3º ano

4.358 visualizações

Publicada em

2º bimestre/2013

Publicada em: Educação
1 comentário
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.358
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
21
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
58
Comentários
1
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

3º ano

  1. 1. CadernoC1201 2° BIMESTRE AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA Língua Portuguesa e Matemática 3° ANO DO ENSINO MÉDIO Nome do Aluno(a): Orientações  Você está recebendo um caderno com 52 questões.  Você dispõe de duas horas para responder a todas as questões e de 20 minutos para preencher o Cartão de Respostas.  Leia com atenção cada questão antes de respondê-la.  Cada questão tem uma única resposta correta.  Em alguns textos, há, na margem esquerda, uma indicação com a numeração de linhas.  Ao terminar a prova, passe suas respostas para o Cartão de Respostas, utilizando caneta esferográfi ca azul ou preta. Não rasure seu Cartão de Respostas.  Depois, passe suas respostas para folha de rascunho. Ela servirá para você acompanhar as questões junto ao professor. Boa prova! 2013
  2. 2. FOLHA DE TRANSCRIÇÃO Língua Portuguesa e Matemática Ensino Médio Caro(a) Aluno(a), Após transcrever as respostas para o Cartão de Respostas, repasse todas as respostas também para essa folha. Em outro momento, essa folha será utilizada para que seja realizada a correção da prova junto ao seu professor. 01: A B C D E 02: A B C D E 03: A B C D E 04: A B C D E 05: A B C D E 06: A B C D E 07: A B C D E 08: A B C D E 09: A B C D E 10: A B C D E 11: A B C D E 12: A B C D E 13: A B C D E 14: A B C D E 15: A B C D E 16: A B C D E 17: A B C D E 18: A B C D E 19: A B C D E 20: A B C D E 21: A B C D E 22: A B C D E 23: A B C D E 24: A B C D E 25: A B C D E 26: A B C D E 27: A B C D E 28: A B C D E 29: A B C D E 30: A B C D E 31: A B C D E 32: A B C D E 33: A B C D E 34: A B C D E 35: A B C D E 36: A B C D E 37: A B C D E 38: A B C D E 39: A B C D E 40: A B C D E 41: A B C D E 42: A B C D E 43: A B C D E 44: A B C D E 45: A B C D E 46: A B C D E 47: A B C D E 48: A B C D E 49: A B C D E 50: A B C D E 51: A B C D E 52: A B C D E
  3. 3. BL01P12 ATENÇÃO! Agora, você vai responder a questões de Língua Portuguesa. Leia os textos abaixo. Texto 1 5 10 15 20 A soberania onipresente da TV Creio que foi a antropóloga Ondina Fachel Leal quem, pela primeira vez no Brasil, discutiu em sua dissertação de mestrado defendida na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em 1983, a tese de que “o lugar que a TV ocupa na vida das pessoas e o lugar que o televisor ocupa nas casas das pessoas estão intimamente relacionados”. Isto, portanto, não é novidade [...]. Da mesma forma, sabemos faz tempo que o televisor transformou-se num “eletrodoméstico” indispensável como o fogão e a geladeira – ou até mais indispensável do que o fogão e a geladeira. Na verdade, há mais domicílios brasileiros que possuem pelo menos um aparelho receptor de televisão do que domicílios que possuem geladeiras ou rede de esgoto (cf. Censo IBGE 2000). Nos últimos 20 anos, a novidade – se houver – é a constatação do lugar que o televisor passou a ocupar também fora de casa, nos mais diferentes espaços. E, sobretudo, o fato de que o televisor não é um “eletrodoméstico” qualquer. Ele é um “eletrodoméstico” onipresente que “fala” e constrói a representação das coisas e do cotidiano. Fornece o conteúdo e orienta, portanto, não só a sociabilidade entre as pessoas, mas em grande parte forma a opinião dessas pessoas sobre os mais variados assuntos. [...] Essas constatações [...] – para além das pesquisas de audiência e dos textos acadêmicos – faz com que experimentemos em nível pessoal um óbvio que não pode ser simplesmente naturalizado: a força extraordinária dessa tecnologia-instituição, [...]