4.2 diagnóstico estratégico

552 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
552
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

4.2 diagnóstico estratégico

  1. 1. Módulo 4.2 DIAGNÓSTICO ESTRATÉGICO
  2. 2. DIAGNÓSTICO ESTRATÉGICO Proporciona ao executivo informações básicas para começar a usufruir das vantagens do planejamento estratégico, através do tratamento adequado dos pontos fortes, fracos e neutros da empresa, bem como das oportunidades e ameaças ambientais.
  3. 3. O diagnóstico estratégico corresponde à primeira fase do processo de planejamento estratégico e procura responder à pergunta básica ““qual a real situação da empresa quanto a seus aspectos internos e externos?””, verificando o que a empresa tem de bom, de regular ou de ruim no seu processo administrativo.
  4. 4. A ESTRATÉGIA ESTRATÉGIA MISSÃO Obj Ind Metas PA Resp ONDE S ESTAMOS? COMO ESTAMOS? VISÃO PARA ONDE VAMOS? COMO SEREMOS? VALORES
  5. 5. AMBIENTE É o conjunto de todos os fatores que, dentro de um limite específico, se possa conceber como tendo alguma influência sobre a operação do sistema. Ou onde o sistema está inserido. É o conjunto de todos os fatores que, dentro de um limite específico, se possa conceber como tendo alguma influência sobre a operação do sistema. Ou onde o sistema está inserido. Mercado de Mão-de-obra Concorrência Sistema empresa Consumidores Comunidade Tecnologia Sindicatos Governo Fornecedores Sistema financeiro
  6. 6. EMPRESA E A INDÚSTRIA COMPETITIVA Ambiente Legal Empresa Ambiente Político Ambiente Econômico Ambiente Demográfico Ambiente Cultural Ambiente Tecnológico Ambiente Social Ambiente Ecológico Indústria Competitiva
  7. 7. Análise Interna da Empresa Tem por finalidade colocar em evidência as deficiências e qualidades da empresa que está sendo analisada. Essa análise deve tomar como perspectiva para comparação as outras empresas do seu setor de atuação, sejam elas concorrentes diretas ou apenas concorrentes potenciais.
  8. 8. FATORES DO AMBIENTE INTERNO Produtos e serviços Produtos e serviços atuais; atuais; Novos produtos e Novos produtos e serviços; serviços; Promoção; Promoção; Imagem; Imagem; Comercialização; Comercialização; Sistema de informações; Sistema de informações; Estrutura organizacional; Estrutura organizacional; Tecnologia. Tecnologia. Suprimentos; Suprimentos; Parque industrial; Parque industrial; Recursos humanos; Recursos humanos; Estilo de administração; Estilo de administração; Resultados empresariais; Resultados empresariais; Recursos financeiros; Recursos financeiros; Controle e avaliação. Controle e avaliação.
  9. 9. PONTOS FORTES E PONTOS FRACOS PONTO FORTE PONTO FORTE PONTO FRACO PONTO FRACO É a diferenciação conseguida pela empresa (variável controlável que lhe proporciona uma vantagem operacional no ambiente empresarial. É a diferenciação conseguida pela empresa (variável controlável que lhe proporciona uma vantagem operacional no ambiente empresarial. É uma situação inadequada da em-presa É uma situação inadequada da em-presa (variável controlável) que lhe (variável controlável) que lhe proporciona uma desvantagem operacional no ambiente empresarial. proporciona uma desvantagem operacional no ambiente empresarial.
