A família do idoso dependente

10.841 visualizações

Publicada em

Palestra ministrada pela psicóloga Luciene Corrêa Miranda no 1º Encontro Regional de Familiares e Cuidadores de Idosos Dependentes, realizado no dia 30 de outubro de 2010, no Ritz Plaza Hotel, em Juiz de Fora-MG.

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.841
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
94
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
264
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A família do idoso dependente

  1. 1. A Família do Idoso Dependente Luciene Corrêa Miranda Mestre em Psicologia Pós-graduada em Desenvolvimento Humano Prof. Escola de Enfermagem SCMJF Prof. Substituta CES/JF Colunista do Site Cuidar de Idosos Psicóloga Clínica CRP/04 25602 Membro da ABRAz MG Regional JF
  2. 2. Cuidar de Idosos <ul><li>Tarefa árdua, estressante, solitária; </li></ul><ul><li>Senso de obrigatoriedade ou gratificação; </li></ul><ul><li>Nem sempre o cuidador escolhe ocupar este papel. </li></ul><ul><li>A importância de se ter um vínculo afetivo satisfatório e bem estruturado antes da doença é um fator que direciona como será a dinâmica de cuidados (Vieira, 1996). </li></ul>
  3. 3. Cuidar de quem? <ul><li>“ Só faz sentido cuidar de alguém que não consegue desempenhar mais suas atividades cotidianas” (Vieira, 1996, p. 35), pois o mais importante é estimular o idoso a manter sua autonomia e sua independência por mais tempo possível. </li></ul>
  4. 4. Inversão de papéis pais e filhos
  5. 5. Filhos transformam-se em portos seguros
  6. 6. De esposo a fisioterapeuta...
  7. 7. Esposo precisa da esposa para se alimentar
  8. 8. De esposa a enfermeira...
  9. 9. Diferentes graus de dependência <ul><li>Dependência nas AVDs </li></ul><ul><li>Dependência nas AVIs </li></ul>
  10. 10. Os cuidados são os mesmos? <ul><li>Idoso portador de demência, saúde física preservada. </li></ul><ul><li>Idoso com problemas de saúde física, estado cognitivo preservado. </li></ul>
  11. 11. Nas situações anteriores <ul><li>As duas requeririam do cuidador o mesmo desprendimento? </li></ul><ul><li>Qual situação seria mais desgastante para o cuidador e por que? </li></ul>
  12. 12. Sobrecarga do cuidador <ul><li>Prover cuidados é uma tarefa custosa – emocional, social e financeiramente – e cuidadores com freqüência recebem pouca ou nenhuma ajuda externa (Netto, 1996, p. 155). </li></ul><ul><li>O cuidador idoso pode sofrer ainda mais. </li></ul>
  13. 13. Reorganização familiar <ul><li>A dependência do idoso modifica drasticamente a rotina e a dinâmica familiar. </li></ul><ul><li>O idoso pode ter que morar com os filhos, sendo necessário readaptar o espaço físico. </li></ul><ul><li>Quando o idoso não quer abrir mão de sua casa os filhos costumam ter que revezar para acompanhá-lo em sua residência. </li></ul><ul><li>Filhos e cônjuges sentem-se abandonados. </li></ul>
  14. 14. Três tipos de famílias <ul><li>A engajada; </li></ul><ul><li>A dividida; </li></ul><ul><li>A negligente. </li></ul>
  15. 15. Desunião das famílias <ul><li>Num momento em que somar forças para cuidar do idoso dependente é essencial, muitas famílias são marcadas pelo distanciamento. </li></ul><ul><li>Apenas uma pessoa se transforma em cuidador. </li></ul>
  16. 16. Quem enfrenta mais problemas? <ul><li>Filho único de pai(s) idoso(s) dependente(s) </li></ul><ul><li>Família numerosa (vários filhos) com idoso(s) dependente(s). </li></ul>
  17. 17. Uma triste realidade <ul><li>Os filhos não querem cuidar dos pais idosos, principalmente se eles estiverem doentes! </li></ul><ul><li>Argumentos: falta de tempo; sofreram maus tratos dos pais enquanto crianças; não conseguem cuidar do idoso sozinho; insuficientes recursos financeiros, etc. </li></ul><ul><li>Pensam apenas em suas próprias questões, deixam o bem-estar do idoso para segundo plano. </li></ul>
  18. 18. Impactos sofridos pelos familiares <ul><li>↑ Desgaste emocional. </li></ul><ul><li>↓ Interações sociais. </li></ul><ul><li>Dificuldades financeiras. </li></ul><ul><li>↑ Solidão. </li></ul><ul><li>Ausência de ajuda. </li></ul><ul><li>Ser incompreendido. </li></ul><ul><li>Frustração. </li></ul><ul><li>Ser deixado em segundo plano. </li></ul><ul><li>Sintomas físicos e psicológicos. </li></ul>
  19. 19. Desafios futuros <ul><li>Necessidade de projetos da área da saúde pública voltados à atenção ao cuidador. </li></ul><ul><li>No setor privado já existem algumas alternativas. </li></ul><ul><li>Necessidade de projetos de cuidadores profissionais vinculados à saúde pública que oferecessem cuidados aos idosos, reduzindo, mesmo que por poucas horas, a sobrecarga do cuidador. </li></ul>
  20. 20. Desafios futuros <ul><li>Efetiva intervenção do Ministério Público no caso de abandono, negligência e omissão de cuidados aos idosos por parte dos filhos. </li></ul><ul><li>Instituições empregadoras ou mesmo o INSS poderiam conceder um tipo de licença remunerada ao familiar que assume o cuidado do idoso. </li></ul>
  21. 21. Atuais possibilidades <ul><li>Conscientização dos filhos, sem exceção, a assumirem o cuidado dos pais idosos; </li></ul><ul><li>Conscientização das famílias e da comunidade em geral de se unir para ajudar idosos dependentes e seus familiares. </li></ul><ul><li>Conscientização das famílias a se reunir e contratar cuidadores profissionais. </li></ul><ul><li>Investir na capacitação de cuidadores. </li></ul>
  22. 22. Obrigada! [email_address]

×