Assepsia e antissepsia

25.045 visualizações

Publicada em

0 comentários
22 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
25.045
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
503
Comentários
0
Gostaram
22
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Assepsia e antissepsia

  1. 1. Assepsia e Antissepsia
  2. 2. “A infecção é uma complicação inerente ao ato cirúrgico e se faz necessário um grande esforço para mantê-la sob controle e em níveis aceitáveis, dentro dos padrões de uma determinada instituição hospitalar, de tal modo que a análise de seus índices constitui, hoje, um parâmetro de controle de qualidade do serviço prestado por um hospital.”
  3. 3. Conceitos Assepsia Antissepsia
  4. 4. Conceitos Assepsia Antissepsia
  5. 5. Conceitos Assepsia Antissepsia
  6. 6. Conceitos • Assepsia: “São manobras realizadas com o intuito de manter o doente e o ambiente cirúrgico livre de gérmens.” Goffi, Técnica cirúrgica • Anti-sepsia: “É a destruição dos gérmens.” Goffi, Técnica cirúrgica
  7. 7. Assepsia
  8. 8. Preparo do Material • Esterelização – Autoclave – Sterrad de Peróxido de Hidrogênio
  9. 9. Preparo do Material • Esterelização – Autoclave – Sterrad de Peróxido de Hidrogênio
  10. 10. Preparo do doente • Banho geral (no dia da cirurgia) - lavagem da cabeça, axilas e genitais; • Troca-se a roupa do corpo e cama antes de entrar no CC; • Tricotomia deve ser sempre feita no dia da intervenção; • Anti-sepsia do campo operatório inerente à própria técnica cirúrgica.
  11. 11. Preparo da equipe • Banho (no mínimo 2h antes da cirurgia); • As roupas devem ser trocadas antes de entrar no CC (colocam-se calça e blusa); • Gorro/ touca; • Máscara; • Pessoas com IVAs não devem entrar na sala de cirurgia;
  12. 12. Preparo da equipe Propé Máscara Vestiário Zona de transição Zona limpa
  13. 13. Antissepsia
  14. 14. Escovação • Flora da pele: Transitória: - Compõem-se de variedades sem limites; - Localiza-se nas regiões mais expostas; - É removida com facilidade; - Colonização temporária e depende do ambiente a que o indivíduo é exposto; Permanente: - É de mais difícil remoção; - Número e qualidade +/constante; - Sua redução pela antisepsia é transitória, logo se restabelecendo a seu nível anterior; - Aumenta rapidamente em ambiente úmido e quente das luvas;
  15. 15. Escovação • Finalidade: Eliminar a microbiota transitória da pele e reduzir a microbiota permanente • Antes de lavar as mãos, se necessário, cortar e limpar as unhas;
  16. 16. Escovação • Duração do Procedimento: – 3 a 5 minutos para a primeira cirurgia – 2 a 3 minutos para as cirurgias subseqüentes. Anvisa, 2007
  17. 17. Escovação Ponta dos dedo Espaço Subungueal Palma da mão Face palmar dos dedos Punho (Ant.) Espaço interdigital Face radial dos dedos Dorso da mão Antebraço (Ant.) Punho (Post.) Antebraço (Post.) Cotovelos
  18. 18. No pcte... • Degermação • Retirada de Solução degermante • Solução Tópica para determinar o campo
  19. 19. No pcte... • Degermação • Retirada de Solução degermante • Solução Tópica para determinar o campo
  20. 20. No pcte... • Degermação • Retirada de Solução degermante • Solução Tópica para determinar o campo

×