TESTE                                                               02               NOME                                 ...
TESTE  3.          Selecciona a alternativa que permite preencher os espaços, de modo a obter              uma afirmação c...
TESTE         C. A interacção estabelecida entre os machos do elefante africano            contribui para o benefício da e...
TESTE4.       Explica a razão pela qual a quantidade de energia diminui à medida que se         passa de nível trófico par...
TESTE6.       Analisa a informação. Responde, depois, às questões que se seguem.          Informação          Nas vastas á...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aendt8 teste2

1.545 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.545
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
833
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aendt8 teste2

  1. 1. TESTE 02 NOME Nº TURMA I Analisa as informações 1 e 2 e responde às questões que se seguem. Informação 1 As plantas da espécie Asclepias curassavica eram abundantes na ilha de Barbados e constituíam a principal fonte de alimento de duas espécies de insectos – a lagarta da borboleta da espécie Danaus plexippus e os percevejos do género Oncopeltus. Todas as Asclepias curassavica foram praticamente eliminadas pelas lagartas da borboleta que, no entanto, conseguiram sobreviver porque se ali- mentavam de outras plantas da espécie Calotropis procera. Os percevejos que não apresentavam outra alternativa alimentar foram, gradualmente, eliminados. Princípios de Ecologia (adaptado) Informação 2 No quadro I, as letras A e B referem-se a duas espécies e os números de 1 a 7 cor- respondem a sete tipos diferentes de interacções que os seres vivos podem esta- belecer num ecossistema. Quadro I INTERACÇÕES ESPÉCIE A ESPÉCIE B 1. A e B disputam os mesmos recursos alimentares. – – 2. A é prejudicado e B não é afectado. – 0 3. A alimenta-se de B; não resulta a morte imediata de B. + – 4. A mata B para se alimentar. + – 5. A é beneficiado e B não é afectado. + 0 6. A e B são beneficiados mas a relação não é obrigatória. + + 7. A e B são beneficiados mas a relação é obrigatória e indissociá- + + vel. Legenda: 0 as espécies não são afectadas + a vida da espécie tornou-se possível ou melhorou – a vida da espécie é reduzida ou impossível 1. Identifica o tipo de interacção mencionada na Informação 1 entre: 1.1. as lagartas da borboleta e as plantas da espécie Asclepias curassavica; 1.2. as lagartas da borboleta e os percevejos. 2. Explica a razão das plantas da espécie Asclepias curassavica e os percevejos terem sido, gradualmente, eliminados.AENDT8CAP-05 NOVO DESCOBRIR A TERRA 8 | CADERNO DE APOIO AO PROFESSOR | 65
  2. 2. TESTE 3. Selecciona a alternativa que permite preencher os espaços, de modo a obter uma afirmação correcta. Na Natureza, a ea são importantes factores de regulação da den- sidade das populações. a) predação (…) competição c) competição (…) cooperação b) predação (…) cooperação d) competição (…) sociedade 4. Identifica as interacções assinaladas pelos números de 1 a 7 do quadro I. 5. Selecciona a alternativa que completa correctamente a afirmação seguinte. Na interacção assinalada pelo número 3, … a) (…) A é predador de B. c) (…) A é presa de B. b) (…) A é parasita de B. d) (…) A é hospedeiro de B. 6. Explica o facto de na interacção assinalada com o número 6, a vida das espé- cies A e B ter melhorado. II 1. As figuras 1 e 2 representam interacções entre indivíduos que habitual- mente vivem em grupos familiares. (a)(b) 1. Enquanto uma hiena distrai uma fêmea de 2. Durante a época da reprodução, os machos gnu (a), as restantes perseguem a sua cria (b). do elefante africano utilizam as suas presas e a Posteriormente à caçada, as hienas tromba em lutas ferozes para disputarem as alimentam-se da carcaça da cria de gnu. fêmeas. 1.1. Identifica o(s) tipo(s) de interacção(ões) representado(s) na figura 1. 1.2. Identifica o tipo de interacção representado na figura 2. 1.3. Classifica como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das seguintes afirma- ções, relativas às figuras 1 e 2. A. Este tipo de interacções aumenta as possibilidades de sobrevivência dos indivíduos da mesma espécie. B. A relação que a hiena estabelece com a fêmea de gnu contribui para o prejuízo do grupo de hienas. 66 | NOVO DESCOBRIR A TERRA 8 | CADERNO DE APOIO AO PROFESSOR
