Depoimentossobre1808
“Depoisdelerestelivro,finalmenteconseguientenderoBrasil”
PatriciaMorini,estudante,PortoAlegre,RS
“Umd...
Copyright©LaurentinoGomes,2010
DireitosdeediçãodaobraemlínguaportuguesanoBrasiladquiridospelaNovaFronteiraParticipações
S....
Sumário
AEradasRevoluções
OEmbaixador
Epígrafe
Introdução
OGrito
Ovendaval
Opaísimprovável
OsbrasisdeD.João
Ascortes
DeMin...
OEmbaixador
Estaobradevegrandepartedesuaconsistênciaecredibilidadeaocuidadosotrabalhodeorientaçãoe
revisãorealizadopelodip...
forneceram inestimáveisinformaçõessobreasrelaçõesBrasil-PortugalnaépocadaIndependência;ao
professorDanielSerrão,peloacesso...
Introdução
O projetodeescreverestelivronasceudeumaconversacasualem meadosde2008,duranteum
simpósionoMuseuHistóricoNacional...
observaçãoqueomineralogistaJoséBonifáciodeAndradaeSilvahaviafeitoem 1812aoanalisaras
perspectivasdeêxitodoBrasil.“Amalgama...
tratamentorespeitosoaosíndios.JánaqueletempoachavasernecessáriaatransferênciadacapitaldoRiode
Janeiroparaalgumpontodaregiã...
metrópoleeoutrosestudos,afirmaqueosentimentodemedo,fomentadopelaconstanteameaçadeuma
rebeliãoescrava,fezcomqueaelitecoloni...
Paraumjornalista,aIndependênciadoBrasiléumacontecimentorepletodepersonagensfascinantesemque
ospapéisdeheróisevilõesseconfu...
Notasdaintrodução:
1AngelaAlonso,JoaquimNabuco,p.68.
2MariaOdilaLeitedaSilvaDias,Ainteriorizaçãodametrópoleeoutrosestudos,...
OGrito
O destinocruzouocaminhodeD.Pedroem situaçãodedesconfortoenenhumaelegância.Aose
aproximardoriachodoIpiranga,às16h30d...
BrasilemvirtudedasdivergênciasinternasedaincertezaarespeitodoquesepassavaemPortugal.Saldanha
daGama,de21anos,era,além dese...
“Acadapasso,asbestasparavamofegantesdecansaço.”7
Doaltodaserralevavam-semaisseishorasparaatravessarotrechodoplanaltoemdire...
13anos,oBrasiltinhasidopromovido,em1815,aReinoUnidocomPortugaleAlgarve.Porisso,em1822
todooesforçodosbrasileirosestavaconc...
enfáticadetodas,terminavacomumafrasequenãodeixavadúvidasobreadecisãoasertomada:“Senhor,o
pomoestámaduro,colhe-ojá!”14
Quat...
nosentidocontrário,emdireçãoàguardadehonra.AvisavadachegadadeD.Pedro,tambémagalope.
Odepoimentodocoronel:
Poucosminutospod...
– Juramos– respondemostodos.
D.Pedroembainhounovamenteaespada,noquefoiimitadopelaguarda,pôs-seàfrentedacomitiva
evoltou-se...
Notasde“OGrito”:
1OctávioTarquíniodeSousa,AvidadeD.PedroI,vol.2,p.36.
2OctávioTarquíniodeSousa,AvidadeD.PedroI,vol.2,p.39....
Alvim,JoséAntonioPimentaBuenoeAntonioMarianodeAzevedoMarques,professordematemáticae
fundador,noanoseguinte,daimprensapauli...
OVendaval
DezquilômetrosaonortedocentrodeParisháum tesourogeralmenteignoradopelosmilhõesde
turistasquetodososanosinvademac...
osmouros,jádetentoresdaPenínsulaIbérica,ocupassemorestantedaEuropaevarressemdo
continenteosúltimosvestígiosdacivilizaçãooc...
consideradasinadmissíveis.AIgreja,sólidopilardavelhaordem,foiperseguidaeexpropriadaemvários
países.SónaFrança,entre2.000e3...
incluindoasartes,aciênciaeatecnologia.
Namúsica,LudwigvanBeethoven,consideradoumdosmaiorescompositoresdetodosostempos,
sur...
diminuiuparadoisdias.Comainvençãodotelégrafo,em1832,amesmamensagempoderiaser
transmitidaemumafraçãodehora.Máquinasdeproduz...
Pernambucanade1817,daprópriaIndependênciaem1822edeinúmerosoutrosmovimentosde
rebeliãoregional,comoaConfederaçãodoEquador,e...
forros,indicaumataxadeanalfabetismototalpróximade99%.Meioséculomaistarde,em1872,anodo
primeirocensopopulacionalgeraldoBras...
campodebatalhadecisivonessaguerra,opagamentodosoldodosoficiaisesoldadosestavaatrasado
doismesesporfaltadedinheironoscofres...
dinheiropúblico.AcusavaosdiretoresdofalidoBancodoBrasildeteremcontribuídoparaquebrara
instituição.“Obanco,desacreditaram-n...
escrava,aproduçãoaçucareiraentraraemdeclíniodevidoaocrescentecombateaotráficonegreiropela
Inglaterraeàmudançadetecnologian...
RiodeJaneiro.Tambémvendeu1.134dos1.290animaisdascavalariçasreais,apontadaspelocônsul
inglêsJamesHendersonnaépocadeD.Joãoco...
umpaísassimdebilitadonãosóperderiatambémoUruguai,proclamadoindependenteem1828,mas
provavelmentetambémoRioGrandedoSulnaRevo...
imperador,oBrasilteriaumpresidenteeleitopelapopulação,commandatotemporárioetambémlimitado
pelaConstituição.Mesmoentreesses...
Nofinal,prevaleceuoprojetodosmonarquistasconstitucionaislideradosporJoséBonifácio.Eraoque
ofereciamenosriscosnaquelemoment...
20FreiCaneca,artigode10dejulhode1824.
21JoséAntoniodeMiranda,MemóriaconstitucionalepolíticasobreoestadopresentedePortugale...
60.000volumeseobrasraras,eraumadasmaioresdomundo.Situada,porém,numpaísdegente
analfabeta,viviaàsmoscas.“Grandeebelaeenriqu...
populaçãodiferente,maisbrancaeeuropeia,muitoeducadaehospitaleira.Apesardisso,surpreendeu-se
comaindolência:“Ocapitão-morer...
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
1822
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

1822

175 visualizações

Publicada em

1822

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
175
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1822

  1. 1. Depoimentossobre1808 “Depoisdelerestelivro,finalmenteconseguientenderoBrasil” PatriciaMorini,estudante,PortoAlegre,RS “UmdosmelhoreslivrosdeHistóriaquejáli” StefanoTiozzo,professor,UniversidadedePadova,Itália “Umlivroqueajudaaexplicarasraízescomunsdebrasileiroseportugueses” CarlosMagno,jornalistaeprofessor,CidadedoPorto,Portugal “UmaformaleveedivertidadeestudarHistória,semsofrimento” MônicaRector,professorph.D.,UniversidadedaCarolinadoNorte,EUA “Umlivroqueselêcomumsorrisonoslábios” MaryDelPriore,escritoraehistoriadora,RiodeJaneiro “Umanarrativasensíveleabrangentedahistóriabrasileira” EliasThoméSaliba,historiador,UniversidadedeSãoPaulo(USP) “Umaperspectivaampladoperíodo,semdebocheoucaricatura” JeanMacialCarvalhoFrança,historiador,Unesp,Franca,SP
  2. 2. Copyright©LaurentinoGomes,2010 DireitosdeediçãodaobraemlínguaportuguesanoBrasiladquiridospelaNovaFronteiraParticipações S.A.Todososdireitosreservados.Nenhumapartedestaobrapodeserapropriadaeestocadaemsistema debancodedadosouprocessosimilar,emqualquerformaoumeio,sejaeletrônico,defotocópia, gravaçãoetc.,semapermissãododetentordocopirraite. NovaFronteiraParticipaçõesS.A. RuaNovaJerusalém,345–Bonsucesso–21042-235 RiodeJaneiro–RJ–Brasil Tel.:(21)3882-8200–Fax:(21)3882-8212/8313 http://www.novafronteira.com.br e-mail:sac@novafronteira.com.br TextorevistopelonovoAcordoOrtográfico
  3. 3. Sumário AEradasRevoluções OEmbaixador Epígrafe Introdução OGrito Ovendaval Opaísimprovável OsbrasisdeD.João Ascortes DeMinasaoIpiranga D.PedroI Aprincesatriste Ohomemsábio CadernodeImagens Aguerra Loucopordinheiro ABatalhadoJenipapo ABahia Otronoeaconstituinte CadernodeImagens Aconfederação Amaçonaria Osorfãos Amarquesa Oreiportuguês AdeusaoBrasil Aguerradosirmãos Ofim Bibliografia Índiceonomástico Créditos Oautor E,noentanto,deucerto...
  4. 4. OEmbaixador Estaobradevegrandepartedesuaconsistênciaecredibilidadeaocuidadosotrabalhodeorientaçãoe revisãorealizadopelodiplomata,ensaísta,historiador,poetaeacadêmicoAlbertodaCostaeSilva,um dos maisrespeitadosintelectuaisbrasileiros.Entrenovembrode2009ejunhode2010,períodoemqueescrevio livro,tiveno“Embaixador”(comoosamigosochamamdeformacarinhosa)uminterlocutoratento,generoso eperspicaz.Profundoconhecedordahistóriabrasileira,eleleueanotoucadaumdoscapítulosàmedidaque euosescrevia.Suascríticaseobservações,feitassempredeformagentileponderada,ajudaram acorrigir enfoques,datas,nomeseinformaçõesque,semoseucrivo,teriamcomprometidooresultadofinaldaobra. Membroeex-presidentedaAcademiaBrasileiradeLetras,AlbertodaCostaeSilvaéconsiderado hojeomaiorespecialistabrasileiroem África,autordeváriasobrasfundamentaisparaacompreensãoda históriadotráficonegreiroparaaAmérica,entreelasAenxadaealança:aÁfricaantesdosportugueses(1992); AmanilhaeoLibambo:aÁfricaeaescravidão,de1500a1700(2002);UmriochamadoAtlântico(2003);e FranciscoFélixdeSouza,mercadordeescravos(2004).Comopoeta,ganhouoPrêmioJabuti,daCâmara BrasileiradoLivro,comAoladodeVera(1997).TambémfoiembaixadordoBrasilemcincopaíses:Portugal, Colômbia,Paraguai,Benim eNigéria.Em nomedetodososleitoresdestelivro,beneficiáriosfinaisdoseu trabalho,agradeçooprivilégiodetê-lotidocomocompanhianestajornadapelahistóriadoBrasil. Além doembaixador,recebicontribuiçõesdeváriaspessoaseinstituiçõesbrasileiraseportuguesas. TenhoparticulardívidadegratidãocomajornalistaeescritoraIzaSalles.AutoradeOcoraçãodorei(2009), excelentebiografiaromanceadadeD.PedroI,Izaforneceu-meparteimportantedabibliografiasobreo período,incluindoasobrasdeOctávioTarquíniodeSousa,AlbertoPimentel,HélioViana,LuisHenrique DiasTavares,HughOweneCarlSeidler. NotrabalhodepesquisanoBrasiltiveaindaacolaboraçãoderenomadoshistoriadores,comoCecília HelenadeSallesOliveira,diretoradoMuseuPaulistadaUniversidadedeSãoPaulo(também conhecido comoMuseudoIpiranga);HendrikKraay,especialistaemhistóriabrasileiranaUniversidadedeCalgary,no Canadá;GeraldoMártiresCoelho,professordaUniversidadeFederaldoPará;AntonioFonsecadosSantos Neto,daUniversidadeFederaldoPiauí;RenataCristinadeSousaNascimento,daUniversidadeFederalde Goiás;NellyMartinsCandeias,presidentedoInstitutoHistóricoeGeográficodeSãoPaulo;Consuelo Pondé,presidentedoInstitutoHistóricoeGeográficodaBahia;eFátimaArgoneequipe,quemeauxiliaram nabuscadedocumentosnoriquíssimoacervodoMuseuImperialdePetrópolis.Devoaosmeuseditores PauloRobertoPires,LeilaNameeJanaínaSennaocriteriosotrabalhofinalderevisãodetextoechecagem dasinformações. Em Portugal,tenhoaregistrarmeusagradecimentosaoprofessorJorgeCouto,quemeabriuas portasdapreciosaBibliotecaNacional,em Lisboa;aojornalistaCarlosMagno,meuciceronepelalinhade trincheirasefortificaçõesdoCercodoPorto;aCristinaeJoséNorton,queridosamigoshistoriadores,queme
  5. 5. forneceram inestimáveisinformaçõessobreasrelaçõesBrasil-PortugalnaépocadaIndependência;ao professorDanielSerrão,peloacessoaosdocumentosdaVenerávelIrmandadedeNossaSenhoradaLapa, responsávelpelaconservaçãodocoraçãodeD.PedroInacidadedoPorto;eàsequipesdoMuseuMilitare doArquivodaCidadedoPorto,quemeacolheram deformatãogentileprestativaquandoláestive,em meadosde2009. Porfim,um reconhecimentoespecialaum colaboradorquesefoiaindaduranteotrabalhode pesquisa:oalmiranteeex-ministroJoséMariadoAmaralOliveira,queseriameuconsultorparaassuntos navais.Infelizmente,odestinoimpediuquelevássemosoprojetoadiante.O almiranteAmaralmorreuem 2009,deixandoinconsolávelasualegiãodeamigoseadmiradores,entreosquaistiveahonradeserincluído.
