Assistencia geologica

217 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
217
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Assistencia geologica

  1. 1. Enciclopédia da Conscienciologia 1 A S S I S T Ê N C I A G E O L Ó G I C A (IN T R A F I S I C O L O G I A ) I. Conformática Definologia. A assistência geológica é o efeito ou resultado das atividades técnicas da Geologia, enquanto Ciência, no fornecimento de recursos naturais, suprindo as necessidades da conscin, homem ou mulher, na dimensão intrafísica. Tematologia. Tema central neutro. Etimologia O termo assistência deriva do idioma Latim, assistentia, “ajuda; socorro”, e este de assistens ou adsistens, particípio presente de assistere ou adsistere, “estar ou conservar- se de pé junto a; estar presente; comparecer; assistir em juízo; assistir à cabeceira; estar ao pé do leito; estar à porta de alguém”. Surgiu no Século XVI. O vocábulo geologia provém do idioma Francês, géologie, ou do idioma Inglês, geology, e este do idioma Latim Científico, geologia, “Ciência das coisas da terra”. Apareceu no Século XIX. Sinonimologia: 1. Assistência mineral. 2. Disponibilidade de recursos minerais. 3. Sub- sídio geológico. 4. Utilidade geológica. Cognatologia. Eis, na ordem alfabética, 4 cognatos derivados do vocábulo Geologia: ge- óloga; geológica; geológico; geólogo. Neologia. As 3 expressões compostas assistência geológica, assistência geológica míni- ma e assistência geológica máxima são neologismos técnicos da Intrafisicologia. Antonimologia: 1. Assistência bioenergética. 2. Assistência extrafísica; parassistência. 3. Assistência parapsíquica. 4. Desassistência geológica. Estrangeirismologia: o trabalho com mente et malleo. Atributologia: predomínio das faculdades mentais, notadamente do autodiscernimento quanto à racionalidade cosmoética na utilização dos bens naturais. II. Fatuística Pensenologia: o holopensene pessoal geológico; o holopensene pessoal da sobrevivência humana; os ortopensenes; a ortopensenidade; os neopensenes; a neopensenidade; os tecnopense- nes; a tecnopensenidade; os evoluciopensenes; a evoluciopensenidade. Fatologia: a assistência geológica; as minerações; os garimpos; os recursos minerais energéticos; os minerais de ganga; os minerais de minério; os elementos nativos; as riquezas mi- nerais; a escala de dureza dos minerais; os metais não preciosos; as pedras preciosas; as gemas; a água mineral; as nascentes d‘água; o lençol freático; os poços artesianos; o aquífero Guarani; o plutonismo; os vulcões; as erupções vulcânicas; o magma; as nuvens de cinzas vulcânicas; a orogênese; a epirogênese; a água e o vento como agentes geológicos; os fenômenos sísmicos; o sismógrafo; a escala Richter; os terremotos; os tsunamis; as ondas sísmicas; a movimentação das placas tectônicas; as formações geológicas; os estratos geológicos; o betume; a exploração de gás natural e petróleo; os gasodutos; as rochas; os biólitos; o âmbar; o solo; o subsolo; os gêise- res; as cavernas; as vilas das minas; as áreas de pesquisa e exploração minerais; a prospecção geológica; o monitoramento geológico; o desenvolvimento de áreas remotas; o mapeamento geológico; o mapa geológico; os períodos geológicos; a escala geológica do tempo; a preservação dos fósseis; os fósseis-guias; a datação de fósseis e rochas; o gelo preservando informações climáticas do planeta; as amostras geológicas; as perfurações geológicas; as falhas geológicas; a crosta terrestre; a litosfera; o núcleo da Terra; o polo magnético da Terra; o magnetismo terrestre; os meteoritos; os meteoros; os movimentos de regressão e transgressão dos mares; a se- dimentação marinha; o relevo marinho; a cordilheira dorsal oceânica; a proliferação de vida nos recifes de corais; o supercontinente Gondwana; o supercontinente Pangea; o fato de a finitude
