Niterói
07/02 a 21/02/15
www.dizjornal.com
Niterói
07/02 a 21/02/15
www.dizjornal.com
2
Cultura
Paulo Roberto Cecchetti prcecchetti@ig.com.br
annaperet@gmail.com
DIZ...
Niterói
07/02 a 21/02/15
www.dizjornal.com
3
Documento
dizjornal@gmail.com
Edição na internet para Hum milhão e 700 mil le...
Niterói
07/02 a 21/02/15
www.dizjornal.com
4
Informes
Expediente
Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
Rua Otavio Carneiro 143/...
Niterói
07/02 a 21/02/15
www.dizjornal.com
5
InternetLaio Brenner - laiobrenner1@gmail.com
C
ientistas americanos descobri...
Niterói
07/02 a 21/02/15
www.dizjornal.com
6
Edgard Fonseca
edgard.fonseca22@gmail.com
Edição na internet para Hum milhão ...
Niterói
07/02 a 21/02/15
www.dizjornal.com
7
Edição na internet para Hum milhão e 700 mil leitores
JULIANA DIUANA
ESCOLA D...
Niterói
07/02 a 21/02/15
www.dizjornal.com
8
Renda Fina
Aniversariantes da Edição
Marcelle Fontes Luiz Antonio Mello Ferna...
Niterói
07/02 a 21/02/15
www.dizjornal.com
9
Conexões
contato@erisveltonsantana.com
erisveltonsantana.com
E! Games
dizjorn...
Niterói
07/02 a 21/02/15
www.dizjornal.com
10
Fernando Mello - fmelloadv@gmail.com
Fernando de Farias Mello
E a Culpa é do...
Niterói
07/02 a 21/02/15
www.dizjornal.com
Pela Cidade
11
Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores
ORAÇÃOASAN...
Niterói
07/02 a 21/02/15
www.dizjornal.com
Em Foco
dizjornal@gmail.com
12
Edição na internet para Hum milhão e 800 mil lei...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Dizjornal127

354 visualizações

Publicada em

Diz Jornal Edição 127

Publicada em: Governo e ONGs
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
354
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dizjornal127

  1. 1. Niterói 07/02 a 21/02/15 www.dizjornal.com
  2. 2. Niterói 07/02 a 21/02/15 www.dizjornal.com 2 Cultura Paulo Roberto Cecchetti prcecchetti@ig.com.br annaperet@gmail.com DIZ pra mim... (que eu conto) Anna Carolina Peret Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores - O Centro Cultural Justi- ça Federal (Av. Rio Bran- co, nº 241 - Centro - Rio de Janeiro) apresenta a exposição fotográfica “Caçador de Imagens”, de Alcyr Cavalcanti (foto). Visitação: De 07 de fe- vereiro a 05 de abril, de terça feira a domingo, das 12 às 19 h. - O Centro de Cultura França Alemanha/CCFA promove o 3º Salão de Artes Visuais. A expo- sição conta com a participação dos artistas Eunice Vasques, César Ribeiro, Patrick Rigon, Letícia Teixeira, entre outros. O vernissage aconteceu dia 05 de fevereiro, na Galeria ICG (Av. Sete de setembro, 131 - Icaraí). A exposição simultânea poderá ser apreciada tanto no ICG quanto na Aliança Francesa (Rua Lopes Trovão, 52 - 2º andar - Icaraí). A visitação, aberta ao público gratuitamente, vai até 06 de março: Na AFN – de segunda a sexta feira, das 9 às 20:30 h; sábados, das 9 às 12 h. No ICG – de segunda a sexta feira, das 15 às 20 h; sábados., das 11 às 16 h. - Dia 11 de fevereiro, às 19 horas, será lançado o livro “A Crônica Brasileira do Século XIX”, de Mar- cus Vinicius Nogueira Soares, pela “É Realizações Editora”. Será na Livraria Argumento (Rua Dias Ferreira, nº 417 - Leblon - Rio de Janeiro). - A cantora e poeta Thaís Fraga participa da Anto- logia Poética Portuguesa, com lançamento previsto para 21 de fevereiro, em Lisboa - Portugal. Da Telona pra Telinha P reciso me confessar. É urgente! Não, não chamem um padre, nem pastor, nem nada religioso. Preciso é me abrir com meus amigos, leitores, enfim, com aque- las pessoas que talvez não esperem determi- nados comportamentos de mim (risos). Dado que é complicado (impossível?) entrar em contato com todos, utilizarei o meu espaço para desabafar minhas insanas atitudes: te- nho visto MUITA televisão! Ai, que vergonha! Essa é uma daquelas revelações que até doem na hora de fazer. Vem na cabeça a pergun- ta: “O que irão pensar de mim? Logo eu que sou pró-leitura, pró-cinema, pró-cultura, pró- arte!” Porém, eu prefiro ser sincera e dizer logo a verdade. Entretanto, eu tenho justifica- tiva. Que calor é esse que anda fazendo aqui no Rio? É de tirar o fôlego. Já deixou de ser um verão saudável para ser um forno. Tenho escutado nas ruas comentários engraçados e bastante pertinentes: “Deus ligou o maçarico e esqueceu de desligar”... Ou, ainda: “São Pedro está espantado com a conta de luz e não quer mais usar o ar refrigerado”. Não dei- xa de ser verdade, não é mesmo? E com essa sensação térmica de matar, nada mais gostoso do que a nossa casa, bem fresquinha... Ok, ir ao cinema é uma delícia, pois as tem- peraturas das salas são bem baixas. Contudo, até chegar ao cinema... Ônibus, fila, stress... E tudo isso somado ao calor! Hum... Será que minha justificativa para esta fase relâmpa- go televisiva é per- tinente? Consegui convencer alguém? E, por conta de andar vendo mais televisão, acabei me atualizando um pouco mais neste sentido. Por esse motivo é que as notícias que darei serão de alguma forma, conectadas a