Diz109

221 visualizações

Publicada em

Jornal

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
221
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Diz109

  1. 1. Niterói 25/07 a 02/08/13 www.dizjornal.com Edição Online Para Um Milhão e Duzentos Mil LeitoresDiz: Todo Mundo Gosta Zona Sul, Oceânica e Centro de Niterói 16 Mil Exemplares Impressos 2ª Quinzena Nº 109 de Julho Modelo:ClaraNespoli*Beleza:RickSantos*Foto:JulioCerino D i r e t o r R e s p o n s á e l: E d g a r dv F o n s e c a Página 03 Política: Quem Lidera em Niterói?
  2. 2. Niterói 25/07 a 02/08/13 www.dizjornal.com 2 Cultura Paulo Roberto Cecchetti prcecchetti@ig.com.br annaperet@gmail.com DIZ pra mim... (que eu conto) Anna Carolina Peret lucionária de mudar o planeta. E já que estamos falan- do de questões tão po- lêmicas, podemos tratar também de filmes que tocam em algumas feri- dinhas supracitadas. Em breve, chega aos cine- mas “Sem Evidências” (“Devil’s Knot”, no ori- ginal). Esse suspense, com violentas manchas de drama; foi dirigido por Atom Egoyan (“Verdade Nua” e “The Captive”), o qual tentou, de todas as for- mas, ater-se aos relatos do que de fato ocorreu em 1993, quando no estado do Arkansas, três crianças de oito anos desa- pareceram e foram encontradas mortas no dia seguinte, espancadas e amarradas. Um mês depois, três adolescentes são presos, acusados das mortes, que teriam sido pro- duto de um culto satânico. Algumas con- fissões são feitas, o julgamento é realizado. Porém, o crime carece de algumas provas fundamentais. A tensão toma conta do es- pectador durante toda a sessão. Para abalar ainda mais os nervos, o elenco é encabeça- do pelos “oscarizados” Reese Witherspoon (“Johnny & June” e “Água para Elefantes”) E u acredito plenamente que um dos grandes problemas da humanidade seja o famoso “pouco caso”. Sempre acreditamos que os nossos problemas sejam maiores que os dos outros. Acreditamos também que nossas opiniões são mais relevantes, que somos mais inteli- gentes, que nossas crenças são “mais cor- retas” – se é que isso existe – e que nossos erros são mais passíveis de perdão e mise- ricórdia. Em primeiro lugar, vale lembrar o ditado no qual se afirma que “cada um sabe onde o calo aperta”. Em segundo, menos- prezar a dor, a opinião ou os sentimentos alheios é muito feio, pois se trata, em úl- tima instância de um brutal julgamento do qual não temos evidência alguma, afinal, não residimos dentro do outro. E, mais do que isso, ao viver em uma sociedade que pretende ser igualitária, palco dos direitos humanos, democrática e laica, é até incon- cebível encontrar-se sobre o “ilegal-poder- julgador” de quem quer que seja. A própria Carta Magna vigente nos prote- ge, revestida de princípios, contra tais des- pautérios. Em um momento tão peculiar e transformador, não só no Brasil como em todo o mundo, vale a pena concentrarmo- nos nas nossas decisões e atitudes. A trans- formação vem de dentro, começa em cada um de nós e tem, sim, a capacidade revo- e Colin Firth (“O Discurso do Rei” e “Um Golpe Perfeito”), fantásticos em seus res- pectivos papéis. E por falar em reflexões, é imprescindível conferir o novo “Planeta dos Macacos: O Confronto” (“Dawn of the Planet of the Apes”, no original) pretendendo ser mais do que apenas um bom filme de ação. Afi- nal, tropeçamos em blockbusters e enlata- dos variados, porém, carecemos de conte- údo – não só no cinema, não é verdade? Enfim, trata-se de uma franquia badaladíssi- ma que, ao contrário de muitas outras, deve ser tratada como exceção, uma vez que sua qualidade gráfica é excepcional, entretanto, em nenhum momento, descuidou-se do tutano desta sequência. Se o primeiro fil- me decepcionou e muito, o segundo chega para amenizar o coração dos fãs da saga. Sai o diretor Rupert Wyatt, assumindo sua tarefa e uma responsabilidade incrível o de- talhista Matt Reeves (“Deixe-me Entrar” e “Cloverfield – Monstro”). É muito impor- tante conseguir traçar um paralelo com a realidade, observando como não deve exis- tir o preconceito racial e como é inócuo e ingênuo fazer uso da violência para resolver faticamente os conflitos. Trata-se de mais de duas horas de projeção que, de forma didática, destaca diversos erros dos ho- mens, na sua maioria intolerantes, na busca da imposição de seu modo de pensar, sem diálogo possível, apenas com sangue der- ramado. Presenciando um período tão belicoso e tu- multuado, creio que esses dois filmes pos- sam dar conta de uma dose contundente de reflexão e meditação. Estamos ligados no “automático”, plugados no conteúdo digital, engolindo fantasias bem boladas, ruminando informações censuradas, dige- rindo mentiras descaradas e alimentando nossa eterna desesperança. Se pudermos, nem que seja um pouquinho, tentar encon- trar uma luz, um caminho, um pensamento mais amplo e menos mesquinho, estare- mos, mesmo que de forma bastante em- brionária, fazendo um bem coletivo. Pense nisso. Qualquer Semelhança é Mera Coincidência - Reabertura do Centro de Artes UFF  acontece com apresentação de três exposições de cinco artistas: “Nar- rativas Infecciosas”, de Marcelo de Melo; “Pregação”, de Felipe Bailuni, e “Corpo Fechado”, coletiva de Be- atriz da Matta, Camila Paola e Jessy Kerolayne.  Esta última no Espaço UFF de Fotografia. Visitação é franca e estará aberta ao público até 03 de setembro, 2ª a 6ª, das 10 às 21h; sábados e domingos, das 14 às 21h. Galeria de Arte UFF (Rua Miguel de Frias, n° 9 - Icaraí). - A AFL-Academia Flumi- nense de Letras, presidi- da pelo Dr. Waldenir de Bragança, e Luís Antônio Pimentel, o mais antigo frequentador da BPN, (na sabedoria dos  seus 102 anos), convidaram para a comemoração dos 97 anos da instituição cultu- ral. no dia 22 de julho, na sede da Biblioteca Pública de Niterói (Praça da República, s/nº - Centro). - Dia 28 de julho, 2ª feira, a partir das 19h30min, co- memoração tríplice (adesão) na Churrascaria Verdanna Grill: 36 anos do jornal Santa Rosa, e aniversários dos jornalistas Ernesto Guadelupe/Guadá e Sílvia Tani. - A Galeria de Arte La Salle (Rua Gastão Gonçalves, nº 79 - Santa Rosa) apresenta “Cacos e Ecos”, exposição do Atelier de Cerâmica Keiko Mayama até 15 de agosto. Visitação grátis de 2ª a 6ª, das 9 às 21 horas; sábados, das 09 às 12 horas.  - As jornalistas Ivana Elvas e Sandra Klinke lançaram, no Empório MIX (Rua Men de Sá, nº 91 - Icaraí), dia 25 de julho, 6ª feira, o livro “Cada sonho tem seu tempo”. Vale conferir. - Teatro da UFF (Rua Miguel de Frias, nº 9 - Icaraí) pro- move Ciclo de Debates sobre o Teatro Contemporâneo Brasileiro. O Iº Encontro de Artes Cênicas acontece nos dias 29 e 30 de julho, das 9h30min às 17h30min. En- trada franca. - O Coral Amantes da Música canta o poetinha Vinícius de Moraes, dia 22 de agosto, às 19 horas, no Museu do Ingá (Rua Presidente Pedreira, nº 78). Imperdível! - A  artista plástica  Jo Grassini (foto) é a autora do busto do Dr. Teixeira de Freitas a ser inaugu- rado dia 11 de agosto na OAB-Niterói. - A Orquestra Sinfônica do Programa Apren- diz se apresenta dia 30 de julho, 4ª feira, às 12h30min, na Sala de Cultura Leila Diniz/Im- prensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro. Faz parte  do programa “Prelúdio”, “Toada”, “Cantiga de Ninar”, “Baião”,“Desafio”, entre outros temas. A série ‘Con- certos na Imprensa’ é mantida pelo Instituto Memória Musical Brasileira – IMMUB. Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores
  3. 3. Niterói 25/07 a 02/08/13 www.dizjornal.com 3 Documento dizjornal@gmail.com Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores Quem Lidera em Niterói? O recente fato da retirada da candidatura do deputado Estadual Felipe Peixoto como vice-governador na chapa da coligação do PMDB, que tem o governador Pezão como candidato a reeleição, causou um espécie de redemoinho de questionamentos dentro da política regional. Niterói é o cerne da discussão e há um aparente embate de reconhecimento ou realocação das lideranças locais. Até então, a figura do ex-prefeito Jorge Roberto Silveira estava em aparente repouso, desde que não se candi- datou a qualquer cargo e aliados insistiam na sua recusa de participar V amos dividir por grupos e persona- lidades que se agitam e fazem afir- mações que são contestadas por outros e é preciso analisar sem paixões os fatos para entender melhor a acomodação necessária para o prosseguimento da polí- tica local. Um fato é unânime dentro das correntes de oposição: todos desejam mudanças de co- mando e almejam disputar a próxima elei- ção contra o PT e não permitir a reeleição do atual prefeito. Todos também concordam que é preciso estar unidos e afinados para não dividir for- ças. Que de nada adiantará disputas parale- las e que enfraqueça o bloco de oposição, se é que se pode chamar assim. O fato do prefeito manter clara e indiscu- tível maioria na câmara, onde 17 dos 21 vereadores votam suas proposições, nada quer dizer quando se trata de sucessão lo- cal. Essa maioria se dá pelo fato do prefeito ter o poder de decidir obras, cargos e ou- tros benefícios. Não se trata de uma esco- lha dos vereadores ou que represente uma liderança inconteste. Todos caminham uni- dos pela política de interesses, onde cada um quer trazer benefícios para suas áreas de atuação e eleitores. É uma espécie de “namoro de interesses”. No momento que houver outro “provedor” em vista, a troca será feira sem dó e nem piedade. A cidade mudou e outros grupos, até então sem representação, passaram a influir, ain- da que na oposição ao executivo municipal. Quem faz oposição ao prefeito são os três vereadores do PSOL e o vereador Bruno Lessa do PSDB, que desponta como uma liderança real e que está fazendo diferença na conjuntura. Após o fato de Felipe Peixoto ser destituído da condição de candidato à vice do Pezão, resolveu abdicar de concorrer a qualquer cargo, tornando-se coordenador de sua campanha. A sua destituição nada teve a ver com ele ou com os desejos do governador e até mesmo da coligação. Se deveu a uma intransigência do presidente do seu partido, que insistia em concorrer ao senado, onde já existia a candidatura do ex-prefeito e ve- reador Cesar Maia. Nos bastidores se diz que se tratou de uma manobra engendrada pelo ex-presidente Lula, com a intenção de implodir o movimento “Aezão”. Natural- mente, Lupi recebeu a garantia de apoio do Lula em todos os níveis, e criou o mal estar para forçar a saída de Felipe e tentar que ele se tornasse o vive do candidato do PT, Lindbergh Faria. Imediatamente a sua saída da coligação, Felipe recebeu convites tam- bém para ser vice do deputado Garotinho e do pastor Crivela. Felipe Peixoto recusou todas e preferiu ser o coordenador do Pe- zão, declarando que “ele tem lado e é fiel a seus aliados.” Mas essa postura honesta e coerente do Felipe causou reboliços na política local, na medida que retornou a condição de prin- cipal candidato a prefeito nas eleições mu- nicipais de 2016. Ele já estava em outro patamar e já pensaria em ser governador, visto que o Pezão não poderia se candidatar a reeleição. Com a decisão de incluir o prefeito de Nite- rói na coordenação da campanha do gover- nador Pezão, alguns líderes locais criaram suposições quanto a tolerância de Felipe Peixoto, em dividir este comando com seu principal opositor. Criou-se um mal estar e algumas forças políticas começaram a dizer que Felipe fazia concessões demasiadas e que estaria se tornando “invertebrado”. O PSDB, representado por Bruno Lessa, que participa, junto com o PPS e forças do PMDB de um grupo supra partidário pró Áecio Neves à