Apresentação TCC Games

5.028 visualizações

Publicada em

Apresentação TCC - Bacharelado em Ciência da Computação UNIPAC - Ipatinga, MG
Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos

Publicada em: Tecnologia
1 comentário
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Boa tarde Daybson,

    eu gostaria de saber se vc publicou seu TCC em algum lugar! eu vou fazer meu TCC em jogos tb e gostaria de da uma olhada no seu TCC!

    teria como vc me passar?
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.028
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
107
Comentários
1
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação TCC Games

  1. 1. DESENVOLVIMENTO DE JOGOS ELETRÔNICOS Bráulio Daybson Deyverson Ciência da Computação 8º período Ipatinga - MG, 2011
  2. 2. Objetivos • Conceitos • Sociedade • História • Mercado • Produção • Tecnologias • IA e Física • Conclusão Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  3. 3. CONCEITOS PRINCIPAIS Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  4. 4. Conceitos • Atividade livre Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  5. 5. Conceitos • Atividade livre • Divertida Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  6. 6. Conceitos • Atividade livre • Divertida • Exterior ao cotidiano Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  7. 7. Conceitos • Atividade livre • Divertida • Exterior ao cotidiano • Absorve o jogador Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  8. 8. Conceitos • Limites espaciais e temporais Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  9. 9. Conceitos • Limites espaciais e temporais • Possui regras Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  10. 10. Conceitos • Limites espaciais e temporais • Possui regras • Forma grupos sociais Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  11. 11. Conceitos • Jogos x Games: – As regras são controlados por um programa digital Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  12. 12. Conceitos • Plataformas: PC, console, arcades Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  13. 13. Conceitos • Plataformas: PC, console, arcades • Tempo: turnos, tempo real Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  14. 14. Conceitos • Plataformas: PC, console, arcades • Tempo: turnos, tempo real • Jogadores: um ou vários Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  15. 15. Conceitos • Plataformas: PC, console, arcades • Tempo: turnos, tempo real • Jogadores: um ou vários • Gêneros: ação, RPG, simulação e estratégia Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  16. 16. SOCIEDADE INFLUÊNCIA Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  17. 17. Sociedade • Sempre existiram Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  18. 18. Sociedade • Sempre existiram • Significados simbólicos importantes Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  19. 19. Sociedade • Sempre existiram • Significados simbólicos importantes • Caráter de imitação Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  20. 20. Sociedade • Sempre existiram • Significados simbólicos importantes • Caráter de imitação • Caráter cultural Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  21. 21. Sociedade • Campos de estudo – Visão Apocalíptica: Podem estimular a violência Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  22. 22. Sociedade • Campos de estudo – Visão Apocalíptica: Podem estimular a violência – Visão Integrada: Utilização mais proveitosa Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  23. 23. Sociedade • Campos de estudo – Visão Apocalíptica: Podem estimular a violência – Visão Integrada: Utilização mais proveitosa – Vertente Tecnológica: estudo técnico e tecnológico(IA, CG, programação, hardware) Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  24. 24. HISTÓRIA SURGIMENTO E EVOLUÇÃO Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  25. 25. História • Início – Década de 50 (militar) – Década de 60 M.I.T. • Basicamente bidimensionais e monocromáticos Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  26. 26. História • Evolução tecnológica = games mais sofisticados • Principalmente na parte gráfica e na jogabilidade Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  27. 27. História • Evolução da jogabilidade – Captura de movimento do joystick • PS Move (PS3) • Wii Remote (Nintendo) • Kinect (Xbox 360) – Jogar sem joysticks! Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  28. 28. MERCADO SITUAÇÃO Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  29. 29. Mercado • Empresas no Brasil – Poucas empresas – Surgimento de cursos – Grande parte no Rio de Janeiro e São Paulo Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  30. 30. Mercado • Lucros – Em 2008: • U$ 54 Bilhões no mundo • U$ 21,3 bilhões no Estados Unidos • R$ 87,5 milhões no Brasil – Em 2010: • O Brasil já subiu o faturamento para R$ 2 bilhões! Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  31. 31. Mercado • Dificuldades: – Impostos – Pirataria Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  32. 32. Mercado • Plataformas que se encontram no mercado: – Consoles – PC – Mobiles Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  33. 33. PRODUÇÃO EQUIPE E PROCESSO Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  34. 34. Equipe • Produtores: gerentes do projeto Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  35. 35. Equipe • Produtores: gerentes do projeto • Game Designers: arquitetos do game Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  36. 36. Equipe • Produtores: gerentes do projeto • Game Designers: arquitetos do game • Artistas: visual do game Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  37. 37. Equipe • Produtores: gerentes do projeto • Game Designers: arquitetos do game • Artistas: visual do game • Programadores: criam o software Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  38. 38. Equipe • Músicos: criam efeitos e trilha sonora Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  39. 39. Equipe • Músicos: criam efeitos e trilha sonora • Testadores: detectam de erros Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  40. 40. Equipe • Músicos: criam efeitos e trilha sonora • Testadores: detectam erros • Marketing: promovem o game no mercado Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  41. 41. Processo • Conceito: – Ideia e seleção do público alvo Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  42. 42. Processo • Conceito: – Ideia e seleção do público alvo • Pré-produção: – Planejamento e criação do GDD Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  43. 43. Processo • Conceito: – Ideia e seleção do público alvo • Pré-produção: – Planejamento e criação do GDD • Protótipo: – Versão básica com principais características Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  44. 