  6. 6. Introdução O projetodeescreverestelivronasceudeumaconversacasualem meadosde2008,duranteum simpósionoMuseuHistóricoNacional,instituiçãodirigidadeformaexemplarnoRiodeJaneiropela professoraVeraBottrelTostes.Nointervalodosdebates,umdosparticipantesdoencontro,ovicealmirante ArmandodeSennaBittencourt,diretordoPatrimônioHistóricoeCulturaldaMarinha,mefezuma observaçãocuriosaarespeitodaIndependênciadoBrasil.“Quandoseolhaparatrás,1822pareceum milagre”,disseele.“Éinacreditávelcomoumapartedaelitebrasileiraconseguiuenvolveroprínciperegente nosseusplanos,separar-sedePortugale,principalmente,manteropaísunidoquandotudoindicavaqueo caminhomaisprovávelseriaaguerracivileafragmentaçãoterritorial.” Noanodesuaindependência,oBrasiltinha,defato,tudoparadarerrado.Decadatrêsbrasileiros, doiseramescravos,negrosforros,mulatos,índiosoumestiços.Eraumapopulaçãopobreecarentedetudo, queviviaàmargem dequalqueroportunidadeem umaeconomiaagráriaerudimentar,dominadapelo latifúndioepelotráficonegreiro.O medodeumarebeliãodoscativosassombravaaminoriabranca.O analfabetismoerageral.Decadadezpessoas,sóumasabialereescrever.Osricoserampoucose,comraras exceções,ignorantes.O isolamentoeasrivalidadesentreasprovínciasprenunciavam umaguerracivil,que poderiaresultarnadivisãodoterritório,aexemplodoquejáocorrianasvizinhascolôniasespanholas.Para piorarasituação,aovoltaraPortugal,em1821– depoisde13anosdepermanêncianoRiodeJaneiro–,o reiD.JoãoVIhaviaraspadooscofresnacionais.Onovopaísnasciafalido. Faltavamdinheiro,soldados,navios,armasemuniçãoparasustentaraguerracontraosportugueses, queseprenunciavalongaesangrenta.Asperspectivasdefracasso,portanto,pareciambemmaioresdoqueas desucesso. EstelivroprocuraexplicarcomooBrasilconseguiumanteraintegridadedoseuterritórioesefirmar comonaçãoindependenteporumanotávelcombinaçãodesorte,acaso,improvisação,etambémdesabedoria dealgumasliderançasincumbidasdeconduzirosdestinosdopaísnaquelemomentodegrandessonhose perigos.OBrasildehojedevesuaexistênciaàcapacidadedevencerobstáculosquepareciaminsuperáveisem 1822.E isso,porsisó,éumaenormevitória,masdemodoalgum significaqueosproblemasforam resolvidos.Aocontrário.AIndependênciafoiapenasoprimeiropassodeumcaminhoqueserevelariadifícil, longoeturbulentonosdoisséculosseguintes.AsdúvidasarespeitodaviabilidadedoBrasilcomonação coesaesoberana,capazdesomarosesforçoseotalentodetodososseushabitantes,aproveitarsuasriquezas naturaisepavimentarseufuturopersistiramaindamuitotempodepoisdaIndependência. Em 1877,43anosapósamortedeD.PedroIe12antesdaProclamaçãodaRepública,ogrande abolicionistapernambucanoJoaquim Nabuco,um dosbrasileirosmaisilustradosdeseutempo,perguntava: “Deveounãoopovoparticipardapolítica(...)pelascondiçõesespeciaisemquenosachamos,deterritório, depopulação,detrabalhoescravoededistribuiçãodepropriedade?”1Comlinguagemdiferente,eraamesma
  7. 7. observaçãoqueomineralogistaJoséBonifáciodeAndradaeSilvahaviafeitoem 1812aoanalisaras perspectivasdeêxitodoBrasil.“Amalgamaçãomuitodifícilseráaligadetantometalheterogêneo,(...)em um corposólidoepolítico”,ponderavaofuturoPatriarcadaIndependênciaem cartaaD.Domingosde SousaCoutinho,embaixadordePortugalnaInglaterra.2AsincertezasdeBonifácioeNabuco,doishomens separadospormaisdemeioséculonaHistória,poderiamsertraduzidasdaseguinteforma:Dáparaconstruir umpaíscomessamatéria-prima?Em outraspalavras,seriapossívelfazerum Brasilhomogêneo,coerentee funcionalcom tantosescravos,pobreseanalfabetos,tantolatifúndioetantarivalidadeinterna?Bonifácioe Nabuco,obviamente,nãotiveram oportunidadedetestarassuashipóteses.O primeiromorreuem 1838, quandoopaísaindasedebatiacom inúmerosconflitosregionais,comoaRevoluçãoFarroupilhadoRio GrandedoSul,quepareciamconfirmarostemoresdadivisãoterritorial.Osegundofaleceuem1910,semver alegiãodeescravoslibertosduasdécadasantesincorporadosàsociedadeprodutivabrasileira,comosonhava. Hoje,comodistanciamentooferecidopelapassagemdotempo,querespostahaveriaparaasinterrogaçõesde BonifácioeNabuco?O Brasilconseguiu,afinal,fazera“amalgamaçãodetantometalheterogêneoem um corposólidoepolítico”?Emresumo:opaísdeucertoouerrado?Aresposta,comosempre,dependedoponto devistadoobservador. SecomparadoaosEstadosUnidos,oBrasilpoderiaserapontadocomoum retumbantefracasso. Emboraestejamsituadosnomesmocontinenteetenhamidênticotempodehistória,osdoispaísesexibem hojeíndiceseconômicosesociaismuitodiferentes.Maiorpotênciadoplaneta,osEstadosUnidostem um ProdutoInternoBruto(PIB)aproximadamente12vezessuperioraobrasileiroe,entreoutrasconquistas,já mandouum homem paraaLuahámaisdequatrodécadas,coleciona74ganhadoresdeprêmioNobelem diversasáreasdoconhecimentoeapresentanúmerosinvejáveisnoIDH,oíndicedasNaçõesUnidasque medeograudedesenvolvimentohumano.Enquantoisso,oBrasilpatinaemníveisintoleráveisdepobreza, jamaisconseguiucolocarumartefatoemórbitaenuncafoipremiadocomoNobel.Se,porém,acomparação foroHaiti,um paísàbeiradarupturaeàsvoltascom intermináveisconflitospolíticosagravadospor desastresnaturais,oBrasilpodeserconsideradoumextraordináriocasodesucesso. Essasconclusõesapressadasmostram que,naHistória,sucessooufracassosãosempreconceitos relativoseraramentepermitem comparações.Brasileiros,norte-americanos,haitianos,ingleses,franceses, russosechinesessãopovoscom raízesinteiramentediversas,oqueexplicatambém asdiferençasnassuas trajetórias.Porissoétãoimportanteestudaropassado.AobservaçãodasraízesdoBrasilnoanodeseu nascimentocomonaçãoindependenteajudaaexplicaropaísdehoje.“Entenderopassadoem todaasua complexidadeéumaformadeadquirirsabedoria,humildadeeumsensotrágicoarespeitodavida”,escreveu ohistoriadoramericanoGordonS.Wood,autordolivroThePurposeofthePast:ReflectionsontheUsesof HistoryevencedordoPulitzer,omaisprestigiadoprêmioliteráriodosEstadosUnidos.“Sensotrágiconão significaserpessimista,masapenascompreenderavidacomtodasassuaslimitações.”3Convicçõeseprojetos grandiosos,queaindahojefariamsentidonaconstruçãodopaís,deixaramdeserealizarem1822porforça dascircunstâncias.JoséBonifáciodeAndradaeSilva,um homem sábioeexperiente,defendiaofim do tráficonegreiroeaaboliçãodaescravatura,reformaagráriapeladistribuiçãodeterrasimprodutivaseo estímuloàagriculturafamiliar,tolerânciapolíticaereligiosa,educaçãoparatodos,proteçãodasflorestase
  8. 8. tratamentorespeitosoaosíndios.JánaqueletempoachavasernecessáriaatransferênciadacapitaldoRiode JaneiroparaalgumpontodaregiãoCentro-Oeste,comoformadeestimularaintegraçãonacional.Opróprio imperadorPedroItinhaideiasavançadasarespeitodaformadeorganizaregovernarasociedadebrasileira. Aconstituiçãoqueoutorgouem1824eraumadasmaisinovadorasdaépoca,emborativessenascido deumgestoautoritário– adissoluçãodaassembleiaconstituintenoanoanterior.Oimperadortambémera umabolicionistaconvicto,comomostraumdocumentodesuaautoriahojepreservadonoMuseuImperialde Petrópolis. Nem todasessasideiassaíram dopapel,em especialaquelasquediziam respeitoàmelhor distribuiçãoderendaeoportunidadesem umasociedadeabsolutamentedesigual.O Brasilconseguiuse separardePortugalsemromperaordemsocialvigente.Viciadanotráficonegreiroduranteosmaisdetrês séculosdacolonização,aeconomiabrasileiradependiaporcompletodamãodeobracativa,detalmodoquea aboliçãodaescravaturanaIndependênciarevelou-seimpraticável.Defendidaporhomenspoderososcomo BonifácioeopróprioD.PedroI,sóviria66anosmaistarde,jánofinalzinhodoSegundoReinado. Em1884,faltandocincoanosparaaProclamaçãodaRepública,aindahavianoBrasil1.240.806 escravos.4É curiosoobservarcomotodoocenáriodaIndependênciabrasileirafoiconstruídopelos portugueses,justamenteaquelesquemaistinhamaperdercomaautonomiadacolônia.OGritodoIpiranga foiconsequênciadiretadafugadacorteportuguesaparaoRiodeJaneiro,em1808.AotransformaroBrasil deformaprofundaeaceleradanos13anosseguintes,D.Joãotornouaseparaçãoinevitável.Aocontráriodo queseimagina,porém,arupturaresultoumenosdavontadedosbrasileirosdoquedasdivergênciasentreos própriosportugueses.SegundoumatesedohistoriadorSérgioBuarquedeHolanda,jámencionadade passagemnoscapítulosfinaisdomeulivroanterior,1808,aIndependênciafoiprodutode“umaguerracivil entreportugueses”,desencadeadanaRevoluçãoLiberaldoPortode1820ecujamotivaçãoteriam sidoos ressentimentosacumuladosnaantigametrópolepelasdecisõesfavoráveisaoBrasiladotadasporD.João. Comomostraocapítulo“Ascortes”,atéasvésperasdoGritodoIpiranga,eramrarasasvozesentre osbrasileirosqueapoiavam aseparaçãocompletaentreosdoispaíses.A maioriadefendiaaindaa manutençãodoReinoUnidodePortugal,BrasileAlgarve,naformacriadaporD.Joãoem1815.Foramo radicalismoeafaltadesensibilidadepolíticadascortesconstituintesportuguesas,pomposamenteintituladas de“CongressoSoberano”,queprecipitaram aruptura.Portanto,osbrasileirosapenasseaproveitaram das fissurasabertasnaantigametrópoleparaexecutarumprojetoque,arigor,aindanãoestavamaduro.Deforma irônicaeimprevista,Portugalcompletouociclodesuacriaçãonostrópicos:descobertoem1500graçasao espíritodeaventuradopovolusitano,oBrasilfoitransformadoem1808emrazãodasfragilidadesdaCoroa portuguesa,obrigadaaabandonarsuametrópoleparanãocairrefémdeNapoleãoBonaparte;e,finalmente, tornadoindependenteem1822pelasdivergênciasentreosprópriosportugueses.“Arevoluçãofoiconcebida porcompletocom um sentidoportuguêseunicamenteporfatoresportugueses”,escreveuodiplomata britânicoEdwardThorntonaindanoséculo19. “PortuguesesesóportuguesescontinuariamaindaemcenanosprimeirostemposdaregênciadeD. Pedro”,acrescentouohistoriadorbrasileiroOctávioTarquíniodeSousa.5UmasegundatesedeSérgio BuarquedeHolanda,aprofundadapelaprofessoraMariaOdilaLeitedaSilvaDiasem Ainteriorizaçãoda
  9. 9. metrópoleeoutrosestudos,afirmaqueosentimentodemedo,fomentadopelaconstanteameaçadeuma rebeliãoescrava,fezcomqueaelitecolonialbrasileiranasdiversasprovínciassemantivesseunidaemtorno daCoroa.Comoseveránocapítulo“Osórfãos”,noBrasilde1822haviamuitosgruposcom opiniões diferentesarespeitodaformadeorganizarojovempaísindependente,mastodosentravamemacordodiante doperigodeumainsurreiçãodoscativos– esta,sim,agrandepreocupaçãoquepairavanohorizonte. Dessaforma,oBrasilde1822triunfoumaispelassuasfragilidadesdoquepelassuasvirtudes.Os riscosdoprocessoderupturacom Portugaleram tantosqueapequenaelitebrasileira,constituídapor traficantesdeescravos,fazendeiros,senhoresdeengenho,pecuaristas,charqueadores,comerciantes,padrese advogados,secongregouemtornodoimperadorPedroIcomoformadeevitarocaosdeumaguerracivilou étnicaque,em algunsmomentos,pareciainevitável.Conseguiu,dessaforma,preservarosseusinteressese viabilizarum projetoúnicodepaísnocontinenteamericano.Cercadoderepúblicasportodososlados,o Brasilsemantevecomomonarquiapormaisdemeioséculo– “umaflorexóticanaAmérica”,segundouma definiçãoantigausadaemobrarecentepelaprofessoraSuelyRoblesReisdeQueiroz,daUniversidadedeSão Paulo.6 Comoresultado,opaísfoiedificadodecimaparabaixo.Coubeàpequenaeliteimperial,bem- preparadaem Coimbraeem outroscentroseuropeusdeformação,conduziroprocessodeconstrução nacional,demodoaevitarqueaampliaçãodaparticipaçãoparaorestantedasociedaderesultasseemcaose rupturastraumáticas.Alternativasdemocráticas,republicanasefederalistas,defendidasem1822porhomens comoJoaquimGonçalvesLedo,CiprianoBarataefreiJoaquimdoAmorDivinoCaneca,líderemártirda ConfederaçãodoEquador,foramreprimidaseadiadasdeformasistemática. Pesquisarotemaeescreverestelivroenvolveuumintensotrabalhodereportagem,noqualmevalide trêsdécadasdeexperiênciacomorepórtereeditorem redaçõesdejornaiserevistasparaconstruirum mosaicodoBrasiledePortugalentre1821,anodavoltadeD.JoãoVIaLisboa,e1834,datadamortedo imperadorPedroI.Durantetrêsanos,pesquiseimaisde170livros,artigos,tesesdemestradoedoutorado, entreoutrosdocumentos.Também visiteioslocaismaisemblemáticosdosacontecimentosdedoisséculos atrásnessesdoispaíses.Éoquediferenciaum trabalhoacadêmicoconvencionaldeum livro-reportagem comoeste.Atécnicajornalísticapermiteobservaropresenteeconstatarque,apesardagrandedistânciano tempo,esseslocaiscontêmaindahojeinformaçõesrelevantes. NoPiauí,porexemplo,encontreiassepulturasdosmortosdaBatalhadoJenipapo,umadasmais trágicasnoenfrentamentoentrebrasileiroseportugueses,abandonadasnomeiododensomatagalquecobre asmargensdorioquelhedáonome.NacidadedoPorto,observeiqueumaplacanapraçadaLiberdade, ondehojeD.PedroIdoBrasil(D.PedroIVdePortugal)éhomenageadocom umaestátua,foialvode pichação.Alguém acrescentouumainterrogaçãononomedapraça:“daLiberdade?”.Em Salvador, surpreendi-mecomafestadoDoisdeJulho,datadaexpulsãodastropasportuguesasdaBahia,em1823.É umaexplosãodealegriaecomemoraçãocívicasemparalelonoBrasil.Mas,porumaestranhacontradição,o aeroportodeSalvador,quehomenageavaadatahistórica,mudoudenomerecentemente.Agora,chama-se LuísEduardoMagalhãesemmemóriadodeputadomortoem1998. Tudoissoajudaaentendercomoportuguesesebrasileirosdehojejulgam etratam oseupassado.
  10. 10. Paraumjornalista,aIndependênciadoBrasiléumacontecimentorepletodepersonagensfascinantesemque ospapéisdeheróisevilõesseconfundemousesobrepõemotempotodo– dependendodequemosavalia. ÉocasodoescocêsAlexanderThomasCochrane.FundadoreprimeiroalmirantedaMarinhade GuerradoBrasil,LordCochraneteveparticipaçãodecisivanaGuerradaIndependênciaaoexpulsaras tropasportuguesasnoNorteeNordeste.Deformainescrupulosa,noentanto,saqueouoshabitantesdeSão LuísdoMaranhãoe,porfim,roubouum naviodoImpério.Tudoissootransformouem heróimalditoda históriabrasileira.OutroexemploéJoséBonifácio,celebradonosulcomooPatriarcadaIndependência,mas àsvezesapontadonoNorteenoNordestecomoumhomemautoritárioemanipulador,queprejudicouessas regiõesemfavordasoligarquiaspaulista,fluminenseemineira,alémdetersufocadoossonhosdemocráticos erepublicanosdoperíodo.Detodoseles,noentanto,omaiscontrovertidoémesmoD.PedroI.Opríncipe românticoeaventureiro,quefezaindependênciadoBrasilcom apenas23anos,apareceemalgumasobras comoum heróimarcial,sem vacilaçõesoudefeitos.Em outras,comoum homem inculto,mulherengo, boêmioearbitrário.Seriapossíveltraçarumperfilmaisequilibradodoprimeiroimperadorbrasileiro?Tentar decifraroserhumanoportrásdomitoéumatarefaencantadoranotrabalhojornalístico. NasminhasviagensdepesquisapeloBrasiltambémpudeconstatarqueahistóriadaIndependência temsidocontadaexcessivamentepelaperspectivadasmargensdoIpiranga.Écomoseorestantedopaísnão existisseoutodososdemaisbrasileirosfossem meroscoadjuvantesdeacontecimentoslimitadosàregião compreendidapelasprovínciasdeSãoPaulo,RiodeJaneiroeMinasGerais.Éumavisãodesfocada.O processodeseparaçãodePortugalenvolveutodooBrasilecustoumuitosangueesacrifícioàsregiõesNortee Nordeste,ondemilharesdepessoaspegaramemarmasemorreramnaGuerradaIndependência.O estudo dasrebeliõesedivergênciasregionaisdoperíodoéfundamentalparaentenderoBrasilnascidoem 1822. Historiadoresimportantes,comoFranciscoAdolfodeVarnhagen,oviscondedePortoSeguro,astrataramde formapreconceituosa,comosefossem produtodementesdoentiaseirresponsáveis.Naverdade,eram diferentesprojetosdepaís,queespelhavamoqueestavaacontecendonorestodomundonaquelemomentoe sófracassaramporqueforamsufocadosàcustadeperseguições,prisões,exílioseenforcamentos. FreiCaneca,líderdaConfederaçãodoEquadorde1824emPernambuco,tinhaumprojetorazoável deBrasil,republicanoefederalista,muitoparecidocomodosEstadosUnidosdehoje.Passouparaahistória oficialcomoum inconsequenteporqueperdeu.O projetotriunfantefoiodeJoséBonifácio,quepreviaum paísintegrado,monárquicoeconstitucional,sobaliderançadeD.PedroI.FreiCanecaacabouseusdias diantedeumpelotãodefuzilamentoencostadonomurodoFortedasCincoPontas,noRecife. Umadécadamaistarde,seriaavezdopróprioBonifácioacabartambém osseusdiasem exílio voluntárionailhadePaquetá,esquecidoemagoadocom osrumosdapolíticanopaísqueajudaraacriar. Comofacesopostasdeumamesmamoedatiradadecirculação,CanecaeBonifáciosãoexemplosdolado trágicodavidaesuaslimitaçõesimpostaspelascircunstânciasdaHistória.Éoqueseverános22capítulosa seguir. VilaRealdeItu,junhode2010
  11. 11. Notasdaintrodução: 1AngelaAlonso,JoaquimNabuco,p.68. 2MariaOdilaLeitedaSilvaDias,Ainteriorizaçãodametrópoleeoutrosestudos,p.136. 3GordonS.Wood,ThePurposeofthePast:ReflectionsontheUsesofHistory,p.14. 4AngelaAlonso,JoaquimNabuco,p.180. 5OctávioTarquíniodeSousa,AvidadeD.PedroI,vol.1,p.227. 6SuelyRoblesReisdeQueiroz,Políticaeculturanoimpériobrasileiro,p.15.
