EM TRÊS HORAS, DOIS HOMENS SÃO MORTOS EM JANAÚBA - PÁGINA 11
Montes Claros/MG - Ano XXV - Nº 6884 - terça-feira, 14 de abr...
zou milhões de brasileiros em
março. Infelizmente, sem um
líder, o movimento murchou, foi
incapaz de capitalizar a insatis...
Montes Claros, terça-feira, 14 de abril de 2015 POLÍTICA - 3JORNALDENOTÍCIAS
Quando o País enfrenta um dos
maioresescândal...
JORNALDENOTÍCIASMontes Claros, terça-feira, 14 de abril de 20154 - CIDADE
JOSÉ WILSON SANTOS/JN
UMA DAS MAIORES REDES DE
F...
JornaldeNotícias CIDADE - 5Montes Claros, terça-feira, 14 de abril de 2015
DIA ‘D’ DA SAÚDE
O Dia ‘D’ da saúde e atividade...
6 - ECONOMIA Montes Claros, terça-feira, 14 de abril de 2015 JORNAL DE NOTÍCIAS
FRANCISCO DE PAULA ANTUNES (*)
franciscode...
CIDADE - 7JORNALDENOTICIAS Montes Claros, terça-feira, 14 de abril de 2015
Crescenúmerodepassageirose
cargasnoaeroportodeM...
Montes Claros, terça-feira, 14 de abril de 2015 JORNALDENOTÍCIAS8 - KAROBA
EMAIL: vanguardavidros@outlook.com
TODO TIPO DE...
Jn 14 04
Jn 14 04
Jn 14 04
Jn 14 04
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jn 14 04

672 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
672
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jn 14 04

  1. 1. EM TRÊS HORAS, DOIS HOMENS SÃO MORTOS EM JANAÚBA - PÁGINA 11 Montes Claros/MG - Ano XXV - Nº 6884 - terça-feira, 14 de abril de 2015 - R$ 1,40 S.O.S. VERDE GRANDE 7.484 dias O Verde Grande agoniza, e o Velho Chico está morto graças à insensibilidade dos governos Comumefetivode220agentes dos Estados de Minas Gerais, Goiás,EspíritoSanto,BahiaeBra- sília,combaseemMontesClaros, aPolíciaFederaldesencadeou,na madrugada dessa segunda-feira (13/4),aOperaçãoTempodeDes- pertar, para desmantelar uma or- ganizaçãocriminosa,responsável por fraudes ao seguro obrigatório “Danos Pessoais causados por VeículosAutomotores de ViaTer- restre(DPVAT)”.Deacordocoma PF,asirregularidadespodemche- gar a R$ 28 milhões. No total, 39 pessoasforamdetidas,22dasquais emMontesClaros. PFdesarticulaesquemacriminosoOperaçãoTempodeDespertardetém39pessoasenvolvidasemfraudesnoDPVAT Durantetodaamanhã,ospolici- aisfederaiscumpriram,simultane- amente, 229 mandados judiciais, sendo41deprisão,setedecondu- ções coercitivas e 61 de busca e apreensão, 12 afastamentos de cargopúblico,51sequestrodebens e57afastamentosdesigilobancá- rio.Váriaspessoasforampresas, entreelasservidorespúblicos,po- liciaiscivisemilitares,médicos,en- fermeiros,fisioterapeutas,dentistas e agenciadores de seguros, fruto daparceriaentreaPF,oMinistério Público,aCorregedoriadaPolícia Civil e a Polícia Militar de Minas Gerais. PÁGINA 1 APARATO de veículos e agentes federais movimentou Montes Claros e outras cidades da região nessa segunda TAXADOLIXO Câmarapoderáderrubarreajustehoje A Câmara Municipal de Mon- tes Claros realiza mais uma reu- niãoordinária,namanhãdestater- ça-feira(14/4),quandopoderáder- rubar o reajuste da taxa de lixo, que vem causando muita polêmi- canacidade.Deautoriadoverea- dor Edwan do Detran (PV), o pro- jetovisaacabarcomoreajustedo valordataxa,feitopelaadministra- çãomunicipalnoanopassado. O prefeito Ruy Muniz (PRB) não concorda com a provável re- dução dos valores. Por isso, em sendoaprovado,atendênciaéde que o vete, mas a Câmara pode derrubar o veto, agora através de votoaberto,paraqueapopulação acompanhe a posição de cada vereador. O vereador tentou tor- nar o reajuste da taxa sem efeito ano passado, mas não teve êxito devidoaoperíodoeleitoral.Agora, ele tenta de novo. PÁGINA3 A “NOVELA” da taxa de coleta de lixo terá mais um capítulo hoje na Câmara Municipal GEORGE NANDE Cruzeiro busca a vaga por antecipação na Argentina Apósoempateem1a1como Atlético, no Independência, os jo- gadores do Cruzeiro foram direto para oAeroporto de Confins com destino a Buenos Aires, onde a Raposavaitentarcarimbaropas- saporte para a próxima fase da Copa Libertadores daAmérica. O timecomandadopelotécnicoMar- celo Oliveira vai enfrentar o Hura- cán, às 19 horas desta terça-feira (14/4), no Estádio El Palácio. Otreinadorrelacionou22joga- doresparaojogoquepodeanteci- paraclassificaçãocelesteparaas oitavas de finais da competição continental. Líder do Grupo 3, o Cruzeiro precisa só de um empa- tenaArgentinaparapassaràpró- xima fase. PÁGINA 10 COPA LIBERTADORES O CRUZEIRO só precisa de um empate para se classificar DIVULGAÇÃO CEC Aeroportotemaumento decargasepassageiros Cresceu o fluxo de passagei- ros e cargas no Aeroporto Mário Ribeironesteano,comosetorde cargas tendo um aumento de 176%.Entrejaneiroefevereiro,as aeronaves transportaram 31.812 quilos, contra 18.098 quilos do mesmo período do ano passado. O embarque e desembarque de passageirostambémtiveramcres- cimentonoprimeirobimestredes- teanonoterminaldeMontesCla- ros.Noperíodo,foramtransporta- das 65.04 pessoas, contra as 59.392 do mesmo exercício do anopassado. Nacontraçãodestecrescimen- to, o número de pousos e decola- gens caiu noAeroporto Mário Ri- beiro no primeiro bimestre deste ano.Foram1.433operaçõescon- tra as 1.577 de 2014. Os dados são da Empresa Brasileira de In- fraestruturaAeroportuária(Infrae- ro),quedetectoutambémumare- tração na movimentação de car- gasemoutrosterminaisdeMinas Gerais. PÁGINA 7 As Secretarias Municipais de Saúde e de Juventude, Es- porteeLazer,emparceriacomaSuperintendênciaRegionalde SaúdedeMontesClaros(SRS),comemoram,apartirdas17h30 desta quarta-feira (15/4), o Dia D da Saúde e Atividade Física, na Praça dos Jatobás, região sul da cidade. Serão desenvolvidas atividades de ginástica com várias modalidades por profissionais de Educação Física, fisiotera- peutas,dança,zumba,rodadecapoeira,orientaçãoparaapo- pulaçãosobrenutriçãoepráticassaudáveiscomserviçosgra- tuitos e outras atrações. PÁGINA 5 CidadefestejaoDiaDda Saúde e Atividade Física FOTOS: DIVULGAÇÃO Pf
  2. 2. zou milhões de brasileiros em março. Infelizmente, sem um líder, o movimento murchou, foi incapaz de capitalizar a insatisfa- ção popular. Pior do que perder manifestantes, foi perder credibi- lidade e o respeito dos congres- sistas. Lá atrás, pelo menos, fizeram um circo, como se fossem mudar algo. Agora, nem isto. Até mesmo a oposição fica inerte. Caberia ao senador mineiro Aécio Neves liderar a reação popular, mesmo que evitando participar nas ruas, pelo medo de vaias e outras hostilidades. Não se passaram seis meses que o senador rece- beu mais de 50 milhões de votos. Está, portanto, legitimado a liderar. Mas a liderança se cons- trói e se consolida é nas ruas. Não através de notas oficiais e em entrevistas, distantes do povo. Até quando vamos conti- nuar assim? Ou será preciso que as manifestações se transformem em atos violentos para alguém se mexer? (*) Jornalista e diretor-geral das revistas Viver Brasil e Robb Report. Escreve às segundas-feiras Asmatériaspublicadas são de responsabilidades dos editores, conforme o artigo 28, Inciso 1 da Lei 5. 250/67. Os artigos assinados não expressam, necessariamente, a opinião do jornal e são de responsabilidades de seus autores. Geral: (38) 3213-3761 Redação - (38) 3221-1404 Comercial - 3221-1090 / 3213-3761 Site: www.jnnoticias.com EDITOR: GEORGE NANDE JN Artes Gráficas Ltda - ADI - Associação dos Diários do Interior Email: comercialjn@yahoo.com.br / redacaojn@hotmail.com Telefone s: (38) 3221-8516 - Assinatura: 3222-2731 FAX - (038) 3221.4592 Assinaturas Trimestral: (primeira parcela em 15 dias). 01 entrada + 01 parcela de R$ 51,00 (total R$ 102,00). Ou à vista R$ 95,00 (pagamento em até 15 dias). Assinatura Semestral: (primeira parcela em 15 dias). 01 entrada + 03 parcelas de R$ 45,00 (total de R$ 180,00). Ou 01 entrada + 4 parcelas de R$ 36,00 (total R$ 180,00). Ou à vista R$ 159,00 (pagamento em até 15 dias). Assinatura Anual: (primeira parcela em 15 dias). 01 entrada + 03 parcelas de R$ 86,25 (total de R$ 345,00). Ou 01 entrada + 4 parcelas de R$ 69,00 (total R$ 345,00). Ou à vista R$ 307,00 (pagamento em até 15 dias). JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASMONTES CLAROS, TERÇA-FEIRA, 14 DE ABRIL DE 20152 OPINIÃO2 OPINIÃO2 OPINIÃO2 OPINIÃO2 OPINIÃO Em junho de 2.013, lembram- se, manifestações que surgiram nas redes sociais colocaram mais de dois milhões de pessoas nas ruas praticamente em todas capitais do País, num movimento que se dizia espontâneo, sem nenhum rosto como liderança. Começaram pacíficos, mas, em algumas capitais, des- cambaram para a violência. Por causa dela, Governo e Congresso sinaliza- ram providências. Arremedos de reformas foram anunciados, mas, tão rapidamente como surgiram, foram abandonados. Bastou o povo sair das ruas, a violência ser controlada para que tudo fosse abandonado. O tempo passou, fez-se o silêncio de lado a lado, e nada aconteceu. Anunciou-se então que os manifestantes iriam voltar na Copa do Mundo. Novamente, nada aconteceu. A FIFA - que fica dona do país-sede na época da Copa - com seu poder de organi- zação, impôs a disciplina e o Brasil, mesmo com os sete a um da Alema- nha, murchou, quedou-se em silêncio. Sem lideranças capazes de direcionar a indignação popular no sentido das mudanças, tudo caiu no vazio. Os escândalos financeiros envolvendo a Petrobras, os governos Lula e Dilma e ainda o PT e seus partidos aliados despertaram novamente as redes sociais. Outra vez, um movimento sem rosto, sem liderança, mobili- Semviolênciaresolve? ACONTECE EM POLÍTICA HÉLIO MACHADO - heliomacho@bol.com.br PAULOCESARDEOLIVEIRA CRIME -AOperação Tempo de Des- pertar deflagrada pela Polícia Federal também em cidades do Norte de Minas exibeadesfaçatezdequemdeveriaser correto,masqueabraçaemantémuma organizaçãocriminosa.Tudoparafrau- dar o DPVAT. Estão envolvidos servi- dores públicos, policiais civis e milita- res,médicos,enfermeiros,fisioterapeu- tas, dentistas, agenciadores de segu- ros e muitas pessoas nessa fraude ao SeguroObrigatóriodeDanosPessoais. Há casos de gente que sofreu acidente doméstico e acabou como acidentado numamoto.Outrocaso,umapessoaque lavrouocorrênciacomovítimademaus- tratos em casa, dentro da Lei Maria da Penha,erecebeupolpudoseguro,logi- camentedivididocomosfraudadores. LAUDO-APolíciaFederalbaseadaem Montes Claros, com apoio logístico até de aeronaves,jogousuasalgemasemAlme- nara,Bocaiuva,BrasíliadeMinas,Capeli- nha, Capitão Enéas, Coração de Jesus, Corinto,Cristália,Curvelo,Diamantina,Es- pinosa, Francisco Sá, Janaúba, Januária, Japonvar, João Pinheiro, Lontra, Manga, Minas Novas, Mirabela, Monte Azul, Pa- racatu,Pirapora,Porteirinha,Salinas,São Francisco,SãoJoãodaPonte,SeteLago- as,Taiobeiras,TurmalinaeVárzeadaPal- ma.Onomedaoperaçãoéreveladorpara o momento que o Brasil. “Corresponde a clamorsocial,feitopelaPF,paraqueapo- pulação acorde para as fraudes e crimes que são cometidos contra a coletividade. Uma sociedade consciente de seus direi- tos e que reivindica uma ação correta do homempúblicoestáaptaaajudarasauto- ridades a tornar o País um lugar melhor.” AGRAVO - Logo cedo, com o avan- ço da operação da Polícia Federal, fo- ram cumpridos 39 mandados dos 41 previstos. Montes Claros era a central dafraude,comramificaçõesatéforado estado.Umdelegadoemais11policiais civis foram detidos, além de três médi- cos, dois fisioterapeutas, oito advoga- dose14empresáriosouagentesenvol- vidos com a fraude do seguro de aci- dentes de trânsito. Todos os envolvidos achavam que estavam tranquilos, nunca seriam pe- gos com a boca na botija. 14 DE ABRIL 1839 –Cercadas8,30horasdanoite,éconsumadoumatentadocontraavidado cel.JoséPinheiroNeves,Vice-PresidentedaCâmaraMunicipaldeMontesClarosde Formigas,comumtirodeemboscadaquenãooatingiu.Acausadoreferidoatentado seriaacirradaslutaspolíticas,naocasião. 