presidência, deixou cla- ro que não seguiria a reboque de partido algum e que se colocaria na condição de igual, negociando e implementando agen- das positivas, mas que o seu partido se auto administra e têm posições próprias. A nossa reportagem foi ouvir o deputado Felipe Peixoto que disse: “respeito e admiro o vereador Bruno Lessa. Ele é inegavelmen- te uma força em ascensão, uma liderança clara e honesta e com um futuro promissor na cidade. Vejo-o como parceiro e aliado. Tudo que vier a ser feito politicamente será declarado com antecedência e com o res- peito que merece, assim como os demais membros do PSDB. A minha atitude de ‘comungar com o pre- feito Rodrigo Neves’, a coordenação em Niterói, não é um ato de recuo ou de con- cessão. Entendo como uma soma para be- nefício maior do nosso candidato Pezão. Eu sou coordenador de todo estado do Rio de Janeiro. Divido coordenações com outros em diversos municípios, onde eles atuam regionalmente. Eu atuo em todo estado e mais um coordenador só virá para somar. Temos que ter maturidade política e pen- sar grande, sem resistência banais que não constroem e empobrecem o pensamen- to político. Quero caminhar para frente e para cima; não posso parar para pequenos embates vindos de insatisfações primárias. Quero uma agenda positiva e assim será”. Por sua vez, não se pode esquecer o tra- balho e liderança do presidente do legisla- tivo Municipal, vereador Paulo Bagueira. É uma liderança expressiva, capaz de nego- ciar com antagônicos e apresentar soluções satisfatórias. Dialoga com as oposições e com o executivo, e exerce grande liderança sobre os 16 vereadores da base, Todas as decisões na cidade passa pela audição do Bagueira que representa neste momento o equilíbrio entre as forças. Quem imaginava que Jorge Roberto Silveira ficaria fora, se enganou, Ele opina e tem voz ati- va. Continua sendo um dos melhores cabos eleitorais nesta eleição e irá fortalecer seus aliados, inclusive aqueles que embora participem da base do prefeito, são incondicionalmente leais a Jorge Roberto. Existe ainda o PPS do deputado Comte Bi- tencout, que pela tradição partidária, e pelo empenho do Comte na campanha presiden- cial do senador Aécio Neves, virá crescer muito com a vitória do PSDB, tradicional aliado do PPS. A peças estão no tabuleiro e o jogo conti- nua a ser jogado... diretamente do embate eleitoral. A saída de Felipe Peixoto, do mesmo partido de Jorge Roberto, o PDT, reacendeu antecipadamente a questão da disputa eleitoral para as eleições municipais para 2016 e Jorge Rober- to apoiando Felipe, passou a opinar e mover suas peças no tabuleiro da política local. Mas afinal, que política local é essa, como está e quem realmente tem influência? Jorge Roberto Silveira Bruno Lessa Sergio Gomes Ulisses Franceschi Felipe Peixoto
  4. 4. Niterói 25/07 a 02/08/13 www.dizjornal.com 4 Informes Expediente Edgard Fonseca Comunicação Ltda. Rua Otavio Carneiro 143/704 Niterói/RJ. Diretor Responsável: Edgard Fonseca Editor: Edgard Fonseca Registro Profíssional MT 29931/RJ Distribuição e circulação: Ernesto Guadelupe Diagramação: Erisvelton Santana Impressão: Tribuna RJ Tiragem 16.000 exemplares Redação do Diz End: Rua Cônsul Francisco Cruz, nº 3 Centro - Niterói, RJ Tel: 3628-0552 | 36285252 | 9613-8634 Correspondência para Administração Rua Cônsul Francisco Cruz, nº 3 Centro - Niterói, - CEP 24.020-270 dizjornal@gmail.com www.dizjornal.com Os artigos assinados são de integral e absoluta responsabilidade dos autores. D! Nutrição clara.petrucci@dizjornal.com | Instagram: Clara Petrucci Os Benefícios do Açafrão Utilizado com muita frequência no oriente, o açafrão, curry, cúrcuma, ou como quiser cha- mar, possui grandes poderes a favor da saúde humana. A medicina oriental antiga utilizava não só como tempero, mas também em pomadas, pastas e soluções para uso tópico. Mas, como nosso objetivo aqui é falar de saúde de dentro para fora, vou focar nesses benefícios . Isso foi só para ressaltar que o açafrão é tão poderoso, que mesmo quando usado de fora para dentro também age de forma eficiente. Como anti-inflamatório, age inibindo e regulando esse fenômeno no orga- nismo, que é necessário como respos- ta, mas tem ocorrências de forma de- senfreada, causando mil complicações ao nosso organismo. Inibe a artrite, a agregação plaquetária, aterosclerose, é um excelente cicatrizante, pois age diretamente no reparo tecidual, me- lhorando feridas, psoríases, dermati- tes, acne e até mesmo na recupera- ção muscular. Por ser multifuncional, a curcumina age de várias formas no organismo, cercando-o para uma re- generação total. Anticancerígeno, regulador da glice- mia, estimulante das secreções bilia- res vem sendo utilizado no auxílio de diabéticos tipo 2, pacientes fazendo quimioterapia, com doenças inflama- tórias do intestino e muitas outras doenças. Ele diminui também a replicação do vírus HIV e é um potencializador do sistema imunológico. Li alguns estudos e vi que já existem muitos que não param de se aprofun- dar sobre o açafrão. Sinal de que ain- da há muita coisa boa por vir! A dosagem é individual. Tem algumas pessoas que manipulam o extrato para tomar, mas, como esse tempero é uma delícia, associado a uma alimen- tação saudável e a prática de atividade física, com certeza cozinhar com essa especiaria vai dar um “up” na nossa saúde! Cobrança no Uso de Banheiros Tramita na Câmara Municipal de Niterói o projeto de lei que quer acabar com a cobrança para a utilização dos banheiros no Terminal Rodoviário João Goulart, no Cen- tro. O autor, vereador Bruno Lessa (PSDB), defende que a taxa de manutenção do ter- minal já é custeada pelo passageiro ao pa- gar a passagem nos ônibus: “a taxa imposta pela concessionária que administra o espa- ço não faz o menor sentido, uma