O que aprendemos com Lost

1.927 visualizações

Publicada em

Lost acabou, e agora? O que a série criada pela rede norte-americana ABC alterou na forma como consumimos um produto midiático? É possível chamar Lost de 'série de televisão' ou os produtores, intencionalmente, criaram o universo da série de modo a explorar as potencialidades de mídias como a Internet ou a Web?

Essas são algumas discussões levantadas na apresentação feita no debate Multiverso Lost, que debateu na Livraria Cultura, em Porto Alegre, o series finale de Lost.

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.927
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
70
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
38
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O que aprendemos com Lost

  1. 1. LOST: o que aprendemos? | daniel bittencourt Ou como a Indústria do Entretenimento não poderá ser mais a mesma
  2. 2. PENSE Lost isn’t a TV show
  3. 3. A força do fenômeno midiático da ABC + de 20 milhões de espectadores nos Estados Unidos 1 milhão de downloads em 24 horas | expectativa: 5 milhões 45 minutos de inserção comercial | US$ 900 mil por 30 seg
  4. 4. Quer um conselho? Relax and enjoy Não assista a Lost como se fosse Friends ou House M.D.
  5. 5. Criação de uma experiência narrativa Presente + flashbacks + flashforwards + flashsideways
  6. 6. Costura de retalhos transmidiáticos Público procura pelo enredo em diferentes lugares
  7. 7. Ambiente pronto e estimulado ao novo Audiência não passiva assume protagonismo na série
  8. 8. LOST é uma experiência
  9. 9. O que importa é a jornada, não é Darnton? Novo enredo provoca+gera perguntas, não respostas
  10. 10. A lógica da Economia da Participação Arquitetura da Participação + Cultura da Convergência
  11. 11. Treasure Hunters no universo Matrix LostPedia + Mobisodes + Fóruns + Blogs + DVDs + iTunes
  12. 12. Confiança no aprendizado do público Trama e condução da série afetam como a audiência reage
  13. 13. Batalha: confronto entre duas culturas Audiência transmidiática vs audiência da 'velha TV'
  14. 14. Este conteúdo pode ser amplamente distribuído desde que seja citada a autoria
  15. 15. daniel bittencourt ://professor e pesquisador em comunicação digital ://danielb@unisinos.br ://twitter.com/DBittencourt ://slideshare.com/danielbittencourt

×