III FÓRUM INTERNACIONAL
DE PEDAGOGIA - FIPED
PENSADORES CONTEMPORÂNEOS DAPENSADORES CONTEMPORÂNEOS DA
EDUCAÇÃO:EDUCAÇÃO:
Q...
INTRODUÇÃO
●
Relatório Delors – UNESCO (1996);
●
Pedagogia do Aprender a Aprender 4 Pilares - Aprender: a→
Conhecer; a Faz...
INTRODUÇÃO

Ideias sintonizadas com a adaptação às incertezas e às
constantes mudanças demandadas neste milênio;

Pensam...
OBJETIVOS

GERAL:

Discutir a formação de professores e as tendências
da educação deste século à luz dos pensadores
cont...
METODOLOGIA

Tipo de pesquisa Qualitativa;

Paradigma Interpretativo;

Pesquisa Bibliográfica;

Levantamento de fontes.
ANTÓNIO NÓVOA
"Só o profissional pode ser responsável por sua formação"
●
O que ele diz: Ao falar da formação e valorizaçã...
BERNARDO TORO
"A educação tem de servir a um projeto da sociedade como um todo"
●
O que ele diz: A partir de seu ativismo ...
BERNARDO TORO
"A educação tem de servir a um projeto da sociedade como um todo"
Os Oito* Códigos da Modernidade:
●
Domínio...
CÉSAR COLL
"Um plano curricular precisa satisfazer, de forma articulada, todos os
níveis de funcionamento de uma escola"
●...
EDGAR MORIN
"É preciso substituir um pensamento que isola e separa por um
pensamento de distingue e une"
●
O que ele diz: ...
EDGAR MORIN
"É preciso substituir um pensamento que isola e separa por um
pensamento de distingue e une"
Sete Saberes Nece...
FERNANDO HERNÁNDEZ
"O melhor jeito de organizar o currículo escolar é por projetos didáticos”
●
O que ele diz: Difunde e j...
PHILIPPE PERRENOUD
"Competência em educação é mobilizar um conjunto de saberes para
solucionar com eficácia uma série de s...
PHILIPPE PERRENOUD
"Competência em educação é mobilizar um conjunto de saberes para
solucionar com eficácia uma série de s...
CONSIDERAÇÕES FINAIS
●
O que se pode perceber é que os seis estudiosos debruçaram-
se sobre questões pertinentes à formaçã...
REFERÊNCIAS
ALVES-MAZZOTTI, A. J. O debate atual sobre os paradigmas de pesquisa em educação. Cadernos de Pesquisa, São Pa...
OBRIGADO!OBRIGADO!
dennysleite@hotmail.com
silvauricelia@gmail.com
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pensadores contemporâneos da Educação: quem são, o que dizem e quais implicações à formação docente?

19.294 visualizações

Publicada em

Trabalho apresentado no III Fórum Internacional de Pedagogia (FIPED) realizado de 10 a 13 de Novembro de 2010 em Quixadá - Ceará.

Artigo disponível em: <http: />

Publicada em: Educação
1 comentário
5 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
19.294
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
377
Comentários
1
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pensadores contemporâneos da Educação: quem são, o que dizem e quais implicações à formação docente?