este universo um tanto quanto di- ferente do que eu costumo comentar. Descobri, então, que Bruna Surfistinha, a ex- garota de programa que já fez sucesso com seu blog na Internet, com seu livro e acabou tornando-se filme, ganhará em breve uma sé- rie de TV. Chiquérrima! A produtora Casa 11 já está realizando testes para recrutar elenco. Eles visam contratar cerca de quinze atores, homens de variadas idades. Além disso, pre- cisam também de uma nova “Surfistinha”, personagem-título, que precisará ser, obvia- mente, uma atriz maior de idade, aparentan- do ser um pouco mais jovem. A série, assim como o filme – estrelado por Deborah Sec- co em 2011 –, terá como base o best-seller que foi escrito pela própria Raquel Pacheco, a Bruna Surfistinha, chamado “O Doce Vene- no Do Escorpião: o Diário de uma Garota de Programa”. Infelizmente, ainda não há data de estreia definida, mas já sabemos que irá ao ar no canal FOX. Outra notícia do mundo televisivo está liga- do ao horário que costumava ser da série “A Grande Família”. Como a mesma acabou, tudo indica que ela será substituída por um projeto encabeçado pela dupla de comedian- tes Leandro Hassum e Ingrid Guimarães. A intenção da Globo é conseguir levar os tra- balhos recentes dos dois dos cinemas para a televisão. Bem, a ideia é boa... Tomara que as intenções se transformem em realidade. Os dois são nomes de peso da comédia nacional e têm tudo para preencher com gabarito esta lacuna profunda – quase uma cicatriz – dei- xada com a ausência de “A Grande Família”. Os primeiros rumores contam ainda com uma possível participação de Tiago Abravanel, porém, isso ainda depende da provável reno- vação do contrato do ator. Acredita-se ainda que a série terá uma pegada bem popular, tendo como ancora o dia-a-dia de uma famí- lia classe C. Bacana, não é mesmo? A Rede Globo, por enquanto, não confirma nem des- mente nada. Há grande silêncio e mistério na emissora, afinal, parece que a decisão derra- deira só será tomada no segundo trimestre de 2015. Até lá, nada se sabe sobre os projetos tocados pela equipe de Guel Arraes, diretor geral de séries e humorísticos do canal. Ele é o responsável por ocupar o horário que era da falecida serie até setembro, quando estreia a nova temporada de “The Voice Brasil”. Acredito que, durante o carnaval e antes da cerimônia do Oscar, terei mais coragem e encararei o calor, rumo ao cinema. Não vou aguentar assistir aos desfiles das escolas de samba, os blocos de Salvador e a programa- ção normal. Gostaria muito de uma tempe- ratura mais amena. Entretanto, meu coração cinéfilo é forte, é intenso, é bravo e irá me ajudar a superar qualquer obstáculo pela séti- ma arte. E, se tudo der certo, a próxima colu- na será sobre cinema. Amém!
  3. 3. Niterói 07/02 a 21/02/15 www.dizjornal.com 3 Documento dizjornal@gmail.com Edição na internet para Hum milhão e 700 mil leitores Carnaval com Pouco Dinheiro Com o início deste ano apertando todas as contas, muita gente não vai poder gastar. Este carnaval será mais contido, do ponto de vista de gastos. Além das despesas co- muns à época, o carnaval veio cedo, no meio do mês de fevereiro, e não deu tem- po para “respirar”; principalmente com esta avalanche de aumentos de energia, combus- tíveis, juros do cartão e do cheque especial e todas as outras perversidades deste governo petista. P ara os desfiles de blocos em Niterói a programação é simples: As agremiações vão se concen- trar na Rua José Clemente - entre as Ruas Visconde do Uruguai e Visconde do Rio Branco. Como alternativa, está em estudos também a utilização de uma das faixas da Avenida Amaral Peixoto para a concentra- ção das escolas de samba, na segunda e terça-feira. A área de desfiles deverá terá um percur- so de aproximadamente 500 metros, até a Rua Luiz Leopoldo Fernandes Pinheiro. O trecho da Rua Visconde de Sepetiba, será a área de dispersão. O Grupo Principal terá nove escolas, e as outras dez no Grupo de Acesso, além de outras nove agremiações do Grupo Especial de Enredo; e mais cinco blocos que vão se apresentar. Acompanhe e seja um Repórter WhatsApp para o Jornal DIZ. Para se divertir com pouco dinheiro, aí vai: Em Niterói: Banda do Clube Central – se concentra na Praia de Icaraí, em frente ao clube, a par- tir das 10h, dia 08, domingo. Desfila pela Praia de Icaraí, retorna na Praça Getúlio Vargas e segue para o ponto inicial. Banda do Ingá – concentra na Av. Engenheiro Mar- tins Romeo, no Ingá. Desfila pe- las Avenidas En- genheiro Martins Romeo e Jornalis- ta Alberto Torres (Praia de Icaraí). Dia 08, domingo, a partir das 11h. Bloco Dominó - se concentra na Rua Geraldo Martins, Santa Rosa. Sai na sexta-feira, dia 13, com início às 19h. Con- centra e se movimenta pelas ruas Geral- do Martins, Sete de Setembro e Roberto Silveira e Cinco de Julho, voltando ao ponto de concentração. Bloco Pauta Quente- bloco de jornalis- tas e amigos. Concentra na Rua Aureli- no Leal (em frente dos Correios) sába- do, dia 14, com