1890 – O Presidente do Conselho de Intendentes de Montes Claros, Camilo Philinto Prates, contrata, pelo preço de 35$000, com o artífice Gustavo Alexandre Joys, o serviço de construção dos “emblemas, armas e dísticos” da República dos Estados Unidos do Brasil, conforme modelo apresentado, prontificando-se Joys a entregaraobraprontanoprazodedezdias.Essesemblemas,armasedísticosserão colocadosàfrente,nafachadadoPaçoMunicipal,emlugardasarmasdoImpério,dali já retiradas. 1918 – Nasce em Paracatu, Minas, o dr. Bento Álvares da Silva Campos, filho do dr. Martinho Álvares da Silva Campos e dona Zulmira Loureiro Campos. Fêz o curso primário no Grupo Escolar Afonso Arinos, de sua cidade natal, o secundário, no Ginásio Mineiro, de Horizonte, diplomando-se pela Faculdade de Direito da U.M.G., a de dezembro de 1945. É membro da Diretoria da Ordem dosAdvogados do Brasil, subsecção de Montes Claros, e advogado militante, com escritório nesta cidade. 1924 – Presta compromisso e entra em exercício do cargo de Juiz Municipal da Comarca de Montes Claros o bacharelAlfredo de Sousa Coutinho, nomeado por ato do Govêrno, datado de 15 de janeiro de 1924. 1927 – Nasce em Riacho dos Machados, município de Porteirinha, Minas, o dr. Djalma Coelho, filho de Martiniano Coelho e donaAmélia Coelho. Fêz o curso primá- rio em sua terra natal, o secundário, em Montes Claros, diplomando-se em odontolo- gia, em Belo Horizonte, em dezembro de 1956. Foi funcionário do D.E.R. em Belo Horizonte, quando frequentava o curso superior. Exerce a profissão de dentista na cidade de Montes Claros. 1957 - Realiza-se na sede da União Operária e Patriótica de Montes Claros uma reunião a fim de tratar da organização da Sociedade Protetora dos Animais, por iniciativa do dr. Áflio Mendes deAguiar. COMENTÁRIOS BENEDITO SAID - bene.said@bol.com.br GUIA -Arenegociação da prefeitura com a Caixa Federal para que a rede bancária e as casas lotéricas voltassem a receber tributos e taxas do município não foi das mais fáceis. A Caixa queria cobrar R$ 2,50 por cada um dos 350 mil tributospagosanualmentepelocontribu- inte.OprefeitoRuyMunizacertouocon- vênio por valores mais em conta. ALTO - A prefeitura está monito- rando a operação tapa-buraco na ci- dade até com sistema via satélite. O GPS fica ligado para conferências do local exato e qual a dimensão do ser- viço em execução. Aproveita para ir até a Rua Padre Bretano, do Viaduto do Roxo Verde até a Vila Ipiranga. ÁGUA -Aquilo que era tratado como testespelosetorelétricoserámaterializa- donospróximosdias.AvazãodorioSão Franciscoseráreduzidadosatuais1.100 m³ por segundo para 1.000 m³ por se- gundo.Asolicitaçãojáhaviasidofeitades- deoanopassado,masaAgênciaNacio- naldeÁguas(ANA)aguardavaumposi- cionamentodoInstitutoBrasileirodeMeio Ambiente e Recursos Renováveis (Iba- ma),queemitiuparecerrecentemente.A decisão foi anunciada no último dia 17, emreuniãonasededaANA,emBrasília. MACA - A questão da saúde pú- blicaemMontesClarosmereceriamais profundadiscussão.Oalertaédode- putado Arlen Santiago (PTB), presi- dente da Comissão de Saúde da As- sembleiaLegislativa.Oshospitaises- tão com a corda no pescoço. Merece- ria um fórum de debates, apontando problemas e as soluções possíveis a curtíssimoprazo. FERRO-Apassagemdenívelautori- zadaparaserconstruídanaAvenidaAtlân- tica e Rua Ângelo de Quadros é sonho antigodemoradoresdaquelaregião.Com aliberaçãofeitapeloMinistériodoTrans- porte, a pedido do prefeito Ruy Muniz, espera-seumprojetoquepermitaotrân- sitofluircomsegurança.Aavenidaémuito larga, há uma praça na região e a rua do Bairro São José é estreita. Deve-se ter cuidado também com a iluminação, que éprecaríssimanaquelapartedacidade. "Caberia ao senador mineiro Aécio Neves liderar a reação popu- lar, mesmo que evitan- do participar nas ruas, pelo medo de vaias e outras hostilidades”. OPOSIÇÃO – Principal liderança de oposição ao governo Dilma Rousse- ff, do PT, o senador Aécio Neves, do PSDB, preferiu não participar das ma- nifestações, nesse domingo, contra o governo federal, que reuniu milha- res de pessoas pelo País afora. Além de apoiar os protestos, o tucano os acompanhou de perto, durante o dia. Deixou claro que o povo tem toda razão de externar o descontentamen- to com o governo petista e com a corrupção desenfreada em nível na- cional. Para Aécio, o governo petista tem que dar ouvido a voz das urnas e redirecionar os rumos do País. PROGRAMA – Quem participa do Pro- grama Na Corda Bamba, na Rádio Ter- ra-AM, nesta sexta-feira, ao vivo, das 13 às 14h, é a major Graciele Rodrigues, assessora de comunicação social da 11ª Região da Polícia Militar, comandada pelo coronel Cesar Ricardo de Oliveira Gui- marães. Ela vai falar sobre o trabalho pre- ventivo da PM, com o propósito de me- lhorar a sensação de segurança pública, uma das maiores demandas da socieda- de.Amajor falará, ainda, sobre ações que serão desencadeadas para reforçar a segurança. Perguntas pelos telefones 21- 1-5666 e 2101-5600. TRANSPORTE – Prefeitos do Nor- te de Minas estão em pé de guerra com o governo do Estado. Tudo por causa do atraso na liberação dos re- cursos para garantir o transporte es- colar dos alunos da rede estadual. Como as prefeituras estão sem di- nheiro, além do que a responsabili- dade é do governo do Estado, estu- Insatisfação popular A mais recente pesquisa de opinião pública confirma que o grau de insatisfa- ção com o governo Dilma Rousseff mantém-se elevado. E não se esperava outro resultado, diante do quadro difícil que se apresenta para a sociedade. Além da corrupção, o reajuste de tarifas de serviços essenciais como energia e água, com impacto direto na elevação do custo de vida faz o brasileiro mais descrente no governo. Não foi isto que a petista pregou durante a campanha eleitoral pela reeleição. Pelo contrário, sinalizou que o País seria, neste segundo mandato, o melhor lugar para se viver. A prática aponta para uma realidade bem diferente do discurso eleitoreiro. Soa como espécie de traição. A pesquisa do Instituto Datafo- lha mostra que a maioria dos brasileiros apoia a abertura de processo de impeach- ment contra a presidente Dilma e que a desaprovação ao governo permanece em patamar recorde. Resultado recebido com extrema preocupação pelo Palácio do Planalto. Isso porque o levantamento não deixa qualquer dúvida de que há uma insatisfação generalizada com o governo e que não surtiu efeito a estratégia de ampliar a exposição de Dilma nas últimas semanas. A expectativa era que houvesse pequena recuperação, mas a aprovação ao gover- no permanece no patamar extremamente baixo da pesquisa anterior, de 13%. Ao mesmo tempo, a desaprovação continua consistente na casa dos 60% que conside- ram o governo ruim ou péssimo. O governo se surpreendeu com o fato de 63% dos entrevistados terem afirmado que deveria ser aberto processo de impeachment. E olha que parte deste público não sabe sequer do que se trata realmente e como se procede. Não se pode negar que há insatisfação generalizada com o governo e com a presidente. A insatisfação atinge a todos os estratos sociais. Até os fiéis eleitores do PT mostram a revolta e, se pudessem retroagir no tempo, certamente não votariam em Dilma. O governo está diante de uma situação extremamente delicada. Tem que ouvir a sociedade e buscar alternativa para tentar, pelo menos, amenizá-la. dam parar o transporte. Foi o que ficou decidido em reunião dos prefeitos filia- dos à Ammesf, presidida pelo prefeito de Francisco Sá, Denílson Rodrigues, o Denilsão, do PC do B. Pressionam o governo Fernando Pimentel a liberar os recursos. CORDA – Os efeitos da crise econômica no comércio de Montes Claros e a perspec- tiva de a Câmara dos Deputados aprovar o projeto da terceirização estão entre os temas do Programa Na Corda Bamba, na TV Ge- raes, neste sábado, ao vivo, com o presi- dente do Sindicato do Comércio Varejista, Glenn Andrade. Além disso, ele vai falar so- bre as ações concretas da entidade visando a beneficiar o comércio em parceria com a Federação do Comércio do Estado de Mi- nas Gerais (Fecomércio). Previsão de pro- grama movimentado. Perguntas pelos tele- fones 3221-9498 e 3216-6385. LIXO – Se tudo correr como previs- to, o Plenário da sede própria da Câma- ra Municipal ficará lotado na reunião ordinária desta terça-feira pela ma- nhã. Isto porque, setores da socie- dade vão comparecer para acompa- nhar atentamente a discussão e vo- tação do projeto do vereador Edwan do Detran, do PV, que anula o reajus- te da taxa de lixo, feito na adminis- tração do prefeito Ruy Muniz, do PRB, para aumentar a arrecadação. O vereador está otimista de que, com a pressão popular, o projeto seja aprovado e seus efeitos práticos se façam sentir de imediato. DEMISSÕES – De acordo com infor- mações chegadas à coluna, o projeto da taxa de lixo tem causado profundo mal- estar na administração municipal, que não aceita, de forma alguma, voltar o valor da administração passada, com a supressão do reajuste feito pela atual gestão. De acordo com fontes da coluna, com livre trânsito nos corredores da Prefeitura, demitiram-se na semana passada servi- dores indicados por vereadores da base governista. Trata-se de represália aos pareceres das comissões ao projeto e à sua colocação na pauta, para aprecia- ção e votação nesta terça. MAÇONARIA – A Loja Maçônica Deus, União e Trabalho realizou con- corrida sessão magna de iniciação, na tarde/noite desse sábado, no tempo da Loja União, Paz e Justiça, em que recebeu mais um obreiro. Além disso, a sessão também comemorou os 15 anos de fundação da oficina, uma das mais conceituadas da cidade. Duran- te o evento, irmãos usaram a palavra para destacar a importância da loja. Em seguida, realizou-se confraterni- zação no salão de festas da co-irmã, Acácia Montes-clarense. À frente de tudo, o venerável José Ponciano Neto e a atuante Fraternidade Feminina. GOVERNADOR – Além de estar arti- culando com mais velocidade em busca da renovação do mandato, nas eleições do próximo ano, o prefeito Ruy Muniz, do PRB, deixa claro que pretende alçar vôos mais altos na política. Caso seja reeleito, ele, que não economiza em otimismo, mantém o sonho de concorrer ao gover- no do Estado. Não se sabe quando, mais o certo é que o prefeito não tira o foco do Palácio Tiradentes. De vez em quando, o chefe do Executivo afirma que não vai parar por aqui. E o próximo alvo é tentar comandar os destinos de Minas. Major Graciele participa de programa de rádio, nesta sexta-feira No sábado é a vez do presidente do Sindicato do Comércio, Glenn Andrade