  12. 12. OGrito O destinocruzouocaminhodeD.Pedroem situaçãodedesconfortoenenhumaelegância.Aose aproximardoriachodoIpiranga,às16h30de7desetembrode1822,oprínciperegente,futuroimperadordo BrasilereidePortugal,estavacomdordebarriga.Acausadosdistúrbiosintestinaisédesconhecida. Acredita-sequetenhasidoalgum alimentomalconservadoingeridonodiaanteriorem Santos,no litoralpaulista,ouaáguacontaminadadasbicasechafarizesqueabasteciam astropasdemulanaserrado Mar.Testemunhadosacontecimentos,ocoronelManuelMarcondesdeOliveiraMelo,subcomandanteda guardadehonraefuturobarãodePindamonhangaba,usouemsuasmemóriasumeufemismoparadescrever asituaçãodopríncipe.Segundoele,aintervalosregularesD.Pedroseviaobrigadoaapeardoanimalqueo transportavapara“prover-se”nodensomatagalquecobriaasmargensdaestrada.1 AmontariausadaporD.Pedronemdelongelembravaofogosoalazãoque,meioséculomaistarde, opintorPedroAméricocolocarianoquadro“IndependênciaouMorte”,tambémchamadode“OGritodo Ipiranga”,amaisconhecidacenadoacontecimento.O coronelMarcondesserefereaoanimalcomouma “baiagateada”.Outratestemunha,opadremineiroBelchiorPinheirodeOliveira,citauma“belabestabaia”.2 Em outraspalavras,umamulasem nenhum charme,porém forteeconfiável.Eraestaaformacorretae seguradesubiraserradoMarnaquelaépocadecaminhosíngremes,enlameadoseesburacados. Foi,portanto,comoumsimplestropeiro,cobertopelalamaeapoeiradocaminho,àsvoltascomas dificuldadesnaturaisdocorpoedeseutempo,queD.PedroproclamouaIndependênciadoBrasil.Acena realébucólicaeprosaica,maisbrasileiraemenosépicadoquearetratadanoquadrodePedroAmérico.E, aindaassim,importantíssima.ElamarcaoiníciodahistóriadoBrasilcomonaçãoindependente. O dia7desetembroamanheceuclaroeluminosonosarredoresdeSãoPaulo.3O litoralpaulista, porém,estavafrio,úmidoetomadopelonevoeiro.FaltavaaindaumahoraparaonascerdosolquandoD. PedrosaiudeSantos,cidadezinhade4.781habitantes,ondepassaraodiaanteriorinspecionandoasseis fortalezasqueguarneciamasentradaspelomarevisitandoafamíliadoministroJoséBonifáciodeAndradae Silva.Suacomitivaerarelativamentemodestaparaaimportânciadajornadaqueiriaempreender.Alémda guardadehonra,organizadanosdiasanterioresdeformaimprovisadanascidadesdovaledoParaíba, enquantoviajavadoRiodeJaneiroparaSãoPaulo,acompanhavamD.PedroocoronelMarcondes,opadre Belchior,osecretárioitineranteLuísSaldanhadaGama,futuromarquêsdeTaubaté,oajudanteFrancisco GomesdaSilvaeoscriadosparticularesJoãoCarlotaeJoãoCarvalho. Eramtodosmuitojovens,acomeçarpelopróprioD.Pedro,quecompletaria24anosummêsdepois, nodia12deoutubro.PadreBelchior,com amesmaidade,nascidoem Diamantina,eravigáriodacidade mineiradePitangui,maçomesobrinhodeJoséBonifácio.ViroutestemunhadoGritodoIpirangaporacaso. EleitodeputadoporMinasGeraisparaascortesconstituintesportuguesas,convocadasnoanoanterior, deveriaestaremLisboaparticipandodosdebates.Adelegaçãomineira,porém,foiaúnicaapermanecerno
  13. 13. BrasilemvirtudedasdivergênciasinternasedaincertezaarespeitodoquesepassavaemPortugal.Saldanha daGama,de21anos,era,além desecretárioitinerante,camareiroeestribeiromordopríncipe.Tinhao privilégiodeajudá-loasevestireamontaracavalo.Com 29anos,FranciscoGomesdaSilva,também chamadode“OChalaça”– palavraquesignificazombeteiro,gozadoroupiadista–,acumulavaasfunções de“amigo,secretário,recadistaealcoviteiro”deD.Pedro,segundoohistoriadorOctávioTarquíniodeSousa.4 Ouseja,eraumfaz-tudo,encarregadodearranjarmulheresparaopríncipe,protegerseusnegóciosesegredos pessoaisedefendê-loemqualquercircunstância,pormaisdifícileescusaquefosse.Marcondes,omaisvelho detodos,tinha42anos. Nasprimeirasduashoras,aindasobaluzdifusadoamanhecer,acomitivapercorreudebarcoos canaiseriosdeáguaescuradosmanguezaisentreSantoseoportofluvialdeCubatão,vilarejocommenosde duzentoshabitantesaopédaserradoMar.Nesselocal,D.Pedroencontrouosanimaisseladoseorestanteda guardaqueoacompanhariaatéSãoPaulo.Asubidadaserra,porém,tevedeserretardada. Prostradopelosproblemasintestinais,oprínciperefugiou-senamodestaestalagemsituadaàbeirado porto.MariadoCouto,responsávelpeloestabelecimento,preparou-lheumchádefolhadegoiabeira,remédio ancestralusadonoBrasilcontradiarreia.5 A açãodocháapenasalivioutemporariamenteasdoresdopríncipe,masdeu-lheânimopara prosseguiraviagem.NomeiodamanhãacomitivacomeçoualentasubidapelaCalçadadoLorena.Erauma dasmaissinuosasepitorescasestradasdoBrasil.Batizadacomonomedocapitão-generalBernardoJoséde Lorena,queamandaraconstruirem 1790seguindoumaantigatrilhadospadresjesuítas,suportavao incessantetráfegodastropasdemulasquedesciamousubiamaserracommercadoriasdoportodeSantos. Tinhaoitoquilômetrosdeextensão,trêsmetrosdelarguraemaisde180curvasemzigue-zaguedebruçadas sobreoprecipício.Asubidaeratãoíngremeeperigosaqueosviajanteslevavampelomenosduashoraspara chegaraotopodaserra.Aopassarporali17anosmaistarde,omissionáriometodistaamericanoDaniel Kidderanotou: Ouvia-seprimeiroavozásperadostropeiros,tocandoseusanimais,aecoartãoacimadenossascabeçasque pareciasairdasnuvens.Depois,ouvia-seoclac-clacdaspatasferradasdosanimaisnaspedraseavistavam-seas mulasnoesforçodeseseguraremnaladeira,parecendoarrastadaspelospesadosfardosquecarregavam.Erapreciso afastar-separaum ladodaestradaedeixarpassarosdiversoslotesdastropas.Logootropeldasmulasia desaparecendoetambémasvozesdostropeirosedoscamaradasperdiam-seabaixonafloresta.6 OfrancêsHérculesFlorence,quetambémpercorreriaaCalçadadoLorenaem1825,trêsanosdepois daIndependência,registrouqueCubatãoeraum entrepostocomercialmuitofrequentado,emboranão passassede“umapovoaçãocomvinteoutrintacasas”.Nosoitodiasemquepermanecerianolocalviuchegar diariamentetrêsouquatrotropas.Eram,segundoele,comboiosbem-organizados,compostosporquarentaa oitentamulasedivididosem lotesmenoresdeoitoanimais,queficavam sobaresponsabilidadedeum tropeiro.“Desciam deSãoPaulocarregadasdeaçúcarbruto,aguardenteetoucinho,eretornavam com sal, vinhosportugueses,vidroseferragens”,relatouFlorence.Achouasubidadaserrapéssimadevidoà pavimentaçãoruim,feitadegrandeslajesquesedeslocavamfacilmentesobopesodastropasetornavama jornadamuitocansativa.“Galgamosametadedocaminhoapé,afimdepouparosnossosanimais”,relatou.
  14. 14. “Acadapasso,asbestasparavamofegantesdecansaço.”7 Doaltodaserralevavam-semaisseishorasparaatravessarotrechodoplanaltoemdireçãoàcapital paulista,incluindoparadadeumahoraparaalmoçoedescanso.8Porisso,sóaocairdatardedaqueleSetede SetembroacomitivachegouàcolinadoIpiranga.Porordemdopríncipe,quemaisumavezseviracompelido ainterrompersuajornadadevidoàscólicasintestinais,aguardadehonraseadiantaraeoesperavaemuma vendasituadaseiscentosmetrosmaisàfrente,juntoaoriachoqueficariafamosoantesdoanoitecer.9 Em tupi-guarani,Ipirangasignifica“riovermelho”.Naquelaépoca,apesardatonalidadeescurae barrentadesuaságuas(daíadenominação),eraumarroioselvagemesempoluição,cujoleitoserpenteavapor entreroçasepastagenssalpicadasporcupinzeirosdechácarasesítiosqueseestendiamporumlocalermo,de populaçãorarefeita.DasmargensdoIpirangaatéacidadedeSãoPaulohaviaapenasoitocasas,onde moravam 42pessoas.10Hoje,éum canaldeesgotosencaixotadosoboasfaltoeoconcretodeumadas maioresmetrópolesdoplaneta.Das24nascentesoriginais,situadasdentrodoParqueEstadualdasFontesdo Ipiranga,quatrodesapareceram pelareduçãodolençolfreáticonaregião.Algunsquilômetrosadiante,após receberumaquantidademonumentaldelixo,descargasdomésticaseindustriais,deságuanorioTamanduateí. Ali,oíndicedepoluiçãoéde62miligramasporlitrodeágua.Ataxadeoxigênio,próximadezeronosmeses semchuvas,fazdeleumriachomorto,incapazdeabrigarpeixesouqualqueroutraformadevida.11 Em 1822,D.Pedroaindaestavanoaltodacolinaquandochegouagalope,vindodeSãoPaulo,o alferesFranciscodeCastroCantoeMelo.Ajudantedeordens,amigodeD.PedroeirmãodeDomitilade CastroCantoeMelo,afuturamarquesadeSantos,oalfereserapartedacomitivaquehaviasaídodoRiode JaneirocomopríncipetrêssemanasantesemdireçãoaSãoPaulo.TambémtinhadescidoaserradoMarno dia5desetembro,masem CubatãoforadespachadodevoltaporD.Pedro,com ordensparaavisá-lode qualquernovidadevindadoRiodeJaneiro– sinaldeque,porintuiçãoouinformação,D.Pedroestava conscientedequealgum acontecimentomuitograveoaguardavanaquelesdias.Efoiexatamenteissoque ocorreualinacolinadoIpiranga. Aoseencontrarcom acomitivareal,CantoeMelotrazianotíciasinquietantes,massequerteve tempodetransmiti-lasaD.Pedro.LogoatrásdelechegaramdoismensageirosdacortedoRiodeJaneiro. Exaustoseesbaforidos,PauloBregaro,oficialdoSupremoTribunalMilitar,eomajorAntônio RamosCordeirotinham percorridoacavalocercadequinhentosquilômetrosem cincodias,praticamente semdormir.EramportadoresdemensagensurgentesenviadasporJoséBonifácioeaprincesaLeopoldina, mulherdeD.Pedroeencarregadadepresidirasreuniõesdoministérionaausênciadomarido.Antesde partirdoRiodeJaneiro,BregarohaviarecebidodeBonifácioinstruçõescategóricasarespeitodaurgênciada viagem:“Senãoarrebentarumadúziadecavalosnocaminho,nuncamaisserácorreio.Vejaoquefaz!”12 Osmesesanteriorestinhamsidodegrandetensãoeconfrontoentreportuguesesebrasileiros.Havia ressentimentosedesconfiançasacumuladosdosdoisladosdoAtlântico.EmPortugal,conspirava-separaque oBrasilvoltasseàcondiçãodecolônia,situaçãoqueperduraradurantemaisdetrêsséculosatéachegadada famíliarealportuguesaaoRiodeJaneiro,em 1808,fugindodastropasdoimperadorfrancêsNapoleão Bonaparte.O reiD.JoãoVIretornaraaPortugalem abrilde1821,depoisdenomearofilhoD.Pedro prínciperegentedoBrasil.Paratrás,ficavaumpaístransformado.Entreasmuitasmudançasocorridasnesses
  15. 15. 13anos,oBrasiltinhasidopromovido,em1815,aReinoUnidocomPortugaleAlgarve.Porisso,em1822 todooesforçodosbrasileirosestavaconcentradoem asseguraraautonomiaeosbenefíciosjáconquistados comD.João.TambémporessarazãoasnotíciasrecebidasporD.PedronaqueleSetedeSetembroeramtão ruins. Nodia28deagostoonavioTrêsCoraçõesatracaranoportodoRiodeJaneirotrazendoasúltimas novidadesdePortugal.Eram papéisexplosivos.Incluíam osdecretosem queascortesconstituintes portuguesasnapráticadestituíam D.Pedrodopapeldeprínciperegenteeoreduziam àcondiçãodemero delegadodasautoridadesdeLisboa.Suasdecisõestomadasatéentãoestavam anuladas.A partirdaquele momento,seusministrosseriam no-meadosem Portugalesuaautoridadenãomaisseestenderiaatodoo Brasil.FicarialimitadaaoRiodeJaneiroeregiõesvizinhas.Asdemaisprovínciaspassariam asereportar diretamenteaLisboa.Ascortestambémdeterminavamaaberturadeprocessocontratodososbrasileirosque houvessem contrariadoasordensdogovernoportuguês.O alvoprincipaleraoministroJoséBonifácio, defensordaIndependênciaegrandealiadodeD.Pedro. ConvocadasàreveliadeD.JoãoVI,ascortesvinhamtomandodecisõescontráriasaosinteressesdo Brasildesdeoanoanterior.Nofinalde1821,tinham ordenadoavoltadeD.PedroaPortugal,deonde passariaaviajarincógnitopelaEuropacom oobjetivodeseeducar.O príncipedecidiraficarnoRiode Janeiro,masdesdeentãooseupodervinhasendoreduzido.Tribunaiserepartiçõesem funcionamentono Brasilduranteapermanênciadacortehaviam sidoextintosoutransferidosparaaantigametrópole.As provínciasreceberam instruçõesparaelegercadaumasuaprópriajuntadegoverno,quesereportaria diretamenteaLisboaenãoaopríncipenoRiodeJaneiro.Em outratentativadeisolarD.Pedro,ascortes tinham nomeadogovernadoresdasarmas,ouseja,interventoresmilitares,encarregadosdemanteraordem emcadaprovínciaequesóobedeciamàmetrópole.Aradicalizaçãoseexpressavanotomdosdiscursosem Lisboa.O deputadoportuguêsBorgesCarneirohaviachamadoD.Pedrode“desgraçadoemiserávelrapaz” ousimplesmentede“orapazinho”. AcorrespondênciaentreguepelosdoismensageirosaD.PedronacolinadoIpirangarefletiaesse momentomáximodeconfrontoentreBrasilePortugal.UmacartadaprincesaLeopoldinarecomendavaao maridoprudênciaequeouvissecomatençãoosconselhosdeJoséBonifácio.Amensagemdoministrodizia queinformaçõesvindasdeLisboadavamcontadoembarquede7.100soldadosque,somadosaosseiscentos quejátinhamchegadoàBahia,tentariamatacaroRiodeJaneiroeesmagarospartidáriosdaIndependência. Diantedisso,BonifácioafirmavaquesóhaveriadoiscaminhosparaD.Pedro.O primeiroseriapartir imediatamenteparaPortugaleláficarprisioneirodascortes,condiçãonaqualjáseencontravaseupai,D. João.OsegundoeraficareproclamaraIndependênciadoBrasil,“fazendo-seseuimperadorourei”. “Senhor,odadoestálançadoedePortugalnãotemosaesperarsenãoescravidãoehorrores”,escrevia Bonifácio.“VenhaVossaAltezaRealoquantoantes,edecida-se,porqueirresoluçãoemedidasdeágua morna(...)paranadaservem,eum momentoperdidoéumadesgraça.”13Umaterceiracarta,docônsul britâniconoRiodeJaneiro,HenryChamberlain,mostravacomoaInglaterraanalisavaasituaçãopolíticaem Portugal.Segundoele,jásefalavaem Lisboaem afastarD.Pedrodacondiçãodepríncipeherdeirocomo puniçãopelosseusrepetidosatosderebeldiacontraascortesconstituintes.AcartadeLeopoldina,amais