  1. 1. III FÓRUM INTERNACIONAL DE PEDAGOGIA - FIPED PENSADORES CONTEMPORÂNEOS DAPENSADORES CONTEMPORÂNEOS DA EDUCAÇÃO:EDUCAÇÃO: QUEM SÃO, O QUE DIZEM E QUAISQUEM SÃO, O QUE DIZEM E QUAIS IMPLICAÇÕES À FORMAÇÃO DOCENTE?IMPLICAÇÕES À FORMAÇÃO DOCENTE? Dennys Leite MAIA Maria Auricélia da SILVA QUIXADÁ - CE Novembro/2010
  2. 2. INTRODUÇÃO ● Relatório Delors – UNESCO (1996); ● Pedagogia do Aprender a Aprender 4 Pilares - Aprender: a→ Conhecer; a Fazer; a Viver e; a Ser; ● Permeado por concepção e interesses políticos diversos; ● MEC (1998) - Educação, um tesouro a descobrir: relatório para a Unesco da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI; ● Lista de autores alinhados a essa nova "demanda educacional" ● Nova Escola: “O 'negócio' deles é reprocessar ideias já largamente difundidas (e aceitas) e apresentá-las numa linguagem fácil, objetiva e coerente com as necessidades atuais”
  3. 3. INTRODUÇÃO  Ideias sintonizadas com a adaptação às incertezas e às constantes mudanças demandadas neste milênio;  Pensamento difundido nos cursos de formação de professores no Brasil;  Os pensadores são:  António NÓVOA (português);  Bernardo TORO (colombiano);  César COLL (espanhol);  Edgar MORIN (francês);  Fernando HERNÁNDEZ (espanhol);  Philippe PERRENOUD (suíço).
  4. 4. OBJETIVOS  GERAL:  Discutir a formação de professores e as tendências da educação deste século à luz dos pensadores contemporâneos.  ESPECÍFICOS:  Apresentar as ideias centrais sobre as teorias de pensadores contemporâneos;  Discutir essas concepções e sua contribuições à formação de professores no Brasil;  Analisar as contribuições dessas correntes de pensamento para as práticas pedagógicas atuais.
  5. 5. METODOLOGIA  Tipo de pesquisa Qualitativa;  Paradigma Interpretativo;  Pesquisa Bibliográfica;  Levantamento de fontes.
  6. 6. ANTÓNIO NÓVOA "Só o profissional pode ser responsável por sua formação" ● O que ele diz: Ao falar da formação e valorização profissional docente, propõe que, além da necessidade de uma formação continuada, o professor deve refletir sobre sua prática e estar aberto a novidades. ● Formação num continuum; ● Aprender contínuo 2 pilares: Pessoa e a Escola;→ ● Reflexão sobre a prática (Professor reflexivo - Schön) ● Professores abertos a mudanças - Responsável por sua formação.
  7. 7. BERNARDO TORO "A educação tem de servir a um projeto da sociedade como um todo" ● O que ele diz: A partir de seu ativismo social, propõe oito capacidades que qualquer estudante deve desenvolver para ter atuação plena numa sociedade cada vez mais globalizada. ● Acesso ao conhecimento como mecanismo de transformação social; ● Valorização do Saber Social saberes culturais produzidos→ pela humanidade; ● Formação do cidadão para a Sociedade Planetária; ● Códigos da Modernidade.
  8. 8. BERNARDO TORO "A educação tem de servir a um projeto da sociedade como um todo" Os Oito* Códigos da Modernidade: ● Domínio da leitura e da escrita; ● Capacidade de fazer cálculos e resolver problemas; ● Capacidade de analisar, sintetizar e interpretar dados, fatos e situações; ● Capacidade de compreender e atuar em seu entorno social; ● Receber criticamente os meios de comunicação; ● Capacidade de localizar, acessar e usar melhor a informação acumulada; ● Capacidade de planejar, trabalhar e decidir em grupo e; ● Capacidade de desenvolver uma mentalidade internacional.
  9. 9. CÉSAR COLL "Um plano curricular precisa satisfazer, de forma articulada, todos os níveis de funcionamento de uma escola" ● O que ele diz: Influenciado principalmente pelas ideias de Piaget, propõe mudanças no currículo escolar para uma perspectiva construtivista. ● Assessor para a concepção dos PCNs no Brasil; ● Defensor de um currículo Construtivista com marco referencial psicológico (Piaget, Vygotsky e Ausubel); ● Foco no aprendizado discente; ● Currículo como seleção de formas ou saberes culturais → ensino contextualizado.
  10. 10. EDGAR MORIN "É preciso substituir um pensamento que isola e separa por um pensamento de distingue e une" ● O que ele diz: Dentro de sua teoria da complexidade propõe os Sete Saberes Necessários à Educação do Futuro e o fim do ensino fragmentado. ● Teoria da Complexidade; ● Livro – Os sete saberes necessários à educação do futuro - Encomendado pela UNESCO; ● Conhecimento não é nem pode ser uno; ● Contrapõe-se ao ensino fragmentado das disciplinas; ● Sete Saberes.
  11. 11. EDGAR MORIN "É preciso substituir um pensamento que isola e separa por um pensamento de distingue e une" Sete Saberes Necessários à Educação do Futuro: ● Conhecimento (erro e ilusão); ● Conhecimento pertinente; ● Condição humana; ● Identidade terrena; ● Enfrentamento das incertezas; ● Compreensão e; ● Ética do gênero humano (antropoética).
  12. 12. FERNANDO HERNÁNDEZ "O melhor jeito de organizar o currículo escolar é por projetos didáticos” ● O que ele diz: Difunde e justifica a ideia de organizar o currículo por projetos didáticos de trabalho. ● Projetos de Trabalho: Concepção de educação que ela requer “uma mudança prévia na escola”; ● Pedagogia de Projetos - Dewey Visão pragmática;→ ● Projeto de Trabalho desenvolve: autonomia, criatividade, capacidade analítica, capacidade de síntese e poder de decisão; ● Professor facilitador.
