Antigo Egito    (Antiguidade Oriental I).“O Egito é uma dádiva do Nilo”. Heródoto.
Condições naturais e a capacidade      racional da espécie humana. O Rio Nilo possuía um regime regular de cheias que irr...
LOCALIZAÇÃO: Extremo nordeste da África; As margens do rio serviram para a fixação da população; Obras mais comuns:diqu...
ECONOMIA: Agricultura:   Cevada, trigo, legumes e árvores frutíferas. Pecuária:   Porcos, cabras bois e cavalos (trazi...
POLÍTICA: No primeiro momento surgiram os Nomos (Comunidades autônomas).     Se espalharam pelas margens do rio Nilo.   ...
POLÍTICA: ANTIGO IMPÉRIO: entre 3.200 a.C. e 2.300 a.C.   Grandes construções!     Pirâmides do Vale de Gizé. Maioria ...
POLÍTICA: NOVO IMPÉRIO: entre 1580 a.C e 1080 a.C. Início da expulsão dos Hicsos.   Período mais rico e desenvolvido do...
Templo de Luxor.
POLÍTICA: BAIXA ÉPOCA: a partir de 1080 a.C.   Caracterizado pelo declínio do Império ocasionado pelas    disputas inter...
A Monarquia Egípcia. Despótica:  autoritária. Teocrática:           Busto de                         Nefertiti  centrali...
A Monarquia Egípcia. Faraó: rei, juiz, chefe militar e grande sacerdote.           Faraó                                 ...
Ciência no Antigo Egito. Matemática:    seu desenvolvimento possibilitou a  construção de canais de irrigação, barragens ...
Escrita Hieróglifa             (do grego, escrita sagrada): Símbolos       egípcios     também       denominados pictogra...
Escrita Hieróglifa
O Papiro: Encontrado em pântanos e às  margens do rio Nilo; Material utilizado para a produção  de documentos escritos;...
 Politeísta: vários deuses; Antropozoomórfica:     deuses com formas de  humanos, animais ou os dois juntos; Alguns deu...
Processo demumificação
Mastabas.   Templo de Abu Simbel
CULTURA: Quase a totalidade das obras de  Obras Literárias:  arte tinham funções num contexto                           ...
3ão2012       Prof. Msc. Daniel Alves Bronstrup             BLOG: profhistdaniel.blogspot.com                 @danielbrons...
3° ano EM - Antigo Egito - antiguidade oriental 01
3° ano EM - Antigo Egito - antiguidade oriental 01
3° ano EM - Antigo Egito - antiguidade oriental 01
3° ano EM - Antigo Egito - antiguidade oriental 01
3° ano EM - Antigo Egito - antiguidade oriental 01
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

3° ano EM - Antigo Egito - antiguidade oriental 01

3.441 visualizações

Publicada em

Professor Daniel A. Bronstrup
Colégio Murialdo

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.441
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.433
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
115
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