  10. 10. ANÁLISE INTERNA - FUNÇÃO MARKETING a) Quanto ao sistema de distribuição: forma de atuação sem distribuidores e representantes capacidade de escoamento dos canais de distribuição processo de estabelecimento de preços b) Quanto aos produtos: marca descrição dos produtos sistema de transporte participação do mercado vantagens e desvantagens do produto: qualidade, preço, a) Quanto ao sistema de distribuição: forma de atuação sem distribuidores e representantes capacidade de escoamento dos canais de distribuição processo de estabelecimento de preços b) Quanto aos produtos: marca descrição dos produtos sistema de transporte participação do mercado vantagens e desvantagens do produto: qualidade, preço, promoção promoção
  11. 11. ANÁLISE INTERNA - FUNÇÃO MARKETING c) Quanto à pesquisa de mercado: c) Quanto à pesquisa de mercado: dados gerais do mercado dados gerais do mercado influência nas vendas e lucro influência nas vendas e lucro opinião dos clientes opinião dos clientes análise das tendências de mercado análise das tendências de mercado aspectos de sazonalidade aspectos de sazonalidade previsão de vendas por produtos, região, zona e período previsão de vendas por produtos, região, zona e período
  12. 12. ANÁLISE INTERNA - FUNÇÃO MARKETING d) Quanto à força de venda número e localização como são estabelecidas as cotas de vendas como são desenvolvidos e controlados seus planos de trabalho quais as informações que fornecem e recebem quais os critérios de avaliação e) Quanto aos novos produtos: como são idealizados como são selecionados como são lançados como são avaliados d) Quanto à força de venda número e localização como são estabelecidas as cotas de vendas como são desenvolvidos e controlados seus planos de trabalho quais as informações que fornecem e recebem quais os critérios de avaliação e) Quanto aos novos produtos: como são idealizados como são selecionados como são lançados como são avaliados
  13. 13. ANÁLISE INTERNA - FUNÇÃO MARKETING f) Quanto a promoção e propaganda: o orçamento por produto, período e veículo (mídia) o processo de pesquisa as alternativas de divulgação a administração do processo g) Quanto as políticas mercadológicas: estabelecimento de preços descontos por quantidade devolução de mercadorias escolha de revendedores pagamento de comissões f) Quanto a promoção e propaganda: o orçamento por produto, período e veículo (mídia) o processo de pesquisa as alternativas de divulgação a administração do processo g) Quanto as políticas mercadológicas: estabelecimento de preços descontos por quantidade devolução de mercadorias escolha de revendedores pagamento de comissões
  14. 14. ANÁLISE INTERNA - FUNÇÃO FINANÇAS a) Análise dos Índices Financeiros Rentabilidade Lucratividade Fluxo de caixa Retorno sobre investimentos Medidas de liquidez Índices de endividamento Índices de medidas de alavancagem Índices de medidas de giro financeiro Índices de sustentabilidade Retorno sobre o capital a) Análise dos Índices Financeiros Rentabilidade Lucratividade Fluxo de caixa Retorno sobre investimentos Medidas de liquidez Índices de endividamento Índices de medidas de alavancagem Índices de medidas de giro financeiro Índices de sustentabilidade Retorno sobre o capital
  15. 15. ANÁLISE INTERNA - FUNÇÃO FINANÇAS b) Análise do Sistema de Planejamento e Controle b) Análise do Sistema de Planejamento e Controle Financeiro Financeiro as funções financeiras estrutura orçamentos relatórios e demonstrativos controles projeções de lucro políticas financeiras as funções financeiras estrutura orçamentos relatórios e demonstrativos controles projeções de lucro políticas financeiras
  16. 16. ANÁLISE INTERNA - FUNÇÃO PRODUÇÃO a) Quanto à instalações industriais Localização Tamanho Conservação b) Quanto aos equipamentos e instalações Qual o nível de utilização? São modernos e atualizados? Como está sendo aplicado o programa de manutenção a) Quanto à instalações industriais Localização Tamanho Conservação b) Quanto aos equipamentos e instalações Qual o nível de utilização? São modernos e atualizados? Como está sendo aplicado o programa de manutenção preventiva? preventiva? Qual o nível de gasto com manutenção? Qual o nível de gasto com manutenção?
  17. 17. ANÁLISE INTERNA - FUNÇÃO PRODUÇÃO c) Quanto ao processo produtivo Qual o índice de produtividade? Qual o nível de utilização da capacidade instalada? Qual a situação do arranjo físico? Quais os incentivos de produção? d) Quanto a qualidade Qual o nível de qualidade? Qual o nível de devolução de produtos? Qual o nível de atendimento? Qual o nível de resserviços? c) Quanto ao processo produtivo Qual o índice de produtividade? Qual o nível de utilização da capacidade instalada? Qual a situação do arranjo físico? Quais os incentivos de produção? d) Quanto a qualidade Qual o nível de qualidade? Qual o nível de devolução de produtos? Qual o nível de atendimento? Qual o nível de resserviços?
