Pp FormaçãOanabelaalt

767 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
767
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pp FormaçãOanabelaalt

  1. 1. BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO VERTICAL MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL<br />Biblioteca Escolar<br />espaço culturalmente<br />AUTO-AVALIAÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR E O AGRUPAMENTO<br />biblioteca escolar<br />Anabela Quelhas<br />
  2. 2. ÍNDICE<br /><ul><li> A BIBLIOTECA ESCOLAR
  3. 3. O GRANDE DESAFIO
  4. 4. O PAPEL DA AUTO-AVALIAÇÃO DA BE
  5. 5. AS MAIS VALIAS
  6. 6. O PROCESSO
  7. 7. AS EVIDÊNCIAS
  8. 8. A RECOLHA DE INFORMAÇÃO
  9. 9. O ENVOLVIMENTO DO AGRUPAMENTO
  10. 10. O PLANEAMENTO
  11. 11. AUTO-AVALIAÇÃO – BE/AGRUPAMENTO
  12. 12. BIBLIOGRAFIA</li></ul>BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO VERTICAL MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL<br />
  13. 13. A BIBLIOTECA ESCOLAR<br />A biblioteca escolar proporciona informações e conhecimentos fundamentais para que o individuo seja bem sucedido na sociedade actual.<br />BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO VERTICAL MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL<br />
  14. 14. A BIBLIOTECA ESCOLAR<br />A biblioteca escolar deve ser uma estrutura capaz de produzir alterações em todos os sectores da Escola, com vista a melhorar o processo ensino-aprendizagem.<br />BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO VERTICAL MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL<br />
  15. 15. A BIBLIOTECA ESCOLAR<br />SUCESSO<br />ESCOLA<br />BIBLIOTECA<br />BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO VERTICAL MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL<br />
  16. 16. O GRANDE DESAFIO<br />Ultrapassar o modelo de biblioteca escolar centrado na oferta de um espaço equipado onde é possível obter informação.<br />Construir um espaço articulado com a comunidade educativa capaz de transformar informação em conhecimento. <br />BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO VERTICAL MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL<br />
  17. 17. O GRANDE DESAFIO<br />CURRÍCULO<br />BIBLIOTECA<br />AUTO-AVALIAÇÃO<br />SUCESSO EDUCATIVO<br />implica<br />Articulação<br />Cooperação<br />Trabalhar e trabalhar COM<br />Professor bibliotecário activo e líder<br />Comunicação constante entre todos<br />Planos estratégicos e operacionais COMUNS<br />Necessidade de avaliar, conhecer impactos e aferir<br />Mostrar evidências <br />BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO VERTICAL MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL<br />
  18. 18. O PAPEL DA AUTO-AVALIAÇÃO<br /> DA BE (biblioteca escolar)<br />BIBLIOTECA<br />Uma chave para a melhoria<br />Conhecer o impacto da biblioteca na aprendizagem e na formação dos alunos.<br />ALUNOS<br />BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO VERTICAL MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL<br />
  19. 19. AS MAIS VALIAS<br />Detectar pontos fortes e pontos fracos da acção da biblioteca e da escola.<br />A comunidade educativa terá oportunidade de conhecer e reflectir melhor sobre as suas práticas, estabelecer prioridades sobre as necessidades e canalizar as suas energias para os objectivos desejados. <br />A BIBLIOTECA monitoriza o seu próprio progresso.<br />MUDAR<br />AFERIR<br />BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO VERTICAL MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL<br />
  20. 20. AS MAIS- VALIAS<br />DEFINIR PRIORIDADES<br />MELHOR PLANEAMENTO<br />ORÇAMENTO ADEQUADO<br />MELHOR INVESTIMENTO<br />Melhor BIBLIOTECA<br />Melhor AGRUPAMENTO<br />BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO VERTICAL MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL<br />
  21. 21. O PROCESSO<br />Recolha de novas evidências sobre o impacto das mudanças<br />Realização das mudanças necessárias<br />Um processo<br /> feito <br />de <br />etapas<br />Interpretação da informação recolhida<br />Recolha de dados ou evidências <br />Identificação de um problema<br />BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO VERTICAL MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL<br />
