TDI/MCMM/UA - Desafio prático (2013-2014)

796 visualizações

Publicada em

Autoria: Carlos Santos e Benjamin Junior

Autoria dos slides 5 a 43 - Fundação Mata do Bussaco

Autoria dos slides 45 a 61 - Sara Tuna e Luís Monteiro (NTC/UA)

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
796
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

TDI/MCMM/UA - Desafio prático (2013-2014)

  1. 1. Tecnologias Dinâmicas para a Internet Carlos Santos, Benjamin Júnior MCMM - DeCA - UA Aula P01, 20-09-2013 2013-2014
  2. 2. Perfil dos alunos • qual o perfil dos alunos? • tecnológico • design • comunicação • características dos trabalho prático • centrado na tecnologia • inclusão de componentes que permitam a participação de todos • desafios tecnológicos como um meio para atingir um determinado objetivo
  3. 3. Esclarecimento • a planificação apresentada foi elaborada sem conhecer em detalhe o perfil dos alunos... • ajustes podem ser necessários • desafios são bem-vindos :)
  4. 4. Programa geral • milestone 1 (grupo) - 20% • milestone 2 (grupo) - 20% • milestone 3 (grupo) - 30% • inclui relatório e apresentação final • milestone 4 (grupo) - 10% (com DCM) • exercício individual - 20%
  5. 5. ! Mata$Nacional$do$ Buçaco
  6. 6. A$Mata$Nacional$do$Buçaco ::!A!Mata!Nacional!do!Buçaco!(MNB)!cons4tui!um!património! construído! único,! na! sua! componente! natural! e! arquitetónica,!sendo!reconhecido!e!visitado!por!milhares!de! pessoas!de!todo!o!Mundo. ::!Possui!uma!longa!e!reconhecida!história,!devido!a!mo4vos! militares,! religiosos! e! de! iden4dade! nacional,! datando! as! primeiras!referências!à!Mata!do!séc.!II. ::! Administra4vamente,! pertence! à! freguesia! de! Luso,! concelho!da! Mealhada!e! distrito!de! Aveiro,! situandoIse! no! flanco!NW!da!Serra!do!Buçaco,!a!40!km!da!costa!atlân4ca. ::! Área!murada!de! 105! ha,! localizada!na! zona! de! transição! bioclimá4ca!(mediterrânico!–!atlân4co).
  7. 7. ::! Posse!do!Bispado!de!Coimbra!desde!1094,!a!Mata!foi!doada!em!1628!pelo!então!bispo!de! Coimbra,! D.! João! Manuel,! à! Ordem! dos! Carmelitas! Descalços! para! a! construção! do! seu! “Deserto”!em!Portugal.!! ::!A!27!de!Setembro!de!1810!a!mata!foi!palco!da!Batalha!do!Buçaco. ::! Em! 1834! a! ex4nção! das! ordens! religiosas! decretou! o! fim! da! presença! dos! Carmelitas! Descalços!no!Buçaco.!A!Mata!passou!para!a!Administração!Geral!das!Matas!do!Reino.! ::!A!par4r!de!1856,!foram!executadas!algumas!medidas!de!gestão!do!Arboreto. ::!Em!Novembro!de!1889!iniciaramIse!os!trabalhos!de!construção!do!palácio!real!(D.!Carlos!I!e! Dona!Amélia),!atualmente!o!Palace!Hotel!do!Buçaco,!projetado!pelo!cenógrafo!italiano!Luigi! Manini. ::!A!en4dade!gestora!foram!passando!por!vários!Serviços!Florestais,!atualmente!é!a!Fundação$ Mata$do$Buçaco,!criada!pelo!DecretoILei!n.º!120/2009. Breve$resenha$histórica
  8. 8. ::!Gestão!integrada!do!património!natural,!histórico,!cultural!e! religioso!inserido!na!Mata; ::!Valorização!e!requalificação!dos!espaços; ::!Manutenção!de!todo!o!património!e!serviços!associados; ::!Educação!ambiental!e!promoção!da!cultura!ciennfica!e! patrimonial; ::!Promoção!e!divulgação!turís4ca!consciente; ::!Melhoria!das!condições!de!receção!ao!visitante; ::!Outras. Fundação$Mata$do$Buçaco$–$Missões