44. Processo • Produção: – Engine, personagens, áudio, níveis, testes nos protótipos, estratégias de marketing Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  45. 45. Processo • Produção: – Engine, personagens, áudio, níveis, testes nos protótipos, estratégias de marketing • Alfa: – Jogado do começo ao fim – Banco de dado de erros Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  46. 46. Processo • Beta: – Produção concluída – Detecção de erros – Testes: compatibilidade, desempenho e qualidade Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  47. 47. Processo • Beta: – Produção concluída – Detecção de erros – Testes: compatibilidade, desempenho e qualidade • Ouro: – Aceite dos testes beta – Gravação das mídias Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  48. 48. Processo • Pós-produção: – Lançamento – Atualizações – Patchs Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  49. 49. TECNOLOGIAS LINGUAGENS, FRAMEWORKS E ENGINES Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  50. 50. Linguagens • C++: – PC – Alto desempenho • ActionScript (Adobe Flash): – Web • Java: – Celulares • C#: – Xbox 360, PC e Windows Phone Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  51. 51. Frameworks • OpenGL: – Biblioteca código aberto – Largamente utilizada • DirectX: – Padronizou a interface hardware-software gráfico • OGRE: – Trabalha somente com renderização gráfica Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  52. 52. Frameworks • XNA = “XNA Não é um Acrônimo” • Suporte: Windows, Xbox 360 e Windows Phone • Utiliza C# na IDE Visual Studio • Alta abstração = codificação mais rápida • Foco: – Estudantes – Desenvolvedores independentes • Gratuito! Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  53. 53. Engines • O que é ? • Pode ser projetada para um determinado tipo de game • Elas padronizam as ações mais comuns • Funciona como o esqueleto do game. Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  54. 54. Engines • CryEngine: – Crysis – Simulador do exército dos EUA • Torque Game Engine (TGE): – Barata, – Foco em desenvolvedores iniciantes • Havok e PhysX – Físicas Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  55. 55. FÍSICA COLISÕES, PARTÍCULAS E GRAVITAÇÃO Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  56. 56. Física • Simulação das leis do mundo material • Atribui mais realidade • Partículas: chuva, fogo, neve, explosões • Colisão: dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço • Gravitação: corpos caem Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  57. 57. INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL - IA EXEMPLOS E BARREIRAS DE UTILIZAÇÃO E MASTERMIND Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  58. 58. Inteligência Artificial • Porque Utilizar? Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  59. 59. Inteligência Artificial • Porque Utilizar? • Exemplos de utilização – Lógica Fuzzy – Pathfinding Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  60. 60. Inteligência Artificial • Porque Utilizar? • Exemplos de utilização – Lógica Fuzzy – Pathfinding • Barreiras da utilização Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  61. 61. MasterMind • Objetivo do Jogo – Adivinhar uma senha secreta em menos de 10 tentativas. • Quantidade de jogadores: – Dois Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  62. 62. MasterMind • Codemaker – Gerar senha secreta – Calcula a pontuação de informando quantas peças Pretas e Brancas • Codebreaker – Tenta adivinhar a senha utilizando o Algoritmo Genético Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  63. 63. MasterMind • Algoritmo Genético (AG) – Fitness : Fórmula matemática – Crossover: Cruzamento entre os indivíduo mais pontuados. – Mutação: Altera um gene. Pode ou não ocorrer Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  64. 64. MasterMind • Conclusão: Mastermind – Média de tentativas do Algoritmo Genético: 4 - 5 – Importância da população no Algoritmo Genético Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  65. 65. BIOFORCE APRESENTAÇÃO DO PROTÓTIPO Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  66. 66. Tecnologia utilizada • XNA 4.0 • Visual C# 2010 Express • Photoshop CS 5.5 Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  67. 67. Escopo • Plataforma: PC Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  68. 68. Escopo • Plataforma: PC • Modo de jogador: single player Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  69. 69. Escopo • Plataforma: PC • Modo de jogador: single player • Gênero: Plataforma Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  70. 70. Escopo • High Concept: – Futuro catastrófico – Cientista descobre fonte de energia pura – Megacorporação BioForce rouba a pesquisa – Zander equipa um traje mecânico com armas e tenta recuperar a pesquisa energética da BioForce Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  71. 71. Escopo • High Concept: – Futuro catastrófico – Cientista descobre fonte de energia pura – Megacorporação BioForce rouba a pesquisa – Zander equipa um traje mecânico com armas e tenta recuperar a pesquisa energética da BioForce • Objetivo: conscientizar para as consequências da poluição e desrespeito à natureza no futuro Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  72. 72. Conceitos games 2D • Coordenadas 2D cartesianas (X, Y) Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  73. 73. Conceitos games 2D • Coordenadas 2D cartesianas (X, Y) • Sprite: imagem independente Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  74. 74. Conceitos games 2D • Coordenadas 2D cartesianas (X, Y) • Sprite: imagem independente • Tiles: pequenas imagens que compõem um maior Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  75. 75. Conceitos games 2D • Gameloop Initialize UnloadContent Draw Update LoadContent Game Over? Sim Não Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  76. 76. Conceitos games 2D • Física – Colisões: bounding box Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  77. 77. Conceitos games 2D • Física – Gravidade: saltando e caindo Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  78. 78. Conceitos games 2D • Animação – Keyframing Área exibida Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  79. 79. CONCLUSÕES Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  80. 80. Conclusões • Passaram por uma grande evolução • Possuem vasto campo de aplicação • O Brasil está engatinhando no mercado • Novas tecnologias abrem portas para novos desenvolvedores Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos
  81. 81. DEMONSTRAÇÃO DO PROTÓTIPO BIOFORCE Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos

×