  3. 3. Montes Claros, terça-feira, 14 de abril de 2015 POLÍTICA - 3JORNALDENOTÍCIAS Quando o País enfrenta um dos maioresescândalosdecorrupçãode sua história, com os desvios ocorri- dosnaPetrobraseasuspeitadefrau- debilionárianasonegaçãodeimpos- tosnoConselhoAdministrativodeRe- cursos Fiscais (Carf), órgão ligado à Receita Federal, prefeitos de todo o Paísdefendemarealizaçãodepacto federativodecombateeprevençãoà corrupção, envolvendo União, Esta- dosemunicípios.Apropostaépermi- tirqueatrocadeinformaçõesestraté- gicaseocompartilhamentodetecno- logiasentreosentesfederativoscon- tribuam para o cerco aos desvios e ao desperdício. Apropostadosgestoresmunicipais fazpartedodocumentodoIIIEncontro dosMunicípioscomoDesenvolvimen- toSustentável,encerradoemBrasília, promovido pela Frente Nacional de Prefeitos(FNP).Otextotambémreco- nheceasdificuldadeseconômicasque oPaísatravessaeargumentaque"pre- feitos e prefeitas de todo o Brasil têm Com a pauta cheia, a Câmara Municipal realiza mais uma reunião ordinárianestaterça-feira,apartirdas oitohorasdamanhã.Compareceres daComissãodeLegislaçãoeJustiça, constamdapautaseteprojetos.Omais importante é o de autoria do verea- dor Edwan do Detran, do PV, que visa acabar com o reajuste do valor da taxa de lixo, feito pela administra- ção municipal, ano passado e que vem gerando polêmica.Aprevisão é de que representantes de setores da sociedade lotem o Plenário da sede própria para pressionar os vereado- res a aprovarem o projeto. O prefeito Ruy Muniz, do PRB, não concorda com a provável redução dos valores. Por isso, em sendo aprovado, a ten- dênciaédequeovete,masaCâma- ra pode derrubar o veto, agora atra- vés de voto aberto, para que a popu- lação acompanhe a posição de cada vereador. Isto significa mais transpa- rência no Legislativo. O vereador tentou tornar o rea- justedataxasemefeitoanopassado, mas não teve êxito em função do pe- ríodoeleitoral.Porestemotivo,opro- jeto teve o parecer de ilegal. Edwan do Detran se comprometeu em rea- presentá-loesteanoeofezemjanei- ro, tão logo a Câmara retornou às atividades normais. A partir daí, ele começou a tramitar com o apoio inte- gral da bancada de oposição. O pre- feito pediu a Edwan do Detran para retirá-lo de tramitação, por diversas vezes,acenandocomapossibilidade dereduçãodosvalores,masnãoatin- giu o objetivo. Os contribuintes rece- beram as guias para pagamento até AAssembleiaLegislativadeMinas Geraisrealizou,nestaquinta-feira(9/ 4/15), a primeira reunião preparató- ria de um seminário sobre os recur- soshídricosdoEstado.Oevento,pro- posto pela Mesa da ALMG, será or- ganizado em parceria com órgãos, entidadeseinstituiçõesambientais. Nesseprimeiroencontro,estiveram presentesrepresentantesdoInstituto MineirodeGestãodasÁguas(Igam), da Federação dos Trabalhadores na AgriculturadoEstadodeMinasGerais (Fetaemg)edaAssociaçãoMineirade DefesadoAmbiente(Amda),entreou- tros.Areunião foi presidida pelos de- putados Doutor Jean Freire e Paulo Lamac,ambosdoPT. O seminário, que terá uma etapa regionalizada, está previsto para o segundo semestre deste ano, entre os meses de setembro e outubro, e a Descentralizar o crescimento econômicodeMinasGeraisapartir de ações regionalizadas. Este é o principal desafio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Eco- nômico (Sede), que já está traba- lhando em estratégias para atingir o objetivo. Dados sobre a fragilida- deeconômicadoestadoeconcen- traçãodeinvestimentosforamdivul- gadosnoDiagnósticoMGanuncia- do pelo governador Fernando Pi- mentel, do PT, há poucos dias. DeacordocomaSede,olevan- tamentomostrouqueMinasGerais nãotempolíticadedesenvolvimento econômico eficaz e indutora de in- vestimentosparatodasasregiões. Nosúltimosanos,asecretariaeste- ve focada em ações para a Região MetropolitanadeBeloHorizonteem detrimentodetodasasoutraslocali- dadesmineiras.Estaaçãocentrali- zadoradificultounovosempreendi- mentos,diminuindoacapacidadede geração de renda, de emprego de qualidadeedereduçãodedesigual- dadeseconômicasesociais. A solução proposta pelo secre- tário de Desenvolvimento Econô- mico,Altamir Rôso, é a criação de uma política pública que induza o crescimento em diferentes regiões do estado. Para isso, a Sede se- guirá uma nova divisão conceitual do estado em 17 regiões. E serão construídosPlanosdeDesenvolvi- Enquanto naAssembleia Legis- lativa de Minas os novos deputa- dos ainda não apresentam proje- tos, na Câmara Federal, dos 14 de- putados de primeiro mandato, oito apresentaram Projetos de Lei nesta legislatura. Entre as propostas es- tão a da deputada Brunny, do PTC, que pretende tornar inelegíveis os condenados por crimes hediondos e contra a mulher, e o projeto do deputado MarceloAro, do PHS, que prevê que o Sistema Único de Saú- de (SUS) disponibilize gratuitamen- te medicamentos de ácido fólico a gestantes e mulheres em idade fér- til, para a prevenção da malforma- ção fetal. Os dois parlamentares são autores de duas matérias cada. Representante do Norte de Minas, a deputada Raquel Muniz, do PTC, ainda não apresentou projeto, em- bora esteja articulando em defesa dos interesses da região. Já os deputados Laudívio Car- valho, do PMDB, votado em Mon- te Claros e região e Tenente Lú- Reajustedataxadelixopodecair Vereadores apreciam hoje projeto que o torna sem efeito o próximo dia 27, com desconto de 15%. ParaopolíticodoPV,éimportante aprovar o projeto e depois discutir reajuste com índice menor, que não penalizetantoapopulação.Segundo ele, o contribuinte não aguenta mais pagartantosimpostosetaxasnoPaís. Edwan do Detran espera que os ve- readoresvotemconscientes,deacor- docomointeressedopovo,quenes- te caso pede a redução da taxa de lixo.“Éfundamentalqueantesdevo- tar o vereador consulte suas bases eleitorais para agir em sintonia com seus eleitores”, observa.Além disso, o vereador convocou a população a compareceraoPlenário,nestaterça- feira,comfaixasecartazesparaacom- panhar a posição de cada um, como também pressionar pela aprovação. PARECERES – O projeto teve parecer de legal e constitucional da Comissão de Legislação, Justiça e Redação, presidida pelo vereador Valcir daAdemoc, do PTB, ex-presi- dente da Casa e atual porta-voz da administraçãomunicipal.Eseposici- onou baseando-se no parecer da assessoriajurídicadaCasa.AComis- são de Orçamento, Finanças e To- madadeContastambémemitiupare- cer.ElapediuinformaçõesàPrefeitu- ra sobre o impacto financeiro. Com os pareceres, o vereador Marcos Nem, do PTN, presidente da Câmara colocou o projeto na pauta destaterça-feira,cumprindocompro- missofirmadodefazê-lo,independen- tedequemsejaoautoroudaposição política deste.Agora, cabe aos vere- adores decidirem se o aprovam ou não.Aprevisão é de que o projeto vá gerarinsistentesdebatesentreasban- cadas de oposição e de situação. Edwan do Detran espera aprovar projeto para reduzir o valor da taxa de coleta de lixo Prefeitossugerempactocontracorrupção dado sua parcela de contribuição no enfrentamentodessasituação,e,des- saforma,apoiamepraticam,noâmbito das suas atribuições, os preceitos da responsabilidadefiscal". Osprefeitosalertam,nodocumen- to, que o zelo pelo equilíbrio fiscal, que vem sendo uma das principais bandeiras deste segundo mandato da presidente Dilma Rousseff, leve em consideração as possibilidades e capacidades de cada ente federado. "Os municípios já enfrentam um des- compasso crescente entre a expan- são dos serviços públicos e das des- pesas, e o comportamento modesto das receitas públicas. Com isso, os municípios brasileiros encontram-se diante do grande desafio de compa- tibilizar a voz das ruas, que legitima- mente demanda mais e melhores serviços, em especial nas áreas de saúde, educação e mobilidade ur- bana, e o cenário de ajustes e restri- ções econômicas e fiscais". Nessa quarta-feira, representan- tes da Frente Nacional dos Prefeitos estiveramreunidoscomapresidente Dilma Rousseff. Um dos temas de maior preocupação desses gestores éaquestãodadívidadosmunicípios. Presente a essa reunião, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, que de- fende a entrada em vigor do novo indexador da dívida dos Estados e municípios apenas em 2016, pediu prazo de 15 dias para dar uma sina- lizaçãoaosprefeitossobreessaques- tão,poisacreditaquenesteperíodoo CongressoNacionaljáterádefinidoa matéria. E apesar de abrir um canal dediálogo,Dilmanãoprometeuaten- der essa e outras reivindicações, di- zendo, inclusive que 2015 será um ano "de vacas magras". No documento de encerramento do III Encontro dos Municípios com o DesenvolvimentoSustentável,ospre- feitos destacam que nos últimos 30 anos o Brasil vem construindo os pi- lares do pleno exercício da democra- cia, da estabilidade econômica e dos avanços sociais. "Não iremos, em hi- pótesealguma,abrirmãodessascon- quistas,poiselassãoessenciaispara construirmos cidades cada vez me- lhores para se viver", reiteram. O documento diz também que a FNPdefendeoplenodireitodemani- festação pública e a liberdade de ex- pressãodetodosossetoresdasocie- dade, "mas reprova veementemente qualquerpropostaderompimentoda ordeminstitucionaldemocráticaoude teses que não encontram amparo na ConstituiçãoFederal".Ealémdecon- clamarumpactofederativoparaocom- bateàcorrupção,convocaasesferas depoder,partidospolíticos,instituições públicaseprivadaseasorganizações dasociedadecivilàdefesadaretoma- dadocrescimentoeconômicodoPaís, "com a preservação da estabilidade macroeconômicaedaspolíticasedi- reitos sociais, o avanço e aprimora- mentodaspolíticasdecombateàsde- sigualdades sociais e às iniquidades entremunicípioseregiões". Desenvolvimento Governoqueratender cadaregiãodeMinas mentoEconômicoespecíficospara as características e necessidades socioeconômicasdecadaumade- las. Osplanosdedesenvolvimento estãosendofeitosemparceriacom asociedadecivilorganizadaeem- presários de cada região. Serão realizadas ainda reuniões e workshops abertos à população e coordenadosporespecialistasem gestão de território e desenvolvi- mentosustentável. Considerandoosanseiosene- cessidadesregionais,essesencon- trosdarãosuporteaostécnicosda Sedenaconstruçãodaspolíticasde desenvolvimento de cada região. Isso significa analisar a realidade local, apontar, planejar e indicar a formadeexecuçãodeintervenções e obras nas áreas de logística, in- fraestrutura,mobilidade,meioambi- enteesaneamento.Apartirdestas informações,serãodesenvolvidas açõesvoltadasàinduçãodeinves- timentosportodooestado. “Minas é privilegiada. Aqui te- mosmuitosrecursosnaturais,esta- mosbemsituadosgeograficamen- te, além de uma cultura rica e um povo talentoso. Planejar políticas específicas às potencialidades de cada região amplia as chances de desenvolvê-lasmaisemelhor,atra- indomaisinvestimentosegerando bem-estarsocial”,afirmaRôso. Fernando Pimentel quer desenvolvimento mais uniforme no Estado Seminário Recursoshídricosna pautadaAssembleia programação será montada a partir de intervenções e propostas das en- tidadesparceiras.Nessaquinta-feira, foram propostos alguns temas a se- rem tratados no seminário, como mi- nerodutos, tecnologias de irrigação, barragens, falta de acesso à água e legislaçãoambiental. Segundo o deputado Paulo La- mac,todasascontribuiçõesserãosis- tematizadasparaquecadainstituição tenha sua participação. “O assunto é muitosérioecertamenteteremosmui- tas ideias convergentes”, pontuou.A reunião contou também com a pre- sença do deputado Fabiano Tolenti- no, do PPS, que ressaltou a impor- tânciadesediscutirprogramasdein- centivo à agricultura. “O produtor ru- raltempapelfundamental,esuacon- tribuição é por meio da preservação da água”, disse. Novosdeputadosjáelaboramprojetos cio, do PSB, lideram o ranking de proposições entre os novatos. Cada um deles apresentou quatro projetos. Com a autoria de uma proposta estão Adelmo Carneiro, do PT, Dâmina Ferreira, do PMN) Delegado Edson Moreira, do PTN e Pastor Franklin, do PTdoB, sen- do que este perdeu sua cadeira na Câmara após a recontagem dos votos pelo Tribunal Regional Elei- toral (TRE-MG). Entre os que não apresentaram nenhuma matéria está o deputado Caio Nárcio, do PSDB. O parlamen- tarafirmaqueomomentonãoébom. “Está muito difícil criar algo, o anda- mento da Casa está complicado, e a relação entre o governo federal e o Congresso está muito estremecida. Mas tenho a intenção de criar um fundo para atender pessoas que não têm condição de pagar transporte parairàescola”,tentajustificaropar- lamentar mineiro. Também não pro- tocolaram propostas no Congresso Nacional: MarceloAlvaroAntônio, do PRP, Misael Varella, do DEM, Newton Cardoso Jr., do PMDB, Ra- quel Muniz, do PSC e Rodrigo Pa- checo, do PMDB. Votado na região, Laudívio Carvalho lidera o ranking de proposições GUSTAVO LIMA
