e-branding<br />Mais tempo parasuavida...<br />Componentes: <br />Daniel Cintra<br />Hugo Monteiro<br />
Justificativa<br /><ul><li>Um dos principaishipermercadosdo Rio de Janeiro
Atuaem um ramoessencialpara a sociedade
Masaindaassim, não é umaáreamuitodesenvolvidana internet
Porisso, a necessidade de se informatizar, e atender online todas as classes, lucrandoaindamais com isso
O lema é “navegar a favor do vento”
Se antecipar à (irreversível) tendência de digitalização/socialização de seusserviços</li></li></ul><li>Nuvem de conceitos...
Target<br />Mais tempo paravocê se dedicar à família<br />
Brand Equity Atual<br /><ul><li>Perfildamarca</li></ul>Empresaespecializada no varejo de produtosalimentíciosmasquetambéma...
Hátodo um ritual tradicional/cultural envolvido.
No entanto, essaobrigação de “terqueir” aomercadoconsomealguns, justamenteporelasnãoteremescolhas de outrasformas de compr...
Brand Equity Atual<br />
Presença online damarca<br /><ul><li>Website próprio
Voltadoparaprodutosnão-alimentícios
Site redirecionapara o Pão de Açucar se a pessoaestiverquerendoalimentos
Twitter napágina principal</li></ul>0<br /><ul><li>Fazuso de links patrocinados, masseusconcorrentes online usammelhor</li...
@tudoextra<br /><ul><li>O twitter é a únicaredeativa deles no momento
O supermercado criou seu perfil no dia 30 de abril desse ano
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação Trabalho E-branding

694 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
694
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Trabalho E-branding