. O fenômeno televisivo no mundo contemporâneo está ainda muito além de nossa [...] compreensão plena. Sua incrível capacidade de atrair as pessoas, de transformar-se em referência das rotinas domésticas, de conduzir a prosa despretensiosa entre familiares e amigos. LIMA, Venício A. de. Disponível em: <http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/a-soberania-onipresente-da-tv>. Acesso em: 2 jan. 2012. Fragmento. Texto 2 5 10 15 20 Ela tem alma de pomba Que a televisão prejudica o movimento da pracinha Jerônimo Monteiro, em todos os Cachoeiros de Itapemirim, não há dúvida. Sete horas da noite era hora de uma pessoa acabar de jantar, dar uma volta pela praça para depois pegar a sessão das 8 no cinema. Agora todo mundo fica em casa vendo uma novela, depois outra novela. O futebol também pode ser prejudicado. Quem vai ver um jogo do Cachoeiro F.C. com o Estrela F.C. se pode ficar [...] assistindo a um Fla-Flu, ou a um Internacional x Cruzeiro, ou qualquer coisa assim? Que a televisão prejudica a leitura de livros, também não há dúvida. Eu mesmo confesso que lia mais quando não tinha televisão. Rádio, a gente pode ouvir baixinho, enquanto está lendo um livro. Televisão é incompatível com livro – e com tudo mais nesta vida, inclusive a boa conversa, [...]. Também acho que a televisão paralisa a criança numa cadeira mais que o desejável. [...] Quando você cita um inconveniente da televisão, uma boa observação que se pode fazer é que não existe nenhum aparelho de TV [...] sem um botão para desligar. Mas quando um pai de família o utiliza isso pode produzir [...] o rancor no peito das crianças e até de outros adultos. Quando o apartamento é pequeno, a família é grande, e a TV é só uma – então sua tendência é para ser um fator de rixas intestinais. [...] Mas muito lhe será perdoado, à TV, pela sua ajuda aos doentes, aos velhos, aos solitários. Na grande cidade [...] a criatura solitária tem nela a grande distração, o grande consolo, a grande companhia. A corujinha da madrugada não é apenas a companheira de gente importante, é a grande amiga da pessoa desimportante e só, [...] É a amiga dos [...] que a vida esqueceu para um canto... ou que no meio da noite sofrem o assalto das dúvidas e melancolias... [...] homem arrasado que espera que a noite passe, que a noite passe... BRAGA, Rubem. 200 crônicas escolhidas. São Paulo: Circulo do Livro. (P120444RJ_SUP) C1201 1
  4. 4. Questão 01 P120444RJ Qual é a informação comum abordada nesses textos? A) O tamanho dos apartamentos das famílias brasileiras. B) O maior acesso à TV pelos brasileiros na atualidade. C) O excesso de televisores nos domicílios brasileiros. D) A rotina das pessoas em cidades pequenas. E) A influência da televisão na vida das pessoas. Questão 02 P120446RJ A informação principal do Texto 1 está expressa em: A) “... ‘o lugar que a TV ocupa na vida das pessoas e o lugar que o televisor ocupa nas casas das pessoas estão intimamente relacionados’.”. (ℓ. 3-4) B) “... é a constatação do lugar que o televisor passou a ocupar também fora de casa,...”. (ℓ. 9-10) C) “... o televisor não é um 'eletrodoméstico' qualquer. Ele é um 'eletrodoméstico' onipresente que 'fala' e constrói a representação das coisas e do cotidiano.”. (ℓ. 11-12) D) “Fornece o conteúdo e orienta, portanto, não só a sociabilidade entre as pessoas,...”. (ℓ. 12-13) E) “O fenômeno televisivo no mundo contemporâneo está ainda muito além de nossa [...] compreensão plena.”. (ℓ. 18-19) Questão 03 P120470RJ Qual é a ideia defendida pelo autor do Texto 1? A) A qualidade dos programas televisivos é questionável. B) A TV chega a domicílios nos quais falta rede de esgoto. C) A TV é fundamental para as pesquisas acadêmicas. D) É incontestável o poder que a televisão exerce na vida das pessoas. E) É preciso que a televisão conquiste os mais diferentes espaços. Questão 04 P120445RJ O objetivo comunicativo do Texto 1 é A) anunciar um produto. B) ensinar um procedimento. C) expressar uma opinião. D) narrar uma história. E) noticiar um acontecimento. Questão 05 P120448RJ No Texto 2, no trecho “... que a vida esqueceu para um canto... ou que no meio da noite sofrem o assalto das dúvidas e melancolias...” (ℓ. 20-21), o uso das reticências indica A) sequência de informações. B) dúvida. C) esquecimento. D) retomada do diálogo. E) suspense. BL01P12 C1201 2
