Série Artigos Comentados
Série Artigos ComentadosA relação entre inflamação e o desempenho em testesneuropsicológicosConsultora e apresentadoraJéss...
A relação entre inflamação e o desempenho em testesneuropsicológicosValerie Balldin, James Hall, Robert Barber, Linda Hyna...
•Inflamação  modula uma série de processos patogênicos que estãoassociados à DA – incluindo a cascata amiloide;•Proteínas...
• Inflamação periférica  desempenho cognitivo mais pobre edeclínio cognitivo– Nem sempre são consistentes!IntroduçãoAnkol...
Introdução• Altos níveis de proteína C reativa na meia-idade  maior risco dedemência vascular e de DA;• Indivíduos com co...
• Muitas pesquisas  inflamação crônica e altos níveis de citocinas pró-inflamatórias são componentes fundamentais da DA;•...
Objetivo• Examinar o link entre citocinas pró- e anti-inflamatórias e odesempenho neuropsicológico numa amostra diagnostic...
Métodos320 participantes124  DA provável;196  controles.Ankol – www.ankol.com.br
MétodosAcompanhamento  avaliação anual:Avaliação médica, entrevista, testesneuropsicológicos e coleta de sangue.Ankol – w...
Medidas utilizadasExtensão de dígitosTeste de trilha (A e B)Escala de memória de Wechsler (memória lógica)Teste de nomeaçã...
DA Controle pNúmero de sujeitos 124 196 -Gênero feminino 77 (62,1%) 134 (68,4%) 0,25Idade (média emanos)76,72 70,47 <0.01E...
• DA x controles  conforme o esperado:– Escore do MEEM mais baixo (22,3 x 29,4);– CDR mais alto (5,2 x 0).Ankol – www.ank...
Marcadores pró-inflamatórios• Altos níveis de IL-8  piores escores na cognição global (MEEM), namemória visual imediata (...
Marcadores anti-inflamatórios• Altos níveis do antagonista do receptor de IL-1 (IL-1ra) melhores escores na memória verba...
Discussão• Associação entre marcadores inflamatórios é complexa!• Marcadores pró-inflamatórios– positivamente associados à...
Discussão• Marcadores anti-inflamatórios– positiva e negativamente associados às medidas de cognição global egravidade da ...
Discussão• Os achados não são supresa;• Resultados conflitantes  esperados!• Relação entre inflamação e desempenho neurop...
Discussão• Comprometimento cognitivo x sem comprometimento  perfispró-inflamatórios e anti-inflamatórios diferentes.
Conclusão• Não adotar a abordagem padrão (examinar osbiomarcadores individualmente) e, sim, fazer o usode perfis de biomar...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A relação entre inflamação e o desempenho em testes neuropsicológicos

350 visualizações

Publicada em

Examinar a relação entre citocinas pró e anti inflamatórias e o desempenho neuropsicológico numa amostra diagnosticada com Doença de Alzheimer e em controles normais.

Veja a aula em:
http://www.ankol.com.br/Cursos/tabid/93/ProdID/58/CatID/1/A_rela%C3%A7%C3%A3o_entre_inflama%C3%A7%C3%A3o_e_o_desempenho_em_testes_neuropsicol%C3%B3gicos_.aspx

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
350
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A relação entre inflamação e o desempenho em testes neuropsicológicos