  9. 9. Património$edificado ::! Classificado! como! Imóvel! de! Interesse! Público,! o! conjunto! monumental!do!Buçaco!mobiliza!uma!riqueza!patrimonial!de!exceção.! ::!Núcleo!central:!Palace!Hotel!do!Buçaco!e!convento!de!Santa!Cruz! ::!Ermidas!de!habitação!(10) ::!Capelas!de!devoção!(4) ::!Via!Sacra!(20!Passos) ::!Cerca!com!as!respe4vas!Portas!(10) ::!Museu!Militar ::!Monumento!comemora4vo!da!Batalha!do!Buçaco,! ::!Cruzeiros ::!Fontes!(6) ::!Miradouros! ::!Casas
  10. 10. Património$natural$F$Flora ::! Uma! das! melhores! coleções! dendrológicas! da!Europa,! sendo! comummente!referido!como!“majestoso!arboreto”. ::!257!espécies!lenhosas. ::!89!Espécimes!notáveis. ::!Cerca!de!400!espécies!de!flora!autóctone. ::!Quatro!Unidade!de!Paisagem: •!Arboreto •!Pinhal!do!Marquês! •!Mata!Climácica!da!Cruz!Alta •!Jardins!e!Vale!dos!Fetos
  11. 11. Património$natural$F$Fauna Classe Nº!espécies Peixes 5 Anubios 10 Répteis 14 Aves 86 Mamíferos 36 ::$Vertebrados:$mais!de!150!espécies. ::$Invertebrados:$mais!de!600!espécies.
  12. 12. Património$natural$F$Fauna ! ! Bus Pin Euc Amphibians Sp.!richness 7 5 5 Rarity 0,082 0,078 0,076 Vulnerability 1,429 1,000 1,000 $ Comb.!Index 0,874 0,390 0,381 Birds Sp.!richness 27 21 23 Rarity 0,135 0,076 0,138 Vulnerability 1,000 1,000 1,000 $ Comb.!Index 3,633 1,590 3,176 Bats Sp.!richness 11 12 11 Rarity 0,075 0,152 0,075 Vulnerability 2,182 2,333 2,182 $ Comb.!Index 2,069 6,069 2,069 MediumFsized Sp.!richness 7 6 6 Mammals Rarity 0,136 0,076 0,076 Vulnerability 1,000 1,000 1,000 $ Comb.!Index 0,955 0,455 0,455 Small$mammals Sp.!richness 4 2 4 Rarity 0,260 0,069 0,069 Vulnerability 1,500 1,000 1,000 $ Comb.!Index 1,042 0,139 0,278 Standardized$Biodiversity$IndexStandardized$Biodiversity$Index 5,991 4,025 3,001 Valor$conservacionista$dos$habitats$amostrados
  13. 13. Serviços$disponibilizados$F$Fundação ::!Receção!e!informação!ao!visitante. ! I!Instalações!sanitárias ! I!Loja!(usica!e!online) ! I!Esplanada ::!Visitas!guiadas!–!vários!trilhos!pedestres. ::!Recuperação!de!casas!para!aluguer. ::!Valorização,!produção!e!venda!de!produtos!endógenos. ::!Pleno!funcionamento!dos!viveiros!florestais. ::!Recuperação!de!habitats!degradados. ::!Inves4gação!ciennfica. ::!Eventos,!formações,!artes,!etc. ::!Serviço!educa4vo.
  14. 14. O$furacão$Gong$–$13$janeiro$2013
  15. 15. Em$resumo ::!Destruição!irreversível!de!30%!do!património!arbóreo. ! I!Abertura!de!grandes!clareiras. ! I!Risco!de!invasões!biológicas. ! I!Perda!da!dinâmica!florestal. ! I!Perda!da!visitabilidade. ! I!Produção!em!viveiros!insuficiente. ! I!Grande!escassez!de!meios!humanos!e!materiais. ::!Vias!conges4onadas!e!acessos!limitados!a!grande!parte!da!Mata. ! I!Limpezas!manuais!e!morosas. ! I!Grande!exigência!financeira. ::!Perda!de!4!exemplares!notáveis!e!dezenas!de!árvores!centenárias. ::!Danos!graves!em!várias!capelas!e!passos!da!Via!Sacra. ::!Danos!ligeiros!em!diverso!património!edificado.