  5. 5. Leia novamente o texto "Ela tem alma de pomba" para responder às questões abaixo. Questão 06 P120447RJ No Texto 2, sobre o uso da televisão, há uma opinião em: A) “Sete horas da noite era hora de uma pessoa acabar de jantar,...”. (ℓ. 2) B) “Eu mesmo confesso que lia mais quando não tinha televisão.”. (ℓ. 7) C) “Também acho que a televisão paralisa a criança [...] mais que o desejável.”. (ℓ. 9-10) D) “Quando o apartamento é pequeno, a família é grande, e a TV é só uma...”. (ℓ. 14) E) “... é a grande amiga da pessoa desimportante e só, ...”. (ℓ. 19-20) Questão 07 P120471RJ De acordo com o Texto 2, a televisão prejudica A) os programas de rádio. B) os jogos do Fla-Flu. C) o jantar das famílias. D) as sessões dos cinemas. E) a leitura de livros. Leia o texto abaixo. LEMINSKI, Paulo. Melhores poemas de Paulo Leminski. Seleção de Fred Góes e Álvaro Marins. 6 ed. São Paulo: Global, 2002. p. 99. (P120459RJ_SUP) Questão 08 P120459RJ Nesse texto, a apresentação visual sugere A) imagem refl etida. B) oposição de ideias. C) simplicidade. D) sonoridade. E) suspense. BL01P12 C1201 3
  6. 6. BL01P12 Leia o texto abaixo. 5 10 15 20 C1201 A hora da estrela [...] Macabéa, que nunca se lembrava de pedir, pediu licença ao chefe inventando dor de dente e aceitou o dinheiro emprestado que nem sabia quando ia devolver. Essa audácia lhe deu um inesperado ânimo para audácia maior (explosão): como o dinheiro era emprestado, ela raciocinou tortamente que não era dela e então podia gastá-lo. Assim pela primeira vez na vida tomou um táxi e foi para Olaria. Desconfio que ousou tanto por desespero, embora não soubesse que estava desesperada, é que estava gasta até a última lona, a boca a se colar no chão. Não foi difícil achar o endereço da madama Carlota e essa facilidade lhe pareceu bom sinal. O apartamento térreo ficava na esquina de um beco e entre as pedras do chão crescia capim – ela o notou porque sempre notava o que era pequeno e insignificante. Pensou vagamente enquanto tocava a campainha da porta: capim é tão fácil e simples. Tinha pensamentos gratuitos e soltos porque embora à toa possuía muita liberdade interior. A própria madama Carlota atendeu-a, olhou-a com naturalidade e disse: – O meu guia já tinha me avisado que você vinha me ver, minha queridinha. Como é mesmo o seu nome? Ah, é? É muito lindo. Entre, meu benzinho. Tenho uma cliente na salinha dos fundos, você espera aqui. Aceita um cafezinho, minha florzinha? Macabéa sentou-se um pouco assustada porque faltavam-lhe antecedentes de tanto carinho. E bebeu com cuidado pela própria frágil vida o café frio e quase sem açúcar. [...] Afinal saiu dos fundos da casa uma moça com olhos muito vermelhos e madama Carlota mandou Macabéa entrar. [...] LISPECTOR, Clarice. Disponível em: <http://copyfight.tk/Acervo/livros/LISPECTOR,%20Clarice%20-%20A%20hora%20da%20Estrela.pdf>. Acesso em: 3 maio. 2012. Fragmento. (P120466RJ_SUP) Questão 09 P120468RJ No primeiro parágrafo desse texto, Macabéa demonstrou ser A) ambiciosa. B) autoritária. C) egoísta. D) impulsiva. E) teimosa. Questão 10 P120466RJ No trecho “... ousou tanto por desespero, embora não soubesse que estava desesperada,...” (ℓ. 5-6), a palavra destacada estabelece uma relação de A) concessão. B) conformidade. C) consequência. D) finalidade. E) proporção. Questão 11 P120467RJ Nesse texto, qual é o trecho que mostra que o narrador é onisciente? A) “... tomou um táxi e foi para Olaria.”. (ℓ. 5) B) “Desconfio que ousou tanto por desespero, embora não soubesse...”. (ℓ. 5-6) C) “O apartamento térreo ficava na esquina de um beco...”. (ℓ. 9) D) “A própria madama Carlota atendeu-a,...”. (ℓ. 13) E) “... saiu dos fundos da casa uma moça com olhos muito vermelhos...”. (ℓ. 19) 4
  7. 7. BL01P12 Leia o texto abaixo. C1201 A poesia está guardada nas palavras — é tudo que eu sei. Meu fado é de não saber quase tudo. Sobre o nada eu tenho profundidades. Não tenho conexões com a realidade. Poderoso para mim não é aquele que descobre ouro. Para mim poderoso é aquele que descobre as insignificâncias (do mundo e as nossas). Por essa pequena sentença me elogiaram de imbecil. Fiquei emocionado e chorei. Sou fraco para elogios. [...] BARROS, Manoel de. Disponível em: <http://poesiaetudo.blogspot.com.br/2011/05/manoel-de-barros.html>. Acesso em: 1 abr. 2012. (P120460RJ_SUP) Questão 12 P120460RJ Nesse texto, há ironia no trecho: A) “A poesia está guardada nas palavras”. B) “Não tenho conexões com a realidade.”. C) “Poderoso para mim não é aquele que descobre ouro.”. D) “Para mim poderoso é aquele que descobre as insignificâncias”. E) “Por essa pequena sentença me elogiaram de imbecil.”. Questão 13 P120461RJ No trecho “Sobre o nada eu tenho profundidades.”, o recurso estilístico utilizado sugere A) comparação. B) contradição. C) deboche. D) detalhamento. E) personificação. 5
