A vantagem Felicidade

3.452 visualizações

Publicada em

Palestra Mensal - no Café & conteúdo
O Jeito Harvard de ser F

Publicada em: Negócios
0 comentários
11 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.452
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
259
Comentários
0
Gostaram
11
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A vantagem Felicidade

  1. 1. O Jeito Harvard de ser Feliz The Happiness Advantage
  2. 2. O Jeito Harvard de ser Feliz The Happiness Advantage Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo
  3. 3. Vamos nos Conhecer? Conjugando os verbos mais importantes da vida Ser ou Estar? por Daniel de Carvalho Luz (15) 9 9126 5571 daniel.luz2020@hotmail.com 3
  4. 4. Um pouco mais sobre Daniel Luz Quem sou eu 190.000+ páginas / 22 anos Bíblia Sucesso Liderança Psicologia Negócios Historia Religião 100.000+ participantes 650.000+ Livros vendidos Insight, Fênix, Highlight, Life planning, Inspiração, Reflexões e Recarregando a bateria humana por Daniel de Carvalho Luz (15) 9 9126 5571 daniel.luz2020@hotmail.com 4
  5. 5. Acesse os slides em compartilhando conhecimento Slides disponíveis em http://www.slideshare.net/daniel.luz Contato: (15) 9 9126 5571 Daniel.luz@grupopanna.com.br Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Fone (15) 9126 5571 Café & conteúdo 5 Troca de ideias, network e conteúdo
  6. 6. Para obter o melhor desta palestra… Você deve ser honesto com você mesmo – Impiedosamente honesto.
  7. 7. Por que Falar sobre Felicidade? Pesquisa no Google por palavras-chave resulta em elevado número de publicações: 13.900.000 Felicidade; 15.900.000 Felicidade no trabalho; 4.900.000 Importancia da felicidade no trabalho; 797.000 Engajamento. 7
  8. 8. Está provado que quem é feliz trabalha muito melhor. O único problema é que ser infeliz é bem mais fácil. Shawn Achor, um dos mais premiados escritores no campo de psicologia positiva da Universidade de Harvard, é também um dos maiores especialistas do mundo no felicidade e pesquisa sobre campo da relação entre sucesso. felicidade Sua foi capa da Business Review. Harvard
  9. 9. O valor da felicidade Bem estar dos funcionários traz lucro! Você não precisa ter sucesso para ser feliz, mas precisa ser feliz para ter sucesso. Os 7 princípios 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. O benefício da felicidade O ponto de apoio e a alavanca O Efeito tetriz Encontre oportunidade O Circulo do zorro A regara dos 20 segundos Investimento social Shawn Achor Professor, Escritor e conferencista Universidade Harvard
  10. 10. O Mundo dos Negócios Agregando Valor emnosso capital Intelectual Ampliando o Tecnologia através de Pessoas. 10% da população tem o que se chama “vontade de aprender”. 90% não “Somente fazem nada para melhorar suas habilidades enquanto o item “aprendizado” não fizer parte da descrição do seu cargo.” Estudo feito pela Harvard Business School publicado em Março de 2007. daniel.luz2020@hotmail.com (15) 9 9126 5571 10 10
  11. 11. O que pode ser alcançado quando você dá chance do funcionário aprender e se desenvolver? 16% Melhor performance 32% mais comprometimento 46% Mais satisfação no trabalho 75% Menos nos índices de Estresse Artigo na Harvard Business Review Janeiro de 2012
  12. 12. Trabalho & Felicidade Mais da metade dos empregados no mundo reclama de seu trabalho. Quais as razões dessa melancolia corporativa e até que ponto a empresa é responsável por isso? Edição 25 - Abril por Daniel de Carvalho Luz (15) 9 9126 5571 daniel.luz2020@hotmail.com 12
  13. 13. As EMPRESAS que adotaram a estratégia FELICIDADE tem sido constantemente assunto das principais publicações no mundo dos negócios. É como vemos na Harvard Business Review edição de Janeiro de 2014.
  14. 14. RESER Os 5 Pilares do bem estar Relacionamento Emoções positivas Significado Engajamento Realização Martin Seligman Psicólogo e Professor Universidade da Pensilvânia
  15. 15. Pilares da felicidade Prazer; Engajamento; Significado. Martin Seligman da Universidade da Pensilvânia
  16. 16. Novas descobertas sobre felicidade Atos de gentileza tornam as pessoas mais felizes. Sonja Lyubomirsky Professora de Psicologia universidade da Califórnia
  17. 17. Mihaly Csikszentmihalyi, da Peter Drucker School of Business na Claremont University
  18. 18. Flow • A tarefa é desafiadora e exige habilidade. • Existe concentração. • Os objetivos são claros. • O feedback é imediato. • Existe um senso de controle. • A consciência do “eu” desaparece. • O tempo para. Martin Seligman da Universidade da Pensilvânia
  19. 19. Desafios O Campo do fluir Ansiedade Estresse Depressão Tédio Desinteresse Depressão Mihali Csikszentmihalyi “Flow: the psycology of optimal experience” Habilidades
  20. 20. O paradoxo de Easterlin Dinheiro não traz felicidade! Acima de determinado nível de renda, mais dinheiro não trará mais felicidade. Richard A. Easterlin Professor de Economia Universidade do Sul da Califórnia Happiness, Growth, and the Life Cycle, is being published by Oxford University Press in 2010.
