ELABORAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA  NACIONAL DE FORMAÇÃO CONTINUADA EM TECNOLOGIA EDUCACIONAL- PROINFO INTEGRADO
Vamos passear pelo YouTube e desvendar  o mundo da Tecnologia na Educação http://www.youtube.com/watch?v=LyrrPqsgGRA&NR=1 ...
<ul><li>Eixo 2 – Currículo </li></ul><ul><li>No eixo denominado Currículo o foco é a realização concreta do  PITEC (Projet...
“ O currículo é um elemento central na definição daquilo que nós somos, daquilo que seremos futuramente. É nesse sentido q...
“ Ao utilizar as TIC em atividades curriculares, vislumbramos as possibilidades de abertura de espaços, tempos e conhecime...
Em um mundo cada vez mais globalizado, utilizar as novas tecnologias de forma integrada ao projeto pedagógico é uma maneir...
Outros vídeos que você pode ver... USO DE TECNOLOGIAS NAS ESCOLAS - GLOBO EDUCAÇÃO 19 DEZ 2009 Parte 1 http://www.youtube....
 
Atividade 2.1 – Painel da Proposta do Projeto  Nesse momento de encontro presencial, os participantes do curso deverão com...
Atividade 2.2 – Compartilhamento do Projeto em ação Esse espaço de diálogo destina-se ao compartilhamento do processo que ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Elaboração de Projetos - Eixo 2

2.550 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.550
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
32
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
59
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Elaboração de Projetos - Eixo 2