vez que, ao comprar a passagem, se paga, indireta- mente, a taxa utilizada para a manutenção do local”, explica. Além disso, Bruno defende que ao cobrar pela utilização dos sanitários, a concessio- nária desrespeita um direito garantido na Constituição Brasileira ao criar constran- gimento para o usuário quando o impede de acessar banheiros gratuitos em espaços públicos. “O terminal João Goulart é um espaço pú- blico e está sobregime de concessão, por OLivro “Santo de Casa”, dobrando com devoção”, dos autores Emilson Nunes, Márcio Jorge Galvão e Vera Young, é um “livro de origami” e um “jogo de armar”. É também um “quebra-cabeça” e um convite para dobrar e ousar...Meditando! São apresentados no livro 22 Santos escolhidos entre os mais populares no Brasil. Para montagem foram usadas as “partes do corpo”, “peças do vestuário” e completando, al- gumas “flores, animais e adornos”. Vem acompanhado de uma tabela técnica com dados para sua execução. O livro é útil para atividades sobre formas, composição e proporções em sala de aula. Os santos podem ser usados na decoração da casa, de cerimônias ou festas, em quadros, convites, cartões, marcadores de livros. Acesse a página do livro no facebook: livro “Santo de Casa - dobrando com devoção”, de Nunes, Galvão e Young e faça contato com os autores. “Santo de Casa” isso, deve servir à população nos mais di- versos aspectos, entre eles a disponibiliza- ção de banheiros públicos. Diversas vezes critiquei a cobrança pelo uso desses ba- nheiros. Por isso, julgo de extrema impor- tância a aprovação desse projeto”, conclui. Segundo o site da empresa que administra o local, mais de 350 mil pessoas circulam diariamente pelo terminal. Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores Mamaço no Campo de São Bento Na semana entre 1 e 8 de agosto todo o mundo celebra a “Semana Mundial do Aleitamento Materno”. Em Niterói, um dos eventos que vai comemorar a data é a pri- meira edição do "Mamaço" promovido pela Maternidade São Francisco. O evento gratui- to terá lugar no Campo de São Bento, no sábado, 2 de agosto, a partir das 8h30min. A programação contará com palestras, con- sultas a profissionais, além de promover a importância do aleitamento materno. No M”amaço” várias mães poderão ama- mentar seus filhos ao som de um violão. O evento promovido pela Maternidade São Francisco é apoiado pela Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno (WABA). Sergio Gomes
  5. 5. Niterói 25/07 a 02/08/13 www.dizjornal.com 5 InternetJuliana Demier - juliana.demier@gmail.com ORAÇÃOASANTO EXPEDITO Festa 19 de abril. Comemora-se todo dia 19 Se vc. está com algum , precisa de , peça a Santo Expedito. Ele é o Santo dos Negócios que precisam de pronta solução e cuja invocação nunca é tardia. Problema Difícil e aparentemente sem Solução Ajuda Urgente ORAÇÃO Obrigado. : Meu Santo Expedito da Causas Justas e Urgentes, socorrei-me nesta hora de aflição e desespero. Intercedei junto ao Nosso Senhor Jesus Cristo! Vós que sois o Santo dos Aflitos, Vós que sois o Santo das Causas Urgentes, protegei-me, ajudai-me, Dai-me Força, Coragem e Serenidade. Atendei o meu pedido: (fazer o pedido) Ajudai-me a superar estas Horas Difíceis, protegei-me de todos que possam me prejudicar; Protegei minha família, atendei o meu pedido com urgência. Devolvei-me a Paz a Tranqüilidade Serei grato pelo resto da minha vida e levarei seu nome a todos que têm fé. Rezar 1 Padre Nosso,1 Ave Maria e Fazer o sinal da cruz. “para que os pedidos sejam atendidos é necessário que sejam justos”. Agradeço a Santo Expedito a Graça Alcançada.Santo Expedito O Celular Social e Afetivo U m dos objetos mais pessoais hoje em dia é o celular. E dentro desse universo par- ticular, uma das funções mais pessoais instaladas nele é o whatsapp - aquele aplicativo de mensagens instantâneas online. Pois bem, mesmo com toda essa pesso- alidade dos smartphones e desse app, pessoas do bem encontraram um cami- nho para usá-lo de forma compartilhada e colaborativa. Um exemplo desse novo uso vem do projeto 'Mensagens de ninar', criado pelo publicitário paulista Pedro Pente- ado. Em parceria com algumas livrarias, o projeto consiste na doação de leituras de histórias infantis via celular. Cada participante lê e grava um trecho do livro através do aplicativo Whatsapp – que além de mensagens de texto tam- bém envia áudio - e o trecho lido, após editado com os demais da história, é enviado em formato de mensagem de voz através do app para o abrigo Casa da Criança Santo Amaro, em São Pau- lo, primeira instituição que recebeu essa doação espe- cial. As histórias completas são recebidas e disponibiliza- das em uma bi- blioteca virtual e uma caixa de som com cone- xão bluetooth se conecta ao celular para to- car a historinha daquela noite. A ideia é le- var um pouco de afeto para as crianças que chega- ram ao abrigo devido a situações de extrema vulnerabilidade social, violên- cia, rejeição e abandono. E toda essa atenção vem em forma de historinhas para dormir lidas por várias pesso- as e transmitidas para as crianças que, claro, depois desse presente, enviam mensagens de agradecimento para seus contadores de histórias digitais. A ideia do publicitário é de disponibili- zar a possibilidade de qualquer um gra- var um trecho de uma história e enviar a gravação. Os melhores trechos seriam selecionados e reunidos, aumentando o número de histórias para fazer o bem a essas e tantas outras crianças. Pra saber mais sobre esse projeto, vale a pena ir na página do facebook.com/ mensagensdeninar Buscar o tema no youtube também apresenta vários resultados e dá uma di- mensão do que um pouco de boa von- tade, boas intenções, um pouquinho de tempo e nada de investimento podem fazer por quem tem muito pouco ou quase nada.