  1. 1. e-branding<br />Mais tempo parasuavida...<br />Componentes: <br />Daniel Cintra<br />Hugo Monteiro<br />
  2. 2. Justificativa<br /><ul><li>Um dos principaishipermercadosdo Rio de Janeiro
  3. 3. Atuaem um ramoessencialpara a sociedade
  4. 4. Masaindaassim, não é umaáreamuitodesenvolvidana internet
  5. 5. Porisso, a necessidade de se informatizar, e atender online todas as classes, lucrandoaindamais com isso
  6. 6. O lema é “navegar a favor do vento”
  7. 7. Se antecipar à (irreversível) tendência de digitalização/socialização de seusserviços</li></li></ul><li>Nuvem de conceitos<br />Avaliação/recomendação de produtos<br />Semfilas<br />Distribuição em rede / Rede de distribuição<br />Compras do mês<br />Youtube<br />Supermercado 2.0<br />Pesquisas de satisfação<br />Mais tempo para sua vida<br />Equilíbrio<br />Relevância dos produtos<br />Commodities<br />Comparação de preços<br />Aviso de promoções<br />
  8. 8. Target<br />Mais tempo paravocê se dedicar à família<br />
  9. 9. Brand Equity Atual<br /><ul><li>Perfildamarca</li></ul>Empresaespecializada no varejo de produtosalimentíciosmasquetambématuacomercializandooutrostipos de produtos (Eletro, roupas, livros…)<br /><ul><li>O hipermercadoainda é vistocomo um lugar de interação social. Na falta de um melhor, e de uma forma melhor de compra, as pessoasvãonãosomenteparacomprarprodutosparasobrevivência, mastambémvãoparainteragir, fazer novas descobertas, alimentíciasounão
  10. 10. Hátodo um ritual tradicional/cultural envolvido.
  11. 11. No entanto, essaobrigação de “terqueir” aomercadoconsomealguns, justamenteporelasnãoteremescolhas de outrasformas de compra.</li></li></ul><li>Brand Equity Atual<br />Posicionamento<br />Possui um boa lembrança de marca no ramo de hipermercados, apesar de ser lembradotambémpornãopossuir o melhorpreço.<br />Percepçãodamarca<br />O jingle comercial “mais barato, mais barato Extra” é sempre lembrado.  Embora as pessoas não acredite que o mercado é realmente o mais barato.<br />Muitas pessoas pensam em eletrodomésticos<br />As cores da logo lembram as cores dos EUA<br />Alguns consumidores comprariam online caso tivessem a oportunidade, mesmo que para isso eles tivessem que pagar uma taxa.<br />
  12. 12. Brand Equity Atual<br />
  13. 13. Presença online damarca<br /><ul><li>Website próprio
  14. 14. Voltadoparaprodutosnão-alimentícios
  15. 15. Site redirecionapara o Pão de Açucar se a pessoaestiverquerendoalimentos
  16. 16. Twitter napágina principal</li></ul>0<br /><ul><li>Fazuso de links patrocinados, masseusconcorrentes online usammelhor</li></li></ul><li>@tudoextra<br />
  17. 17. @tudoextra<br /><ul><li>O twitter é a únicaredeativa deles no momento
  18. 18. O supermercado criou seu perfil no dia 30 de abril desse ano
  19. 19. A ferramenta parece ser bem utilizada para se comunicar com seus consumidores
  20. 20. São tiradas dúvidas, informadas promoções e coisas do gênero
  21. 21. Dá a impressão que nenhuma pergunta fica sem resposta
  22. 22. Ainda é feita a confirmação se a dúvida foi tirada</li></li></ul><li>Objetivo<br />Fazerumaanálisedaatualsituação do Extra junto à sociedade<br /><ul><li>Se desvincular do grupopão de acúcar
  23. 23. Suprir a demandaporatendimento online das classes C, D e, quemsabe um dia, E
  24. 24. Gerarcrescimentonacirculação dos produtosoferecidos, aumentandoassim o giro do capital
  25. 25. Tornar o Extra, o Hipermercado online das compras de mês
  26. 26. No futuro, tentarequilibrar o estoqueaomáximo, de acordo com a demanda dos clientes, paraquenãoocorraisso…</li></li></ul><li>
  27. 27. EstratégiaGuarda-Chuva<br /><ul><li>Investirem um CRM capaz de fazer com que as pessoasnãosócomprempela internet comocolaboremparaque o hipermercadoatendasempre a demandadamaioria.
  28. 28. “Classifica-se comopode, masclassifica-se” – As pessoaspoderiamavaliar e recomendarprodutos. Se um produto fosse muitopedido o hipermercadopoderiacomeçar a comercializá-lo. E se um produto fosse criticado, poderiatambém ser retirado.
  29. 29. Exemplo de quando a relevânciaconta
  30. 30. O clientepode ser avisado das promoçõesqueestiveremacontecendo no momento e poderiarealizarcomparações de preço de uma forma bempráticatambém.
  31. 31. Issotudoseriaamparadoporpesquisas de satisfação online queocorreriam no site paraanalisar a experiência do usuário – Sugestõesseriambem-vindas.</li></li></ul><li>EstratégiaGuarda-Chuva<br /><ul><li>Criar um conselho de donas de casa (Donas de CasaEXTRAordinárias) queestariamaispróximo do hipermercadofornecendoindicações, recomendações e etc sobrequalquerassuntorelacionadoaomercado e seusprodutos.
  32. 32. Essemesmoconselhopoderiaproduzirdicasculinárias (receitas, resenhas) em um blog particular, masvinculadoaohipermercado – a iniciativadeveriapartir do próprio Extra.
  33. 33. As receitaspoderiam ser enviadasporqualquerusuáriopara o site e esseconselhoavaliaria a receita e postaria no blog a resenha e o modo de preparo.</li></li></ul><li>MídiasSociais<br /><ul><li>Presença no Youtube – Canal com vídeosinstitucionais, tutoriais de uso do site/CRM, dicas, depoimentos e vídeosmostrando o preparo dos pratos.
  34. 34. Manter o twitter somentepara a área de produtosnão-alimentícios – nãoteriamuitanecessidadecriar um perfilespecíficoparaalimentos, poisnão é muitoutilizadopeloseu target e também, a princípio, serianecessárioumasincronizaçãomuitotrabalhosa entre a equipe de mídia social e as rápidasmudanças de preço/promoçõesqueacontecem no mercado.
  35. 35. Blog vinculado (Jáfalado)</li></li></ul><li>Conclusão<br /><ul><li>Pormaisquepareçautópicoessatambém é umatendênciaqueestamosvendoacontecer. Atualmentenósjátemostecnologia e inteligênciaparacriarmos um mundomaisintegradaàsnossasnecessidades.
  36. 36. Caso as empresasinsistãoemnão se adaptaraosnovos tempos, o governodeveriaintervirobrigando-as a aceitaremessesnovostermos.
  37. 37. Sanções, multas e outrascoisas o governopoderiaaplicarparaqueestasinstituiçõesatuempelaspessoas e nãopelodinheiro.
  38. 38. Pois um governoquegovernaem favor do povocertamentefariaisso, mas o quevemoshoje é um governofeitopor e para as corporações.
  39. 39. As pessoasdeixarão de ser commodities nasmãos de unspoucos, e seremoscapazes de chamarcadacoisapeloseunomecorreto.</li></li></ul><li>A Terceira Onda<br />“Uma nova civilização está surgindo em nossas vidas, e indivíduos cegos, espalhados por toda parte, tentam suprimi-las. Esta nova civilização traz consigo novos estilos de família; modos diferentes de trabalhar, amar e viver; novos conflitos políticos; e por detrás de tudo isso, estados alterados de consciência. O nascimento dessa nova civilização é o fato mais explosivo e singular de nossos tempos. É o evento central, a chave para compreender os anos que estão por vir. É um acontecimento tão profundo como a primeira onda de mudanças lançadas há dez mil anos com a invenção da agricultura, ou a estrondosa segunda onda iniciada pela revolução industrial. Nós somos as crianças da próxima transformação, a Terceira Onda”. <br />Alvin Toffler<br />
  40. 40. Obrigado!!!<br />

×