  18. 18. ANÁLISE INTERNA - FUNÇÃO PRODUÇÃO e) Quanto ao sistema de custos industriais Quais os critérios de apropriação? Quais os critérios de divulgação e análise? Quais as tendências apresentadas? Qual o nível de controle e avaliação de resultados? f) Quanto a pesquisa e desenvolvimento Qual a importância da PD? Qual o percentual de faturamento alocado em PD? Quais os critérios utilizados para a área de PD? e) Quanto ao sistema de custos industriais Quais os critérios de apropriação? Quais os critérios de divulgação e análise? Quais as tendências apresentadas? Qual o nível de controle e avaliação de resultados? f) Quanto a pesquisa e desenvolvimento Qual a importância da PD? Qual o percentual de faturamento alocado em PD? Quais os critérios utilizados para a área de PD?
  19. 19. ANÁLISE INTERNA - FUNÇÃO PRODUÇÃO g) Quanto aos suprimentos Qual o percentual de custo de compra com relação ao g) Quanto aos suprimentos Qual o percentual de custo de compra com relação ao produzido? produzido? Qual o valor das compras por período? Quais os critérios de seleção dos fornecedores? A compra é centralizada ou descentralizada? Quais os níveis de rotação de estoques? h) Quanto a organização da fábrica Qual a situação da estrutura organizacional e seus Qual o valor das compras por período? Quais os critérios de seleção dos fornecedores? A compra é centralizada ou descentralizada? Quais os níveis de rotação de estoques? h) Quanto a organização da fábrica Qual a situação da estrutura organizacional e seus componentes? componentes? Qual a situação das normas e procedimentos? Qual a situação dos tempos e métodos? Qual a situação das normas e procedimentos? Qual a situação dos tempos e métodos?
  20. 20. ANÁLISE INTERNA - FUNÇÃO RH Qual a importância do Fator Humano na empresa? Qual a eficácia dos programas de recrutamento, seleção e Qual a importância do Fator Humano na empresa? Qual a eficácia dos programas de recrutamento, seleção e admissão de funcionários? admissão de funcionários? A empresa é sindicalizada? Qual o índice de rotação dos empregados? Qual a moral e a produtividade dos empregados? Qual o índice de absenteísmo? Qual o nível e tipo de reivindicação dos empregados? Como está o plano de carreira e o plano de cargos e salários? Como é o plano de benefícios? Qual o clima organizacional? Existem substitutos adequados para os cargos-chaves? A empresa é sindicalizada? Qual o índice de rotação dos empregados? Qual a moral e a produtividade dos empregados? Qual o índice de absenteísmo? Qual o nível e tipo de reivindicação dos empregados? Como está o plano de carreira e o plano de cargos e salários? Como é o plano de benefícios? Qual o clima organizacional? Existem substitutos adequados para os cargos-chaves?
  21. 21. AMBIENTE EXTERNO Representa o conjunto de fatores através dos quais a empresa tem condições não só de identificar, mas também de avaliar ou medir, de forma mais efetiva e adequada, o grau de influência recebido e/ou proporcionado. Representa o conjunto de fatores através dos quais a empresa tem condições não só de identificar, mas também de avaliar ou medir, de forma mais efetiva e adequada, o grau de influência recebido e/ou proporcionado. Representa o conjunto de fatores através dos quais a empresa identificou, mas não tem condições, no momento, de avaliar ou medir o grau de influência entre as partes. Pode ser por exemplo, o caso de algumas variáveis culturais, demográficas ou sociais. Representa o conjunto de fatores através dos quais a empresa identificou, mas não tem condições, no momento, de avaliar ou medir o grau de influência entre as partes. Pode ser por exemplo, o caso de algumas variáveis culturais, demográficas ou sociais. AMBIENTE DIRETO AMBIENTE INDIRETO
  22. 22. Vantagem Competitiva Exemplo Microsoft, 3. Liderança na inovação. Banco 24 Horas. Volkswagen, Xerox. 4. Disponibilidade e desenho da assistência técnica (serviço pós-venda) Empresas japonesas que usam o modelo de produção e administração enxuta. 2. Eficiência e baixo custo das operações e dos recursos. Mercedes-Benz, Volkswagen, Boeing, Rede Globo, Bic. 1. Qualidade de projeto, do produto e de serviço. .
