Angina PectorisA angina pectoris é caracterizada pelador no peito que ocorre devido a faltade oxigênio no músculo cardíaco...
Angina A angina pectoris é um tipo de dor queo paciente sente no peito, braço ounuca e que aparece com a realizaçãode esf...
Tipos de AnginaOs três tipos de angina são: Angina estável: Esse é o tipo mais comum de angina. Eleocorre quando o coraçã...
ANGINA - SintomasOs sintomas de angina podem ser: Sensação de aperto, peso ou ardor nopeito, nas costas ou na garganta.A ...
ANGINA - SintomasAngina estável: Dor em queimação ou constrição Dor induzida por esforço ou estresse emocional Dor de d...
ANGINA - Diagnóstico Em pacientes com angina ocasional que não têmdores no peito, um eletrocardiograma étipicamente norma...
ANGINA – Diagnósticodiferencial Outras síndromes coronárias (infarto domiocárdio, angina instável, vasospasmo). Síndrome...
TratamentoIdentificação e tratamento dos fatores de riscoreversíveis. Nitroglicerina sublingual para os episódios individ...
TRATAMENTOEMERGENCIA Oxigenio: 3 – 4 L/min 5 mg de isorssobida S.L de 5 – 15min. Mastigar 300mg de ASS Morfina 2mg cad...
TRATAMENTOAMBULATORIAL Ácido Acetilsalicilico Beta Bloqueadores:a) Atenololb) Propanolol Antagonistas de Canal de Ca+a)...
DICAS Um ECG inalterado não exclui a angina;até 20% dos pacientes com episódiosisquêmicos não apresentam alteraçõeseletro...
DICASMudanças de estilo de vidaA primeira coisa que uma pessoa com anginadeve fazer é realizar algumas alterações deestilo...
CRÉDITOS Diogo Queiroz
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Angina pectoris

38.945 visualizações

Publicada em

A angina pectoris é caracterizada pela dor no peito que ocorre devido a falta de oxigênio no músculo cardíaco. Pode ser classificada como sendo instável, estável ou de prinzmetal (variável) e o tipo mais grave é a instável.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
38.945
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
413
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Angina pectoris

