Apres ed física2

1.188 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.188
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
871
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apres ed física2

  1. 1. LINGUAGENS EDUCAÇÃO FÍSICA E LÍNGUA PORTUGUESA Núcleo Pedagógico – DERBP PCNP Ana Cristina FerminoSECRETARIA DA EDUCAÇÃO 1
  2. 2. O trabalho com a leitura dos diferentes gêneros textuais LEITURA Informação visual + Informação Não-visual SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
  3. 3. Na leitura...Quanto mais informação Quanto menos informação não visual você tiver, não visual você tiver, maismenos informação visual informação visual precisará precisará SMITH, Frank. Leitura significativa SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
  4. 4. 5ª Série: Desafio! SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
  5. 5. Leitura de Charge• Identificar diferentes tipos de jogos e reconhecer seus significados socioculturais;• Valorizar jogos tradicionais da comunidade e dos pais;• Relembrando os jogos populares (*);• Vivenciando os jogos populares;• Intertextualidade Obra de Arte – Filme 5 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
  6. 6. (*)Entrevista 6 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
  7. 7. 6ª Série: Aprendendo a Aprender SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
  8. 8. 6ª Série: Aprendendo a Aprender SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
  9. 9. 7ª Série: Aprendendo a Aprender SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
  10. 10. 7ª Série: Aprendendo a Aprender SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
  11. 11. Leitura de Texto Informativo• O texto informativo-expositivo tem por finalidade a transmissão clara, ordenada e objetiva de informações e indicações que digam respeito a fato s concretos e referências reais;• É bastante objetivo e é capaz de apresentar e explicar assuntos, situações e ideias;• No tratamento de um texto informativo-expositivo merecem atenção os fatos e os elementos referenciais, a sequên cia lógica ou cronológica, a explicação e a sua justificação documental. 11 SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
  12. 12. 7ª Série: Filme!• Análise Fílmica: O que é luta? Karatê Kid – A hora da verdade SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
  13. 13. O Cinema nas Aulas de Educação Física: Ler e Escrever em Diferentes Contextos• “As mídias exercem uma influência significativa na vida das pessoas, cuja combinação de som e imagem (áudio e vídeo) não permite ao telespectador na maioria das vezes atribuir um significado.”;• “O cinema, mídia que também exerce influência na vida das pessoas tem a escola como um dos locais possíveis para o acesso a tal linguagem e aos vários temas tratados nos diversos gêneros cinematográficos, cujos conteúdos podem ser desenvolvidos no currículo escolar.”;• “O trabalho foi desenvolvido após a seleção e vivência de temas e conteúdos da Educação Física presentes em filmes de longa ou curta metragem, análise do gênero cinematográfico, exibição, reflexão individual e coletiva e releitura na forma de story board.”;• “O cinema como ferramenta de aprendizagem, permite ao aluno e ao professor dialogar diante de uma prática social, importante na formação das pessoas. Uma sociedade midiática como a nossa, o domínio dessa linguagem torna-se um requisito fundamental para ler e escrever de diferentes maneiras em diferentes contextos. “ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
  14. 14. 8ª Série: Letra de música! SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
  15. 15. 8ª Série: Letra de música!Hoje Tem Capoeira – Mestre CamisaOlha pega a beriba e começa a tocarPandeiro, atabaque não pode faltarNo jogo ligeiro que lá na BahiaAprendi a jogarMeia-lua, rasteira, martelo e pisãoSolta a mandinga conforme a razãoNa reza cantada pede proteçãoE hoje tem capoeira (coro)No toque da viola chega pra roda (coro)E vamos jogar (coro)O meu mestre foi BimbaNegro mandingueiro com quem esta arteAprendi a jogarJá joguei na ribeiraNo pé da ladeira na beira do marPula daqui, joga pra láDiscípulo de BimbaChegou pra jogarE hoje tem capoeira (coro)No toque da viola chega pra roda (coro) (bis)E vamos jogar (coro)Olha pega a beriba e começa a tocarPandeiro, atabaque não pode faltarNo jogo ligeiro que lá na BahiaAprendi a jogarE hoje tem capoeira (coro)No toque da viola chega pra roda (coro)E vamos jogar (coro) SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
  16. 16. O TRABALHO COM LEITURA NA ESCOLAUm trabalho adequado c/ leitura, na perspectiva deformação para um exercício mais pleno da cidadania,deve:• Possibilitar que os alunos confiram sentido ao que leem(tomar a leitura como situação de interlocução em quesempre há objetivos e motivações);• Conter atividades que visem subsidiar os alunos para a (re)construção dos sentidos do texto e não simplesmente visar achecagem da compreensão ou fornecer todos os elementos;• Apresentar atividades/questões antes, durante e depoisda leitura, levando em conta a legibilidade dos textos para os alunos; SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Slide 16
  17. 17. BIBLIOGRAFIA•MEC, SEE - Currículo Oficial do Estado deSão Paulo – Linguagens, Códigos e suasTecnologias – Educação Física, 5ª, 6ª, 7ª e 8ªSéries, Volume 1, 2009, SP;•http://linguaportuguesafp2009.blogspot.com.br/2009/05/texto-informativo.html•http://www.youtube.com/watch?v=cKYlCMGsuos SECRETARIA DA EDUCAÇÃO Slide 17
  18. 18. DERBP NÚCLEO PEDAGÓGICO PCNP de LÍNGUA PORTUGUESA: ANA CRISTINA FERMINOSECRETARIA DA EDUCAÇÃO 18

×