  1. 1. ELABORAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA NACIONAL DE FORMAÇÃO CONTINUADA EM TECNOLOGIA EDUCACIONAL- PROINFO INTEGRADO
  2. 2. Vamos passear pelo YouTube e desvendar o mundo da Tecnologia na Educação http://www.youtube.com/watch?v=LyrrPqsgGRA&NR=1 ** Depoimento gravado no V Congresso Educarede, em Madrid, em novembro de 2009. Neste vídeo estudiosos da educação, como Beth Almeida e Rogério Costa, da PUC-SP, falam a respeito de práticas educacionais inovadoras baseadas no uso de novas tecnologias, voltadas ao trabalho com a cultural digital, por meio de um currículo escolar mais flexível, com uma sistematização do conhecimento preparada para auxiliar os alunos a entenderem os problemas atuais. O vídeo traz ainda depoimentos de educacores do Chile e do Principado de Astúrias, na Espanha, a respeito de práticas educacionais inovadoras baseadas no uso das tecnologias de informação e comunicação.
  3. 3. <ul><li>Eixo 2 – Currículo </li></ul><ul><li>No eixo denominado Currículo o foco é a realização concreta do PITEC (Projeto Integrado de Tecnologia no Currículo) em sala de aula, a qual ocorre em articulação com estudos teóricos para melhor compreender as concepções de currículo. Os seguintes temas são apresentados para estudos neste eixo, além de outros que possam surgir no trabalho com os cursistas: </li></ul><ul><li>Currículo (concepções e tendências). </li></ul><ul><li>Integração de tecnologias ao currículo. </li></ul><ul><li>Currículo por projetos. </li></ul><ul><li>Projetos desenvolvidos em outros contextos educativos. </li></ul><ul><li>O desenvolvimento do projeto na sala de aula. </li></ul>
  4. 4. “ O currículo é um elemento central na definição daquilo que nós somos, daquilo que seremos futuramente. É nesse sentido que o currículo é, sem dúvida, crucial nesta definição das identidades dos nossos alunos. E isso nos obriga a constantemente refletir sobre: que identidades estaríamos formando na escola e que identidade nós desejaríamos, então, formar nesse mundo em que estamos vivendo?” (MOREIRA, 2008).” (p. 15) A concepção de currículo inclui desde os aspectos básicos que envolvem os fundamentos filosóficos e sociopolíticos da educação até os marcos teóricos e referenciais técnicos e tecnológicos que a concretizam na sala de aula. Saiba mais > (sugestão de leitura) http://www.educabrasil.com.br/eb/dic/dicionario.asp?id=72
  5. 5. “ Ao utilizar as TIC em atividades curriculares, vislumbramos as possibilidades de abertura de espaços, tempos e conhecimentos tradicionalmente trabalhados na escola; de estabelecer conexões entre a escola, o cotidiano da vida dos alunos e os acontecimentos do mundo; de integrar o local com o global; de abrir as fronteiras para o diálogo e o trabalho integrado entre as disciplinas escolares.” (p.11) “ As orientações dos Parâmetros Curriculares Nacionais – PCN e os Temas Transversais mostram que a escola tem a tarefa de preparar o aluno para a vida e, para isto, ela precisa ser dotada de competência técnica, ética e social para formar o aluno cidadão crítico e com condições de interagir no meio em que vive. Por isso, o currículo precisa ter relação entre os compromissos pedagógicos e sociais, favorecendo a formação integral do ser humano. ” (p.12)
  6. 6. Em um mundo cada vez mais globalizado, utilizar as novas tecnologias de forma integrada ao projeto pedagógico é uma maneira de se aproximar da geração que está nos bancos escolares. A opinião é de Maria Elizabeth Bianconcini de Almeida, coordenadora e docente do Programa de Pós-Graduação em Educação: Currículo, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Defensora do uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) em sala de aula, Beth Almeida faz uma ressalva: a tecnologia não é um enfeite e o professor precisa compreender em quais situações ela efetivamente ajuda no aprendizado dos alunos. &quot;Sempre pergunto aos que usam a tecnologia em alguma atividade: qual foi a contribuição? O que não poderia ser feito sem a tecnologia? Se ele não consegue identificar claramente, significa que não houve um ganho efetivo&quot;, explica. *** Leia a entrevista na íntegra > (sugestão de leitura) http:// revistaescola.abril.com.br/planejamento-e-avaliacao/avaliacao/entrevista-pesquisadora-puc-sp-tecnologia-sala-aula-568012.shtml *** Assista ao vídeo da Professora Beth Almeida falando um pouco sobre TICs e Currículo > http://www.youtube.com/watch?v=1lu7MvOmrOg
  7. 7. Outros vídeos que você pode ver... USO DE TECNOLOGIAS NAS ESCOLAS - GLOBO EDUCAÇÃO 19 DEZ 2009 Parte 1 http://www.youtube.com/watch?v=euKMJrP3wkI&feature=related Parte 2 http://www.youtube.com/watch?v=xMQncWWhThE&feature=related Dicas de sites: Turbine sua aula <EducaRede> http://educared.org/global/turbine-sua-aula
  8. 9. Atividade 2.1 – Painel da Proposta do Projeto Nesse momento de encontro presencial, os participantes do curso deverão compartilhar com os colegas da turma a proposta do projeto elaborada na atividade 1.5. Esse projeto deverá ser desenvolvido – colocado em ação – durante a realização do eixo 2 do curso. Isto significa que nesse eixo estaremos estudando as questões relacionadas ao Currículo e tecnologias e, ao mesmo tempo, desenvolvendo uma ação contextualizada que se refere à concretização das ações do projeto proposto. Orientações: 1. Organizar as apresentações usando os recursos da tecnologia, prevendo o tempo de 10 minutos de apresentação para cada cursista; 2. Salvar a atividade com o nome do arquivo: ativ-2_1Apres_Projeto_seunome; 3. Postar o arquivo desta atividade na Biblioteca em Material do Aluno, tema “Apresentação do Projeto”. 4. Participar da constituição de um Painel que sintetize as principais características das propostas, de modo que todos possam ter uma visão panorâmica dos projetos elaborados pelos cursistas; 5. Anotar dúvidas e sugestões para o debate e os aspectos vislumbrados nas propostas apresentadas, que sejam apropriados para serem incorporados em seus projetos. 6. Participar da “roda reflexiva coletiva” discutindo os aspectos levantados na turma.
  9. 10. Atividade 2.2 – Compartilhamento do Projeto em ação Esse espaço de diálogo destina-se ao compartilhamento do processo que cada cursista experiencia no desenvolvimento do Projeto de sala de aula. É importante que relatem as dificuldades encontradas, as estratégias utilizadas e as conquistas, bem como as potencialidades evidenciadas. Siga as orientações: 1.Identificar o nome do Projeto e o local, por exemplo, Projeto “nome” Ji-Paraná (RO), para que os colegas possam identificá-lo; 2. Descrever sucintamente as questões que deseja compartilhar com seus comentários no Fórum “Projeto em ação” ; 3. Ler as descrições e comentários dos colegas, fazendo suas observações no sentido de contribuir para a análise da turma sobre as experiências particulares de realizar o Projeto de sala de aula.

×