  16. 16. enfáticadetodas,terminavacomumafrasequenãodeixavadúvidasobreadecisãoasertomada:“Senhor,o pomoestámaduro,colhe-ojá!”14 Quatro anosmaistarde,em depoimentoporescrito,padreBelchiorregistrou oquehavia testemunhadoaseguir:D.Pedro,tremendoderaiva,arrancoudeminhasmãosospapéise,amarrotando-os, pisou-osedeixou-osnarelva.Euosapanheieguardei.Depois,virou-separamimedisse: – Eagora,padreBelchior? Eurespondiprontamente: – SeVossaAltezanãosefazreidoBrasilseráprisioneirodascortese,talvez,deserdadoporelas. Nãoháoutrocaminhosenãoaindependênciaeaseparação. D.Pedrocaminhoualgunspassos,silenciosamente,acompanhadopormim,Cordeiro,Bregaro, Carlotaeoutros,emdireçãoaosanimaisqueseachavamàbeiradocaminho.Derepente,estacoujánomeio daestrada,dizendo-me: – PadreBelchior,elesoquerem,elesterãoasuaconta.Ascortesmeperseguem,chamam-mecom desprezoderapazinhoedebrasileiro.Poisverãoagoraquantovaleorapazinho.Dehojeem dianteestão quebradasasnossasrelações.Nadamaisquerocom ogovernoportuguêseproclamooBrasil,parasempre, separadodePortugal. Respondemosimediatamente,comentusiasmo: – VivaaLiberdade!VivaoBrasilseparado!VivaD.Pedro! Opríncipevirou-separaseuajudantedeordensefalou: – DigaàminhaguardaqueeuacabodefazeraindependênciadoBrasil.Estamosseparadosde Portugal. OtenenteCantoeMelocavalgouemdireçãoaumavenda,ondeseachavamquasetodososdragões daguarda. PeladescriçãodopadreBelchiornãohouvesobreacolinadoIpirangaobrado“Independênciaou Morte”,celebrizadoumséculoemeiomaistardepeloatorTarcísioMeira,nopapeldeD.Pedroemfilmede 1972. O famosogritoaparecenum outrorelato,doalferesCantoeMelo,registradobem maistarde, quandooacontecimentojáhaviaentradoparaopanteãodosmomentosépicosnacionais.Aversãodoalferes, detom obviamentemilitar,mostraum prínciperesolutoedeterminado.Porela,D.Pedroterialidoa correspondênciae,“apósummomentodereflexão”,teriaexplodido,sempestanejar: – Étempo!Independênciaoumorte!EstamosseparadosdePortugal! Aterceiratestemunha,ocoronelMarcondes,infelizmentenãoestavanoaltodacolinadoIpiranga em condiçõesdeesclarecerascontradiçõesentreosdepoimentosdopadreBelchioredoalferesCantoe Melo.Marcondes,comoseviuacima,receberaordensdeD.Pedroparaseadiantarcomaguardadehonrae naquelemomentodescansavacomseussoldadosnumavendapróximadoriacho,localhojeconhecidocomo “CasadoGrito”.Porprecaução,noentanto,haviadestacadoumvigiaparaavisá-lodaeventualaproximação dopríncipe.FoidessepontodeobservaçãoqueMarcondesprimeiroviuBregaroeRamosCordeiro,osdois mensageirosdacorte,cruzaremagaloperumoàcolina.Passadosalgunsinstantes,notouqueasentinelavinha
  17. 17. nosentidocontrário,emdireçãoàguardadehonra.AvisavadachegadadeD.Pedro,tambémagalope. Odepoimentodocoronel: Poucosminutospoderiam ter-sepassadodepoisdaretiradadosreferidosviajantes(Bregaroe Cordeiro),eisquepercebemosqueoguarda,queestavadevigia,vinhaapressadamenteemdireçãoaoponto emquenosachávamos. Compreendioqueaquiloqueriadizere,imediatamente,mandeiformaraguardaparareceberD. Pedro,quedeviaentrarnacidadeentreduasalas.Mastãoapressadovinhaopríncipe,quechegouantesque algunssoldadostivessem tempodealcançarasselas.Haviadeserquatrohorasdatarde,maisoumenos. Vinhaopríncipenafrente.Vendo-ovoltar-separaonossolado,saímosaoseuencontro.Diantedaguarda, quedescreviaumsemicírculo,estacouoseuanimale,deespadadesembainhada,bradou: – Amigos!Estão,parasempre,quebradososlaçosquenosligavamaogovernoportuguês!Equanto aostopesdaquelanação,convido-osafazerassim! E arrancandodochapéuquealitraziaafitaazulebranca,aarrojounochão,sendonisto acompanhadoportodaaguardaque,tirandodosbraçosomesmodistintivo,lhedeuigualdestino. – EvivaoBrasillivreeindependente– gritouD.Pedro. Aoque,desembainhandotambémnossasespadas,respondemos: – VivaoBrasillivreeindependente!VivaD.Pedro,seudefensorperpétuo! Ebradouaindaopríncipe: – Seránossadivisadeoraemdiante:IndependênciaouMorte! Pornossaparte,ecomomaisvivoentusiasmo,repetimos: – IndependênciaouMorte! AproclamaçãodeD.PedrodescritapelocoronelMarcondeséchamadaporalgunshistoriadoresde “SegundoBradodoIpiranga”.Aconteceualgunsminutosdepoisdoprimeiro,jánameiaencostadacolina,a cercadequatrocentosmetrosdoriacho.ÉinteressanteobservarassutilezasentreosdoisgritosdoIpiranga. Oprimeiroocorreudeformamaissimples,napresençadeumgruporestritoerevelatraçosdeindecisãona atitudedeD.Pedro.O segundo,soleneeconvicto,peranteaguardadehonra,éoqueficouregistradona memórianacional.OrelatodopadrearespeitodessesegundogritoconfirmaaversãodeMarcondes,embora com palavrasdiferentes.Porele,diantedaguarda,oprínciperepetiu,agoraem tom maisenfático,a declaraçãoquefizeramomentosantes: – Amigos,ascortesportuguesasqueremmesmoescravizar-noseperseguem-nos.Dehojeemdiante nossasrelaçõesestãoquebradas.Nenhumlaçonosunemais. E,arrancandodochapéuolaçoazulebranco,decretadopelascortescomosímbolodanação portuguesa,atirou-oaochãodizendo: – Laçofora,soldados!VivaaIndependênciaealiberdadedoBrasil. RespondemoscomumvivaaoBrasilindependenteeaD.Pedro. Opríncipedesembainhouaespada,noquefoiacompanhadopelosmilitares.Osacompanhantescivis tiraramoschapéus.ED.Pedrodisse: – Pelomeusangue,pelaminhahonra,pelomeuDeus,jurofazeraliberdadedoBrasil.
  18. 18. – Juramos– respondemostodos. D.Pedroembainhounovamenteaespada,noquefoiimitadopelaguarda,pôs-seàfrentedacomitiva evoltou-seficandoempénosestribos: – Brasileiros,anossadivisadehojeemdianteseráIndependênciaouMorte;easnossascores,verde eamarelo,emsubstituiçãoàsdascortes.15 Acompanhadopelaguardadehonra,desdeaquelemomentorebatizadacom opomposonomede “DragõesdaIndependência”,D.Pedrochicoteouasua“baiagateada”paravencerosúltimoscinco quilômetrosdototaldesetentaquepercorrerianaqueledia.Faltavaumahoraparaopôrdosolquando entrouemSãoPaulosaudadopelossinosdasigrejasepelosescassosmoradoresqueseaglomeravamnasruas deterrabatida.Exausto,empoeiradoeaindadebilitadopelosproblemasintestinais,recolheu-seaoPalácio dosGovernadores,omesmoqueohaviahospedadodiasantesaochegardoRiodeJaneiro. AsnotíciasdosextraordináriosacontecimentosdaquelatardeàsmargensdoIpirangaseespalharam rapidamente.Nafrentedo acanhado teatrinho do Pátio do Colégio um grupo departidáriosda independêncialigadoàIgrejaeàmaçonariareuniu-separadecidiroquefazer.Eraprecisohomenagearo príncipe,masninguém sabiaexatamentecomoproceder.Obviamente,nãohaviatempodeprepararum te- déum ouumarecepçãodegala,comoacircunstânciapedia.Eranecessárioimprovisar.Porisso,decidiu-se aproveitaraencenaçãodapeçaOconvidadodepedra,marcadaparaaquelanoite.D.Pedrogostavadeteatroe suapresençanocamaroteprincipaljáestavaconfirmada.16“Disseram queeraprecisodeclarar-seum monarcaeformarumamonarquiabrasileira”,relatouquarentaanosmaistardeopadreIldefonsoXavier Ferreira,integrantedogrupo.“NinguémmereciamaisdoqueoínclitopríncipedePortugal,quenosacabava dedaraindependência.”OpróprioIldefonsofoiencarregadodefazeraaclamação. D.Pedroentrounoteatroàs21h30e,comoprevisto,dirigiu-seaocamaroteprincipalsemsaberda homenagemquelheprestariamemseguida.Antesqueoespetáculocomeçasse,padreIldefonsolevantou-se docamarotenúmero11,ondesereuniaogrupodemaçons,esedirigiuàplateia.Ali,colocou-sedepéna terceirabancada,bememfrenteaolugarocupadopelopríncipe,respiroufundoesepreparouparacumprir seupapel.Nahoradefazeraaclamação,porém,ficouinseguroerelutouporalgunssegundos.“Temiaqueo príncipenãoaceitasse”,contoudepois.“Então,euseriapresocomorevolucionário.”Porfimcrioucorageme soltouovozeirão: – Vivaoprimeiroreibrasileiro! Paraseualívio,D.Pedroinclinou-seem sinaldeaprovaçãoeagradecimento.Eraasenhaparaque todooteatroviesseabaixoerepetisseobradodopadreIldefonso: – Vivaoprimeiroreibrasileiro!– explodiuamultidão. Animadocomarepercussão,padreIldefonsorepetiuogritoportrêsvezes.“Virouoheróidanoite diantedaquelequehaviasidooheróidodia”,nainspiradadefiniçãodeOctávioTarquíniodeSousa.17
  19. 19. Notasde“OGrito”: 1OctávioTarquíniodeSousa,AvidadeD.PedroI,vol.2,p.36. 2OctávioTarquíniodeSousa,AvidadeD.PedroI,vol.2,p.39. 3Adescriçãododia7desetembrode1822temcomofontesprincipaisAfonsoA.deFreitas,Revistado InstitutoHistóricoeGeográficodeSãoPaulo(IHGSP),vol.22,p.3eseguintes;OctávioTarquíniode Sousa,AvidadeD.PedroI,vol.2,p.25-42;eEduardoCanabravaBarreiros,Oitinerárioda Independência,p.119-57. 4OctávioTarquíniodeSousa,AvidadeD.PedroI,vol.2,p.26. 5NãohádocumentosoufontestestemunhaisdaescaladeD.PedroemCubatão.MariadoCoutoeseu milagrosochádefolhadegoiabeirasãopartedahistóriaoraldacidade. 6DanielKidder,SketchesofResidenceandTravelsinBrazil,vol.1,p.212e213. 7CadernoespecialdojornalATribunadeSantoscomemorativodoSesquicentenáriodaIndependência, ediçãode7desetembrode1972. 8Asdistânciasetemponecessáriosparapercorrercadatrechodossetentaquilômetrosentreolitoralea cidadedeSãoPauloem1822sãodocadernoespecialdoSesquicentenáriodaIndependênciadeA TribunadeSantos. 9OsdetalhessobreatopografiaeasdistânciasatéoriachoIpirangasãodeEduardoCanabrava Barreiros,OitineráriodaIndependência,p.148e149. 10AreferênciaaoscupinzeirosédeDanielKidder,SketchesofResidenceandTravelsinBrazil,p.214.O númerodecasasemoradores,deAfonsoA.deFreitas,RevistadoInstitutoHistóricoeGeográficodeSão Paulo(IHGSP),vol.22,p.3eseguintes. 11OsnúmerossãodaCompanhiaAmbientaldoEstadodeSãoPaulo(CETESB). 12TherezinhadeCastro,JoséBonifácioeaunidadenacional,p.102. 13TobiasMonteiro,AelaboraçãodaIndependência,vol.2,p.520. 14TobiasMonteiroafirmaqueseriamtrêsascartasdeLeopoldina.Asduasprimeirasforamreveladas pelopróprioMonteiro,emAelaboraçãodaIndependência,vol.2,p.529e530.Aterceira,maisfamosa(a quefariareferênciaao“pomomaduro”),éconhecidaapenasporreferênciafeitaaelaporLuísSaldanha daGama,membrodacomitivadopríncipenoIpiranga.Odocumentooriginal,noentanto,nuncafoi encontrado. 15ParaosdiferentesdepoimentossobreoqueocorreunacolinadoIpirangaverOctávioTarquíniode Sousa,AvidadeD.PedroI,vol.2,p.36eseguintes,Fatosepersonagensemtornodeumregime,p.67, eAlbertoSousa,OsAndradas.SegundoTarquínio,orelatodopadreBelchior,emborabastante detalhado,deveservistocomcautela.PolíticoemMinasGerais,opadretentariareescreverahistória paravalorizaroprópriopapelneladesempenhado. 16NogrupoestavamospadresManuelJoaquimdoAmaralGurgel,hojenomedeumaruanaBocado Lixopaulistana,JoséAntoniodosReis,VicentePiresdaMotaemaistrêsamigos,JoséInocêncioAlves
  20. 20. Alvim,JoséAntonioPimentaBuenoeAntonioMarianodeAzevedoMarques,professordematemáticae fundador,noanoseguinte,daimprensapaulistaaolançarojornalmanuscritoOPaulista.AfonsoA.de FreitasincluinogrupoJoãoOlintodeCarvalhoeSilva,homemrico,cavaleirodaOrdemdeCristo, solteiro,de36anos,omitidoporTarquínio,MeloMoraiseoutroshistoriadores. 17Doisanosmaistarde,comaquedadeJoséBonifácioearevanchedeseusinimigosemSãoPaulo, padreIldefonsorefugiou-seemCuritiba,ondepermaneceuescondidoatéqueaconfusãopassasse, segundoAfonsoA.deFreitas,narevistadoIHGSPjácitada.