início às 14h. Banda da AABB – dia 14, sábado, com concentração em frente à sede da As- sociação Atlética Banco do Brasil, Rua Hélio da Silva Carneiro, 78 – São Francisco. Desfila pelas Ruas Hélio da Silva Carneiro, Avenida Rui Barbosa e rotatória da Avenida Quintino Bocaiuva, na Praia de São Francisco. A partir das 14h. Bloco Se Der Certo – (Região Oceânica). Dia 14, Sábado, concentração na Av. Cen- tral, em frente ao Shopping Ibiza. Início às 20h. Festa local (Não se movimenta). Banda da AABB – dia 14, sábado, com concentração em frente à sede da Associa- ção Atlética Banco do Brasil, Rua Hélio da Silva Carneiro, 78 – São Francisco. Desfila pelas Ruas Hélio da Silva Carneiro, Avenida Rui Bar- bosa e rotatória da Avenida Quintino Bocaiuva, na Praia de São Francisco. A partir das 14h. Bloco “Saias na Folia” - (formado só por mulheres) concentração na Rua da Conceição, no dia 17, A partir das 14h, terça feira. É animado. No Rio de Janeiro: Bloco Sovaco do Cristo - Con- centração: Rua Jardim Botânico, esquina com Rua Faro. Percurso: Rua Jardim Botânico, da Rua Faro até a Praça Santos Dummont. Dia 08, domingo, com início às 10h. Estima-se o comparecimen- to de 35.000 pessoas. Bloco das Carmelitas (de San- ta Tereza) Concentração na Rua Almirante Alexandrino, 4.098, Santa Tereza, com percurso até a Rua Mautity Santos. Dia 13 e 17 de fevereiro. Inicio às 15h. Reúnem em média 12 mil pessoas. É muito bom. O Bloco “Balança Tereza” se concentra no Largo das Neves no dia 15, domingo, às 18h. Funciona parado no Largo e reúne em torno de 800 pessoas. Vai até às 22h. No ano passado fizeram uma campanha con- tra a disseminação da AIDS e pelo uso da camisinha. O tema foi: “A Vida é Boa Sem AIDS”. O ambiente é bom. Bloco do Sargento Pimenta – Concentra no Aterro do Flamengo entre o MAM e Marina da Glória, na Glória, a partir das 15h, no dia 16, segunda feira. Festa local. Estima- se o comparecimento de 120 mil pessoas. Este é quentíssimo. As opções de praias em Niterói são as me- lhores. Camboinha se Itaipu ficam vazias e tranquilas. Itacoatiara também, apesar de ter Carnaval eventual. Tem dias que uma mansidão só. É quando se pode dizer real- mente que a praia te pertence. As outras opções são ver bons filmes. Se você tem uma boa TV, pode fazer uma as- sinatura do Netflix. Custa em torno de 17 reais e pode ver os melhores filmes. Divirta-se e não gaste muito. O ano que entra promete! O jeito é equacionar para não se endividar e passar as festas com menor custo. Dê prio- ridade às compras de bens mais duráveis: um tênis novo, uma sandália baixa para não cansar, ou uma camiseta que vai durar o ano inteiro. Livros e filmes podem ser conseguidos na internet, ou mesmo uma programação na TV a cabo pode satisfazer. Entretanto, se quiser folia, a alternativa é a festa de rua: blocos dão o tom do carnaval. Separamos algumas sugestões. Confira: Bloco do Sargento Pimenta Saias na folia Itacoatiara no carnaval Bloco das Carmelitas
  4. 4. Niterói 07/02 a 21/02/15 www.dizjornal.com 4 Informes Expediente Edgard Fonseca Comunicação Ltda. Rua Otavio Carneiro 143/704 Niterói/RJ. Diretor Responsável: Edgard Fonseca Editor: Edgard Fonseca Registro Profíssional MT 29931/RJ Distribuição, circulação e logística: Ernesto Guadelupe Diagramação: Eri Alencar Impressão: Tribuna RJ Tiragem 16.000 exemplares Redação do Diz End: Rua Cônsul Francisco Cruz, nº 3 Centro - Niterói, RJ Tel: 3628-0552 | 36285252 | 9613-8634 Correspondência para Administração Rua Cônsul Francisco Cruz, nº 3 Centro - Niterói, - CEP 24.020-270 dizjornal@gmail.com www.dizjornal.com Os artigos assinados são de integral e absoluta responsabilidade dos autores. D! Nutrição clara.petrucci@dizjornal.com | Instagram: Clara PetrucciEdição na internet para Hum milhão e 700 mil leitores Novos Estudos Sobre o Mirtilo E u já falei aqui sobre os benefí- cios desta fruta (o mirtilo), mas como continua saindo novos estudos, resolvi com- partilhar com vocês. Uma nova publicação na revista Nutrition Reserch sugere que os “blueberries” ou Mirtilo pode ajudar diretamente na imuni- dade, especificamente na produção de célu- las NK “natural killer”, fundamentais no sis- tema imune, além de combater as células cancerígenas. A pesquisa avaliou vinte e cinco homens e mulheres entre 18 e 50 anos que rece- beram 250 gramas de mirtilo ou o equi- valente em um pó placebo, durante seis semanas. Após este período constataram que o nível das células NK havia subido substancialmente nos que ingeriram mir- tilo diariamente, e que a pressão arterial caiu. São benefícios relevantes e anima- dores. Eu detesto passar nas bancas de revistas e ver aquelas publicações com matérias na capa: “Perdi 25 quilos comendo uva”. Ora... Não existe milagre! Uma dieta equilibrada, rica em legumes, frutas, gorduras boas, fontes saudáveis de proteínas, fibras e bastante líquido ainda é a fórmula do sucesso. Não deem crédito a estas invenções mirabolantes. Isto tudo é enganação para vender produtos; se