  21. 21. FÉ FAZ BEM! A revista Harvard Business Review de outubro 2013 também publicou um artigo sobre a Fé e a relação com o sucesso nos negócios.
  22. 22. FÉ Faz Bem! A revista Harvard Business Review de outubro 2013 também publicou um artigo sobre a Fé e a relação com o sucesso nos negócios. Fé faz bem! Este é o destaque da capa da SUPERINTERESSANTE do mês de novembro, edição 625. É a ciência quem diz: quem crê em algo acima de si vive mais, ganha melhor e é mais feliz. Saiba como se beneficiar disso.
  23. 23. Esclarecimento ESPIRITUALIDADE É a capacidade de pensar, sentir e agir com base na crença de que existe algo maior do que os aspectos materiais; É a busca de significado para o papel do ser humano na empresa, na família, na sociedade (e o consequente equilíbrio dessas várias dimensões); É uma postura de vida, não envolve rituais. por Daniel de Carvalho Luz (15) 9 9126 5571 daniel.luz2020@hotmail.com 23
  24. 24. Representatividade estatística Fé faz bem! Pesquisas realizadas por diversas universidades nos EUA e na Europa, em parceria com hospitais e profissionais de saúde. Estudo consolidado de 42 pesquisas envolvendo mais de 126 mil pessoas por Daniel de Carvalho Luz (15) 9 9126 5571 daniel.luz2020@hotmail.com 24
  25. 25. Fé como opção de tratamento Fé faz bem! profissionais de saúde e hospitais já utilizam o fator FÉ no Alguns tratamento dos pacientes. Brasil, o exemplo é o hospital Albert Einstein, em São Paulo, No um dos mais conceituados do país. Médicos receitam intensificar práticas religiosas, principalmente nas doenças mais graves. por Daniel de Carvalho Luz (15) 9 9126 5571 daniel.luz2020@hotmail.com 25
  26. 26. Fé no ambiente acadêmico Fé faz bem! As principais Faculdades de Medicina dos EUA dedicam disciplina exclusiva sobre o assunto. por Daniel de Carvalho Luz (15) 9 9126 5571 daniel.luz2020@hotmail.com 26
  27. 27. Fé & Felicidade são irmãs gêmeas Fé faz bem! 1- Pesquisas indicam que devotos vivem mais e são mais felizes que a média da população; 2- A Fé aumenta a capacidade humana de superar adversidades; 3- Existe correlação entre Fé e Felicidade; 4- Religiões estimulam o espírito de comunidade e solidariedade; 5- Quem frequenta cultos semanais tem 7 anos a mais de expectativa de vida em relação aos que nunca vão a um templo; 6- Quem acredita em Deus tem 3 vezes mais chance de sobreviver após um transplante de fígado. por Daniel de Carvalho Luz (15) 9 9126 5571 daniel.luz2020@hotmail.com 27
  28. 28. Fé & Felicidade são irmãs gêmeas Fé faz bem! 7- Quem frequenta cultos semanais têm 40% menos de prevalência de hipertensão que aquelas que não seguem religião; 8- Entre os que consideram o casamento sagrado observa-se 42% mais casos de felicidade no casamento; 9- Os que acreditam contribuem mais com doações e trabalhos voluntários. 10- Pessoas com fé tem 3 vezes maior tendência de ver o lado bom das coisas; 11- Pessoas sem fé se embriagam 3 vezes mais, usam drogas ilícitas 4 a 6 vezes mais, 5 vezes mais chances de se tornar fumantes e o dobro de risco de suicídio; por Daniel de Carvalho Luz (15) 9 9126 5571 daniel.luz2020@hotmail.com 28
  29. 29. Conjugando os verbos da felicidade Dever Consciência Sofrimento Frustração Resultados surpreendentes Querer Ser Competência Rebeldia Comprometimento
  30. 30. O valor da felicidade Bem estar dos funcionários traz lucro! Você não precisa ter sucesso para ser feliz, mas precisa ser feliz para ter sucesso. Os 7 princípios 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. O benefício da felicidade O ponto de apoio e a alavanca O Efeito tetriz Encontre oportunidade O Circulo do zorro A regara dos 20 segundos Investimento social Shawn Achor Professor, Escritor e conferencista Universidade Harvard
  31. 31. Contribui para aumentar a produtividade Shawn Achor, CEO of Good Think Inc.
