Cumaio saci 4

516 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
516
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cumaio saci 4

  1. 1. Universidade Zambeze Faculdade de Ciências Agrárias Curso de Eng. Agro-Pecuária Cadeira: Suinocultura, Avicultura e Cunicultura Industrial Tema: Descrição das doenças causadas por vírus em suínos Elaborado por: Docente: Hercilio Cumaio Dr.C Angel Vazquez Sergio Macamo Telma Malate
  2. 2. Introdução A saúde dos suínos depende do equilíbrio entre vários factores entre os quais podem ser citados alimentação, água, instalações, e maneio. Convém lembrar que sanidade é um elo da cadeia de produção, entretanto, a ocorrência de enfermidades em uma propriedade, muitas vezes, causa prejuízos ao produtor. É importante destacar as principais enfermidades de origem viral que acometem os suínos.
  3. 3. Objectivos Geral: Descrever as doenças causadas por vírus em suínos. Específicos: Conhecer os sintomas clínicos manifestados pelos suínos; Conhecer as formas de tratamento e prevenção das doenças causadas por vírus em suínos.
  4. 4. Doença de Aujeszky Enfermidade infecto-contagiosa causada por um Herpes vírus que afecta a maioria dos animais domésticos, sendo o suíno considerado o principal reservatório do vírus. A doença provoca alta mortalidade entre suínos jovens.
  5. 5. Cont. Sintomas Animais com menos de 3 semanas de idade são altamente sensíveis, podendo apresentar sintomas nervosos como: incoordenação motora, tremores musculares, convulsões, paralisia ou apenas prostração como sinal clínico. Suínos adultos apresentam forma menos acentuada da doença observando se dispneia, corrimento nasal, tosse, vómito e diarreia. A temperatura pode chegar a 41ºC. Há casos em que a doença também evolui para a forma nervosa e os suínos têm incoordenação e hipersensibilidade. Nas fêmeas adultas, verifica-se, frequentemente, inapetência, temperatura de 41ºC e cessação da produção de leite, além de aborto.
  6. 6. Cont. Controlo O controle prevê medidas sanitárias que dificultem a entrada do vírus na criação As vacinas inactivadas ou contendo vírus vivo atenuado não previnem a infecção, apenas reduzem a severidade dos sintomas clínicos.
  7. 7. Circovirose Suína  Agente etiológico Circovírus  Porcino  tipo-2 (PCV-2),  pertencente  à família Circoviridae, gênero Circovirus. A via de transmissão desta doença é a oronasal, na maior  parte  dos  casos.  O  vírus  infecta  células  do  sistema imunitário,  e  replica-se  em  diversos  tipos  celulares, de preferência células que estão em divisão.
  8. 8. Cont. Sintomas Emagrecimento progressivo, perda de apetite,  linfadenopatia, diarréia crônica e sintomas  respiratórios; pode haver também palidez, icterícia e  úlceras gástricas. 
  9. 9. Cont. Tratamento Não existe um tratamento efectivo contra este vírus, o  ideal  é que  seja  feito  o  controle,  no  entanto,  este  é  muito difícil de ser realizado. Limitar  o contacto entre  animais, com  adopção de uma boa higiene e também,  com o fornecimento de uma dieta adequada.
  10. 10. Parvovirose Suína A  parvovirose  suína  é  uma  importante  virose  que  somente  na  espécie  suína  está  relacionada  com  transtornos reprodutivos.  Os suínos se contaminam através da ingestão de restos  de placenta no momento do parto.
  11. 11. Cont. Sintomas Assim sendo, nesta enfermidade é comum se observar  abortamento,  fetos  mumificados  em  vários  estágios.  Se a gestação chega ao término, pode acontecer ainda,  a  presença  de  mumificados,  leitões  vivos  normais,  leitegada fraca e de tamanho reduzido.
  12. 12. Cont. Controlo   O  controlo  da  parvovirose  suína  é  feito  através  da  vacinação  de  todo  o  plantel  reprodutor  antes  da  cobertura. Existem vacinas polivalentes que protegem  contra a parvovirose. Assim, orienta-se a vacinação a  fim  de  que  todos  os  suínos  apresentem  níveis  de  anticorpos elevados e uniforme.
  13. 13. Rotavirose suína O vírus se transmite aos leitões, principalmente, através das fezes. Sintomas Diarréias geralmente, de cor amarelada ou esverdeada com presença de leite coagulado, principalmente, em leitões de duas a seis semanas de vida. Os leitões podem apresentar ainda, vômitos e falta de apetite.
  14. 14. Cont. Em casos de focos 70 a 80% dos leitões podem ser afectados. Fêmeas adultas podem também ser portadoras eliminando o vírus e contaminando a leitegada. Tratamento Trata se de uma zoonose e não existe vacina disponivel. Como prevenção deve aplicar se medidas de limpeza e higiene.
  15. 15. Varíola suina Causada por um vírus similar aos que causam a varíola nos bovinos, ovinos, cabras e camelos. Esta doença está associada com a presença e a picada do piolho do porco (Haematopinus suis). Sintomas Os sintomas raramente são graves. As crostas se formam em todo o corpo, mas especialmente no abdomem e orelhas, causando mal estar. Ocasionalmente há febre ligeira.
  16. 16. Exantema vesicular suina Doença vírica que, não se distingue clinicamente da febre aftosa e estomatite vesicular. O virus produz formação de vesículas no focinho e nas mucosas da cavidade bucal e formação de vesículas nos espaços interdigitais. Nos porcos, formam-se no casco, seguindo pouco a pouco até escamação do casco.
  17. 17. Cont. Sintomas Após romper as vesículas, há formação de necrose. As lesões atingem as principais funções da língua, tanto dorsal como lateral, assim como o focinho Espaço interdigital afectado, assim como a banda coronária. Atinge a glândula mamária Pode perder o casco
  18. 18. Cont. Tratamento Não existe um tratamento efectivo contra este vírus, o ideal é que seja feito o controle, com adopção de uma boa higiene e também, com o fornecimento de uma alimentação adequada.
  19. 19. Conclusão As doencas causadas por virus em suinos são: Doença de Aujeszky, Parvovirose Suína, Circovirose suína, Rotavirose suína, Varíola suina, Exantema vesicular suina. Para as doencas causadas por virus não existem um tratamento efectivo contra os vírus, o ideal é que seja feito o controlo, com adopção de uma boa higiene e também, com o fornecimento de uma alimentação adequada.
  20. 20. Bibliografia RIET-CORREA, F., SCHILD, A.L., MENDEZ, M.C. et al. Laboratório Regional de Diagnóstico. Doenças diagnosticadas no ano de 1987. SCHILD, A.L., RIET-CORREA, F., PEREIRA, D.B. et al. Doenças diagnosticadas pelo Laboratório Regional de Diagnóstico em 1993. Bol Lab Reg Diag,1994. VASCONCELOS, R.O., VARASCHIN, M.S., WAUTERS, F. et al. ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA VETERINÁRIA, 1993. Anais... Santa Maria, p. 11, 1993.
  21. 21. Bibliografia VIDOR, T. Isolamento e identificação do vírus da doença das mucosas no Estado do Rio Grande do Sul. Bol Ins Pesq Vet Desidério Finamor, n. 2 (especial), 1974

×