  8. 8. BL01M12 ATENÇÃO! Agora, você vai responder a questões de Matemática. Questão 14 M110110C2 O gráfico abaixo, representa a temperatura mínima,em ºC, registrada em uma cidade em alguns meses do ano. Meses Temperaturas mínimas (°C) Abril Maio Julho Outubro Dezembro 18 16 14 12 10 8 6 4 2 0 – 2 – 4 – 6 A tabela que representa os dados desse gráfico é A) Meses Temperaturas mínimas Abril 10 ºC Maio 12 ºC Julho – 4 ºC Outubro 8 ºC Dezembro 16 ºC B) Meses Temperaturas mínimas Abril – 4 ºC Maio 8 ºC Julho 10 ºC Outubro 12 ºC Dezembro 16 ºC C) Meses Temperaturas mínimas Abril 16 ºC Maio 12 ºC Julho 10 ºC Outubro 8 ºC Dezembro – 4 ºC D) Meses Temperaturas mínimas Abril – 4 ºC Maio 12 ºC Julho 10 ºC Outubro 8 ºC Dezembro 16 ºC E) Meses Temperaturas mínimas Abril 10 ºC Maio 8 ºC Julho – 4 ºC Outubro 12 ºC Dezembro 16 ºC C1201 6
  9. 9. Questão 15 M120512E4 A reta numérica abaixo está dividida em segmentos de mesmo comprimento. BL01M12 0 1 4 F G H J K 3 4 7 é O ponto que melhor representa o número racional 8 A) F. B) G. C) H. D) J. E) K. Questão 16 M120519E4 O edital de um concurso realizado em duas etapas, determina que, para participar da segunda etapa, o candidato deve ter a nota na primeira etapa maior do que a mediana das notas dessa etapa. Na primeira etapa, as notas dos 20 candidatos que participaram desse concurso são 56, 68, 80, 75, 92, 88, 75, 68, 70, 63, 91, 68, 80, 77, 68, 70, 75, 77, 82 e 80. Quantos desses candidatos estão habilitados a participar da segunda etapa desse concurso? A) 8 B) 9 C) 10 D) 14 E) 15 Questão 17 M120499E4 De uma urna contendo 5 bolas pretas e 7 bolas brancas, retira-se, sucessivamente e sem reposição, duas bolas. Qual é a probabilidade de a primeira bola retirada ser preta, sabendo que a segunda bola retirada foi branca? A) 35 77 35 B) 132 1 C) 12 5 D) 12 1 E) 2 C1201 7
  10. 10. C1201 Questão 18 M120497E4 Para melhorar a sustentação de uma torre de telefonia, que foi erguida em um terreno plano, operários amarraram no topo (H) dessa torre dois cabos de aço medindo 200 m cada e fixaram suas extremidades nos pontos F e G, localizados no solo, de onde se avista essa torre segundo um ângulo de 30°, conforme ilustrado no desenho abaixo. BL01M12 H Dados: 200 m 200 m 30º 30º F G sen 30º = 0,5 cos 30° ≅ 0,86 tg 30º ≅ 0,58 Qual é a altura aproximada dessa torre, em metros? A) 100 B) 116 C) 172 D) 200 E) 345 Questão 19 M120507E4 A mensalidade da escola onde estuda Alberto sofrerá um aumento de 4% no próximo ano. Neste ano, ele paga R$ 420,00 de mensalidade. De quanto será a mensalidade da escola de Alberto no próximo ano? A) R$ 420,00 B) R$ 424,00 C) R$ 436,80 D) R$ 460,00 E) R$ 588,00 Questão 20 M120493E4 Ana faz parte de uma comissão de formatura composta por seis pessoas. Ela deverá escolher três pessoas dessa comissão para acompanhá-la a uma empresa promotora de eventos. De quantas maneiras Ana poderá escolher essas três pessoas para visitar essa empresa? A) 5 B) 6 C) 10 D) 20 E) 60 8
  11. 11. Questão 21 M120520E4 No gráfico abaixo está representada a quantia, em reais, que uma turma arrecadou nos 4 trimestres de um ano para o fundo de formatura. BL01M12 1° 2° 3° 4° Trimestres Quantia arrecadada (em R$) 5000 4500 4000 3500 3000 2500 2000 1500 1000 500 0 De acordo com esse gráfico, qual foi a quantia total que essa turma arrecadou nesse ano? A) R$ 3 000,00 B) R$ 4 000,00 C) R$ 4 500,00 D) R$ 13 000,00 E) R$ 14 000,00 Questão 22 M120515E4 Na resolução de uma equação, os alunos encontraram os cinco tipos de respostas diferentes destacadas abaixo. 4,2; 103 ; 17 ; 4,1; 25 411 100 A solução dessa equação é o maior dentre esses cinco valores encontrados. O valor que soluciona essa equação é A) 4,2 B) 4,1 C) 17 D) 103 25 411 E) 100 C1201 9