  2. 2. Enciclopédia da Conscienciologia2 dos recursos planetários exigirem reeducação na utilização cosmoética dos mesmos; a ideia do Planeta Gaia. Parafatologia: a autovivência do estado vibracional (EV) profilático; a energia imanente (EI); a geoenergia; a hidroenergia; os plantochacras; a kundalini; a sinalética energética e parapsí- quica pessoal; a Central Extrafísica de Energia (CEE). III. Detalhismo Sinergismologia: o sinergismo espaço-tempo-movimento; o sinergismo dos processos naturais geológicos; o sinergismo no cosmos. Principiologia: o princípio da descrença; os princípios estratigráficos; o princípio da identidade paleontológica. Codigologia: o código pessoal de Cosmoética (CPC); o código grupal de Cosmoética (CGC); o código de mineração; o código de águas minerais. Teoriologia: a teoria geossinclinal; as teorias epirogenéticas; a teoria da deriva conti- nental; a teoria tectônica de placas; a teoria orogenética; a teoria da isostasia. Tecnologia: a técnica do mapeamento geológico; as técnicas de avaliar reservas mine- rais; as técnicas de descrever e classificar minerais; as técnicas da projetabilidade lúcida (PL) na descoberta de novos minerais. Laboratoriologia: o laboratório conscienciológico da grupalidade; o laboratório cons- cienciológico da convivialidade; o laboratório conscienciológico da Pensenologia; o laboratório conscienciológico Projectarium; o laboratório conscienciológico da Evoluciologia; o laboratório conscienciológico da Cosmoeticologia. Colegiologia: o Colégio Invisível da Intrafisicologia; o Colégio Invisível da Geologia. Efeitologia: o efeito dos ciclos naturais na criação do habitat humano; os efeitos climá- ticos na intemperização das rochas formando diferentes tipos de solo; o efeito destrutivo do uso irracional dos bens minerais; o efeito da geoenergia no equilíbrio do sexochacra. Ciclologia: o ciclo de eventos construtivos e destrutivos da natureza; os ciclos do passa- do preservado em rochas; os ciclos glaciais e interglaciais; o ciclo da formação das rochas. Enumerologia: o conhecimento geológico; o ensino geológico; o espaço geológico; a história geológica; as leis geológicas; os materiais geológicos; o tempo geológico. Binomiologia: o binômio tempo-espaço; o binômio apropriação cognitiva–apropriação econômica; o binômio energia imanente–energia consciencial. Interaciologia: a interação dinâmica interna–dinâmica externa da Terra; a interação energia solar–força gravitacional; a interação homem–espaço geológico–natureza. Crescendologia: o crescendo recurso mineral–reserva mineral–lavra; o crescendo re- cursos inferidos–recursos indicados–recursos medidos; o crescendo mineral–rocha–formação geológica–grupo geológico; o crescendo intemperismo-erosão. Trinomiologia: o trinômio equilíbrio-desequilíbrio-reequilíbrio da natureza; o trinômio núcleo-manto-crosta. Polinomiologia: o polinômio descoberta-coleta-classificação-utilização de novos mi- nerais; o polinômio erosão-transporte-sedimentação-compactação-cimentação; o polinômio geo- energia–energia consciencial–pré-kundalini–kundalini. Paradoxologia: o paradoxo das rochas duras serem esculpidas pela água e pelo vento; o paradoxo fartura de bens minerais–nação subdesenvolvida. Politicologia: a evoluciocracia; a cosmocracia; a democracia; a energocracia; a cosmoe- ticocracia; a assistenciocracia. Legislogia: as leis de regulação do setor mineral; as leis da natureza; a lei da sincroni- cidade universal; a lei da impermanência; a lei da universalidade da transformação; as leis de causa e efeito; a lei de ação e reação. Filiologia: a intrafisicofilia; a geofilia; a neofilia; a evoluciofilia; a interassistenciofilia; a cosmofilia; a xenofilia.
