Provedor: Dr. Kalil Rocha AbdallaCoordenação: Maria Nazarete de Barros Andrade
De 7 a 10 de junho de 2012VIII Congresso Paulista da História da Medicina                             Ribeirão Preto – SP ...
Santa Casa da Misericórdia de São Paulo - 1884
Congregação das Irmãs de São José de Chambéry           Um pouco de história…           No século XVII havia muita ignorân...
As Irmãs de São José de ChambèryOrigem Puy – França - 1789 século XVII                                   O Pe. o Jesuíta J...
O Supremo Sacrifício da Irmã                                     Santa Cruz, Irmã Madalena e                              ...
“Tirano” e “Ditador Maximilien François Marie Isidorede Robespierre (nascido em Arras                 6 de Maio de 1758   ...
Praça de Martouret Puy – França, local da morte das    primeiras mártires das religiosas de São José.
(Puy – França) - Do alto do Monte Corneille está a colossal estátua deNossa Senhora de França, dominando a cidade. Foi Fei...
Parte da Casa Mãe de Chambèry, com destino ao Brasil as sete primeiras.Madre Maria Basílio Genon, Irma Maria Justina Pépin...
A chegada das Irmãs no Brasil             Em1858 a convite do Bispo de São             Paulo, Dom Antonio Joaquim de      ...
1º. Veleiro “Le Commerce de Paris” do século XIX partiu do porto Francês  pra enfrentar um novo mundo cheio de incertezas ...
Liteira das Irmãs         Viagem do Porto de Santos a São Paulo,         feita por liteiras ou bangué carregadas por      ...
A Pioneira       Madre Theodora Voiron            Nascida em Chambèry – França em 6 /4/1835                              R...
Residência da Madre Theodora Voiron até os 15 anos de idade
Casa Matriz de Chambery – França. Parte da fachada interiordo Externato, que a Madre M. Theodora residiu e dirigiu quando ...
PENOSA VIAGEM E TRAVESSIA DO ATLÂNTICO  Em1858, séc. XVII parte o Veleiro “Petrópolis” da Companhia MensageiroMarítimo. O ...
O Carro de BoiMadre Theodora Voiron  de São Paulo a Itu                 O caminho era deturpado e                   perigo...
Carreiro da Madre Theodora Voiron              Antonio Benedito Ramos, natural de              Pernambuco, lavrador, viveu...
Itu- São Paulo4 de outubro de 1858, inauguração da fundação doColégio Nossa Senhora do Patrocínio.
Colégio do Patrocínio         A educação no Colégio feminino era         primorosa e exigente. A Madre possuía         um ...
Largo do Patrocínio – ( Praças Regente Feijó)Procissão homenagem a chegada das Irmãs
Olímpia Fonseca de Almeida Prado                         Primeira aluna. Até a                       inauguração do colégi...
Pavilhões do internato construídos entre os anos de 1880 e 1887
Rua da Glória – Século XVII e XVIIISanta Casa de São Paulo, Hospital de Mendicidade, Asilo dos Expostos e oColégio São Jos...
Irmãs na Santa Casa de São Paulo   Em 1870 o Barão de Iguape, Antonio da Silva    Prado admirado e inspirado no exemplo da...
O trabalho primoroso das Irmãs naSanta Casa de São Paulo desde 1872    As primeiras Enfermeiras e         Administradoras
Obras e práticas das Irmãs       ESPIRITUAIS                  CORPORAIS    Dar bom conselho         Remir cativos e visita...
Irmãs Século XIX
Residência das Irmãs de São Jose de Chambéry na Santa Casa de São Paulo                          – Hoje Centro Medico
Irmã Maria Arsênia Berthet              Irmã Luiza Agueda Trosset         Madre Eugênia Janin  1ª Superiora do Externado S...
Irmãs de São Jose de         ChambèryNo serviços de lavanderia e   passando roupas dos         enfermos
As irmãs na costura
Irmã Teresa NicoliAssumiu a cozinha da Santa Casa de São Paulo
Irmãs brincando com as crianças no parque da Pediatria
Irmãs brincando com as crianças no parque da Pediatria
Irmã Maria Rosa Cursinho na Pediatria alimentando a criança
Enfermaria das Crianças
OrtopediaEnfermarias das crianças
HOSPITAL CENTRAL – Enfermaria dos Homens
OrtopediaIrmãs cuidando dos enfermos
A ordem e a disciplina nas Enfermarias
Irmã Ambrosina no trabalho com pacientes da Oftalmologia
Irmã Celita - Superiora(da esquerda para direita)
Irmãs Caetana e Marta Alexandra Vagnoti no Trabalho Social em prol da moradia através dos materiais reciclados da Irmandad...