  22. 22. AS EVIDÊNCIAS<br /><ul><li>Estatística de utilização: empréstimos domiciliários, requisições presenciais, utilização dos espaços, etc.;
  23. 23. Trabalhos realizados pelos alunos;
  24. 24. Planificações e Projectos Curriculares de Turma;
  25. 25. Materiais produzidos pela BE ou em colaboração com os docentes;
  26. 26. Instrumentos produzidos para recolher informação : questionários, entrevistas, registos de observação;
  27. 27. Documentação constante nos Documentos: PEA,
  28. 28. PCA, RI e PAA;
  29. 29. Actas de reuniões, relatórios de actividades;
  30. 30. Blog e página web da biblioteca;
  31. 31. Diário de bordo e outras;</li></ul>BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO VERTICAL MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL<br />
  32. 32. RECOLHA DE INFORMAÇÃO<br />contextual<br />qualitativa<br />quantitativa<br />BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO VERTICAL MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL<br />
  33. 33. ENVOLVIMENTO <br />DO AGRUPAMENTO<br />AUXILIARES<br />PARCERIAS<br />PROFESSORES<br />BE<br />D<br />I<br />R<br />Acompanhar e coadjuvar<br />E<br />C<br />T<br />O<br />R<br />ALUNOS<br />ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO<br />BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO VERTICAL MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL<br />
  34. 34. ENVOLVIMENTO <br />DO AGRUPAMENTO<br />DIRECTOR – LÍDER COADJUVANTE DO PROCESSO<br />EQUIPA BE – COORDENA <br />CONSELHO PEDAGÓGICO – ANALISA, DISCUTE RESULTADOS, SUGERE E APOIA ESTRATÉGIAS<br />BE<br />PROFESSORES – APLICAM OU RESPONDEM A QUESTIONÁRIOS E REALIZAM GRELHAS DE OBSERVAÇÃO<br />ALUNOS – RESPONDE A QUESTIONÁRIOS, EMITE OPINIÕES E REALIZA TRABALHOS<br />ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO – RESPONDE A QUESTIONÁRIOS<br />BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO VERTICAL MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL<br />
  35. 35. PLANEAMENTO<br /><ul><li>Escolha do domínio a avaliar – Equipa (ouvido o Conselho Pedagógico) – Domínio 2, Leitura e literacias.
  36. 36. Universo – 2º e 3º ciclo.
  37. 37. Selecção de um problema – Falta de hábitos de leitura e literacias reduzidas.
  38. 38. Reunião com o Director, para construir uma acção concertada face à auto-avaliação.
  39. 39. Calendarização do processo:
  40. 40. Entrega de questionários RBE (20% professores, 10% alunos </li></ul>de cada nível de ensino e associação de pais e encarregados <br />de educação):<br /><ul><li>Fase 1 – Janeiro 2010
  41. 41. Fase 2 – Maio 2010
  42. 42. Recolha de diversas evidências ao longo do ano – actas, relatórios, estatística de utilização, registos de opinião, etc..
  43. 43. Tratamento de dados - Junho 2010.
  44. 44. Encontrar um nível/perfil de desempenho ajustado.
  45. 45. Divulgação de resultados e apresentação de plano de melhoria até 15 de Julho 2010.</li></ul>BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO VERTICAL MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL<br />
  46. 46. AUTO-AVALIAÇÃO <br />BE/AGRUPAMENTO<br />Todos os dados são partilhados regularmente com o Director.<br />Todos os dados resultantes da auto-avaliação da BE são analisados e discutidos no Conselho Pedagógico.<br />Todos os dados resultantes da auto-avaliação da BE podem ser fornecidos à equipa da avaliação interna do agrupamento e integrados no seu relatório.<br />Divulgação dos resultados na página web da biblioteca e do agrupamento.<br />Todos os dados resultantes da auto-avaliação da BE são comunicados à Rede de Bibliotecas Escolares.<br />BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO VERTICAL MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL<br />
  47. 47. BIBLIOGRAFIA<br />Texto da sessão, disponibilizado na plataforma.<br />Scott, Elspeth (2002)<br /> “How good is your school library resource centre? An introduction to performance measurement”. 68th IFLA Council and General Conference August. <br /> <br />McNicol, Sarah (2004) Incorporatinglibraryprovisioninschool self-evaluation. EducationalReview, 56 (3), 287-296.<br /> <br />Johnson, Doug (2005) “Getting the Most from Your School Library Media Program”, <br />Principal. Jan/Feb 2005<br />BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO VERTICAL MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL<br />

×