  6. 6. Niterói 25/07 a 02/08/13 www.dizjornal.com 6 Edgard Fonseca edgard.fonseca22@gmail.com Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores Reforma com Superfaturamento D isse: “a reforma política, através de um plebiscito, significa per- guntar ao povo se ele quer con- tinuar com isso que está aí, com políticos que usam o mandato para fins pessoais”, questionou Rui Falcão, presidente do PT e coordenador da campanha da presi- dente, ao elencar uma série de perguntas que poderão ser feitas no plebiscito que a presidente Dilma diz que irá fazer se conseguir a reeleição. É simplesmente bizarro. Nunca políticos de um mesmo partido, o PT, fizeram tan- to uso pessoal do mandato como agora; inclusive para os mais diversos tipos de desvios e atos criminosos, vide o recente episódio com o vice-presidente da câma- ra, André Vargas. A presidente teve quatro anos de gover- no para fazer as reformas necessárias e não fez nenhuma. O seu primeiro ato teatral divulgou uma “faxina ética” nos seus ministérios e segundo e terceiros escalões. Mas, ao contrário, superlotou a máquina pública de “cumpa- nhêros”, a corrupção correu solta em tudo, deixaram a Pe- trobrás espoliada e em estado falimentar; compraram uma refinaria nos Estados Unidos por muitas e muitas vezes do seu valor real e ainda cons- truiu outra, que é impossível explicar os custos estratosfé- ricos; ainda “emprestaram” dinheiro brasileiro para países cooptáveis e outros de ban- deira bolivariana e entupiram o país de estrangeiros (cuba- nos e haitianos) para fins dis- cutíveis e suspeitos. Remeteu somas gigantescas para Cuba, sob o pretexto de pagamento do programa “Mais Médicos”, onde os “médicos” não fica- ram com a grande parte do dinheiro. Concedeu “asilo” e ofereceu cidadania brasileira para haitianos que muito mal falam portu- guês; e de posse de carteira de trabalho e cidadania brasileira farão “serviços inex- plicáveis” para um governo inexplicável e para objetivos mais sombrios ainda. Isso é uma forma de criar novos “eleitores”, ou mesmo soldados paralelos. Uma espé- cie de milícia para casos de emergência. Entretanto, nossos hospitais estão reple- tos de suplícios e faltas, nossos portos carentes de reformas e nossas escolas caindo aos pedaços. Não apareceu di- nheiro para nossas urgentes e inadiáveis necessidades. Mas, Cuba, tem hoje com o nosso dinheiro, um porto (Mariel) in- vejável; e ainda fizeram estes estádios superfaturados para uma Copa de super- faturamento e enriquecimento de meia dúzia de empreiteiros amigos e de agre- gados ao poder. E ainda vem falar de reformas? Só se for com superfaturamento. Dessa matéria eles entendem. Acorda Brasil, o bicho está pegando... A s pessoas precisam ficar atentas às novas técnicas de “enganação petista”. Têm aparecido na internet, uns fakes, que se intitulam com nomes diferentes e pomposos. O discurso, pela veemência de revolta mais parece com aqueles caras de direita que fariam inveja a qualquer Bolsonaro. Criticam os “comunistas” desconhecidos e sem militância que recebem pensão do Estado; principalmente por não ter comprovação de perseguição ou sofrimento na ditadura. Criticam os “pelegos oportunistas”, os funcionários despreparados em instituições di- versas, os analfabetos funcionais que aparelham as repartições federais e a queda de qualidade no funcionamento da Justiça. Quando menos se espera, lá no meio das “críti- cas”, eles dizem: “apenas uma coisa é certa. A presidente Dilma é uma mulher honesta e fez um governo invejável. São tantas realizações que fazem inveja aos antecessores”, e por aí vai. Eles criticam os desmandos no Brasil, para criar afinidade com os eleitores brasileiros, que já não suportam a desordem nacional. Quando con- quistam alguma confiança, ou pelo menos um mínimo de credibilidade, aí soltam essas “pérolas sobre a Dilma”. Lobo Mau Vestido de Caçador E Por Falar em Incômodo T em uns “petistas aloprados” que incomodados com as minhas matérias resolveram me inco- modar. Eles fazem acusações estapafúrdias, mandam fotos obscenas (e põem a culpa nos outros), e ainda me acusam de estar sendo financiado pela Mar- çonaria. Lamento, mas não sou financiado por nin- guém, muito menos pela Maçonaria e nem sou maçon. Como se não bastasse mandam e-mails com acusações estúpidas contra o senador Aécio Neves , numa cla- ra demonstração de desespero e baixaria. São mesmo muito rasteiros, irresponsáveis e levianos sem alma. Se escondem atrás da internet para fazerem essas barba- ridades. Disse-lhes que se forem homens que se apresentem e nos enfrente cara a cara; e quanto as acusações ao se- nador terão que prová-las ou irão responder a um pro- cesso judicial de calúnia, difamação e injúria. Mas, não são de enfrentamento aberto. Escondem-se na sombra ou mandam matar como fizeram com o prefeito Celso Daniel. Mas, na covardia. Só na covardia... Estrategiazinha safada! Quando eu digo que petista é pego com o produto do furto na mão e tem a cara de pau de gritar “pega ladrão!” Apon- tando para os lados, como se estivesse ali para resgatar o furto e cometer uma boa ação. Passa de autor a paladino da justiça e da honestidade, em segundos. Se cinismo matasse, as ruas estariam cheias de cadáveres!
  7. 7. Niterói 25/07 a 02/08/13 www.dizjornal.com 7 Dr. Helder Machado Urologia Tratamento de Cálculo Renal a Raio Laser Rua Dr. Celestino, 26 Centro - Niterói. Tels:2620-2084 /2613-1747 Clínica Atendemos UNIMED eParticular Atendimento 24H pelo tels: 8840-0001e9956-1620 Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores Um Brinde à Poesia Em mais uma edição especial do “Um Brinde à Poesia”, desta vez no Museu da República, Rua do Catete, 153 – Rio de Janeiro, estarão participando os poetas Maria Helena Latini, Silvio Ribeiro de Castro, Wanda Monteiro e Mariza Sorriso, entre outros. O compositor Sergio Octaviano também fará apresenta- ção de suas canções. Quem quiser participar no "Circulando Versos" poderá levar suas poesias e se habilitar a apresenta-las. A entrada é franca e aceita outras participações, incluindo musicais. Já esta programada a próxima edição em Niterói no dia 2 de Agosto, no Solar do Jambeiro. Furto Social T em uma senadora do PT do Espíri- to Santo que quer institucionalizar o furto. Ou seja, o indivíduo fur- ta uma TV numa loja, mas esta TV está sendo muito anunciada na publicidade. Como ele é um “coitadinho” e não pode comprar, mas tem o desejo que foi incen- tivado pelos comerciais, pode furtar uma que está tudo certo. Este será um furto social. Para compensar as diferenças en- tre quem pode e quem não pode. Estranha Moral U mas garotas vindas do Rio de Janeiro para a diversão plural da zona da Cantareira, na quar- ta feira passada, depois de beberem um pouquinho e talvez cheirar uma coisinha, resolveram subir numa árvore e tiraram a roupa. Muito nuas e até bem torneadas, fizeram sucesso e arrancaram aplausos da galera. Entretanto, os vendedores de dro- ga militantes no pedaço, não gostaram. Acharam uma falta de respeito e pudor. Afinal, este é o “pedaço deles”. Como Propaganda Impositiva T odo mundo sabe que a pro- paganda de