Sala do convívio espiritual
As pioneiras que colaboram até hoje com o                    Nosso MuseuIrmãs: Celita Fonseca    Cristina do Coração de   ...
Irmã Gabriela Nogueira       Irmã Judite Maria Muniz – Orientadora, Fundadora da Faculdade de         Administradora, enfe...
Irmã Ursulina Maria Iasi      Irmã Lurdes Gastin     Irmã Luiza Carolina Rocha Silva    Administradora,               Prof...
As irmãs no trabalho de Enfermagem
Escola de Enfermagem de São Jose
A comunidade das Irmãs de São Jose de Chambéry na            Santa Casa de São Paulo
No Hospital de Mendicidade, hoje H. Geriátrico deConvalescentes D. Pedro II - 1885                 Inaugurado em 1911
Hospital de Lázaros,hoje São Luiz Gonzaga         1904
Complexo Arquitetônico Vicentina                                        Aranha                                        Proj...
Asylo dos expostos – Educandário                                        Sampaio Viana                              Superio...
Roda dos Expostos 1825 – 1950 desativada, com os mesmo registrosrecebeu crianças enjeitadas até 1961                      ...
Irmã Margarida e Ursulinarecolheram inúmeras crianças enjeitadas.
Enfermaria   Ursulina de Maria Iasi
LACTÁRIO
Irmãs de São Jose de chambery na Capela da Santa Casa de São Paulo
Irmã Rosa Guedes            Irmã Elenice Buoro Superiora Provincial daEnfermeira; atuou com Movimentos      Congregação da...
Madre Maria Theodora VoironPioneira das irmãs na Santa Casa São Paulo   Aos 60 anos de idade pouco antes          1835 -19...
“   Só após quatro meses a sua    Eminência o Bispo D. Joaquim    ficou espantoso com a aparência    da tão jovem mulher; ...
SANTIDADES      Papa João Paulo VI         Papa João Paulo II que concebeuEm 1964 designou a processo de   em 1989 o títul...
Hoje a Congregação das irmãs de São Jose está presente nos 5 continentes      Missão em saúde e assistência social aos pob...
OBRIGADA!  Coordenação: Maria Nazarete de Barros Andrade                       Celular: (11) 9878.4472                    ...
Viii congresso paulista de história da medicina [oficial]
Viii congresso paulista de história da medicina [oficial]
Viii congresso paulista de história da medicina [oficial]
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Viii congresso paulista de história da medicina [oficial]

1.276 visualizações

Publicada em

Congresso da História da Medicina de Sao Paulo apresentado por Maria Nazarete de Barros Andrade - Coordenadora do Museu da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.276
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Viii congresso paulista de história da medicina [oficial]

  1. 1. Provedor: Dr. Kalil Rocha AbdallaCoordenação: Maria Nazarete de Barros Andrade
  2. 2. De 7 a 10 de junho de 2012VIII Congresso Paulista da História da Medicina Ribeirão Preto – SP “A Origem das Irmãs de São José de Chambèry e a vinda a Santa Casa de São Paulo”
  3. 3. Santa Casa da Misericórdia de São Paulo - 1884
  4. 4. Congregação das Irmãs de São José de Chambéry Um pouco de história… No século XVII havia muita ignorância religiosa. As famílias e aldeias viviam divididas pelo ódio e pela violência. Quase não havia hospitais e asilos e uma multidão de crianças, velhos, doentes, inválidos e famintos invadiam as ruas. Era uma situação calamitosa que exigia solução para tanta miséria e fome. Diante disso, pessoas corajosas como São Francisco de Sales e São Vicente de Paulo lutaram pelo serviço da caridade.
  5. 5. As Irmãs de São José de ChambèryOrigem Puy – França - 1789 século XVII O Pe. o Jesuíta Jean Pierre Médaille nascido em Carcassonne na França em 06 de outubro de 1610, 1648 fundou “PEQUENO PROJETO” que mais tarde passou a ser chamado Irmãs de São José de Chambèry, que logo se espalhou por toda a França. Seu primeiro trabalho foi no Hospicío Montferrand – Puy. 1680 já havia 31 casas das Irmãs.