  21. 21. OVendaval DezquilômetrosaonortedocentrodeParisháum tesourogeralmenteignoradopelosmilhõesde turistasquetodososanosinvademacapitalfrancesa.ÉabasílicadeSãoDenis(Saint-Dennis,emfrancês), monumentogóticodoséculo7localizadonasproximidadesdoEstádiodaFrança,noqualaseleçãobrasileira defutebolperdeudeformahumilhanteafinaldaCopadoMundode1998.Nosubterrâneodessacatedral, existem duasgrandescaixasdepedraescondidasem um corredormal-iluminadoecobertasporlápidesde mármorenasquaisestãogravadasdezenasdenomesedatas.ElasguardamosossosdosreisdaFrançaesão um testemunhoassustadordatempestadepolíticaquevarreuomundonasdécadasqueprecederam a IndependênciadoBrasil. PadroeirodeParis,SãoDenisépersonagemdeumahistóriainsólita.Segundoatradição,elesaiuda Itálianoano250depoisdeCristonacompanhiadeoutrosseismissionárioscomoobjetivodeevangelizara Gália,regiãohabitadapelosgauleses,opovobárbarocelebrizadopelastirasem quadrinhosdeAsterixe Obelix.Perseguidopelasautoridadeslocais,acaboudecapitadonacolinadeMontmartre,hojelocaldeoutra igrejafamosa,adoSacreCouer,masseumartírioteveum desenlaceinesperado.Malocarrascodesferiuo golpemortal,osantolevantou-se,pegouaprópriacabeçaque,separadadopescoço,seesvaíaemsangueno chãoecomelaentreasmãoscaminhoucercadeseisquilômetrosatéumantigocemitériogalo-romano,onde finalmentetombouefoisepultado.Sobreseutúmulo,transformadoem centrodeperegrinaçãonaIdade Média,oreiDagobertoImandouerguerumacatedraldestinadaaseranecrópolerealdaFrança.Aliseriam enterradosdurantemilanostodososreisfranceses,comexceçãodeapenastrês.1 EssapráticamilenarfoiinterrompidadeformaviolentapelaRevoluçãoFrancesa.Em 1793,os revolucionáriosinvadiramacatedral,saquearamostúmulosreaisejogaramtodososossosnumterrenobaldio dasvizinhanças.Duranteumquartodeséculo,osrestosmortaisdoshomensemulheresmaispoderososda Françapermaneceriam abandonadosem meioàlamaeaomatagal.Em 1817,apósarestauraçãoda monarquia,oreiLuísXVIIIordenouquefossemdevolvidosàbasílica.Oproblemaéque,àquelaaltura,seria impossívelsaberqueossopertenciaaqualreiourainha.Asoluçãofoilacrá-lostodosjuntosnasduascaixas depedra,ondehojecostelasefêmuresmedievaissemisturamdeformaindistintaacrâniosrenascentistase clavículasmodernas. O ossuáriodeSaint-Denniséum exemplodoembaralhamentodaHistóriaentreofinaldoséculo18eo começodoséculo19.FoinesseclimaquesedeuaIndependênciadoBrasil.Seatéosossosdosreispodiam seratiradosnumavalacomum,quelimitehaveriaparaafúriadasideiasrevolucionáriasqueassolavam o mundonaqueleperíodo?Enãoeramreisquaisquer.NostúmulosprofanadosjaziamosrestosdeClóvisI,que setornaraoprimeiroreidosfrancosaoderrotaroúltimograndegeneralromanodo Ocidente.TambémtinhasidooresponsávelpelaintroduçãodocristianismonaFrança.Emtumbavizinha estavamosossosdeCarlosMartelo,ohomemque,aovenceraBatalhadeTours,em732,impediraque
  22. 22. osmouros,jádetentoresdaPenínsulaIbérica,ocupassemorestantedaEuropaevarressemdo continenteosúltimosvestígiosdacivilizaçãoocidentalestabelecidapelosromanos.Seuneto,Carlos Magno,éconsideradohojeo“PaidaEuropa”.ComoimperadordoSacroImpérioRomano,asseguroua reunificaçãodocontinentedevastadopelasguerrasentreossenhoresfeudaisnabaixaIdadeMédia.Ali tambémestavasepultadoofulguranteLuísXIV,chamadodeOReiSoleautordafrase“OEstadosou eu”,símbolodopoderabsolutodosmonarcasnoséculo17.Emresumo,eramoshomensquehaviam criadoaprópriaordemqueosrevolucionáriosfrancesesseencarregavamdebotarabaixo. ARevoluçãoFrancesavarreuomundocomoímpetodeumvendaval.Deflagradaem1789comaqueda daBastilha– prisãoparisienseondeeramconfinadoscriminososcomunsedissidentespolíticos–, levoumilharesdecondenadosàguilhotina,amáquinadedeceparcabeçasinventadapelomédico Joseph-IgnaceGuillotin.Estima-sequemaisde17.000pessoastenhamsidoexecutadasempraça pública.Outras23.000teriammorridosemjulgamentooudireitoadefesa.Entreasvítimasestavam ninguémmenosqueoreiLuísXVIearainhaMariaAntonieta,decapitadosem1793.Asexecuçõeseram umatentativadepurgarosvíciosdovelhoregimemonárquico,quearevoluçãobuscavaderrubar.Ofuror dessatempestadefoitãograndeque,àprimeiravista,ninguémconseguiriacontrolá-la,nemmesmosuas própriaslideranças.Transformou-selogoem“revoluçãoautofágica”,ouseja,ummovimentoquedevorava assuasforçasinternas.NafasemaisagudadoTerror,várioslíderesimportantesdarevolução,comoos advogadosMaximiliendeRobespierreeGeorgeJacquesDantontambémacabarammortosnaguilhotina. OutravítimafamosafoiocientistaAntoine-LaurentdeLavoisier,consideradoopaidaquímicamodernae aquemseatribuiafrase“Nanaturezanadaseperde,nadasecria,tudosetransforma”.Overdadeiro autordafraseéofilósofogregoAnaxágorasdeClazômenas. Mergulhadanocaospolítico,aFrançaseviuameaçadadeinvasãopelosseusvizinhos.Eramtodos paísesdominadospeloregimemonárquico,cujossoberanosnãoseconformavamcomaquelanovidade emplenocoraçãodaEuropanempretendiamquesetransformasseemexemploparaorestodo continente.ÉnessemomentoqueentraemcenaumjovemoficialchamadoNapoleãoBonaparte.Nos anosseguintes,Napoleãoserevelariaomaiorgêniomilitarqueahumanidadehaviaconhecidodesdeo impérioromano.Numasériedevitóriasfulminantes,coubeaeleimporpelaforçadoscanhõesasideias quearevoluçãofracassaraemcolocarempráticanosacaloradosdebatesdasassembleiasgerais. Imbuídodosideaisrevolucionáriosde1789,masconscientedequeeramnecessáriasordemeforçapara executá-los,Napoleãodestronou,prendeu,exilouehumilhouosmonarcasdocontinente.Em1804, sagrou-seimperadordosfrancesesepassouacolocarseusprópriosparentesnostronosdosreinosque haviasubjugado.Tambémpassouaimplementarumprogramadereformasqueredesenhariaomapa políticodaEuropaecriarianovospadrõesdeorganizaçãoegovernodassociedadesapartirdeentão. Emmeadosdoséculo19,oefeitodarevoluçãohavia-seespraiadocomoumaondasísmicapelomundo. Todososgovernoseuropeustinhamsidoafetadosporconvulsõespolíticas,incluindoaconservadora Inglaterra.Asúnicasexceçõeseramosdoisgrandesimpériossi-tuadosnafranjaorientaldocontinente,a RússiaeoImpérioOtomano,masessestambémcairiamdeformaruidosanasprimeirasdé-cadasdo séculoseguinte.Osdemaishaviamsidoobrigadospelapressãodasruasafazerconcessõesatéentão
  23. 23. consideradasinadmissíveis.AIgreja,sólidopilardavelhaordem,foiperseguidaeexpropriadaemvários países.SónaFrança,entre2.000e3.000padresefreirasforamexecutados.2Aexemplodabasílicade Saint-Dennis,centenasdetemplos,conventosemosteirosforamprofanados.Oprópriopapaseriafeito prisioneiro.“Tudooqueésólidodesmanchanoar”,proclamariaopensadoralemãoKarlMarx,paida ideologiacomunistaquehaveriaderadicalizaraindamaisasmudançasnodecorrerdoséculo20. Outroacontecimento,igualmentedecisivo,haviaprecedidoovendavalfrancês.Foiaindependênciados EstadosUnidos,queresultounacriaçãodaprimeirademocraciarepublicanadahistóriamoderna.Aose separardamonárquicaeconservadoraInglaterra,em1776,13anosantesdaquedadaBastilha,os americanoscriaramolaboratórioondeseriamtestadascomsucessoasideiasqueosfilósofosiluministas haviamdesenvolvidonasdécadasanteriores.Éprecisolembrarque,atéentão,todoopoderemanavado reieemseunomeeraexercido.Eraassimqueospaíseshaviamsidogovernadosdesdesempre. PensadorescomooescocêsDavidHume,oinglêsJohnLockeeosfrancesesMontesquieu,Jean- JacquesRousseau,DenisDideroteFrançois-MarieArouet,conhecidocomoVoltaire,sustentavam,no entanto,queerapossívellimitaropoderdosreisouatémesmogovernarsemeles.Oiluminismo preconizavaumanovaera,emquearazão,aliberdadedeexpressãoedecultoeosdireitosindividuais predominariamsobreosdireitosdivinosinvocadospelosreisepelanobrezaparamanterosseus privilégios. Durantemuitotempotudoissofuncionouapenascomoteoria,intensamentediscutidanossalõesecafés parisienses.Atéentão,democraciaerepúblicaeramconceitostestadosporbrevesperíodosna Antiguidade,especialmentenaGréciaeemRoma,emcidadesouterritóriosmuitopequenos.Seria possívelaplicaressateoriaaomundomodernoparagovernarsociedadesmaioresemaiscomplexas? Coubeaosnorte-americanosdemonstrarque,sim,erapossívelinverterapirâmidedopoder.Apartirdali, todopoderemanariadopovo(pormeiodeeleições)eemseunomeseriaexercido(pelosseus representantesnoparlamentoounapresidênciadaRepública).Afiguradoreisetornavadesnecessária. OparadigmadanovaeraaparecialogonacertidãodenascimentodosEstadosUnidos.Redigidapelo advogado,fazendeiroefuturopresidenteThomasJefferson,adeclaraçãodeindependênciaamericana anunciavaque“todososhomensnascemiguais”ecomalgunsdireitosinalienáveis,incluindoavida,a liberdadeeabuscadafelicidade.Aafirmaçãomudavatudoporque,atéentão,essesdireitoseram sempreconcedidosporalguém– orei,oimperador,opapa– edamesmaformapoderiamsertomados oucomprados,dependendodacircunstânciadomomento.OtextodeJeffersonserviriadeinspiraçãopara que,13anosdepois,omarquêsdeLafayette,nobrefrancêsquehavialutadoaoladodosamericanosna guerradaindependênciacontraaInglaterra,escrevesseafamosaDeclaraçãoUniversaldosDireitosdo Homem.Proclamadapelosrevolucionáriosfranceses,seriaadotadaumséculoemeiomaistarde,com algumasadaptações,comoacartadeprincípiosdasNaçõesUnidas:“Todasaspessoasnascemlivrese iguaisemdignidadeedireitos.” ARevoluçãoFrancesaeaIndependênciaAmericanasãoasmaisconhecidas,porémnãoasúnicas, transformaçõesdeflagradaspelopodercorrosivodasideiasnasquatrodécadasqueantecederama Independênciabrasileira.Praticamentetodasasáreasdeatuaçãohumanaforamafetadasporelas,
  24. 24. incluindoasartes,aciênciaeatecnologia. Namúsica,LudwigvanBeethoven,consideradoumdosmaiorescompositoresdetodosostempos, surpreendiaomundoemVienacomosacordesdaQuintaSinfoniaedaHeroica,estacriadaem homenagemaoimperadorNapoleãoBonaparte.Naliteratura,oalemãoJohannWolfgangvonGoethe escreviaosdoisvolumesdeFausto,suaobra-prima,naqualoprotagonistasedebateentreummundo harmônico(porémmonótonoeprevisível)depaz,belezaesegurança,eastentaçõesdeoutroinstigante edesafiador– odastransformaçõesaceleradasnumcenáriorepletodemedo,morteeincertezaa respeitodofuturo.EmMadri,opintorFranciscodeGoyatambémrevolucionavasuaartepintandofiguras eambientessombrios,queincluíamosfuzilamentosemmassaexecutadospelastropasdeNapoleãoao invadiraEspanha,em1808.Aobradessestrêsartistastememcomumapeculiaridadederetratarem tonsépicosostempostenebrososqueahumanidadevivianaquelemomento. Tudomudoutambémnosaneamentoenamedicina.Acriaçãodasprimeiraspolíciassanitáriasna Europaeadescobertadavacinacontraavaríolaconseguiramcontrolarasepidemiasqueatéentão dizimavamgrandepartedapopulação.Areduçãodamortalidadepelocontroledasdoenças,combinada comnovastécnicasagrícolas,queaumentaramaofertadealimentosnaEuropaduranteoséculo18, produziuumarevoluçãodemocráticanocontinente.Apopulaçãodealgunspaíses,comoaFrança,mais doquedobrou– oquesignificavamaisgenteparaoslevantesrevolucionáriosnasruasetambémmais carneparaoscanhõesdasguerraseconflitosdaqueleperíodo.Calcula-sequemaisdetrêsmilhõesde pessoastenhammorridoduranteasguerrasnapoleônicas,entre1792e1815,oquerepresentava5%do totaldapopulaçãodaEuropanaépoca. Haviaaindamudançasprofundasnatecnologia.Nofinaldoséculo18,osinglesesreinventaramosmeios deproduçãocomasmáquinasavapor.Atéentão,todaacapacidadedeproduçãoestavalimitadaàforça físicadocorpohumano,dealgunsanimaisdecargaempregadosnessasatividades(comobois,cavalose camelos)oudeprecáriosengenhosmecânicos,comorodas-d’água,roldanasemoinhosdevento.Como usodatecnologiadovapor,osinglesesconseguirammultiplicaressaproduçãoemescalaexponencial nosprimeirosanos.Emmenosdeumséculo,ovolumedecomércionosportosdeLondrestriplicou.Entre 1800e1830,oconsumodealgodãopelasindústriastêxteisnaregiãodeLiverpoolsaltoudecinco milhõespara220milhõesdelibras,umcrescimentode44vezesemapenastrêsdécadas.Essanova escala,atéentãonuncavista,exigianovosconsumidores.Poressarazão,osinglesesdefendiamo liberalismoeconômico,doutrinaquepregaliberdadedecomérciosemrestriçõesdefronteirasnacionais. Suasfábricasproduziamquantidadesmonumentaisdetecidos,ferragensemáquinas.Osnovos empresáriosdaRevoluçãoIndustrialqueriamvendê-losondehouvesseconsumidoresinteressadosem comprá-los.3 Alémdemudaraescalamundialdeproduçãodebensemercadorias,arevoluçãotecnológicateve impactosgigantescosnostransportesenascomunicações.UmaviagementreInglaterraeAustrália,que demoravaseismesesnaépocadosbarcosavela,foireduzidaparacincosemanascomaintroduçãodos naviosavapor.EntrePortugaleBrasil,areduçãofoidedoismesespara15dias.Até1810,umpombocorreio demoravaumasemanaparalevarumacartadeLondresaParis.Comosbarcosavapor,otempo
  25. 25. diminuiuparadoisdias.Comainvençãodotelégrafo,em1832,amesmamensagempoderiaser transmitidaemumafraçãodehora.Máquinasdeproduzirpapeleimpressorasmovidasavaportambém reduziramocustodoslivrosejornaisdeformaatransformá-losemprodutosacessíveisàscamadasmais pobresdapopulação.Eramosveículosdasnovasideiasqueestavamtransformandoomundo.No começodoséculo19,jáhavia278jornaiseditadosemLondres. AmarédasinovaçõesnaEuropaenosEstadosUnidoschegariacomalgumatrasoaoBrasil,masteria efeitoigualmentedevastador.Situadadooutroladodomundo,aAméricaportuguesaforamantidaaté 1808comoumacolôniaanalfabeta,isoladaecontroladacomrigor.Aproibiçãodemanufaturasincluíaa indústriagráficaeapublicaçãodejornais.Acirculaçãodelivrosestavasubmetidaatrêsinstânciasde censura.Odireitodereuniãoeravigiado.Aeducaçãolimitava-seaosníveismaisbásicoseauma minoriamuitorestritadapopulação.Decadacembrasileiros,menosdedezsabiamlereescrever.4As primeirasuniversidadessóapareceriamnocomeçodoséculo20.EmdiscursonascortesdeLisboa,em2 desetembrode1822,odeputadopiauienseDomingosdaConceiçãoreclamavadoestadodeignorância emqueviviammergulhadosos70.000habitantesdesuaprovíncia,todosanalfabetos.“São70.000cegos quedesejamaluzdainstruçãopública”,afirmou.Nessaépoca,oPiauítinhaapenastrêsescolasde ensinoelementar,situadasa340quilômetros(setentaléguas,segundoodeputado)umadaoutra.O saláriodeumprofessor,de70.000réisanuais,equivaliaaumterçodoquesepagavaaumfeitorde escravosnasfazendas.5 EraumasituaçãobemdiferentedadosEstadosUnidos,ondeaculturaprotestantehaviacriadouma colôniaalfabetizada,empreendedora,habituadaaparticipardasdecisõescomunitáriaseasemanter bem-informadasobreasnovidadesquechegavamdaEuropa.Em1776,oanodaIndependência,o padrãodevidanosEstadosUnidosjáerasuperioraodasuaprópriametrópole,aInglaterra.Acirculação dejornaischegavaatrêsmilhõesdeexemplaresporano,marcaqueoBrasilsóatingiriadoisséculos maistarde.ComoapráticareligiosaincluíaleraBíbliaemcasaenoscultosdominicais,atéosescravos eramalfabetizados.Oíndicedeanalfabetismoaproximava-sedezero.Havianoveuniversidades, incluindoaprestigiadaHarvard,criadaem1686.Oespíritoempreendedorfizeraflorescerumapróspera indústrianaval,forteosuficienteparaqueem1801onovopaísjátivesseumaMarinhadeGuerraem condiçõesdebloquearebombardearTrípoli,acapitaldaLíbia,emrepresáliaaosataquesdepiratasque seusnaviossofriamnacostadessepaís.6 Apesardoisolamentoedoatraso,asideiasrevolucionáriaschegavamaoBrasil,masgeralmentede formaclandestina,empublicaçõescontrabandeadasoureuniõesdesociedadessecretas,comoa maçonaria.Viajavamtambémnabagagemdapequenaelitebrasileiraquetiveraoportunidadedeestudar emCoimbraeemoutrasuniversidadeseuropeiasnofinaldoperíodocolonial.Em1787,quandoainda eraembaixadoremParis,ThomasJeffersonfoiabordadopelomineiroJoséJoaquimdaMaia,oVandek, estudantedaUniversidadedeMontpellier.QueriaajudadosEstadosUnidosparafazerumarevoluçãono Brasil.Jefferson,quetinhaoutraspreocupaçõesmaisurgentes,recusou,masfezquestãodereportaro casoaoDepartamentodeEstadoamericano.7Vandekmorreunoanoseguinte,antesdevoltaraoBrasil. EssasideiasestariamportrásdaInconfidênciaMineira,daRevoltadosAlfaiatesnaBahia,daRevolução
