TECNOLOGIAS E SISTEMAS DE
INFORMAÇÃO PARA A WEB

Autores:
António Jorge Santos Carvalho
Dante Ferreira Marinho
Unidade curricular: Sistemas Computacionais
Docente/ Orien...

Enquadramento das tecnologias ao serviço das pessoas
com necessidades especiais.
A Tecnologia traduz-se em soluções para...

Historicamente podem ser reconhecidas quatro etapas
relativamente às pessoas portadoras de deficiência:
 Era pré-cristã...

Desde sempre o homem procura soluções para os problemas.
As tecnologias têm tido um papel fundamental.
A tecnologia não ...

Dispositivos, técnicas e processos, para assistência, reabilitação e
melhorar a qualidade de vida de pessoas com deficiê...

Nas instituições de ensino, tem como objetivo romper a barreira
operacional por parte dos deficientes e promover a parti...

Grandes avanços!
Como qualquer outro tipo de deficiência, as pessoas
invisuais procuram cada vez mais a possibilidade de...

Deficiência Visual
Software de interação via áudio que permite que seja narrado tudo
o que esteja impresso no ecrã do co...

Deficiência Visual
A linha braille traduz o texto do computador para pontos (código
Braille) situados numa linha de um t...

Deficiência Visual
Através de uma microcâmara e software de reconhecimento de
texto, o leitor fotografa o documento e tr...

Deficiência Visual
Impressora que realiza a transcrição do texto para braille, através
de um software, e imprime um docu...

Deficiência Visual
É uma impressora de alto-relevo que traz uma experiência tátil
para o cego . Com ela, um deficiente v...

Existe uma ampla variedade de tipos de deficiência
motora necessidades tecnológicas
semelhantes no que diz respeito ao a...

Deficiência Motora
Um bastão que se utiliza, quando uma pessoa não possa usar as
mãos, para escrever ou para manipular u...

Deficiência Motora
Através dos movimentos da cabeça, pode-se fazer com que a
varinha escrever caracteres, ou navegue na ...

Deficiência Motora
Um interruptor que é usado por pessoas com mobilidade muito
reduzida, por exemplo pessoas que apenas ...

Deficiência Motora
Estes são capazes de interpretar as ações de fluxo de ar do usuário
para ligar e desligar e pode ser ...

Deficiência Motora
Este equipamento não é propriamente um objecto desenvolvido
para a assistência, mas muitas vezes é ad...

Deficiência Motora
São variações dos teclados comuns para pessoas com necessidades
motoras diferentes.
Teclados Adaptados

Deficiência Motora
Utilizados para controlar o computador através da fala, bastando
para isso que o utilizador possua um...

Deficiência Motora
Através de electrodos fixados na região próxima aos olhos da
pessoa, os movimentos oculares são conve...

Deficiência Motora
Stephen Hawking convive com uma doença degenerativa motora, mas
que não atinge as funções cerebrais. ...

Deficiência Motora
Após perder os movimentos dos dedos, o cientista encontrou outra
maneira de se comunicar, adaptando u...

Deficiência Auditiva
Durante muito tempo, a trompeta ou tubo, foi o único instrumento
disponível para resolver alguns pr...

Deficiência Auditiva
Este sistema permite um elevado grau de correção sonora devido à
utilização de 3 microfones que em ...

Deficiência Auditiva
Sistema de aviso por vibração e/ou luminosos que têm várias
utilidades como é o caso do aviso da ca...

Deficiência Auditiva
Através de uma cirurgia, é colocado um implante constituído por
um fio que é colocado dentro do can...

Deficiência Mental
Esta aplicação faz a tradução de uma pronúncia impercetível, num
discurso entendível, permitindo a co...

Deficiência Mental
Esta aplicação possibilita que as crianças tenham um contacto com
estímulos de forma mais dinâmica e ...

Deficiência Mental
Desenvolvida na Austrália, esta aplicação permite que as crianças
comuniquem usando imagens, símbolos...

Deficiência Mental
Trata-se de um wearable interface mental que funciona por via wireless
entre o homem e a máquina. Est...