não são nocivos, são inteiramente inúteis. O que tento fazer aqui é mostrar a in- dividualidade dos alimentos, assim como a dos organismos, trazer novas informa- ções e a consciência da importância de uma vida saudável. Saúde! Convocatória da Galeria 52 para 201 AAliança Francesa de Niterói está convidan- do os artistas visuais de diversas disciplinas (pintura, escultura, desenho, fotografia, insta- lação, etc.) para apresentar seus projetos a fim de exporem na GALERIA 52 no ano de 2015. O prazo de entrega dos projetos se encerra no dia 14 de fevereiro. As inscrições podem ser feitas de segunda a sexta feira de 08h30min a 19h00min e sába- do de 8:30 a 12:00h, na recepção da Aliança Francesa de Niterói, Rua Lopes Trovão, 52, Ica- raí. Maiores informações: tel.: 26103966, ou e-mail: direcao@afniteroi.com.br. Projeto Saúde Itinerante da OAB Niterói 2015 Está marcado o primeiro plantão do projeto Saúde Itinerante da OAB Niterói em 2015. Será no dia 26 de fevereiro, das 10h às 16 horas, no Fórum Regional de Pendotiba e con- tará com a parceria da Policlínica do Exército. coordenado pela Comissão de Ação Social e Saúde, presidida por Ana Ce- cília Cardoso, e pelo diretor do De- partamento de Cultura e Eventos da OAB Niterói, Hélio Consídera, o plantão destina-se a verificar gratuitamente a taxa de glicose, colesterol e pressão arterial dos advogados e estagiários, é muito útil, pois já atendeu mais de 7.385 mil profis- sionais, servindo de modelo para diversas seccionais e subseções do país. No dia 12 de março, o plantão será no Fórum Estadual de Niterói, também das 10h às 16 horas, desta vez em parceria da Secretaria Municipal de Saúde. Novos itinerários Intermunicipais para o Carnaval ODetro informa que, de acordo com Portaria publicada no Diário Oficial do dia 3/02, serão implantados novos serviços e itinerários de ônibus rodoviários intermu- nicipais para o Carnaval. Serão criados ser- viços diretos com embarques em Alcântara, Campo Grande, Nilópolis e Nova Iguaçu. As passagens já estão à venda. Os moradores da Região Metropolitana do Rio, incluindo a capital, Niterói e São Gonçalo, que escolherem os principais destinos do estado na Região dos Lagos, Costa Verde e Região Serrana para passar o Carnaval, poderão ter o tempo de viagem diminuído em até uma hora. Este ganho no tempo médio de viagem será possível com a utilização, pela primeira vez, do Arco Me- tropolitano em conjunto com as rodovias metropolitanas, para aliviar o tráfego em vias já saturadas, ou com interdições para obras; a exemplo da Avenida Brasil, a rodo- via Presidente Dutra e o entorno Rodoviária Novo Rio. A operação acontece entre os dias 11 e 23 de fevereiro, quando serão disponibilizados ônibus expressos que farão o trajeto direto pelo Arco Metropolitano.
  5. 5. Niterói 07/02 a 21/02/15 www.dizjornal.com 5 InternetLaio Brenner - laiobrenner1@gmail.com C ientistas americanos descobri- ram uma forma de transfor- mar um smartphone comum em um dispositivo rápido e fácil de usar para realizar testes de detecção de HIV e sífilis. Usando um acessório, cuja fabrica- ção custa 34 dólares – uma diferença enorme com relação a equipamentos para testes padrão, que custam 18 mil - gotas de sangue são analisadas em busca de anticorpos das doenças em questão de minutos. Destacou a pesquisa, realizada por engenheiros da Universidade de Columbia. Quando acoplado à entrada de áudio de um smartphone, os cientistas ex- plicaram que o dispositivo imitou o ensaio imunossorvente ligado à enzi- ma (ELISA), um teste de HIV muito conhecido, e “teve um desempenho Dr. Smartphone quase tão bom” quanto o exa- me tradicional. Especialistas esperam que este dispositivo laboratorial portátil possa se tornar uma ferramen- ta útil, especialmente em locais onde clínicas de campanha são montadas para ajudar popula- ções remotas ou mal assistidas. A equipe de pesquisadores, chefiada por Samuel Sia, pro- fessor associado de engenharia biométrica, visa à realização de testes clínicos mais amplos. “Nosso trabalho demonstra que um imunoensaio completo com qualidade de laboratório pode ser rodado em um aces- sório acoplado a um smartpho- ne”, disse Sia. “Aliar micro-fluidos aos avanços re- centes na eletrônica de consumo pode tornar certos diagnósticos de base laboratorial acessíveis para quase toda a população com acesso a smar- tphones. Este tipo de habilidade pode transformar como os serviços de saú- de são oferecidos em todo o mundo”, prosseguiu. O estudo foi financiado pelo programa Saving Lives at Birth (Salvando vidas no Nascimento), que conta com o apoio da Agência Americana de De- senvolvimento Internacional (USAID), pela Fundação Bill e Melinda Gates, pelo governo da Noruega, pela orga- nização Grand Challenges Canada, pelo Banco Mundial e a Fundação Wallace H. Coulter. É um avanço e tanto na luta contra o HIV e AIDS no mundo, afinal quan- to mais cedo for descoberto o virus maiores são as chances dos portado- res viverem uma vida normal.
