Regressodemoliberalismo

168 visualizações

Publicada em

Regressão do demoliberalismo

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
168
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Regressodemoliberalismo

  1. 1. A REGRESSÃO DO DEMOLIBERALISMO
  2. 2.  Sistema político democrático;  Defesa de princípios liberais enunciados nos séculos XVIII e XIX;  Delega a soberania do povo em órgãos representativos;  Rege-se pelo princípio da maioria e pelo respeito da vontade popular expressa em eleições;  Posto em prática desde finais do séc. XIX, na Europa Ocidental, a partir do alargamento do sufrágio a todas as camadas sociais. Demoliberalismo
  3. 3. A REGRESSÃO DO DEMOLIBERALISMO Dificuldades económicas do pós- guerra Fundação do Komintern (1919) Radicalização social e política nos anos 20  Incapacidade das democracias liberais na resolução da crise económica e no controlo da ordem social  Medo do bolchevismo Emergência de autoritarismos A emergência dos autoritarismo confirma a regressão do demoliberalismo
  4. 4. Komintern • Criação da III Internacional também chamada Internacional Comunista ou Komintern (Março de 1919). Objetivos:  Coordenar a luta dos partidos operários do mundo para que o marxismo triunfasse;  Evitar o isolamento da URSS evitando assim os boicote e a oposição dos países ocidentais;  A revolução socialista europeia seria conduzida por partidos comunistas decalcados do modelo russo e fiéis ao marxismo-leninismo.
  5. 5. Komintern A imposição do modelo do Partido comunista soviético aos partidos socialistas/sociais democratas europeus vai provocar uma cisão, em 1920 entre os sociais democratas e os comunistas: Reformistas Revolucionários sociais democratas comunistas Após a morte de Lenine a Internacionalização da luta operária é adiada, mantendo-se apenas o controlo partidário
  6. 6. Radicalização social e política Na Alemanha • Em 1918, Constituem-se conselhos de operários, soldados e marinheiros, inspirados nos sovietes; • Os espartaquistas revoltam-se contra a República de Weimer e proclamam uma “república socialista” • Em 1919 os espartaquistas são dominados pelo governo e os líderes executados Espartaquistas em Berlim Rosa de Luxemburg, judia fundadora da liga espartaquista, que originou partido comunista alemão
  7. 7. Radicalização social e política Na Hungria • Em março de 1919 surge em Budapeste uma república de tipo comunista, liderada por Béla Kun. • A sua duração foi curta, acabou em agosto de 1919 (133 dias). Béla Kun
  8. 8. Radicalização social e política Na Itália • No verão de 1919, os camponeses ocupam terras incultas e reivindicam a partilha de latifúndios. • Em 1920 deu-se uma greve dos metalúrgicos de Turim que desencadeou uma vaga de ocupação de fábricas. • O acordo entre o governo, o partido socialista e a confederação geral do trabalho acabou com o movimento grevista e o controlo operário da produção. Ocupação de uma fábrica em Turim
  9. 9. Radicalização social e política Em Portugal, França, Grã-Bretanha • Onda grevista que atingiu os transportes ferroviários na Grã- Bretanha e França; • Em Portugal, violentas greves gerais em 1919 e 1921 Cartaz francês
  10. 10. Radicalização social e política O surto revolucionário deixou a Europa apavorada, com medo da revolução bolchevique • A grande burguesia proprietária e financeira receava o controlo operário e camponês; • As classes médias com um nível de vida cada vez mais baixo receavam que a situação piorasse. As soluções conservadoras e autoritárias de direita começaram a agradar a cada vez mais pessoas, a partir dos anos 20.
  11. 11. Movimentos autoritários e antidemocráticos surgiram em vários países europeus • Espanha [Primo de Rivera (1923) e Franco (1939)] • Itália (1922) – Fascismo (Mussolini) • Alemanha (1933) (Hitler - Nazismo) • Portugal [Ditadura Militar (1926) e Salazarismo (1928)] • Hungria (1920) • Bulgária e Turquia (1922) • Grécia, Polónia, Lituânia (1926) • Jugoslávia (1929) Emergência dos Autoritarismos

×