Ideia de Negócio
A ideia surge de um ponto em comum entre os dois integrantes do grupo.
Ambos têm uma ligação muito fort...

Ideia de Negócio
Uma sequência de sapateado simples pode ser apresentada das seguintes
formas de acordo com cada estilo ...

Ideia de Negócio
Com a rapidez dos passos, torna-se difícil a sua escrita.
Se pensarmos agora numa pessoa invisual que q...

Ideia de Negócio
Funcionalidade:
É registada informação de passos através de uma palmilha especial e
sensores de choque,...

Ideia de Negócio
Registo dos batimentos e movimentos e converte-os numa sequência de
palavras previamente atribuídas par...

Ideia de Negócio
Pensamos utilizar no nosso projeto uma palmilha que está em
desenvolvimento pelo INESC do Porto. Trata-...

Obrigado!
TECNOLOGIAS AO SERVIÇO DAS PESSOAS
COM NECESSIDADES ESPECIAIS
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalho Prático - Sistemas Computacionais

377 visualizações

Publicada em

Tema: TECNOLOGIAS AO SERVIÇO DAS PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS
Apresentação do Trabalho Prático da cadeira de Sistemas Computacionais.
Grupo 7: António Carvalho e Dante Marinho
ESEIG - Tecnologias e Sistemas de Informação para a Web

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
377
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
80
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho Prático - Sistemas Computacionais