  12. 12. C1201 Questão 23 M120516E4 Para estimar a altura de um pinheiro, André se posicionou no ponto Q na base desse pinheiro e se afastou, em linha reta, por 4 m, parando no ponto P, de onde avistou todo o pinheiro segundo um ângulo de 60° com a horizontal, conforme ilustra o desenho abaixo. BL01M12 P R Q 4 m Dados: sen 60º ≅ 0,86 cos 60° ≅ 0,5 tg 60º ≅ 1,73 A altura aproximada desse pinheiro, em metros, é A) 2,00 B) 2,31 C) 3,44 D) 4,00 E) 6,92 Questão 24 M120489E4 Em uma olimpíada escolar, uma das turmas resolveu criar uma bandeira para seu time. A bandeira será formada por 6 faixas horizontais. O desenho da bandeira está apresentado no desenho abaixo. As cores escolhidas para representar essa turma foram azul, vermelha e amarela. Portanto, ao pintar a bandeira, todas as três cores devem ser utilizadas, de forma que cada faixa seja pintada com uma cor e que faixas adjacentes sejam pintadas de cores diferentes. De quantas formas diferentes os alunos podem pintar essa bandeira? A) 18 B) 32 C) 96 D) 216 E) 729 10
  13. 13. C1201 Questão 25 M120492E4 Uma locadora sorteará 4 dentre seus 120 clientes cadastrados para ganhar locação de filme durante uma semana. A expressão que permite calcular o total de possibilidades de resultados para esse sorteio é A) 4 x 120 B) 1204 C) 120! D) 120 x 119 x 118 x 117 E) 4 3 2 BL01M12 120 # 119 # 118 # 117 # # Questão 26 M120504E4 Segundo as recomendações do rótulo de um produto de limpeza, deve-se diluí-lo em água de forma que o produto represente 5% do volume da mistura. Antônio diluiu 10 ml desse produto em 100 ml de água. Quantos mililitros de água Antônio deve acrescentar a essa mistura para atender as recomendações do rótulo desse produto? A) 10 B) 20 C) 90 D) 100 E) 200 11
  14. 14. BL02P12 C1201 ATENÇÃO! Agora, você vai responder a questões de Língua Portuguesa. Leia o texto abaixo. 5 10 15 20 25 Simplificar é complicado Se há um intelectual que foi importante na cultura americana é Henry David Thoreau (1817-1862). Nascido em Massachusetts, graduou-se em Harvard [...]. Cansado da vida complicada na cidade, Thoreau resolveu viver sozinho numa cabana em plena floresta. Ali escreveu o clássico Walden, que lembra muito a ideologia dos Founding fathers, os Pais fundadores da cultura americana: a vida na natureza [...], o duro trabalho [...] e, sobretudo, a simplicidade. É a simplicidade que Thoreau celebra nas páginas de Walden: “Simplicidade, simplicidade, simplicidade! Eu digo a vocês: reduzam a existência a duas ou três coisas básicas, não cem ou mil... No meio deste atormentado mar que é a vida civilizada, são tantas as tempestades e as tormentas e as mil e uma preocupações que se tem de enfrentar que, se um homem quer sobreviver, se não quer afundar, se quer chegar a algum porto, tem de passar a vida em cálculos e preocupações. Simplifiquem. Simplifiquem.” Simplifiquem. Parece uma boa palavra de ordem, não é mesmo? Simplificar. Ao invés de pratos sofisticados em restaurantes grã-finos, comida honesta, o bom arroz com feijão. Ao invés de casas atulhadas de objetos, o despojamento. Ao invés de viagens com malas enormes, mochila nas costas. Ao invés de relações complexas, a franqueza, a objetividade. Mas como é que a gente faz isso? Movido por um súbito impulso, entrei na internet atrás de um site que sugerisse como operacionalizar as ideias de Thoreau. E encontrei. Chama-se The Simple Living Network, a rede da vida simples. Oferece, a preços variados, diversos serviços destinados a simplificar a vida. [...] Simple living tools, instrumentos para uma vida simples, oferece mais de quinhentos livros, panfletos, áudios e vídeos. Depois de ler todos estes livros e panfletos, depois de ouvir todos os áudios [...] e depois de assistir a todos os vídeos, a vida, garantem os anunciantes, ficará muito mais simples. E temos os instrumentos para uma vida ecológica, que incluem ferramentas, kits, equipamentos, substâncias para uma arquitetura alternativa, jardinagem orgânica, transporte não convencional. Ah, sim, e podemos consultar uma base de dados que nos fornecerá dezenas de grupos de estudo de simplicidade, mais dezenas de cursos sobre simplicidade on-line, e mais centenas de livros, panfletos, áudios e vídeos. Conclusão: simplificar ficou muito complicado. Provavelmente era disso que Thoreau queria escapar quando se enfiou lá em Walden. SCLIAR, Moacyr. Contos e crônicas para ler na escola. Rio de Janeiro: Objetiva, 2011. p. 81-83. Fragmento. *Adaptado: Reforma Ortográfica. (P120449RJ_SUP) Questão 27 P120449RJ No trecho “... que incluem ferramentas, kits, equipamentos,...” (ℓ. 23), o termo em destaque refere-se a A) anunciantes. B) ferramentas. C) instrumentos. D) livros. E) vídeos. 12