qualquer produto ou serviço deve ser sedutora e aliada do comprador. Só se compra quando a sedução encanta o raciocínio. Entretanto, nos atuais dias de internet imperativa, alguns “profissionais de co- municação” optaram pela imposição. Você abre um site e aí pula na sua frente a publicidade de algum produto. Não É a desordem e a lei de ponta cabeça. Eles metem a mão em tudo e agora que- rem legalizar o furto? Só o PT que é acostumado à prática e sem castigo, para pensar assim. Eles têm a coragem de dizer que José Dir- ceu, Genoíno e Delúbio são heróis... No meu entender, corrupção, apropria- ção indébita, prevaricação e outras moda- lidades do gênero são crimes mesmo! Va- mos parar com esta dissimulação safada! é que essas “vagabundas” vão ficar nuas e tirando onda na área demarcada pelo tráfico. A verdade é que por lá quem manda são eles. E as meninas gostosinhas que se cuidem pois podem de repente levar um tiro na bunda, em nome da moral. Afinal, são todos homens de moral ilibada e pa- recidos com uns caras que conheço que estão candidatos. Pois é... Chame o ladrão... Chame o La- drão!! adianta procurar o X para deletar ou sumir. Quem sumiu foi o X, impondo ao internauta a obrigatoriedade de ler o que não se quer. É uma luta para conseguir ler algo que estamos interessados com aquela ima- gem bloqueando o texto. É difícil nos livrarmos da “propaganda”. É definitiva- mente a anti-venda, ou como odiar um produto em 30 segundos. Magaldi na Câmara Oprimeiro suplente de vereador do PP, Carlos Magaldi, vai retornar a câmara na vaga de Milton Cal que vai as- sumir a secretaria de Indústria Naval. Ma- galdi é muito ligado a cultura do samba e é figura muito popular na zona norte e no Beltrão. Ulisses Franceschi Divulgação
  8. 8. Niterói 25/07 a 02/08/13 www.dizjornal.com 8 Renda Fina Aniversariantes da Edição Marcia Porto Ernesto Guadelupe Marcia Pinho Fabio Coutinho Luiz Antônio Campagnac Nas lentes de Julio Cerino um momento especial da união de Olga e Felipe Prado Leal Vice-prefeito Axel Grael, deputado Comte Bittecourt e o advogado Silvio Lessa Brigitta Grundig, Roberto Carlos Monteiro e Rodrigo Grundig João Quadros de Barros na sua posse ao lado de Karla Simões Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores Um Flash das Núpcias Baile de Gala do Clube Central Natalidade em Família Rotária Posse no Rotary Niterói Julio Cerino Heber Salles Rotary Rotary
  9. 9. Niterói 25/07 a 02/08/13 www.dizjornal.com 9 Terapeuta Holística thatiana.ncunha@gmail.com T! News contato@erisveltonsantana.com erisveltonsantana.com E! Games Rua Miguel de Frias, 40 - Icaraí, Niterói - (21) 2717-9117 Acupuntura, Yoga, Meditação, Shiatsu, Reiki, RPG Respiração e Drenagem Linfática Cresce Procura Pela Medicina Integrativa A os poucos, a medici- na integrativa ganha evidências científicas e vence a resistência de pro- fissionais mais ortodoxos. Em São Paulo, hospitais como o Albert Einstein e o Sírio- Libanês já contam com serviços de abordagem integrativa, ou seja, que tratam o ser humano na sua to- talidade. O câncer, assim como outras en- fermidades, não deve ser tratado focando apenas no tumor e ignorando todo o resto, pois certamente, o aparecimento da doen- ça também sofreu influências emocionais e mentais. Na definição do Consortium of Academic Heath Centers for Integrative Medicine, "a medicina integrativa é a prática que reafirma a importância da relação entre médico e pa- ciente, com foco na pessoa como um todo, embasada em evidências, e que usa de to- das as abordagens terapêuticas apropriadas para alcançar saúde e cura". A medicina integrativa surgiu em meados de 1970 dentro das universidades norte- americanas, num movimento que buscava tirar a doença do foco principal de atenção e colocar o paciente como protagonista. O primeiro centro de medicina integrativa foi criado em 1991 nos Estados Unidos pelo médico Brian Bennan. Atualmente, institu- tos e universidades europeias, ameri- canas, canadenses, indianas, chinesas e africanas possuem cursos e centros de pesquisas sobre medicina integra- tiva. Nos Estados Uni- dos, o próprio go- verno estimula a pesquisa e a adesão a essas práticas, cujo orçamento supera 120 milhões de dólares. No levantamen- to mais recente sobre o tema, o Instituto Samue- li mostrou que 42% dos hospitais dos EUA (de 714 pesquisados) ofe- reciam terapias comple- mentares em 2010. E isso inclui centros prestigiados como a universidade de Har- vard, que já dispõe de departamentos dedi- cados à pesquisa e aplicação de acupuntu- ra, técnicas de relaxamento etc. Por aqui, além dos hospitais particulares, postos de saúde pelo Sistema Único de Saúde (SUS) também disponibilizam tra- tamentos como acupuntura, homeopatia, plantas medicinais e termalismo em mais de 1.200 municípios. Segundo dados do Mi- nistério da Saúde, o SUS faz em média 385 mil procedimentos de acupuntura e mais de 300 mil de homeopatia por ano. De uma maneira geral, infelizmente, a saú- de no Brasil está na CTI, por isso, iniciativas como essas são extremamente importantes e merecem ser ampliadas. Informe-se, procure profissionais qualifi- cados e veja se algum desses tratamentos atende as suas necessidades e expectativas. Não é para substituir, mas aliar e ajudar na busca pela plenitude. Namastê! EA Sports UFC U ma das promessas da Electronic Arts era trazer o mun- do do UFC para os video- games. Isso foi alcançado em "EA Sports UFC", que realmente conseguiu re- criar as emoções de “estar em um octógono” – inclu- sive com os machucados sérios que abrem no su- percílio de um lutador ou outro, por exemplo. Os lutadores foram recriados de forma muito realista e mostram que esse foi o principal ponto para o qual a EA deu aten- ção, mas isso não quer dizer que o game só tem gráficos bonitos: a jogabilidade em pé é bem competente, com muitos detalhes para serem explorados por quem pretende jogar a sério e, ao mesmo tempo, é simples para os iniciantes. Contudo as mecânicas de chão e submissão são um tanto quanto complicadas para entendê-las. Mesmo com muitos erros, "EA Sports UFC" é um bom jogo; não apenas para os fãs da pancadaria agenciada por Dana White, mas também para quem gosta de jogos de luta. Após pular a tempora- da 2013, o UFC volta aos octógonos virtuais com os maiores cam- peões mundiais prontos para dar porradas com apenas alguns toques de botões. Anderson Silva, José Aldo, Jon Jo- nes, Lyoto Machida e mais uma “pancada” de outros lutadores (e tam- bém lutadoras) voltam ao mundo dos videogames em "EA Sports UFC". Além dos lutadores e ótimas mecânicas de jogo, este é o primeiro game pensado em fazer com que o fã do esporte mais barra-pesada da atualidade veja o univer- so das lutas representado nos mínimos detalhes, como o  treinamento  básico e até mesmo um 'remake' para o "The Ulti- mate Fighter", reality show que consagra a entrada de novos lutadores na franquia. "EA Sports UFC" chega apenas para PlayS- tation 4 e Xbox One, buscando usar um poderio gráfico extra para mostrar como os menores detalhes- como a textura da pele- , realmente fazem a diferença para os jogos de luta. Até a proxima!