  1. 1. TECNOLOGIAS E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA A WEB
  2. 2.  Autores: António Jorge Santos Carvalho Dante Ferreira Marinho Unidade curricular: Sistemas Computacionais Docente/ Orientador: Professor André Miguel Baltazar TECNOLOGIAS AO SERVIÇO DAS PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS
  3. 3.  Enquadramento das tecnologias ao serviço das pessoas com necessidades especiais. A Tecnologia traduz-se em soluções para as dificuldades do quotidiano das pessoas com necessidades especiais. INTRODUÇÃO
  4. 4.  Historicamente podem ser reconhecidas quatro etapas relativamente às pessoas portadoras de deficiência:  Era pré-cristã  negligência e maltratos  Cristianismo  proteção  Séculos XVIII e XIX  instituições e educação específica  Final do século XX  aceitação e integração INTRODUÇÃO
  5. 5.  Desde sempre o homem procura soluções para os problemas. As tecnologias têm tido um papel fundamental. A tecnologia não está somente ligado à informática, como muito se pensa. Durante toda a história da humanidade existiram aplicações tecnológicas. Só a partir do século XX, com a invenção dos computadores é que as aplicações tecnológicas passaram a ser informatizadas. INTRODUÇÃO
  6. 6.  Dispositivos, técnicas e processos, para assistência, reabilitação e melhorar a qualidade de vida de pessoas com deficiência física. A Tecnologia de Apoio (TA) desloca-se do espaço da saúde para o espaço da vida das pessoas com deficiência. INTRODUÇÃO Tecnologias destinadas a auxiliar as pessoas portadoras de deficiência.
  7. 7.  Nas instituições de ensino, tem como objetivo romper a barreira operacional por parte dos deficientes e promover a participação e inclusão. A TA existe para apoiar a aprendizagem e o ensino entre alunos e professores. Traz recursos e estratégias para que o aluno se possa expressar melhor e com mais autonomia. INTRODUÇÃO
  8. 8.  Grandes avanços! Como qualquer outro tipo de deficiência, as pessoas invisuais procuram cada vez mais a possibilidade de serem pessoas… Em todas as tarefas que realizam. Deficiência Visual AUTÓNOMAS
  9. 9.  Deficiência Visual Software de interação via áudio que permite que seja narrado tudo o que esteja impresso no ecrã do computador. Leitor de Tela para Computadores
  10. 10.  Deficiência Visual A linha braille traduz o texto do computador para pontos (código Braille) situados numa linha de um teclado. Com este dispositivo, o deficiente visual tem acesso à grafia, trazendo-lhe mais autonomia. Linha Braille
  11. 11.  Deficiência Visual Através de uma microcâmara e software de reconhecimento de texto, o leitor fotografa o documento e transforma-o em áudio, fazendo assim a narração do texto capturado para que o usuário possa ouvir o que está escrito. Leitor Autónomo
  12. 12.  Deficiência Visual Impressora que realiza a transcrição do texto para braille, através de um software, e imprime um documento de alto-relevo em braille. Impressora Braille
  13. 13.  Deficiência Visual É uma impressora de alto-relevo que traz uma experiência tátil para o cego . Com ela, um deficiente visual pode reconhecer uma assinatura ou qualquer outra coisa que esteja desenhada no papel. Máquina Fusora
  14. 14.  Existe uma ampla variedade de tipos de deficiência motora necessidades tecnológicas semelhantes no que diz respeito ao acesso da informação. Deficiência Motora
  15. 15.  Deficiência Motora Um bastão que se utiliza, quando uma pessoa não possa usar as mãos, para escrever ou para manipular um mouse trackball. A sua utilização excessiva causa bastante desconforto para quem necessita de realizar os movimentos com o bastão. Bastão de Boca
  16. 16.  Deficiência Motora Através dos movimentos da cabeça, pode-se fazer com que a varinha escrever caracteres, ou navegue na web. A fadiga também pode ser um problema quando é necessário realizar várias ações para uma tarefa. Varinhas de Cabeça
  17. 17.  Deficiência Motora Um interruptor que é usado por pessoas com mobilidade muito reduzida, por exemplo pessoas que apenas podem mexer a cabeça. Esta ação é normalmente interpretada por um programa de computador e permite ao usuário navegar através do sistema operacional, em páginas web e outros ambientes. Interruptor de Acesso Único
  18. 18.  Deficiência Motora Estes são capazes de interpretar as ações de fluxo de ar do usuário para ligar e desligar e pode ser utilizado para vários fins, desde controlar uma cadeira de rodas até navegar num computador. Interruptor de Assoprar e Aspirar
  19. 19.  Deficiência Motora Este equipamento não é propriamente um objecto desenvolvido para a assistência, mas muitas vezes é adotado por pessoas com deficiência motora, sendo mais fácil de manipular do que um rato comum. Rato Trackball
  20. 20.  Deficiência Motora São variações dos teclados comuns para pessoas com necessidades motoras diferentes. Teclados Adaptados
  21. 21.  Deficiência Motora Utilizados para controlar o computador através da fala, bastando para isso que o utilizador possua uma voz que seja fácil compreender. Software para Reconhecimento de voz
