Joana Mateus
Rui Quinta
atualiza.te 2015
Universidade de Aveiro
https://vimeo.com/91660992
Até aqui tudo bem,
mas que história é essa de
uma peixaria nas redes sociais?
Nos bairros a mensagem
passa à velocidade da luz.
Começámos por contar
a nossa história.
E claro, mostrar quem
está deste lado.
Envolvemos as pessoas
logo no início para nos
ajudarem a tomar
decisões.
Teasing.
Tá quase, tamos só
a meter os papeis.
Primeiro dia da peixaria:
mostrar o produto
com uma grande pinta!
Resultado da única ação
de PR feita até hoje.
Os amigos desejam-nos
sorte com presentes
destes!
A personalidade da marca
começa a ficar clara.
A parede azul é o nosso
mural, que também
comunica para as redes.
Ao fim de semana
a peixaria descansa.
As redes também.
#nãocomamporcarias
Metade da equipa
foi de férias, o
facebook também.
Sem medos.
Falar com a voz da marca
para dizer: Fomos à lota.
Começar a vender
desde o início.
btw, para encomendar
é por aqui: 210 112 459
Forma de apresentar
o produto com humor,
em vez de dizermos
“este peixe chama-se
Lúcio.”
Storytelling.
#ospatrõesforamaocafé
Novos produtos
são um bom pretexto
para comunicar.
Partilhar novos produtos,
hastear a bandeira do
Peixe Açoreano!
#peixeaçoreano
Ir à televisão valida,
mais do que qualquer
outro meio.
Convocámos uma festa
na peixaria e enchemos
a praça.
Com uma festa
numa peixaria.
#santosnasflores
Público novo
na praça!
#santosnapeixaria
Uma foto do produto,
uma frase bem apanhada
e mais de 100 likes.
Apropriámo-nos da atualidade para gerar conteúdos.
Mundial de futebol 2014.
Apropriámo-nos da atualidade para gerar conteúdos.
Mundial de futebol 2014.
Ai lançaram
o iPhone 6?
Grande coisa!
Selfie.
Quem nunca?
Mostrar o produto,
vender sempre.
Criar laços
de proximidade
com a audiência.
A personagem
do Filipe.
A parede comunica
para fora!
User Generated Content.
O nosso tom de voz é próximo,
os clientes retribuem.
Físico vs. Digital.
Apresentar
novos produtos
quase sem
falar deles.
Os letreiros
existem para que
se tirem fotografias
ao peixe e daí gerar
partilhas.
Ação de conversão.
#masterclassnapeixaria
As MasterClasses
na Peixaria são
um produto e
um bom pretexto
para gerar conteúdos.
O espaço físico
também comunica.
#apeixariafazanos
Quando a imagem
diz tudo, não é
preciso dizer nada.
Real time.
Quando vamos
à lota de madrugada,
publicamos
nas redes em
real time.
Não temos medo
de vender.
Somos peixeiros!
As marcas têm personalidade. A nossa é do Benfica.
A experiência
de ir à peixaria
nas redes.
E no fim, convidam-nos
para falar da internet.
Isto há cada uma...
O que aprendemos
com isto.
(leia-se “Dicas”)
#1
O brand voice é a coisa
mais valiosa da nossa marca.
#2
Não ter medo de vender.
#3
Espontaneidade.
As regras não funcionam sempre
e as métricas limitam.
#4
As redes são alimentadas por pessoas.
Há dias mais faladores e dias mais calados.
#5
O que se dá é o que se recebe.
#6
Ser mais interessante
e menos interesseiro.
#7
Coerência.
Uma parede pode ser uma marca.
Obrigado,
meus amores.
Mandar vir é por aqui:
fb.com/peixariacentenaria
instagram.com/peixariacentenaria
www.peixariacentenaria.pt
Joana Mateus
j...
Atualizate - Peixaria Centenária
Atualizate - Peixaria Centenária
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Atualizate - Peixaria Centenária

367 visualizações

Publicada em

Talk for a Marketing Conference in University of Aveiro, Portugal.

