Recentes mudancas nas praticas contabeis brasileiras

339 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
339
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Recentes mudancas nas praticas contabeis brasileiras

  1. 1. MUDANÇAS NAS PRÁTICAS CONTÁBEIS BRASILEIRAS:PONTOS POSITIVOS E NEGATIVOS Ms Karla Carioca
  2. 2. CONHECENDO O PROFESSORKarla Jeanny Falcão Carioca Mestre em Controladoria pela Universidade Federal do Ceará (UFC), com MBA em Gestão de Negócios de Energia Elétrica pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Professora universitária de Graduação e Pós-Graduação. Palestrante e Instrutora de cursos com enfoque em Contabilidade Internacional, Governança Corporativa e Controles Internos. Sócia-Diretora da Dominus Auditoria, Consultoria e Treinamentos. Possui 14 anos de experiência na área de contabilidade, sendo 9 anos de experiência em normas internacionais de contabilidade e controles internos. Ms Karla Carioca
  3. 3. CONTEXTUALIZAÇÃOCom a participação do CFC, aprovando os CPC’s, ocorreu aexpansão das normas, que antes atingiam apenas as S.A. ecertas limitadas, para praticamente todas as entidadesbrasileiras com fins lucrativosCPC específico para Pequenas e Médias Empresas Não restam empresas que não tenham que aplicar as IFRS replicadas pelo CPCEssas mudanças no ambiente regulatório foram significativasExigiram que as empresas e seus administradores entendam,clara e rapidamente, o alcance e impactos nas DF’s Ms Karla Carioca
  4. 4. BARREIRA CONCEITUAL FUNDAMENTAL NO BRASILSistema contábil sempre sofreu forte influência da legislação (seja tributáriaou societária) e da regulamentação dos órgãos governamentais (BACEN,SUSEP, CVM etc)Fortemente baseado em regras definidasDiferente do IFRS que é baseado em princípios, com ênfase na substânciaeconômica das operações e no julgamentoProfissionais brasileiros tiveram que entender a estruturação das IFRS e ainterpretação e aplicação de cada norma Ms Karla Carioca
  5. 5. CPC’S x NIC’SOs pronunciamentos emitidos pelo CPC são correlatos com asNIC’sEm alguns casos existem diferenças devido a imposição dalegislação local, por exemplo: Utilização do termo Balanço Patrimonial e não Demonstração da Posição Financeira: termo consta da Lei 6.404/76 Componentes de Outros Resultados Abrangentes: adaptação à realidade brasileira Utilização de nomenclatura diferente para as peças da DF: denominação das DF’s está na Lei 6.404/76 DVA: Obrigatoriedade para companhias abertas Reavaliação: proibida Ms Karla Carioca
  6. 6. PONTOS POSITIVOSMaior transparência para investidoresFacilidade de captação de crédito no mercadoEmpresas que adotam as IFRS demonstram mais consistência emodernidadeAbertura de capital em outros países se torna mais fácilComparabilidade com empresas de outros paísesAdoção de IFRS pelas grandes economias do mundoÚnica contabilidade no mundo Ms Karla Carioca
  7. 7. PONTOS POSITIVOSImportância da transparênciaTécnicas mais modernas e complexas com acesso mais fácilObrigatoriedade de treinamento / atualização profissionalMais informações relevantes para análise do mercadoDF’s completas e consolidadasOportunidade de trabalho em outros paísesMaior contato com a língua inglesaInterpretação da aplicação das normas Ms Karla Carioca
  8. 8. PONTOS NEGATIVOSAumento de custos: divulgações das informações e implementação desistemasTempo necessário para adequação às novas rotinasAumento do volume das divulgações: entendimento dos impactospara analistas e mercado e decisão sobre as divulgações contábeisDivulgações da posição financeira e patrimonial, gestão de riscos,segmentação do negócio e análises de sensibilidade mais amplasGeração e decisão das informações a serem divulgadas é um processoque requer tempo e deve ser aprovado por várias áreas, inclusive aadministração Ms Karla Carioca
  9. 9. REFLEXÃO Ms Karla Carioca
  10. 10. DÚVIDAS?PERGUNTAS? Ms Karla Carioca
  11. 11. REFERÊNCIASPADOVEZE, C. L. et al. Manual de ContabilidadeInternacional. São Paulo: Cengage Learning, 2012NIYAMA, J.K. Contabilidade Internacional. SãoPaulo: Atlas, 2010IUDÍCIBUS, S. et al. Manual de ContabilidadeSocietária. São Paulo: Atlas, 2010.Ernst & Young e FIPECAFI Manual de NormasInternacionais de Contabilidade. São Paulo: Atlas,2010CPC disponível em www.cpc.org.br Ms Karla Carioca
  12. 12. karlacarioca@dominusauditoria.com.br (85) 3224-6393

×