  6. 6. O Supremo Sacrifício da Irmã Santa Cruz, Irmã Madalena e Irmã de Todos os Santos por ordem do francês Robespierre foram para guilhotina.Com a Revolução Francesa, muitas irmãs foram encarceradas; 3 delas morreram mártires. Após a Revolução as irmãs se espalharam pelo mundo todo, chegando a países longínquos. Sofrimento da Irmãs na prisão de Saint Didier.
  7. 7. “Tirano” e “Ditador Maximilien François Marie Isidorede Robespierre (nascido em Arras 6 de Maio de 1758 (†) - Paris 27 de julho de 1794)Os seus inimigos o chamavam de “Candeia de Arras”,
  8. 8. Praça de Martouret Puy – França, local da morte das primeiras mártires das religiosas de São José.
  9. 9. (Puy – França) - Do alto do Monte Corneille está a colossal estátua deNossa Senhora de França, dominando a cidade. Foi Feita com 231canhões fundidos, tomados ao inimigo, na Guerra Criméia.
  10. 10. Parte da Casa Mãe de Chambèry, com destino ao Brasil as sete primeiras.Madre Maria Basílio Genon, Irma Maria Justina Pépin, Irma Maria Justina AngelinaAchard , Diretora do futuro noviciado de Itu, Irma Marta da cruz Goddet, Maria EliasMiévre, Irmã Maria São Paulo Angilier e Irmã Maria Cunegundes Gros partiram para oBrasil com as irmã e vieram Pe. Charles Marie Ferrier auxiliar do D. Antonio e Pe.Anthelmo Goud futuro capelão do Patrocínio em Itu. Cidade de Chambèry – França – 1650
  11. 11. A chegada das Irmãs no Brasil Em1858 a convite do Bispo de São Paulo, Dom Antonio Joaquim de Mello, ituano e também bispo de minas gerais, vieram sete Irmãs. A primeira Irmã Superiora Maria Basilia Genon infelizmente faleceu na viagem em 26 de julho de 1858. Elas partiram da cidade de Chambèry - França para Itu - São Paulo para a fundação de uma escola, cujo objetivo era educar meninas e cuidar dos enfermos nas Santas Casas no Brasil.
  12. 12. 1º. Veleiro “Le Commerce de Paris” do século XIX partiu do porto Francês pra enfrentar um novo mundo cheio de incertezas utilizado para as viagens realizadas pelas Irmãs de São José de Chambèry. A viagem tinha duração de 40 a 70 dias.
  13. 13. Liteira das Irmãs Viagem do Porto de Santos a São Paulo, feita por liteiras ou bangué carregadas por mulas. A passagem da frente era conduzida por um puxador e atrás um tocador. O trajeto com uma serra coberta por um extenso matagal, foi marcado por chuvas abruptas, grottas profundas e horríveis buracos na subida da grandiosa serra, tornando assim, a viagem uma completa tortura, passando por vaqueiros, viajantes envolvidos pelas numerosas tropas que desciam e subiam a estrada de Cubatão, conhecida pelos tropeiros pelas inúmeras perdas de animais e cargas que atolavam no caminho.
  14. 14. A Pioneira Madre Theodora Voiron Nascida em Chambèry – França em 6 /4/1835 Recebeu como nome de batismo Luiza Josefina. Seus pais de origem francesa Claude Voiron e Catherine Hèritire Voiron. De uma família virtuosa, piedosa, amorosa e caridosa com os pobres. Obteve admissão no noviciado com 17 anos de idade em outubro de 1852. Com quatro meses de noviciado, recebeu a nomeação de Irmã Maria Theodora. Iniciou o seu primeiro trabalho tratando de doentes e flagelados na epidemia deMadre Theodora Voiron cólera morbus em 1854.
  15. 15. Residência da Madre Theodora Voiron até os 15 anos de idade
  16. 16. Casa Matriz de Chambery – França. Parte da fachada interiordo Externato, que a Madre M. Theodora residiu e dirigiu quando foi enviada para o Brasil em 1858.
  17. 17. PENOSA VIAGEM E TRAVESSIA DO ATLÂNTICO Em1858, séc. XVII parte o Veleiro “Petrópolis” da Companhia MensageiroMarítimo. O trajeto durou 54 dias. Nele estavam, a Madre Theodora Voiron esua companheira Irmã Serafina, irmãs de São José de Chambèry. A viagem teve duração de quase 4 meses.
  18. 18. O Carro de BoiMadre Theodora Voiron de São Paulo a Itu O caminho era deturpado e perigoso. O transporte era puxado por um pajem, que o chamavam de CARREIRO e na parte de trás havia o "tocador”.