  16. 16. Ações$presentes$e$para$o$futuro ::!Estabelecimento!de!PARCERIAS!estratégicas. ! I!Grupo!Portucel!Soporcel ! I!Lápis!Viarco ! I!Galp!e!BP!(combusnveis!para!máquinas!florestais) ! I!ARCA ! I!Etc ::!Financiamentos!e!apoios. ::!Projetos!inovadores. ::!Procuramos ! I!Aumentar!visitação. ! I!Aumentar!visibilidade!e!notoriedade. ! I!Res4tuir!a!ordem. ! I!Con4nuar!o!trabalho!desenvolvido!em!prol!da!Mata!e!sua!defesa. ::!Precisamos!de: VERBASPLANTAS PESSOAS
  17. 17. Bussaco$Digital ::!E!foi!assim!!que!Dr.!Nelson!Matos!teve!a!ideia…
  18. 18. Obrigada pela atenção!
  19. 19. Parceria com o DeCA/NTC/LabMM4 • cerca de 35 propostas implementadas • uma proposta vencedora: • proposta de projeto SAPO Labs • lançamento previsto para 1º trimestre 2014 • só versão Web (demo)
  20. 20. Desafio TDI 2013-2014 • Desenvolver uma solução mobile (smartphone e tablets) para o website Bussaco Digital, contemplando soluções para os seguintes públicos: • utilizadores casuais que instalam a aplicação e devem ser motivados para contribuir com os seus donativos; • utilizadores que já contribuíram e que estão a visitar a mata do Buçaco; • membros da Fundação que têm tarefas administrativas que implicam trabalho no terreno com georeferenciação.
  21. 21. Milestone 1 (grupo) • objetivos • especificação e implementação da interface gráfica para smartphone e tablet • utilização da framework SAPO Ink (workshop a 27 Set) • data apresentação • presencial: 18 Out (preferencialmente no horário da turma B) • 10 min. apresentação + 10 min. discussão
  22. 22. Milestone 2 (grupo) • objetivos A • especificação e implementação da API da aplicação a partir da BD utilizada na versão Web • objetivos B • relatório de usabilidade e acessibilidade da aplicação desenvolvida na milestone 1 • data apresentação • presencial: 15 Nov (preferencialmente no horário da turma B) • 10 min. apresentação por objetivo + 10 min. discussão
  23. 23. Milestone 3 (grupo) • objetivos A • integração de componentes client-side e server-side • produto final • objetivos B • especificação e desenvolvimento do website de produto da aplicação desenvolvida • data apresentação • presencial: 6 Dez (preferencialmente no horário da turma B) • 20 min. apresentação + 20 min. discussão
  24. 24. Milestone 4 (grupo) • objetivos • realizar uma apresentação de produto para o cliente final, a Fundação da Mata do Buçaco (condicional dependendo dos resultados obtidos) • a preparar em articulação com DCM • data apresentação • presencial: 19 Dez • a realizar preferencialmente na Mata do Buçaco • 20 min. apresentação + 20 min. discussão
  25. 25. Exercício individual • objetivos • estimular a reflexão individual sobre temáticas relacionadas com os tópicos desta UC • escrever um artigo com o objetivo de ser publicado no website do SAPO Labs e divulgado em toda a rede SAPO • locais de referência: Wired, The Verge,... e artigos a partilhar no grupo do SAPO Campus • data de entrega • exercício escrito a entregar até ao final das aulas do semestre • discussão de tópico e revisões ao longo do semestre por iniciativa dos alunos
  26. 26. A seguir... • formar grupos de trabalho • 3 grupos por turma (4 ou 5 alunos) • preferência por perfis diversificados em cada grupo: design + comunicação + programação • sessão de brainstorm • início de prototipagem em papel

×