  1. 1. Série Artigos Comentados
  2. 2. Série Artigos ComentadosA relação entre inflamação e o desempenho em testesneuropsicológicosConsultora e apresentadoraJéssica Natuline IanofProdução e ediçãoAnkol Educação ContinuadaImagem de abertura do artigoFreeDigitalPhotos.netO artigo aqui apresentado é de propriedade e autoria de suas respectivaseditoras e autores.Ankol © Copyrigth 2013 - Todos os direitos reservados
  3. 3. A relação entre inflamação e o desempenho em testesneuropsicológicosValerie Balldin, James Hall, Robert Barber, Linda Hynan, Ramon Diaz-Arrastia e Sid O’BryantUniversity of North Texas, USAINT J ALZHEIMER DIS. 2012; 2012:703871. Epub 2012 Sep 13.DOI: 10.1155/2012/703871Ankol – www.ankol.com.br
  4. 4. •Inflamação  modula uma série de processos patogênicos que estãoassociados à DA – incluindo a cascata amiloide;•Proteínas pró-inflamatórias e anti-inflamatórias  são estimuladas pordanos, toxicidade da β-amiloide e isquemia;•Hipertensão e aterosclerose  aumento da inflamação;IntroduçãoAnkol – www.ankol.com.br
  5. 5. • Inflamação periférica  desempenho cognitivo mais pobre edeclínio cognitivo– Nem sempre são consistentes!IntroduçãoAnkol – www.ankol.com.br
  6. 6. Introdução• Altos níveis de proteína C reativa na meia-idade  maior risco dedemência vascular e de DA;• Indivíduos com comprometimento cognitivo x indivíduos comenvelhecimento normal– Balanço entre citocinas pró-inflamatórias e anti-inflamatórias  diferente.Ankol – www.ankol.com.br
  7. 7. • Muitas pesquisas  inflamação crônica e altos níveis de citocinas pró-inflamatórias são componentes fundamentais da DA;• Relação entre esses marcadores e o declínio no desempenhoneuropsicológico  pouca atenção.IntroduçãoAnkol – www.ankol.com.br
  8. 8. Objetivo• Examinar o link entre citocinas pró- e anti-inflamatórias e odesempenho neuropsicológico numa amostra diagnosticadacom DA e em controles normais  Consórcio do Texas parapesquisa e cuidado na doença de Alzheimer.Ankol – www.ankol.com.br
  9. 9. Métodos320 participantes124  DA provável;196  controles.Ankol – www.ankol.com.br
  10. 10. MétodosAcompanhamento  avaliação anual:Avaliação médica, entrevista, testesneuropsicológicos e coleta de sangue.Ankol – www.ankol.com.br
  11. 11. Medidas utilizadasExtensão de dígitosTeste de trilha (A e B)Escala de memória de Wechsler (memória lógica)Teste de nomeação de BostonFluência verbalTeste do desenho do relógioEscala de depressão geriátricaMEEMCDRAnkol – www.ankol.com.br
  12. 12. DA Controle pNúmero de sujeitos 124 196 -Gênero feminino 77 (62,1%) 134 (68,4%) 0,25Idade (média emanos)76,72 70,47 <0.01Educação (média emanos)14,35 15,52 <0.01Um ou mais ε4(APOE)71 (61,7%) 50 (25,8%) <0.01Ankol – www.ankol.com.br
  13. 13. • DA x controles  conforme o esperado:– Escore do MEEM mais baixo (22,3 x 29,4);– CDR mais alto (5,2 x 0).Ankol – www.ankol.com.br
  14. 14. Marcadores pró-inflamatórios• Altos níveis de IL-8  piores escores na cognição global (MEEM), namemória visual imediata (Wechsler) e na fluência verbal. Associado àseveridade da doença (CDR mais alto);• Altos níveis de proteína C reativa  maior severidade da doença (CDRmais alto) e, no entanto, melhor cognição global (MEEM), melhordesempenho na memória lógica e no teste verbal e evocação da memóriavisual;• Altos níveis de TNF-α  melhor evocação verbal e memória visualimediata.
  15. 15. Marcadores anti-inflamatórios• Altos níveis do antagonista do receptor de IL-1 (IL-1ra) melhores escores na memória verbal e na memória visual.
  16. 16. Discussão• Associação entre marcadores inflamatórios é complexa!• Marcadores pró-inflamatórios– positivamente associados à memória imediata, à evocação tardia,memória visual, gravidade da doença e cognição global;– negativamente associados a medidas de memória visual imediata,fluência verbal e cognição global.
  17. 17. Discussão• Marcadores anti-inflamatórios– positiva e negativamente associados às medidas de cognição global egravidade da doença (CDR), à memória imediata visual e verbal e àevocação da memória visual e verbal.
  18. 18. Discussão• Os achados não são supresa;• Resultados conflitantes  esperados!• Relação entre inflamação e desempenho neuropsicológico varia de acordo com o status da doença e domínio cognitivo.
  19. 19. Discussão• Comprometimento cognitivo x sem comprometimento  perfispró-inflamatórios e anti-inflamatórios diferentes.
  20. 20. Conclusão• Não adotar a abordagem padrão (examinar osbiomarcadores individualmente) e, sim, fazer o usode perfis de biomarcadores  compreender arelação entre biomarcadores e desempenhoneuropsicológico.

×