  15. 15. Leia novamente o texto "Simplificar é complicado" para responder às questões abaixo. Questão 28 P120450RJ No trecho “... o bom arroz com feijão.” (ℓ. 13), o termo em destaque foi utilizado como exemplo para A) comparar diferentes tipos de refeição. B) criticar uma das cenas do livro clássico citado no texto. C) indicar livros com temas relacionados à culinária simples. D) destacar a importância da simplicidade defendida no texto. E) satirizar um dos produtos oferecidos no site. Questão 29 P120451RJ No segundo parágrafo desse texto, as aspas foram usadas para A) apresentar uma informação de senso comum. B) assinalar o título de um livro. C) destacar o trecho de uma obra. D) enfatizar o emprego de palavras novas. E) marcar uma crítica de um especialista. Questão 30 P120454RJ Para defender a opinião de que é necessário ter uma vida simples, um argumento apresentado pelo autor desse texto está no trecho: A) “Se há um intelectual que foi importante na cultura americana é Henry David Thoreau...”. (ℓ. 1) B) “Ali escreveu o clássico Walden, que lembra muito a ideologia dos Founding fathers,...”. (ℓ. 3-4) C) “‘Simplicidade, simplicidade, simplicidade! Eu digo a vocês: reduzam a existência a duas ou três coisas básicas,...’”. (ℓ. 7-8) D) “Ao invés de pratos sofisticados em restaurantes grã-finos, comida honesta, o bom arroz com feijão.”. (ℓ. 12-13) E) “Ah, sim, e podemos consultar uma base de dados que nos fornecerá dezenas de grupos de estudo...”. (ℓ. 24-25) Questão 31 P120469RJ De acordo com esse texto, Thoreau resolveu viver sozinho em uma cabana porque A) escreveu um livro clássico sobre a natureza. B) desejava viver como os Pais fundadores. C) ficou cansado da vida complicada na cidade. D) queria trabalhar em meio à natureza. E) gostava de comidas mais simples. Questão 32 P120452RJ No trecho “... se um homem quer sobreviver,...” (ℓ. 10), o termo em destaque estabelece uma relação de A) causa. B) condição. C) explicação. D) oposição. E) tempo. Questão 33 P120453RJ No trecho “... se não quer afundar,...” (ℓ. 10), a palavra destacada significa A) cavar profundamente. B) exagerar. C) ficar em situação difícil. D) naufragar. E) penetrar. BL02P12 C1201 13
  16. 16. BL02P12 Leia o texto abaixo. C1201 tensão com can som tem con ten tam tem são bem tom sem bem som CAMPOS, Augusto de. Disponível em: <http://www2.uol.com.br/augustodecampos/poemas.htm>. Acesso em: 2 maio. 2012. (P120455RJ_SUP) Questão 34 P120455RJ Esse texto apresenta características do Concretismo como A) a decomposição de palavras. B) a ironia da própria produção poética. C) a linguagem rebuscada. D) a temática sociocultural. E) a valorização de métricas. 14
  17. 17. BL02P12 Leia o texto abaixo. 5 10 15 20 25 C1201 Alimentação saudável na mira das escolas e dos pais [...] De vez em quando, somos alertados pelas diferentes áreas da medicina sobre os problemas que envolvem a má alimentação. Todos já sabem o que devem ou não comer para ter a saúde melhor. Apesar disso, a obesidade vem aumentando, inclusive na população infantil. As crianças têm apresentado doenças que antes se restringiam à população mais idosa, como pressão alta, colesterol e diabete tipo 2. Algumas atitudes da sociedade têm colaborado para que as crianças desenvolvam hábitos alimentares saudáveis. É o caso de escolas que procuram controlar o tipo de comida consumida pelos seus alunos. Na cantina ou lancheira são proibidos doces e frituras. [...] Mesmo assim, alguns pais acabam infringindo as regras e mandando como lanche para seus filhos alguns alimentos proibidos. Muitos justificam que se não for aquilo, a criança não come, sendo melhor que coma algo sem qualidade que ficar de estômago vazio. Por outro lado, temos atitudes que induzem ao consumo de alimentos sem qualidade nutricional pelas crianças. Há alguns fast-foods que, para ganhar seu público, oferecem brindes se determinadas combinações forem compradas. [...] Ninguém precisa se abster totalmente de ter uma alimentação prazerosa (por incrível que pareça são as menos saudáveis) e obrigar a si e aos filhos a um rigor exagerado nessa questão. O