  32. 32. 75 por cento do nosso sucesso no trabalho acontece não pelo fator inteligência, mas pelo otimismo. Você pode treinar o seu cérebro para ser mais feliz.
  33. 33. Principais afirmações do conceito: “A Vantagem Felicidade” Felicidade traz sucesso, e não vice-versa; todos os tipos de sucesso (saúde, riqueza, efitividade, sociabilidade, criatividade, amizade). Felicidade produz alterações neurais associadas com criatividade e eficácia na resolução de problemas, especialmente sob condições de estresse (ie, resiliência). Devido à "neuroplasticidade," a felicidade habitual pode ser "aprendida”. Devido a um neural "efeito espelho", a felicidade é contagiosa.
  34. 34. O que acontece quando os seus Funcionários estão felizes... São mais dispostos a ajudarem os seus colegas de trabalho (Pares, subordinados e superiores hierárquicos). Atendem os clientes de modo mais prestativo e cortês. Descrevem seus empregos de modo muito positivo e com uma visão otimista e promissora. Têm alto desempenho em suas atividades e tarefas. Conseguem atuar simultaneamente em mais de uma tarefa. Defendem a empresa em que trabalham. Têm as melhores avaliações dos pares e superiores hierárquicos. Recebem mais apoio social e moral dos pares e superiores. Lidam melhor com as mudanças organizacionais. Mostram mais disposição para cooperar. Tomam decisões mais assertivas. Causam menos conflitos quando trabalham em equipe. São mais comprometidos com a empresa. Demonstram satisfação com o trabalho.
  35. 35. Outros traços de pessoas felizes Perseguem os objetivos estabelecidos. Têm habilidades interpessoais superiores. São considerados mais popular e simpáticos do que pessoas infelizes. Têm mais disposição para entrar situações novas. Interagem com mais freqüência com outras pessoas. Realizam atos de altruísmo, cortesia e frequentemente são mais conscientes para os problemas sociais. Criam o sucesso, porque eles são felizes (ao contrário de ser feliz por causa do sucesso). Adquirem maior prosperidade ao longo de suas vidas. vivem mais tempo e com maior qualidade de vida.
  36. 36. Mais traços de pessoas felizes Mudanças positivas no comportamento e / ou atitudes. Maior facilidade, eficácia e alegria nas atividades diárias. Comunicação mais aberta e eficaz. Aumento da capacidade de resolução de problemas. Maior flexibilidade. Mais relaxado e confiante em ação. Realizações. Conclusões. Novos começos. Mais aquisição de novas habilidades ou competências. Aumento de sentimentos positivos. Redução de sentimentos negativos. Mais amor para com todos os seres.
  37. 37. O que acontece com um empregado infeliz? Será que eles perdem calma e abandonam o trabalho? Ou o pior, eles se tornam extremamente chateados e agitados, e descontam nos colegas de trabalho e nos clientes?
  38. 38. O alto custo da infelicidade Cada trabalhador infeliz custa para empresa U$13,000.00 anual
  39. 39. A Infelicidade custa às empresas americanas, anualmente aproximadamente $350 bilhões
  40. 40. 52% dos empregados ao redor do mundo se sentem felizes em seus respectivos papéis. Mas 47% trocaram de emprego no último ano. Mas 63% esperam trocar de emprego no próximo ano. The 2013 Kelly Global Workforce Index compiles information and insights on workplace cultures around the world. Using data sourced from more than 120,000 respondents in 31 countries.
  41. 41. Civilidade 50% dos empregados que sofreram qualquer tipo de incivilidade no ambiente de trabalho, intencionalmente diminui os esforços. Mais de 1/3 deliberadamente diminui a qualidade do trabalho. 2/3 Gasta muito tempo evitando o ofensor e aproximadamente a mesma proporção disse que seu desempenho caiu. Creating Sustainable Performance HBR – Fev. 2012
  42. 42. As pessoas que você contrata são? Mais um nome na folha? Observadores de relógio ? Ou... ...será que eles vêm ao trabalho todos os dias querendo fazer um grande trabalho e contribuir para o seu próprio sucesso e o da empresa? Motivação Intrínseca uma característica que impulsiona
  43. 43. Para pensar! “Se não gosta do que está acontecendo com voce no mundo, O que você tem a fazer é mudar a sua consciência e o mundo lá fora, mudará para você!” Lester Levenson Lester Levenson 1909 - 1994
  44. 44. Gallup Q12: Engajamento de Empregados - ponderações Como bom gestores estimulam o alto desempenho em seus colaboradores.
  45. 45. O que é Engajamento de Empregados? “É um conexão emocional elevada em que o empregado sente com a sua organização, Esta conexão estimula-o a exercer maior esforço discricionário em seu trabalho.”