  26. 26. Pernambucanade1817,daprópriaIndependênciaem1822edeinúmerosoutrosmovimentosde rebeliãoregional,comoaConfederaçãodoEquador,em1824.“Asrevoluçõessepegamcomoasarna”, escreveriaem1823umassustadoFranciscoSierrayMariscal,ricoarmadornaBahia,donodenavios quefaziamocomércioentreLisboaeaAméricadoSul.8 OsautosdedevassadaInconfidênciaMineiraregistramaapreensãodeumagrandecoleçãodelivros proibidosnacasadeumdosconspiradores,ocônegoLuísVieiradaSilva,dacidadedeMariana. AbrangiaaíntegradaEnciclopédia,escritosdeMontesquieueinúmerasobrasdehistória,geografia, ciênciasnaturais– todasemlínguafrancesaevetadaspelacensuradacoroaportuguesa.Em1794,o condedeResende,entãovice-reidoBrasil,ordenouumadevassaparaapurarasatividadesda SociedadeLiteráriadoRiodeJaneiro,grupoquesereuniaperiodicamenteparadiscutirasnovidades quechegavamdeforadacolônia.OinquéritoapontouváriosentusiastasdaRevoluçãoFrancesa.Omais surpreendenteéquenalistadeacusadosnãohaviasóintelectuais,comoprofessores,médicos,padres, poetaseadvogados.Incluíatambémummarceneiro,umsapateiro,umouriveseumentalhador.Como testemunhas,foramarroladosalfaiates,gravadoresetorneiros. Algunsanosmaistarde,em1798,achamadaRevoltadosAlfaiates(tambémconhecidacomo ConjuraçãoBaiana),emSalvador,envolveuigualmentepessoasdeorigemhumildeque,nadevassa ordenadapelacoroaportuguesa,foramacusadasde“francesia”,ouseja,defenderasnoçõeseos princípiospolíticosdaRevoluçãoFrancesaeimitarosrevolucionáriosaténaformadesevestir.Umdos líderesdarevolta,JoãodeDeusNascimento,pardolivreealfaiate,preconizavaque“todossefizessem francesesparaviverememigualdadeeabundância”.Foiexecutadoeesquartejadoemumapraçado centrodacapital.Suacabeçaficouexpostaemfrenteàcasaemquemorava.Osoutrospedaçosdocorpo foramdeixadosaorelentoemváriospontosdacidadeparaseremconsumidospelotempo.9 Oacessoaessasnovidadespelascamadasmaispobresdapopulaçãoeraaprovadequeacolônia brasileira,semuniversidades,semlivros,semjornaisoucomunicaçõesregulares,acompanhava atentamenteosacontecimentosnaEuropa.Eissoseriadecisivoaochegaromomentoderomperos lançoscomPortugal.Habituadaatrêsséculosdeletargia,aantigaAméricaportuguesaseriasacudida pelovendavaldasnovasideiasquevarriaomundo.Umnovopaísnasceriadatempestade. Notasde“Ovendaval”: 1ArelaçãodosreisenobresfrancesessepultadosemSaint-Dennisestáem http://en.wikipedia.org/wiki/Basilica_of_St_Denis. 2RobertTombs,“Politics”,emTheNineteenthCentury,p.13. 3MaisinformaçõessobreopodereconômicodaInglaterradaRevoluçãoIndustrialesuainfluênciano MaisinformaçõessobreopodereconômicodaInglaterradaRevoluçãoIndustrialesuainfluênciano Brasilnocapítulo“Asenhoradosmares”,dolivro1808. 4NafaltadeestatísticassobreaeducaçãonoBrasilnessaépoca,ataxadeanalfabetismosópodeser estimadaporreferênciasindiretas.NoprimeirocensopopulacionalrealizadoemSãoPaulonogoverno deD.JoãoVI,em1818,só2,5%doshomensadultosdacidadesabiamlereescrever.Essepercentual, extrapoladoparaorestantedapopulação,compostaemsuamaioriaporescravos,mulatosenegros
  27. 27. forros,indicaumataxadeanalfabetismototalpróximade99%.Meioséculomaistarde,em1872,anodo primeirocensopopulacionalgeraldoBrasil,numtotaldedezmilhõesdehabitantes,haviaapenas 150.000alunosnaescolaprimária. 5F.A.PereiradaCosta,CronologiahistóricadoestadodoPiauí,p.145. 6ParamaisinformaçõessobreaindústrianavaleacriaçãodaMarinhadeGuerraamericanaverIanW. Toll,SixFrigates:TheEpicHistoryoftheFoundingoftheU.S.Navy;EdgarStantonMaclay,AHistoryof TheUnitedStatesNavyfrom1775to1902;eAlfredT.Mahan,TheInfluenceofSeapowerUponHistory. 7Jefferson’sLettersonBrazilianIndependence,emhttp://rs6.loc.gov/intldl/brhtml/brhome.html. 8SierrayMariscalégeralmenteidentificadocomosendoespanhol,masOctávioTarquíniodeSousa,em Fatosepersonagensemtornodeumregime,p.112,afirmaque,apesardosobrenome,eraportuguês porquenumacartaaFranciscoGomesdaSilva,o“Chalaça”,serefereaD.PedroIcomo“meusoberano osr.D.PedroIV”.NaIndependência,MariscalapoiouastropasportuguesasdogeneralMadeiranaBahia ecomelevoltouparaPortugalnamadrugadade2dejulhode1823,quandoasforçasbrasileiras ocuparamSalvador. 9OctávioTarquíniodeSousa,“OmeiointelectualnaépocadaIndependência”,emFatosepersonagens emtornodeumregime,p.23-39e102. Opaísimprovável Ossonhosdosbrasileirosde1822eramgrandiosos.Queriamlibertar-sedetrêsséculosdedependência dePortugaleerguernaAméricaumvastoimpério– umdosmaioresqueahumanidadehaviaconhecido atéentão.Onovopaísquepretendiamorganizardesdobrava-sedasprofundezasdaflorestaamazônica, quasenasfranjasdacordilheiradosAndes,atéasplaníciesdospampasnosul,desenhandonocaminho umalinhadequase10.000quilômetrosdelitoral,trintavezesadistânciaentrePariseLondres,asduas grandescapitaiseuropeiasdaépoca.Commaisdeoitomilhõesdequilômetrosquadradosdesuperfície, tinhaodobrodoterritórioeuropeueeramaiordoqueaáreacontinentaldosEstadosUnidos.Dentrodele adiminutametrópoleportuguesacaberia93vezes.Osproblemas,porém,eramproporcionaisaotamanho dessessonhos. QuemobservasseoBrasilnessaépocateriarazõesdesobraparaduvidardesuaviabilidadecomopaís. ÀsvésperasdoGritodoIpiranga,oBrasiltinhatudoparadarerrado.Decadatrêsbrasileiros,doiseram escravos,negrosforros,mulatos,índiosoumestiços.Eraumapopulaçãopobreecarentedetudo.Omedo deumarebeliãoescravapairavacomoumpesadelosobreaminoriabranca.Osanalfabetossomavam maisde90%doshabitantes.Osricos,emboramuitoricos,erampoucose,emsuamaioria,ignorantes. Haviaumapequenaeliteintelectual,bem-preparadanaUniversidadedeCoimbra,mastambémela estavadivididapordivergênciaspolíticasentremonarquistasabsolutoseconstitucionais,conservadores eliberais,republicanosefederalistas,entreoutrascorrentes.Oisolamentoeasrivalidadesentreas provínciasprenunciavamumaguerracivil,quepoderiaresultarnafragmentaçãoterritorial,aexemplodo queocorrianasvizinhascolôniasespanholas. Àbeiradafalência,onovopaísnãotinhaexércitos,navios,oficiais,armasoumuniçãoparasustentara guerrapelasuaindependência,queseprenunciavalonga,caraedesgastante.Em1822,naBahia,
  28. 28. campodebatalhadecisivonessaguerra,opagamentodosoldodosoficiaisesoldadosestavaatrasado doismesesporfaltadedinheironoscofresdaprovíncia.1Oscanhões,decrépitosesemmunição,não funcionavam.Ossoldadosandavamdescalçoseportavamespingardasdematarpassarinho.Em Portugal,asituaçãotambémeradedificuldades,masdeláacadadiachegavamnotíciasdenovas providênciasdestinadasaesmagarosdispersospartidáriosdaindependênciabrasileira.Ametrópole mobilizavarecursosparaprotegerseusinteressesnaAmérica.SuastropasjáexistentesnoBrasileram maisbem-treinadaseorganizadasdoqueasprecáriase,arigor,aindainexistentesforçasarmadas locais. “Àprimeiravista,aspossibilidadesdesucessopareciammuitoremotas:otesouroestavavazioeopaís, dividido,enquantoPortugalcontraíaempréstimoseaumentavasuasforçascomnaviosehomens”, escreveuohistoriadorbritânicoBrianVale,autordeIndependenceorDeath,livrosobreaGuerrada Independênciabrasileira.“Seriaumaquestãodetempoatéosbrasileirosseremsubjugados.Apenas assumindoocomandodosmares,elespoderiamcortarasrotasdesuprimentosportuguesas,expulsaras suastropaseasseguraraindependênciadoterritório.Mascomo?OBrasilnãotinhaMarinhadeGuerra, naviosousuprimentosnemoficiaisoumarinheirosconfiáveis.”2 AoretornaraLisboaemabrilde1821,oreiD.JoãoVIdeixaraparatrásumBrasilprofundamente transformadopelasdecisõesquehaviatomadonosseus13anosdepermanêncianoRiodeJaneiro, comoseveráemmaisdetalhesnopróximocapítulo.Suaúltimaprovidênciaantesdepartir,noentanto, tinhasidodesastrosaparaopaís,quetentavadarosprimeirospassoscomonaçãoindependente.Orei mandararasparoscofresdoBancodoBrasileencaixotaràspressasoouro,osdiamanteseoutras pedraspreciosasestocadasnoTesouro.Criadoem1808parafinanciarasdespesasdacorte,obancojá vinhamaldaspernas.Seupatrimôniocobriaapenasumquintodostítulosepapéisqueemitiranesse período.Semreservas,quebroutrêsmesesdepoisdapartidadorei.Entrejulhode1821,dataemque deixoudehonrarseuscompromissos,e1829,anoemquefinalmentefoiliquidadoporD.PedroI, funcionoucomomassafalidasemcréditoalgumnapraça.3 Porisso,aoassumirogovernonacondiçãodeprínciperegentenomeadopelopai,D.Pedroencontrouos cofresvazios.Asdespesaspúblicassomavam5.600contosréis,cercadetrezentosmilhõesdereaisem valoresdehoje,4oquerepresentavamaisdoqueodobrodaarrecadaçãodeimpostosnasprovíncias quereconheciamasuaautoridade.Ouseja,paracadarealdereceita,D.Pedrogastavadois.Parapagar adívidaseriamnecessários,portanto,doisanosdearrecadaçãodeimpostos,semgastarmaisnada,o queobviamenteeraimpossívelporqueonovopaístinhatudoporfazereestavacercadodeameaçaspor todososlados.Comoresultado,emdezembrode1821,adívidanacionalatingia9.800contosderéis, cercade1,9milhãodelibrasesterlinasouseiscentosmilhõesdereaisatuais,valorquetriplicarianos cincoanosseguintesàmedidaqueumgovernofrágiledesesperadoordenavadespesassemterdeonde tirarrecursos.5 “Departenenhumavemnada”,queixava-seD.PedroaD.JoãoVI,em17dejulhode1821.“Todosos estabelecimentosficaram;osquecomemdanaçãosãosemnúmero(...),nãohádinheiro(...),nãoseio queheidefazer.”Opríncipetambémreclamavadacorrupçãoedosdesmandosnaadministraçãodo
  29. 29. dinheiropúblico.AcusavaosdiretoresdofalidoBancodoBrasildeteremcontribuídoparaquebrara instituição.“Obanco,desacreditaram-noosseusdilapidadores,queeramosmesmosqueo administravam.”6Econcluía:“Nãohámaiordesgraçadoqueestaemquemevejo,queédedesejarfazer obemearranjartudoenãohavercomquê.” Emoutracarta,escritaumasemanamaistarde,ojovempríncipe,deapenas22anos,mostrava-se assustadocomosdesafiosqueaHistórialheimpunha.Imploravaaopaiqueodispensassedocargoeo chamassedevoltaaPortugal:“PeçoaVossaMajestadequeoquantoantesmefaçapartir.”7Trêsmeses depois,em21desetembrode1821,portantoumanoantesdoGritodoIpiranga,repetiaasúplica:“Peçoa VossaMajestade,portudoquantohádemaissagrado,mequeiradispensardesteempregoque seguramentemematarápeloscontínuosehorrorosospainéisquetenho,unsjáàvista,eoutrosmuito pioresparaofuturo.”8 Noesforçodecomprarnavios,contrataroficiaisemarinheirosmercenáriosemanteracesaaesperança devencerPortugalnaguerrapelaindependência,ogovernotomouduasprovidências.Umadelasfoi,a exemplodametrópole,recorreraosempréstimosinternacionais.Osdoisprimeiros,contraídosem1822, totalizaram3.685.000librasesterlinas,aproximadamente1,2bilhãodereaisemvaloresdehoje,massó trêsmilhõesdelibrasentraramefetivamentenoscofresnacionais.Orestantefoiretidopelosbancoscomo taxaderiscoepagamentodejurosantecipados.9Onovopaísjánasciaendividadoeassimpermaneceria pelosdoisséculosseguintes. Asegundaprovidênciaenvolveuumapráticatambémconhecidíssimadosbrasileirosatéalgunsanos atrás:ainflação.OTesourocompravafolhasdecobreporquinhentosa660réisalibra(poucomenosde meioquilo)ecunhavamoedascomvalordefacede1.280réis,maisdoqueodobrodocustooriginalda matéria-prima.Ouseja,eradinheiropodre,semlastro,masajudavaogovernoapagarsuasdespesase dívidasdecurtoprazo.D.Pedrohaviaaprendidoaespertezacomopai,D.João,quetambémrecorreraà fabricaçãodedinheiroem1814aoperceberqueosrecursospúblicosseriaminsuficientesparacobriros gastosdaperduláriacortequehaviacruzadooAtlânticoem1808. Nessaépoca,opadrãomonetáriointernacionaleramasmoedasdepratadopesoespanhol,também conhecidascomosilverdolar(dólardeprata).Atéachegadadacorteportuguesa,umamoedadeprata valianoBrasil750réisportugueses.Em1814,noentanto,D.Joãomandouderretertodasasmoedas estocadasnoRiodeJaneiroecunhá-lasnovamentecomvalordefacede960réis.Ouseja,deumdia paraooutroamesmamoedapassouavalermais28%.Comessedinheiromilagrosamentevalorizado,D. Joãopagousuasdespesas,masotruquefoilogopercebidopelomercadodecâmbio,querapidamente reajustouovalordamoedapararefletiradesvalorização.Alibraesterlinaqueatéentãoeratrocadapor 4.000réispassouasercotadaa5.000réis.Ospreçosdosprodutosemgeralsubiramnamesma proporção.10 Àsdificuldadesfinanceirassomavam-seosproblemaseconômicos.AIndependênciadoBrasilocorreuno meiodeumatransformaçãoimportantenaeconomiabrasileira.Aproduçãodeaçúcareamineraçãode ouroediamantesestavamemdecadência.Eramasduasgrandesriquezasquehaviamsustentadoa prosperidadedacolôniaesuametrópolenosséculosanteriores.Muitodependentedamãodeobra