  4. 4. JORNALDENOTÍCIASMontes Claros, terça-feira, 14 de abril de 20154 - CIDADE JOSÉ WILSON SANTOS/JN UMA DAS MAIORES REDES DE FRANQUIAS DO MERCADO DE EDUCAÇÃO BRASILEIRO OFERECE UMA DE SUAS UNIDADES , EM OPERAÇÃO HÁ QUASE 04 DÉCADAS EM MONTES CLAROS, COMPLETAMENTE EQUIPADA, COM AMPLA E SÓLIDA CARTEIRA DE ALUNOS . TELEFONE 9979-4563 OPORTUNIDADE AGRADECIMENTO RETROAGIDO À 1981 EU, NELSON DAMASCENO MURÇA, RUA MÁRIO BO- TELHO, 43 - VILA GUILHERMINA, pretendo levar ao co- nhecimento de meus estimados irmãos que já não resis- to mais tanta humilhação induzidas pelo pecurso de ma- landragem desmoralizando minha pessoa em consequência da companhia Florestas Rio Doce: Eu que passei a vida inteira zelando pelos interesses de todos, nas condições de tutor conforme conforme sempre tive procurações assinadas por todos os irmãos , deveria eu agora ser bastante elogiado ecompartilhado ao me ver fazendo os inegáveis agradecimentos aos senhores Dou- tores, Diretores da Companhia FLORESTAS RIO DOCE , que tiveram a bondade de fazer um alinhamento a tra- tores separando suas terras de nossas terras inventariadas para 05 herdeiros.Foi quando em 1981 partiram do marco Zabelê na estrada Grão Mogol e fo- ram até a divisa da fazenda Campo Alto com 9,5 quilometros de extensão: Agora depois decorrido 33 anos peço aos irmãos que faça por caridade a vistoriapessoalmente e acabe com todo azar e idéias maliciosas que vem infernizando a minha vida com a terceira geração querendo a coisa legalizada: Então antes que o caos fique eterno peço por caridade a pre- sença do Sr. José Brandão Damasceno e familia habi- tantes em Belo Horizonte : Nilton Damasceno e família Santo Abdré - São Paulo: Waldir Damasceno e família - PraTânea- São Paulo: Geraldo Damasceno e família - São Paulo: Edes Damasceno e família Paquarituba -São Paulo :Enilde Damasceno e famíliaAraraquara São Paulo: Família de Antônio Damasceno Maringá -Paraná: Olício Damasceno e familia Barrocão, Grao Mogol: ainda rei- vindico saber por qual motivo os treze filhos, genros e noras de Eva Damasceno Murça a partir de 1981 ,tem evitado contacto com minha pessoa.Aguardo resposta:Estão agindo a propósito causando prejuízos incalculáveis para toda descendência Antecipo agra- decimentos. ADRIELLY CRISTINE RODRIGUES MARQUES com 1 ano. Nasceu em 29 de Março de 2014 em Chapada Gaú- cha . Filiação Jessica Rodrigues Marques .Faleceu no último 10 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. ANA VITÓRIA DAMASCENO LEAL com 0 anos . Nasceu em 11 de Abril de 2015 em Montes Claros .Filiação Jaqueline Oliveira Damasceno Leal e Antônio da Silva Leal Damasceno . Faleceu no último12 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. ANDREIA PEREIRA ROSA com 28 anos . Nasceu em16 de Dezembro de 1986 em Brasília de Minas . Filiação Afonsa Cardoso de Oliveira e francisco Pereira Rosa .Faleceu no último dia 03 de Abril de 2015 em Montes Claros MG. ANTÔNIO AUGUSTO RIBEIRO com 68 anos . Nasceu em 27 de Julho de 1946 em Montes Claros . Filiação Margarida Ribeiro dos Santos eAntônio Cesar de Oliveira .Faleceu no último dia 11 deAbril de 2015 em Montes Claros MG. ANTÔNIO LYDIO CHAVES PEREIRA com 54 anos. Nasceu em 12 de Julho de 1960 em Montes Claros . Filiação Marlene frança Neves Pereira e Ubaldino Pereira Veloso . Faleceu no último dia 11 de abril de 2015 em Montes Claros MG. BENIGNA DE SOUZA MOREIRA com 92 anos. Nasceu em08 de Abril de 1922 em Varzea da Palma . Filiação Maria Gomes de Araújo e Manoel de Souza Balbino .Faleceu no último dia 05 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. CLAUDIONOR RIBEIRO DOS SANTOS com 44 anos . Nasceu em19 de Maio de 1970 em São João do Paraíso .FiliaçãoAlira Ribeiro dos Santos . Faleceu no último dia 29 de Março de 2015 em Montes Claros-MG. DANILO SILVEIRA DE SOUZA com 55 anos . Nasceu em 23 de Abril de 1959 em Montes Claros Filiação Raimunda Silveira de Souza e José Norberto de Souza .Faleceu no último dia 11 de Abril de 2015 em Montes Claros MG. GLENDA CARDOSO MACIEL com 16 anos. Nasceu em13 de Março de 1999 em Pompeu . Filiação Cristiana Cardoso de Oliveira e Marcio Maciel Pereira .Faleceu no último 11 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. HERTS PEREIRA BARRETO com 25 anos . Nasceu em 17 de Abril de 1989 em Montes Claros .Filiação Iolanda Pereira Barreto . Faleceu no último 22 de Março de 2015 em Montes Claros-MG. JOAO XAVIER DOS SANTOS com 67 anos . Nasceu em23 de Junho de 1947 em Francisco Sá . Filiação Ana Xavier Sarmento e Cristino Ferreira dos Santos .Faleceu no último dia 11 de Abril de 2015 em Montes Claros MG. JOSÉ PRIMO DE OLIVEIRA com 77 anos . Nasceu em 15 de janeiro de 1938 em Espinosa . Filiação PerciliaAlves de souza e Lourenço José de Oliveira .Faleceu no último dia 06 de Abril de 2015 em Montes Claros MG. JULIETA ALVES RODRIGUES com 86 anos. Nasceu em 29 de Junho de 1928 em Fernão Dias-Brasilia de Minas . Filiação Flora Alves da Silva e João Rodrigues Chaves . Faleceu no último dia 10 de abril de 2015 em Montes Claros MG. JUVENAL XAVIER DA SILVA com 51 anos. Nasceu em18 de Agosto de 1963 em Espinosa . Filiação Maria da Silva de Oliveira e Jazon Xavier da Silva .Faleceu no último 07 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. OSVALDO NOGUEIRA DOS SANTOS com 63 anos . Nasceu em16 de Junho de 1951 em Nova Esperança .Filiação Joana Nogueira de Araújo . Faleceu no último 09 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. SALVADOR BENTO SOARES com 69 anos . Nasceu em02 de Março de 1946 em Coração de Jesus . Filiação Elvira Bento de Araújo e Luiz Soares da Fonseca .Faleceu no último dia 06 de Abril de 2015 em Montes Claros MG. SANTANAALVES RUFINO com 70 anos . Nasceu em15 de junho de 1944 em Natal . Filiação Francisca Ana da Conceição e Francisco Alves da Silva .Faleceu no último dia 10 de Abril de 2015 em Montes Claros MG. Apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro Se alguém souber de algum impedimen- to, oponha-o na forma da Lei Lavra o presente para ser afixado em cartório e publicado pela imprensa. Montes Claros, 10 de Abril de 2015 OFICIAL DO REGISTRO CIVIL REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ESTADO DE MINAS GERAIS MARIA DE LOURDES CHAVES Oficial do Registro Civil Faz saber que pretendem casar-se: 16362 - ANTONIO MAURÍCIO DE OLIVEIRA JÚNIOR, solteiro, maior, MOTOBOY, natural de FRANCISCO SÁ-MG, residência RUA 6, N° 260. Montes Claros-MG,filho de ANTONIO MAURÍCIO DE OLIVEIRA e MARY EDIR FERREIRA OLIVEIRA; e EMANUELE PATRÍCIA MEIRA SILVA, solteira, maior,AUXILIAR DE ENFERMAGEM, natural de Montes Claros-MG, residência RUA26, N° 41, Montes Claros-MG, filha de ISRAELSILVAe MARILDAMEIRA SILVA; 16363 - EDMILSON PEREIRA DE SOUZA, solteiro, maior, OPERADOR DE PRODUÇÃO,naturaldeMontesClaros-MG,residênciaR.ACESSO,73,Montes Claros-MG,filho de DIOMAR DOS SANTOS PEREIRA e MARIA DE JESUS FIUZA DE SOUZA; e SAMANTTA STEFFANY CARVALHO MENDES, divorciada por escritura, maior, CONFERENTE, natural de MONTES CLAROS- MG, residência RUA LUIZ RUAS, N° 201, Montes Claros-MG, filha de SEBASTIÃO MENDES CUNHA e CLEONICE DE CARVALHO MENDES; 16365 - DAVIDSON SILVA GOMES, solteiro, maior, ADMINISTRADOR DE EMPRESAS, natural de MONTES CLAROS-MG, residência R. DEMOCRATA, 20 F, Montes Claros-MG, filho de JOSÉ WILSON GOMES DA SILVA e MARIA JOSÉ SILVA GOMES; e JANAINA NATIELLE FONSECA RODRIGUES, solteira, maior, AUX. ADMINISTRATIVO, natural de MONTES CLAROS-MG, residência R. DEMOCRATA, 254, Montes Claros-MG, filha de EDSON RODRIGUES e MARIA APARECIDA FONSECA RODRIGUES; 16366 - GILBERTO RODRIGUES SANTANA, divorciada, maior, GARÇOM, natural de FRANCISCO SÁ-MG, residência AV. DR. RUY ALBUQUERQUE, 2417, Montes Claros-MG, filho de JOSÉ RODRIGUES DE SANTANAe MARIA DIVINADIAS RODRIGUES; e GERALDAALVES DASILVA, divorciada, maior, APOSENTADA, natural de BRASÍLIA DE MINAS-MG, residência R. MEXICO, 81, Montes Claros-MG, filha de JOSEALVES DASILVAe TEREZAFERREIRA DA SILVA; 16367 - JÚNEO SANTOS LOPES, solteiro, maior, MILITAR, natural de Montes Claros-MG, residência R. MANOEL RODRIGUES AQUINO, 141, Montes Claros-MG, filho de JOÃO MENDES LOPES e JUDITE FÁTIMA FERREIRA LOPES; e DAYANNE PATIELLE DOS SANTOS, solteira, maior, FUNCIONÁRIA PÚBLICA MUNICIPAL, natural de Montes Claros-MG, residência R.ALAMEDASANTALUCIA, 99, Montes Claros-MG, filha deADÃO MANOEL FERREIRA DOS SANTOS e MARIA IRZETE SILVA SANTOS; 16368 - LUIZ MARCELO CRUZ NOVAES, solteiro, maior, ENFERMEIRO, natural de MONTES CLAROS-MG, residência RUA NEUZO ANTÔNIO CASSANE, 97, Montes Claros-MG, filho de GERALDO NOVAES SOBRINHO e RITA DE CÁSSIA CRUZ NOVAES; e MARIA GELIANE SOARES, solteira, maior, BALCONISTA, natural de CATUNI, FRANCISCO SÁ-MG, residência RUA NEUZO ANTÔNIO CASSANE, 97, Montes Claros-MG, filha de JOSÉ REMILTON SOARES e PATROCÍNIA SOARES NERES; 016369 - DANILLO SOARES SIMÕES, solteiro, maior, COORDENADOR LOGÍSTICO, natural de MONTES CLAROS-MG, residência RUA SÃO GERONIMO ,60. Montes Claros-MG, filho de MARCOS CESAR AGUIAR SIMÕES e MARIA DO SOCORRO SOARES SIMÕES; e MEYRIANE SILVA TEIXEIRA, solteira; maior, CONSULTORA DE VENDAS, natural de MONTES CLAROS-MG, residência RUA ANTONIO PRATES SOBRINHO, 118, Montes Claros-MG, filha de ROMILDO EVANGELISTA TEIXEIRA e MARIA EUNICE SILVA TEIXEIRA; Apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei. Lavra o presente para ser afixado em cartório e publicado pela imprensa. Montes Claros, 13 de abril de 2015 OFICIAL DO REGISTRO CIVIL OS SEM ENDEREÇO – II Asagrurasdequemnãorecebe correspondências JOSÉ WILSON SANTOS Oquepareciaserapenasummal entendido,masquedeixaoficialmente sem endereço os moradores de pe- quena via de terra batida situada ao lado da ‘Ponte Preta’, na Vila Luiza - Moradores da Hermelinda Sena, na Vila Luiza, têm dois endereços de fato e nenhum de direito com pouco mais de uma dezena de imóveis espremidos entre linha fér- rea, Morrinhos e São Judas Tadeu, em região central de Montes Claros, é na verdade um problemão que de- mandarátempoepaciênciaparaser resolvido, em função da burocracia, um belíssimo exemplar de Hidra. Ironicamente, os moradores dis- põemdedoisendereçosquenãova- lem por um: para a Prefeitura, estão oficialmenteestabelecidosnaAveni- da Hermelinda Sena, na Vila Luiza; para os Correios, estão na Rua Hermelinda Sena. Qual é a diferen- ça, se nos cadastros de Prefeitura e Correios as duas nomenclaturas constam como inseridas na mesmíssima Vila Luiza? É que não existe CEP para o trecho da Aveni- da Hermelinda Sena da Vila Luiza (somente para a Hermelinda Sena doSãoJudasII,doMariaCândidae dos Morrinhos). Os Correios, por sua vez, disponibilizaram o CEP 39.400.462 para a Rua Hermelinda Sena, na Vila Luiza, que não é reco- nhecida pela Prefeitura. Resultado: semCEP,‘necasdepitibiriba’deen- dereço oficial e o conforto de rece- ber correspondências no lar, como manda o figurino. Morador que tentou resolver o problema por conta própria, junto a prestadoras de serviços como Copasa, Cemig e companhia telefô- nica(pedindoatrocadadesignação de Avenida para Rua Hermelinda Sena e a inclusão do CEP oficial- mentefornecidopelosCorreios),deu com os ‘burros na água’.As conces- sionáriasdeserviçopúblicoinforma- ram que só mudam o nome de ave- nida para rua e inserem o CEP ofici- alseopedidoestiveracompanhado dedocumentodaPrefeitura,devida- menteautenticado,protocoladoeofi- cializado, confirmando que o imóvel emquestão,defato,estánoendere- ço aludido pelo morador. De nada adiantou o morador mostrar que na contadeluztemumCEP,outrodife- rente na conta de água e outro mais diferenteaindanacontadetelefone. A