Mata AtlâNtica

35.553 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo
1 comentário
15 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
35.553
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
913
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.015
Comentários
1
Gostaram
15
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mata AtlâNtica

  1. 1. Mata Atlântica
  2. 2. LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA DA REGIÃO   A mata atlântica originalmente percorria o litoral brasileiro de ponta a ponta. Estendia-se do Rio Grande do Norte ao Rio Grande do Sul, e ocupava uma área de 1,3 milhão de quilômetros quadrados. Tratava-se da segunda maior floresta tropical úmida do Brasil, só comparável à Floresta Amazônica.
  3. 4. Compreende a região costeira do Brasil. Seu clima é equatorial ao norte e quente temperado sempre úmida ao sul, tem temperaturas médias elevadas durante o ano todo e não apenas no verão. A alta pluviosidade nessa região deve-se à barreira que a serra constitui para os ventos que sopram do mar. Seu solo é pobre e a topografia é bastante acidentada. No interior da mata, devido a densidade da vegetação, a luz é reduzida.
  4. 5. A área total da Mata Atlântica antes do início de sua destruição era de aproximadamente 1,3 milhão de km²
  5. 6. Área total atual: aproximadamente 52.000 Km 2
  6. 8. INCRÍVEL, NÃO? FAÇA OS CÁLCULOS. ESTAMOS DIANTE DO QUE PODE SER O FIM DO LAR DE INÚMEROS SERES VIVOS!
  7. 9. DESCRIÇÃO DOS ASPECTOS FISIONÔMICOS E ESTRUTURAIS DA FLORESTA ATLÂNTICA
  8. 10. Esse tipo de formação florestal recebe várias denominações: floresta tropical úmida de encosta (segundo a classificação de Andrade-Lima), mata pluvial tropical (segundo Romariz) e mata atlântica (denominação mais geral).
  9. 11. O Relevo da Mata Atlântica se apresenta ondulado, bastante montanhoso(serra do Mar e serra da Mantiqueira). Esse ecossistema corresponde aos climas tropical litorâneo úmido(na faixa litorânea Nordestina), tropical de altitude(no Sudeste) e subtropical úmido(do Sul).
  10. 13. Rios importantes como o Paraíba do Sul, Doce e Jequitinhonha, drenam seus domínios. É uma das áreas mais sujeitas a precipitações no Brasil. As chuvas são orográficas, em função das elevações do planalto e das serras.
  11. 14. Os solos da floresta são pobres em minerais e sua natureza é granítica ou gnáissica. A maior parte dos minerais está contida nas plantas em vez de estar no solo. Como há no solo muita serrapilheira que origina abundante húmus, existem microorganimos de vários grupos os quais decompõem a matéria orgânica que se incorpora ao solo.
  12. 15. BIODIVERSIDADE
  13. 16. A FLORA: Com a maior biodiversidade de nosso planeta, a Mata Atlântica é caracterizada pela vegetação exuberante. Entre as espécies mais comuns encontram-se, alguma briófitas( como os musgos ), cipós e orquídeas.
  14. 17. É uma floresta sempre verde, cujos componentes em geral possuem folhas largas, que é vegetação de lugares onde há bastante umidade o ano todo. As folhas dessa floresta têm um tom mais colorido do que as da Floresta Amazônica.
  15. 18. A FAUNA: Com uma fauna endêmica, A Mata Atlântica é formada principalmente por anfíbios, mamíferos e aves das mais diversas espécies. Mico-leão-dourado, onça-pintada, bicho-preguiça, capivara. Estes são alguns dos mais conhecidos animais que vivem na Mata Atlântica.
  16. 19. Mas a fauna do bioma onde estão as principais cidades brasileiras é bem mais abrangente do que nossa memória pode conceber. São, por exemplo, 261 espécies conhecidas de mamíferos. Isto significa que se acrescentássemos à nossa lista inicial o tamanduá-bandeira, o tatu-peludo, a jaguatirica, o gato e o cachorro-do-mato ainda faltariam 252 mamíferos para completar o total de espécies dessa classe do reino animal na Mata Atlântica.
  17. 21. O PROBLEMA:
  18. 22. A Mata Atlântica encontra-se em um estado de intensa destruição, iniciada com a exploração do pau-brasil no século XVI. Até hoje, ao longo do bioma são exploradas inúmeras espécies florestais madeireiras e não madeireiras - como o caju, o palmito-juçara, a erva-mate, as plantas medicinais e ornamentais, os cipós, entre outras. Se por um lado essa atividade gera emprego e divisas para a economia, grande parte da exploração da flora atlântica acontece de forma predatória e ilegal, estando muitas vezes associada ao tráfico internacional de espécies.
  19. 24. Os números impressionantes da destruição do bioma demonstram a deficiência da conservação ambiental em nosso país e a precariedade do sistema de fiscalização dos órgãos públicos.
  20. 25. Atualmente da segunda maior floresta brasileira restam apenas cerca de 5 % de sua extensão original. Em alguns lugares como no Rio Grande do Norte, não há nem vestígios. Hoje a maioria da área litorânea que era coberta pela Mata Atlântica é ocupada por grandes cidades, pastos e agricultura. Porém, ainda restam manchas da floresta na Serra do Mar e na Serra da Mantiqueira, no sudeste do Brasil.
  21. 26. Não deixe que esse espetáculo de cores e formas se extingue! Pense nos seus filhos, nos seus netos...Que futuro você deseja para eles? Deixe-os sentir o cheiro da terra molhada e se encantar com o jogo de luzes do Sol expandindo-se pelas folhas das árvores. Dê a oportunidade de eles verem a magia de uma floresta que VOCÊ ajudou a salvar!
  22. 28. Nadiége Moroskoski Lehr, Monalisa Neumann, Maicon Andrade e Larissa Ajala

×