  19. 19. Carreiro da Madre Theodora Voiron Antonio Benedito Ramos, natural de Pernambuco, lavrador, viveu até os 138 anos de idade. Foi o Carreiro que conduziu a Irmã Theodora em uma liteira de mulas, da cidade de Santos até Itu.
  20. 20. Itu- São Paulo4 de outubro de 1858, inauguração da fundação doColégio Nossa Senhora do Patrocínio.
  21. 21. Colégio do Patrocínio A educação no Colégio feminino era primorosa e exigente. A Madre possuía um carinho todo especial pelo externato criado para as crianças pobres, filhas de ébrias, escravas e órfãs. Além de todo trabalho com as crianças abandonadas, ainda trabalhava em prol dos asilados, idosos e leprosários.
  22. 22. Largo do Patrocínio – ( Praças Regente Feijó)Procissão homenagem a chegada das Irmãs
  23. 23. Olímpia Fonseca de Almeida Prado Primeira aluna. Até a inauguração do colégio as irmãs receberam mais 14 alunas no Colégio do Patrocínio de Itu.
  24. 24. Pavilhões do internato construídos entre os anos de 1880 e 1887
  25. 25. Rua da Glória – Século XVII e XVIIISanta Casa de São Paulo, Hospital de Mendicidade, Asilo dos Expostos e oColégio São José, Provedoria do Conselheiro Antonio da Silva Prado, Barãode Iguape.
  26. 26. Irmãs na Santa Casa de São Paulo Em 1870 o Barão de Iguape, Antonio da Silva Prado admirado e inspirado no exemplo da Santa Casa de Itu, solicitou a Madre Theodora Voiron a colaboração das religiosas para reorganizarem a nossa instituição.Ele custeou a viagem das 7 Irmãs, cuja superiora, fez um contrato com ele em que a Misericórdia se comprometia a sustentar as religiosas para administrar o Hospital. Em 1872 o trabalho das Irmãs iniciou sob a direção da Madre Maria Arsênia Berthe, que ficou por 34 na direção do hospital, na rua da Glória e posteriormente no Largo do Arouche.
  27. 27. O trabalho primoroso das Irmãs naSanta Casa de São Paulo desde 1872 As primeiras Enfermeiras e Administradoras
  28. 28. Obras e práticas das Irmãs ESPIRITUAIS CORPORAIS Dar bom conselho Remir cativos e visitar presos Castigar os que erram Curar os enfermos Consolar os tristes Dar de comer aos famintosPerdoar os que falharam Dar de beber aos sedentos Sofrer as Injúrias com Dar pousada aos paciência peregrinosRogar a Deus pelos vivos e Cobrir nus mortos
  29. 29. Irmãs Século XIX
  30. 30. Residência das Irmãs de São Jose de Chambéry na Santa Casa de São Paulo – Hoje Centro Medico
  31. 31. Irmã Maria Arsênia Berthet Irmã Luiza Agueda Trosset Madre Eugênia Janin 1ª Superiora do Externado São José e 1ª Irmã da saúde e bem-estar Irmã de São José de Superiora da Santa casa de SP 2° Superiora da Santa Chambèry - 3ª Superiora da Construiu a primeira lei no hospital asseio Casa de São Paulo Da rua Santa Casa de São Paulo primordial e condição higiênica no da Gloriatratamento dos enfermos. Em 1878 criou na capela a Congregação das Filhas de Maria. Madre Paula de Almeida Irmã Carolina de Jesus Oliveira Madre Octávia do Sagrado Cardoso Irmã Administradora Superiora do Asilo dos Inválidos Coração Perrissaud e Supervisora na Santa Casa Superiora do Colégio São José de São Paulo
  32. 32. Irmãs de São Jose de ChambèryNo serviços de lavanderia e passando roupas dos enfermos
  33. 33. As irmãs na costura
  34. 34. Irmã Teresa NicoliAssumiu a cozinha da Santa Casa de São Paulo
  35. 35. Irmãs brincando com as crianças no parque da Pediatria
  36. 36. Irmãs brincando com as crianças no parque da Pediatria
  37. 37. Irmã Maria Rosa Cursinho na Pediatria alimentando a criança
  38. 38. Enfermaria das Crianças
  39. 39. OrtopediaEnfermarias das crianças
  40. 40. HOSPITAL CENTRAL – Enfermaria dos Homens
  41. 41. OrtopediaIrmãs cuidando dos enfermos
  42. 42. A ordem e a disciplina nas Enfermarias
  43. 43. Irmã Ambrosina no trabalho com pacientes da Oftalmologia
  44. 44. Irmã Celita - Superiora(da esquerda para direita)
  45. 45. Irmãs Caetana e Marta Alexandra Vagnoti no Trabalho Social em prol da moradia através dos materiais reciclados da Irmandade para os carentes e necessitados.
