Uma Pessoa Mais Velha

600 visualizações

Publicada em

Uma Pessoa Mais Velha

Publicada em: Espiritual
2 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
600
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
219
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
2
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Uma Pessoa Mais Velha

  1. 1. <ul><li>Sou uma pessoa mais velha! </li></ul>
  2. 2. <ul><li>Constantemente se criticam as pessoas mais velhas </li></ul><ul><li>por não se adaptarem ao mundo moderno. </li></ul><ul><li>Sem dúvida, nós nos responsabilizamos por tudo o que fizemos e não culpamos ninguém por isso. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Não obstante, </li></ul><ul><li>depois de uma serena </li></ul><ul><li>meditação, gostaria de assinalar que, apesar de havermos levado o mundo </li></ul><ul><li>na flauta, de havermos vivido </li></ul><ul><li>uma revolução sexual, de havermos nos rebelado contra certos </li></ul><ul><li>valores tradicionais e de </li></ul><ul><li>havermos dançado ao som dos Beatles </li></ul><ul><li>e dos Rolling Stones…. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>NÃO fomos nós que eliminamos: </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>a melodia da música, </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>o talento e a engenhosidade das criações artísticas, </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>a boa voz na hora de cantar, </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>o orgulho por nossa aparência exterior, </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>a cortesia ao dirigir, </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>o romance nas relações amorosas, </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>o compromisso do casal, </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>a responsabilidade da paternidade, </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>a união da família, </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>a aprendizagem e o gosto pela cultura, </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>o sentimento de patriotismo, </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>o rechaço à vulgaridade e à grosseria. </li></ul></ul></ul></ul>
  5. 5. <ul><li>NÃO fomos nós que eliminamos: </li></ul><ul><ul><li>o presépio de natal das escolas e cidades, </li></ul></ul><ul><ul><li>o bom comportamento intelectual, </li></ul></ul><ul><ul><li>o refinamento de linguagem, </li></ul></ul><ul><ul><li>a dedicação à literatura, </li></ul></ul><ul><ul><li>a prudência na hora de gastar, </li></ul></ul><ul><ul><li>a ambição por querer ser alguém na vida. </li></ul></ul><ul><ul><li>E nem tiramos Deus do governo, das escolas, dos </li></ul></ul><ul><ul><li>hospitais e de nossa vida. Nem o respeito aos outros. </li></ul></ul><ul><ul><li>Nem às mulheres e aos anciãos, e certamente não </li></ul></ul><ul><ul><li>fomos nós que eliminamos a paciência e a tolerância </li></ul></ul><ul><ul><li>de nossas relações pessoais nem de nossas </li></ul></ul><ul><ul><li>interações pessoais nem de nossas interações com os </li></ul></ul><ul><ul><li>demais. </li></ul></ul>
  6. 6. <ul><ul><li>De fato, já sou una pessoa mais velha! </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Entretanto posso animar uma festa... </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>mesmo que só resista até o meio dia. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Entretanto posso abrir frascos com tampas à prova </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>de crianças, ainda que tenha que usar um martelo. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Entretanto me lembro de chegar em minha casa </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>a uma hora e de forma adequada. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Entretanto durmo como um bebê durante as noites... </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>ainda que no outro dia o corpo demore em permitir </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>que me levante. </li></ul></ul></ul>
  7. 7. <ul><ul><li>Mas, todavia, posso </li></ul></ul><ul><ul><li>rir das críticas... </li></ul></ul><ul><ul><li>ainda que às vezes não possa ouvir </li></ul></ul><ul><ul><li>bem o que dizem de mim. </li></ul></ul><ul><ul><li>Porém sou muito bom </li></ul></ul><ul><ul><li>contando histórias ou piadas… </li></ul></ul><ul><ul><li>Mesmo que as repita várias vezes. </li></ul></ul><ul><ul><li>Mas não pense </li></ul></ul><ul><ul><li>que me tenha tornado um lutador, </li></ul></ul><ul><ul><li>casca grossa, nem intransigente… </li></ul></ul>
  8. 8. <ul><ul><li>Simplesmente que tenho idade para </li></ul></ul><ul><ul><li>dizer que há coisas que já </li></ul></ul><ul><ul><li>não me agradam… </li></ul></ul><ul><ul><li>Já não gosto do engarrafamento no trânsito, nem das multidões, </li></ul></ul><ul><ul><li>nem da música alta, </li></ul></ul><ul><ul><li>nem das crianças gritando, </li></ul></ul><ul><ul><li>nem dos cachorros que latem, </li></ul></ul><ul><ul><li>nem dos políticos que enganam, </li></ul></ul><ul><ul><li>nem da intransigência e da insolência dos jovens com os mais velhos e tantas outras coisas </li></ul></ul><ul><ul><li>que agora não me lembro. </li></ul></ul>
  9. 9. Mas desejo seguir desfrutando de minha vida, a vida que Deus me deu. Portanto, respeitando aos outros e desejando que os outros me respeitem. No entanto, agora não me lembro de quem me enviou isto. Talvez volte a enviar à pessoa que o enviou a mim. Que me desculpe.
  10. 10. Isso tudo... que importa?! Certo é que, como eu, ele ou ela também pôs flores na cabeça, entoou canções de protesto, fez algumas coisas não tão santas e se acabou dançando ao som dos Beatles e dos Rolling Stones. Só as pessoas mais velhas podem entender isto de enviar mensagens e piadas pesadas por correio eletrônico quase todos os dias .
  11. 11. Agora me assalta a dúvida... Já te mandei isto? Bom, se por acaso já te enviei, vou enviar de novo para estar seguro de que o leia. É só uma mostra de que me lembro de ti ! UM ABRAÇO!

×