  46. 46. Gallup & Employee Engagement Baseado em 30 anos de pesquisas profundas Envolveu mais de 17 milhões de empregados
  47. 47. 12 perguntas – Gallup Gallup Q12: Employee Engagement Findings 1. Sei o que esperam de mim no meu trabalho. 2. Tenho os materiais e equipamentos necessários para realizar o meu trabalho corretamente. 3. No meu trabalho, tenho a oportunidade de fazer o que faço de melhor todos os dias. 4. Nos últimos sete dias, recebi algum reconhecimento ou elogio por realizar um bom trabalho. 5. Meu supervisor, ou alguém do meu trabalho, parece importar-se comigo como pessoa. 6. Há alguém em meu trabalho que estimula o meu desenvolvimento. 7. No meu trabalho, minhas opiniões parecem contar. 8. A missão/objetivo da minha empresa me faz sentir que meu trabalho é importante. 9. Meus colegas de trabalho estão comprometidos em realizar um trabalho de qualidade. 10. Tenho um(a) melhor amigo(a) no trabalho. 11. Nos últimos seis meses, alguém em meu trabalho conversou comigo sobre o meu progresso. 12. No último ano, tive a oportunidade de aprender e crescer no meu trabalho. 47
  48. 48. 12 Elementos da Gestão de Excelência Gallup Q12 Employee Engagement Findings
  49. 49. Classificação Engajados Estes empregados são leais e psicologicamente comprometido com a organização. Eles são mais produtivos, mais propensos a permanecer com sua empresa pelo menos um ano, menos propensos a ter acidentes no trabalho e menos propensos a roubar. Estes empregados buscam o alto desempenho e sempre se alinham com os objetivos organizacionais. Não engajados Estes empregados podem ser produtivos, mas não estão psicologicamente conectados à sua empresa. Eles são mais propensos a perder dias de trabalho e mais propensos a deixar a empresa. Estes empregados tem desempenho médio, mas não se alinham com os objetivos da empresa, normalmente têm muitas necessidades não satisfeitas. Ativamente desengajados Esses funcionários estão presentes fisicamente mas psicologicamente ausente. Eles estão insatisfeitos com sua situação de trabalho e insistem em dividir essa infelicidade com seus colegas. Estes empregados têm a maioria de suas necessidades relacionadas ao trabalho não satisfeitas. 49
  50. 50. 1. 10%dos seus empregados andam à procura de emprego no maior silêncio; 2. 40%respondem, numa conversa franca, que não têm qualquer orgulho onde trabalham; 3. 80% manifestam-se completamente indiferentes (estão contaminados pela apatia); 4. Só 20% mostram-se compromissados; 5. Mais de 25% dos empregados nunca abrem a boca para criticar a gestão (mas fazem facilmente nos corredores lançando intrigas e fofocas). Fonte: Pesquisa da TMI - Claus Moller
  51. 51. Ponto a ponderar “Cada indivíduo deve trabalhar para si mesmo. As pessoas não se sacrificarão pela empresa. Eles vêm trabalhar na empresa para se divertir.” - Soichiro Honda, fundador da Honda “Each individual should work for himself. People will not sacrifice themselves for the company. They come to work at the company to enjoy themselves.” - Soichiro Honda, founder of Honda
  52. 52. Fatos sobre a felicidade Nossa felicidade não está gravada em pedra Embora nossos genes influenciam cerca de 50% da variação na nossa felicidade pessoal, nossas circunstâncias (como renda e meio ambiente) afetam apenas cerca de 10%. Outros 40% é representado por nossas atividades diárias e as escolhas conscientes que fazemos. Então, a boa notícia é que nossas ações realmente pode fazer a diferença.
  53. 53. Por que Felicidade?
  54. 54. 15 GRANDES IDEIAS para uma vida feliz Amor - ame, apaixone-se, goste de alguém intensamente; Sonho - tenha uma expectativa de futuro, tenha um ideal; Generosidade - faça algo por alguém; Relacionamentos - desenvolva novas amizades; Atividade física - mantenha o corpo saudável; Notar - observe o mundo a seu redor; Desenvolvimento - aprenda novas coisas; Esperança - acredite, seja otimista e entusiasmado; Superação - encontre meios de recomeçar, se necessário; Inovação - faça alguma coisa diferente, fuja da rotina; Direção - saiba para onde quer ir; Emoção - tenha sempre pensamentos positivo; Iniciativa - comece algo novo; Acabativa - termine o que você começou; Socialização - seja parte de algo maior;
  55. 55. Empresas com alto nível de engajamento 19,2% Maior no lucro operacional 17% Maior na margem operacional 27,8 Melhores no EPS* * Earning per share Fonte: Conference Board Research – Julho 2011

×