  46. 46. Sala do convívio espiritual
  47. 47. As pioneiras que colaboram até hoje com o Nosso MuseuIrmãs: Celita Fonseca Cristina do Coração de Delta Toyama,superiora e Enfermeira Maria Enfermeira da Administradora, desde de 1951 otopedia da Santa Casa Enfermeira no Pavilhão dede 1947 DC2, Supervisora de enfermagem desde de 1956
  48. 48. Irmã Gabriela Nogueira Irmã Judite Maria Muniz – Orientadora, Fundadora da Faculdade de Administradora, enfermeira, Profª deCiências Medicas e do Curso de Enfermagem e Diretora da Escola de Enfermagem Enfermagem de São Jose, também trabalha com os idosos na área da Saúde
  49. 49. Irmã Ursulina Maria Iasi Irmã Lurdes Gastin Irmã Luiza Carolina Rocha Silva Administradora, Professora de Responsável pelo AlmoxarifadoEnfermeira e Supervisora enfermagem e Encarregada de compras,na Pediatria do Pavilhão Administradora desde 1947 Administradora e responsávelCondessa Penteado da pela reforma da Capela e Hosp. Santa Casa desde de Dom Pedro II- 1955 1946 Professora de Bordado - 1976
  50. 50. As irmãs no trabalho de Enfermagem
  51. 51. Escola de Enfermagem de São Jose
  52. 52. A comunidade das Irmãs de São Jose de Chambéry na Santa Casa de São Paulo
  53. 53. No Hospital de Mendicidade, hoje H. Geriátrico deConvalescentes D. Pedro II - 1885 Inaugurado em 1911
  54. 54. Hospital de Lázaros,hoje São Luiz Gonzaga 1904
  55. 55. Complexo Arquitetônico Vicentina Aranha Projeto de Francisco de Paula Ramos de Azevedo Sanatório de tuberculosos - São Jose dos camposInaugurado em 1924, sob a direção da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, o Sanatório é a concretização dosonho, luta e vitória de Vicentina de Queiroz Aranha.
  56. 56. Asylo dos expostos – Educandário Sampaio Viana Superiora Madre Joana Philomena 1904 – 1917 A chácara 1904 pertenceu ao João FlorianoWandeley nas cabeceiras doPacaembu – Araçá e alto das Perdizes
  57. 57. Roda dos Expostos 1825 – 1950 desativada, com os mesmo registrosrecebeu crianças enjeitadas até 1961 Criador Lucas Antonio Monteiro de Barros (Visconde de Congonhas do Campo) 1º Governador de São Paulo Foram recolhidas 4.696 crianças enjeitadas
  58. 58. Irmã Margarida e Ursulinarecolheram inúmeras crianças enjeitadas.
  59. 59. Enfermaria Ursulina de Maria Iasi
  60. 60. LACTÁRIO
  61. 61. Irmãs de São Jose de chambery na Capela da Santa Casa de São Paulo
  62. 62. Irmã Rosa Guedes Irmã Elenice Buoro Superiora Provincial daEnfermeira; atuou com Movimentos Congregação das Irmãs da São José de populares e Conselhos Locais da Chambéry em São Paulo. Saúde. Hoje é Superiora das Irmãs
  63. 63. Madre Maria Theodora VoironPioneira das irmãs na Santa Casa São Paulo Aos 60 anos de idade pouco antes 1835 -1925 de realizar sua quinta viagem ao Chambery em 1895
  64. 64. “ Só após quatro meses a sua Eminência o Bispo D. Joaquim ficou espantoso com a aparência da tão jovem mulher; convencido de suas qualidades, oficiou o título ” a Reverenda Madre.
  65. 65. SANTIDADES Papa João Paulo VI Papa João Paulo II que concebeuEm 1964 designou a processo de em 1989 o título à Madre Theodora canonização Voiron – “A Vulnerável”
  66. 66. Hoje a Congregação das irmãs de São Jose está presente nos 5 continentes Missão em saúde e assistência social aos pobres desamparados.150 anos na Santa Casa de São Paulo e 154 anos da França para Itu- Brasil
  67. 67. OBRIGADA! Coordenação: Maria Nazarete de Barros Andrade Celular: (11) 9878.4472 nazarete.barros@gmail.com museu@santacasasp.org.br

×