LEI Como complicação pouca é bo- bagem, a Lei nº 2.059, de 8 de julho de 1.992, que leva a assinatura de Mário Ribeiro da Silveira, prefeito à época, diz o seguinte: “Artigo 1º - Passa a denominar-se Avenida Hermelinda Sena a via popularmen- te denominada Avenida Central do Brasil,localizadanoBairroSãoJudas Tadeu II, nesta cidade”. A lei, como sepodever,nãofazreferênciaàVila Luiza. Nem é preciso ser advogado para deduzir que, juridicamente, o trecho daAvenida Hermelinda Sena daVilaLuizalegalmentenãoexiste– em que pese o fato de que, à época da canetada do Dr. Mário Ribeiro, também era popularmente conheci- do comoAvenida Central do Brasil. É ou não é de dar nó na cabeça? Pois bem: no setor de protocolo da Secretaria Municipal de Planeja- mento,nãotemconversa.Mesmonão constando na lei, para a Prefeitura o trecho de beira de linha em questão éAvenidaHermelindaSena.Eboas. O máximo que o setor pode fazer para ajudar, segundo Matozinhos, o responsável, é fornecer uma decla- raçãooficialinformandoqueoimóvel do morador está na avenida. “Ques- tão de CEP é com os Correios”, dis- se finalizando a conversa. No Cen- tro de Distribuição Domiciliar (CDD) dos Correios, Genival Jesus Leite, o responsável,informouqueosistema reconhece o CEP 39.400.462 como sendo da Rua Hermelinda Sena, na Vila Luiza, e não da Avenida Hermelinda Sena. Que a Prefeitura resolva. O coordenador institucional dos Correios em Montes Claros, Evaldo Jenner, foi mais flexível e não lavou as mãos. Disse que o problema não é privilégio dos moradores da Vila Luiza e se repete por inúmeros bair- ros, que têm ruas com os mesmos nomes,“Oquegeraconfusãoeéum problema para os Correios”. Ele fi- cou de estudar uma saída – talvez mudando no sistema dos Correios o CEP39.400.462daRuaHermelinda Sena para Avenida Hermelinda Sena,naVilaLuiza.Oquetalvezseja relativamentefácil,jáqueláessapro- vidênciaprovavelmentenãodeman- daumaleimunicipal. Se não der certo, resta aos mo- radores procurarem um vereador para pedir nova lei oficializando a HermelindaSena,daVilaLuiza,como avenidaoucomorua.Mas,paraisso, é necessário que se colha assinatu- ra da maioria num abaixo-assinado queatendaaformadalei,semoque o edil talvez não possa encampar a luta.Justifica-se:jáimaginousecada morador resolver mudar o nome de sua avenida ou rua e pedir ajuda a um vereador para isso? Istoposto,nomomentoasituação éaseguinte:estátudoconversadoe nada resolvido. A AVENIDA HERMELINDASENA, na Vila Luiza, recebe alguns metros de tela, com os quais a Prefeitura isolará parte do barranco de mais de três metros de altura, nas proximidade da ponte, o que é um alívio para pais com crianças pequenas, que não podiam brincar na via. Agora é esperar outras providências necessárias, como pavimentação ou a revitalização, quem sabe com jardins e mais árvores, já que a via é de terra batida. OPORTUNIDADE
  5. 5. JornaldeNotícias CIDADE - 5Montes Claros, terça-feira, 14 de abril de 2015 DIA ‘D’ DA SAÚDE O Dia ‘D’ da saúde e atividade física que vai acontecer amanhã (15/04) promete movimentar a Praça dos Jatobás a partir das 17:30 horas.Aação comemorati- va e de promoção de saúde vai ser realizada pelas secretarias municipal de Saúde, Juventude, Esporte e Lazer de Montes Cla- ros, em parceria com a Superin- tendência Regional de saúde (SRS). O evento acontece até às 20 horas. Serão desenvolvidas ativida- des de ginástica com várias mo- dalidades por profissionais de educação física, fisioterapeutas, dança, Zumba, roda de capoeira, orientação para a população so- bre nutrição e práticas saudáveis com serviços gratuitos e outras atrações. As atividades fazem parta da campanha do Ministério da Saú- de com o tema “Segurança deAli- mentos: do campo à mesa (e em todos os lugares) e também acon- tecerão nos 53 municípios sob ju- risdição da SRS que possuem pólos do programa academia da saúde concluídos e nas escolas participantes do Programa Saúde na Escola. “Escolher o que você come é escolher uma vida sau- dável para o futuro. Essa campa- nha vem incentivar diretamente a prática da atividade física e a boa alimentação para prevenção de doenças”, explica a referência téc- nica Alimentação e Nutrição da SRS,Arlete Lisboa. O Dia D tem apoio da Acade- mia Planeta Corpo, Rede de Far- mácias Pague Menos, Rádios Educadora AM e Transamérica FM, Faculdades Integradas Pitá- Comemoraçõescommuitaatividadefísica goras – FIPMoc, Coteminas, Fa- culdades SantoAgostinho-Fasa, Mundo Verde, Polícia Militar, Pre- feitura de Montes Claros,Acade- mia Bioativa, Governo Federal. Atividades orientadas Com o intuito de buscar me- lhorias e progressos em seus programas, a Secretaria Munici- pal de Esportes de Montes Cla- ros está implantando no municí- pio um projeto que disponibiliza educadores físicos nos locais onde as academias ao ar livre estão instaladas. O acompanha- mento físico é uma forma de auxi- liar toda a população que usufrui dos aparelhos das academias, dando-lhes a oportunidade de co- nhecer o modo correto e saudá- vel de uso. Para poder receber o auxilio de um profissional, basta compa- recer às academias ao ar livre nos horários listados abaixo. O aten- dimento é totalmente gratuito. 1.Academia ao Ar Livre do Ma- jor Prates (quartas-feiras, das 6h30 às 8h30) 2.Academia ao Ar Livre do Cór- rego das Melancias (segundas- feiras, das 17h30 às 19h30 e quintas-feiras, das 6h30 às 8h30) 3.Academia ao Ar Livre do San- tos Reis (quintas-feiras, das 6h30 às 8h30) 4.Academia ao Ar Livre do Jato- bás (segundas-feiras a sextas- feiras, das 6h30 às 7h30 e das 18h00 às 19h00) 5.Academia ao Ar Livre do Alto da Boa Vista (segundas-feiras, das 6h30 às 8h30) 6.Academia ao Ar Livre do Vila Anália(quartas-feiras, das 17h30 às 19h30) 7.Academia ao Ar Livre do São José (terças-feiras, das 6h30 às 8h30 e das 17h30 às 19h30) AULA de Zumba será uma das diversas atrações de prática esportiva que vai acontecer amanhã na Praça dos Jatobás em comemoração ao Dia “D” AS ACADEMIAS ao ar livre localizada em diversos bairros da cidade também serão inseridas na programação Umaatividadeligadaaoprogra- ma de pós graduação em Desen- volvimento Social (PPGDS), da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), o ‘Quarta na pós’, vai discutir amanhã (15/04) o tema de mobilidade urbana e seus desafios. O encontro acontece quinzenalmente, geralmente no campus sede, no auditório do pré- dio I, sempre as quartas-feiras, às 15horas. Quem vai coordenar o encontro são os professores dou- toresSimoneNarcisoLessae Luiz Andrei Gonçalves Pereira. Além da comunidade acadêmi- ca das áreas de ciências sociais aplicadas e ciências humanas, o projetoéabertoaosdiferentesato- resqueseinteressempelostemas propostos, sendo, instituições pú- blicas, privadas, pesquisadores, técnicosecomunidadegeral.Oob- jetivo do encontro, segundo a co- ordenadora do projeto, professora doutora Sarah JaneAlves Durães é provocar uma discussão de te- mas contemporâneos, e, ligados àslinhasdepesquisado(PPGDS) esuaintegraçãocomosdiferentes públicos. O assunto desta “Quarta na Pós” impacta toda a população da cidade e do campo, que se locomove diariamente, para reali- zação das atividades laborais, es- tudos e de lazer. Discutir mobilida- de urbana é falar de políticas de sustentabilidade, acessibilidade e de planejamento das cidades. A questãodamobilidadeestánocen- tro dos conflitos sociais modernos. Por isso, o tema inaugura as ativi- dades desta série de encontros, deste semestre. Confira a progra- mação dos próximos eventos e participe. Dia,29deabril(DireitosHuma- nos), 13 de maio (Gênero) 27 de maio (Estado Mínimo e Democra- cia), 10 de junho (Agricultura fami- liar) e 24 de junho (Trabalho). Informações e inscrições pelo endereço eletrônico:quartanapos @gmail.com e pelo telefone (38) 32290149. Lembrando que a participação é gratuita, somente é cobrada uma taxa de R$ 10,00 para aquelas pessoas que se inte- ressarem pela certificação. “QUARTA NA PÓS” Mobilidade urbana em discussão em programa de pós graduação Os novos alunos da Univer- sidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) participa- ram de uma série de ativida- des saudáveis inseridas na Unicalourada 2015. Neste ano, as ações foram ampliadas com a campanha de recepção aos calouros voltada para o com- bateaotroteconstrangedor,que teve como slogan: “Dê um tro- te na Violência; Trate Bem o Calouro”. Em todos os campi do Norte de Minas, Noroeste e no Vale do Jequitinhonha, foram realizados eventos culturais e recreativos, juntamente com atividades solidárias. Os trabalhos foram desen- volvidos pela coordenadoria de apoio ao estudante (CAE), vin- culada à pró-reitoria de exten- são. Foram recepcionados 592 novos acadêmicos dos diver- sos cursos de graduação ofe- recidos no campus-sede. Des- taque também para o reforço das atividades nas unidades da Unimontes fora da sede, onde recebidos 358 alunos, totali- zando 950 participantes das ações, iniciadas em 23 de fe- vereiro, quando começou o ano letivo na instituição, e en- cerradas no campus de Janu- ária, nessa quinta-feira. 5 mil quilômetros Para promover os trabalhos da unicalourada nos campi avançados, a equipe da CAE/ Pró-Reitoria de Extensão per- correu cerca de cinco mil qui- lômetros. Foram visitadas as unidades de Almenara, Brasí- UNICALOURADA Balançoinicialéapresentadoetem grande adesão dos novos alunos lia de Minas, Espinosa, Janaú- ba, Januária, Paracatu, Pompéu, Salinas, São Francisco e Unaí. “Foi perceptível o entusiasmo dos acadêmicos ao participarem das ações propostas na Unicaloura- da. Eles também demonstram orgulho pela aprovação no vesti- bular e o ingresso na Unimon- tes”, afirma a pró-reitora de Ex- tensão, professora Jussara Ma- ria de Carvalho Guimarães. Ela visitou os campi de Brasília de Mi- nas e São Francisco enquanto o pró-reitor adjunto da área, profes- sor Paulo Eduardo Gomes de Barros esteve nas unidades de Janaúba, Januária e Espinosa. Os acadêmicos recém-che- gados à Unimontes mostraram muita motivação e se sentiram acolhidos com as ações festivas realizadas durante a unicaloura- da”, avaliaocoordenadordaCAE, professor Gilson José Fróes. Ele visitou os campi de Paracatu, Unaí, Pompéu, Almenara e Sali- nas, onde as atividades registra- ram expressiva participação dos calouros e veteranos. Campus-sede No campus-sede em Montes Claros, a programação da uni- calourada 2015 envolveu os no- vos acadêmicos dos cursos de serviço social, direito, odon- tologia, enfermagem, letras in- glês, pedagogia, engenharia civil, geografia, história, enge- nharia de sistemas e medici- na. Também participaram os alunos recém-matriculados no curso de tecnologia em gestão pública, oferecido por intermé- dio do Centro de Educação Profissional e Tecnológica (CEPT). Os calouros foram recep- cionados pelo reitor João dos Reis Canela e pelos demais in- tegrantes da gestão superior, com apresentação da estrutu- ra da universidade e exibição de vídeo institucional.Além de show musical no Museu Regi- onal do Norte de Minas (antigo Casarão da Fafil), no Corredor Cultural, os novos alunos tive- ram a oportunidade de partici- par de ação cívica e social, com visita ao Asilo São Vicen- te de Paulo. A programação da unica- lourada prossegue até 24 de maio, data do aniversário da Unimontes, que, em 2015, completa 53 anos de implanta- ção do ensino superior público no Norte de Minas ALUNOS da Unimontes participaram de uma série de atividades saudáveis inseridas na Unicalourada 2015 FOTOS: DIVULGAÇÃO