  3. 3. Enciclopédia da Conscienciologia 3 Maniologia: a dromomania; a consumomania. Holotecologia: a experimentoteca; a geografoteca; a geoteca; a globoteca. Interdisciplinologia: a Intrafisicologia; a Geologia; a Cosmologia; a Interdimensiologia; a Mesologia; a Sociologia; a Conviviologia; a Vivenciologia; a Cosmovisiologia; a Evoluciolo- gia. IV. Perfilologia Elencologia: a conscin lúcida; o ser interassistencial; a conscin pesquisadora; a conscin enciclopedista; a conscin geoenergética. Masculinologia: o geólogo; o engenheiro geológico; o engenheiro de minas; o engenhei- ro cartográfico; o técnico de mineração; o ourives; o garimpeiro; o amostrador; o sondador; o vul- canólogo; o petrólogo; o gemólogo; o mineralogista; o oceanógrafo; o paleontólogo; o topógrafo; o geofísico; o pedólogo; o arqueólogo; o holofilósofo; o naturalista; o agente retrocognitor; o am- parador intrafísico; o autodecisor; o intermissivista; o conviviólogo; o cognopolita; o compassa- geiro evolutivo; o duplista; o duplólogo; o proexista; o proexólogo; o intelectual; o projetor cons- ciente; o verbetólogo; o reeducador; o evoluciente; o exemplarista; o voluntário; o tertuliano; o te- letertuliano; o tocador de obra; o homem de ação. Femininologia: a geóloga; a engenheira geológica; a engenheira de minas; a engenheira cartográfica; a técnica de mineração; a ourives; a garimpeira; a amostradora; a sondadora; a vul- canóloga; a petróloga; a gemóloga; a mineralogista; a oceanógrafa; a paleontóloga; a topógrafa; a geofísica; a pedóloga; a arqueóloga; a holofilósofa; a naturalista; a agente retrocognitora; a Se- renona Rosa dos Ventos; a amparadora intrafísica; a autodecisora; a intermissivista; a convivi- óloga; a cognopolita; a compassageira evolutiva; a duplista; a duplóloga; a proexista; a proexólo- ga; a intelectual; a projetora consciente; a verbetóloga; a reeducadora; a evoluciente; a exempla- rista; a voluntária; a tertuliana; a teletertuliana; a tocadora de obra; a mulher de ação. Hominologia: o Homo sapiens universalis; o Homo sapiens reurbanisatus; o Homo sa- piens sapientior; o Homo sapiens investigator; o Homo sapiens scientificus; o Homo sapiens ter- renus; o Homo sapiens humanus; o Homo sapiens materialis. V. Argumentologia Exemplologia: assistência geológica mínima = a extração das pedras preciosas para fins de adorno pessoal; assistência geológica máxima = a extração racional dos bens minerais para fins de uso na indústria farmacêutica. Culturologia: a cultura da intrafisicalidade evolutiva; a Multiculturologia Planetária. Consumologia. No atual sistema capitalista, selvagem, vale ressaltar o aumento do con- sumo de produtos industrializados, a expansão imobiliária crescente e o elevado número de auto- móveis nas grandes cidades, implicando na ampliação da produção mineral e de recursos ener- géticos, além da descoberta de novas minas para atender, por vezes, necessidades dispensáveis. Tabelologia. Sob o ângulo da Intrafisicologia, eis, por exemplo, em ordem alfabética, 20 substâncias minerais indispensáveis ao modus vivendi da Socin atual:
  4. 4. Enciclopédia da Conscienciologia4 Tabela – Substância / Utilidade ou Matéria-prima Nos Substância Utilidade ou Matéria-prima 01. Alumínio Circuitos elétricos 02. Amianto Isolamento térmico 03. Arsênico Inseticida 04. Bismuto Indústria farmacêutica 05. Chumbo Tintas 06. Cobre Indústria elétrica 07. Cromo Aços especiais 08. Estanho Bronze; soldagem 09. Ferro Siderurgia 10. Flúor Siderurgia 11. Fosfato Fertilizantes 12. Grafita Baterias; cadinhos para fundição 13. Magnésio Ligas leves; fabricação de cal 14. Manganês Baterias; fertilizantes 15. Níquel Aços especiais 16. Ouro Indústria eletrônica; joias 17. Platina Joias; catalisadores 18. Prata Indústrias fotográfica e química 19. Titânio Indústrias aeronáutica e automobilística 20. Zinco Construção civil; galvanização; tintas VI. Acabativa Remissiologia. Pelos critérios da Mentalsomatologia, eis, por exemplo, na ordem alfabé- tica, 15 verbetes da Enciclopédia da Conscienciologia, e respectivas especialidades e temas cen- trais, evidenciando relação estreita com a assistência geológica, indicados para a expansão das abordagens detalhistas, mais exaustivas, dos pesquisadores, mulheres e homens interessados: 01. Antiacaso: Intrafisicologia; Neutro. 02. Chão: Intrafisicologia; Neutro. 03. Conhecimento: Autocogniciologia; Neutro. 04. Dependência indireta: Conviviologia; Neutro. 05. Devir: Evoluciologia; Neutro. 06. Evoluciologia: Pensenologia; Homeostático. 07. Exigência da vida humana: Intrafisicologia; Neutro. 08. Megaparadoxo evolutivo: Evoluciologia; Homeostático. 09. Palco existencial: Intrafisicologia; Neutro. 10. Plano existencial: Experimentologia; Neutro. 11. Senso de perspectiva: Cosmovisiologia; Neutro. 12. Suprimento vital: Intrafisicologia; Neutro.