  30. 30. escrava,aproduçãoaçucareiraentraraemdeclíniodevidoaocrescentecombateaotráficonegreiropela Inglaterraeàmudançadetecnologianosmercadoscompetidores.Maispróximadosmercados consumidoresdosEstadosUnidoseEuropa,ailhadeCubahaviaadotadoengenhosmovidosavapor,o quetornaraasuaproduçãomaiseficienteebarataemrelaçãoàbrasileira.Anovidade,nolugardo açúcar,eraaproduçãodealgodão,destinadaaabastecerosnovíssimostearesmecânicosdaRevolução Industrialinglesa.Asestatísticasrevelamumadrásticamudançanoperfildaeconomiapernambucana nesseperíodo.OvalordassaídasdealgodãopeloportodoRecifesaltoude37%dototaldas exportaçõesem1796para83%em1816.Enquantoisso,oaçúcardeclinarade54%paraminguados 15%nomesmoperíodo.11 Nasantigasregiõesprodutorasdeouroediamante,aprosperidadederalugaràincerteza.MinasGerais aindaeraaprovínciamaispopulosadoBrasil,comcercade600.000habitantes,masoeixodaeconomia começavaasedeslocarrapidamenteparaosul,emdireçãoaovaledoParaíba,regiãodaslavourasde café.Cultivadoemhortasejardinsbotânicosatéocomeçodoséculo19,esseprodutosetornaria rapidamenteanovaestreladapautadeexportações.AsvendasanuaispeloportodoRiodeJaneiro aumentaramdemeiatonelada,em1800,para6.723toneladas,em1820.12Vinteanosmaistarde,em 1840,járesponderiampor44%dasexportaçõesbrasileiras. ComoresultadodaaberturadosportosedaliberdadedecomércioconcedidaporD.Joãoem1808,havia surgidoumcrescentemercadobrasileiroexportadoreumprósperosistemadetrocasinternasentreas províncias,quejánãodependiadomonopólionemdaintermediaçãodametrópoleportuguesa.ORio GrandedoSulvendiacarnedecharqueparaEuropa,EstadosUnidos,ÁfricaetambémparaoRiode Janeiro,SalvadoreRecife.Recebiaemtrocaprodutosindustrializadosdoexterioreaçúcar,cachaça, farinhademandiocaeoutrasmercadoriasdoprópriomercadobrasileiro.MinasGeraiseovaledo Paraíbaabasteciamacapitaldecarnedegado,queijoseprodutosagrícolas.Comodinheiro,seus fazendeiroscompravamsal,açúcar,tecidos,ferros,máquinaseinstrumentosque,peloportodoRiode Janeiro,chegavamdeoutrasprovínciasoudaInglaterra.NointeriordoCeará,doPiauíedoMaranhão produzia-segado,vendidoparaasprovínciasvizinhascomocarne-seca,banhaecourocurtidoouem boiadasqueatravessavamosertãoabrindonovasrotasdecomunicaçãopelointeriordopaís. Essenovomercadointerno,quecontribuiriaparaaproximarosinteressesentreosbrasileirosdas diferentesprovíncias,eraprejudicado,noentanto,pelaexcessivacargatributária.Eramimpostos existentesdesdeaépocadacolôniaparafavoreceromonopólioportuguêsoucriadosporD.Joãodepois de1808parasustentarasdespesasdacortenoRiodeJaneiro.Natentativadereanimaraeconomia,já noprimeiromêsapósapartidadeD.JoãoparaPortugal,D.Pedroaboliuoimpostodosaleda navegaçãodecabotagem,duasbarreirasqueatéentãoencareciamaproduçãodecarnedecharqueeo comércioregional.13Massóissonãobastavaparaenfrentarasgrandesemergênciasdaquelaépoca. OBrasilprecisavaeconomizarcadacentavodassuascombalidaseconomiase,paradarexemplo,o príncipetomoumedidasdrásticasdecontençãodasdespesasdomésticas.Cortouseuprópriosalário, concentrouasrepartiçõespúblicasnoPaçoReal,ondemorava,etransferiu-separaopaláciodaQuinta daBoaVista,antigaresidênciadeD.JoãoVI,ondehojefuncionamoMuseuNacionaleozoológicodo
  31. 31. RiodeJaneiro.Tambémvendeu1.134dos1.290animaisdascavalariçasreais,apontadaspelocônsul inglêsJamesHendersonnaépocadeD.Joãocomoumadasmaisonerosasdomundo.14Parareduziras despesasnacomprademilho,osescravosdafazendarealdeSantaCruz,situadanosarredoresda cidade,foramincumbidosdeproduzirnoquintaldoprópriopalácioocapimqueserviriaderaçãoparaos 156cavalosemulasrestantes,alémdelavarasroupasdeD.Pedro,suafamíliaeseusempregados. “Comeceiafazereconomias,principiandopormim”,explicou,orgulhoso,aopainacartade17dejulhode 1821.“Essasmudançassefizeramquasequedegraça,porqueosescravos(...)sãoostrabalhadores.”15 Osempréstimosinternacionais,afabricaçãoartificialdedinheiro,opacotedeestímulosàsatividades econômicaseocortenasdespesasdomésticasdacorteeram,todas,medidaspaliativas.Apenas adiaramealiviaramapressãodosproblemasfinanceiros.Mashaviaoutros,aindamaisgraves,a conspirarcontraosucessodonovoBrasil.Detodoseles,omaioreramasdivergênciasinternas.Nemde longeosbrasileirosestavamdeacordoarespeitodosrumosaseguir. Emsetembrode1822,apenasRiodeJaneiro,SãoPauloeMinasGeraisaderiramàindependência proclamadaporD.PedronasmargensdoIpiranga.Asdemaisprovínciasouaindaestavamsobcontrole dastropasportuguesas,casodaBahia,oudiscordavamdaideiadetrocaratutelaatéentãoexercidapor LisboapelopodercentralizadonoRiodeJaneiro,casodePernambuco,quereivindicavamaior autonomiaregional.NaregiãoNorte,ParáeMaranhãosemantiveramfiéisaosportugueses.Poralguns meses,obedecendoàsordensdascortesdeLisboa,ambasasprovínciaschegaramasedeclarar separadasdorestantedoBrasileligadasdiretamenteaPortugal.Nosul,asforçasestavamdivididas entreosinteressesbrasileiroseportugueses.NaprovínciaCisplatina(atualUruguai),ocomandantedo regimentoportuguês,ÁlvarodaCosta,anunciouquesóacatariaasorientaçõesdascorteseencastelou suasforçasemMontevidéu.FoisitiadopelastropasbrasileirascomandadasporFredericoLecor,futuro barãodeLaguna,numaguerraqueseprolongariaporquasedoisanos. Em17denovembrode1822,maisdedoismesesapósaProclamaçãodaIndependência,aJunta ProvisóriadoMaranhãoanunciouquesemanteriafielaPortugal,semaderiràcausadeD.PedroI: OdevereointeresseligamestaprovínciaaPortugal.Neminteressenemdeverauneaocontinentebrasileirosede fatosedesunirdamaiorpartedamonarquiaportuguesa.Adivergênciadevotoseinteressesentreasprovíncias setentrionaiseaustraisdoBrasildissolveosvínculossociaisqueasuniam(...).EmPortugaltemconsumopara nossasproduçõesterritoriais;nosuldoBrasilnãotemmercado.16 OhistoriadorMarcoMorelcomparouasituaçãobrasileiranosdoisanosqueseseguiramaoGritodo Ipirangaàdeumgrandequebra-cabeça.Cadapeçanotabuleirorepresentariaumaprovíncia,queseria retiradadojogocasotivessemvingadonaqueleperíodoasameaçasdeseparaçãoterritorial.Primeiro sairiaaBahia,ocupadamilitarmentedesdefevereirode1822pelastropasdogeneralportuguêsIgnácio LuísMadeiradeMelo,fielàscortesdeLisboa.Depois,oMaranhão,oPiauí,oParáeoAmazonas,região aestaalturaaindafielàmetrópole.Porfim,deixariamojogoPernambuco,Ceará,Alagoas,ParaíbaeRio GrandedoNorte.EramascincoprovínciasdaáreadeinfluênciadaConfederaçãodoEquador, movimentoseparatistadeflagradoem1824emreaçãoàdecisãodeD.PedroIdedissolveraprimeira constituintebrasileira.AspeçasquerestassemnotabuleiroseriamhojeoBrasil,comoagravantedeque
  32. 32. umpaísassimdebilitadonãosóperderiatambémoUruguai,proclamadoindependenteem1828,mas provavelmentetambémoRioGrandedoSulnaRevoluçãoFarroupilhade1835.Ouseja,sobrariauma fraçãodopaísatual,comterritórioinferioraodaArgentina.“Oquebra-cabeçanacional,paraser recomposto,custoumuitasvidasqueficarampelasplantações,matos,mares,rioseruas”,escreveu Morel.17“OquadroqueseapresentavaeraodoBrasildivididoemregiõesmarcadaspelasdistânciase osinteresseslocais”,completouohistoriadorbaianoLuísHenriqueDiasTavares. AchegadadafamíliarealportuguesaaoRiodeJaneiro,em1808,haviafuncionado,pelaprimeiravez, comoumcentroaglutinadordosinteressesdasdiferentesprovínciasegruposregionais.Noentenderdo historiadorpernambucanoManueldeOliveiraLima,aofugirdeNapoleãoBonaparte,queinvadira Portugal,etransferiracorteparaoBrasil,D.JoãoVIsetornara“overdadeirofundadordanacionalidade brasileira”.Tinhadadooprimeiropassocapazdeasseguraraintegridadedoterritório,queatéentão funcionaracomoumaconstelaçãodeprovínciasisoladas,dispersaserivais.Mastudoissoeramuito recenteemcomparaçãocomostrêslongosséculosdecolonização,nosquaisessasprovínciashaviamse reportadodiretamenteàmetrópoleportuguesa.Poressarazão,em1822anoçãodeidentidade nacionalplantadaporD.JoãoVIeraaindamuitotênue. UmaprovadessafragilidaderegionalpodesermedidanadelegaçãobrasileiraenviadaaPortugalpara participardasvotaçõesdasCortesentre1821e1822.OBrasiltinhadireitoa72deputados,massó46 compareceramàssessõesemLisboa,oqueosdeixavaemminoriafrenteàrepresentaçãoportuguesa, compostaporcemdelegados.18Apesardainferioridadenumérica,osbrasileirossedividiramnas votações.Comrarasexceções,osdelegadosdasprovínciasdoPará,Maranhão,PiauíeBahiase alinharamaosinteressesportuguesesevotaramsistematicamentecontraaspropostasbrasileirasdas demaisregiões.“NãosomosdeputadosdoBrasilporquecadaprovínciasegovernahoje independentemente”,constatou,desolado,opadreDiogoAntônioFeijó,representantepaulistaefuturo regentedoImpério.19“Nósestamos,sim,independentes,masnãoconstituídos”,escreviaalgumtempo depoisofreipernambucanoJoaquimdoAmorDivinoCaneca,líderemártirdaConfederaçãodoEquador quepassariaàHistóriacomoFreiCaneca.“Aindanãoformamossociedadeimperial,senãononome.”20 Alémdasdivisõesregionais,haviaasdivergênciaspolíticas.Comoseviunocapítuloanterior,essaera umaépocarevolucionária,emquenomundointeirosedebatiaintensamentequalseriaaformaidealde organizaregovernarassociedades.Opoderdosreisestavasendocontestado,mashaviamuitasdúvidas arespeitodecomosubstituí-loporoutromaislegítimoeeficaz.NoBrasil,oprojetodeindependência tinhaamplaaceitação,maspoucosconcordavamarespeitodoquefazercomonovopaísdepoisde conquistadaaautonomia.Nafaltadepartidospolíticosorganizados,essasnoçõeseramdebatidase defendidasemigrejas,clubesesociedadesecretas,comoamaçonaria.Aliseagrupavam,deumlado, monarquistasconstitucionais,edeoutro,osrepublicanos. EssesgrupostinhamvisõesbemdiferentesarespeitodofuturodoBrasil.Oprimeirodefendiaa continuidadedamonarquia,ficandoD.Pedrocomosoberano.Seupoder,noentanto,serialimitadopor umaconstituição,quedefiniriaosdireitosdaspessoaseaorganizaçãodogovernononovopaís.O segundogrupodefendiaumarupturamaisradicalcomopassado.Narepública,emlugardeumreiou
  33. 33. imperador,oBrasilteriaumpresidenteeleitopelapopulação,commandatotemporárioetambémlimitado pelaConstituição.MesmoentreessesgruposhaviaaindaosdefensoresdacontinuidadedoReinoUnido Brasil,PortugaleAlgarve,criadoem1815porD.JoãoVI,eaquelesquepropunhamacompleta independênciadaantigametrópole. Arepúblicaera,obviamente,apropostaquemaisassustavaquemtinhainteressesestabelecidos.Ao rompercomaordemvigenteeampliaraparticipaçãonasdecisõesdopoder,essaformadegoverno deixavaofuturomuitomaisincertoeameaçador,especialmenteparaaquelesquetinhammuitoaperder. UmpanfletodeautoriadeJoséAntoniodeMirandapublicadonoRiodeJaneiroem1821,perguntava: Comoépossívelfazerumarepúblicadeumpaísvastíssimo,desconhecidoaindaemgrandeparte,cheiodeflorestas infinitas,sempopulaçãolivre,semcivilização,semartes,semestradas,semrelaçõesmutuamentenecessárias,com interessesopostosecomumamultidãodeescravos,semcostumes,semeducação,nemcivilnemreligiosa,e hábitosantissociais?21 Alémdisso,comoseviunocapítuloanterior,arepúblicaeraumafórmularelativamentenovanahistória dahumanidade,poucotestadanaprática.Oexemplomaisbem-sucedidoeraodosEstadosUnidos,que sehaviamtornadoindependentesnaformarepublicanamenosdemeioséculoantes.Outras experiências,maisdesanimadoras,vinhamdospaísesvizinhos,asantigascolôniasespanholasàsvoltas comintermináveisguerrascivis,nasquaisjádespontavamosprimeiroscaudilhosquehaveriamde marcarahistóriadaAméricaLatinaindependente. ÀsvésperasdeembarcardevoltaparaLisboa,em1821,D.JoãoVIderaumsábioconselhoaofilhoD. Pedro,nomeadoprínciperegente:“Pedro,seoBrasiltiverdeseseparar,antessejaparati,quemehás derespeitar,doqueparaqualquerumdessesaventureiros.”Nessafrasehaviatrêsmensagens.A primeira:depoisdetodasastransformaçõesocorridasdesde1808,aindependênciabrasileiraparecia inevitável.Asegunda:oprocessodeseparaçãotinhadesercontroladopelamonarquiaportuguesae pelarealfamíliadeBragança.AterceiraeúltimamensagemdiziaqueD.Pedroprecisavaevitaratodo custoqueonovopaíscaíssenasmãosdosrepublicanos.NaspalavrascifradasdeD.João,eramesses os“aventureiros”queestavamfazendoaindependênciadavizinhaAméricaespanhola. CaberiaaoministroJoséBonifáciodeAndradaeSilvapôrempráticaoprojetodeD.João.Comolíder dosmonarquistasconstitucionais,Bonifáciosustentavaque,nahipótesederepública,oBrasil mergulharianumaguerracivilesefragmentariaempequenasrepúblicasrivais– exatamentecomovinha ocorrendonaAméricaespanhola.Nessecaso,talvezosonhodaindependênciasequerserealizasse porqueficariamaisfácilaPortugalcontrolarasdiferentesregiõesrivaiseimpedirqueganhassem autonomia.SóapermanênciadoprínciperegentenoRiodeJaneirogarantiriaaintegridadeterritorial brasileiraeosucessonalutacontraosportugueses.“SerápossívelqueVossaAltezaRealignorequeum partidorepublicano,maisoumenosforte,existesemeadoaquieali,emmuitasdasprovínciasdoBrasil, paranãodizeremtodaselas?”,perguntavaaD.PedroopresidentedaCâmaradoRiodeJaneiro,José ClementePereira.“Senhor,seVossaAltezaRealnosdeixa,adesuniãoécerta.Opartidoda Independência,quenãodorme,levantaráoseuimpério,eemtaldesgraça,oh!quehorroresedesangue, queterrívelcenaaosolhosdetodosselevanta.”22
  34. 34. Nofinal,prevaleceuoprojetodosmonarquistasconstitucionaislideradosporJoséBonifácio.Eraoque ofereciamenosriscosnaquelemomento.OBrasilsemanteveunidosobogovernodoimperadorPedroI, cujospoderes,aomenosteoricamente,foramlimitadosporumaconstituiçãoliberal.Asdivergências regionaiseastensõessociaisforamsufocadasàcustadeguerras,prisões,exílioseperseguições.Foi esseocaminholongoepenoso,repletodeincertezas,sangueesofrimento,queoBrasiltrilhoupara assegurarasuaindependência. Notasde“Opaísimprovável”: 1LuisHenriqueDiasTavares,IndependênciadoBrasilnaBahia,p.35. 2BrianVale,IndependenceorDeath,p.VIII. 3OatualBancodoBrasilfoirecriadonoSegundoImpério,porinspiraçãodobarãodeMauá. 4Valerepetiraquiaressalvajáfeitanaintroduçãodolivro1808arespeitodoriscodeatualizarvalores monetáriosnumperíodotãolongoenumpaísdemoedatãoinstávelquantooBrasil.Oobjetivoneste casoéapenasdaraosleitoresumanoção,aindaqueaproximada,depreçosevalorespraticadosna época.Em1822,amenorunidademonetáriabrasileiraeraoreal,ouréisnoplural.Umalibraesterlina valiacercadecincomilréis.Ummilhãoderéiserachamadode“umcontoderéis”eequivaliaacercade duzentaslibrasesterlinas.Umalibraesterlinaem1822valeriahojecercadecemlibras.Portanto,para umaatualizaçãoaproximadadovalorpuramentemonetário(semlevaremcontapoderdecomprae outrasvarianteseconômicas),bastadividirovaloremréispelasuaparidadeemlibrasesterlinasem1822 emultiplicarporcem.Oresultadoseráovaloremlibrasdehojeque,porsuavez,terádesermultiplicado por3,2paraseobteroresultadoemreaisde2010.Paramaisinformaçõessobreaparidademonetáriana épocaverBrianVale,IndependenceorDeath,p.199,eRobertTwigger,Inflation. 5OsnúmerossãodeBrianVale,IndependenceorDeath,p.15. 6JoãoArmitage,HistóriadoBrasil,p.59e60. 7Cartade24dejunhode1821,ManuscritosdeD.PedroI,AcervodoMuseuImperialdePetrópolis. 8JoãoArmitage,HistóriadoBrasil,p.60. 9OliveiraLima,OImpériobrasileiro,p.134. 10NeillMacaulay,DomPedro,p.92-3. 11EvaldoCabraldeMello,FreiJoaquimdoAmorDivinoCaneca,p.20. 12NeillMacaulay,DomPedro,p.90. 13TobiasMonteiro,AelaboraçãodaIndependência,vol.1,p.360e361. 14JamesHenderson,AHistoryoftheBrazil,p.63. 15OctávioTarquíniodeSousa,AvidadeD.PedroI,vol.1,p.224. 16LuisAntonioVieiradaSilva,HistóriadaindependênciadaprovínciadoMaranhão,p.42,citadoem OctávioTarquíniodeSousa,Fatosepersonagensemtornodeumregime,p.50. 17MarcoMorel,naintroduçãodeLuisHenriqueDiasTavares,AIndependênciadoBrasilnaBahia. 18AsdemaiscolôniasportuguesasnaÁfricaenaÁsiatinhamdireitoanovedeputadosnascortesde Lisboa,totalizando181cadeiras. 19AdrianaLopezeCarlosGuilhermeMota,HistóriadoBrasil,p.329.