  6. 6. 6 - ECONOMIA Montes Claros, terça-feira, 14 de abril de 2015 JORNAL DE NOTÍCIAS FRANCISCO DE PAULA ANTUNES (*) franciscodepaulaantunes.adv@gmail.com POLÍTICA,ECONOMIAEDIREITO Manifestações perdem força As manifestações contra a presi- dente Dilma voltaram às ruas no do- mingo (12), mas não com a mesma força. Segundo estimativas da Polí- cia Militar, foram 275 mil pessoas às ruas em São Paulo, pouco mais de um quarto do estimado pela PM no ato do dia 15 de março, 1 milhão de anifestantes. As manifestações, em todo país, mostraram-se com muitas reivindicações e pouca razão. Os brasileiros protestam no lugar erra- do. Deveriam ir para o Congresso, onde o presidente da Câmara, Eduar- do Cunha (PMDB) coloca em pauta, nesta semana, a terceirização. Caso o projeto seja aprovado, é uma das maiores derrotas populares desde o período ditatorial. O PT, enfraqueci- do, e as centrais sindicais, descarac- terizadas,sofremcomCunha,quetem orgulho de perseguir e ser um “dita- dor”. Será que Dilma tem coragem de vetar o projeto? Terceirização: metade dos votos veio de patrões A aprovação do texto base do Projeto de Lei 4330 na Câmara, que trata da terceirização de todas as ta- refas de uma empresa (atividade-fim), contou com o significativo peso da “bancada patronal”, formada por de- putados federais que são proprietá- rios de estabelecimentos comerciais, industriais, de prestação de serviço ou do segmento rural e tem como pauta a defesa do chamado setor produtivo. Dos 324 votos a favor do PL-4330, 164 (50%) vieram de par- lamentares do bloco empresarial da Câmara. O levantamento foi realiza- do pela revista Carta Capital e teve como base um estudo feito pelo De- partamento Intersindical deAssesso- ria Parlamentar (Diap), após as elei- ções de 2014. A entidade fez uma radiografia do Congresso e concluiu que a maior bancada é a patronal, formada por 221 deputados. Para Temer, agora o governo pode “trabalhar” Ato menor, “abre espaço para o governo trabalhar”. A declaração é do vice-presidente da República e responsável pela articulação política do governo, Michel Temer.Segundo ele, “do ponto de vista do governo, o fato de ter menos gente” nas mani- festações anti-governo do domingo (12), no entanto, “não diminui a im- portância do alerta nem a necessida- de de dialogar e ouvir mais”. O dis- curso do diálogo tem sido enfatizado com frequência pela presidente Dil- ma. Todavia, a própria Rousseff con- versa pouco e deixa seus interlocu- tores, mais simpáticos, fazerem o tra- balho que é da presidência. Dilma terceirizou o governo do país. Lava Jato investigará área de Comunicação da Petrobras As investigações da Operação Lava Jato vão abranger outras áre- as da Petrobras, inclusive departa- mentos “quase intocados”, como o setor de Comunicação da empresa, afirmou na sexta-feira o procurador regional da República Carlos Fer- nando dos Santos Lima, integrante da força-tarefa federal montada para apurar o caso. O procurador disse também que o MPF – Ministério Pú- blico Federal irá pedir, junto ao juiz federal Sérgio Moro, o ressarcimen- to de valores desviados da Petro- bras que, inicialmente, podem che- gar a 1 bilhão de reais. Além disso, a Polícia Federal e o MPF anunciaram uma nova fase da Lava Jato, que abrange investigações sobre empre- sa de publicidade contratada pela Caixa Econômica Federal e pelo Mi- nistério da Saúde. A Petrobras não ficará de fora do “bolo”, pois, desde as denúncias da funcionária Venina (Velosa Fonseca), os responsáveis pela operação Lava Jato sabem das irregularidades na área de Comunicação da petrolífera, mas, diante do grande volume de do- cumentos do processo, outras áreas da Petrobras têm sido dei- xadas de lado. Dornelles na mira da operação Zelotes O vice-governador do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles (PP), pode ser uma das peças- chave das investigações de es- quema bilionário de fraude para pagamento de impostos, que está sendo investigado em decorrên- cia da Operação Zelotes, da Polí- cia Federal. Reportagem da re- vista Época deste final de semana detalha o histórico de manobras para que Dornelles e o PP (Parti- do Progressista) deixassem de pagar impostos e multas aplicadas ao partido, por exemplo, por cau- sa do chamado “mensalão”. “É de espantar que esse esquema no CARF tenha durado tanto tempo”, disse o procurador da República Frederico Paiva, responsável pela investigação e coordenador do núcleo de combate à corrup- ção no Distrito Federal. A conclu- são de Paiva tem relação com o volume de recursos surrupiados da União, além da fragilidade das fraudes: muitas empresas e mui- tos servidores envolvidos no es- quema de corrupção. Fraudar as multas aplicadas no processo do “mensalão” é muita burrice e pre- sunção. Pai tem responsabilidade por ofensas do filho no Facebook Comentários que denotam a intenção de macular a honra e a dignidade de alguém, feitos em rede social, ensejam o pagamen- todedanosmorais.Principalmente se a pessoa atingida é exposta à situação vexatória numa peque- na comunidade, onde todos se conhecem.Comesseentendimen- to, a 4ª Turma Recursal Cível dos Juizados Especiais Cíveis (JECs) do Rio Grande do Sul manteve decisão que determinou que um advogado pague indenização de R$ 5 mil por ofensas perpetradas pelo filho no Facebook. O menor proferiu comentários que feriram a honra de uma mulher, que, se- gundo o menor: “saía com todo mundo”. Executivos ficam desempregados O número de executivos em cargo de presidência que estão em busca de um novo emprego disparou no primeiro trimestre, segundo dados de companhias de recrutamento que atuam no país. O volume de currículos desses profissionais em mãos de “hea- dhunters” (especialistas em con- tratação para cargos de alto es- calão) já é o triplo do registrado nos primeiros três meses de 2014, conforme levantamento da Page Executive, uma das companhias líderes do setor. O quadro é a ima- gem de um país sem produtivida- de e governo. Quem paga a con- ta? Os trabalhadores. A carga tri- butária, a corrupção, os baixos investimentos em infraestrutura e o alto custo logístico custam caro para o brasileiro, que deve en- frentar, nos próximos meses, vá- rios projetos de interesse do em- presariado. Eduardo Cunha e Renan Calheiros falam, nos basti- dores, que precisam aproveitar a terceirização do governo promo- vida pela presidenta Dilma (PT) que deixa a articulação política por conta do vice-presidente Mi- chel Temer. (*) Advogado, Administrador de Empresas; Vice-presidente do IBRADECOM - Instituto Brasileiro em Defesa do Consumidor e Meio Ambiente". Governopreparaplanodedesenvolvimento econômicoespecíficopararegiõesmineiras Descentralizar o crescimento econô- mico de Minas Gerais a partir de ações regionalizadas.Esteéoprincipaldesafio da Secretaria de Estado de Desenvolvi- mento Econômico (SEDE), que já está trabalhandoemestratégiasparaatingiro objetivo.Dadossobreafragilidadeeconô- micadoestadoeconcentraçãodeinves- timentosforamdivulgadosnoDiagnóstico MGanunciadopelogovernadorFernando Pimentelnaúltimasegunda-feira(6/4). De acordo com a SEDE, o levanta- mentomostrouqueMinasGeraisnãopos- suiumapolíticadedesenvolvimentoeco- nômicoeficazeindutoradeinvestimentos para todas as regiões. Nos últimos anos, asecretariaestevefocadaemaçõespara aRegiãoMetropolitanadeBeloHorizonte (RMBH) em detrimento de todas as ou- traslocalidadesmineiras. Estaaçãocentralizadoradificultouno- vos empreendimentos, diminuindo a ca- pacidadedegeraçãoderenda,deempre- godequalidadeedereduçãodedesigual- dades econômicas e sociais. Asoluçãopropostapelosecretáriode Desenvolvimento Econômico, Altamir Rôso, éa criação de uma política pública que induza o crescimento em diferentes regiões do estado. Para isso, a SEDE seguirá uma nova divisão conceitual do estado em 17 regiões. E serão construí- dosPlanosdeDesenvolvimentoEconô- micoespecíficosparaascaracterísticas enecessidadessocioeconômicasdecada umadelas. Os planos de desenvolvimento es- tãosendofeitosemparceriacomasoci- edadecivilorganizadaeempresárioslo- cais. Serão realizadas ainda reuniões e workshops abertos à população e coor- denadosporespecialistasemgestãode territórioedesenvolvimentosustentável. Considerandoosanseiosenecessi- dadesregionais,essesencontrosdarão suporte aos técnicos da SEDE na cons- truçãodaspolíticasdedesenvolvimento de cada região. Isso significa analisar a realidadelocal,apontar,planejareindicar a forma de execução de intervenções e obrasnasáreasdelogística,infraestrutu- ra, mobilidade, meio ambiente e sanea- mento.Apartirdestasinformações,serão implementadas ações voltadas à indu- çãodeinvestimentosportodooestado. “Minas é privilegiada. Aqui temos muitos recursos naturais, estamos bem situadosgeograficamente,alémdeuma cultura rica e um povo talentoso. Plane- jar políticas específicas às potencialida- desdecadaregiãoampliaaschancesde desenvolvê-las mais e melhor, atraindo maisinvestimentosegerandobem-estar social”, afirma Rôso. Cenário atual em Minas No acumulado de 2009 a 2013, o Produto Interno Bruto de Minas Gerais cresceu 11,1%, enquanto o brasileiro subiu 14%. Isso se deve, principalmen- te,aodesempenhodaindústrianoesta- do, que cresceu apenas 1,8% no perío- do, ante uma alta de 6,9% no país, de acordocomdadosdoInstitutoBrasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da FundaçãoJoãoPinheiro(FJP).Emrela- çãoaoPIBpercapita,indicadorquetam- bémrefletearealidadesocioeconômica, Minasocupaadécimaposiçãonacional, segundodadosdoMinistériodoTrabalho e Emprego e IBGE–PNUD-2013. Fa- zendoorecortepelosdiferentessetores industriais, observa-se que a indústria extrativatevenestemesmoperíodoque- da de 3,5%, e a de transformação caiu 0,2%.Aconstrução civil apresentou alta de15,9%,percentualmenorqueoíndice nacional, que foi de 18,3% do Brasil. Renegociaçãojá: FaemgvaiàALMG Os produtores rurais de Minas Ge- rais, mobilizados pelos seus sindicatos e pela FAEMG, vão pleitear naALMG (As- sembleia Legislativa de Minas Gerais), a securitizaçãourgentedasdívidasdecré- ditorural.Aaudiênciapúblicaserárealiza- dapelaComissãodePolíticaAgropecuá- riaeAgroindustrialdaALMGeacontece- ránapróximaquarta-feira,15deabril,às 15h, em Belo Horizonte. Os produtores mineiros vêm enfren- tandonosúltimosanosumcenárioadver- so, devido à queda significativa na renda por causa dos baixos preços das com- moditiesagrícolasedeumarealidadecli- máticadesfavorável.Asituaçãodesfavo- rávelpersistenasafraatual,comíndices pluviométricosmuitoabaixodamédiahis- tórica.Essefatorimplicacustosdeprodu- çãoconsideráveisebaixaprodutividade, comprometendo a renda e a capacidade dehonrarcompromissosassumidos. Inflaçãodaterceiraidadeacumulaaltade8,56%em12meses O Índice de Preços ao Consumi- dor da Terceira Idade (IPC-3i), que mede a variação de preços de indiví- duos com mais de 60 anos de idade, ficou em 4,16% no primeiro trimestre desteano.Em12meses,oindicador acumula alta de 8,56%. Os números foram divulgados pela Fundação Getulio Vargas (FGV). A variação do custo de vida dos idosos ficou abaixo da taxa acumu- lada pelo Índice de Preços ao Con- sumidor - Brasil (IPC-BR), 8,59%, nomesmoperíodo. Esse índice de preços ficou aci- ma da inflação oficial, de 8,13%, medida pelo Índice de Preços ao ConsumidorAmplo.Oíndiceestábem superior ao teto da meta de inflação do Banco Central, que é de 6,5%. Contribuíram para o avanço de preçosavariaçãoemtransportes(de 1,96%para4,98%),alimentação(de 2,92% para 4,31%), despesas di- versas (de 0,56% para 3,65%) e saúde e cuidados pessoais (de 1,47% para 1,59%). Nacontramão,diminuíramasva- riações de vestuário (de 2,16% para -0,64%), educação, leitura e recrea- ção (de 2,94% para 2,10%) e co- municação (de 0,85% para 0,38%). Conta de água ficará mais cara em maio Os clientes da