os medos fixaram-se ao norte do planalto do Irã, enquantoos persas se estabeleceram na partesudeste, próxima ao golfo Pérsico.
  31. 31. Formação:• Fundador do Império Persa,Ciro, o Grande, após venceros medos e reunir sob seudomínio todas as tribos quehabitavam o planalto iraniano,conquistou os reinos da Lídiae as cidades gregas da ÁsiaMenor. Em 539 a.C.,conquistou a Mesopotâmia.Por sua ordem, nesse mesmoano, os judeus retornaram àPalestina, terminando assim ocativeiro da Babilônia. Ciroincorporou ao império toda aMesopotâmia, a Fenícia e aPalestina.
  32. 32. EXERCITO
  33. 33. SUCESSORES DE CIRO• em 529 a.C., e foi sucedido pelo filho,Cambises, que com um grande exércitoconquistou o Egito, em 525 a.C., nabatalha de Pelusa. Ao voltar para aPérsia, Cambises morreu assassinado emuma revolta interna. Foi sucedido porDario I (521-486 a .C.).•
  34. 34. REI DARIO I• O Império Persa era governado por umamonarquia absoluta teocrática. Possuía quatrocapitais: Susa, Persépolis, Babilônia eEcbátana.• Dario I enfrentou diversas rebeliões dospovos dominados. A fim de combater asrebeliões, Dario I dividiu o Império Persa em 20províncias denominadas Satrápias, e nomeousátrapas, altos funcionários reais, paraadministrá-las. Para evitar traições, Dario I,enviava fiscais reais às Satrápias, conhecidoscomo “os olhos e os ouvidos do rei”, parafiscalizá-los.
  35. 35. SISTEMA DE CORREIO• A mais famosa era estrada real, ia deSusa até Sardes, na Ásia Menor, comuma extensão de 2500 quilômetros.• Ele organizou um eficiente sistema decorreios e instituiu uma moeda, o dárico,cunhada em prata ou ouro, para facilitaras atividades comerciais.
  36. 36. CIDADE
  37. 37. FIM DO IMPÉRIO• O governo de Dario I não só marcou o apogeudo império (período compreendido entre o finaldo século VI a.C. e o início do século V a.C),mas também o início de sua decadência. Ogrande objetivo de Dario I era conquistar aGrécia; mas, em 490 a.C., foi derrotado pelascidades gregas sob o comando de Atenas.• Xerxes, filho de Dario que o sucedeu nopoder, também foi derrotado pelos gregos. Em330 a.C., o Império Persa caiu sob o domínio deAlexandre, da Macedônia.
  38. 38. LEGADO CULTURAL• Os persas optaram a princípio pela escritacuneiforme, inventada pelos sumérios,que depois foi substituída por uma escritaalfabética. Adotaram o uso de moeda (odárico), visando ao desenvolvimento docomércio.• Na arquitetura, os persas usaramcomo modelo as construções babilônicase egípcias,para construção de palácios.
  39. 39. Religião:• O profeta Zoroastro ou Zaratustra criou umareligião dualista, que afirmava ser o universodividido entre um deus mau, Arimã; e um deusbom, Ormuz, que lutam até a vitória final dobem. Seus princípios estão contidos no livrosagrado denominado Zend-Avesta.• A vitória final seria de Aura-Mazda, que lançariaArimã num precipício. Acreditavam também naimortalidade da alma, na ressurreição dosmortos e no juízo final. zoroastrismo influenciououtras religiões, como o cristianismo e ojudaísmo.

×