que se pode fazer é os adultos começarem eles próprios a terem uma dieta saudável e deixarem de ter em casa coisas que fazem mal a saúde. A falta de acesso a essa alimentação já é um caminho para a redução de seu consumo. O dia da guloseima pode ser instituído pela família: uma vez por semana eles estão liberados para escolherem o que querem comer e beber. [...] Os pais não devem permitir que eles levem lanches que são proibidos na escola. Tem que haver parceria entre a escola e a família. Até porque, ao infringirem essas regras, ensinam aos filhos que não é preciso respeitá-las. As escolas, por sua vez, mais que imporem regras, devem trabalhar com seus alunos projetos que visem à conscientização do valor dos alimentos e o que significam para a vida deles. Isso pode ser feito de uma maneira divertida, em aulas de culinária, quando então podem experimentar alimentos que se negam a provar. Ou em aulas de laboratório, que costumam chamar muito a atenção das crianças. [...] MATURANO, Ana Cássia. Disponível em: <http://g1.globo.com/educacao/noticia/2010/04/opiniao-alimentacao-saudavel-na-mira-das-escolas-e-dos- pais.html>. Acesso em: 26 fev. 2012. Fragmento. (P120462RJ_SUP) Questão 35 P120472RJ Esse texto é um exemplo de A) artigo de opinião. B) crônica. C) manual. D) plano de aula. E) reportagem. 15
  18. 18. Leia novamente o texto "Alimentação saudável na mira das escolas e dos pais" para responder às questões abaixo. Questão 36 P120462RJ Qual é o assunto desse texto? A) A alimentação oferecida pelas escolas. B) A elevação do índice de obesidade nas crianças. C) A estratégia de vendas dos fast-foods. D) A importância de se ter uma alimentação prazerosa. E) A necessidade de cuidar da alimentação das crianças. Questão 37 P120463RJ No trecho “... alguns pais acabam infringindo as regras...” (ℓ. 9), a palavra destacada indica o uso da linguagem A) científica. B) coloquial. C) culinária. D) formal. E) jornalística. Questão 38 P120465RJ Nesse texto, em relação à atitude de algumas escolas de controlar a alimentação das crianças, há uma posição contrária em: A) “... atitudes da sociedade têm colaborado para que as crianças desenvolvam hábitos alimentares saudáveis.”. (ℓ. 6-7) B) “... alguns pais acabam infringindo as regras e mandando como lanche para seus filhos alguns alimentos proibidos.”. (ℓ. 9-10) C) “O que se pode fazer é os adultos começarem eles próprios a terem uma dieta saudável...”. (ℓ. 17-18) D) “A falta de acesso a essa alimentação já é um caminho para a redução de seu consumo.”. (ℓ. 18-19) E) “As escolas, por sua vez, mais que imporem regras, devem trabalhar com seus alunos projetos que visem à conscientização...”. (ℓ. 25-26) Questão 39 P120464RJ Nesse texto, para argumentar que as crianças podem ser induzidas a uma má alimentação, usa-se A) a comparação entre alimentação saudável e prazerosa. B) a exposição de dados sobre as doenças relacionadas à má alimentação. C) a orientação para pais sobre danos causados por alimentos de fast-foods. D) o exemplo dos fast-foods com suas respectivas ofertas. E) o ponto de vista dos médicos sobre alimentos saudáveis. BL02P12 C1201 16
  19. 19. BL02M12 C1201 ATENÇÃO! Agora, você vai responder a questões de Matemática. Questão 40 M120014EX Na tabela abaixo, está representada a quantidade de faltas de cinco alunos nas disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Biologia e Física. Alunos Língua Portuguesa Matemática Biologia Física Ana 1 0 2 1 João 2 1 0 4 José 7 1 2 0 Letícia 5 4 2 2 Maria 2 1 5 3 De acordo com essa tabela, o aluno que apresentou, no total, o maior número de faltas nessas disciplinas foi A) Ana. B) João. C) José. D) Letícia. E) Maria. Questão 41 M120511E4 A reta numérica representada abaixo está dividida em segmentos de mesmo comprimento e, sobre ela, estão marcados alguns pontos que representam certos números. – 2 P 1 Q R S T U O ponto que representa o número racional – 1,7 deve estar compreendido entre os pontos A) P e Q. B) Q e R. C) R e S. D) S e T. E) T e U. 17
