Projeto Sarau Digital

4.166 visualizações

Publicada em

Apresentação em slides elaborada para o I Seminário de Tecnologias e Educação do Estado de Mato Grosso do Sul. Professora Diana Pilatti, organizadora do Projeto Sarau Digital, representando a Escola Estadual José Mamede de Aquino.

Publicada em: Educação
1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.166
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
169
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
50
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto Sarau Digital

  1. 1. Diana Pilatti Onofre Lucas Henrique de Ferreira Santos Escola Estadual José Mamede de Aquino
  2. 2. <ul><li>Escola Estadual José Mamede de Aquino Endereço: Rua Heitor Vieira de Almeida, nº 287, Jardim Aeroporto, Campo Grande, MS – CEP 79.106-053 Telefone: (67) 3314 7058 – Fax: (67) 3314 4066 Equipe: Professora da Disciplina: Diana Pilatti - Literatura Professor de Tecnologia Lucas Henrique Público alvo: Alunos do Ensino Médio da Escola Estadual José Mamede de Aquino. Período de realização: 2º e 3º bimestres / 2009 </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Há muito tempo o Sarau é utilizado por artistas e amantes da arte como forma de divulgação e valorização dos processos de criação e expressão (música, dança, poesia e artes plásticas). </li></ul><ul><li>No contexto escolar, o Sarau também ganha destaque, com as apresentações artísticas produzidas pelos alunos, com o apoio e orientação dos professores. </li></ul><ul><li>A partir desta idéia, surgiu o desafio: transformar o antigo, abrindo um novo mundo de conhecimento para os alunos, despertando, assim, seu instinto criativo. Para alimentar este despertar a tecnologia entra em cena como ferramenta de aprendizagem, transportando o sarau para o plano virtual: o Sarau Digital . </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Reconhecer a importância da Literatura enquanto manifestação artística e registro cultural da humanidade; </li></ul><ul><li>Produzir vídeos através do aplicativo Movie Maker , a fim de divulgar o conhecimento literário como fonte de saber cultural. </li></ul><ul><li>Prover o aluno de conhecimentos teóricos e práticos no que tange à Arte (com ênfase à Literatura) e aos processos de criação artísticos, despertando seu instinto criativo. </li></ul><ul><li>Trabalhar as leituras das mídias e suas múltiplas linguagens, relacionando texto, som, imagem e tecnologia por meio do vídeo; </li></ul><ul><li>Prover ao aluno conhecimento de seu próprio corpo e da sua expressão durante a comunicação oral formal (postura, gestos, pronúncia, etc.) </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Após estudos prévios em sala de aula sobre as teorias que abarcam os períodos literários, os alunos foram à Sala de Tecnologia e assistiram ao vídeo modelo, produzido a partir do poema “As sem-razões do Amor” de Carlos Drummond de Andrade. (O vídeo modelo está disponível no BlogMede e também no Youtube < http://www.youtube.com/watch?v=NlruJFfLI3c ) </li></ul><ul><li>Para a montagem do vídeo, também foi criado um banco de dados, contendo imagens, músicas e poesias dos autores designados para cada turma (Classicismo>1º ano e Romantismo>2º ano). </li></ul><ul><li>O banco de dados foi elaborado a partir de pesquisa feita na internet nos sites Google, Mundo Cultural, Jornal de Poesia e Domínio Público. </li></ul><ul><li>A esta etapa seguiram... </li></ul>
  6. 6. Seleção de poesias, imagens e o fundo musical.
  7. 7. Orientações quanto ao uso do aplicativo e primeiras gravações.
  8. 8. Gravações e adequações à música e imagens.
  9. 9. Audições, finalização dos vídeos e postagem no BlogMede.
  10. 10. <ul><li>Foi visível a satisfação por parte dos alunos ao perceberem suas possibilidades enquanto criadores de mídia. </li></ul><ul><li>Em diversos momentos ouvimos “Ah professora, é muito difícil!” ou ainda “Eu tenho vergonha de gravar minha voz!”, mas em momento algum vimos alunos desistindo do trabalho, ao contrário, ao mesmo tempo que sentiam e reclamavam quanto à dificuldade, continuavam a repetir as gravações. </li></ul><ul><li>Ao final da atividade, constatamos um amadurecimento no que tange a expressão oral, exploração das diversas formar de linguagem (texto x música x imagem = vídeo), bem como saberes literários e os poetas luso-brasileiros. </li></ul>
  11. 12. <ul><li>BRASIL, Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. TV Escola, vol II, DVD nº 14, Língua Portuguesa. </li></ul><ul><li>BRASIL, Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. TV Escola, vol II, DVD nº 20, Língua Portuguesa. </li></ul><ul><li>BRASIL. Ministério da Educação. Domínio Público. Disponível em http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/PesquisaObraForm.jsp , acessado em 01.04.2009. </li></ul><ul><li>INFORMEDE: O USO DAS TÉCNOLOGIAS. Escola José Mamede de Aquino, Campo Grande – MS, 2009. Jornal de Poesia. Disponível em http://www.revista.agulha.nom.br/poesia.html , acessado em 01.04.2009. </li></ul><ul><li>MATO GROSSO DO SUL. Referencial Curricular da Educação Básica para o Ensino Médio. Secretaria de Estado de Educação, MS, 2008. </li></ul><ul><li>Mundo Cultural. Escritores Consagrados. Disponível em http://www.mundocultural.com.br/escritor_consagrado/index.asp , acessado em 01.04.2009. </li></ul><ul><li>PLANO POLÍTICO PEDAGÓGICO. Escola Estadual José Mamede de Aquino. Campo Grande – MS, 2009. </li></ul><ul><li>SILVA, Marcos José Pereira da. Como elaborar um projeto. Revista Carta na Escola (on-line). Disponível em http://www.cartanaescola.com.br/sustentabilidade/cadernos/como-elaborar-um-projeto , acessado em 21.08.2008. </li></ul><ul><li>Wikipédia, a Enciclopédia Livre. Disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/P%C3%A1gina_principal , acessado em 02.04.2009. </li></ul>
  12. 13. <ul><li>O projeto na íntegra está disponível no BlogMede </li></ul><ul><li>eejma.blogspot.com </li></ul><ul><li>Dúvidas, críticas e sugestões </li></ul><ul><li>Professora Diana Pilatti </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul>

×