  3. 3. TESTE C. A interacção estabelecida entre os machos do elefante africano contribui para o benefício da espécie. D. A interacção estabelecida entre os machos do elefante africano contribui para garantir o sucesso individual de um deles. E. Este tipo de interacções não favorece a selecção natural porque são eliminados os organismos com menor capacidade adaptativa. III1. Analisa a informação. Responde, depois, às questões que se seguem. Informação Um bando de pelicanos voa sobre as copas das árvores e, de súbito, deixam-se cair sobre as águas tranquilas, capturando peixe com os bicos. As gaivotas e as garças, menos especializadas do que os pelicanos, costumam rondá-los para lhes roubarem a comida. Os peixes, por sua vez, alimentam-se de fitoplâncton.1.1. Utilizando os seres vivos, mencionados na informação, constrói uma cadeia alimentar.1.2. Indica os seres:1.2.1. produtores; 1.2.2. consumidores de 1.° ordem.1.3. Menciona o nível trófico ocupado:1.3.1. pelo fitoplâncton; 1.3.2. pelas gaivotas; 1.3.3. pelos pelicanos.1.4. Refere a importância dos decompositores nos ecossistemas.2. Estabelece a correspondência entre a coluna I e a coluna II. COLUNA I COLUNA II 1. Autotróficos A. Alimentam-se de matéria orgânica morta. 2. Consumidores de 1.ª ordem B. Plantas verdes fotossintéticas. 3. Decompositores C. Alimentam-se exclusivamente de plantas. 4. Heterotróficos D. Produzem a sua própria matéria orgânica a partir 5. Produtores de nutrientes inorgânicos e de uma fonte de energia ambiental. E. Alimentam-se de matéria orgânica para obterem a energia de que necessitam.3. Para cada uma das situações seguintes, constrói uma frase cientificamente correcta utilizando todos os termos apresentados em cada uma: A. Sol, fluxo, ecossistema, níveis tróficos, energia. B. Energia, fluxo, ecossistema, unidireccional, reaproveitada. C. Cíclica, ecossistema, matéria, contínua. D. Produtores, consumidores, decompositores, solo, matéria, orgânica, mineral. NOVO DESCOBRIR A TERRA 8 | CADERNO DE APOIO AO PROFESSOR | 67
  4. 4. TESTE4. Explica a razão pela qual a quantidade de energia diminui à medida que se passa de nível trófico para nível trófico.5. A figura seguinte representa uma sucessão ecológica. A B C Tempo (dezenas de anos)5.1. Define sucessão ecológica.5.2. Faz a legenda (A, B e C) da figura.5.3. Selecciona a alternativa que completa correctamente a afirmação seguinte: A comunidade clímax… A) é constituída por populações estáveis, adaptadas ao meio ambiente. B) ocorre quando o local colonizado estava anteriormente desprovido de vida. C) é a primeira comunidade a instalar-se num local que se encontra despro- vido de vida. D) é formada por organismos resistentes e menos exigentes em relação ao meio.5.4. Refere a importância ecológica de uma comunidade pioneira. 68 | NOVO DESCOBRIR A TERRA 8 | CADERNO DE APOIO AO PROFESSOR
  5. 5. TESTE6. Analisa a informação. Responde, depois, às questões que se seguem. Informação Nas vastas áreas da Tundra do hemisfério Norte são abundantes os lemingues (mamíferos roedores) dos quais dependem, em grande parte, as corujas e as raposas que deles se alimentam. Em cada 3 a 4 anos, a densidade populacional dos lemingues escasseia, o que condiciona a diminuição da população de corujas e de raposas. Em virtude da diminui- ção da densidade populacional dos predadores, corujas e raposas, aumenta o número de lemingues.6.1. Menciona o alimento das corujas e das raposas.6.2. Refere o que acontece à densidade populacional das corujas e das raposas quando a população de lemingues: 6.2.1. aumenta. 6.2.2. diminui.6.3. Indica o período de variação da densidade populacional de lemingues.6.4. Explica como variam as densidades populacionais destas três espécies. NOVO DESCOBRIR A TERRA 8 | CADERNO DE APOIO AO PROFESSOR | 69

×