Publicada em: Mídias sociais
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
367
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atualizate - Peixaria Centenária

  1. 1. Joana Mateus Rui Quinta atualiza.te 2015 Universidade de Aveiro
  2. 2. https://vimeo.com/91660992
  3. 3. Até aqui tudo bem, mas que história é essa de uma peixaria nas redes sociais?
  4. 4. Nos bairros a mensagem passa à velocidade da luz.
  5. 5. Começámos por contar a nossa história.
  6. 6. E claro, mostrar quem está deste lado.
  7. 7. Envolvemos as pessoas logo no início para nos ajudarem a tomar decisões.
  8. 8. Teasing. Tá quase, tamos só a meter os papeis.
  9. 9. Primeiro dia da peixaria: mostrar o produto com uma grande pinta!
  10. 10. Resultado da única ação de PR feita até hoje.
  11. 11. Os amigos desejam-nos sorte com presentes destes!
  12. 12. A personalidade da marca começa a ficar clara.
  13. 13. A parede azul é o nosso mural, que também comunica para as redes.
  14. 14. Ao fim de semana a peixaria descansa. As redes também. #nãocomamporcarias
  15. 15. Metade da equipa foi de férias, o facebook também. Sem medos.
  16. 16. Falar com a voz da marca para dizer: Fomos à lota.
  17. 17. Começar a vender desde o início. btw, para encomendar é por aqui: 210 112 459
  18. 18. Forma de apresentar o produto com humor, em vez de dizermos “este peixe chama-se Lúcio.”
  19. 19. Storytelling. #ospatrõesforamaocafé
  20. 20. Novos produtos são um bom pretexto para comunicar.
  21. 21. Partilhar novos produtos, hastear a bandeira do Peixe Açoreano! #peixeaçoreano
  22. 22. Ir à televisão valida, mais do que qualquer outro meio.
  23. 23. Convocámos uma festa na peixaria e enchemos a praça. Com uma festa numa peixaria. #santosnasflores
  24. 24. Público novo na praça! #santosnapeixaria
  25. 25. Uma foto do produto, uma frase bem apanhada e mais de 100 likes.
  26. 26. Apropriámo-nos da atualidade para gerar conteúdos. Mundial de futebol 2014.
  27. 27. Apropriámo-nos da atualidade para gerar conteúdos. Mundial de futebol 2014.
  28. 28. Ai lançaram o iPhone 6? Grande coisa!
  29. 29. Selfie. Quem nunca?
  30. 30. Mostrar o produto, vender sempre.
  31. 31. Criar laços de proximidade com a audiência.
  32. 32. A personagem do Filipe.
  33. 33. A parede comunica para fora!
  34. 34. User Generated Content. O nosso tom de voz é próximo, os clientes retribuem.
  35. 35. Físico vs. Digital.
  36. 36. Apresentar novos produtos quase sem falar deles.
  37. 37. Os letreiros existem para que se tirem fotografias ao peixe e daí gerar partilhas.
  38. 38. Ação de conversão. #masterclassnapeixaria
  39. 39. As MasterClasses na Peixaria são um produto e um bom pretexto para gerar conteúdos.
  40. 40. O espaço físico também comunica. #apeixariafazanos
  41. 41. Quando a imagem diz tudo, não é preciso dizer nada.
  42. 42. Real time.
  43. 43. Quando vamos à lota de madrugada, publicamos nas redes em real time.
  44. 44. Não temos medo de vender. Somos peixeiros!
  45. 45. As marcas têm personalidade. A nossa é do Benfica.
  46. 46. A experiência de ir à peixaria nas redes.
  47. 47. E no fim, convidam-nos para falar da internet. Isto há cada uma...
  48. 48. O que aprendemos com isto. (leia-se “Dicas”)
  49. 49. #1 O brand voice é a coisa mais valiosa da nossa marca.
  50. 50. #2 Não ter medo de vender.
  51. 51. #3 Espontaneidade. As regras não funcionam sempre e as métricas limitam.
  52. 52. #4 As redes são alimentadas por pessoas. Há dias mais faladores e dias mais calados.
  53. 53. #5 O que se dá é o que se recebe.
  54. 54. #6 Ser mais interessante e menos interesseiro.
  55. 55. #7 Coerência. Uma parede pode ser uma marca.
  56. 56. Obrigado, meus amores.
  57. 57. Mandar vir é por aqui: fb.com/peixariacentenaria instagram.com/peixariacentenaria www.peixariacentenaria.pt Joana Mateus joana@peixariacentenaria.pt 912 460 195 Rui Quinta rui@peixariacentenaria.pt 917 441 524

×