  22. 22.  Deficiência Motora Através de electrodos fixados na região próxima aos olhos da pessoa, os movimentos oculares são convertidos em comandos do computador. O mouse é controlado através da movimentação dos olhos e um piscar de olhos é traduzido num clique. Para digitar texto, pode ser utilizado um teclado virtual. Mouse Ocular
  23. 23.  Deficiência Motora Stephen Hawking convive com uma doença degenerativa motora, mas que não atinge as funções cerebrais. Ele utiliza um sintetizador de voz para conversar com as pessoas e seus alunos da Universidade de Cambridge, onde ocupa o posto de professor lucasiano de matemática, cadeira já pertenceu anteriormente a outra personalidade extraordinária, o cientista Isaac Newton. O Cientista Stephen Hawking Stephen Hawking é um dos maiores exemplos em que a tecnologia pode ser uma aliada para os portadores de deficiências físicas. Considerado um dos mais consagrados físicos de todo o mundo.
  24. 24.  Deficiência Motora Após perder os movimentos dos dedos, o cientista encontrou outra maneira de se comunicar, adaptando um dispositivo na armação dos óculos e conectado ao computador, permitindo que digite frases através de movimentos dos músculos da face. O Cientista Stephen Hawking
  25. 25.  Deficiência Auditiva Durante muito tempo, a trompeta ou tubo, foi o único instrumento disponível para resolver alguns problemas de audição. Trompeta auditiva
  26. 26.  Deficiência Auditiva Este sistema permite um elevado grau de correção sonora devido à utilização de 3 microfones que em conjunto com um programa informático consegue melhorar a qualidade do som nos mais variados ambientes. Amplificadores auditivos
  27. 27.  Deficiência Auditiva Sistema de aviso por vibração e/ou luminosos que têm várias utilidades como é o caso do aviso da campainha da porta, ou de um alarme de incêndio ou simplesmente de um choro de um bébé. Aplicação BRACI
  28. 28.  Deficiência Auditiva Através de uma cirurgia, é colocado um implante constituído por um fio que é colocado dentro do canal auditivo. Os sons são captados por um pequeno microfone situado junto à orelha e são processados por um minúsculo computador situado debaixo da pele. Implante Cochlear
  29. 29.  Deficiência Mental Esta aplicação faz a tradução de uma pronúncia impercetível, num discurso entendível, permitindo a comunicação usando a sua própria voz. Aplicação Talkitt
  30. 30.  Deficiência Mental Esta aplicação possibilita que as crianças tenham um contacto com estímulos de forma mais dinâmica e destina-se a crianças em idade pré-escolar com atraso na fala ou problemas graves na fala. My first AAC
  31. 31.  Deficiência Mental Desenvolvida na Austrália, esta aplicação permite que as crianças comuniquem usando imagens, símbolos e vozes sintetizadas de alta qualidade, das mais variadas situações básicas do dia-a-dia Aplicação Avaz
  32. 32.  Deficiência Mental Trata-se de um wearable interface mental que funciona por via wireless entre o homem e a máquina. Este equipamento funciona como um encefalógrafo (EEG), possui entre 5 e 16 sensores consoante a versão e permite que as pessoas controlem computadores com a mente sem tocar em qualquer tecla. Emotiv Epoc
  33. 33.  Ideia de Negócio A ideia surge de um ponto em comum entre os dois integrantes do grupo. Ambos têm uma ligação muito forte à dança. O Sapateado Americano e o Flamenco são danças praticadas com a percussão dos sapatos ao chão. Na preparação de uma sequência de sapateado, há uma tarefa complexa e morosa para descrever os passos. Tap Writer
  34. 34.  Ideia de Negócio Uma sequência de sapateado simples pode ser apresentada das seguintes formas de acordo com cada estilo de dança: Exemplo 1: Sapateado Flamenco PL-D ; TB-D ; 2G-E ; TL-D (Ex: Planta do pé direito; Tacão com o pé direito; Duplo golpe com o pé esquerdo; Talón com o pé Direito.). Exemplo 2: Sapateado Americano Heel Drop: batida do calcanhar, com a ponta fixa ao chão. Tap Writer
  35. 35.  Ideia de Negócio Com a rapidez dos passos, torna-se difícil a sua escrita. Se pensarmos agora numa pessoa invisual que queira praticar estas modalidades, irá ter uma dificuldade muito grande em acompanhar uma classe, sem conseguir fazer anotações. A aplicação que nós propomos, parte deste ponto de partida e tem como objetivo escrever automaticamente o sapateado enquanto ele é executado. Tap Writer
  36. 36.  Ideia de Negócio Funcionalidade: É registada informação de passos através de uma palmilha especial e sensores de choque, de forma a captar os batimentos efetuados com cada parte do pé(pontas e calcanhares). Para além destes sensores, estarão colocados mais dois sensores de deslocação: horizontal e vertical. Tap Writer
  37. 37.  Ideia de Negócio Registo dos batimentos e movimentos e converte-os numa sequência de palavras previamente atribuídas para cada tipo de batimento. Tap Writer Ligação wireless Smartphone Opções na aplicação: • alteração de linguagem (áudio e escrita) • opção de treino (comparador de execução) • tradução para brille (para impressão em braille)
  38. 38.  Ideia de Negócio Pensamos utilizar no nosso projeto uma palmilha que está em desenvolvimento pelo INESC do Porto. Trata-se da tecnologia WALKINSENSE. Tap Writer
  39. 39.  Obrigado! TECNOLOGIAS AO SERVIÇO DAS PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS

×