  6. 6. Niterói 07/02 a 21/02/15 www.dizjornal.com 6 Edgard Fonseca edgard.fonseca22@gmail.com Edição na internet para Hum milhão e 700 mil leitores Fracasso das Doações D epois de uma fra- cassada campa- nha publicitária de Natal, as entidades do comércio de Niterói, sob o pretenso comando de Fabiano Gonçalves, pre- sidente da CDL Niterói, entregaram as entidades filantrópicas (umas três) da cidade irrisórias doações de aproximadamente 6 mil reais, para cada. Estas importâncias contribuem para uma pequena parte das despesas do mês, visto que as necessidades são infinitamente maiores. Estas entidades, do pata- mar da Pestalozzi e da APAE, já atraves- sam pesadas dificuldades pelos atrasos dos repasses do governo Federal. É claro que no estado de penúria que estão qualquer quantia é bem vinda. Não tem como recu- sar, apesar de serem usadas como pretexto para aparições vaidosas e eleitorais. Para o público fica aparente que estas doações re- presentam o “espírito benemerente e soli- dário”, do caridoso e responsável cidadão- empresário. Conversa mole! Somente quem ganha é Fabiano Gonçalves, que é candida- to a vereador e já fala em ser candidato a prefeito. A “Campanha publicitária” do Natal gas- tou muitas e muitas vezes este irrisório va- lor doado. Só os “prêmios” oferecidos, se fossem leiloados arrecadariam muitas vezes mais. E seria muito mais justa a aplicação desta quantia. Gastam mal. Uma campanha pífia, amadora, inconsistente e inócua. Os lojistas não ganharam nada com esta mal fa- dada campanha publicitária. O Natal foi um fracasso vendas e as entidades filantrópicas recebem este”dinheirinho”? Até quando as outras entidades (ACIERJ e Sindilojas) vão permitir o uso indevido de suas imagens para fins eleitorais? E os associados da gloriosa CDL, que pagam mensalidades para manter a instituição, vão permitir o uso do cargo de presidente para objetivos políticos eleitorais? A CDL tem uma estória de luta e imparcialidade. Nas últimas eleições municipais o PT usou as suas instalações como comitê eleitoral. Tudo “patrocinado” pelo presidente que se tornou secretário municipal. É lícito exercer qualquer cargo público. O que não “com- bina” é ser tudo ao mesmo tempo. Se qui- ser ser secretario municipal, que renuncie a presidência da CDL ou ao menos se licen- cie. Agora, tornar uma instituição de classe veículo de suas aspirações, é inteiramente impróprio. Alô Fabiano! E o tal espírito cristão que você tanto prega? Vamos ajudar a APAE e as demais de forma eficaz. Só pegar carona na filantropia fica feio. E Por Falar e PT F ico de queixo caído com desenvoltura téc- nica que tem os militantes petistas quando se trata de negar seus feitos. Não há in- terrogatório que conduza a um petista a dizer a verdade. É uma espécie de “cartilha bíblica da inverdade”. Os promotores de justiça apresen- tam as provas cabais, as testemunhas acusam diretamente e ainda assim, na impossibilidade lógica de contestar, eles negam, e negam, como o seu patrono e mestre ensinou: “eu não sabia de nada!” O tesoureiro do PT Vaccari Neto, inquirido e acuado, negou tudo! Não sei onde encontra for- ças contra o óbvio. Todos já sabem. Agora é es- perar a prisão do substituto do Delúbio Soares. O pior é que eles são como ratos. Acaba-se com um, ressurgem dez. Este esgoto é muito fértil... Seis por Meia Dúzia O maior desafio do novo presidente da Petro- brás será a assinatura do balanço ainda não finalizado, pois poderá a ser processado cri- minalmente caso o documento ainda contenha erros e não in- clua baixas relativas à corrupção. Isso sem falar dos problemas que irá ter com os americanos, acio- nistas prejudicados, que não se comportam com a tolerância dos brasileiros. Ninguém está entendendo a “meia faxina”. Na diretoria ainda se mantém Eduardo Dutra, ex-presidente da Petrobrás no governo Lula, e ex-presidente do PT!!! Os “novos diretores” são escolhidos pelo “velho Conselho”, entre eles Mirian Belchior, ex-ministra do Planejamento e Guido Mantega, ex-ministro da Fazenda. Até onde vão tapar o sol com peneiras? Fabiano Gonçalves Vaccari Neto Ex-presidente da Petrobrás Graça Foster
  7. 7. Niterói 07/02 a 21/02/15 www.dizjornal.com 7 Edição na internet para Hum milhão e 700 mil leitores JULIANA DIUANA ESCOLA DE DANÇA Quer Dançar Perfeito? Aulas de ballet, jazz, hip-hop, contemporâneo e sapateado, para todas as idades. Rua Noronha Torrezão, 24 Sl: 1.601/02 - Santa Rosa 3254.423 9952564319 Valet no Local Parceria Com o Colégio Maia Vinagre EDGARDFONSECACOM. O Enigma Continua J á fizeram todo tipo de malabaris- mos contábeis, de marketing e de mentiras deslavadas, e ainda assim não apresentaram o tamanho do rom- bo da Petrobrás. Protelaram o quanto puderam a derrubada de Graça Foster e sua malfadada diretoria, e de nada vai adiantar com os novos “diretores maquiadores”. A sujeira é tanta que não está descendo apenas pelos ralos dos esgotos. Transborda a quantidade de mal feitos e ficou impossível deter as informações. A questão agora é saber se realmen- te vão punir os cabeças, Lula e Dilma Opções de Energia Bloqueadas E stá na hora do Brasil abrir novas frentes de produção de energia. Existe um manejo para proteger as velhas práticas, presas a esquemas produtivos voltados para as hidro e termoelétricas. É como se priorizas- sem, por acordo, as distribuidoras e operadoras, protegendo um “fatura- mento caixa único”. Este tipo de com- portamento caracteriza prática de car- tel. Se assim não fosse, os governos já estariam investindo em alternativas, e de custo inferior. Outras formas de produção, bem mais baratas e mais limpas, como eólicas e solares não ameaçam “negócios” das grandes operadoras. E no mais, a prioridade é o consumidor. As opera- doras são empresas concessionárias, o que define a prioridade do público. Rousseff. Está claro que estes larápios infiltrados, do quilate do Paulo Rober- to Costa, Duque, Fernando Baiano, Vacari, Nestor Ceveró e Yussef, e até mesmo a Dilma, eram apenas braços avançados do “Grande Mentor” Luiz Ignácio Lula da Silva. Resta saber quem vai ter peito de me- ter este grande manipulador na cadeia. O momento é este. Ele não tem man- dato e os privilégios de ex-presidente não são bastante para protegê-lo de ser preso pelos crimes que já cometeu contra a nação brasileira. Nestor Ceveró
  8. 8. Niterói 07/02 a 21/02/15 www.dizjornal.com 8 Renda Fina Aniversariantes da Edição Marcelle Fontes Luiz Antonio Mello Fernanda Cantarino O’Dwyer Gabriel Petrucci da Fonseca Nilson Ricardo Edição na internet para Hum milhão e 700 mil leitores Princesa Brenda Bruno Lessa no Pódium Preparando a Sapucaí Reeleito Provedor Brenda Genn comemo- rou seu nono aniversá- rio no Clube Central com os amigos e colegas do Colégio Assunção, onde estuda. Ela tem se destacado na ginás- tica, com desenvoltura nas fitas e nos bambolês. Gosta de esportes radicais e moda. Ela é neta do advogado e ex-vereador Pedro Genn e sobrinha neta do brilhante advogado criminalista João Marcos Genn. O clã dos Genn reverenciam e aplaudem a Brenda. Vida longa para a Brenda Overeador Bruno Lessa colou grau na Faculdade de Direito da UFF. Também já passou no exame da Ordem dos Advogados. Ele agora é realmente um advogado. A família Lessa (os pais Silvio e Ana) comemora junto com o diretor da faculdade, Edson Alvisi Neves. A produtora de eventos Roseli Araújo com as atrizes, Josie Pessoa e Paloma Bernardi, na Sapucaí. É beleza garantida. O Dr. Paulo Roberto Sad da Silva foi reeleito provedor da Irmandade de São Vicente de Paulo. Na foto, com a Irmã Ângela Magalhães, diretora do Colégio São Vicente de Paulo.