  35. 35. 20FreiCaneca,artigode10dejulhode1824. 21JoséAntoniodeMiranda,MemóriaconstitucionalepolíticasobreoestadopresentedePortugaledo Brasil,citadoemMariaOdilaLeitedaSilvaDias,Ainteriorizaçãodametrópoleeoutrosestudos,p.135. 22MariadeLourdesVianaLyra,Autopiadopoderosoimpério,p.205-7. OsbrasisdeD.João1 AoretornarparaLisboa,emabrilde1821,oreiD.JoãoVIdeixouparatrásdoisbrasisinteiramente diferentes.Deumlado,haviaumpaístransformadopelapermanênciadacortenostrópicos,jácomos pésfirmesnoturbulentoséculo19,bem-informadodasnovidadesqueredesenhavamomundonaépoca eàsvoltascomdilemasmuitosemelhantesaosconflitosqueagitavamanascenteopiniãopúblicana EuropaenosEstadosUnidos.EsseeraumBrasilmuitopequeno,deapenasalgunsmilharesde pessoas,quetinhaseuepicentronoRiodeJaneiro,omodestovilarejocolonialde1807convertidonuma cidadecomtraçoserefinamentosdecapitaleuropeianos13anosseguintes.Deoutrolado,modorrava umterritóriovasto,isoladoeignorante,nãomuitodiferentedolugarselvagemeescassamentepovoado quePedroÁlvaresCabralhaviaencontradotrezentosanosantesaoaportarnaBahia.Essesdoisbrasis conviviamdeformaprecáriaeseignoravammutuamente.CaberiaaopríncipeD.Pedroeaoseubraço direito,JoséBonifáciodeAndradaeSilva,atarefadefazê-loscaminharjuntosrumoàIndependência. OBrasiltransformadotinhacompositores,maestros,dançarinos,cantores,arquitetos,pintores,cientistas, professores,escolasdeensinosuperior,livrosejornais,fábricasdeferro,pólvoraetecidos,moinhosde farinhadetrigo,lojasquevendiamasúltimasnovidadeschegadasdeLondreseParis,naviosquejá usavamanovíssimatecnologiadanavegaçãoavapor.EraoBrasilquenoRiodeJaneiroseexibianos concertosdoRealTeatroSãoJoão,nasmissasete-déunsdaCapelaReal,nascerimôniasdobeija-mão nopaláciodaQuintadaBoaVistaenossalõesfrequentadospelocorpodiplomático,pelosoficiaise comerciantesestrangeirosepelanovacortecriadaporD.JoãodepoisdachegadaaoBrasil,constituída porbarõesdoaçúcar,viscondesdocafé,marquesesdapecuária,condesdasminasdeouroediamantes egentis-homensdotráficodeescravos,entãoaindaograndenegóciobrasileiro. Eraumanobrezainflacionadapeloregimedetomaládácáqueseestabeleceraentreariquezacolonial eadestituídacorteportuguesarefugiadanoBrasildepoisdainvasãodePortugalpelastropasdo imperadorNapoleãoBonaparte.OjornalAuroraFluminense,dirigidopelopoeta,livreiroefuturodeputado liberalEvaristodaVeiga,escreveuqueamonarquiaportuguesa,depoisde736anosdeexistência,tinha 16marqueses,oitoviscondes,quatrobarõese26condes,enquantoqueabrasileira,comapenasoito anos,jáostentava28marqueses,16viscondes,21barõeseoitocondes.2OtambémliberalpadreDiogo AntônioFeijódescreviaessanovacortecomo“umaaristocraciafantástica”,àqual“faltavadinheiro, grandesações,vastosabereprestígio”. AopassearpelaruadoOuvidor,repletadelojascomartigosfranceses,oaventureiroalemãoCarlSeidler registrou:“Asclassessuperioressevestempeloúltimofigurinoparisienseenãoraroexageram ridiculamenteasmodasimportadas.”3SituadanocentrodoRiodeJaneiro,aruaDireitaserianaépocao equivalentehojeàruaOscarFreire,centrodocomérciodegrifesdeluxoemSãoPaulo.Outroviajante,o francêsJacquesArago,ficousurpresoaovisitarabibliotecarealtrazidadePortugalporD.João.Com
  36. 36. 60.000volumeseobrasraras,eraumadasmaioresdomundo.Situada,porém,numpaísdegente analfabeta,viviaàsmoscas.“Grandeebelaeenriquecidadasmelhoresobrasliterárias,científicase filosóficasdasnaçõescivilizadas,elaéperfeitamentedesertaedesconhecidapelosbrasileiros”, lamentouArago.“Visitei-aduasvezes,enasduasmeencontreialisozinhocomodiretor.”4 OoutroBrasildeD.João– pobre,descalçoeatrasado– aindacaçavaeescravizavaíndiosarredios queatacavamfazendasnointeriordopaís,viajavaapé,emcanoasounolombodemulasque atravessavamestradasenlameadaseesburacadas,viviaemchoupanasdepauapique,chãodeterra batidaecoberturadepalha,alimentava-sedapescaedeumaagriculturarudimentar,nãosabialere escrevernemtinhaacessoaqualquerinformaçãosobreoquesepassavaalgunsquilômetrosalémde suascomunidadesisoladas.AovisitaressepedaçodoBrasil,entre1816e1820,obotânicofrancês AugustedeSaint-Hilaireficouchocadocomoqueviu.“Alinãosecuidasenãodeassuntosligadosà criaçãodegado;aignorânciaéextrema”,afirmouaodescreveroshabitantesdaregiãodosCampos Gerais,nointeriordoParaná.“Encontreiportodapartegentehospitaleira,excelente,àqualnãofaltava inteligência,mascujasideiaseramtãolimitadasquenamaioriadasvezeseunãoconseguiaconversar maisdoque15minutos.”5 Poucomaisadiante,aopassarpelacidadedeParanaguáeavizinhaviladeGuaratuba,Saint-Hilaire encontroupessoasemestadodedesnutriçãotãoprofundaqueadquiriamohábitodecomerterrana tentativadereporvitaminasesaisminerais.“Essapráticacondenávelsetransformacomumentenuma paixãoincontrolável,eàsvezesveem-senegroscommordaçanabocarolandonaterraparapoderem aspirarumpoucodepó.Oscomedoresdeterrapreferemaqueétiradadosformigueirosdoscupins,ehá pessoasquemandamescravosbuscaremumtorrãodessesformigueirosparacomelesseregalarem.”A práticasetornoutãodisseminadaqueopárocolocalabriuumacampanhacontraelaecontouaSaint- Hilairequenãodavaconfissãoaumescravoouqualqueroutrapessoasemanteslheperguntarsecomia terra.6 Essesdoisbrasistinhamalgunstraçosemcomum.Umeraaaversãoaotrabalhoeatotaldependência damãodeobraescrava.SeidlerfazumretratodevastadordarelaçãoentreescravosesenhoresnoRio deJaneiro,umasociedadequesepretendiadesenvolvidaecosmopolita,masera,noentenderdo viajantealemão,marcadapela“excessivapreguiçaeindolência”: Madametemsuasescravas– duas,três,seisouoito,conformeoinfelizesposoabrirabolsa.Essascriadasnegras nuncapodemarredar-sedaimediataproximidadedesuaseveradona.Devementender-lheeatéinterpretar-lheo olhar. Seriademaisexigirqueasenhora,fosseelamulherdeumsimplesvendeiro,sesirvaelamesmadeumcopod’água, aindaqueojarroestejajuntodelasobreamesa.Étãodocepodertiranizar!Decozinharelavar,nemsefale:para semelhantetrabalhodeescravosDeuscriouosnegros...7 Saint-HilairetambémfaladaaversãoaotrabalhoaopassarpelosCamposGeraisdoParaná:“Comono restodoBrasil,todomundotrabalhaomenospossível.Avidadoshomensmuitopobresdiferepoucoda dosíndiosselvagens.Elessóplantamoestritamentenecessárioparaosustentodafamíliaepassam mesesinteirosembrenhadosnamata.”8EmCuritiba,entãoumvilarejode3.000habitantes,achoua
  37. 37. populaçãodiferente,maisbrancaeeuropeia,muitoeducadaehospitaleira.Apesardisso,surpreendeu-se comaindolência:“Ocapitão-moreraobrigadoademarcaraquantidadedeterraquecadaumdevia semear,colocandodevezemquandoalgunspreguiçososnacadeia,afimdeintimidarosoutros.”9 Outrotraçoemcomumeraaespertezaeafaltadetransparêncianasrelaçõescomerciais– ofamoso “jeitinhobrasileiro”–,quejáassustavaosviajantesestrangeirosaquichegadospelaprimeiravezdepois daaberturadosportos.Aodescreverocomportamentodoscomerciantesbaianos,oinglêsThomas Lindleyafirmou: Emseusnegócios,prevaleceaastúciamesquinhaevelhaca,principalmentequandoefetuadasastransaçõescom estrangeiros,aosquaispedemodobrodopreçoqueacabarãoporaceitarporsuamercadoria,aopassoqueprocuram desvalorizaroqueterãodeobteremtroca,utilizando-sedetodososartifíciosaoseualcance.Salvoalgumas exceções,sãopessoasinteiramentedestituídasdosentimentodehonra,nãopossuindoaquelesensogeralderetidão quedevepresidirtodaequalquertransaçãoentreoshomens.10 Em1822,oBrasiltinhacercade4,5milhõesdehabitantes– menosde3%desuapopulaçãoatual– divididosem800.000índios,ummilhãodebrancos,1,2milhãodeescravos(africanosouseus descendentes)e1,5milhãodemulatos,pardos,caboclosemestiços.11Resultadodetrêsséculosde miscigenaçãoracialentreportugueses,negroseíndios,estaúltimaparceladapopulaçãocompunhaum gruposemilivre,queseespalhavapelaszonasinterioreseviviasubmissoàsleisevontadesdoscoronéis locais. AmanchadopovoamentoaindaseconcentravanafaixalitorâneaentreacidadegaúchadoRioGrandee abaíadeMarajó,noestuáriodorioAmazonas,masomapadoBrasiljátinhamaisoumenososseus contornosatuais,comduasexceções:aprovínciaCisplatina,queganhariasuaindependênciacomoo Uruguaiem1828,eoestadodoAcre,quenaépocafaziapartedaBolíviaeseriacompradopelobarãodo RioBrancoeincorporadoaoterritóriobrasileironocomeçodoséculo20. UmanovidadetinhasidoachegadadossuíçosaNovaFriburgo,naserrafluminense,em1818,dando inícioàimigraçãoestrangeiranoBrasil.Dosprimeiros2.000imigrantes,531morreramdefome,doenças emaus-tratos– 26,5%dototal–,masacolôniavingouehojeéumdestinoturísticobemconhecido.Era partedeumprojetoantigo,de“branqueamento”dapopulação,defendidopordiferentesministrose conselheirosdacoroa,emPortugalenoBrasil.CoubeaumadascolonassuíçasdeNovaFriburgo,Maria CatarinaEquey,ahonradeamamentaropríncipePedrodeAlcântara,futuroimperadorPedroII,nascido em2dedezembrode1825.12Afamíliaimperialacreditavasermaissaudávelempregarnessatarefauma mulherbranca,europeiaecatólicadoqueasnegrasamasdeleitetãocomunsnascasasdossenhores deescravosdoBrasilcolonial. Nenhumoutroperíododahistóriabrasileiratestemunhoumudançastãoprofundas,decisivase aceleradasquantoos13anosdepermanênciadacorteportuguesanoRiodeJaneiro.Noespaçode menosdeumadécadaemeia,oBrasildeixoudeserumacolôniafechadaeatrasadaecomeçoua pavimentaroseucaminhorumoàIndependência.Pressionadopelascircunstâncias,duranteesse períodoD.Joãotomouinúmerasdecisõesqueresultaramemumsurtodeprosperidadesemprecedentes nahistóriadaAméricaportuguesa.Aprovidênciamaisimportantetinhasidoaaberturadosportos,

×