  23. 23. Vantagem Competitiva Exemplo Bancos, 7. Disponibilidade de capital. fundos de pensão. Petrobrás, Telefônica, cartel do cimento, Microsoft. 8. Controle do mercado Vale do Rio Doce, Petrobrás, cartel do cimento. 6. Propriedades ou controle de matérias-primas de alto custo ou escassa. Lojistas, empresas e microempresários em geral; negócios que operam o sistema de venda de porta em porta. 5. Relações pessoais com consumidores.
  24. 24. Vantagem Competitiva Exemplo Carros 11. Preço baixo. populares, camelôs. Mercedes-Benz, primeira classe em aviões. 12. Preço alto. Açúcar União, Nestlé, Gillette. 10. Conveniência e disponibilidade do produto (eficácia do sistema de distribuição). Nestlé, Johnson Johnson, Açúcar União, Coca-Cola, Gillette, Disney. 9. Aceitação pelo consumidor da marca da empresa. .
  25. 25. Concorrentes Potenciais Rivalidade entre FFoorrnneecceeddoorreess Rivalidade entre CCoommpprraaddoorreess Poder de Concorrentes Concorrentes barganha Poder de barganha Concorrentes Potenciais Ameaça de entrada de novos concorrentes Ameaça de substituição SSuubbssttiittuuttooss
  26. 26. ANÁLISE DO AMBIENTE DIRETO ENTRANTES Poder de Barganha Poder de Barganha CONCORRENTES FORNECEDORES COMPRADORES Rivalidade (Barreiras de Saída) SUBSTITUTOS Ameaças de Produtos ou Serviços Substitutos Modelo de Michael Porter Ameaças de Novos Entrantes (Barreiras de Entrada)
  27. 27. Macroambiente Ambiente Demográfico Setor de Negócios Concorrentes Empresa Clientes Substitutos Novos entrantes Fornecedores Ambiente Econômico Ambiente Político Ambiente Legal Ambiente Tecnológico Ambiente Social Ambiente Cultural
  28. 28. OPORTUNIDADES E AMEAÇAS É uma força ambiental incontrolável pela empresa, que pode favorecer a sua ação estratégica, desde que conhecida e aproveitada satisfatoriamente. É uma força ambiental incontrolável pela empresa, que pode favorecer a sua ação estratégica, desde que conhecida e aproveitada satisfatoriamente. É a força ambiental incontrolável pela empresam, que cria obstáculo à sua ação estratégica, mas que poderá ou não ser evitada, desde que conhecida em tempo hábil. É a força ambiental incontrolável pela empresam, que cria obstáculo à sua ação estratégica, mas que poderá ou não ser evitada, desde que conhecida em tempo hábil. OPORTUNIDADE AMEAÇAS
  29. 29. Estabelecimento das Oportunidades e Ameaças Quanto a tecnologia: quais as alterações tecnológicas possíveis? quais os programas de pesquisa? quão longa é a vida útil dos equipamentos utilizados? Quanto ao governo: a legislação pertinente; a política econômica e financeira.
  30. 30. Estabelecimento das Oportunidades e Ameaças Quanto ao subsistema financeiro: os tipos de instituições financeiras; a forma de atuação de cada tipo; as condições das operações (prazos de carências, de amortizações e taxas de juros). Quanto aos sindicatos: a estrutura dos sindicatos; o poder dos sindicatos; o comportamento em acordos trabalhistas que ocorreram no passado.