  9. 9. Niterói 07/02 a 21/02/15 www.dizjornal.com 9 Conexões contato@erisveltonsantana.com erisveltonsantana.com E! Games dizjornal@gmail.com Jêronimo Falconi Se Não Fosse Verdade (Encerramento do Grand Chase) A lguns jogos entram na vida dos ga- mers, de tal forma, que passam do mero entrenimento para algo vivido e tão marcante que seu encerramento é muito ruim. Esse o caso do “Grand Chase”, um jogo online de ação com elementos de RPG que chegou de ter 39.500 jogadores simultaneos. Em operação no Brasil há 9 anos, "Grand Chase" representou um marco para a Level Up! Games. Por aqui, o jogo possui uma comunida- de tão forte que "Grand Chase" chegou até a re- ceber uma personagem criada com ideias do pú- blico brasileiro, a sacer- dotisa Lin. A produtora KOG, res- ponsável pelo jogo, não produz mais conteúdos ou atualizações, pois alega ter direcionado seus esforços para outros projetos. Segundo a Level Up!, a KOG se recusou a vender os direitos de "Grand Chase" para a produtora brasileira con- tinuar desenvolvendo o jogo por aqui. A equipe responsável pelo servidor brasileiro também já foi desfeita e redirecionada para ou- tros projetos da empresa. Contudo, o jogo não será desativado automatica- mente: o servidor ficará online até 13 de abril e a Level Up! prepara um grande evento de encer- ramento, "para celebrar a história do jogo e tudo o que 'Grand Chase' significou para os fãs brasileiros". A loja de créditos do jogo foi fechada no dia 2 de fevereiro, enquanro a de Cash (moeda utilizada nos jogos da Level Up!) permanecerá aberta até o encerramento do servidor para os jogadores adicionarem as moedas que ainda tenham obtido (de revis- tas ou PINs). Através da central de suporte da Level Up!, os jogadores poderão fazer a transferên- cia do Cash não usado de "Grand Chase" para outros games, mas só após o en- cerramento do jogo. Realmente, tudo tem co- meço, meio e fim. A frase é clichê, mas adequada não só a vida, como também ao mundo dos games. Os reais motivos do encerramen- to de “Grand Chase” nunca saberemos e como na vida o mundo dos games também segue. Até a próxima! • Na rua que conduz ao MAC, o mais importante ponto turístico de Niterói (Av. Engenheiro Martins Romeo), uma frondo- sa árvore está sendo tomada por “erva de passarinho”. Vai ser consumida. Onde está o serviço de conservação da prefeitura? • Niterói já foi Cidade Sorriso. Agora é cidade dos fuzis. Da entrada da ponte à Região Oceânica podemos esbarrar com “figuras” portando estas armas, livremente. Na Grota em São Francisco e na Garganta, isso é comum, e todos os dias. Qualquer dia o policiamento das ruas vai ser feito pe- los bandidos. E agora? • Na Avenida Rui Barbosa (antiga Estrada da Cachoeira), na altura do número 865, de quem desce, (existe uma viela). Verifi- quem o rio poluído por lixo e esgotos. Mui- tas vidas estão ameaçadas. (mandou vídeo). • Li num outro jornal que a ciclovia que corta a Roberto Silveira deveria passar pe- las ruas de dentro, no Jardim Icaraí. É uma ideia. Assim, recuperaríamos uma pista na “Silveira” e ficaríamos livres daqueles se- paradores de cimento que só servem para causar acidentes, machucar os carros e cor- tar pneus. • Ciclovia foi criada para dar segurança aos ciclistas. Muitos deles resolveram andar em alta velocidade, acreditando que a pista é de corrida. Só se esquecem do pedestre que volta e meia é ameaçado de atropela- mento. E aos pedestres quem vai dar se- gurança? • Aumentaram as passagens, a luz, a água, a gasolina e os impostos. E ninguém está fazendo nada. Não faz muito tempo as ruas ficaram cheias de gente gritando pelos 20 centavos de aumento nos ônibus. E agora? O aumento foi maior. E aí? • Erro de informação e continuidade na novela da Rede Globo. O “comendador” (da novela das 8) na cadeia usa camiseta verde dos presos da SEAP, e por cima, um casaco preto. Esta cor (preto) é a dos uni- formes dos guardas. Presos são proibidos de usar qualquer cor escura para não con- fundir preso com guarda. Furou a pesquisa e desinformou. • Só quero dizer, que acho este jornal de vocês, o melhor jornal da cidade. É bonito e tem conteúdo. Leio tudo. Parabéns. Con- tinue assim. • Já cadastrei o número do jornal. Vou fa- zer contato e mandarei informações. Serei o “repórter imediato” deste prestimoso jor- nal. • A Região Oceânica de Niterói parece um lugar sem dono, sem poder público, entre- gue a sua própria sorte. A violência está em todos os lugares e nos sentimos desprotegi- dos como num filme de suspense ou ficção científica. Aqui está cada um por si. Pobre Cafubá! E seja o que Deus quiser...