  20. 20. C1201 Questão 42 M120509E4 Com o propósito de estimar a altura de um prédio, Artur se posicionou em um ponto N na base desse prédio e se afastou perpendicularmente por 15 m, parando no ponto T, de onde pôde observar o prédio segundo um ângulo de 45° com a horizontal, conforme ilustra o desenho abaixo. BL02M12 Dados: sen 45º ≅ 0,71 cos 45° ≅ 0,71 tg 45º = 1 A altura aproximada desse prédio, em metros, é A) 10,65 B) 15,00 C) 21,13 D) 45,00 E) 60,00 Questão 43 M120490E4 André se cadastrou em um site da internet e no ato do cadastramento, foi solicitada a criação de uma senha formada pelos seis dígitos: 1, 2, 3, 5, 7 e 9, sem repetição, na ordem que ele desejasse. Quantas senhas diferentes André pôde criar para se cadastrar nesse site? A) 1 B) 36 C) 720 D) 66 E) 106 Questão 44 M120505E4 Uma loja promoveu uma liquidação, concedendo 20% de desconto nos preços de todos os seus produtos. Além disso, como forma de estimular o pagamento à vista, essa loja ofereceu um desconto de 10% sobre os preços promocionais para os clientes que optassem por essa forma de pagamento. Qual é o desconto percentual obtido na compra à vista de um produto nessa loja, em relação ao seu preço fora da liquidação? A) 10% B) 20% C) 22% D) 28% E) 30% 18
  21. 21. Questão 45 M120494E4 Raquel resolveu um teste com 10 questões de múltipla escolha, com cinco alternativas por questão. Oito questões ela sabia resolver e marcou corretamente as alternativas. As demais questões ela marcou aleatoriamente. Qual é a probabilidade de Raquel ter acertado todas as questões desse teste? A) 2 BL02M12 1 1 B) 4 1 C) 5 1 D) 25 4 E) 5 Questão 46 M120487E4 Observe a coleção de números reais no quadro abaixo. 6,4; 25 ; 40 4 Ordenando crescentemente esses números, obtém-se A) 6,4 < 25 4 < 40 25 B) 6,4 < 40 < 4 C) 40 25 < 6,4 < 4 25 < 6,4 < 40 D) 4 25 E) 4 < 40 < 6,4 C1201 19
  22. 22. C1201 Questão 47 M120485E4 Para estimar a largura PQ de um lago, um topógrafo partiu do ponto P em uma direção perpendicular à PQ e caminhou por 100 m, parando no ponto T. A partir do ponto T, visualizou PQ segundo um ângulo de 30°, conforme ilustrado no desenho abaixo. BL02M12 Dados: sen 30º = 0,5 cos 30° ≅ 0,86 tg 30º ≅ 0,58 A largura PQ, em metros, desse lago é, aproximadamente, A) 50 B) 58 C) 86 D) 100 E) 130 Questão 48 M120518E4 Um dos cinco jogadores de um time de basquete se machucou e terá que ser substituído no próximo jogo. A altura dos outros quatro jogadores que estão aptos para jogar é, 1,95 m, 1,99 m, 1,99 m e 2,04 m. Qual deve ser a altura do jogador que entrará substituindo o atleta machucado de forma que a média de altura dos jogadores desse time seja de 2 metros? A) 1,99 B) 2,00 C) 2,03 D) 2,05 E) 2,13 Questão 49 M120503E4 Em uma sala de aula, há 80 alunos. Desse total, 65% são mulheres. Quantos homens há nessa sala de aula? A) 15 B) 28 C) 35 D) 52 E) 65 20
  23. 23. C1201 Questão 50 M120496E4 Dois dados honestos, com suas faces numeradas de 1 a 6, são lançados simultaneamente. Qual é a probabilidade de se obter por resultado dois números pares ou de que a soma dos resultados seja superior a 9? A) 3 BL02M12 1 1 B) 2 1 C) 6 1 D) 12 5 E) 12 Questão 51 M120491E4 Márcia está fazendo um planejamento de estudos para o próximo sábado, escolhendo três disciplinas dentre Matemática, Geografia, História, Física, Química e Biologia, além de definir a ordem em que fará os estudos dessas disciplinas. A quantidade de planejamentos diferentes que Márcia pode fazer para seus estudos no sábado é A) 3 B) 6 C) 120 D) 216 E) 720 21
  24. 24. Questão 52 M120104EX Na tabela abaixo, está representada a quantidade de farinha de trigo que uma lanchonete gastou para produzir salgados, no período de janeiro a julho de um determinado ano. Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho BL02M12 Quantidade de farinha de trigo (kg) 45 kg 50 kg 60 kg 55 kg 40 kg 50 kg O gráfico que representa os dados dessa tabela é A) Meses Quantidade de farinha de trigo (em kg) 65 60 55 50 45 40 35 30 25 20 15 10 5 0 Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho B) Meses Quantidade de farinha de trigo (em kg) 65 60 55 50 45 40 35 30 25 20 15 10 5 0 Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho C) Meses Quantidade de farinha de trigo (em kg) 65 60 55 50 45 40 35 30 25 20 15 10 5 0 Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho D) E) Meses Quantidade de farinha de trigo (em kg) 65 60 55 50 45 40 35 30 25 20 15 10 5 0 Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho C1201 22

×