  1. 1. Angina PectorisA angina pectoris é caracterizada pelador no peito que ocorre devido a faltade oxigênio no músculo cardíaco.Pode ser classificada como sendoinstável, estável ou de prinzmetal(variável) e o tipo mais grave é ainstável.Por: Diogo Queiroz
  2. 2. Angina A angina pectoris é um tipo de dor queo paciente sente no peito, braço ounuca e que aparece com a realizaçãode esforços ou emoções, ou mesmosem fator provocador aparente. Aangina é uma dor que provocamedo, daí o nome angina, quesignifica medo, angor em latim. Éuma dor que costuma deixar opaciente imóvel, assustado e que durapoucos segundos
  3. 3. Tipos de AnginaOs três tipos de angina são: Angina estável: Esse é o tipo mais comum de angina. Eleocorre quando o coração está trabalhando mais forte do queo usual. Na angina estável há um padrão regular, o qualdepois de alguns episódios a pessoa pode reconhecer eprever quando ocorrerá. A dor da angina estável geralmentevai embora alguns minutos depois da pessoa repousar outomar medicamento. Angina estável aumenta aprobabilidade de ataque cardíaco futuro. Angina instável: Essa é uma condição muito perigosa querequer tratamento de emergência. É um sinal de que ataquecardíaco pode ocorrer logo. Diferente da angina estável, ainstável não segue um padrão. Ela pode ocorrer sem esforçofísico e não é aliviada com repouso ou medicamento. Angina variante (Prinzmetal): Esse é um tipo raro deangina que geralmente ocorre quando a pessoa estárepousando. A dor pode ser forte e geralmente ocorre entre ameia-noite e cedo de manhã. Angina variante é aliviada commedicamentos.
  4. 4. ANGINA - SintomasOs sintomas de angina podem ser: Sensação de aperto, peso ou ardor nopeito, nas costas ou na garganta.A dor característica da angina tambémpode se manifestar no ombro esquerdoou irradiar- se até ascostas, garganta, maxilar e até pelosdentes e pelo braço direito.
  5. 5. ANGINA - SintomasAngina estável: Dor em queimação ou constrição Dor induzida por esforço ou estresse emocional Dor de duração inferior a 20 minutos Dor que remite com o repouso ou o uso de nitratos Equivalentes anginosos: cansaço, dispnéiaAngina instável e EAM:(Enfarte Agudo do Miocardico) Dor de duração superior a 20 minutos Dor que não desaparece com o uso de nitratos Dor de surgimento recente (< 4 semanas) Dor com padrão crescente (marcadamente maisintensa, prolongada ou frequente que anteriormente) Mudança das características da angina em paciente comangina estável
  6. 6. ANGINA - Diagnóstico Em pacientes com angina ocasional que não têmdores no peito, um eletrocardiograma étipicamente normal, a não ser que existamproblemas cardíacos no passado. Durante a dorpodem ser observadas modificações doeletrocardiograma. Para detectar estas variaçõespodem ser feitos eletrocardiogramas enquanto opaciente corre numa esteira (teste ergométrico) Em alguns casos específicos, é necessária arealização de angiografia: cateterismo cardíaco,exame que confirma a natureza da lesãocardíaca, e se o paciente é candidato a umaangioplastia, um bypass das artérias coronárias(cirurgia de revascularização do miocárdio ou"ponte de safena") ou outro tratamento.
  7. 7. ANGINA – Diagnósticodiferencial Outras síndromes coronárias (infarto domiocárdio, angina instável, vasospasmo). Síndrome de Tietze (costocondrite). Neuropatia intercostal, especialmente causadapor herpes-zoster. Radiculopatia cervical ou torácica, incluindoherpes-zoster pré-erupção Úlcera péptica Espasmo esofágico ou doença por refluxoesofágico. Colecistite Pneumotórax Embolia pulmonar Pneumonia pneumocócica
  8. 8. TratamentoIdentificação e tratamento dos fatores de riscoreversíveis. Nitroglicerina sublingual para os episódios individuais. O tratamento inclui ácido acetilsalicílico, nitratos deação longa, betabloqueadores e bloqueadores doscanais de cálcio. Considera-se angioplastia com ou sem stent empacientes com estenoses anatomicamenteapropriadas, que permaneçam sintomáticos com aterapia clínica. Cirurgia de revascularização do miocárdio parapacientes com angina refratária ao tratamentoclínico, doença de três vasos (ou doença de doisvasos, incluindo a parte proximal da artériadescendente anterior esquerda) e diminuição da funçãoventricular esquerda ou doença do tronco esquerdoprincipal.
  9. 9. TRATAMENTOEMERGENCIA Oxigenio: 3 – 4 L/min 5 mg de isorssobida S.L de 5 – 15min. Mastigar 300mg de ASS Morfina 2mg cada 15min atédesaparecer a dor. Diluir 1 Amp em9mL de água destilada e fazer de 2em 2 ml. 300mg de ataque de Clopidogrelcom manutenção de 75mg/dia. 40mg de Propanolol de 8/8hs.
  10. 10. TRATAMENTOAMBULATORIAL Ácido Acetilsalicilico Beta Bloqueadores:a) Atenololb) Propanolol Antagonistas de Canal de Ca+a) Verapamil Mononitrato de Isossorbida(Monocordil) Trimetazidina (Vastarel)
  11. 11. DICAS Um ECG inalterado não exclui a angina;até 20% dos pacientes com episódiosisquêmicos não apresentam alteraçõeseletrocardiográficas na presença de dor. Identificar e tratar factores de risco dedoenças cardíacas é uma prioridade empacientes com angina. Isto significaparar de fumar, perder peso (em casode obesidade ou excesso de peso) efazer testes ao colesterol alto, diabetes epressão alta.
  12. 12. DICASMudanças de estilo de vidaA primeira coisa que uma pessoa com anginadeve fazer é realizar algumas alterações deestilo de vida, como: Caso angina venha com esforçofísico, diminuir o esforço ou fazer paradas dedescanso. Caso angina venha depois de refeiçãopesada, evitar refeições grandes que façamsentir-se cheio. Caso angina apareça com o estresse, evitarsituações estressantes ou perturbadoras eaprender técnicas para administrar oestresse que não pode ser evitado.
  13. 13. CRÉDITOS Diogo Queiroz

×