  10. 10. Niterói 07/02 a 21/02/15 www.dizjornal.com 10 Fernando Mello - fmelloadv@gmail.com Fernando de Farias Mello E a Culpa é do Povo D iante da mais que certa falta de água e luz, parece que governos, de todas as esferas, já encontraram os culpados. O primeiro culpado é conhecido de to- dos e vem sendo acusado de forma indi- reta, velada. Os políticos acusam a tal da “falta de chuvas” (o que vem ocorrendo desde 2001), olhando para os seus como primatas pré-históricos. Então, presumo que esses governantes e seus amiguinhos incompetentes, estejam colocando a culpa em Deus, já que é o efetivo responsável por tudo, como apregoam todas as religiões. Isso não colou! Somos ignorantes, mas não totalmente burros. Então, esses políticos caranguejos do mal, apontam nas suas ex- plicações pífias, acusando diretamente os fracos e oprimidos habitantes do Brasil: o povo, claro! Sim, prezado leitor, nós somos os culpados por tudo e o Estado inimigo já está afian- do as suas foices e garras para multar os consumidores pelo eventual aumento do consumo de água. É isso: a culpa é do povo para essa “ban- dalha” de incompetentes e administradores de 5ª categoria que estão no poder atrapa- lhando as nossas vidas. A culpa é nossa, tudo bem. Mas, só que em parte, já que considero correto culpar aqueles que votaram e votam errado, ele- gendo sanguessugas. O voto errado é o verdadeiro erro do povo que continua a reeleger esses corruptos in- competentes, verdadeiros criminosos e no- civos ao país. O prejuízo é muito grande. Estamos e so- mos passivos. Em outras nações e por muito menos, to- cariam fogo nas Assembleias. O país iria, literalmente, arder nas mãos do povo deter- minado a não mais permitir abusos desses políticos canalhas. Por que não culpam o desperdício da Ce- dae e Águas de Niterói, por exemplo? Que estranho silêncio é esse de todos? Assisti- mos todos os dias nos jornais televisivos, e ao vivo, água jorrando pelas ruas e calçadas em impressionante demonstração de deslei- xo e falta de planejamento administrativo. A culpa é nossa? Na verdade, o que se passa na cabeça dos administradores é: se os vazamentos come- çarem a dar prejuízos, nos aumentaremos o valor das contas de consumo. Simples. Com relação ao provável racionamento de luz, isso está explicado no investimento equivocado e causado pela incompetência e estupidamente dimensionado pela cor- rupção. O Brasil sempre passou a imagem de um país abençoado pelas águas, uma ilha hi- drográfica no meio do mundo desértico. Isso passou com a permanência de El Niño e mudanças climáticas anunciadas desde a Conferência Rio 92. Los Angels, nos EUA, fica numa região bastante seca. Há décadas atrás adminis- tradores públicos competentes percebe- ram que haveria falta d’água na cidade no futuro. Não vacilaram e tomaram medidas preventivas, buscando manter a população e indústrias abastecidas, como ocorre hoje. Isso reflete responsabilidade com o cidadão norte americano e a existência de políticos sérios e que sabem o poder que o povo possui. A grande maioria dos nossos políticos é sem vergonha. A corrupção mata e deixa morrer. Não constrói e destrói gerações de brasileiros esperançosos. Tomo com exemplo da destruição da cor- rupção o que ocorreu na Região Serrana do Estado quando em janeiro de 2011. As chuvas demolidoras ceifaram vidas e cau- saram estragos nas cidades de Friburgo, Teresópolis e Itaipava. O Governo Federal repassou verbas para reconstrução que foram surrupiadas pelas prefeituras, sem dó e escrúpulos! Prefeitos foram cassados. Vice-prefeitos que tomaram posse também foram cassa- dos. Ninguém foi preso. Não há notícias de processos judiciais. O dinheiro foi des- viado. Nada foi feito. Casas não foram re- construídas e a vida segue aos trancos e barrancos para o povo sofrido. Precisamos, sim, mudar a lei eleitoral e punir definitivamente os responsáveis, cor- ruptos e incompetentes. Fernando Mello, Advogado www.fariasmelloberanger.com.br e-mail: fmelloadv@gmail.com SeÊvocê ÊnãoÊaguentaÊmaisÊserÊjogadoÊdeÊumÊladoÊ proÊoutroÊpeloÊSAC,ÊligueÊpraÊgente.ÊAqui,ÊvamosÊ ouvirÊ eÊ acompanharÊ suasÊ reclamaçõ esÊ sobreÊ leisÊ queÊnãoÊestãoÊsendoÊcumpridasÊeÊatéÊmesmoÊdeÊ serviçosÊmalÊprestadosÊporÊempresasÊprivadas. P I N G P I N G P O N G P I N G P I N G P O N G
  11. 11. Niterói 07/02 a 21/02/15 www.dizjornal.com Pela Cidade 11 Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores ORAÇÃOASANTO EXPEDITO Festa 19 de abril. Comemora-se todo dia 19 Se vc. está com algum , precisa de , peça a Santo Expedito. Ele é o Santo dos Negócios que precisam de pronta solução e cuja invocação nunca é tardia. Problema Difícil e aparentemente sem Solução Ajuda Urgente ORAÇÃO Obrigado. : Meu Santo Expedito da Causas Justas e Urgentes, socorrei-me nesta hora de aflição e desespero. Intercedei junto ao Nosso Senhor Jesus Cristo! Vós que sois o Santo dos Aflitos, Vós que sois o Santo das Causas Urgentes, protegei-me, ajudai-me, Dai-me Força, Coragem e Serenidade. Atendei o meu pedido: (fazer o pedido) Ajudai-me a superar estas Horas Difíceis, protegei-me de todos que possam me prejudicar; Protegei minha família, atendei o meu pedido com urgência. Devolvei-me a Paz a Tranqüilidade Serei grato pelo resto da minha vida e levarei seu nome a todos que têm fé. Rezar 1 Padre Nosso,1 Ave Maria e Fazer o sinal da cruz. “para que os pedidos sejam atendidos é necessário que sejam justos”. Agradeço a Santo Expedito a Graça Alcançada.Santo Expedito Dr. Helder Machado Urologia Tratamento de Cálculo Renal a