  13. 13. PHILIPPE PERRENOUD "Competência em educação é mobilizar um conjunto de saberes para solucionar com eficácia uma série de situações" ● O que ele diz: Além das discussões acerca da profissionalização dos professores e da avaliação dos alunos, indica dez competências necessárias para uma boa prática docente no novo milênio. ● Um dos mais lidos no Brasil - formação e avaliação; ● Palavra-chave: Competência - a faculdade de mobilizar um conjunto de recursos cognitivos para solucionar, com pertinência e eficácia, uma série de situações; ● Questões do âmbito da didática, da gestão e da formação; ● Escola como o melhor lugar para o desenvolvimento das competências; ● Dez Competências para Ensinar.
  14. 14. PHILIPPE PERRENOUD "Competência em educação é mobilizar um conjunto de saberes para solucionar com eficácia uma série de situações" Dez Competências para Ensinar: ● Organizar e dirigir situações de aprendizagem; ● Administrar a progressão das aprendizagens; ● Conceber e fazer evoluir os dispositivos de diferenciação; ● Envolver os alunos em suas aprendizagens e em seu trabalho; ● Trabalhar em equipe; ● Participar da administração escolar; ● Informar e envolver os pais; ● Utilizar novas tecnologias; ● Enfrentar os deveres e os dilemas éticos da profissão e; ● Administrar a própria formação.
  15. 15. CONSIDERAÇÕES FINAIS ● O que se pode perceber é que os seis estudiosos debruçaram- se sobre questões pertinentes à formação de professores no atual contexto econômico, político e social. ● Acredita-se que esta temática é relevante em razão da presença marcante desses pensadores na formação de professores neste país. ● Espera-se que este estudo incite outras investigações, pois percebe-se que elas interferem, sobremaneira, nos cursos de formação docente, visto que esses autores parecem ter adquirido certa perenidade entre as referências bibliográficas dos cursos de formação de professores, junto a outros pensadores, no que compete a teorias da educação.
  16. 16. REFERÊNCIAS ALVES-MAZZOTTI, A. J. O debate atual sobre os paradigmas de pesquisa em educação. Cadernos de Pesquisa, São Paulo: n. 96, p. 15-23, fev/abr, 1996. COLL, C.; POZO, J. I.; SARABIA, B.; VALLS, E. Los contenidos en la reforma: enseñanza y aprendizaje de los conceptos, procedimientos y actitudes. Madrid: Santillana, 1992. _____, C. S. Aprendizagem escolar e construção do conhecimento. Porto Alegre: Artes Médicas, 1994. DELORS, J. (org.). Educação, um tesouro a descobrir: relatório para a Unesco da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: MEC; Unesco, 1998. FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 17a ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987. GARDNER H. Estructuras de la mente: la teoría de las inteligencias múltiples. Santafé de Bogotá, D.C., Colombia: Fondo de Cultura Económica, 2001. GUBA, E. G.; LINCOLN, Y. S. Competing paradigms in qualitative research. In: DENZIN, N. K.; LINCOLN, Y. S. (Ed.). Handbook of qualitative research. Thousand Oaks, California: SAGE, p. 105-107, 1994. HERNÁNDEZ, F. Transgressão e mudança na Educação. Porto Alegre: Artmed, 1998a. ____________, F.; VENTURA, M. A organização do currículo por projetos de trabalho: o conhecimento é um caleidoscópio. Porto Alegre: Artmed, 1998b. ____________, F. Pesquisar para aprender. In: Revista Nova Escola, Ano XVII, n. 154, São Paulo: Fundação Victor Cívita, n. 154, Agosto, 2002. MARAGON, C.; LIMA, E. Na vanguarda da Educação: como as ideias de seis novos teóricos da Educação podem ajudar a renovar a escola brasileira. In: Revista Nova Escola, Ano XVII, n. 154, São Paulo: Fundação Victor Cívita, p. 18-25, Agosto, 2002. MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. 2a ed. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: UNESCO, 2000. NÓVOA, A. Formação de professores e profissão docente. In: NOVOA, A. (coord.). Os professores e a sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1995. _______, A. Professor se forma na escola. In: Revista Nova Escola, São Paulo: Abril Cultural, n. 142, p. 13-15, Maio, 2001. PERRENOUD, P. Dez novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artmed. 2000a. ____________, P. A arte de construir competências. In: Revista Nova Escola. São Paulo: Abril Cultural, Setembro, 2000b. SAVIANI, D. Escola e Democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre educação política. 31a ed. Campinas: Autores Associados, 1997. SCHÖN, D. Formar professores como profissionais reflexivos. In: NOVOA, A. (coord.). Os professores e a sua formação. Lisboa: Dom Quixote, p. 79-91, 1995. TORO, B.; WERNECK, N. M. Mobilização social: um modo de construir a democracia e a participação. Bogotá: Fundación Social,1993. _____, B. Códigos da Modernidade: capacidades e competências mínimas para participação produtiva no século XXI. Bogotá: Fundación Social, 1997.
  17. 17. OBRIGADO!OBRIGADO! dennysleite@hotmail.com silvauricelia@gmail.com

×