A ciência dos Solos
Geografia
Professor Daniel Nogueira
 A pedogênse compreende o processo de formação dos Solos.
 Através da compreensão de sua formação pode-se entender as
pr...
 Após compreender sua composição básica, fica a pergunta
COMO SÃO FORMADOS OS SOLOS?
 Para responder tal pergunta, nada ...
 Mas tal resposta deixa um grande ponto de interrogação:
COMO UMA ROCHA PODE TORNAR-SE UMA COMPOSIÇÃO DE
PARTÍCULAS?
 Si...
 Os INTEMPERISMOS são portanto forças da natureza que agem sobre as
rochas, desgastando-as e consequentemente fragmentand...
 Chegamos de maneira dedutiva portanto à nossa resposta!
Ishh mas qual era mesmo a pergunta? Aos desatentos:
COMO SÃO FOR...
TEMPO GEOLÓGICO
 Uma vez entendido o processo de formação chegamos a algumas outras
conclusões:
- O intemperismo é essencial para a forma...
 Compreendendo como são formados, qual sua composição básica e a origem dos
solos, podemos então entender sobre a sua est...
 Os solos possuem os seguintes Horizontes:
 Vimos que o intemperismo é o processo responsável pela formação dos
solos que a Rocha Matriz (Mãe) é a origem dos mesmos...
MAS QUAIS PROPRIEDADES SERIAM ESTAS?
As principais propriedades de um solo são:
-Fertilidade (Quantidade disponível de nu...
De acordo com as propriedades, ou características, existem no planeta 7
grandes grupos pedológicos, ou seja, tipos de sol...
Destaca-se o regime de solos bruzinens, tipicos de áreas de pradarias
temperadas, como os mais férteis do mundo.
Dentre ...
No Brasil, temos uma grande diversidade climática, consequentemente uma
grande diversidade de solos.
Sendo regimes de so...
No entanto, apesar de demorarem milhões de anos para se constituírem os
solos são facilmente degradados.
A degradação do...
A degradação do solo ocorre então através de duas maneiras:
-Uso do Solo.
-Exposição do Solo à processos erosivos.
Erosão:
-Exposição do Solo à processos erosivos.
-Ocorre por processos de erosão eólica ou hídrica.
-Sobre a erosão hídri...
Degradação por Uso:
-Alteração das características do solo motivada pelo uso antrópico.
-Intenso processo de degradação e...
Apesar de os níveis de degradação dos solos serem cada vez maiores em
todas as partes do mundo, vêm surgindo nos últimos ...
Mat geo 1ºem_solos_19-06-2013
Mat geo 1ºem_solos_19-06-2013
Mat geo 1ºem_solos_19-06-2013
Mat geo 1ºem_solos_19-06-2013
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mat geo 1ºem_solos_19-06-2013

211 visualizações

Publicada em

A formação e o uso dos Solos - Professor DANIEL NOGUEIRA

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
211
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mat geo 1ºem_solos_19-06-2013