  10. 10. Niterói 25/07 a 02/08/13 www.dizjornal.com 10 Fernando Mello - fmelloadv@gmail.com Fernando de Farias Mello Saúde no Dilema de Vida e Morte U m assunto que não sai da pauta dos brasileiros é a questão da saúde, hospitais, INSS e planos de saúde. Estamos certos de viver este dia-a-dia de preocupações, afinal, sem saúde não so- mos ninguém. Sem saúde não trabalhamos e nem passamos férias. Não adianta estar- mos ricos e sem saúde. Não adianta amar e ser amado se não temos saúde para viver esses momentos de suprema emoção e fe- licidade. 0s filhos doentes apagam o nosso bem es- tar em segundos. Perdemos até o foco das coisas mais simples e esquecemo-nos de comer de tanta preocupação. Saúde, portanto, é uma questão crucial. Por isso, é assunto relevante na nossa Constituição Federal. Destaco o artigo 196: ”A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação”. Então, amigos leitores, sabemos que esse artigo da Constituição passou e passa lon- ge de todos os governos e até a presente data. Não há comprometimento dos gover- nos com a saúde. É impressionante. Não parece crível que pessoas agoni- zem nas calçadas em frente aos hospitais, sem atendimento, e morrem. Também estamos indo além da nossa paciência o atendimento nos hospitais públicos. Em outros países governos caem nas mãos do povo em ódio. O pior é que a pra- ga das filas e o pés- simo atendimento impregnou o sistema dos planos de saúde. Hospitais que aten- dem aos planos estão lotados. Faltam leitos e as cirurgias estão sendo marcadas para datas distantes. Igual ao INSS onde con- sultas demoram longos meses para serem efetivadas. O mesmo está acontecendo para aqueles que possuem e pagam planos de saúde. Hospitais particulares estão contamina- dos pela praga do desatendimento oficial. Planos de saúde estão fazendo o papel do INSS “com butique” e pagam verdadeiras esmolas para esses profissionais, que es- tudam quase 10 anos e precisam receber condignamente. Por outro lado, a administração dos planos de saúde está totalmente desa- tualizada e levada ao bel prazer de todos. Pequenas interven- ções, como retirada de verrugas num braço, por exemplo, deixou de ser feito em ambulatório. Os próprios planos exigem interna- ção e uso de sala de cirurgia, com médico, anestesista e assis- tentes. Isso tudo para a retirada de uma verruga. Portanto e após criarem essas des- pesas, os planos repassam o custo de suas mazelas nas mensalidades. Na verdade, o erro administrativo e de planejamento de despesas, levam os planos ao repasse dos custos para os seus associados. Um equívoco que começa a ma- chucar a inflação e a gritaria é de todos. Aqueles consumidores que aceita- ram o plano de saúde empresarial, em grupo, estão nas mãos desses péssimos administradores e que chegaram a aumentar a mensalida- de em até 73%, segundo informa- ções da grande imprensa. Esses consumidores só poderão reclamar deste aumento abusivo na Justiça porque não há nenhum controle da ANS nos reajustes deste tipo de plano, o empresarial. Difíceis de encontrar hoje em dia, os pla- nos de saúde individuais têm o seu reajuste anual sob a égide da ANS e o percentual de reajuste foi infinitamente inferior. Não vejo outro caminho do que parar a venda dos planos de saúde e exigir metas de construção de hospitais e contratação de médicos e que sejam em volume dentro de percentual que atenda o número de as- sociados, sob pena de não poderem mais vender novos planos. Fernando Mello, Advogado www.fariasmelloberanger.com.br e-mail: fmelloadv@gmail.com PALÁCIO TIRADENTES: LUGAR DE MEMÓRIA DO PARLAMENTO BRASILEIRO. Plano de Saúde INSS Governantes Hospitais Públicos e Privados
  11. 11. Niterói 25/07 a 02/08/13 www.dizjornal.com Pela Cidade 11 Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores Cine Jazz Homenageia Charlie Parker Osaxofone tornou marca registrada do ritmo nascido nas comunidades negras ameri- canas no começo do século XX. O Cine Jazz UFF de julho tem como destaque esse instrumento; e ninguém melhor do que a lenda do saxofone, Charlie Paker, para inaugurar e inspirar a noite com a exibição de vídeo de uma de suas apresentações, gravada em Nova York em 1951. Mais tarde, Léo Gandelman, um dos maiores instrumentistas brasileiros, sobe ao palco do Museu do Ingá para encantar o público com a pureza e precisão do som de seu saxofone na música popular e instrumental. Artista renomado, tanto no mundo da música de concerto quanto na MPB, Gandelman já tocou com nomes que vão desde a banda de rock Titãs ao maestro Isaac Karabtchevsky. O saxofonista, que é também arranjador e produtor, começou seus estudos cedo e desde os 15 anos já era solista da Orquestra. Será dia 31 de julho, quinta feira, no Museu do Ingá, na Rua Presidente Pedreira, 78, Ingá, Niterói, RJ. A entrada é gratuita. No Brasil, o Mundial de Bodyboarding NA Praia de Itacoatiara, si- nônimo de beleza, cores e belas ondas, acontece o “Itaco- atiara Pro Bodyboarding World Contest”. É reconhecidamente uma das melhores etapas do circuito mundial da APB (Asso- ciation of Professional Bodyboar- ders), que segue para seu terceiro ano seguido, se firmando no ca- lendário como um dos melhores eventos esportivos do país. Este é o clima que a Sand Filmes, media partner do Itacoatiara Pro apresenta no teaser ofi- cial de 2014, que mostra um pouco do que aconteceu nos anos passados, especialmente em 2013 com o melhor do life style durante o Itacoatiara Pro. A competição acontecerá neste inverno, entre 25 de julho e 03 de agosto, época de ondas grandes que explodem em uma praia poderosa, cercada por florestas e enormes pedras, onde é escrita parte da história do bodyboarding mundial. O espetáculo está garantido! Está no ar o Itacoatiara Pro 2014. Turma de Informática da Fiperj AFundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj) abre mais uma frente de capacitação para comunidades pesqueiras. É a nova turma de nível básico do Curso de In- formática do Telecentro da Pesca Maré, que começa em 4 de agosto, com uma aula semanal das 14h às 15h30. Com foco na