  31. 31. Estabelecimento das Oportunidades e Ameaças Quanto à comunidade: a população (como mercado de mão-de-obra) se está aumentando ou diminuindo; os valores sociais, culturais e espirituais; a infra-estrutura existente, quanto a educação, saúde etc. Quanto a identificação e análise dos principais ramos de negócios do ambiente no qual a empresa se situa:
  32. 32. Estabelecimento das Oportunidades e Ameaças Quanto aos consumidores: quem são (e se estão aumentando ou diminuindo); onde estão localizados; quais os usuários finais. Quanto a definição de mercado: qual a competição que existe por outros produtos;
  33. 33. Estabelecimento das Oportunidades e Ameaças qual a segmentação de mercado; qual a velocidade de mudança no produto e de onde se origina. Quanto aos aspectos básicos da indústria no qual a empresa está situada: tamanho; tipos de produtos; oportunidades de que a empresa poderá usufruir.
  34. 34. FATORES OU VARIÁVEIS AMBIENTAIS ECONÔMICAS SOCIAIS POLÍTICAS CULTURAIS Taxa de inflação Situação socioeconô-mica de cada seg-mento da população Monetárias Nível de alfabetiza-ção Taxa de juros Situação sindical Tributária Nível de escolari-dade Mercado de capitais Situação político partidária De distribuição de renda Estrutura educa-cional Nível do Produto Nacional Bruto (PNB) De relações interna-cionais Veículos de comu-nicação de massa Balanço de pagamentos Legislativa (federal, estadual e municipal) Nível de reservas cambiais De estatização ou privatização Nível de distribuição de rendas De estrutura do poder
  35. 35. FATORES OU VARIÁVEIS AMBIENTAIS LEGAIS TECNOLÓGICAS ECOLÓGICAS Área tributária Aquisição tecnológica pelo País Nível de desenvolvimento ecológico Área trabalhista Desenvolvimento tecnológico do País Índices de poluição Área criminalista Transferência de tecnologia pelo País Legislações existentes Área comercial Proteção de marcas e patentes Velocidade das mudanças e patentes Nível de orçamento de PD do País Nível de incentivos governa-mentais
  36. 36. TENDÊNCIAS TENDÊNCIAS ANÁLISE DO MACRO-AMBIENTE AMBIENTE TECNOLÓGICO AMBIENTES POLÍTICO E LEGAL TENDÊNCIAS TENDÊNCIAS AMBIENTE ECONÔMICO AMBIENTES DEMOGRÁFICO E SÓCIO-CULTURAL
  37. 37. MACRO-AMBIENTE TENDÊNCIAS TENDÊNCIAS POTENCIAIS AMBIENTE TECNOLÓGICO AMBIENTES POLÍTICO E LEGAL FORNECEDORES CLIENTES INDÚSTRIA PRODUTOS SUBSTITUTIVOS AMBIENTE ECONÔMICO AMBIENTES DEMOGRÁFICO E SÓCIO-CULTURAL CONCORRÊNCIA A C D E F B
  38. 38. AMBIENTE ECONÔMICO EXEMPLO DE VARIÁVEIS: EXEMPLO DE VARIÁVEIS: Crescimento do produto e da renda real Crescimento do produto e da renda real Classes de renda Classes de renda Níveis de consumo e poupança Níveis de consumo e poupança Inflação Inflação Padrões de gastos do consumidor (tipos Padrões de gastos do consumidor (tipos de bens) de bens) Análise de tendências das variáveis econômicas que afetam Análise de tendências das variáveis econômicas que afetam fundamentalmente a demanda e a oferta de produtos e serviços nos mercados em que a empresa atua ou pretende vir a atuar. fundamentalmente a demanda e a oferta de produtos e serviços nos mercados em que a empresa atua ou pretende vir a atuar.