Raio Laser Rua Dr. Celestino, 26 Centro - Niterói. Tels:2620-2084 /2613-1747 Clínica Atendemos UNIMED eParticular Atendimento 24H pelo tels: 8840-0001e9956-1620 Paraíba do Sul Transparência Online Foi aprovado no dia 03 passado o projeto de lei do deputado Comte Bitten- court, que torna transparen- te os dados do monitora- mento mensal da quantidade e da qualidade da água da bacia do rio Paraíba do Sul, feito pelo Instituto Estadu- al de Ambiente (INEA). O objetivo é disponibilizar a informação para toda a po- pulação no site do órgão. Atualmente o INEA moni- tora a bacia através de 16 estações de amostragem na calha principal e em 21 de seus afluentes, avaliando seus principais indicadores físi- co-químicos da água, através de biotestes qualitativos. Entretanto, essas informa- çõesnãosãodisponibilizadasàpopulação. Segundo Comte, o cidadão é o melhor fiscal e, por tanto, é necessária a transpa- rência por parte dos responsáveis do con- trole da bacia que, apesar de primordial no abastecimento de água do estado do Rio de Janeiro, está com seu volume redu- zido à apenas 0,33% de sua capacidade. “Temos conhecimento da grande po- Artesã Niteroiense Calça as Famosas Moradora do bairro do Cubango, 28 anos, Nívea Ramos tem o carnaval no sangue e motivos a mais para vibrar. Mu- sas, como Viviane Araújo e Juliana Alves, rainhas de baterias e des- taques de várias escolas de sam- ba, cruzam a Marquês de Sapucaí usando as suas criações. Nos pés de muitas delas, ou mesmo deles, estão sapatos, sandálias ou botas, criados e confeccionados por essa ex-bancária que aprendeu o ofício de artesã com o pai sapateiro. Em 2009 ela foi à rainha do carnaval de Ni- terói. Cresceu frequentando os ensaios da escola, mas foi há sete anos, quando fi- cou desempregada. que descobriu que seu talento estava muito além de contas e extratos bancários. A partir daí, o ta- lento e a criatividade falaram mais alto, e paetês, tiras, purpurinas e muito charme, se transformam em verdadeiras joias dos pés. Famosas como Cris Viana e Graciane Barbosa, desfilam pela Sapucaí, calçadas em suas criações de muito estilo. luição desses mananciais e precisamos que os mecanismos de controle, como se caracterizam as estações de amos- tragem, sirvam efetivamente para a pro- teção da população. Neste momento em que o estado sofre com uma signi- ficativa crise hídrica, se faz necessário o acompanhamento, cada vez mais atento, tanto da quantidade quanto da qualida- de da água do rio Paraíba do Sul e de seus afluentes”, disse o parlamentar. O projeto de lei segue agora para a san- ção do governador Pezão. Os detalhes da criação e dos modelos são discutidos com quem encomenda. Em al- guns casos, Nívea desenha e confecciona de acordo com o tema e nome da fantasia das musas. Em outros, as escolas man- dam o croqui e ela desenvolve o modelo. Após a quarta-feira de cinzas, Nívea volta ao batente e continua trabalhando com modelos exclusivos, feitos sob encomen- das para os que não se arriscam no sam- ba, mas não dispensam um modelo de estilo e exclusivo nos pés. Deputado Comte Bittencourt Antonia Fontenelli e Nívea Ramos
  12. 12. Niterói 07/02 a 21/02/15 www.dizjornal.com Em Foco dizjornal@gmail.com 12 Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores “Pedaço de Conversa” Telefones: Proibição de Cobrança de Assinatura O Brasil de Jorge Amado No Museu Janete Costa de Arte Popular, uma mostra especial apresenta temas marcantes da obra do cé- lebre escritor baiano (Jorge Amado, a Bahia, as mulheres, o mar, a comida e os amigos,...) que apresentou ao Bra- sil, sua gente, sua cultura e suas expressões artísticas para todo o mundo. Dois quadros de Di Cavalcanti (do acervo do Museu do Ingá), esculturas, grafite, instalações, vídeos e peças da coleção de objetos de arte popular da coleção pessoal de Jorge Amado vindos da Fundação Casa de Jorge Amado, em Salvador, fazem parte da mostra. A entrada é gratuita e o horário de visitação é de 10h às 18h. O endereço é: Rua Presidente Domiciano, 178-182, São Domingos. Comissão Especial da Câmara dos Deputa- dos destinada a proferir parecer ao Projeto de Lei nº 5.476, de 2001, do Sr. Marcelo Teixeira, que "modifica a Lei nº 9472, de 16 de julho de 1997, determinando que a es- trutura tarifária dos serviços de telefonia fixa comutada, prestados em regime público, seja formada apenas pela re- muneração das ligações efetuadas" ( PL547601 ). Explicação da Ementa: Dispõe que o assinante pagará apenas a quantidade de pul- so e minuto efetivamente utilizado; proíbe a cobrança de assinatura básica. Se houver insistência de cobrança indevida por parte das operadoras, o usuário do serviço deverá entrar com ação judicial para a suspensão da cobrança e indenização por dano moral. É importante que os usuários reajam prontamente. Esta será a melhor maneira de coibir estes abusos frequentes. OGiro Cultural é um evento gratuito organizado men- salmente pela Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro. Sempre preocupado em atender um público di- versificado, dos mais jovens aos idosos, o Giro conta com eventos evolvendo literatura e teatro. Em cartaz na Sala de Cultura Leila Diniz o público poderá conferir a exposição “Pedaço de Conversa”, que utiliza a pintura para registrar momentos, a natureza morta e per- sonalidades. O artista plástico Renato Shamá, o autor da exposição, desenha retratos dos convidados em atividade extra. A exposição fica em cartaz até o dia 27 de fevereiro, e pode ser visitada de segunda a sexta-feira das 10h às 17h.

×