3° ano EM - Antigo Egito - antiguidade oriental 01

  1. 1. Antigo Egito (Antiguidade Oriental I).“O Egito é uma dádiva do Nilo”. Heródoto.
  2. 2. Condições naturais e a capacidade racional da espécie humana. O Rio Nilo possuía um regime regular de cheias que irrigava o solo durante os meses de julho a novembro. Organização do trabalho humano: controle sobre a força das águas, aumento na capacidade de produção e modificação da natureza por meio do trabalho coletivo.
  3. 3. LOCALIZAÇÃO: Extremo nordeste da África; As margens do rio serviram para a fixação da população; Obras mais comuns:diques, canais de irrigação...  No 1° momento: construções de pequeno porte (feita de forma comunitária);  No 2° Momento: obras maiores (compondo uma organização mais complexa do trabalho).
  4. 4. ECONOMIA: Agricultura:  Cevada, trigo, legumes e árvores frutíferas. Pecuária:  Porcos, cabras bois e cavalos (trazidos pelos Hicsos) O Estado era proprietário dos meios de produção. Os excedentes recolhidos eram depositados em grandes armazéns do Estado, sua distribuição não era igualitária.
  5. 5. POLÍTICA: No primeiro momento surgiram os Nomos (Comunidades autônomas).  Se espalharam pelas margens do rio Nilo.  A fusão entre alguns Nomos originou diversas cidades. 3500 a.C = Existem dois reinos:  Alto Egito = ao Sul  Baixo Egito = ao Norte. 3200 a.C. = Unificação!  Menés (rei do sul) conquista o norte e torna-se o primeiro Faraó.  Surge uma monarquia poderosa e teocrática.
  6. 6. POLÍTICA: ANTIGO IMPÉRIO: entre 3.200 a.C. e 2.300 a.C.  Grandes construções!  Pirâmides do Vale de Gizé. Maioria da população vivia na servidão coletiva trabalhando na agricultura e nas obras públicas. Forte burocracia estatal. 2300 a.C. = Péssimas colheitas + muitos impostos: resultam em várias rebeliões que levaram o Antigo Império ao fim. MÉDIO IMPÉRIO: entre 2.050 a.C. e 1.750 a.C.  Faraós recuperam o poder dentro do Egito.  Restabelecendo a organização anterior.  Período de crescimento econômico e territorial.  Hicsos (da Mesopotâmia) e Hebreus (da Palestina) penetram no Estado.  Essa migração traz problemas sócio-políticos.
  7. 7. POLÍTICA: NOVO IMPÉRIO: entre 1580 a.C e 1080 a.C. Início da expulsão dos Hicsos.  Período mais rico e desenvolvido dos Egípcios.  Ocorreu a fuga (Êxodo) dos Hebreus, estes eram escravizados.  Novas técnicas são implantadas como a utilização do cavalo e do ferro.  Vão conquistar a Fenícia e a Síria ao Norte, chegando até ao rio Eufrates.  Período de obras colossais, conhecidas obras faraônicas = templos Luxor, Karnak e Abusimbel.  Amenófis IV (1372 a.C.) tenta implantar o monoteísmo, mas após a sua morte, Tutakamon permitiu o politeísmo.
  8. 8. Templo de Luxor.
  9. 9. POLÍTICA: BAIXA ÉPOCA: a partir de 1080 a.C.  Caracterizado pelo declínio do Império ocasionado pelas disputas internas e ataques externos (invasão dos Assírios).  Enfraquecimento do poder central e a independência dos Nomarcas. RENASCÍMENTO SAÍTA: (663 a.C. – 525 a.C.)  Breve recuperação: grande desenvolvimento comercial e artesanal.  Intercâmbio comercial e cultural com a Grécia. 525 a.C. = foram invadidos pelos Persas (Batalha de Pelusa). depois foram dominados pelos: Macedônicos, Gregos, Romanos, Bizantinos e Árabes.
  10. 10. A Monarquia Egípcia. Despótica: autoritária. Teocrática: Busto de Nefertiti centralizada no poder divino. Sociedade desigual, est amental ou estratificada.
  11. 11. A Monarquia Egípcia. Faraó: rei, juiz, chefe militar e grande sacerdote. Faraó Tutankamon Funcionários reais: escribas, sacerdotes e militares. Camada média: artesãos e comerciantes. Camponeses: (ou Felás) responsáveis pela manutenção e construção das obras do governo, além da produção agrícola. Escravos: Prestadores de serviços domésticos ou em minas e pedreiras.
  12. 12. Ciência no Antigo Egito. Matemática: seu desenvolvimento possibilitou a construção de canais de irrigação, barragens para conter as cheias e as pirâmides. Arquitetura: de proporções gigantescas, larga utilização da pedra como matéria prima. Medicina: o processo de mumificação levou a um conhecimento mais apurado do corpo humano, além do diagnóstico de algumas doenças e a descoberta de remédio para curá-las. Pinturas e Esculturas.
  13. 13. Escrita Hieróglifa (do grego, escrita sagrada): Símbolos egípcios também denominados pictogramas, era um complexo sistema de escrita, exigiu dos escribas uma simplificação:  Hierática: letra cursiva, resultante da união dos hieróglifos ;  Demótica: de uso comum, abreviação dos hieróglifos. Escribas: pequena parcela da população que sabia ler e escrever, possuíam imenso prestígio perante a sociedade.
  14. 14. Escrita Hieróglifa
  15. 15. O Papiro: Encontrado em pântanos e às margens do rio Nilo; Material utilizado para a produção de documentos escritos; Utilizado também em construção de casas e de embarcações.
  16. 16.  Politeísta: vários deuses; Antropozoomórfica: deuses com formas de humanos, animais ou os dois juntos; Alguns deuses representados pelas forças da natureza; Acreditavam na imortalidade da alma, no juízo final e no retorno da alma ao mesmo corpo. Construíam Pirâmides, Mastabas e Hipogeus para câmaras funerárias.
  17. 17. Processo demumificação
  18. 18. Mastabas. Templo de Abu Simbel
  19. 19. CULTURA: Quase a totalidade das obras de  Obras Literárias: arte tinham funções num contexto  Forte ideologia religiosa e religioso e político. moral.  Ex: O Livro dos Mortos. Arquitetura:  Destacaram-se as pirâmides gigantescas;  Ciências:  Os Hipogeus (subterrâneos);  Caráter prático pautado  Mastabas (trapezoidal) nos cálculos e previsões Esculturas: das cheias do Nilo.  Lei da frontalidade (corpo humano representado de frente e dividido  Destacaram-se em em duas partes iguais); algumas áreas como:  Hieratismo (rigidez, contenção).  Química; Pinturas:  Matemática;  Técnicas do Afresco.  Representavam o cotidiano.  Astronomia;  Medicina
  20. 20. 3ão2012 Prof. Msc. Daniel Alves Bronstrup BLOG: profhistdaniel.blogspot.com @danielbronstrup

×