  39. 39. AMBIENTE POLÍTICO-LEGAL EXEMPLO DE VARIÁVEIS: EXEMPLO DE VARIÁVEIS: Regulamentação governamental Regulamentação governamental (projetos de lei em andamento) (projetos de lei em andamento) Crescimento de grupos de interesse Crescimento de grupos de interesse público (correntes ideológicas emergentes) público (correntes ideológicas emergentes) Código de defesa do consumidor Código de defesa do consumidor Análise de tendências relativas a leis, códigos, instituições Análise de tendências relativas a leis, códigos, instituições governamentais e correntes ideológicas que possam afetar a empresa. governamentais e correntes ideológicas que possam afetar a empresa.
  40. 40. AMBIENTE TECNOLÓGICO EXEMPLO DE VARIÁVEIS: EXEMPLO DE VARIÁVEIS: Velocidade de mudança e da Velocidade de mudança e da informação informação Programabilidade: “Tudo, de todas as Programabilidade: “Tudo, de todas as formas, a todo momento” . (Régis Mackena) formas, a todo momento” . (Régis Mackena) Informação / Automação industrial. Informação / Automação industrial. Análise de tendências relativas ao conhecimento humano Análise de tendências relativas ao conhecimento humano que possam influenciar na empresa (ou tornar obsoletos) o uso de determinadas matérias-primas e insumos ou o emprego de determinados processos operacionais e gerenciais. que possam influenciar na empresa (ou tornar obsoletos) o uso de determinadas matérias-primas e insumos ou o emprego de determinados processos operacionais e gerenciais.
  41. 41. AMBIENTE DEMOGRÁFICO EXEMPLO DE VARIÁVEIS: Crescimento populacional Taxa de natalidade e faixas etárias Número de residências Migrações e concentrações (capital, EXEMPLO DE VARIÁVEIS: Crescimento populacional Taxa de natalidade e faixas etárias Número de residências Migrações e concentrações (capital, interior) interior) Etnias Escolaridade Etnias Escolaridade Análise de tendências relativas a características de Análise de tendências relativas a características de populações que possam ter implicações no direcionamento das atividades futuras da empresa. populações que possam ter implicações no direcionamento das atividades futuras da empresa.
  42. 42. AMBIENTE SÓCIO-CULTURAL EXEMPLO DE VARIÁVEIS: EXEMPLO DE VARIÁVEIS: Mudanças nas crenças, valores e Mudanças nas crenças, valores e normas sociais normas sociais Relação das pessoas consigo mesmas, Relação das pessoas consigo mesmas, com os outros, com as instituições, com a sociedade com os outros, com as instituições, com a sociedade Relação das pessoas com a natureza, Relação das pessoas com a natureza, com o universo com o universo Análise de tendências relativas a crenças básicas, valores, Análise de tendências relativas a crenças básicas, valores, normas e costumes sociais nas sociedades com as quais a empresa interage, de forma a perceber situações que possam afetar o desenvolvimento futuro da empresa. normas e costumes sociais nas sociedades com as quais a empresa interage, de forma a perceber situações que possam afetar o desenvolvimento futuro da empresa.
  43. 43. POSTURAS ESTRATÉGICAS AANNÁÁLLISISEE I NINTTEERRNNAA PPrreeddoommininâânncciaia d dee:: PPoonnttooss F Frraaccooss PPoonnttooss F Foorrtteess SSoobbrreevvivivêênncciaia MMaannuutteennççããoo CCrreessccimimeennttoo DDeesseennvvoolvlvimimeennttoo AAmmeeaaççaass OOppoorrttuunnididaaddee PPrreeddoommininâânncciaia d dee AAnnáálilsisee E Exxteterrnnaa
  44. 44. ANÁLISE AMBIENTAL ANÁLISE INTERNA ANÁLISE EXTERNA PONTOS FORTES PONTOS FRACOS • Estratégia • Organização • Responsabildiades • Integração • Imagem • Comunicação • Motivação • Treinamento • Capacitação • Liderança • Benefícios • Administrativos e Apoio • Finalísticos • Financeiros • Indicadores • Tecnologia • Orçamento • Custos • Receita • Lucro Estrutura Pessoas Processos Recursos OPORTUNIDADES AMEAÇAS Fornecedores Econômico Organização Clientes Substitutos Legal Político Concorrentes Geográfico Ambiente Operacional Ambiente Longitudinal

×