TEMÁTICA: Cidadania: Natal Solidário
TURMA: 1º Ano. Ensino médio
DURAÇÃO: 7 aulas

1- JUSTIFICATIVA
Ao olharmos ao redor d...
• Levantar um diagnóstico socioeconômico da comunidade local, visando às famílias de
baixa renda ou sem nenhuma renda, des...
Ação solidária direta as famílias, através de visitas, pesquisas, doações e outras
ideias que os próprios alunos possam su...
REFERÊNCIAS:

DURKHEIM, E. 1973. Da divisão do trabalho social, São Paulo, Abril.
BARROS, R., CARVALHO, M. D., FRANCO, S. ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Projeto social

105 visualizações

Publicada em

Cidadania: Natal Solidário

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
105
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto social

  1. 1. TEMÁTICA: Cidadania: Natal Solidário TURMA: 1º Ano. Ensino médio DURAÇÃO: 7 aulas 1- JUSTIFICATIVA Ao olharmos ao redor do mundo, do nosso País, Estado, município ou comunidade em que vivemos, podemos concluirque qualquer iniciativa que pretendamos fazer é pouco diante do quadro de dessabores que há na sociedade. Em nossa cidade, apesar de ser uma cidade rica e desenvolvida se comparada a outras, podemos perceber que sofre um tanto com o desnível social, com o desemprego e com a má distribuição de rendas,que é realidade em todo nosso país, que por sua vez é destaque mundial na categoria de desigualdade. No entanto partindo do pressuposto que antes de querermos mudar o mundo temos que começar a mudar a nós mesmos, a iniciativa de construir o senso de solidariedade a partir do desenvolvimento de um projeto que acarrete ações, que não somente suestam efeitos passageiros, mais na consciência de cada um que puder participar do mesmo e compreender mais de perto da realidade apresentada e vivida de fato por diversas famílias em nosso município e país.O Natal seria uma oportunidade de unir essa inciativa a estratégia de espírito solidário que a momento traz. Por isso foi escolhida esse período como mais oportuno e interessante não somente aos alunos, como as famílias receptoras dos benefícios. 2- OBJETIVO GERAL • Despertar o senso e o ato de solidariedade nos alunos e através destes na comunidade em geral, instigando-os a observação e reflexão sobre a realidade social. 2.1- OBJETIVOS ESPECÍFICOS: • Incentivar os alunos do ensino médio a observar as necessidades do próximo e tomar uma atitude, despertando o senso de solidariedade, para que possam perceber a importância de sua ação e da união da coletividade.
  2. 2. • Levantar um diagnóstico socioeconômico da comunidade local, visando às famílias de baixa renda ou sem nenhuma renda, desencadeando na distribuição de cestas alimentícias. • Promover um trabalho comunitário através de arrastões nas residências e comércios para a arrecadação de alimentos, mediado pelos alunos, professores e funcionários. 3- IDENTIFICAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DO PROJETODO PROJETO Levando em consideração a problemática da desigualdade social, que é destaque histórico em nosso país, assunto um tanto interessante a se tratar com o público do ensino médio, bem como um assunto também do interesse da escola onde realizo o estágio, considerando a identificação da mesma com questões pertinentes a valorização do SER, bem como dos valores e bem estar familiares, é que acredita-se que o projeto possa assumir um tanto de importância e apoio do corpo escolar juntamente, bem como perpassar a questão unicamente da ação solidária, para os alunos especialmente trará a oportunidade de conhecer realidade além do que os mesmos possam conhecer em seus bairros ou suas casas. Essa ação permitirá uma aproximação do que será trabalhado em sala de aula no tocante a temática da desigualdade social desde o nosso país a cidade local. 4- METODOLOGIA O desenvolvimento desse projeto dar-se-a através de: Estudos de textos e debates em sala de aula sobre ações de solidariedade, levando os alunos a refletirem e reconhecerem as necessidades um do outro. Leitura, documentários e discussões de forma a situar os alunos quanto à realidade local, regional e geral do país e do mundo no que diz respeito ao desafio da desigualdade social. Levantamento socioeconômico da comunidade local, gerando um diagnóstico. Despertar nos alunos atitudes perante o diagnóstico analisado para arrecadação e distribuição de alimentos. Apresentar aos alunos possíveis formas de amenizar esse desafio em nossa localidade e país.
  3. 3. Ação solidária direta as famílias, através de visitas, pesquisas, doações e outras ideias que os próprios alunos possam sugerir dentro do possível. AVALIAÇÃO: A avaliação de dará de acordo com o decorrer do desenvolvimento do projeto, através da participação ativa dos alunos nos debates, trabalhos e demais atividade teóricas e práticas que forem acontecendo. Contará também entrega de dados e relatórios conforme forem pedidos pelo professor. FONTES: CAMARGO Orson. Brasil Escola. Desigualdade Social. Disponível em: http://www.brasilescola.com/sociologia/classes-sociais.htm. POLLI Simone Aparecida.Curitiba, Desigualdade.Rio De Metrópole Corporativa. Janeiro, 2006. Fronteiras da Disponível em:http://teses.ufrj.br/IPPUR_M/SimoneAparecidaPolli.pdf VILELA, Elaine Meire. Desigualdade social: permanência e evolução no Brasil. Centro de Referência Virtual do Professor - SEE-MG / setembro 2010. Disponível em: http://crv.educacao.mg.gov.br/sistema_crv/banco_objetos_crv/%7BAA65006D-BA15-45F8BB6F-6E30F2D5DCBB%7D_Desigualdade%20social.pdf WLODARSKI Regiane,CUNHA Luiz Alexandre.Desigualdade Social E Pobreza Como Consequências do Desenvolvimento da Sociedade. Disponível em:http://www.uel.br/grupoestudo/processoscivilizadores/portugues/sitesanais/anais9/ar tigos/workshop/art15.pdf
  4. 4. REFERÊNCIAS: DURKHEIM, E. 1973. Da divisão do trabalho social, São Paulo, Abril. BARROS, R., CARVALHO, M. D., FRANCO, S. & MENDONÇA, R. 2007. Determinantes da queda na desigualdade de renda no Brasil: situação social brasileira. NEVES, J. A. B. 2002. Dimensões estruturais das ocupações e determinação da renda no Brasil. Anais Anpocs. Caxambu: Anpocs. WEBER, M. 1999. Economia e sociedade: Fundamentos da sociologia compreensiva, Brasília, UnB.

×