Companhia de Sa- neamento de Minas Gerais (Copasa) terão a tarifa reajustada em 15,04% a partir de 13 de maio. O novo per- centual aprovado pela Agência Re- guladora deAbastecimento de Água e Esgoto Sanitário do Estado de Mi- nasGerais(Arsae-MG)éomaiordos últimos seis anos, pelo menos, resul- tado da crise hídrica e da alta no cus- to da energia. Com o reajuste, a tarifa média da Copasa passa a ser de R$ 3,85 por metro cúbico de água utilizada. No esgotamento sanitário, a taxa média será de R$ 3,59 por metro cúbico. Para os usuários residenciais com consumo de 10 mil litros de água por mês e serviço de coleta de esgoto, por exemplo, o aumento na fatura será de R$ 5,20. Nesse caso, o valor da conta passaria de R$ 34,67 para R$ 39,87. Já para os beneficiados pela tarifa social, com o mesmo con- sumo, a alta será de R$ 3,55, com o valordacontapassandodeR$23,57 para R$ 27,12. Até fevereiro deste ano, cerca de 630 mil famílias eram beneficiadas por esse programa. Oreajustelevouemconta,dentre outrosfatores,asdespesasapresen- tadas pela companhia no último ano. Segundo nota técnica divulgada pela agência, a parcela dos custos admi- nistráveis - que inclui despesas com pessoal, serviços de terceiros, ou- trosmateriais,manutençãoedespe- sas de um modo geral - apresentou uma elevação de 7,93% entre maio de 2014 e abril de 2015. O impacto desse fator é de 83,09% sob os cus- tos gerais da companhia. Já as despesas não administrá- veis subiram 34,23% no mesmo pe- ríodo. Segundo o diretor-geral da Arsae,Antônio Caram Filho, o maior impacto nesse caso veio da energia elétrica,cujatarifaaumentou62,22% paraaCopasa.Somenteocustocom eletricidaderepresentouumimpacto de5,58pontospercentuaisdoíndice autorizado. Compensação Mas,segundonotatécnicapubli- cada pelaArsae, o reajuste nas altu- ras também tem ligação com a crise hídrica. Isso porque a Copasa teria quefazerumarestituiçãonovalorde R$64,325milhões,aseremdescon- tadosnessastarifas.Osrecursossão referentesaofaturamentodeusuári- osnatarifasocialabaixodametanos últimos12meses.Acompensaçãotra- riaumimpactopositivoparaoconsu- midor, com uma revisão na tarifa um pouco menor. Porém,paranãocomprometeros recursos da Copasa, que serão utili- zados em obras e programas emer- genciais necessários na conjuntura de crise hídrica, o pagamento será dividido em duas parcelas nos próxi- mos reajustes tarifários, corrigidos pela taxa Selic acumulada. O reajuste de 15,04% deste ano éomaiordosúltimosseisanos,perí- odo em que o cálculo passou a ser feito pelaArsae.Antes, o maior havia sido em 2011, com um percentual de 7,05%. Em 2010, foi de 5,25% e em 2012, de 4,34%. “Nos anos anterio- res não havia ocorrido uma alta de energia tão considerável. É um im- pacto que tem que ser levado em consideração”, afirma Caram Filho. O diretor-geral da agência expli- ca que o reajuste não compensará as perdas de faturamento que a Co- pasa vem apresentando em decor- rência do menor consumo de água. “Essacompensaçãodemandariauma revisão tarifária mais complexa e de- morada, o que não é o caso. Aqui o que contou mais foram os custos e a própria inflação”, ressalta. (Tatiana Lagôa. Diário do Comérico) OministrodaFazenda,JoaquimLevy, já começou a acionar o plano B para au- mentar as receitas e garantir o cumpri- mentodametafiscaldesteano.Aofensi- va do governo no campo dos impostos agora mira também os mais ricos – uma estratégiaquetemcomoobjetivogarantir apoio político ao pacote de ajuste fiscal, principalmentedasliderançasdoPT. Além de ter elevado, há uma sema- na,atributaçãodePISeCofinsincidente sobre as receitas das empresas obtidas com aplicações financeiras, o governo estuda aumentar a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) dos ban- cos. A CSLL subiria de 15% para 17% aoano,segundofontesouvidaspeloBro- adcast,serviçoemtemporealdaAgência Estado. AmedidatemoapoiodaReceitaFe- deral,segundofontesdogoverno.OFis- covêmargemparaesseaumentodacar- gatributáriadosbancos.Em2014,aarre- cadaçãodaCSLLdosbancossomouR$ 10,9bilhões. Levy visa aumento de impostos para bancos DESCENTRALIZAÇÃO Os planos deverão observar características e necessidades socioeconômicas de cada região A tarifa média da Copasa passa a ser de R$ 3,85 o metro cúbico
  7. 7. CIDADE - 7JORNALDENOTICIAS Montes Claros, terça-feira, 14 de abril de 2015 Crescenúmerodepassageirose cargasnoaeroportodeM.Claros Aocontráriodamaioriadoster- minais de Minas Gerais, o Aero- porto Mário Ribeiro ampliou o total de cargas e de passageiros trans- portadosnoprimeirobimestredes- teanoemrelaçãoaomesmoperío- dodoanopassado.Entrejaneiroe fevereiro, 65.014 usuários embar- caramedesembarcaramnotermi- naldeMontesClaroscontra59.392 noprimeirobimestredoanopassa- do.Jáototaldecargasmovimenta- doemjaneiroefevereirofoiquaseo dobro:31.812quiloscontra18.098 quilosdoanopassado.Entretanto, o número de pousos e decolagens em Montes Claros sofreu uma re- duçãonesteano:1.433contra1.577 operações em 2014. Mas a movimentação de car- gas segue em baixa nos demais aeroportos de Minas Gerais. No primeiro bimestre de 2015, os ter- minaislocalizadosnoEstadoregis- traram recuo de 12,4% no trans- portedecargasemrelaçãoaosdois primeiros meses do ano passado. As operações nos terminais pas- saramde379quilosmovimentados entrejaneiroefevereirode2014para 332milnoiníciodesteexercício.Os dados são da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e dizem respeito aos ae- roportosqueestãosobsuagestão, grupo que não inclui mais oAero- portointernacionalTancredoNeves, emConfins,naRegiãoMetropolita- na de Belo Horizonte (RMBH), já queoterminalagoraéadministrado pelaBHAirport. Entreosterminaissobagestão da estatal, somente o Aeroporto Mário Ribeiro, em Montes Claros, e os de Uberlândia e Uberaba, no Triângulo,realizaramasoperações detransportedecargasnesteinício de2015.OAeroportodaPampulha e Carlos Prates, ambos na Capital mineira,tiveramapenastráfegode passageiros. O maior volume de cargasembarcadas,desembarca- das e em trânsito ocorreu noAero- portodeUberlândia,quefoirespon- sável por 88,5% do fluxo total do Estado.Ao todo, foram 294 quilos no primeiro bimestre de 2015. O volume foi 17,8% menor do que o observado nos primeiros dois me- ses de 2014, já que naquele perío- dootransportedecargasmovimen- tou358milquilosnoterminal. Em Montes Claros, o volume transportadofoide31.812quilosno primeiro bimestre deste ano. Isso equivaleumaaltade176%sobreo resultadodoexercícioanterior.En- treefevereirode2014,ovolumede cargasquepassoupeloterminalfoi de 18 mil quilos. Em Uberaba tam- bém houve aumento no transporte decargas.Ovolumemovimentado saiu de 2.173 no primeiro bimestre de2014para6.959nesteano,oque equivaleaumincrementode320% entreosperíodos. PASSAGEIROS Já em relação ao fluxo de pas- sageiros houve aumento de movi- mentação nos terminais de Minas. Os aeroportos mineiros sob a ad- ministração da Infraero somaram mais de 432 mil pessoas transpor- tadasnoprimeirobimestrede2015. Esse número é 2,1% maior do que o registrado em janeiro e fevereiro anterior do ano passado, quando aproximadamente423milpessoas passaram pelos terminais de Mi- nas Gerais. Amovimentação noAeroporto de Uberlândia chegou a 193.075 passageiros até fevereiro, número 3,87% superior às 185.592 pesso- asquetransitarampeloterminalno mesmo período do ano anterior. O terminal respondeu por 44,6% do totaldepassageirosquepassaram pelos aeroportos da Infraero entre janeiroefevereirode2015. OfluxodepassageirosnoAero- porto da Pampulha chegou a 150.683noprimeirobimestredeste ano, contra 144.125 em 2014. Em Montes Claros, foram 65.014 pes- soas, contra 59.392 usuários no mesmo período de 2014. Em Uberaba passaram 19.526 passa- geiros no primeiro bimestre deste ano, enquanto que no Aeroporto Carlos Prates embarcaram e de- sembarcaram 3.832 pessoas. Em relação aos pousos e decolagens, oAeroportodeMontesClarosope- rou 1.433 manobras, um pouco abaixo da movimentação no mes- moperíodode2014,comoregistro de1.577pousosedecolagens. O NÚMERO de pousos e decolagens caiu em Montes Claros neste ano, mas os de passageiros e cargas aumentaram GEORGE LUCAS/AMC Demandaaéreadoméstica cresceu 4,1% em fevereiro A demanda (em passageiros- quilômetrospagostransportados– RPK)portransporteaéreodomés- tico de passageiros registrou cres- cimento de 4,1% em fevereiro de 2015, comparada com o mesmo mêsde2014,enquantoaoferta(em assentos-quilômetrosoferecidos– ASK) registrou aumento de 4,7% nomesmoperíodo.Comoresulta- do de fevereiro de 2015, a deman- dadomésticacompletou17meses consecutivos de crescimento, e al- cançou o seu maior nível para o mêsnosúltimosdezanos.Jáaofer- ta doméstica apresentou o sexto mês consecutivo de crescimento. Entre as principais empresas aéreas brasileiras,Avianca eAzul destacaram-secomasmaioresta- xas de crescimento da demanda doméstica em fevereiro de 2015, quando comparadas com o mes- mo mês de 2014, da ordem de 13,4% e 8,5%, respectivamente. TAM e Gol lideraram o mercado doméstico em fevereiro de 2015 com participação (RPK) de 36,6% e de 36,1%, respectivamente. A TAM teve queda de 2,7% em sua participaçãodemercado,enquanto aGoltevereduçãode1,2%noindi- cador.Ataxadeaproveitamentodas aeronaves em voos domésticos operadosporempresasbrasileiras (RPK/ASK) foi de 80,0%. Com este resultado mensal, o indicador registrou queda de 0,6% em relação ao mesmo mês de 2014.Trata-sedaprimeirabaixado indicador após uma sequência de 18 meses consecutivos de alta. Constatou-se que a empresaAzul prestouinformaçãoinexataàANAC relativa à quantidade de passagei- rostransportadosemvoosdomés- ticos no mês de fevereiro de 2015, tendosidoinstauradoprocessoad- ministrativo para a apuração de in- fração por este motivo. Assim, a quantidadedepassageirostranspor- tadosemvoosdomésticosporessa empresaapresentadosnorelatório sãoresultadodeestimativafeitapela AgênciaparacomporoRelatóriode Demanda e Oferta de fevereiro de 2015, buscando apresentação de umasituaçãomaispróximadarea- lidade. Em decorrência disso, es- pera-se um crescimento em feve- reiro de 2015 para o mercado do- méstico operado por todas as em- presas brasileiras entre 0,71% e 1,55%naquantidadedepassagei- ros,emrelaçãoafevereirode2014. O número de passageiros pa- gos transportados no mercado do- méstico vem registrando variação positivahá17mesesconsecutivos, nocomparativocomomesmomês do ano anterior.Aparticipação dos modaisaéreoerodoviárionotrans- porteinterestadualdepassageiros delongadistânciainverteu-sedes- de2004,quandootransporterodo- viário era responsável por 69,2% dos passageiros e o modal aéreo por30,8%.Noperíododejaneiroa setembro de 2014, as empresas aéreas transportaram 62,6% dos passageirosnestemercadoeasde transporterodoviário37,4%. DEMANDA aérea doméstica aumentou 4,1% neste ano DIVULGAÇÃO ANAC CARTORIO DE PROTESTOS JORGE ANTONIO DOS SANTOS EDITAIS 13/04/2015 Pca. Dr. Carlos 19, Lj 2 OCORRENDO AS HIPOTESES DO ART. 15 DA LEI 9.492 DE 10/ 09/97, FICAM AS PESSOAS FISICAS E JURIDICAS ABAIXO RELACIONADAS NOTIFICADAS PARA, NO PRAZO DE 3(TRES) DIAS, A CONTAR DA DATA DA PUBLICACAO DESTE, VIREM A ESTE TABELIONATO, A FIM DE PAGAR, ACEITAR OU DEVOLVER OS DOCUMENTOS QUE SEGUEM, OU DAR RAZOES PORQUE NAO O FAZEM, FICANDO, DESDE JA INTIMADAS DE SEU PROTESTO, CASO NAO O FACAM. PRAZOFINALPARAPAGAMENTO:16/04/2015QTDETITULOS:28 HORARIO DE FUNCIONAMENTO: 09:00 AS 12:00 / 13:00 AS 17:00 CSV - COMERCIO E SERVICOS VIEIRA LTDA - ME DOC.NUM. 04201572000190 ROD BR 365, 0, QUILOMETRO 48 39380000 CLARO DOS POCOES (MG) DATAAPRESENTACAO 11/03/2015 PROTOCOLO 1443180 REINALDO PEREIRA DE SOUZA DOC.NUM. 03510949625 FAZENDA SANTA CRUZ POVOADO LARANJAO 39592000 GLAUCILANDIA (MG) DATA APRESENTACAO 13/03/2015 PROTOCOLO 1443627 TRANSPORTADORACLARO DOS POCOES LTDA-ME DOC.NUM. 1092406800020 R. ARMANDO V. BRANT, N 98 VISTA ALEGRE 39596972 CLAROS DOS POCOES (MG) DATAAPRESENTACAO 13/03/2015 PROTOCOLO 1443630 HERMES SILVA RODRIGUES DOC.NUM. 03361785650 R. CAPITAO LUIZ RIBEIRO, 198 CENTRO 39420000 MIRABELA(MG) DATAAPRESENTACAO 01/04/2015 PROTOCOLO 1445898 CIDMARCIO RIBEIRO MENDES DOC.NUM. 08501744654 OLEGARIO MUNIZ, 28 JOSE CARLOS VALE DE 39402351 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 07/04/2015 PROTOCOLO 1446450 DORINEI PEREIRA DO NORTE DOC.NUM. 09292917609 RUA MACEDONIA 110 SANTOS REIS 39401228 MONTES CLAROS (MG) DATAAPRESENTACAO 08/04/2015 PROTOCOLO 1446743 LEILA DE JESUS TEIXEIRA DOC.NUM. 23437626604 AV ATLANTICA 953 VILA IPIRANGA 39400000 MONTES CLAROS (MG) DATAAPRESENTACAO 08/04/2015 PROTOCOLO 1446770 LEOCADIA DOS SANTOS MOURA DOC.NUM. 01693586665 RUA NOSSA SENHORA DAS VITORIAS 212 VERA CRUZ 39400000 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 08/04/2015 PROTOCOLO 1446771 MARCOS RIBEIRO DA SILVA DOC.NUM. 80239862600 RUA HENRIQUE BATISTA 237 A ESPLANADA 39400000 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 08/04/2015 PROTOCOLO 1446773 ROSAMAR CENTER COUROS LTDA - M DOC.NUM. 07236240000139 R SIMEAO RIBEIRO, 140 39400004 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 09/04/2015 PROTOCOLO 1446791 ZAILA COMERCIO DE CALC E ACESSORIOS LTDA DOC.NUM. 17213062000184 AV. DR. JOSE CORREA MACHADO, 1079 LJ 63 IBITURUNA 39401832 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 09/04/2015 PROTOCOLO 1446826 KENYA MARIELLE ALMEIDA E SILVA DOC.NUM. 01394397658 R SEVERO LEITE 312 CASA VILA GUILHERMINA 39400490 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 09/04/2015 PROTOCOLO 1446843 LAERCIO SOARES DE MELO DOC.NUM. 58157131634 R CAMELIA 500 SAGRADA FAMILIA 39401020 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 09/04/2015 PROTOCOLO 1446846 MINERADORA BRISA LTDA - ME DOC.NUM. 06345066000108 PALMARES 101 ESPLANADA 39401454 MONTES CLAROS (MG) DATAAPRESENTACAO 09/04/2015 PROTOCOLO 1446874 LINDOLFO TEIXEIRA MENDES DOC.NUM. 19954130000191 ALTINO DE FREITAS 391 CENTRO 39400023 MONTES CLAROS (MG) DATAAPRESENTACAO 09/04/2015 PROTOCOLO 1446875 ENDERSON GONCALVES NERES DOC.NUM. 07189347682 R P 196 NOSSA SRA DAS GRACA 39400001 MONTES CLAROS (MG) DATAAPRESENTACAO 09/04/2015 PROTOCOLO 1446882 ENDERSON GONCALVES NERES DOC.NUM. 07189347682 R P 196 NOSSA SRA DAS GRACA 39400001 MONTES CLAROS (MG) DATAAPRESENTACAO 09/04/2015 PROTOCOLO 1446883 MARCIO ROGERIO SANTANA DOC.NUM. 04229788000163 JUSTINIANO COSTA264 PLANALTO 39404024 MONTES CLAROS (MG) DATAAPRESENTACAO 09/04/2015 PROTOCOLO 1446884 MINERADORA BRISA LTDA - ME DOC.NUM. 06345066000108 PALMARES 101 ESPLANADA 39401454 MONTES CLAROS (MG) DATAAPRESENTACAO 09/04/2015 PROTOCOLO 1446897 PHOENIX NORTE CONSTRUTORA LTDA-ME DOC.NUM. 14730838000145 RUA DOUTOR SANTOS,362 SALA 202 CENTRO 39400001 MONTES CLAROS (MG) DATAAPRESENTACAO 09/04/ 2015 PROTOCOLO 1446943 PEDROHENRIQUEDEFREITASCOSTAALVESDASILVDOC.NUM. 09120225660 RUA EUZEBIO ALVES SARMENTO, 395 JARDIM SAO LUIZ 39401050 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 09/04/2015 PROTOCOLO 1446970 ANDERSON HARLEY GOMES - ME DOC.NUM. 07406133000101 AVENIDA FRANCISCO CAETANI, 1204, LETRA A MAJOR PRA 39403202 MONTES CLAROS (MG) DATAAPRESENTACAO 09/04/ 2015 PROTOCOLO 1446973 RENATO ANTUNES MAGALHAES - ME DOC.NUM. 09049426000104 RUA SEBASTIAO DIAS SOARES, 63 SAO JOSE 39400346 MONTES CLAROS (MG) DATAAPRESENTACAO 09/04/ 2015 PROTOCOLO 1446981 ALZIRA LEITE SILVA - ME DOC.NUM. 13268139000162 AVENIDA DEPUTADO ESTEVES RODRIGUES, 664 CENTRO 39400215 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 09/04/2015 PROTOCOLO 1446991 ODONTOMEDICA NOGUEIRA LTDA - ME DOC.NUM. 01429743000144 AVENIDA SANTOS DUMONT, 163 CENTRO 39400061 MONTES CLAROS (MG) DATAAPRESENTACAO 09/04/ 2015 PROTOCOLO 1446992 RUBENS LUZ LEITE DOC.NUM. 26815001687 AVENIDA ATLANTICA, 99 SAO JOSE 39400618 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 09/04/2015 PROTOCOLO 1447006 RUBENS LUZ LEITE DOC.NUM. 26815001687 AVENIDA ATLANTICA, 99 SAO JOSE 39400618 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 09/04/2015 PROTOCOLO 1447007 GILBERTO OTTONI DOC.NUM. 04937790609 RUA BENJAMIM DOSANJOS, 673 MELO 39401064 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 09/04/2015 PROTOCOLO 1447009 ———————————— JORGE ANTONIO DOS SANTOS
  8. 8. Montes Claros, terça-feira, 14 de abril de 2015 JORNALDENOTÍCIAS8 - KAROBA EMAIL: vanguardavidros@outlook.com TODO TIPO DE VIDRO -BOX PARA BANHEIRO-PERSIANAS - FACHADAS-BIZOTÊ ESPELHOS -TAMPOS DE MESA JATO DE AREIA -MODULADOS-DIVISÓRIAS FORRO PVC- (38) 3221-4740 /3221-5005/3084-0004 FONES: VENDE-SE COM 02 QUARTOS, SENDO 01 SUÍTE, SALA, COZINHA, ÁREA SERVIÇO, GARAGEM PARA 02 CARROS, QUINTAL GRANDE. VALOR 170.000,00. C/HABITE-SE/PROGRAMA MINHACASAMINHAVIDA. CASA PRONTA PARA MORAR BAIRRO ALTEROSA 9949-1178 - 9203 -8858 TRATAR FONES: Vende-se uma casa em estilo colonial, situada no bairro Todos os Santos: Rua Santa Mônica, com três (3) quartos – todos com guarda-roupa –, sendo uma suíte, três (3) salas, cozinha, área de serviço, barra- cão , garagem com vaga para dois carros (virada para o nascente); toda documentada. OBS: pode-se fazer prédio até 10 andares VALOR A COMBINAR VENDE-SE URGENTE Tratarfones:3221-9261e8825-2507-8825-2506 Telefones para contato: APTO NOVO , 02 QUARTOS 01 VAGA NA GARAGEM 1º ANDAR - 66 m² PRIVATIVA 89m² CONSTRUÇÃO (38)3222-0119 (38)8808-6199 VENDE-SE BAIRRO: AUGUSTA MOTA PREÇOS A PARTIR DE 330 mil com ENG /PROPRIETARIO APARTAMENTOSNO JARDIMSÃOLUIS VENDE-SE 3 QUARTOS,(1SUITE) SALA/ COPA,..ACABAMENTO DE PRIMEIRA,CHURRASQUEIRA E AREA GOURNET, 2 VAGAS 80 a 110 mt2 PREDIO COM 6 APTOS. AREA DE 80 a 110 MT2 - Aceita veículo no negócio. TEL CONTATO 99867006 Vende-se uma casa nova, em área nobre do Ibituruna, na Av. Espanha, nº 55. Primeiro piso: garagem coberta p/4 carros, lavabo, cozinha com dispensa, área de churrasqueira coberta, jardim interno, área de serviço. Segundo piso: suite com closet, 2 quartos com banho social, sala de TV, escritório. Portas e janelas em blindex fumê, teto rebaixado em todos ambientes. Tratar nos fones: (38)9932-8665/9193-2006. CASANOVANOIBITURUNA Casa pronta para morar. Aceita-se Imóvel (Lote) ou Gado como entrada, documentação pronta pra financiamento. IMPACTO MANCHETE DO DIA PEREGRINO GOSTOU & Cretininha RAPIDINHA ABRAÇOS GRAN FINALE QUEMLÊACOLUNAKAROBA PEREGRINO NÃO GOSTOU HOROSKAROBANIVERDECÉSAR-Funcio- nários da Amams se reuni- ram na night de sexta-feira passada, para organizar uma festa surpresa para o seu presidente César Emí- lio. Pura emoção!! CARICATURAS – E o boa praça Robin Gomes conti- nua mostrando seu talen- to com as suas pinturas e caricaturas. Aguardem uma exposição desse mestre nos próximos dias. CABEÇA BAIXA - Baixar a cabeça? Só se for pra fin- girquenãotevinarua.Fui! BLÁ blá blá abobrístico fei- to dia desses aí, pelo fol- clórico Moacir, o Moá, e que merece registro: “Karobi- nha, sabe a vida? Ela con- tinua!” Bram! SOMBRA – Que atire um Peter Pan quem nunca pu- lou as sombras das pes- soasquepassavamdoseu lado não sabe o que é ter imaginação. Thum! AMIGO - Amigo mesmo é aquele que te joga na cara “eu te avisei”, quando você se ferra. Humpft! DESCOBERTAS – tenho conferido aí algumas piri- guetes se dando mal em relações, porque os seus namorados descobriram os seus passados. Ai elas choram, au au au... ARIES – Se o seu amigo é o Ricardão e a sua mulher não quer nada com você na cama, istop é impulse! Cor do Dia: Azul Boca Fedendo. TOURO – Ainda esperando notícias boas do horoskaroba para começar o seu dia. Até quando vai continuar acreditando nessas baboseiras? Cor do Dia: Marrom Cueca de Xunda. GÊMEOS – Se na terra de Figueira não tem o homem ideal, porque não vai procurar lá em Lontra? Talvez você encontre um mocro por lá. Cor do Dia: Lilás loucura no caldeirão. CÂNCER - Seu time perdeu e você está triste? Preocupa não, vai comer uma dobradinha no mercado. Cor do Dia: Branco ai que ódio. LEÃO – Depois de uma balada neste final de semana e de não saber o que fez com tantas biritas na cabeçona, o jeito é aguardar onde foi que você deixou a sua calcinha. Cor do Dia: Preta calcinha de zebra. VIRGEM – Momento oportuno para pagar as contas e não ser mais chantageado pelo Fabão Taradão, que fica sempre naquela ou dá a grana ou desce... a cuequinha de oncinha. Cor do Dia: Vermelho tô ferrada. LIBRA - Para não mudar de lado e gozar a vida, o negócio é apelar para o comprimidinho azul. Cor do Dia: Cinza sabiá. ESCORPIÃO – Quer ir para o além de cabeça erguida? Beba um coquetel de Baygon com Detefon e esqueça seus problemas financeiros! Cor do Dia: Laranja Bobão. SAGITÁRIO - Cuidado, práticas sexuais mais arrojadas, com uso de chicote e espora podem ser dolorosas. Cor do Dia: Amarelo horrorosa. CAPRICÓRNIO - Converse muito com o seu parceiro. Lembre-se que na vida, vale tudo. Só não vale dançar homem com homem e nem mulher com mulfher. O resto vale. Cor do dia: Prata Luzente de Tolemado. AQUÁRIO - Você está precisando falar mais consigo mesma. Aproveite para fazer um retiro... Comece retirando todas essas gordurinhas acumuladas... acumuladas no corpo inteiro! Cor do Dia: Fubuia com Boldo. PEIXES - Chega de ficar pesando as coisas, isso, além demorar muito, não faz bem. Pois pode dar uma baita dor nas costas. Cor do Dia: Roxa Lôchas. “A única forma de não morrer é não nascer” DE pessoas sinceras e que sempre se mostram companheiras e amigas! É isso ai! DAQUELES amigos que você teimar em querer ajudar, mas eles não querem. Afe! Um pedreiro, no meio do serviço, liga para casa e diz para a esposa, todo ofegante: - Mulher, você nem queira saber... Escapei de uma boa, caí de uma escada de quinze metros de altura. - Ai, meu Deus. E você está muito machucado? - Não... Nem um pouquinho. Eu ainda estava no primeiro degrau. O amigo MARQUITO GUIMARÃES é leitor assíduo da coluna e karobano de carteirinha e presença garantida no 12º BAIÃO DE DOIS DO KAROBA, em agosto. Ishalá! FINALIZANDO A COLUNA desta terça-feira, abraços para Maria Lúcia Sarmento, Jorge & Mateus, Cristine Athayde, Tuca Porreta, Mariah Carrey e Pedro Gudeu. Quarta-feira tem mais. Bye! “Suas ações são as legendas dos seus sonhos” “Deus poderia morar em qualquer lugar do Universo, mas escolheu morar em nossos corações” NOS TEMPOS DA BRILHANTINA 2015 - O aniversariante da semana, César Emílio (by presidente da Amams) & Mércia Brito, com Arthur Júnior e o vereador Eduardo Madureira. César, feliz aniversário, parabéns e longa vida! NOS TEMPOS DA BRILHANTINA 2015 - Sandrinha Madureira, Fatinha Alcântara, Maicon Tavares, Ritinha Maluf e Arthur Júnior EDITAL DE CONVOCAÇÃO O Presidente da entidade supra, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, convoca todos os diretores, associados e não associados, para participarem da Assembléia Geral Extraordinária, realizar- se no dia 15 de Abril (quarta-feira) de 2015 ás 17:30 horas na sede do sindicato do cimento, situado á rua Fabio Guimarães Athayde 25 vila Brasília com qualquer número de presentes, a fim de deliberarem sobre os seguintes assuntos: - Alteração de endereço - Assuntos Gerais. Montes Claros, 15 de Abril 2015. Marcos Antonio dos Santos Presidente SINMENTO - Sindicato dos Trabalhadores na Industria de Cimento e Produtos de Cimento de Montes Claros CGC 21.353.941/0001-89 Reconhecido pelo MT em 18/10/1983 sob Nº MTb 315.264 SEDE: Rua Fabio Guimarães Athayde , 25 - Vila Brasília - Fone: (38) 3221 - 1905 CEP: 39400.156 -- Montes Claros - Minas Gerais

×