inclusão digital, a unidade foi implantada ano passado oferecendo gratuitamente atividades de formação e qualificação para profissionais da pesca, familiares e moradores de comunidades pesquei- ras. Para a nova turma, a inscrição pode ser feita até o próximo dia 31 pelo e-mail telecen- tro.mare.niteroi@fiperj.rj.gov.br, no telefone (21) 3601-5008 ou no próprio Telecentro, que funciona de segunda a sexta-feira das 8 às 17h, na sede da Fiperj: Praça Fonseca Ramos, s/nº, sobreloja da Rodoviária de Niterói. Picciani Lança Campanha em Niterói Opresidente do PMDB, Jorge Picciani, fez em Niterói o lançamento de sua campa- nha para uma cadeira na Assembleia Legis- lativa do Estado Rio de Janeiro, na sede do PMDB. A organização municipal foi dos vere- adores Beto da Pipa e Rodrigo Farah. Picciani, como grande líder do PMDB e uma das maiores do Estado, lançou-se candidato a deputado estadual e fez a apresentação de mais alguns candidatos que farão um trabalho conjunto para o partido. Além dele, lançou os dois filhos, Leonardo Picciani, que é deputado federal em terceiro mandato, e Rafael Piccia- ni, que é também deputado estadual; além de outros nomes. Em função dessas candidaturas, além da dele, mapeou o estado do Rio de Janeiro, indicando onde cada um vai atuar. Ele e Leonardo Pic- ciani, além de alguns municípios da Baixada e Rio de Janeiro, ficarão com Niterói e São Gonçalo com área de atuação prioritária. Picciani criou e lidera o movimento “Aezão” que é a campanha conjunta do governador Luiz Fernando Pezão e o candidato à presi- dência da República Aécio Neves, do PSDB. Falou das lideranças locais, com especial atenção e carinho ao deputado Felipe Peixo- to, que ficou impedido de ser o candidato a vice-governador na chapa da coligação com o PMDB, quando o seu partido retirou-se da coligação por imposição intransigente do pre- sidente nacional do PDT, Carlos Lupi. Disse contar com segurança com os vereado- res, Beto da Pipa e Rodrigo Farah que serão seus maiores cabos eleitorais na cidade de Niterói. No encontro, compareceram também lideranças e vereadores de São Gonçalo, in- clusive de outros partidos que não participam da coligação. Eles apoiam a família Picciani, incondicionalmente. Charlie Paker e Léo Gandelman Gabriel Fonseca Vereador Rodrigo Farah, presidente Jorge Picianni e vereador Beto da Pipa
  12. 12. Niterói 25/07 a 02/08/13 www.dizjornal.com Em Foco dizjornal@gmail.com 12 Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores Acontecerá no dia 2 de agosto, sábado, às 16h na casa da Ciên- cia da UFRJ, a próxima sessão do “Ciência em Foco”, onde será exi- bido o filme 'Attention danger travail' (França, 2003), de Pierre Car- les, Christophe Coello e Stéphane Goxe, seguido da palestra “Direito à Preguiça, Re- cusa do Trabalho”, ministrada por Tatiana Roque, doutora em História e Filosofia da Ciência pela UFRJ e professora do Instituto de Matemática da UFRJ. O filme é legen- dado em português. A entrada é franca e a atividade é indicada para o público a partir de 16 anos. A casa da Ciência da UFRJ fica na Rua Lau- ro Müller, 3 - Botafogo/RJ - Tel (21) 2542- 7494 . Ciência em Foco Moda Jovem Verão 2015 D estaque nas passarelas in- ternacionais, a moda jovem deve ser a grande aposta do verão 2015. A consultora Denise Morais, durante sua palestra no Se- nac Moda Informação - Verão 2015, aposta que o trunfo das adolescentes é se vestirem de forma poderosa, co- lorida, evidenciando a cultura street e com um toque de romantismo. A delicadeza das cores, misturada com rendas e estilo de bailarina mar- cam o visual perfeito para a jovem romântica. As batas brancas bordadas e em tons clarinhos, como menta, sal- mão e nude são tendência para a es- tação. As saias lápis, micro e college, os shorts e os macaquinhos completam o look, com bijuterias em forma de coração e flores. Viscoses e rendas com bordados leves, estampas étnicas e animal print, especial- mente tigres também são apostas certeiras. Bandanas, mandalas e desenhos imitan- do tapeçaria, flores orientais e tribais são presenças garantidas no guarda-roupa da estação, que também deve ter assimetrias, pontas e tie-dye. As roupas trazem uma brasilidade mui- to grande, com sensualidade e estampas religiosas, de margaridas ou coqueiros. Conjuntinhos de top e saia, macaquinhos e vestidos longos com estampas florais são o forte do verão 2015. O estilo Street Sport traz roupas largas com frases engraçadas, mesclando flores com números, muito body, transparências e bri- lhos. As bermudas até o joelho e a saia aba- jur marcam um estilo mais despojado, além das leggings em diversas cores e estampas, para todos os gostos. Em duas edições por ano, o Senac Moda Informação é um evento de confirmação de tendências que, há 21 anos, apresenta co- leções de referências a varejistas, estilistas, designers, compradores e profissionais de marketing. Rio Open 2015 D e 14 a 22 de fevereiro de 2015, o Rio de Janeiro recebe mais uma vez o Rio Open, o maior torneio de tênis da América do Sul, no Jockey Club Brasileiro. A primeira edição aconteceu em fevereiro deste ano. Foram oito dias de evento, 150 atletas envolvidos, 125 partidas disputadas, 350 jornalistas credenciados e transmissão para 105 países. O espanhol Rafael Nadal (foto) foi o grande campeão, levantando o 62º título de sua brilhante carreira. O número um do mundo derrotou o ucraniano Alexandr Dolgopolov por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6 (7-3). Com o resultado, igualou a marca do argentino Guillermo Vilas, sétimo jogador com mais taças no currículo na Open Air. Foi a primeira vez que o Brasil recebeu um torneio da série ATP World Tour 500, com apenas 11 disputas ao redor do mundo. O evento no Rio é o maior da modalidade na América do Sul por reunir simultaneamente um ATP 500, com premiação total de US$ 1.309.707, e uma etapa de WTA Interna- cional de US$ 250 mil. Isso o credencia como o maior evento esportivo anual da cidade e um dos únicos torneios ATP 500 de saibro no mundo, junto com Barcelona e Hamburgo. Divulgação

×