  5. 5. Enciclopédia da Conscienciologia 5 13. Terra-de-todos: Intrafisicologia; Homeostático. 14. Territorialidade individual: Interdimensiologia; Neutro. 15. Vida ecológica: Intrafisicologia; Homeostático. O AVANÇO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA SOCIN, ALIADO AO USO RACIONAL, SUSTENTÁVEL E COS- MOÉTICO DOS BENS MINERAIS, POSSIBILITA A PRE- SERVAÇÃO E INTEGRIDADE DO PLANETA TERRA. Questionologia. Você, leitor ou leitora, prioriza o consumo racional e sustentável dos re- cursos naturais? Quais atitudes vem adotando para evitar a destruição do próprio habitat? Bibliografia Específica: 1. Foucault, A.; & Raoult, J.F.; Dictionnaire de Géologie; 388 p.; 89 abrevs.; 54 fotos; glos. 5.000 termos; 24 x 13 cm; br.; 7ª Ed.; Dunod; Paris; France; 2010; páginas 42 e 155. 2. Foucault, A.; Guide du Géologue Amateur; 246 p.; 15 seções; 123 fotos; 219 ilus.; 11 mapas; 5 tabs.; 114 refs.; 22 x 14 cm; br.; Ed. Corrigé; Dunod; Paris; France; 2007; páginas 215 e 216. 3. Leinz, V.; & Amaral, S. S.; Geologia Geral; 400 p.; 16 caps.; 16 fotos; 253 ilus.; 46 tabs.; 145 refs.; 23 x 17 cm; br.; 11ª Ed. rev.; Companhia Editora Nacional; São Paulo, SP; 1989; páginas 251, 293, 305 e 335. 4. Vieira, Waldo; Homo sapiens reurbanisatus; revisores Equipe de Revisores do Holociclo; 1.584 p.; 24 se- ções; 479 caps.; 139 abrevs.; 12 E-mails; 597 enus.; 413 estrangeirismos; 102 filmes; 1 foto; 40 ilus., 3 infográficos; 1 mi- crobiografia; 102 sinopses; 25 tabs.; 4 websites; glos. 241 termos; 7.665 refs.; alf.; geo.; ono.; 29 x 21 x 7 cm; enc.; 3ª Ed. Gratuita; Associação Internacional do Centro de Altos Estudos da Conscienciologia (CEAEC); & Associação Internacio- nal Editares; Foz do Iguaçu, PR; 2004; página 381. 5. Idem; Projeciologia: Panorama das Experiências da Consciência Fora do Corpo Humano; revisor Ale- xander Steiner; et al.; 1.248 p.; 18 seções; 525 caps.; 150 abrevs.; 16 E-mails; 1.156 enus.; 1 escala; 1 foto; 3 gráfs.; 42 ilus.; 1 microbiografia; 1 sinopse; 2 tabs.; 2 websites; glos. 300 termos; 1.907 refs.; alf.; geo.; ono.; 28 x 21 x 7 cm; enc.; 4ª Ed. rev. e aum.; Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC); Rio de Janeiro, RJ; 1999; página 851. 6. Idem; 700 Experimentos da Conscienciologia; 1.058 p.; 40 seções; 100 subseções; 700 caps.; 147 abrevs.; 1 cronologia; 100 datas; 600 enus.; 272 estrangeirismos; 2 tabs.; 300 testes; glos. 280 termos; 5.116 refs.; alf.; geo.; ono.; 28,5 x 21,5 x 7 cm; enc.; Instituto Internacional de Projeciologia; Rio de Janeiro, RJ; 1994; páginas 244 e 343. Webgrafia Específica: 1. Instituto de Geociências da Universidade de Brasília; Glossário Geológico Ilustrado; glos. 1.458 verbe- tes; disponível em: <http://vsites.unb.br/ig/glossario/>; acesso em: 08.05.12. G. C.

×