  1. 1. A ciência dos Solos Geografia Professor Daniel Nogueira
  2. 2.  A pedogênse compreende o processo de formação dos Solos.  Através da compreensão de sua formação pode-se entender as propriedades do solo. Sendo tais propriedades o fator que diferencia um solo de outro.  Os solos em geral são compostos por: Minerais + Matéria Orgânica Decomposta  Estes dois materiais formam um composto de diversas partículas de diversos tamanhos o qual denominamos como SOLO.
  3. 3.  Após compreender sua composição básica, fica a pergunta COMO SÃO FORMADOS OS SOLOS?  Para responder tal pergunta, nada mais lógico do que remetermos para a Origem dos mesmos, e qual seria a Origem dos Solos? A resposta é simples e objetiva: AS ROCHAS  Sendo a rocha responsável pela formação de um determinado solo chamada de Rocha Matriz (ou Rocha mãe).
  4. 4.  Mas tal resposta deixa um grande ponto de interrogação: COMO UMA ROCHA PODE TORNAR-SE UMA COMPOSIÇÃO DE PARTÍCULAS?  Simples: para que uma rocha seja fragmentada em várias partículas é necessário que haja sobre ela alguma força ou agente.  Os agentes responsáveis por fragmentar e desgastar as rochas na natureza são o que chamamos de INTEMPERISMO.
  5. 5.  Os INTEMPERISMOS são portanto forças da natureza que agem sobre as rochas, desgastando-as e consequentemente fragmentando-as em milhões de partículas minerais. Eles são chamados de forças exógenas (externas) e considerados grandes esculpidores da superfície terrestre  Os intemperismos, podem ser: - Físico - Químico - Biológico
  6. 6.  Chegamos de maneira dedutiva portanto à nossa resposta! Ishh mas qual era mesmo a pergunta? Aos desatentos: COMO SÃO FORMADOS OS SOLOS? SIMPLES: As rochas matriz sofrem ação natural do tempo, também denominado como intemperismo, se desgastam e formam milhões de pequenos fragmentos que em conjunto formam o que chamamos de SOLO, uma composição entre minerais e matéria orgânica presente na superfície da Terra.
  7. 7. TEMPO GEOLÓGICO
  8. 8.  Uma vez entendido o processo de formação chegamos a algumas outras conclusões: - O intemperismo é essencial para a formação dos solos. - Quanto maior for o nível de intemperismo, mais intenso é o processo de desfragmentação da Rocha Matriz. - Quanto mais antigo mais profundo tendem a ser os solos, sendo que quanto mais jovem mais “raso” ele tende a ser.
  9. 9.  Compreendendo como são formados, qual sua composição básica e a origem dos solos, podemos então entender sobre a sua estrutura.  O solo é estruturado pelo que denominamos horizontes.  A forma como os horizontes estão dispostos define o perfil do solo. Os horizontes são camadas do solo de diferentes composições que lhe conferem sua característica estrutural.  Através da analise da estrutura do solo podemos por exemplo: - Delimitar sua profundidade. - Analisar sua idade. - Identificar a intensidade do intemperismo.
  10. 10.  Os solos possuem os seguintes Horizontes:
  11. 11.  Vimos que o intemperismo é o processo responsável pela formação dos solos que a Rocha Matriz (Mãe) é a origem dos mesmos.  Portanto é muito comum que o solo acabe herdando características da rocha matriz, sendo que essas características são geralmente moldadas pelos processos intempéricos.  Sendo assim como existem milhares de variedades de rochas e processos intempéricos diversos ao longo do planeta, formam-se diferentes tipos de solo, com propriedades bem características.  Desta maneira, define-se as PROPRIEDADES DO SOLO como: As principais características de uma estrutura pedológica.
  12. 12. MAS QUAIS PROPRIEDADES SERIAM ESTAS? As principais propriedades de um solo são: -Fertilidade (Quantidade disponível de nutrientes) -Profundidade (Espessura dos horizontes) -Textura (Tamanho das partículas do solo)
  13. 13. De acordo com as propriedades, ou características, existem no planeta 7 grandes grupos pedológicos, ou seja, tipos de solo. Sendo eles: -Latossolos (profundos e pobres em nutrientes): Áreas Tropicais -Litossolos (rasos e pobres em nutrientes): Áreas Montanhosas -Podzólicos (rasos e acidificados – pH < 7): Áreas Temperadas -Bruzinens (rasos e ricos em nutrientes): Áreas Temperadas -Hidromórficos (profundos e alagados):Áreas Pantaneiras/Mangues -Halomórficos (rasos e salinos):Áreas Desérticas -Permafrost (profundos e congelados): Áreas Polares
  14. 14. Destaca-se o regime de solos bruzinens, tipicos de áreas de pradarias temperadas, como os mais férteis do mundo. Dentre os solos bruzinens, pode-se citar: -Os solos Tchernoziom (Solos Negros): Planície Russa -Os solos Loess (ricos em sedimentos calcáreos): Planície Chinesa
  15. 15. No Brasil, temos uma grande diversidade climática, consequentemente uma grande diversidade de solos. Sendo regimes de solos de maior destaque: -Latossolos lixiviados (Zona Equatorial) -Latossolos salinizados (Sertão Nordestino) -Latossolos típicos ( 60% do território) -Bruzinens (Pampas Gaúchos) Tendo destaque em termos de fertilidade no Brasil os Solos Terra Roxa (SP/PR/SC) e os Solos de Massapê (Agreste Nordestino)
  16. 16. No entanto, apesar de demorarem milhões de anos para se constituírem os solos são facilmente degradados. A degradação do solo corresponde a quaisquer alterações das características físicas, químicas e/ou biológicas dos solos provocadas por ações diretas ou indiretas do homem. Tal degradação é facilmente iniciada após a retirada da cobertura vegetal do solo, ou seja o desmatamento. Geralmente o solo é exposto com um proposito de uso agrícola ou de ocupação urbana. Em ambos os casos temos processos de degradação das propriedades do solo.
  17. 17. A degradação do solo ocorre então através de duas maneiras: -Uso do Solo. -Exposição do Solo à processos erosivos.
  18. 18. Erosão: -Exposição do Solo à processos erosivos. -Ocorre por processos de erosão eólica ou hídrica. -Sobre a erosão hídrica identificamos três estágios de intensidade: 1º: Erosão Superficial 2º: Ravinamento 3º: Voçoroca
  19. 19. Degradação por Uso: -Alteração das características do solo motivada pelo uso antrópico. -Intenso processo de degradação em áreas agrícolas -Podendo ocorrer: Acidificação (Redução do pH) Lixiviação (Lavagem dos nutrientes do solo) Laterização (Endurecimento da superfície do solo) Contaminação (por agentes químicos como fertilizantes)
  20. 20. Apesar de os níveis de degradação dos solos serem cada vez maiores em todas as partes do mundo, vêm surgindo nos últimos anos diversas técnicas de preservação dos solos. Dentre tais técnicas destacamos: -Adoção das Curvas de Nível -Terraceamento -Rotação de Culturas -Calagem -Sistemas Agroflorestais -Agricultura Orgânica

×